3
DEDICATÓRIA
Para todos que amam a
história de Rush e Blaire tanto
quanto eu.
Obrigada por terem
implorando por um terceiro...
5
Prólogo
Se eu não estivesse tão absorvido por Blaire e a forma como ela
iluminava o lugar, eu teria o visto entrando. Ma...
Blaire
Sem maquiagem de palco e roupas de couro preto, ele parecia uma versão mais
velha do Rush. Tive que andar rapidamen...
7
"Estive ocupado", foi a única resposta que Rush
deu a ele. Isso foi estranho. Ele estava com vergonha de dizer a
seu pai...
Rush estendeu a mão e fechou a mão sobre a minha.
"Isso é o que há de errado? Você está chateada
Balancei a cabeça e manti...
9
acha que Nan foi ver Kiro", perguntei.
Rush encolheu os ombros. "Eu não sei. Ela parece
O carro parou do lado de fora da...
Rush
Dean caminhou até o sofá e sentou-se sobre ele antes de puxar um maço de
cigarros. Merda. Ele não era o que eu queria...
11
"O quê? Um pai não pode vir ver o seu filho
"É Rosemary.
Dean deu de ombros e tomou um gole de sua cerveja, em
seguida,...
Papai ergueu as sobrancelhas. "Pareço um idiota para você? Foda-se não, ela não
está ficando lá. Ela só aparece todo o mal...
13
"Não. Não vou esperar mais para mudar a seu
meus lábios.
"Shhh. Não quero discutir sobre isso. Não posso desfrutar do
n...
Blaire
Falar sobre Ação de Graças me lembrou da minha mãe. Este seria o meu
primeiro feriado sem ela. Quanto mais afundava...
15
A porta se abriu e eu me virei para ver Rush
entrando no banheiro. Ele estava franzindo a testa. Ele parou e
me estudou...
"Ter você comigo faz tudo melhor. Apenas falando do feriado me fez lembrar
que mamãe amava Ação de Graças. Eu sabia que o ...
17
Meu corpo estava relaxado pelos mimos. Eu estava quase
lenta. Rush desligou a água e pegou duas toalhas grandes. Uma
en...
esta manhã. Após o doce momento na noite passada eu precisava me sentir
completamente conectada a ele agora.
"Faça amor co...
19
Gritei enquanto ele passava suavemente a ponta do
dedo sobre o meu clitóris. Ele tinha me espalhado aberta e ter
suas m...
Rush
Blaire não concordou com a minha ideia de permanecermos no quarto nus todo
o dia. Ela insistiu que nos vestíssemos e ...
21
"O que faz dela diferente? Você já esteve com um
monte de meninas.
Se ele não estivesse honestamente curioso, eu teria ...
"Acho que você sabe que Grant foi ver Nan," Dean disse quando mexia os ovos.
Eu congelei. Quê? Acabei de ouvir isso corret...
23
Grant soltou um suspiro cansado. "Estava
esperando ser capaz de falar sobre isso. Eu queria. Eu só... ela
não me quer e...
"Eu amo minha irmã. Mas você merece mais. Nan não está inteira. Não de
verdade.
"Obrigado. Pensei que essa conversa seria ...
25
Blaire
Entrei na cozinha para ver Dean Finlay fritando bacon e
assobiando a melodia de uma musica dos Slacker Demon. Nã...
"Por que você não se senta à mesa e deixe-me fazer seu prato? Você gosta de suco
de laranja ou leite ou ambos?
Mudei minha...
27
desde que cozinhei o
respondeu.
Eu gostava de ver Rush com seu pai. Eles apareciam normais. Eu
estava começando a ser u...
Ele sorriu para mim. Fiquei feliz que ele estivesse aqui. Este feriado não seria
completo sem nossos pais.
saltando sobre ...
29
"Isso é uma loucura. Você sabe disso, né? Apenas
louco! Ter, porra, Dean Finlay como seu sogro, mulheres de
todo o mund...
disse. Deixei-o ir embora. Agora, olhando para as festas sem ele me sinto triste. Tinha
encontrado a minha casa, mas ele t...
31
Rush
Meu pai estava cantando na cozinha enquanto preparava o
peru. Fiquei atrás e vi como Blaire misturava algo em uma ...
Blaire quebrou o beijo e apertou os lábios. O brilho nos seus olhos deixou-me
saber que ela estava se esforçando para não ...
33
"É bom ver você de novo também, Jace," Dean
gritou enquanto saímos da cozinha.
"Bom ver você também, Dean. Por favor, e...
Jace balançou sua cabeça. "No entanto nem tudo ficou bem. Nan só deixa
destruição em seu rastro. Grant ficou muito machuca...
35
Blaire
Rush veio andando de volta para a casa com um olhar nervoso. Ele
não olhou na minha direção enquanto se dirigia ...
pensar sobre o homem que cantou músicas natalinas comigo enquanto enchia o peru
de Ação de Graças, o homem que se certific...
37
"Eu amo você", eu disse a ele. Porque era mais do
que um obrigado. Ele tinha feito alguma coisa para mim, eu
sabia que ...
Minha respiração acelerou e consegui balançar a cabeça. Eu tinha que ir
cozinhar. Meu pai tinha acabado de chegar e Bethy ...
39
Rush
O peru era grande e eu tinha que admitir que estava impressionado
que Dean poderia cozinhar assim. Blaire parecia ...
Dean soltou uma risada dura. "Fico feliz que ela faz você se sentir dessa forma
balançou a cabeça.
"Gostaria de ter feito ...
41
"Eles podem ter o seu próprio café e torta. Quero
falar com você sobre algo. Você já alimentou e entreteu todos
sua cin...
Blaire choramingou. Eu amei esse som. Deslizei sua calcinha por suas
pernas. Quando cheguei aos sapatos de salto alto
que ...
43
Não queria que a minha menina tivesse que
implorar tanto. Coloquei minha língua para fora e corri em
frente ao seu bura...
calça jeans. Se ela gozasse novamente eu tinha a maldita certeza que eu estragaria
minhas malditas calças. Em um único mov...
45
Blaire
Dizer adeus ao meu pai não foi tão fácil como deveria ser. Ter ele
aqui me ajudou a curar tantas feridas. Segui-...
cansados olhos.
"Eu também te amo, papai".
Ele abriu a porta do táxi e eu estava lá quando ele foi embora. Desta vez eu nã...
47
Meu peito ficou apertado e comecei a dizer a ele o
quanto eu o amava, quando senti... o bebê. Estendi a mão e
agarrei o...
"Ele está realmente aí. Ele pod
Eu ri e acenei com a cabeça. "Pensei que estava sentindo ele por algum tempo,
"Deus, Blair...
49
Rush
Fazia algum tempo desde a última vez que eu tinha pisado em
Beverly Hills na casa de meu pai. A última vez que o v...
"Dessa forma", respondi e sentei-me ao lado dela antes de jogar uma perna
sobre as dela e deitá-la.
"Se você não parecesse...
51
"Enquanto estivermos aqui, por favor, não fume em
volta de Blaire" Eu disse enquanto entrava na sala.
Dean olhou por ci...
"Onde está o Nan?"
Dean suspirou e revirou os olhos. "Não está aqui agora, graças a Deus. Ela é
"Onde está Kiro", pergunte...
53
A menina apertou-se mais perto de Kiro. "Você
disse que seria divertido. Quero um pouco de diversão,
baby. Você tinha m...
Blaire
A boca de Rush percorria no meu pescoço quando o pulverizador do chuveiro
caiu em cima de nossas cabeças,
parecia q...
55
"Sim. Acho que ela descobriu que eu estou aqui já",
ele respondeu e me deu mais um beijo no pescoço. "Termine
seu banho...
Peguei os dois braços e o segurei e sua boca roçou suavemente contra os meus,
antes que ele me desse uma pequena lambida n...
57
"Sim", eu disse, olhando para Rush.
Rush me puxou para mais perto ao lado dele.
"Blaire este é Harlow. Ela é a outra fi...
h antes. Eu normalmente fico no
ela, com um sorriso tímido.
"Estava curiosa sobre você também. Eu não sabia que o Kiro tin...
59
Rush
Kiro estava sem camisa e balançando os braços tatuados por aí com
um cigarro entre os dedos e uma garrafa de rum n...
couro que ele tinha estavam em seus quadris tatuados.
"Não posso acreditar que você conseguiu que ela calasse a boca em um...
61
Isso era como ele chamava todas as mulheres que ele
ferrou. Ele me disse isso quando eu era mais jovem, que
chamava tod...
"Você não nos levou comida e então viemos para cá à procura de algo. Tudo
estava tranquilo na casa, então nós achamos que ...
63
"Você não quer ser apresentada a ele. Ele não é
alguém que eu quero perto de você."
Blaire olhou para mim e fez uma car...
Blaire
Eu não tinha certeza de que um jantar em família na casa era uma boa ideia.
Rush, no entanto, estava determinado a ...
65
Rush gemeu e se aproximou de mim.
"Você está muito linda. Bonita não é a palavra que
usamos para descrever você com ess...
"Por favor, o quê?", Perguntou Rush, me pegando e me colocou em cima da
penteadeira atrás de mim. "Abra suas pernas", exig...
67
Suas palavras fizeram os meus seios doerem
novamente. Se ele não parasse nós nunca desceríamos para o
jantar.
"Ponha al...
"Você realmente acha isso, não é mesmo?"
Rush soltou um suspiro derrotado. "É isso uma das razões pelas quais você está
tã...
69
Rush
Com Blaire ao meu lado durante o jantar eu não seria capaz de me
concentrar em Nan. Eu estava indo para proteger B...
tido sua mãe e não ter sido tirada dela.
Kiro só forneceu o dinheiro. Sua avó tinha criado. Ele apenas apareceu com
pôneis...
71
O brilho em seus olhos irritados quando notou
Blaire não era nada comparado com o olhar de ódio que ela
atirou em Harlo...
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Amorsemlimites 140324211741-phpapp02
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Amorsemlimites 140324211741-phpapp02

621 visualizações

Publicada em

Publicada em: Diversão e humor
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
621
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Amorsemlimites 140324211741-phpapp02

  1. 1. 3
  2. 2. DEDICATÓRIA Para todos que amam a história de Rush e Blaire tanto quanto eu. Obrigada por terem implorando por um terceiro livro para eles. Eu amei escrevê-lo. Cada palavra.
  3. 3. 5 Prólogo Se eu não estivesse tão absorvido por Blaire e a forma como ela iluminava o lugar, eu teria o visto entrando. Mas não o vi. De repente, a conversa ao meu redor ficou em silêncio e todos os olhos focaram na porta atrás de mim. Olhando para baixo para Blaire, que ainda estava conversando com Woods e não percebeu a mudança no local, eu a coloquei atrás de mim como uma medida de proteção antes de me virar para ver o que tinha capturado a atenção do bar. Os mesmos olhos cor de prata que via todos os dias no espelho estavam focados em mim. Fazia algum tempo desde que tinha visto meu pai. Normalmente mantinha contato mais, mas com Blaire entrando no meu mundo e transformando completamente meu eixo, não tinha tido tempo e energia para acompanhar meu pai ou ligar para falar com ele. Parecia que ele tinha vindo para me encontrar neste momento. "Ele é o seu pai?", Blaire disse baixinho ao meu lado. Ela mudou-se, enfiando-se atrás de mim e segurando meu braço agora. "Sim, ele é."
  4. 4. Blaire Sem maquiagem de palco e roupas de couro preto, ele parecia uma versão mais velha do Rush. Tive que andar rapidamente para acompanhar Rush que estava segurando minha mão firmemente enquanto caminhava rapidamente para fora e longe dos outros clientes no bar. Seu pai mostrou o caminho. Não estava certa se Rush estava feliz em vê-lo ou não. A única interação que eles tiveram foi do Rush acenando com a cabeça em direção a porta. Ele, obviamente, não queria esta apresentação com uma audiência. Dean Finlay, o baterista mais famoso do mundo, parou várias vezes no nosso caminho para autografar itens empurrados a frente dele. Não foram apenas as mulheres. Um cara tinha mesmo dado um passo à frente e pedido para ele assinar um guardanapo. Os olhos ameaçadores de Rush brilhavam, enquanto tentava obter seu pai fora do bar e fazer o resto do caminho. Em vez disso, tudo o que eles fizeram foi permanecer em silêncio e ver como o baterista do Slacker Demon saia pela porta. A brisa da noite estava fria agora. Imediatamente estremeci e Rush parou e passou os braços em volta de mim. "Nós precisamos ir para casa. Não vou ficar aqui no estacionamento para conversar. a seu pai. Dean finalmente parou de andar e olhou para mim. Seus olhos lentamente, me acolheram e podia ver o momento em que ele notou minha barriga. "Dean, esta é Blaire Wynn. Minha noiva. Rush disse em uma voz apertada. Não parecia que ele queria fazer esta apresentação. "Ninguém me disse que eu vou ser vovô", disse ele em uma voz arrastada. Não sabia como ele se sentia sobre isso, porque não havia nenhuma emoção em seu rosto.
  5. 5. 7 "Estive ocupado", foi a única resposta que Rush deu a ele. Isso foi estranho. Ele estava com vergonha de dizer a seu pai? Senti-me mal na minha barriga e comecei a me afastar dele. Seus braços se apertaram seu domínio sobre mim e eu podia sentir sua atenção focada completamente em mim. "O que há de errado?" Ele perguntou, virando as costas para seu pai e curvando-se para que ele pudesse me olhar diretamente nos olhos. Não queria ter essa conversa na frente de Dean. Podia sentir os olhos de seu pai em nós dois. Balancei minha cabeça, mas meu corpo ainda estava tenso. Não podia deixar assim. O fato dele não ter dito a seu pai estava me incomodando. "Vou andando com o carro. Vou encontrá- cima do ombro, mas manteve os olhos focados nos meus. Deixei o seu olhar, desejando não ter reação agora. Eu estava fazendo uma cena. Dean pensaria que sou uma princesa chorosa. Abri minha boca para argumentar quando Rush envolveu o seu braço em minha cintura e me levou para o Range Rover. Ele estava ansioso. Ele não gosta de me perturbar, o que era algo que precisávamos trabalhar. Eu ficaria chateada. Ele não podia controlar isso. Rush abriu a porta do lado do passageiro, me levantou e me colocou como se eu tivesse cinco anos. Quando ele pensava que estava chateada, ele começava a me tratar como uma criança. Nós realmente precisávamos trabalhar nisso também. Ele nem sequer tinha a porta fechada, quando olhou para mim. "Alguma coisa está errada. Suspirei e afundei contra o assento. Eu poderia muito bem acabar com isso, mesmo que eu estivesse sendo um pouco sensível.
  6. 6. Rush estendeu a mão e fechou a mão sobre a minha. "Isso é o que há de errado? Você está chateada Balancei a cabeça e mantive meus olhos em nossas mãos descansando em minha perna. "Não tenho tido tempo para acompanhar ele. E sabia que ele apareceria quando eu dissesse, porque ele gostaria de conhecer você. Não estava pronto para companhia. Especialmente el Eu estava sendo boba. Ultimamente minhas emoções estavam em alta. Ergui os olhos e encontrei seu olhar preocupado. "Ok. Rush se inclinou e beijou meus lábios suavemente. ele sussurrou antes de pressionar mais um beijo no canto dos meus lábios e inclinar-se para trás. Eram momentos como estes que eu me tornava uma bagunça. "Ele está aqui agora. Então, vamos ver o que o trouxe aqui antes de minha mãe descobrir. Eu quero você para mim. Não quero ter minha família Rush não largou minha mão enquanto ligava o motor e puxava para a estrada. Coloquei minha cabeça contra o banco e virei-me para que eu pudesse olhar para ele. Seu queixo com barba por fazer fazia com que ele parecesse mais velho e indomável. Muito sexy. Gostaria que ele deixasse a barba com mais frequência. Gostei muito da sua aparecia. Tinha retirado seu brinco e quase nunca usava mais. "Por que você acha que ele está aqui?" Perguntei. Rush olhou para mim. "Estava esperando que ele estivesse aqui para conhecê- la. Mas não acho que soubesse sobre você ainda. Ele pareceu surpreso. Então isso Nan. Sua irmã não tinha voltado para Rosemary desde sua alta hospitalar. Rush não parecia estar preocupado sobre isso, mas ele amava sua irmã. Odiava ser a razão dela ficar longe. Agora que ela sabia quem era seu verdadeiro pai e que eu nunca tinha tomado nada dela tinha esperança que pudéssemos ser amigas por causa do Rush. Não parecia que isso ia acontecer.
  7. 7. 9 acha que Nan foi ver Kiro", perguntei. Rush encolheu os ombros. "Eu não sei. Ela parece O carro parou do lado de fora da grande casa de praia que havia sido comprada para Rush por seu pai quando ele era apenas um garotinho. Rush apertou minha mão. "Eu te amo, Blaire. Tenho muito orgulhoso do fato de que você vai ser a mãe do meu filho. Quero que todos saibam. Meus olhos ardiam com lágrimas e acenei com a cabeça antes de levantar sua mão a beijar. "Eu me emociono. Rush sacudiu a cabeça. "Não posso ignorá-la. Quero tranquiliza- A porta do lado do passageiro se abriu e virei minha cabeça ao redor para ver Dean Finlay lá com um sorriso no seu rosto. "Coloque a mulher para fora do carro, meu filho. É hora de eu conhecer a mãe do meu neto." Dean estendeu a mão e coloquei a minha na sua, não tinha certeza mais o que fazer. Seus longos dedos em volta da minha mão e ele me ajudou a descer do Range Rover. Rush estava lá imediatamente pegando a minha mão do seu pai e puxando-me para ele. Seu pai riu e balançou a cabeça. "Pelo amor de Deus." "Vamos entrar," Rush respondeu.
  8. 8. Rush Dean caminhou até o sofá e sentou-se sobre ele antes de puxar um maço de cigarros. Merda. Ele não era o que eu queria tratar agora. "Não é possível fumar aqui ou em volta de Blaire, neste estado. É ruim para o Dean levantou uma de suas sobrancelhas. "Droga menino, tenho a maldita certeza que sua mãe fumava quando estav Não tinha dúvida de que ela fez isso e muito mais. Nenhuma maneira de eu expor meu filho a esse material. "O que não quer dizer que seja saudável. Blaire não é nada parecida com minha À menção de seu nome, Blaire entrou na sala carregando duas cervejas. Não havia pedido a ela para pegá-las. Não gostava de vê-la servir ninguém. Mas ela fazia isso de qualquer maneira. Fui até ela e peguei a no meio do caminho. -as enquanto dei um beijo em sua têmpora. "Eu sei. Mas temos um convidado. Quero que ele se sinta bem- O sorriso em seus lábios tornou difícil me concentrar no meu pai. Queria levá-la até o quarto. "Tragam-me cerveja, menino, e pare de ser tão maldito arrogante. Você vai sufocar a garota. Uma pequena bolha de riso veio dos lábios de Blaire e decidi que desde que ele a fez rir, ignoraria suas palavras. "Aqui", eu disse, empurrando a cerveja em seu caminho. "Agora, porque você está aqu
  9. 9. 11 "O quê? Um pai não pode vir ver o seu filho "É Rosemary. Dean deu de ombros e tomou um gole de sua cerveja, em seguida, jogou um braço na parte de trás do sofá apoiando ambos os pés em cima da mesa do café. "Sua irmã é uma cadela louca. Ela é louca. Tratava-se de Nan. Pensei que poderia ser. Sentei-me na cadeira em frente dele e segurei a mão de Blaire. Não queria ela em pé e queria que ela se sentisse bem-vinda em nossa conversa. Ela se aproximou e eu a puxei para sentar no meu colo. "O que Nan fez?", perguntei, quase com medo de ouvir a resposta. Dean tomou outro gole de sua cerveja. Em seguida, passou a mão pelo longo cabelo desgrenhado. "A pergunta é, o que ela não fez. A garota está atormentando a todos. Nós não podemos ter qualquer descanso. Nós terminamos a turnê há duas semanas e voltamos para Los Angeles para desfrutar de algum tempo de descanso. Ela apareceu e o mundo desabou. Ninguém está conseguindo descansar. Kiro não sabe o que fazer com ela. Sabia que Nan não era tranquila, mas não esperava que ela fosse para Los Angeles e procurasse Kiro. Ela sabia que o meu pai e Kiro compartilhavam uma mansão de Beverly Hills. Eles viviam nela quando eles não estavam em turnê por toda minha vida. Kiro tinha sido casado algumas vezes e ele se mudava às vezes, mas depois a cada divórcio, ele voltava. Era conhecido como a mansão Slacker Demon. Ninguém jamais tinha realmente certeza quando os membros da banda estavam na residência. "Ela está ficando na mansão?", Perguntei.
  10. 10. Papai ergueu as sobrancelhas. "Pareço um idiota para você? Foda-se não, ela não está ficando lá. Ela só aparece todo o maldito tempo. Ela está fazendo exigências e merda, Kiro tentou acalmar as coisas e criar algum tipo de relacionamento com ela, mas ela não vai deixá-lo. Ela não vai ouvir e ela... bem, ela descobriu que ele tem outra filha. Mase ainda tinha contado. "Ela deve estar tão chateada", Blaire disse com preocupação real em sua voz. Como Blaire podia sentir qualquer simpatia por Nan eu não sabia. "Você precisa ir vê-la. Ajudá-la a lidar com isso e veja se você pode ajudar ela e ao Kiro criarem algum tipo de relacionamento." Comecei a discordar, mas Dean me cortou. "Gosto dela. Isso é exatamente o que você precisa fazer. Seu quarto está vazio e você sabe que é confortável. Traga Blaire com você e isso vai me dar uma chance para conhecê-la e passar mais tempo com você também. Se não o fizer, Kiro pode acabar Blaire apertou meu ombro. Inclinei a cabeça para trás e olhei para ela. "Por que você se importa com o que "Porque você a ama", foi sua resposta simples. "Está decidido. Agora, já foi o suficiente sobre Nan. Quero saber quando o bebê Dean disse com um tom alegre. Vindo com tom muito diferente do que ele estava usando quando falou sobre Nan. Blaire olhou para o meu pai e sorriu. O bebê não é esperado até meados de abril. E iríamos nos casar em duas semanas, mas não quero que isso seja pesado para o Rush. Prefiro adiar o casamento e o deixar cuidar das questões de família em primeiro lugar. Nós não enviamos os convites ou qualquer coisa.
  11. 11. 13 "Não. Não vou esperar mais para mudar a seu meus lábios. "Shhh. Não quero discutir sobre isso. Não posso desfrutar do nosso casamento sabendo que você tem problemas familiares para lidar. Vamos aproveitar o feriado com nossos amigos como planejamos e, em seguida, iremos para Los Angeles lidar com Nan. Quando você tiver Não quero esperar. Odiava a ideia dela ainda ser Blaire Wynn, enquanto o nosso bebê crescia dentro dela. Queria que ela tivesse meu nome e que o mundo soubesse que eu a quero e ao meu bebê. Mas o brilho determinado em seus olhos me disse que eu não venceria esse argumento. "Eu só quero que você seja feliz", finalmente respondi. Blaire beijou a ponta do meu nariz. "Eu sei que você quer. "Se você esperará até após o feriado para voltar para LA e lidar com que sua irmã, então que assim seja. Além disso, tem anos desde que passei a Ação de Graças Não tinha certeza de como me sentia sobre isso. "Gostaríamos muito de ter você aqui, Sr. Finlay", Blaire informou-lhe, sorrindo brilhantemente quando ela realmente quis dizer isso. Foda-se. Eu ia ter que deixar isso acontecer. em seus olhos me fez sorrir. Talvez ter o meu pai ao redor na Ação de Graças não seria tão ruim, afinal. Se ele pudesse fazer Blaire sorrir então eu lidaria com ele.
  12. 12. Blaire Falar sobre Ação de Graças me lembrou da minha mãe. Este seria o meu primeiro feriado sem ela. Quanto mais afundava em mim mais difícil tornou para respirar. Forcei um sorriso e fiz minhas desculpas antes de correr para cima para tomar um banho. Rush precisava de algum tempo sozinho com seu pai de qualquer maneira. Deixei as lágrimas que havia retido cair livremente, enquanto me despia e entrava no chuveiro. A água quente caiu em cima de mim enquanto um soluço quebrou livre. No ano passado eu tinha feito à refeição de Ação de Graças e nós tínhamos comido juntas na sala de jantar. Sem amigos ou família. Apenas nós duas. Eu tinha chorado naquela noite também. Porque, no fundo, eu sabia que era minha última Ação de Graças com a minha mãe. As memórias de anos passados, quando Valerie e meu pai tinham estado ali eram agridoces. Meu coração doeu por tudo que tinha perdido. Eu não tinha pensado que nada poderia machucar tanto, mas eu sabia agora que estava errada. Enfrentar o feriado sem minha mãe seria difícil. Ela adorava Ação de Graças e Natal. Gostávamos sempre começar a decorar a casa para o Natal no Dia de Ação de Graças. Então nós sentávamos e assistíamos White Christmas 1 juntas naquela noite, enquanto comíamos restos de peru e batata cozida. Essa tinha sido nossa tradição. Mesmo depois de termos perdido Valerie, e o papai nos deixar. Este ano tudo seria diferente. Sabendo que Rush estaria comigo e que eu estava começando uma nova família, minha própria, aliviou a dor. Eu só queria que minha mãe estivesse aqui para me ver tão feliz. 1 White Christmas (br / pt: Natal branco) é um filme americano de 1954, do gênero comédia musical, dirigido por Michael Curtiz, com canções de Irving Berlin. Foi estrelado por Bing Crosby e Danny Kaye, e coestrelado por Rosemary Clooney e Vera-Ellen. O título do filme vem de uma canção natalina que venceu o Oscar de melhor canção de 1942, um dos maiores sucessos da carreira de cantor de Bing Crosby (que volta a interpretá-la).
  13. 13. 15 A porta se abriu e eu me virei para ver Rush entrando no banheiro. Ele estava franzindo a testa. Ele parou e me estudou por um momento antes de puxar sua camisa e jogá- lo no chão de mármore. Então ele desabotoou sua jeans e saiu de sua cueca boxer. Vi quando ele entrou no chuveiro. "Por que você está chorando?", Ele perguntou, colocando meu rosto em suas mãos. Eu sabia que o chuveiro tinha lavado as minhas lágrimas, mas meus olhos ainda deviam estar vermelhos. Balancei a cabeça e sorri para ele. Não queria preocupá-lo com minhas emoções. "Ouvi você quando abri a porta do quarto. Suspirei e coloquei minha cabeça contra seu peito, em seguida, meus braços em torno de sua cintura. Eu tinha perdido muito, mas Deus fez o melhor, dando-me Rush. Eu precisava me lembrar de quão abençoada eu realmente era. "O fato é que, é minha primeira Ação de Graças sem minha mãe e isso me abalou", admiti. Os braços de Rush apertaram ao meu redor. "Sinto muito, baby", ele sussurrou em meu cabelo enquanto me segurou. "Eu também. Gostaria que você pudesse tê-la encontrado, quero dizer, agora que você é mais velho. "Também queria que ela tivesse visto. Tenho certeza que ela era tão perfeita quanto você é." Sorrindo, queria discordar. Estava longe de ser tão perfeita como a minha mãe. Ela era uma dessas pessoas especiais que o mundo não vê com frequência. "Se o meu pai ficar aqui, e for difícil para você vou mandá-lo embora. Quero fazer disso uma boa memória para você. Qualquer coisa que eu possa fazer para ajudá- la só me diga e vou fazê- Lágrimas escorriam livremente pelo meu rosto novamente. Estúpidos hormônios da gravidez me fazem uma fonte de vazamento recentemente.
  14. 14. "Ter você comigo faz tudo melhor. Apenas falando do feriado me fez lembrar que mamãe amava Ação de Graças. Eu sabia que o último ano era o último que nós passaríamos juntos. O dia inteiro fiz tudo que podia para torná-lo especial para ela. E Rush esfregou pequenos círculos nas minhas costas e me segurou em silêncio. Ficamos ali, enquanto a água passou por cima de nós por vários minutos. Finalmente ele se afastou o suficiente para olhar para mim. "Posso lavar você?", ele perguntou. Balancei a cabeça, sem saber o que ele queria dizer. Ele estendeu a mão para um dos os panos limpos empilhados do lado de fora do chuveiro e pegou uma das minhas garrafas de sabonete para o corpo. Então ele começou lavar as minhas costas e ombros. Ele pegou cada um dos meus braços como se eu fosse uma criança e lavou- os completamente. Estava lá e assisti como ele se concentrou em limpar cada centímetro do meu corpo. Ele não fez isso sexualmente, o que me surpreendeu. Em vez disso, era mais doce e inocente do que qualquer outra coisa que já tinha feito. Sua mão não se demorou enquanto lavava entre minhas pernas. Só ele apertou os lábios no meu estômago, quando se ajoelhou na minha frente e lavou minhas pernas e pés. Quando ele terminou, ele se levantou e começou a lavagem meu corpo com as mãos. Cada toque parecia quase uma reverencia. Como se ele estivesse me adorando, ao em vez de me lavar. Quando meu corpo estava limpo, ele se mudou para o meu cabelo. Fechei meus olhos enquanto suas mãos massagearam meu couro cabeludo. Meus joelhos foram um pouco fraco por causa do prazer. Passou shampoo e enxaguou e depois o meu condicionador, dando-lhe tanta atenção antes colocar o meu cabelo sob a água limpa novamente.
  15. 15. 17 Meu corpo estava relaxado pelos mimos. Eu estava quase lenta. Rush desligou a água e pegou duas toalhas grandes. Uma enrolou no meu cabelo e a outra que ele colocou em volta do meu corpo. Então ele me pegou, me levou para a cama e me deitou. "Só descanse. testa e caminhando de volta para o banheiro. A visão de sua bunda era tentadora e eu queria ficar acordada. Tendo ele me tocado dessa forma tinha me excitado mesmo que não tivesse sido sua intenção. Tentei esperar por ele, mas meus olhos ficaram pesados e adormeci. Aconcheguei-me mais no calor. Cheirava a sol e ar do oceano. Suspirando contente, eu esfregava meu rosto contra o calor reconfortante. Ele deu uma risadinha. Meus olhos se abriram e o peito nu do Rush estava pressionado contra o meu rosto. Sorrindo, beijei-o e olhei para ele. O sorriso divertido em seus lábios só me fez rir. "Você é como uma gatinha quando acorda", disse ele com uma voz rouca profunda. Ele deve ter acabado de acordar também. "Se você não me fizesse sentir tão bem, eu não estaria procurando me esfregar "Então estou feliz por isso, porque você não vai se esfregar em mais ninguém, ou "Desculpe, adormeci tão rapidamente na noite passada." Rush sacudiu a cabeça. "Não se preocupe. Amo saber que relaxei você e que foi fácil para você cair no sono. Amo este homem. Alongando contra ele, coloquei as duas mãos atrás de seu pescoço e pressionei meu corpo contra o dele. Apertei minhas pernas nele com formigamento de antecipação quando sua ereção roçou minha coxa. Eu precisava dele
  16. 16. esta manhã. Após o doce momento na noite passada eu precisava me sentir completamente conectada a ele agora. "Faça amor comigo", sussurrei enfiando a cabeça na curva entre o pescoço e o ombro. "O prazer é meu", ele murmurou e colocou a mão entre minhas coxas. Ele levantou uma das minhas pernas e descansou seu quadril. Eu estava aberta e o sentimento exposto me animado. Seus dedos roçaram a parte interna das minhas coxas, me provocando muito me deixando mais necessitada. Eu gemia na esperança que Rush se apressasse, mas ele não ser apressou. Em vez disso, parecia fazê-lo mais lentamente. Seus dedos ásperos traçaram padrões nos meus joelhos até o topo da minha coxa, em seguida, de volta. Eu tinha certeza que seus movimentos deixaram-me vergonhosamente molhada. "Rush, por favor." "Por favor, o que, doce Blaire. Eu disse a ele o que eu queria. Aparentemente, ele queria ouvir mais. Rush e suas palavras impertinentes sempre me animavam. "Toque-me". "Estou tocando você", ele respondeu. "Toque-me mais no alto," implorei. Ele queria que eu falasse sujo. Eu iria provocá-lo também. Ele passou o dedo no vinco da minha coxa e agarrei seus braços com força e tremi. Ele estava tão perto. "Aqui?", ele perguntou. Mudei para que seu dedo escorregasse perto. Ele começou a mover a mão e parou. "Foda-se", ele gemeu deslizando o dedo dentro de mim lentamente. "Tão molhada. Não posso brincar quando sussurrou.
  17. 17. 19 Gritei enquanto ele passava suavemente a ponta do dedo sobre o meu clitóris. Ele tinha me espalhado aberta e ter suas mãos me tocando só me deixou louca. Eu queria mais. "Minha doce menina esta tão pronta para mim", disse ele movendo dois dedos dentro de mim e pressionando contra o meu ponto G. O grito de prazer que arrancou de mim foi mais do que podia suportar. Ele agarrou minha cintura e me posicionado sobre ele antes de ir lentamente me afundando sobre seu pênis. "Caramba, como foi ficar mais apertado", ele rosnou, espremendo meus quadris e balançando contra mim quando me sentei nele apertando cada centímetro dentro de mim. Para estar completa era isso era o que eu precisava. De Rush.
  18. 18. Rush Blaire não concordou com a minha ideia de permanecermos no quarto nus todo o dia. Ela insistiu que nos vestíssemos e fossemos ficar com Dean. Eu era da opinião de que ele entenderia o meu desejo para ficar trancado com Blaire, mas discordou. Isso só provou o pouco que sabia da vida de estrela do rock do meu pai. Deixei-a secar o cabelo e desci as escadas para começar a fazer o café da manhã. Ela não tinha comido muito ontem à noite na festa, e então ela voltou para casa foi dormir antes que pudesse comer. Dean estava de pé na minha cozinha retirando itens da geladeira e colocando na ilha. Fiquei lá e assisti o momento que ele tentava descobrir o que ira fazer. Ele pegou o leite, em seguida, fez uma pausa e olhou para mim. "Bom dia. Não tinha certeza se sairia do quarto hoje depois da maneira que você perseguiu-a para cima na noite passada, quando ela saiu. Estava começando a fazer o Encostei-me no balcão e cruzei os braços sobre o meu peito. "Eu tentei mantê-la lá em cima comigo. Ela insistiu em vir ve expliquei. Dean riu. "Tal pai, tal filho". "Não sou nada como você. A mulher que está grávida passou a ser o meu coração. Eu vou casar com ela e passar o resto da minha vida fazendo tudo que posso para fazê- Dean fechou a porta da geladeira e me estudou. Poderia dizer que ele não esperava que estas palavras saíssem da minha boca. A última vez que passei um tempo com ele, eu tinha uma garota diferente na minha cama todas as noites.
  19. 19. 21 "O que faz dela diferente? Você já esteve com um monte de meninas. Se ele não estivesse honestamente curioso, eu teria ficado chateado. Mas ele só me conhecia antes de Blaire. "Quando ela entrou na minha casa pela primeira vez e coloquei os olhos nela fiquei atraído por ela. Essa parte foi fácil. Mas então comecei a conhecê-la. Ela não era como qualquer outra garota que eu já conheci. Ela estava tão determinada, quando deveria estar abatia. Sua vida estava uma merda e ela estava lutando para viver. Ela não estava recuando, caindo ou desistindo. Eu a admirei. Então tive um gosto e fui afundado. Ela é Um lento sorriso se espalhou pelo rosto de Dean e então ele assentiu. "Bem, tudo bem então. Acho que você sabe mais sobre a vida do que o seu velho, nenhuma mulher me fez sentir assim. Estou feliz que você a encontrou. Isso é raro, por isso segure firme. Nunca tive a intenção de deixar ir. Dean olhou ao redor da cozinha. "Onde estão as tigelas? Meu coração se apertou. "Você começa com bacon. tigela. Eu não ia discutir. Sempre tive certeza de que ela deveria comer corretamente todas as manhãs. "Ela vai querer um waffle, também. disse a ele. Dean assentiu. Nós trabalhamos em silêncio por alguns minutos. Eu queria perguntar sobre Nan e Kiro, mas não queria Blaire descendo aqui e isso sendo a primeira coisa que ela ouvisse. Gosto que ela desfrute de seu café da manhã. Falar sobre Nan nunca era uma experiência agradável.
  20. 20. "Acho que você sabe que Grant foi ver Nan," Dean disse quando mexia os ovos. Eu congelei. Quê? Acabei de ouvir isso corretamente? "Avisei a ele que ela é tão louca quanto à mãe e que será necessário um grande esforço da parte dele. Eu sei que ela é sua irmã e você a ama, mas a menina é um veneno. Um garoto como Grant não precisa disso. Ele sempre foi um bom garoto. Odeio vê-la mastiga-lo e cuspi- Eu ainda não conseguia encontrar palavras. Grant e Nan... como, porra, isso tinha acontecido? Se alguém sabia como instável Nan era, esse é Grant. Ele tinha crescido assistindo a merda que tinha sido entregue pela minha mãe, o pai que nunca a reconheceu. "Grant tentou conversar com ela, mas ela fugiu com um cara que ela conheceu em um clube bem na frente dele. Depois disso acho que ele lavou as mãos. Eu espero Finalmente coloquei o waffle no balcão que estava de pé lá segurando enquanto olhava para o meu pai como se ele estivesse falando coisas sem sentido. Dean. Ele se virou para olhar para mim. "Sim. Adivinho pelo olhar na sua cara que você não sabia. Namoram a algum tempo pelo que posso dizer. O pobre cara olhou realmente para ela. Mas ela é como a "Como?" Dean balançou a cabeça. Não podia falar sobre isso com ele. Saí da cozinha e para as portas duplas que levam até a varanda de trás. Uma vez que estava do lado de fora peguei meu telefone e disquei o número de Grant. Nós dizíamos tudo um ao outro. Ainda assim ele estava namorando a minha irmã e nunca disse uma palavra. "Ei, mano." Sua voz picada me cumprimentou. "Eu sei sobre Nan," foi tudo o que eu disse.
  21. 21. 23 Grant soltou um suspiro cansado. "Estava esperando ser capaz de falar sobre isso. Eu queria. Eu só... ela não me quer e, em seguida, teve o acidente. Depois, bem... acabou. Ela deixou bem claro que não quer nada sério comigo. Não posso lidar com ela dormindo com outros. Isso não era apenas sobre sexo pra mim. Nunca teria feito isso com Nan. Você sabe disso. Eu realmente gostava dela. Eu me sentei na cadeira que estava ao meu lado e olhei para o oceano. "Por que você não me contou?" "Eu queria. Ela me implorou para não fazer isso. Eu me preocupava com ela, Rush. Eu queria que isso funcionasse. Fiz o que ela pediu. Mas me senti uma merda me Uau. "Dean diz que você terminou com ela agora." "Ela terminou comigo. Amo minha irmã, mas eu também adorava Grant. Ela iria quebrar seu coração. Ela não era boa para ele. Meu pai estava certo. Grant precisava de alguém que pudesse amá-lo. Não tinha certeza se Nan podia. Alívio que ele tinha terminando com ela, não era porque eu não os queria juntos, mas, porque odiava pensar em Nan fazendo com Grant o que minha mãe fez no seu passado aos homens que a amavam. Grant merecia mais do que isso. "Ela não pode fazer alguém feliz, até que ela encontre uma maneira de ser feliz. Agora ela tem muito ressentimento em sua vida, e ela fará qualquer um miserável que fique muito perto. Nã Grant ficou em silêncio por um minuto. "Ela nem sempre foi uma cadela. Em um momento, parte de mim estava se apaixonando. Em seguida ela acabou por me
  22. 22. "Eu amo minha irmã. Mas você merece mais. Nan não está inteira. Não de verdade. "Obrigado. Pensei que essa conversa seria muito diferente. Não esperava que "Você é meu irmão. Quero o melhor para você também. Quero que você tenha o que eu tenho. Grant soltou uma risada que soava como se ele não achava que fosse possível. "Isso é um trabalho quase impossível."
  23. 23. 25 Blaire Entrei na cozinha para ver Dean Finlay fritando bacon e assobiando a melodia de uma musica dos Slacker Demon. Não conseguia manter um sorriso fora do meu rosto. Ele virou a cabeça e seu olhar encontrou o meu. O olhar em seu rosto não era aquele que eu jamais esperava ver em uma famosa estrela de rock. Lembrou-me de um pai. "Bom dia, luz do sol. Estou fazendo para você e meu netinho o café da manhã. Tive ajuda, mas estou com medo que eu tenha dito ao Rush algo que ele não sabia e ele ficou chocado. Ele saiu para fazer um telefonema. Ele estará de volta em poucos , disse ele enquanto pegou o bacon e pôs cada fatia em um prato forrado de papel toalha. Passei por ele, olhando para as janelas para ver Rush falar ao telefone atentamente. "O que você disse a ele?" perguntei me questionando se deveria dar uma olhada nele. "Grant e Nan tiveram uma coisa por algum tempo. Nan finalmente estragou as Minha boca cai aberta enquanto suas palavras afundavam dentro, Grant e Nan? Sério? "Fiquei tremendamente chocado também. Não achava que o menino fosse estúpido. Acho que ele aprendeu da maneira mais difícil que só porque brilha não Olhei de volta para fora e para Rush. Ele estava de pé e colocando o telefone no bolso. Eu perguntei-me se ele tinha chamado Nan ou Grant.
  24. 24. "Por que você não se senta à mesa e deixe-me fazer seu prato? Você gosta de suco de laranja ou leite ou ambos? Mudei minha atenção de volta para Dean enquanto ele estava lá segurando um prato com ovos, bacon e um waffle. Será que ele cozinhou tudo isso por mim? "Uau, isso parece delicioso", respondi. "É. Eu faço um café da manhã assassino. Agora vá sentar-se e deixe-me alimentá- la." Mordi o lábio inferior e sorri como uma idiota e sentei à mesa. Rush abriu a porta e voltou para dentro, assim que seu pai colocou um prato de comida na minha frente. "Não se preocupe com a sua bela noivinha. Tenho tudo arrumado para ela." Rush sorriu para seu pai, em seguida, virou para mim. Ele curvou-se e deu um beijo no topo da minha cabeça. "Você está bem?" perguntei, não fui capaz de segurar a minha preocupação. Precisava saber se ele não estava chateado com Grant e Nan. "Sim, Estou bem. Acho que Grant é sensato e tudo Eu fiz uma careta. Grant sensato? O que ele quis dizer? "Vamos falar sobre isso mais tarde. caminhou para pegar um prato. Dean colocou um copo de suco de laranja e um copo de leite diante de mim, em seguida, tomou o lugar à minha esquerda. Ele estava segurando uma grande xícara de café nas mãos, mas isso era tudo. "Você não vai comer?" perguntei enquanto ele bebia a xícara fumegante. Ele balançou a cabeça. "Não. Rush coloca o prato do meu outro lado. Ele colocou em seu prato tudo o que sobrou. Aparentemente, ele estava com fome. "Desculpe, não consegui ajudá-
  25. 25. 27 desde que cozinhei o respondeu. Eu gostava de ver Rush com seu pai. Eles apareciam normais. Eu estava começando a ser uma parte de sua família. Duvidava que eu tivesse essa chance com sua irmã e mãe, mas o pai dele pareceu me aceitar. "Agora que eu sei que você pode cozinhar, você será voluntário Dean sorriu. "Eu adoraria. Tem muito tempo desde que tive um desses também. O sorriso de satisfação no rosto do Rush me aqueceu. "Eu irei ao supermercado "Vou com você," Rush respondeu. "Não, você vai ficar aqui com seu pai. Vocês poderiam ir jogar uma partida de golfe ou algo assim. Posso pegar o que nós precisamos sozinha. Além disso, Bethy quer fazer isso só nós duas. Ela está fazendo a caçarola de milho e torta de abóbora para "Recuso a porra do golfe. Mas passar o dia à toa até parece bom. Poderíamos ir até Destin e assistir o novo filme de James Bond. Quero assisti-lo e depois eu mesmo o Poderia dizer pelo olhar no rosto do Rush que ele não queria ir e eu sabia que era só porque ele odiava estar longe de mim. Estendi a mão e apertei a mão dele firmemente. "Isso parece divertido. Vocês vão fazer isso e eu vou passar um tempo com mordida de meus ovos e sorri para Dean. "Estes estão tão bons.
  26. 26. Ele sorriu para mim. Fiquei feliz que ele estivesse aqui. Este feriado não seria completo sem nossos pais. saltando sobre os dedos dos pés com as mãos dobradas na frente dela como se fosse rezar. O olhar suplicante em seus olhos quase me fez rir. "Você não cresceu aqui? perguntei quando tirei uma sacola de supermercado da parte de trás do Range Rover. Você sabe disso! Eu trabalho para os ricos; não convivo com eles. Vamos lá, eu sei que vou vê-lo amanhã, mas quero conhecê-lo agora. Fiz um ruído de engasgo. "Você está brincando comigo, né? A ex-namorada de Dean Finlay tem vinte e um. Eu discordei. Dean estava perto dos 50 anos de idade. Tinha de ser. Por que ele estava namorando alguém mais novo que seu filho? Isso era nojento. "Você está pensando em largar Jace para tornar-se mais uma na cama de Dean?" Provoquei e dirigi-me para a porta da frente da casa de praia. "Claro que não. subiu os degraus atrás de mim. "Eu só quero conhecê-lo. Ver os olhos dele e respirar o Desta vez eu ri. Não pude resistir. Ela estava me rachando de rir. "Ele é um cara normal. Ele também é pai do Rush e duvido que Rush vá querer que você entre em casa agindo como uma fã completa e histérica. Então você precisa começar se recompor antes do jantar de Ação de Graças. Não é bom você ficar desmaiando sobre o
  27. 27. 29 "Isso é uma loucura. Você sabe disso, né? Apenas louco! Ter, porra, Dean Finlay como seu sogro, mulheres de todo o mundo querem foder o homem. E você será da família Eu me encolhi e abri a porta da casa. Às vezes Bethy poderia ser exagerada. Esta era uma dessas vezes. "Vamos descarregar os mantimentos e falar sobre o cardápio de amanhã. Então posso dizer-lhe tudo sobre a viagem que vou fazer neste fim de semana para Los Angeles com Rush e seu pai. Nan está causando Bethy correu para dentro comigo. "Você está indo embora? Este fim de semana? Você não pode me deixar! Nem mesmo por Dean! Pelo menos tirei da sua mente a ideia de transar com Dean. Coloquei minha sacola sobre o balcão e me virei para olhar para ela. "Rush precisa ir e assim estou indo com ele. Além disso, se eu não for, acho que ele não vai. Bethy fez beicinho e se sentou no banquinho do bar na minha frente. "Isso é uma merda. Quanto mais eu pensava nisso, mais não queria deixar qualquer um. Mas eu não deixaria Rush ir para Los Angeles sem mim. Isso poderia deixá-lo louco. Esta também seria uma chance para eu conviver e conhecer seu pai. Estávamos prestes a termos nossa própria família e eu queria que seu pai fizesse parte dela. Não tinha ouvido sobre o meu pai desde que ele veio me dizer que não era o pai de Nan. Ele havia me chamado na semana depois que se foi para me dizer que estava indo para Flórida para encontrar um barco e viver nele. Ele queria ficar sozinho. Ele também me disse que me amava. Tentei não pensar muito no meu pai. Ele só me fez triste. Deveria ter dito a ele que o queria em minha vida, mas eu não
  28. 28. disse. Deixei-o ir embora. Agora, olhando para as festas sem ele me sinto triste. Tinha encontrado a minha casa, mas ele tinha perdido a sua. "Você ouviu alguma coisa que eu disse?", Perguntou Bethy invadindo os meus pensamentos. Olhei para ela. "Desculpe. Então peguei a lata de feijão verde e comecei a guardá-lo. "Oh. Você está pensando em convidá- Agora era tarde demais. Não tinha certeza se Rush estaria bem com isso, se eu o convidasse. Não tínhamos discutido sobre o meu pai. Sacudi a cabeça e virei-me para pegar a caixa de açúcar. "Não. Só pensando nele no geral.
  29. 29. 31 Rush Meu pai estava cantando na cozinha enquanto preparava o peru. Fiquei atrás e vi como Blaire misturava algo em uma tigela e sorria feliz. Meu pai se manteve tentando levá-la para cantar com ele e ela apenas ria enquanto balançava a cabeça negativamente. Hoje seria difícil para ela e eu gostaria de ver o seu sorriso. Toda a semana eu tinha relutado em dizer a ela que eu tinha convidado Abe. Ele estaria aqui em uma hora. Eu tinha recebido uma mensagem dele quando o avião pousou. Não conseguia decidir se surpreendê-la era uma boa ideia. Queria fazer isto especial para ela. Era a nossa primeira Ação de Graças juntos. Sabia que na verdade, era a primeira Ação de Graças sem sua mãe isso fazia lhe sombra e entendi isso. Mas se eu pudesse tornar isto uma boa memória, que ela iria amar, eu moveria céus e terra para que isso acontecesse. "Você está se escondendo lá atrás porque você está com medo de ter suas mãos para mim. Blaire virou-se com uma colher em uma mão e um sorriso no rosto. O avental que ela usava tinha babados ao seu redor e bolinhas cor de rosa por toda parte. Ela era adorável. Andei até ela e puxei-a para que eu pudesse beijar aqueles bonitos lábios dela. "Nós estamos cozinhando aqui. Não há tempo para e com uma risada.
  30. 30. Blaire quebrou o beijo e apertou os lábios. O brilho nos seus olhos deixou-me saber que ela estava se esforçando para não rir. Adorava vê-la assim. Especialmente em um dia como hoje. Mais uma vez, Blaire era mais resistente do que a maioria dos homens que eu conhecia. Ela continuava a me surpreender com sua força uma e outra vez. "Posso ajudar?" perguntei, inclinando-me para pressionar mais um beijo no canto da boca. "Sim, você pode me ajudar a colocar este grande peru no forno sem deixá-lo cair Blaire se afastou de mim. "Ajude o seu pai", disse, ainda se divertindo. Bom. Se Dean poderia diverti-la, então ele era bom para alguma coisa. Houve uma breve batida na porta e, em seguida, a voz de Bethy encheu a casa. Bethy entrou na cozinha com Jace a seguindo. Suas mãos estavam cheias de sacolas de supermercado. Como poderíamos possivelmente precisar de mais comida eu não tinha certeza. "Onde coloco isso?", ele perguntou, sem fôlego. "Ali mesmo no balcão." Blaire apontou para o único espaço disponível na cozinha. Jace colocou a sacola no chão e soltou um suspiro de alívio depois olhou para mim. "Preciso de uma cerveja e eu que Abri a geladeira, peguei duas cervejas, e entreguei uma a ele. "Vamos lá. Vamos Jace olhou para Bethy que estava congelada no seu lugar olhando para o meu pai. Ele balançou a cabeça e olhou de volta para mim.
  31. 31. 33 "É bom ver você de novo também, Jace," Dean gritou enquanto saímos da cozinha. "Bom ver você também, Dean. Por favor, esqueça a minha garota. Ela é um pouco Star Struck 2 ", respondeu ele. Passei a sala de estar com TV de cento e três polegadas, tela plana quando Jace olhou para ela ansiosamente. Sabia que ele queria assistir ao jogo, mas eu precisava falar com alguém sobre Grant. Saímos para a varanda e sentei-me em uma das cadeiras. "Sente- se. Jace se sentou ao meu lado e tomou um gole de sua cerveja. "Você está sério." "Você sabia sobre Grant e Nan", perguntei, o observando de perto. Jace não podia mentir, sobre essa merda. Quando seus olhos arregalaram eu percebi que ele sabia. Nem sequer esperei sua confirmação. "Você não acha que me dizer era importante?", perguntei. Jace colocou a cerveja para baixo e soltou um gemido frustrado. "Merda. Sabia que você ia ficar chateado quando descobrisse. Não queria ser o único a contar. Além disso, você estava lidando com a perda de Blaire e depois trazê-la de volta. Em seguida, a gravidez. Grant nem sabia que eu sabia. Ele pensou que estava mantendo segredo de todo mundo. Éramos apenas mais observadores do que você era na época. Tudo o que você podia ver era Blaire. Ele estava certo. Eu estava lutando pelo meu futuro. Estive focado em ter Blaire de volta e, em seguida, protegê-la e ao nosso bebê. Não tinha tido tempo para perceber alguma coisa ou alguém. Talvez fosse melhor que eu não tivesse descoberto ou que alguém tivesse me contado. Não tinha necessidade nenhuma distração. "Você está certo. Era melhor que eu não soubesse. Precisava estar focado em Blaire. 2 Fascinado por ou exibindo um fascínio com a fama ou pessoas famosas.
  32. 32. Jace balançou sua cabeça. "No entanto nem tudo ficou bem. Nan só deixa destruição em seu rastro. Grant ficou muito machucado com tudo, mas ele está lidando com as coisas melhor agora. Acho que ele vai voltar para Rosemary permanentemente por algum tempo. Minha irmã mais nova com certeza sabia como causar problemas. Estava ficando cansado de sempre socorrê-la. Não poderia torná-la melhor para Grant. Ele deveria saber que não deveria entrar em um relacionamento com ela. Ela não tinha compromissos. O telefone no meu bolso vibrou e o puxei para fora, vi uma mensagem do Abe. Ele estava aqui. Rezei para que, trazê-lo aqui fosse a coisa certa a fazer. Queria que hoje fosse especial para Blaire. Ela tinha mágoa suficiente.
  33. 33. 35 Blaire Rush veio andando de volta para a casa com um olhar nervoso. Ele não olhou na minha direção enquanto se dirigia através da cozinha. Parei de amassar a massa para os biscoitos e limpei as mãos no avental antes de segui-lo. Alguma coisa estava errada. Corri pelo corredor e, em seguida, no foyer3 . Rush estava abrindo a porta da frente. Ele estava indo embora? Ninguém tinha batido. Quando a porta se abriu completamente vi meu pai ali com uma pequena mala em uma mão e um saco de papel na outra. Estava mais magro e ele tinha uma barba. O homem que parecia polido, tinha ido embora. Parecia um capitão do mar agora. Não poderia tomar uma respiração profunda enquanto seus olhos encontraram os meus sobre os ombros de Rush. Ele estava aqui. Meu pai estava aqui. Lágrimas encheram meus olhos e comecei a andar em direção a ele. Não tínhamos passado feriados juntos desde que eu tinha quinze anos de idade. Mas este ano, ele estava aqui. Rush olhou para trás, para mim e agora entendi seu olhar nervoso. Ele não queria me chatear. Ele estava tentando surpreender-me, mas não tinha certeza se essa era a coisa certa a fazer. Todas as mentiras e traição não pareciam mais importantes quando olhei para o rosto do meu pai. Ele sofreu muito. Ele ainda estava sofrendo. Talvez ele merecesse. Mas talvez ele tivesse pagado sua penitência. Porque agora eu só conseguia 3 Uma entrada ou sala de espera
  34. 34. pensar sobre o homem que cantou músicas natalinas comigo enquanto enchia o peru de Ação de Graças, o homem que se certificou em fazer uma torta de caramelo porque eu a preferia ao invés de torta de abóbora, o homem que passou horas a cada Ação de Graças e o fim de semana cobrindo a nossa casa em luzes de Natal. Não pensei sobre o outro. Acabei de me lembrar de tudo de bom. "Papai", eu disse com uma voz de lágrima embargada. Rush recuou e permitiu que ele passasse. Joguei-me em seus braços e inalei o cheiro que sempre me lembrou da família, segurança e amor. ursinha Blaire", respondeu ele. Sua voz era grossa com emoção. "Feliz Ação de Graças". "Feliz ação de graças." Minha voz foi abafada em sua jaqueta de couro. Não estava pronta para soltá-lo ainda. "Estava preocupado que você não teria sua torta de caramelo. Assim, quando Rush ligou achei melhor vir e certificar- Um soluço sufocado escapou-me e segui-lo com um riso. "Não tenho uma dessas "Bem, temos de corrigir isso agora, não é?", Disse ele com um tapinha nas minhas costas. Balancei a cabeça e dei um passo para trás de seu abraço. "Sim, é o que Ele ergueu a bolsa que estava segurando. "Você pode colocar sua mala no quarto que você quiser. . Meu pai acenou com a cabeça e, em seguida, olhou para Rush. "Obrigado", disse ele antes de virar e ir para as escadas. Não esperei até que ele estivesse completamente fora de vista antes de passar meus braços ao redor da cintura do Rush e beijar seu peito.
  35. 35. 37 "Eu amo você", eu disse a ele. Porque era mais do que um obrigado. Ele tinha feito alguma coisa para mim, eu sabia que não era fácil para ele. Rush não era fã do meu pai, mas ele colocou isso de lado e trouxe-o aqui. "Eu também te amo. Mais do que tudo na me segurando contra ele e beijando o alto da minha cabeça. "Estou feliz que isto te faça feliz. Inclinei a cabeça para trás para que eu pudesse ver seu rosto. "Nunca vou esquecer esta Ação de Graças. O que deveria ter sido o feriado mais difícil que já enfrentei, não será. Rush me deu um sorriso torto. "Bom. Estou tentando duramente fazer meu Rindo, fiquei na ponta dos pés e pressionei meus lábios contra os seus. "Nunca. sussurrou contra minha boca. Inclinei-me para trás e corri minhas mãos até seu peito para empurrar cuidadosamente ele para trás. "O tempo para isso é mais tarde. Tenho uma refeição para preparar e você tem As sobrancelhas de Rush arquearam. "Doce Blaire, não sou de sentar e apreciar a ação. Eu prefiro experimentar a ação. Assistir futebol não concorre com ter você nua e Senti minhas bochechas corarem enquanto a imagem vívida de Rush em cima de mim se movendo passou pela minha cabeça. Sim, gostaria disso também. Muito. Rush riu e estendeu a mão até meu rosto e escovou o polegar contra a minha bochecha. "Você parece um pouco excitada agora... posso resolver isso para você. Prometo sussurro rouco.
  36. 36. Minha respiração acelerou e consegui balançar a cabeça. Eu tinha que ir cozinhar. Meu pai tinha acabado de chegar e Bethy provavelmente fez algum movimento louco com Dean na cozinha. Rush enfiou a mão na minha cintura e me puxou de volta contra ele. Baixou a cabeça até que sua boca estava pairando sobre a minha orelha. "Podemos entrar nesse escritório à direita e vou deslizar minha mão por este vestidinho bonito que você está vestindo e brincar com sua buceta molhada até que você morda meu ombro para evitar gritar. Não vai demorar muito. Não quero a minha garota precisando de mim. Quero-a satisfeita." Oh Deus. Eu tinha certeza que minha calcinha estava encharcada. Eu já ficava excitada o suficiente com a gravidez. Em seguida, adicione Rush e sua boca suja e eu estava uma perdida. "Cinco minutos", disse ele antes de dar uma mordida no meu ouvido. Agarrei seus braços e segurei firme antes que eu derretesse em uma poça no chão. "Agora não. Nós não podemos agora. Tenho que terminar de ajudar na cozinha e meu pai acabou de ch Rush soltou um suspiro derrotado. "Ok. Mas caramba, queria te tocar e sentir "Rush. urgente de um pouco de água gelada, para me resfriar. Com uma risada suave, ele soltou suas mãos de mim e deu um passo para trás. "Tudo bem. Afaste-se de mim, doce Blaire. Você tem cinco segundos antes que Movimentar minhas pernas foi difícil, mas consegui virar e fugir para a cozinha. O riso do Rush ficou mais alto e eu não pude deixar de rir também.
  37. 37. 39 Rush O peru era grande e eu tinha que admitir que estava impressionado que Dean poderia cozinhar assim. Blaire parecia genuinamente feliz enquanto falava com seu pai e o meu durante o jantar. Ela até riu quando Bethy pediu ao meu pai para assinar o guardanapo. Dean veio e sentou ao meu lado no sofá e deixou um suspiro de satisfação. Ele se divertiu muito. Esta foi à primeira Ação de Graças que eu realmente comi na minha casa com família e amigos. A primeira vez que eu tinha peru, torta de abóbora e caçarola de milho. Normalmente minhas Ações de Graças foram em Vail. Eu comeria com os amigos e ficava bêbado em bares. Nada memorável. Hoje foi diferente. Isso foi uma amostra do meu futuro com Blaire. "Você tem mesmo um doce", disse Dean. "Sim, eu sei." "Ela está ali lavando os pratos com seu pai. Eu os deixaria sozinhos. Dê um tempo a eles juntos. Foi uma merda o que ele fez com ela, mas estou feliz por estarem encontrando uma maneira de fazer as pazes. Abe sempre foi um bom homem. Quando ouvi que ele tinha voltado com sua mãe eu me perguntava o que teria acontecido com Eu tinha traído Blaire também. Eu a machuquei. Mas ela me perdoou. Ela parecia ser capaz de fazer isso. Eu não tinha certeza se eu seria capaz de fazer o mesmo. "Eu não merecia. Eu sou provavelmente o mais sortudo filho da puta no
  38. 38. Dean soltou uma risada dura. "Fico feliz que ela faz você se sentir dessa forma balançou a cabeça. "Gostaria de ter feito melhor com você. Mas para a menina de Kiro, Harlow, tem sido difícil ultimamente. Parte do problema com Nan é Harlow. Ela não está feliz realmente sobre o fato de Kiro ter uma filha que ele esteve cuidando. Kiro pode não ter morado com a Harlow, mas ele fez com que ela fosse bem cuidada. Sua avó cuidou dela. Ela é uma boa garota. É difícil acreditar que ela é de Kiro. A pobre avó da menina morreu há alguns meses. Ela não está feliz vivendo em Los Angeles, ela está um pouco Eu só conheci a filha de Kiro duas vezes. Nós éramos crianças e Kiro havia trazido Harlow a casa para uma visita. Eu também estava lá e tudo que eu conseguia lembrar era grandes olhos inocentes e o jeito que sussurrava quando falava. Em seguida, uns dois anos atrás, encontrei com ela novamente, enquanto eu estava visitando Dean. Ela estava crescida, mas muito bem e ainda muito inocente. Nós tínhamos nos aproximado com bastante facilidade naquele fim de semana. Ela ficou em casa a maior parte do tempo. Kiro também tinha ficado com ela dessa vez. Essa foi a única vez que eu tinha ido me divertir com a banda, enquanto Kiro ficava para trás. Dean tinha dito que ele era realmente protetor com Harlow. Eu não poderia imaginar como Nan estava lidando com a existência de Harlow. Apenas mais uma coisa que eu tinha de lidar. de alguém que se preocupe com ela e fale com ela. Ela está magoada e insegura. Ela "Tenho torta e café. Blaire perguntou entrando na sala usando o avental novamente. Vendo a pequena colisão do bebê delineado por trás dele fez o instinto de homem das cavernas aparecer e querer protegê-la com todas as minhas veias. Eu me levantei e fui até ela.
  39. 39. 41 "Eles podem ter o seu próprio café e torta. Quero falar com você sobre algo. Você já alimentou e entreteu todos sua cintura. "Ok, mas eu não me importo", respondeu ela. Eu sabia que ela não mentia. Eu sim. Vê-la toda sorridente e feliz me fez quer agradá-la mais. "Somente alguns minutos", assegurei e a levei de volta para o corredor e subi as escadas. "Rush, o que está errado", ela perguntou. Mantive minha mão na parte inferior das costas e fomos para o escritório onde eu tinha prometido levá-la mais cedo. Não utilizava mais esta sala. Mas estava prestes a colocá-la em uso. fechando a porta atrás de mim antes de encostá-la contra a grande cadeira de couro. "Sente-se", rosnei e Blaire rapidamente afundou no couro. Eu me ajoelhei na frente dela e me coloquei entre suas coxas e levantei o vestido curto como fantasiei o dia todo. Ela voluntariamente abriu as pernas para mim. A seda rosa da calcinha que ela usava tinha uma mancha molhada visível na virilha. Inalei e respirei dentro dela, ela sempre cheirava tão bem. "Rush", ela sussurrou, inclinando-se para trás na cadeira. "Nós não devemos demorar. Gostaria que eles todos saíssem, caralho. "Não vou demorar muito. Prometo. Eu só preciso cuidar de um pequeno problem molhada na calcinha. "Minha garota precisa de alguma atenção especial."
  40. 40. Blaire choramingou. Eu amei esse som. Deslizei sua calcinha por suas pernas. Quando cheguei aos sapatos de salto alto que ela usava tirei cada sapato, em seguida, puxei sua calcinha completamente, deixando a no chão ao lado de seus sapatos. Eu podia sentir sua excitação agora. Coloquei minhas mãos em cada um de seus joelhos e os afastei abrindo-os para que eu pudesse olhar em suas dobras cor de rosa. O pequeno clitóris inchado estava ali, me implorando para tocá-lo. Olhei para Blaire. "Deite-se", Ela fez o que eu disse. Seu corpo tremia e eu sabia que ela queria tanto quanto eu queria dar a ela. "Coloque a perna em cima do braço da cadeira e a outra fica no Eu me posicionei entre suas pernas abertas e passei a ponta do meu nariz até o interior de sua coxa sentindo o seu perfume. Apreciei o aroma e a sensação de sua perna tremendo debaixo do meu carinho. Quando cheguei ao seu pequeno local carente, corri meu dedo sobre ele e ela gritou, em seguida, cobriu a boca com a mão para abafar o som. "Você está pronta para eu fazer tudo isso melhor?" perguntei pressionando o polegar contra o clitóris. "Oh, Deus, por favor, por favor, Rush, eu preciso de você", ela implorou, levantando seus quadris para que ficasse mais perto de meu rosto. "Você cheira incrível", respondi, inalando profundamente. "Por favor", ela gritou desesperadamente.
  41. 41. 43 Não queria que a minha menina tivesse que implorar tanto. Coloquei minha língua para fora e corri em frente ao seu buraco rosa inchado, que pingava tão pronto para mim. Enfiei minha língua em sua aquecida entrada várias vezes enquanto ela resistia e abafava os sons com suas próprias mãos. O gosto de Blaire era único. Ele sempre tinha sido, mas algo estava ainda mais desejável, agora que ela estava grávida. Era rico e mais doce. Poderia passar horas saboreando-a e fazendo-a gozar em minha língua. Isso nunca me cansava. Era mais um vício. "Não gosto de sobremesa, mas esta é porra, perfeita", gemi contra seu clitóris antes de puxá-lo na minha boca e chupar ele. Passei o piercing da minha língua sobre ele várias vezes e tive Blaire tremendo e gemendo o que me dizia que ela estava perto. Então, muito perto. "Shhh, Estou fazendo você se sentir bem. Fácil. Vou lamber a buceta da minha menina até que ela não possa aguentar mais. Goze na minha boca. Quero saboreá- Sabia que falando sujo ela não resistiria, e não resistiu mesmo. Blaire soltou um grito estrangulado e seus quadris se levantaram quando ela empurrou contra a minha língua. Esse gosto viciante, não poderia ter o suficiente dele inundando minha boca, chupei, lambi, até que ela estava se movendo para trás e fazendo sons angustiados de prazer. -se enquanto eu continuava a abraçá-la e ainda saborear cada parte dela antes de correr a minha língua de volta para sua entrada. "Rush, não serei capaz de abafar isto. Estou falando do grito, posso sentir outro... Oh... oh... abraçava. Sua reação foi tornando-me um pouco louco. Sabendo que ela estava prestes a gozar de novo tão cedo, era mais emocionante do que eu imaginava. Meu pau já estava doendo de tão inchado, fazendo pressão da cabeça contra o zíper da minha
  42. 42. calça jeans. Se ela gozasse novamente eu tinha a maldita certeza que eu estragaria minhas malditas calças. Em um único movimento levantei e puxei minha calça para baixo. Então agarrei seus quadris e bati nela. "Foda-se", gritei quando suas paredes apertaram em torno de mim. Blaire gozou novamente e desta vez ela não estava cobrindo a boca. Ela estava perdida em sua bem- aventurada sensação. Sua cabeça foi jogada para trás e seu corpo estava tremendo violentamente sob o meu quando ela disse meu nome mais e mais. A visão dela me enviou sobre a borda. Agarrei o encosto da cadeira quando derramei dentro dela. Cada rajada da minha libertação causou outro grito abafado de prazer em Blaire. Em algum momento ela levantou as pernas para envolvê-las em minha cintura, mas agora que ela estava saciada as abaixou de volta na cadeira. Um sorriso de prazer estava em seus lábios e seus olhos estavam pesados. "É ruim que eu não me importe se alguém nos ouviu? Isso foi muito surpreendente e não me Eu me abaixei até que pudesse beijar seus lábios. "Eles não deveriam estar na minha maldita casa se Blaire riu. "Deus, Rush. Não conseguia manter o sorriso do meu rosto. "Bom".
  43. 43. 45 Blaire Dizer adeus ao meu pai não foi tão fácil como deveria ser. Ter ele aqui me ajudou a curar tantas feridas. Segui-o até a saída e desci os degraus. Ele tinha sua mala na mão e estava indo de volta para o sul da Flórida, onde ele estava vivendo em um barco. "É bom vê-la feliz. Vai ser mais fácil dormir à noite sabendo você está sendo bem cuidada e bem amada. Não acho que o menino jamais esperava ser tão "Você vai voltar para o casamento e depois que o bebê nascer? Papai acenou com a cabeça. "Não perderia isso por nada no Recusei-me a afligi-lhe sobre minhas emoções. Isso não era justo. Ele estava lá sozinho. Não posso deixá-las confundi-lo. "Se decidir como vai querer que ele te chame, me ligue. Dean já disse que quer ser Vovô Dean. Você precisa escolher um nome Papai sorriu. Eu gostava de ver ele realmente animado sobre alguma coisa. "Vou pensar sobre isso e avisar você. Passei meus braços em torno de sua cintura e o abracei. "Obrigada por ter vindo. "Senti sua falta também, ursinha Blaire, mas isso é minha culpa. Estou grato que Rush estava no centro de tudo de bom que acontecia comigo. Eu acreditava que ele sempre estaria. Estranho, considerando como isso tinha começado de forma tão diferente. Meu pai acenou com a cabeça e dei um passo para trás longe dele.
  44. 44. cansados olhos. "Eu também te amo, papai". Ele abriu a porta do táxi e eu estava lá quando ele foi embora. Desta vez eu não estava inconsolável. Eu só esperava que ele pudesse encontrar a felicidade novamente um dia. A porta da casa se abriu e me virei para ver Rush de pé na varanda me olhando. Eu poderia dizer que ele estava preocupado por eu estar chateada com meu pai indo embora. Comecei a fazer o meu caminho de volta para casa e ele veio descendo as escadas para me encontrar no caminho. erto o suficiente me tocar. "Sim. Obrigado novamente por isso. Isso significou mais do que você jamais poderá imaginar," eu disse a ele. "Sempre que você quiser vê-lo é só me dizer. O trarei novamente. Basta dizer "Quero ele aqui para o casamento e quando o bebê nascer. Quero que ele conheça seu neto. Ele não tem ninguém, senão eu. Nosso filho será a sua família também." "Feito. Vou ter uma passagem de avião comprada e pronta para o minuto que Eu só fiquei lá olhando para Rush. A primeira vez tinha posto os olhos nele fiquei admirada com sua beleza. Nunca pensei que o mal-humorado playboy poderia ter um coração grande debaixo de toda aquela arrogância. "O que mudou? Você é tão completamente diferente do cara que conheci em Junh meu cabelo e enrolou os dedos ao redor dos fios. "Esta doce, determinada, incrivelmente sexy loira, entrou na minha vida e me deu uma razão para viver."
  45. 45. 47 Meu peito ficou apertado e comecei a dizer a ele o quanto eu o amava, quando senti... o bebê. Estendi a mão e agarrei o braço de Rush. "Rush. Eu me perguntava por uma semana se a pequena vibração na minha barriga era ele se mexendo. Queria acreditar que era. Mas agora eu realmente podia senti-lo. Não havia nenhuma dúvida. Rush moveu a mão do meu cabelo para minha barriga. Ele embalou com as duas mãos olhando em admiração. "Eu posso senti-lo," Rush disse em um suave sussurro, como se ele estivesse com medo do bebê parar de se mover. Em vez disso, o som de sua voz fez o bebê chutar novamente. "Fale com ele, Rush", eu disse, observando a mais bela visão que já tinha visto. Rush caiu de joelhos para que ele ficasse mais perto da minha barriga. "Ei, você", disse ele e o bebê imediatamente mexeu sob a mão de Rush. Ele levantou a cabeça e olhou para mim com um sorriso animado. "Ele me ouve?", disse ele com uma pergunta em sua voz. Balancei a cabeça. "Sim, ele ouve. "Então, como é ai dentro? A barriga da mamãe é bonita no interior como é do lado de fora?" Eu ri e ele chutou. "Achei que era. Você teve sorte. Mamãe está linda, mas você verá em breve. Seremos os dois caras mais sortudos no planeta." Ele mexeu-se novamente, desta vez com menos força. "Você está bem ai. Estamos prontos para fazer as coisas para você aqui fora. Rush passou as mãos sobre a minha barriga e, em seguida, olhou para cima para mim.
  46. 46. "Ele está realmente aí. Ele pod Eu ri e acenei com a cabeça. "Pensei que estava sentindo ele por algum tempo, "Deus, Blaire, isso é incrível," Rush disse pressionando um beijo na minha barriga. "É não é?" respondi ainda maravilhada com a forma como isto era meu. Este homem diante de mim e da vida dentro de mim. "Diga-me, quando ele fizer isso de novo. estendendo a mão para pegar minha mão na sua. Voltamos a subir as escadas juntos de mãos dadas.
  47. 47. 49 Rush Fazia algum tempo desde a última vez que eu tinha pisado em Beverly Hills na casa de meu pai. A última vez que o visitei, eu tinha ficado bêbado a maior parte do tempo e festejado com meu pai. Esta seria uma visita muito diferente. Eu não era mais aquele cara. Coloquei a mala de Blaire no chão do quarto que meu pai dizia ser meu. Era onde eu sempre dormia quando vinha para visitá-lo. "Isso é apenas... Ela estava parada, e corando desde que entramos pela porta da frente. Felizmente, Nan e Kiro não estavam aqui para nos cumprimentar. Eu queria tempo para colocar Blaire para descansar da longa viagem de avião e eu podia ver a exaustão em seu rosto. "Você vai aprender que lendas do rock são um pouco exibidas. Eles gostam de ostentar seu "Posso ver isso. Eles com certeza têm feito um bom trabalho em exibindo este ela. Olhando por cima do ombro, ela franziu a testa para mim. "Como diabos serei Não conseguia evitar o riso. Ela parecia tão perplexa. "Eu vou te dar um pouco de ajuda." Blaire sorriu e balançou a cabeça. "Isso é uma loucura. Então, se eu quisesse me deitar agora... como eu poderia Andei até ela e coloquei as duas mãos sobre sua cintura e, em seguida, peguei-a e a coloquei na cama.
  48. 48. "Dessa forma", respondi e sentei-me ao lado dela antes de jogar uma perna sobre as dela e deitá-la. "Se você não parecesse tão cansada teria que testar essa coisa" provoquei. Ela cobriu a boca quando bocejou e me deu um sonolento sorriso. -me e virou-se em direção ao meu peito. Era tentador, mas eu sabia que seu corpo precisava de descanso. Dei um beijo em seu nariz. "Tenho certeza que você poderia, doce Blaire. Mas Seus olhos tinham aquele brilho satisfeito. "Oh, você faria? Eles estão inchados "Coloque sua cabeça no travesseiro e eu vou me livrar destes sapatos, que por sinal, não são exatamente bons calçados para uma mulher grávida. Você deveria ter Blaire bocejou novamente e recostou-se no travesseiro com um suspiro. "Eu sei. Eu só não queria chegar ao LAX4 Ela nunca poderia parecer deselegante. Ela sorriu e fechou os olhos quando comecei a esfregar seu arco. "Você me ama." "Mais do que a vida. Mas isso não me faz cego. Você seria quente em um saco de Ela não disse nada de volta. Seus olhos estavam fechados e seu sorriso ainda permanecia. Coloquei minha atenção em massagear seus pés cansados . Quando eu tinha acabado ela estava respirando de forma lenta e uniformemente. Puxei o cobertor sobre ela antes de sair e deixa-la descansar. Dean estava deitado no sofá de couro preto que ocupava a maior parte da sala de entretenimento. Ele tinha seu último álbum tocando nos alto-falantes e estava jogando Halo5 em seu Xbox com um cigarro pendurado para fora de sua boca. 4 Aeroporto internacional de Los Angelis 5 "Halo" é um jogo de tiro em primeira pessoa
  49. 49. 51 "Enquanto estivermos aqui, por favor, não fume em volta de Blaire" Eu disse enquanto entrava na sala. Dean olhou por cima do ombro e sorriu. "Eu não vou. Ele pressionou pausa em seu jogo e jogou o controle remoto para baixo na longa e elegante mesa vermelha que ficava em frente ao sofá, em seguida, pegou o copo. Não tinha que perguntar para saber que é uísque. "Nossa menina está tirando uma soneca?", ele perguntou apoiando os pés na mesa. O fato de ele ter chamado Blaire de "nossa menina" me levou para o caminho errado. Ela não era de ninguém, senão minha menina. Embora, a maneira como ele falou, parecesse normal. Ele sempre parecia. "Minha menina está dormindo. Ela estava exausta," respondi, tomando um assento na outra extremidade do sofá. Dean apenas riu e tomou um gole de seu uísque, em seguida, deu uma tragada de seu cigarro. "Você é um homem das cavernas pouco possessivo com ela, não é? Não puxou "Vou fazer o que precisa ser feito para fazê-la feliz. Mas serei o único a fazê-la feliz. Sempre. Dean soltou um assobio baixo e balançou a cabeça enquanto levou seu cigarro aos lábios e jogava a cinza em um cinzeiro. "Uma cota alta para preencher. Boa sorte com isso. Mulheres podem ser umas cadelas, às vezes, só porque elas querem. Não há ninguém que possa fazer uma mulher fe Essa conversa era inútil. Ele nunca tinha tido uma Blaire em sua vida. Ele não tinha ideia de como ela era. Eu estava aqui por uma razão e queria abordar o problema e ir para casa.
  50. 50. "Onde está o Nan?" Dean suspirou e revirou os olhos. "Não está aqui agora, graças a Deus. Ela é "Onde está Kiro", perguntei, decidindo ignorar a sua opinião sobre Nan. Homem! Olhe para você todo crescido e viril. Como isso aconteceu em um alguns malditos meses?" a voz alta de Kiro era inconfundível. Ele entrou na sala com uma garota que parecia ter a minha idade, envolta em seu braço. Seus peitos estavam saindo de sua camisa amarrada, uma coisa que parecia um espartilho. Ela piscou para mim. Seus cílios eram obviamente falsos. Ninguém aguentaria aqueles cílios todo o maldito tempo. "Vim lidar com Nan," respondi, olhando para o meu pai, que estava tomando outra longa tragada em seu cigarro quando deixou seus olhos avaliarem a mulher que Kiro tinha trazido com ele. Sabia que eles compartilharam todo tempo. Isso não era o tipo de coisa que queria a redor de Blaire. "Puta merda, vou ficar lhe devendo essa, com certeza. Ela está me levando à loucura do caralho. Por favor, acalme a loucura dela e me ajude a encontrar uma maneira de falar com ela. Sabia que Nan tinha seus problemas, mas ouvir o homem que foi a principal causa deles, sobre ela, me deixou com raiva. Levantei e me virei para encará-lo. "Se ela tivesse uma merda de um pai junto com ela talvez ela fosse tão normal quanto Harlow. Mas ela não teve. Você a deixou sozinha com a minha mãe. Nenhuma criança deve ser submetida a isso. Pelo menos o meu pai veio e me pegou. Passei um tempo com ele. Deu-me a sensação de ser querido. Você nunca fez isso para Nan. Ela está fudida por sua causa." Não tinha programado jogar isso nele em minutos, quando entrei em sua casa, mas ele abriu sua boca estúpida sobre minha irmã. "É a irmã do menino, Kiro. an. Ele estava falando merda sobre Nan também, mas não o culpo por ela ser jeito que era.
  51. 51. 53 A menina apertou-se mais perto de Kiro. "Você disse que seria divertido. Quero um pouco de diversão, baby. Você tinha minha buceta toda molhada na limusine. Ela está pronta para ser fodida", ela cantarolou. Isso também era uma coisa que eu não queria que Blaire visse ou ouvisse. Eles faziam sexo barato e sujo. Eu só queria que Blaire visse do jeito que era com nós dois. Não desta maneira. "Seja uma boa garota e fique nua enquanto falo com o menino aqui. Fique bonita e eu posso deixar que eles beijem sua buceta lisa e quente também". "Ooooh, bom. Dois em vez de um", ela riu enquanto puxava a corda de seu top e assim ele caiu no chão expondo seus seios ali mesmo na frente de todos nós. Anteriormente, este era um comportamento normal quando vinha visitar meu pai, mas as coisas eram diferentes agora. "Inferno, ela tem mamilos perfurados," meu pai disse antes de beber o resto de seu uísque e levantando-se. "Estou voltando para meu quarto checar Blaire. Vou falar com você, quando ela "O que se deu com o rabo dele? Ele normalmente gostava de desfrutar uma o. Não perdi tempo voltando para Blaire. Ela ainda estava enrolada na cama. Tirei meus sapatos e fui deitar-me ao lado dela. Enfiando-a contra mim, gostava de tê-la perto. Isso era muito mais do que qualquer coisa que meu pai já teve em sua vida. A superficialidade de seus relacionamentos me fez sentir pena dele. Eu sabia o que ele estava perdendo. Mesmo com todo o seu sucesso na vida, ele tinha perdido isso de alguma forma. Tantos anos perdidos.
  52. 52. Blaire A boca de Rush percorria no meu pescoço quando o pulverizador do chuveiro caiu em cima de nossas cabeças, parecia que estava chovendo. Eu queria um desses chuveiros em nossa casa. Ambas as mãos do Rush caiu ao redor da minha cintura e cobriu a minha barriga. Ele tinha dificuldade em manter suas mãos longe da minha barriga desde que ele sentiu o bebê chutar. Era como se Rush necessitasse fincar seu nome regularmente. Se ele não fosse assim tão fofinho enquanto me protegia me daria nos nervos. Antes que eu pudesse desfrutar completamente de ter o corpo de Rush cobrindo minhas costas e suas mãos em mim, o grito zangado agudo que eu sabia que pertencia a Nan parou entre nós dois. O corpo de Rush ficou rígido atrás de mim. "Nan?", eu perguntei, já sabendo a resposta.
  53. 53. 55 "Sim. Acho que ela descobriu que eu estou aqui já", ele respondeu e me deu mais um beijo no pescoço. "Termine seu banho. Eu preciso ir para lidar com isso. Ela e meu pai não se dão bem." Eu balancei a cabeça e fiquei sob a água quente quando ele saiu do banho e pegou uma das grandes toalhas felpudas brancas dobradas sobre uma mesa de mármore. Eu queria ir com ele, mas ele não tinha perguntado. Então ele não queria. Ele estava tão preocupado sobre alguém me perturbar. A voz profunda de um homem começou a gritar em resposta aos gritos de Nan. Quem era? Eu só tinha ficado em torno de Dean um pouco, mas eu não acho que o homem já tinha começado falado emocionalmente sobre qualquer coisa o suficiente para levantar a voz. Desliguei a água e peguei uma toalha, em seguida, e fui até Rush no quarto. "Quem mais está aqui?" Eu perguntei quando ele puxou o jeans sobre sua bunda e pegou uma camiseta. "Meu palpite seria Kiro. Aparentemente, eles estão tendo seus momentos de pai e filha", ele respondeu em um tom frustrado. Kiro. Eu só tinha visto fotos do Deus do rock. Mas ele estava aqui agora. Nesta casa... "Basta ficar aqui. É por isso que viemos. Então, eu posso lidar com ela. Ela está fazendo um inferno e Kiro não consegue lidar com ela. Assim que eu conseguir a calma e estiver sob controle, podemos voltar a Rosemary ". Eu balancei a cabeça e estendi a toalha com força ao meu redor. Rush começou a correr para a porta, em seguida, parou e se virou. Um sorriso torto surgiu em seus lábios e ele passeou por mim. Suas mãos deslizaram para o meu cabelo molhado e ele segurou meu rosto quando ele olhou para mim. "Eu só quero ficar aqui com você", ele sussurrou antes de abaixar sua boca para a minha.
  54. 54. Peguei os dois braços e o segurei e sua boca roçou suavemente contra os meus, antes que ele me desse uma pequena lambida no meu lábio inferior. Eu abri minha boca para que ele pudesse provar mais, quando outro grito estridente veio do andar de baixo. Rush deu um salto para trás e suspirou. "Droga de família louca", ele murmurou. "Vá lidar com isso. Eu estou bem aqui." Uma batida na porta me surpreendeu e eu puxei a toalha com força contra mim. Rush apressou-se e ficou na minha frente para bloquear a visão de alguém. "O quê?", Ele gritou. Olhei em torno de suas costas quando a porta se abriu bem devagar. Eu estava me preparando mentalmente para Nan vir se intrometendo na sala. Em vez disso, uma menina da minha idade estava na porta. Ela não se parecia com ninguém que eu poderia imaginar e que pertencesse a esta casa. Seus longos cabelos castanhos roçavam sua cintura em cachos macios e eram repartidos para o lado. Ela não tinha franja. Era tudo um comprimento único. Cílios escuros emolduravam seu olhar sensual com seus olhos castanhos, mas ela não estava usando nenhuma maquiagem. A bermuda que ela usava batia em seu joelho e ela estava usando uma blusa rosa pálida que abotoada na frente. Era simples e elegante. "Olá, Harlow," Rush disse, surpreendendo-me ainda mais. "Eu estou descendo. Eu ouvi." Uma das sobrancelhas perfeitamente esculpidas da menina é arqueada. "Eu estava pensando se eu poderia esconder-me aqui com você. Você realmente está indo para lá para lidar com isso?" O sotaque do sul da sua voz me assustou. Quem era ela e por que ela tem um sotaque do sul? Estávamos em Beverly Hills. "É por isso que estou aqui. Para ajudar na situação," Rush respondeu. A menina balançou a cabeça e, em seguida, seus olhos se deslocaram de Rush e se concentraram em mim. "Você deve ser Blaire."
  55. 55. 57 "Sim", eu disse, olhando para Rush. Rush me puxou para mais perto ao lado dele. "Blaire este é Harlow. Ela é a outra filha de Kiro. Harlow, esta é a minha noiva, Blaire." "Eu sei tudo sobre Blaire. Dean tem me contado. Você se importa se eu ficar aqui com você, Blaire? Nan não é minha fã e eu gosto de ficar longe de pessoas com raiva." "Ela precisa se vestir e eu não tenho certeza que ela..." "Sim, eu gostaria muito. Vou pegar alguma coisa na minha mala e colocar. Não vai demorar, só um minuto", eu respondi, interrompendo Rush. Eu normalmente era uma boa juiza de caráter e eu gostei de Harlow. Ela parecia quase tímida. Ela falava suavemente e não havia malícia em seus olhos. Ela também não cobiçava Rush, quando ela olhava para ele. Isso foi uma grande vantagem para mim. "Você tem certeza? Eu vou trazer um pouco de comida" "Ah comida parece maravilhoso. Traga também para Harlow, por favor ", eu disse antes que ele pudesse dizer algo. A risada de Harlow me assustou e eu olhei para ela. "Sinto muito. É só que ele está sendo, na verdade, não como Rush. É divertido vê-lo assim." Sim. Eu gostava dela. "Deixe-me vestir e você vá lidar com Nan antes que ela venha procurar por você. Eu não quero vê-la ainda. " Isso pareceu um incentido para Rush em sua determinação para me manter agasalhada na cama como um inválido. Ele não queria Nan perto de mim enquanto ela estava neste estado de espírito também. Ele balançou a cabeça e se dirigiu para a porta. Uma vez que ele estava porta fora fiz um gesto à Harlow para vir para dentro. "Eu só vou colocar algumas roupas. Sinta-se à vontade."
  56. 56. h antes. Eu normalmente fico no ela, com um sorriso tímido. "Estava curiosa sobre você também. Eu não sabia que o Kiro tinha outra filha. O que eu sei não é muito agradável. Você não é nada parecida com Nan ". Harlow parecia triste por um momento. "Eu fui criada de maneira muito diferente de Nan. Minha avó teria tirado minha pele se eu agisse da maneira de Nan. Eu não tinha permissão para ser exigente ou ser revoltada. Vovó fez com que eu fosse bem comportada. Eu acho que é por isso que o papai gostava de vir me buscar. Eu não ficava no seu caminho quando eu vinha para cá. Sentava-me no meu quarto e lia meus livros principalmente. Quando ele tinha tempo para mim ele vinha me buscar e gostavamos de ir ao cinema ou um parque de diversões. Muito diferente do que era a minha vida com a minha avó na Carolina do Sul." É por isso que ela parecia do sul. "Eu cresci em Alabama. Eu estava me perguntando sobre o seu sotaque", confessei. Ela sorriu. "A maioria das pessoas fazem. Ninguém espera que a filha de Kiro seja uma garota do campo." Eu concordei com a cabeça, porque ela estava certa. Eles não. Com um nome tipo Harlow e um pai famoso eu imaginei que ela fosse mimada e elitista. Ela não era nada disso. Peguei um vestido da minha mala. Eu estava usando mais vestidos desde que minha barriga ficou muito grande para os meus jeans. "Eu já volto", eu disse a ela e corri para o banheiro para me vestir.
  57. 57. 59 Rush Kiro estava sem camisa e balançando os braços tatuados por aí com um cigarro entre os dedos e uma garrafa de rum na outra mão. "Que porra é essa de que nunca vou te amar, esse é o seu problema? Inferno, você tem problemas com sua mãe, então, vá à merda, vai encontrar Georgianna. Por que sou eu que estou cuidando desta merda?" Kiro estava gritando com Nan quando entrei na sala de jogos. Um par de calcinhas de renda preta estava na mesa de sinuca, mas a mulher que eu tinha deixado com ele algumas horas antes estava longe de ser vista. Pequenos milagres. "Rush! Você ouviu? Ele não se importa comigo. Ele não se importa por ter me ignorado a maior parte da minha vida e você sabe que ele tem uma filha? Uma cadela que nem sequer olha para mim", Nan ainda estava gritando. Eu andei até ela e agarrei as suas duas mãos. "Respire profundamente, Nan. Você tem que se acalmar para que todos possam falar. Você gritando não vai consertar nada." Ela olhou para mim, mas fez o que eu disse. Eu esperei até que ela tinha tomado duas respirações profundas antes de apertar as suas mãos. "Bom. Agora, vai sentar ali naquele sofá e não fale. Deixe-me falar. Ok?" Ela franziu o cenho, mas assentiu com a cabeça e caminhou até o sofá branco de couro que delineava duas das quatro paredes desta sala. Uma vez que ela estava sentada eu me virei para olhar para Kiro. Ele estava tomando um longo gole de cachaça. O homem precisava parar de beber e comer alguma coisa. Você podia ver as costelas dele. Seu fetiche com couro era além dos móveis. Ele usava também. As calças de
  58. 58. couro que ele tinha estavam em seus quadris tatuados. "Não posso acreditar que você conseguiu que ela calasse a boca em um maldito minuto," Kiro murmurou e colocou o cigarro de volta aos lábios. Olhei para Nan e balancei a cabeça. Eles eram muito parecidos. Ambos gostavam de ter a última palavra. "Ela está chateada. Por favor, apenas tenha cuidado com as palavras e tente lembrar-se que ela é sua filha. A que você abandonou para viver com a pior mãe que uma criança poderia ter." Olhei para Nan. "Você não pode odiar Harlow porque ele escolheu cuidar dela. Você odiava Blaire, pelas mesmas razões. Ela nunca fez nada para você, mas você odiava de qualquer maneira. Há apenas duas pessoas para culpar pelo modo como as coisas acabaram. Kiro e mamãe. Você precisa manter o seu maldito ódio voltado para eles. Não para todos a sua volta." "Ela fez você me odiar. Você nunca me chamava pelo nome. Eu a odeio porque ela tirou você de mim. Eu posso culpá-la. Ela tomou a única família que eu tinha e que me amava. Tudo o que você faz agora é me corrigir e falar baixo comigo. Você nem sequer me ligou desde que deixei o hospital", ela cuspiu e fechou-se. "Eu estou tentando fazer todos vocês me amarem. Eu não deveria tentar tanto. Espero que vocês todos sejam felizes!" Ela saiu correndo da sala e os calcanhares batendo pelo corredor e subindo os degraus. Eu não tinha certeza se ela estava realmente saindo ou jogando para ver quem iria segui-la. Eu a segui por muito tempo. Eu tinha ajudado a escolher o seu caminho. "Foda-se. Eu precisei de você por aqui o tempo todo. Você podia ter se livrado dela sem nenhum problema. Porra, isso foi fácil", Kiro disse e ele afundou no sofá e colocou os pés para cima, cruzando-os na altura dos tornozelos. Sua mão ainda segurava o rum e seu cigarro ainda em sua boca. "Sente-se e me conte sobre aquela garota que eu não conheci ainda. Você com certeza correu daqui rápido quando a princesa deixou cair a sua camiseta." O nome da mulher não era princesa.
  59. 59. 61 Isso era como ele chamava todas as mulheres que ele ferrou. Ele me disse isso quando eu era mais jovem, que chamava todas da mesma maneira, então quando você aliviasse sua carga você não seria pego gemendo o nome errado. Eu pensei que ele era um gênio na época. Talvez ele estivesse na categoria de artista, mas com as mulheres ele era um idiota. Era um milagre ele ainda ter um pau. Ele já tinha sido preso em tantos lugares que eu ficaria preocupado do risco de ele cair. "A princesa tinha uma bela buceta também. Deveria ter visto. Tudo rosado e molhadinho. Eu acho que ela ainda tinha passado óleo ou qualquer coisa para mim." antes que ele pudesse ir mais longe. Kiro riu e tomou um gole de sua garrafa. "Ela chupou como um vácuo maldito também", disse ele. "Papai, por favor. Eu não preciso dessas imagens mentais que são produzidas com isso." A voz de Harlow tinha estalado em minha cabeça quando olhei para Blaire. Ela estava de pé ao lado de Harlow com um vestido listrado azul pálido e branco de mangas compridas. O decote muito baixo, mostrando o que só ia ficando melhor e cada vez melhor com esta gravidez. E também atingia vários centímetros acima do joelho e ela estava descalça. "Bem, eu vou ser amaldiçoado, ela tem uma boca deliciosa. Eu ofereço o meu colo querida, mas acho que o homem poderia me castrar se eu chegasse perto demais." "Eu faria mais do que isso", eu rosnei, lançando um olhar de advertência a Kiro antes de caminhar até Blaire.
  60. 60. "Você não nos levou comida e então viemos para cá à procura de algo. Tudo estava tranquilo na casa, então nós achamos que Nan havia saído", explicou Harlow. Merda. Eu tinha esquecido a comida. "Sinto muito, querida. Nan estava gritando e eu esqueci. Vamos, deixe-me te alimentar." "Eu já tenho um novo cozinheiro, o Sr. Branders, nos arrumou um pouco de salada de frango", Harlow respondeu. Blaire apertou meu braço. "Eu estou bem. Pare de me olhar tão chateado." Lidar com a minha família não era o que eu precisava agora. Tinha Blaire para cuidar e o nosso bebê. Por que eu tinha concordado em vir aqui? Blaire não pertencia a este estilo de vida. O cheiro de fumaça de cigarro que senti me fez virar para Blaire e a levei em direção à porta. "Vamos tirar você daqui. Ele está fumando", eu expliquei. "Você realmente vai tira-la daqui porque estou fumando?" Kiro perguntou em um tom divertido. Eu nem sequer lhe respondi. Eu só levei Blaire para a porta. Eu estava tentado a dizer-lhe para não respirar até que eu pudesse levá-la para o ar fresco. Eu tinha que resolver essa merda de Nan e consertar tudo rápido. Blaire precisava de ar fresco e limpo, e era em Rosemary, e não neste lugar infestado de nicotina. "Deixe ele em paz," Harlow repreendeu Kiro suavemente. "Dean não estava me sacaneando. O rapaz fez e tem uma gargalhada. Eu cerrei os dentes e continuei movendo Blaire em direção à cozinha. "Ele parece ser interessante. Eu nunca fui devidamente apresentada", disse Blaire.
  61. 61. 63 "Você não quer ser apresentada a ele. Ele não é alguém que eu quero perto de você." Blaire olhou para mim e fez uma careta. "Por quê?" "Porque ele não tem moral. Nenhuma. Absolutamente. E os limites são uma língua estrangeira para ele. As mulheres se jogam para ele e ele usa-as e em seguida, passa para a próxima. Eu não o quero olhando para você." "Eu realmente gostaria de poder confirmar-lhe que você de fato tem um pênis. Um pênis muito grande e bonito", Blaire sussurrou. Eu estremeci. "Por favor, apenas chame-o de grande. Não o chame de bonito. Isso machuca meus sentimentos." Blaire riu e passou em minha frente.
  62. 62. Blaire Eu não tinha certeza de que um jantar em família na casa era uma boa ideia. Rush, no entanto, estava determinado a encontrar uma maneira de ajudar Nan e Kiro a se darem bem. Eu tinha passado o meu dia à beira da piscina. Mesmo que fosse o final de novembro, ainda fazia vinte e oito graus lá fora. Eu estava acostumada à loucura do tempo quente de inverno no Alabama, mas o sol parecia ainda mais quente aqui. Rush estava ao meu lado e, em seguida, ele fazia um grande esforço para esfregar o protetor solar por todo o meu corpo. Depois do banho, eu me senti revigorada e pronta para assumir essa família maluca por causa de Rush. Eu gostei de Harlow, pelo menos durante o pouco tempo que eu passei com ela. Ela não estava brincando de permanecer trancada em seu quarto. Ela raramente saiu. Eu quase me senti mal por ela. Parecia uma vida solitária. Fiquei imaginando se sua vida na Carolina do Sul tinha sido assim. Será que ela tem amigos lá e sente falta? Rush entrou no quarto, mas parou no momento em que seus olhos pousaram em mim. "Não. Blaire, querida, você está maravilhosa. Incrível. Mas você não pode usar esse vestido também para jantar. Seus seios estão todos assim me fazendo querer cancelar o jantar e te deixar nua. Em seguida, as pernas e os calcanhares. Você não pode sair para jantar assim. Kiro é um pervertido e eu vou acabar matando ele. Por favor, coloque algo que tenha menos decote e perna de fora. Inferno, usar jeans, um suéter, e algum tênis." Se ele não parecesse tão perturbado eu teria ficado chateada. Eu amei esse vestido. Isso me faz sentir sexy, apesar da minha barriga. Quanto maior o bebê menos atraente eu me sentia. Minha cintura foi desaparecendo rapidamente. "Nenhuma das minhas calças jeans estão dando em mim e eu gosto deste vestido. Faz-me sentir bonita."
  63. 63. 65 Rush gemeu e se aproximou de mim. "Você está muito linda. Bonita não é a palavra que usamos para descrever você com esse vestido. Eu preciso que você pareça menos com um orgasmo induzido e quente e mais parecido com a minha noiva grávida. Eu não quero ouvir Kiro dizer coisas selvagens para você no jantar. Quero me concentrar em Nan e ele para encontrarem um pouco de paz." mudar", eu respondi. "Sim, por favor. Por mim," Rush implorou. "Você pode abrir o fecho então? Eu tive um momento bastante difícil para conseguir fecha- Rush chegou perto de mim e puxou o zíper para baixo, em seguida, empurrou-o para baixo dos meus ombros e caiu pela minha cintura. Eu não estava usando sutiã, porque a parte de trás era tão decotada e meus seios nus pareciam ter chamado a sua atenção. "E usar um sutiã", disse ele em um sussurro rouco. Em seguida, ele abaixou a cabeça para puxar um dos meus mamilos em sua boca. O metal em sua língua esfregava contra a carne sensível e eu agarrei seus ombros e segurei com firmeza. vestido para baixo sobre meus quadris, até que caiu no chão. "Ah porra agora eu não me importo", ele murmurou enquanto ele voltava sua atenção de um mamilo para outro. Sua mão deslizou para parte de dentro da frente de minha calcinha e ele deslizou seu dedo em mim com um toque suave. Meus joelhos se dobraram. "Por favor, Eu... por favor."
  64. 64. "Por favor, o quê?", Perguntou Rush, me pegando e me colocou em cima da penteadeira atrás de mim. "Abra suas pernas", exigiu. Eu fiz como me foi dito. Sua mão deslizou por cima da minha buceta e seu dedo começou a deslizar dentro e fora de mim em um ritmo constante. Cada vez que ele tirava e deslizava, a umidade aumentava em seu dedo dentro do meu clitóris, sendo bombeada dentro de mim. Eu estava muito perto de um orgasmo. Rush parecia saber como atraí-los para fora de mim facilmente. "Será que você vai se sentir bem? Agora está toda molhada e pronta", disse ele no meu ouvido e eu tremi quando seu dedo deslizou para fora e desta vez passou para trás em direção a minha outra entrada. Ele girava em torno dele o suficiente e virava me incomodando. Eu tinha pensado que iria me incomodar. O gemido que escapou não passou despercebido por Rush. "Você gosta de isso?", Ele perguntou enquanto seu dedo passava suavemente pela entrada. Eu podia senti-lo no meu clitóris. Espremendo os meus olhos fechados, eu só acenava com a cabeça. "Foda-se, querida. Eu não vou ser capaz de sair para ir nesse maldito jantar pensando em você ficando quente e me incomodaria se não pudesse brincar com a sua bunda." Eu não queria ir para jantar algum agora. Eu queria ficar. Rush moveu seu dedo de volta para o meu clitóris e circulou-o várias vezes, e em seguida, pressionando com o polegar e o indicador enquanto o seu dedo que tinha o anel deslizou dentro de mim. Eu agarrei seus braços e gritei em voz alta enquanto o orgasmo que eu sentia jorrava de dentro de mim e entrou em erupção. Eu fiquei mole em seus braços e ele me segurou entorno dele tirando a sua mão para fora da minha calcinha. Ele começou a lamber seus dedos um de cada vez e minha barriga tremia enquanto eu observava-o. Um sorriso em seus lábios como o último dedo estourava de sua boca. "Isso deve me segurar até que este pesadelo acabe. Mas faça-me um favor e deixar essa calcinha por ai. Eu quero descer e ir lá sabendo que eu a deixei molhada."
  65. 65. 67 Suas palavras fizeram os meus seios doerem novamente. Se ele não parasse nós nunca desceríamos para o jantar. "Ponha algo que irá manter-me calmo e vamos embora enfrentar o inferno que nos aguarda," Rush sussurrou enquanto ele me puxava. "A menos que você queira ficar aqui. Eu posso lhe trazer a comida, se você preferir ignorar." De jeito nenhum eu me esconderia aqui, enquanto ele ia lá baixo e lidava com Nan. Eu desceria também. Mesmo que fosse para manter a minha boca fechada eu estaria lá para dar apoio moral. "Eu estou indo com você. Apenas me dê um segundo. Eu estou um pouco sem ar e fraca." Rush sorriu. "Apenas a maneira que eu gosto de te deixar." Eu peguei o meu vestido e joguei para ele. Em seguida, eu fui até o armário onde eu tinha pendurado minhas coisas e encontrei outro vestido que caiu até acima de meus joelhos e tinha um decote mais elevado. Eu poderia usar minhas botas com este e ficaria bonita do mesmo jeito. Eu coloquei, e em seguida, virei para agarrar minhas botas. "Você está calçando botas? Aquelas botas?" Rush perguntou enquanto eu calcei um pé em uma delas. "Sim", eu respondi. Rush gemeu e sacudiu a cabeça. "Porra botas fazem um homem achar que você não veste nada, mas aquelas botas." "Rush. Você tem que parar. Você acha que todo mundo quer me ver nua. No caso de você não ter notado, eu tenho uma barriga que tem um bebezinho. Nenhum homem quer me vê nua... exceto você." As sobrancelhas de Rush ergueram-se.
  66. 66. "Você realmente acha isso, não é mesmo?" Rush soltou um suspiro derrotado. "É isso uma das razões pelas quais você está tão incrivelmente irresistível. Venha cá, minha querida Blaire. Vamos jantar."
  67. 67. 69 Rush Com Blaire ao meu lado durante o jantar eu não seria capaz de me concentrar em Nan. Eu estava indo para proteger Blaire. Quando Nan tinha acordado de seu coma e ela descobriu sobre o bebê ela tinha ficado menos fria com Blaire. Então ela descobriu que Abe não era seu pai. Kiro era. Nan estava fora de controle desde então. Eu entendi seu desejo de ter um pai que a amasse. Eu odiava Abe Wynn por anos devido ao fato de a minha irmã estar tão chateada. Mas não tinha sido culpa de Abe. Minha mãe deveria ter sido honesta e a porra do Kiro devia ter se prontificado como meu pai e ter feito alguma coisa. Blaire apertou minha mão com força assim que entramos na sala de jantar. Olhei para a sala e fiquei aliviado, pois Nan não estava aqui ainda. Eu queria ter Blaire sentada e relaxada antes de minha irmã aparecesse. "Você exigiu que esta família se reunie e vêm tarde," Kiro balbuciou e se recostou na cadeira e levou à vista para Blaire. Eu estava começando a odiar o homem. Por várias razões. "Nan ainda não está aqui. Nós não estamos atrasados", eu respondi e caminhei com Blaire para o outro lado da mesa e sentei ao lado de Dean, e peguei uma cadeira do outro lado dela. "Ele está em sua rara forma. Começou a bater o rum cedo", Dean explicou para Blaire. O olhar de desculpas no rosto do meu pai lembrou-me que ele não era tão cruel como seu amigo. Eu já sabia disso. Ele não tinha me ignorado. Mas, então, Kiro não havia ignorado Harlow também. No entanto, eu me perguntava se ela queria ter
  68. 68. tido sua mãe e não ter sido tirada dela. Kiro só forneceu o dinheiro. Sua avó tinha criado. Ele apenas apareceu com pôneis e promessas que nunca manteve. "Eu estou apenas sendo eu" Kiro falou para fora de sua extremidade da longa mesa. "Você está mantendo essa linda menina longe de mim, não é?" Kiro disse com uma risada. "Eu estou apenas olhando, rapaz. Não é como se eu fosse tocá-la. Ela está carregando seu filho. Eu fico longe de grávidas. Eu não quero mais filhos atribuídos a mim." Blaire ficou tensa ao meu lado e eu descansei minha mão em sua perna. Isso não era algo que deveria perturbá-la. Foi uma coisa boa. Mesmo se eu quisesse que ele parasse de olhar para ela. "Papai, deixe Rush e Blaire sozinhos. Sua provocação só faz com que todos fiquem desconfortáveis", disse Harlow. Ela estava sentada calmamente à esquerda de Kiro. Ela raramente falava, e eu não estava acostumado com sua voz suave. Isto ainda me surpreendia que aquele homem tivesse produzido ela. Ela não nada parecida com Kiro. Ela também foi à única pessoa que poderia fazer Kiro acalmar-se. Sua voz parecia alivia-lo. "Tudo bem, querida. Eu não quero estragar o seu jantar. Eu estava apenas brincando." "Não estava brincando", ela respondeu com um jeito suave. Blaire abaixou a cabeça ao meu lado. "Eu gosto dela", ela sussurrou tão baixinho que quase não tinha a ouvido falar. Eu sorri. Eu não estava errado sobre Harlow se Blaire gostava dela. Ela era realmente uma garota legal. Nan que produzia o inferno. Um barulho alto de saltos batendo no chão de mármore que leva à sala de jantar. Eu fiquei tenso e me preparei para Nan. Ela mergulhou na sala vestindo um short gelo azul, macio parecendo um vestido e um salto alto fino, e em seu longo cabelo vermelho, que foi puxado para cima de sua cabeça com cachos caindo levemente em volta de seu rosto. Ela tinha a certeza que ela estava bem para isso. Essa era Nan. Eu vi em seus olhos que ela tinha lançado em todos na mesa um olhar altivo.
  69. 69. 71 O brilho em seus olhos irritados quando notou Blaire não era nada comparado com o olhar de ódio que ela atirou em Harlow. Esperei para ver se ela ia dizer algo que eu precisasse acabar com tudo ali. Harlow manteve seu olhar para baixo e ela continuava a brincar com o guardanapo no colo. A tensão na sala era enorme e eu odiava que Nan achava que ela tinha que fazer isso para chamar a atenção. "Sente-se menina e pare de ficar rosnando. Queremos comer", Kiro disse levianamente, e os olhos de Nan brilharam com raiva. Ela olhou para o outro assento ao lado de Kiro e, em seguida, passou-o para sentar-se no outro lado de Dean. A menina em si ainda estava com medo de rejeição. Ela sabia que meu pai não iria rejeitá-la. "Eu não sabia que você tinha trazido ela", Nan exclamou. Blaire estava tão tensa ao meu lado eu queria puxá-la contra mim até que ela relaxasse. "É claro que eu a trouxe. Ela vai para onde eu vou." Nan revirou os olhos. "Eu sinto falta do velho Rush." "Eu não", eu respondi. "Este é um assunto de família. Você acha que pode lidar com apenas alguns momentos longe dele ou você está pensando em incomodá-lo pelo resto de sua vida?" A dor de Nan estava se transformando em amargura rapidamente. Ela não ia ocupar-se de Blaire, no entanto inclinei-me sobre a mesa e a olhei bem firme. "Nunca mais fale com ela desse jeito. Se ela não tivesse concordado em vir comigo, eu não teria vindo. Não subestime sua importância. Ela está comigo. Respeite isso." Nan ouriçou- se e recostou-se na cadeira. Eu odiava falar com ela assim, quando eu sabia que ela estava sofrendo. Mas Blaire vem primeiro. Sempre. "Eu estou morrendo de fome. Onde está a maldita comida?" Kiro gritou em voz alta. Duas mulheres em seus vinte e poucos anos vieram correndo com bandejas. Normalmente não havia garçons para servir as refeições por aqui.

×