7 ferramentas da qualidade

6.876 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
9 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.876
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
428
Comentários
0
Gostaram
9
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

7 ferramentas da qualidade

  1. 1. Sumário    FERRAMENTAS DA QUALIDADE: ◦ INTRODUÇÃO ◦ FLUXOGRAMA ◦ ESTRATIFICAÇÃO ◦ FOLHA DE VERIFICAÇÃO ◦ GRÁFICO DE PARETO ◦ DIAGRAMA DE CAUSA E EFEITO ◦ HISTOGRAMA ◦ DIAGRAMA DE DISPERSÃO ◦ CARTA DE CONTROLE CONCLUSÃO REFERÊNCIAS
  2. 2. Introdução Metodologia Seis Sigma Ferramentas da Qualidade  Estatística: ciência que trata da coleta, processamento e disposição de dados.  Processo: combinação de equipamentos, insumos, métodos ou procedimentos, condições ambientais, pessoas e informações do processo ou medidas, tendo como objetivo a fabricação de um bem ou o fornecimento de um serviço. (WERKEMA, 1995) Process Variabilidad o e Redução variabilidade dos processos Produtos Defeituosos Redução nº produtos defeituosos.
  3. 3. Introdução Metodologia Seis Sigma Ferramentas da Qualidade As SETE FERRAMENTAS DA QUALIDADE podem ser utilizadas para coleta, processamento e / ou disposição das informações sobre a variabilidade dos processos. Fluxograma  Estratificação  Folhas de Verificação  Gráficos de Pareto  Diagrama de Causa e Efeito  Histograma  Diagrama de Dispersão  Cartas de Controle 
  4. 4. Introdução Metodologia Seis Sigma Análise do Problema Identificação do Problema Fluxograma Folhas de Verificação Brainstorming Ferramentas da Qualidade Gráfico de Pareto Estratificação Histograma Diagrama de Dispersão Cartas de Controle Diagrama Causa e Efeito Capacidade Processo
  5. 5. Fluxograma Metodologia Seis Sigma Ferramentas da Qualidade O que é?  Representação gráfica mostrando todos os passos de um processo. Para que?  Descrever ou estudar um processo atual ou planejar etapas de um novo.  Verificar como as diversas etapas do processo estão relacionadas entre si.  Treinar pessoal.  Identificar gargalos, folgas e redundâncias.
  6. 6. Fluxograma Metodologia Seis Sigma Ferramentas da Qualidade Como?  Desenhar o fluxograma do processo, na ordem de ocorrência das etapas.  Consenso.  Usar operadores: Início / Fim Arquivo / Armazenamento Ação/Operação Decisão Documento Demora / Espera Conector Direção fluxo
  7. 7. Fluxograma Metodologia Seis Sigma Exemplo 1 Recebimento Conectores Placa Aprovado? Soldagem e limpeza Não Devolver / Consertar Sim Não Refazer / Sucatar Aprovado? Não Não Refazer / Sucatar Aprovado? Sim Sim Refazer / Sucatar Teste final Montagem manual 1 Não Sim Sim Aprovado? Aprovado? Sim Montagem final Montagem automatizada Aprovado? Ferramentas da Qualidade Expedição Não Refazer / Sucatar
  8. 8. Estratificação Metodologia Seis Sigma Ferramentas da Qualidade O que é?  Agrupamento de informações (dados) sob vários pontos vista, de modo a focalizar a ação. (WERKEMA, 1995) Fatores como equipamentos, insumos, pessoas, métodos, medidas e condições ambientais são categorias naturais para estratificação dos dados. (WERKEMA, 1995)
  9. 9. Estratificação Metodologia Seis Sigma Ferramentas da Qualidade Para que?  Observar, analisar e melhorar resultados. Como?  Identificar e registrar condições ou valores dos fatores associados ao processo considerado: as principais causas de variabilidade são os possíveis fatores.  Elaborar Folha de Verificação.  Elaborar Gráfico (Barras, Seqüencial, outro).
  10. 10. Estratificação Metodologia Seis Sigma Exemplo Ferramentas da Qualidade Indústria autopeças produz molas de aço, que tem a dureza como uma das principais características de qualidade. LES= 435 HB, LEI= 370 HB. (HB=dureza Brinell). Problema: aumento de molas devolvidas por apresentarem dureza fora das especificações. DUREZA BRINELL DE MOLAS 23 21 19 17 15 13 11 9 7 5 3 450 440 430 420 410 400 390 380 370 360 350 1 23 21 19 17 15 13 11 9 7 5 3 Dureza (HB) 450 440 430 420 410 400 390 380 370 360 350 1 Dureza (HB) DUREZA BRINELL DE MOLAS Tempo Tempo Fornecedor A Fornecedor B Fornecedor C
  11. 11. Folha de Verificação Metodologia Seis Sigma Ferramentas da Qualidade O que é?  Formulário usado para facilitar coleta e registro dos dados, no qual os itens a serem examinados já estão impressos. Para que?  Facilitar a coleta dos dados e organizar os mesmos durante a coleta. Como?  Definir objetivo da coleta de dados e tipo folha.  Estabelecer título, campos de registros, instruções.  Instruir pessoal e realizar pré-teste.
  12. 12. Folha de Verificação Tipos  Metodologia Seis Sigma Ferramentas da Qualidade Distribuição de frequência de um item de controle em processo produtivo.
  13. 13. Folha de Verificação Metodologia Seis Sigma Tipos  Classificação. Ferramentas da Qualidade
  14. 14. Folha de Verificação Tipos  Metodologia Seis Sigma Localização de defeitos. Ferramentas da Qualidade
  15. 15. Gráfico de Pareto Metodologia Seis Sigma Ferramentas da Qualidade O que é?  Gráfico de barras verticais que evidencia a priorização de temas. Princípio de Pareto (sociólogo e economista italiano 80/20) Juran. Um problema pode ser atribuído a um pequeno nº de causas. POUCOS VITAIS, MUITOS TRIVIAIS Para que?  Concentrar esforços em áreas onde podem ser obtidos maiores ganhos.
  16. 16. Gráfico de Pareto Metodologia Seis Sigma Ferramentas da Qualidade Como?       Definir problema. Listar fatores estratificação e categoria outros. Estabelecer método e período de coleta. Coletar dados registrando total de vezes que cada categoria foi observada e nº total de observações. Elaborar planilha de dados com as colunas: categorias, quantidades, totais acumulados, percentagens do total e percentagem acumulada, em ordem decrescente de freqüência. Plotar um gráfico de barras verticais com valores decrescentes da esquerda para a direita, traçar curva de percentagens acumuladas (curvas de Lorenz).
  17. 17. Gráfico de Pareto Tipos  Metodologia Seis Sigma Ferramentas da Qualidade Gráfico de Pareto para causas - A comparação dos gráficos de Pareto “antes” e “depois” permitem avaliar o impacto de mudanças efetuadas no processo.
  18. 18. Gráfico de Pareto Metodologia Seis Sigma Ferramentas da Qualidade FREQUÊNCIA RELATIVA (%) FREQUÊNCIA ACUMULADA (%) Manutenção Corretiva 31 43,1 43,1 Troca de Ferramentas 18 25,0 68,1 Carga e Descarga 9 12,5 80,6 Manutenção Preventiva Exemplo: Máquina parada 72 h/mês 8 11,1 91,7 6 8,3 Tempo de Parada de Máquina 100,0 Outros 40 100 Nº Ocorrências 100,0 80,6 35 91,7 80 68,1 30 25 20 60 43,1 40 15 10 20 5 0 0 Manutenção Troca de Corretiva Ferramentas Carga e Descarga Manutenção Preventiva Outros Frequência Acumulada Nº OCORRÊNCIAS MOTIVO
  19. 19. Gráfico de Pareto Tipos  Metodologia Seis Sigma Ferramentas da Qualidade Gráfico de Pareto para efeitos / defeitos - Ponderar frequência pela criticidade e custo • Fator ponderador=freqüência x criticidade x custo - Método REI (Resultado, Exequibilidade, Investimento)
  20. 20. Gráfico de Pareto Metodologia Seis Sigma Ferramentas da Qualidade - Método GUT (Gravidade, Urgência, Tendência)
  21. 21. Gráfico de Pareto Metodologia Seis Sigma Ferramentas da Qualidade Defeito Nº OCORRÊNCIAS FREQUÊNCIA RELATIVA (%) FREQUÊNCIA ACUMULADA (%) Revestimento Inadequado 55 43,3 43,3 Defeitos Trinca 41 32,3 75,6 em Lentes Arranhão 12 9,4 85,0 Muito Grossa / Muito Fina 11 8,7 93,7 Não-Acabada 5 3,9 97,6 Outros 3 2,4 100,0 Exemplo: Defeitos em Lentes 70 Nº Ocorrências 100,0 100 85,0 75,6 93,7 97,6 80 60 50 40 30 60 43,3 40 20 20 10 0 0 Revestimento Inadequado Trinca Arranhão Muito Grossa / Muito Fina Não Acabada Outros Frequência Acumulada 80
  22. 22. Gráfico de Pareto Metodologia Seis Sigma Ferramentas da Qualidade Cuidados: Custos e aspectos de segurança são indicadores importantes para a identificação dos problemas vitais.  Se não aparecerem diferenças claras, reagrupar os dados.  Se a categoria “outros” apresentar freqüência elevada, as categorias não foram adequadas. 
  23. 23. Diagrama de Causa e Efeito Metodologia Seis Sigma Ferramentas da Qualidade ISHIKAWA OU ESPINHA DE PEIXE O que é?  Diagrama que relaciona os fatores (causas) envolvidos na produção de uma característica (efeito). Para que?  Ferramenta usada para apresentar relação existente entre um resultado de um processo (efeito) e os fatores (causas) do processo que possam afetar o resultado.
  24. 24. Diagrama de Causa e Efeito Metodologia Seis Sigma Ferramentas da Qualidade Como?  Realizar Brainstorming ou usar folha de verificação e definir o efeito: o que é, onde, como e quando ocorre.  Construir diagrama com o efeito em retângulo no lado direito. Traçar a espinha dorsal.  Relacionar causas primárias que afetam a característica ou problema definido (espinhas grandes), causas secundárias que afetam as primárias e assim por diante.
  25. 25. Diagrama de Causa e Efeito Metodologia Seis Sigma Ferramentas da Qualidade  6M/4M (Medida, Máquina, Mão-de-obra, Matéria-prima, Meio ambiente, Método), 4P (Política, Procedimento, Pessoal e Planta).  Identificar as causas mais prováveis para maior análise. O diagrama de causa e efeito não tem a função de identificar a causa fundamental do problema considerado.
  26. 26. Diagrama de Causa e Efeito Metodologia Seis Sigma Ferramentas da Qualidade Causas Primárias Característica Causas Secundárias Causas Terciárias Fatores (Causas) Problema (Efeito)
  27. 27. Diagrama de Causa e Efeito Exemplo Metodologia Seis Sigma Ferramentas da Qualidade
  28. 28. Diagrama de Causa e Efeito Metodologia Seis Sigma Exemplo com Estratificação Ferramentas da Qualidade
  29. 29. Histograma Metodologia Seis Sigma Ferramentas da Qualidade O que é?  Gráfico de barras no qual o eixo horizontal,em pequenos intervalos, apresenta valores assumidos por uma variável de interesse. Para que?  Visualizar a forma da distribuição de conjunto de dados, a localização do valor central e a dispersão. Como?  Coletar dados, definir intervalos, mínimo/máximo.  Calcular amplitude total e do intervalo.  Construir tabela de frequências.  Desenhar histograma.
  30. 30. Histograma Tipos Metodologia Seis Sigma Simétrico (normal) Assimétrico à esquerda (LEI) Ferramentas da Qualidade Truncado (descarte de itens fora de limites) Assimétrico à direita (LES) Bimodal (processos diferentes)
  31. 31. Histograma Exemplo s Variáveis discretas Metodologia Seis Sigma Ferramentas da Qualidade 10 9 8 7 6 5 4 3 2 1 0 1 2 3 4 5 6 Variáveis contínuas 7
  32. 32. Diagrama de Dispersão Metodologia Seis Sigma Ferramentas da Qualidade O que é?  Gráfico utilizado para visualização do tipo de relacionamento existente entre duas variáveis. Para que?  Aumento da eficiência de métodos de controle de processo, detecção de problemas e planejamento de ações de melhoria. Como?  Coletar pares de observações (x, y), plotar gráfico X Y e analisar.  Verificar existência de outliers.
  33. 33. Diagrama de Dispersão Metodologia Seis Sigma Ferramentas da Qualidade Cuidados: A existência de correlação entre as variáveis consideradas não implica existência de relação causa e efeito entre elas . Exemplo: aumento do número de doentes mentais e do nº aparelhos de rádio na Inglaterra no período de 1924-1937. Indicado para interpolação. Não é recomendável extrapolar.
  34. 34. Diagrama de Dispersão Tipos Metodologia Seis Sigma Ferramentas da Qualidade
  35. 35. Carta Controle Metodologia Seis Sigma Ferramentas da Qualidade GRÁFICO (CARTA) DE CONTROLE O que é?  Representação gráfica de uma característica da qualidade medida ou calculada para uma quantidade de itens em função do número de amostra ou variável de tempo. Para que?  Monitorar variabilidade e avaliar estabilidade de um processo. Detectar causas especiais e causas comuns.
  36. 36. Carta Controle Metodologia Seis Sigma Ferramentas da Qualidade Investigar e eliminar causas especiais (Ação local) Coletar dados Plotar Cartas de Controle MELHORIA Processo sob Controle ? ROTINA Não Sim Agir sobre o sistema para eliminar partes das causas comuns Investigar capacidade MELHORIA Sim Processo é capaz ? Não
  37. 37. Carta Controle Metodologia Seis Sigma Ferramentas da Qualidade Tipos  Cartas por Variáveis (unidades quantitativas de medidas) Carta para valores Processo monitorado com subgrupos>1? Não individuais ou médias móveis Sim Médias podem ser calculadas? Não Carta para medianas Sim Subgrupo > 10? Não Carta X – R Sim Carta X – S Sim Cálculo desvio? Não Carta X – R
  38. 38. Carta Controle Metodologia Seis Sigma Ferramentas da Qualidade Tipos  Cartas por Atributos (características qualitativas) Dados são do tipo peças não conformes? Sim Carta p Não Tamanho da amostra é constante? Sim Carta p ou np Não Dados são do tipo não-conformidades por peças? Sim Tamanho da amostra é constante? Sim Carta c ou u Não Carta u
  39. 39. Carta Controle Exemplo s Metodologia Seis Sigma Ferramentas da Qualidade CARTA DE CONTROLE DAS MÉDIAS LCS 48,00 44,00 LCI 40,00 1 3 5 7 9 11 13 15 17 19 21 23 21 23 CARTA DE CONTROLE DA AMPLITUDE 12,00 LCS 10,00 8,00 6,00 4,00 2,00 LCI 0,00 1 3 5 7 9 11 13 15 17 19
  40. 40. Conclusão  As Sete Ferramentas da Qualidade são métodos simples e de ampla utilização empregados para coletar, processar e dispor conjuntos de informações, facilitando sua análise, com o objetivo de manter e melhorar resultados.
  41. 41. Referências  WERKEMA, M. C. C. Ferramentas estatísticas básicas para o gerenciamento de processos. Belo Horizonte: Fundação Cristiano Ottoni, Universidade Federal de Minas Gerais, 1995.  BRASSARD, M. Qualidade. Ferramentas para uma melhoria contínua. The Memory Jogger.Rio de Janeiro: Qualitymark Editora, 1985.  RIBEIRO, J.L.D.; TEN CATEN, C. S. Controle Estatístico do Processo – Escola de Engenharia, FEENG/UFRGS,2001.  http://www.prd.usp.br/disciplinas/docs/pro2712-2006Alberto_Gregorio/FERRAMENTAS OPERACIONAIS PARA A QUALIDADE.pdf consultado em 31/05/2009.  http://www.hospifilrs.org.br/novo_portal/modules/rmdp/uploads/Jan08dTr5imHf_Man ual_de_Ferramentas_da_Qualidade.pdf consultado em 07/06/09.  http://bessegato.sites.uol.com.br/UFMG/modulo_qual_10.pdf consultado em 07/06/09.

×