Avaliação aprendizagem autoria

549 visualizações

Publicada em

Compartilhando as principais ideias do texto "A avaliação da aprendizagem como um princípio no desenvolvimento da autoria."

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
549
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Avaliação aprendizagem autoria

  1. 1. PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPO GRANDE SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DE GESTÃO E POLÍTICAS EDUCACIONAIS DIVISÃO DE TECNOLOGIA EDUCACIONAL AVA NO CONTEXTO DA AVALIAÇÃO E DA APRENDIZAGEM Cursista: VANESSA BASSO PEROSAMediador pedagógico: NEILA ANDRADE TOSTES LOPEZ DOS SANTOS
  2. 2. A AVALIAÇÃO DAAPRENDIZAGEM COMO UM PRINCÍPIO NODESENVOLVIMEN TO DA AUTORIA
  3. 3. O ato de avaliar é comum aocotidiano das pessoas. No dia-a-dia aspessoas avaliam algo, alguém ou a sipróprias. A avaliação é parte integrantedo processo ensino/aprendizagem eganhou na atualidade espaço muitoamplo nos processos de ensino.Avaliação da aprendizagem, no novoparadigma, é um processo mediador naconstrução do currículo e se encontraintimamente relacionada à gestão daaprendizagem dosalunos.
  4. 4. No processo avaliativo temosdois personagens o professor e oaluno. No fim o que se busca é aconstrução de um produto final,a aprendizagem significativa.
  5. 5. Segundo Jussara Hoffmann(2005, pág.13):“A avaliação da aprendizagem,mais especificamente, envolvee diz respeito diretamente adois elementos do processo:educador/avaliador eeducando/avaliando”.
  6. 6. A avaliação é a parte maisimportante de todo o processo deensino-aprendizagem. Avaliar émediar o processoensino/aprendizagem, é oferecerrecuperação imediata, é promovercada ser humano, é vibrar junto acada aluno em seus lentos ourápidos progressos.
  7. 7. O grande desafio paraconstruir novos caminhos é umaavaliação com critérios deentendimento reflexivo, conectadoe compartilhado no processoensino/aprendizagem. Desta forma,estaremos formando cidadãoscríticos, criativos, solidários eautônomos.
  8. 8. “A prática daavaliação nas pedagogiaspreocupadas com a transformação deveráestar atenta aos modos desuperação doautoritarismo e aoestabelecimento daautonomia do educando,pois o novo modelo socialexige a participaçãodemocrática de todos.(Luckesi, 2005, p.32).
  9. 9. No contexto escolar aavaliação refere-se tanto ao que ecomo o aluno está aprendendo, mastambém à necessária revisão doselementos que constituem a práticadocente, tanto no âmbito da aulacomo no da própria escola. Eladesempenha três papéis:diagnóstica, formativa eclassificatória. Na perspectiva doplanejamento curricular e de ensino,as três funções são importantes edevem ser levadas em conta noplanejamento escolar.
  10. 10. “ A avaliação, em si, édinâmica e construtiva, eseu objetivo, no caso daprática educativa, é darsuporte ao educador, paraque aja da forma maisadequada possível, tendoem vista a efetivaaprendizagem por parte doeducando”. (2011, pág. 176)
  11. 11. Com uma avaliação deacompanhamento contínuo,tem-se a possibilidade decorrigir os erros durante oprocesso investigativo deconstrução, buscando ummelhor produto final.
  12. 12. Desenvolver uma avaliaçãoformadora significa realizar um processonão fragmentado, não punitivo e orientadopor princípios éticos. Comprometida coma transformação social, essa práticaeducativa reconhece o papel da educaçãonessa transformação, prioriza a análise dopensamento crítico do aluno e focaliza suacapacidade de solucionar problemas reais.
  13. 13. papel dominante no processoavaliativo, passando a ser uminvestigador que busca sempremelhores resultados, utilizandocritérios mais relevantes,centrados em dimensõesqualitativas e quantitativas,proporcionando melhor qualidadeda aprendizagem para todos osalunos, em condições iguais.
  14. 14. Portanto o processoavaliativo deve ser uma práticacontínua, de diagnóstico e deintervenção do professor durantetodo ano, não avaliar apenas para darnota, mas sim para corrigir onde osalunos estão errando e chegar emproduto final de qualidade que é aaprendizagem significativa doseducandos.
  15. 15. ReferênciasHOFFMANN, Jussara. O jogo do contrário em avaliação. Portoalegre: Mediação, 2005.LUCKESI, Cipriano C. Avaliação da Aprendizagem Escolar. 17ªed. São Paulo, SP: Cortez, 2005.________________ Avaliação da aprendizagem componente doato pedagógico. São Paulo, SP: Cortez, 2011.

×