Folhetim do Estudante Digital núm. IX

455 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
455
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Folhetim do Estudante Digital núm. IX

  1. 1. Folhetimdo estudanteNum IX2ª quinzena - setembro/2012 NOTÍCIAS DO INTERCÂMBIO Me divertí mucho viendo a los chicos hablar yFolhetim do estudante é uma presentarse con tanta fluidez,publicação de cunho cultural eeducacional com artigos e textos y ganas de participar, se losexclusivos de Professores, alunos vio muy enganchados con lae membros da comunidade da dinámica de la clase, esto sin“E.E. Miguel Maluhy”. dudas les abrirá grandesAcesse o BLOG do folhetim puertas para un prosperohttp://folhetimdoestudante.blogspot.com.br futuro. Mis felicitaciones a estos jovencillos, también aSugestões e textos para:vogvirtual@gmail.com la gente de BibliASPA por Um “viva” aos alunos este programa de participantes popularización de la lengua yVariedades “Alunos do cultura árabe. Assalaam ´Aleikum!! Y una mención MUYMaluhy participam deevento na EMEF Ileusa ESPECIAL al profesor de Mi nombre es Agustín Dib, historia de estos jóvenes, el“Diálogos com o Sagrado” soy profesor de idioma árabepág.2 señor Valter Gomes y al en Buenos Aires, Argentina. profesor y Director deDebate “A importância da La semana del 3 al 9 de BibliASPA Paulo Farah porLeitura na formação dos septiembre tuve el gusto de esta grandiosa iniciativa!!!jovens” pág. 2 e 3 visitar el gigantesco Estado Me pareció muy entretenida de Sao Paolo, y me lleve una la clase de Ibrahim y muyResenha “Sarau do Binho e agradable y alegre sorpresa copados los alumnos!!a obra Literária de Jorge cuando tuve la oportunidad Sigan Así!Amado adaptada ao de presenciar por la mañanacinema “ pág. 4 e 5 del día jueves, una clase de idioma árabe que el profesorNotícias Quentinhas marroquí Ibrahim dirigió“Comparativo do IDEB hacia sus alumnos enaponta necessidades de colaboración del eminentemelhoria do Maluhy” pág.7 profesor Muhammad Eissa (Universidad de Chicago). Saludos cordiales desde Munro, Buenos Aires, Argentina. Prof. Agustín Dib 1
  2. 2. folhetim do estudante setembro/2012 encontrando com os alunos da OFICINAS DE debate EMEF ILEUSA. Um grande momento pedagógico. LEITURA A iniciativa de ter levado o Sheik Jihad para fazer uma visita e uma comunicação em uma Literatura escola pública para alunos do Poesia ensino fundamental foi uma forma esplêndida de acabar com o Sarau preconceito que a mídia e a sociedade constroem na mente das È lendo que se cresce! pessoas desde a infância. O preconceito começa a ser implantado na mente das “Vocês precisam ler !” – diz o crianças enquanto ainda estão se professor desenvolvendo, ou seja, é O que será que o aluno entende difundida a ideia de que os pelo que seja ler ? muçulmanos são pessoas ruins e “Ler não é traduzir o código elas vão manter isso e formar um secreto da escrita ? Então, se conceito pobre, porém se o consigo traduzir todas as formas contrário é feito , nenhum meio de de palavras, se já aprendi a ler, DIÁLOGOS COM O comunicação ou a sociedade será porque devo continuar oSAGRADO, a experiência de fé capaz de causar alguma influência treinamento de leitura ?” – pensa no humanismo e na tolerância sobre essa perspectiva de visão o aluno. religiosa humanista. Assim, quando seu professor disser que você precisa Diálogos com o ler ele está na realidade dizendo Sagrado que você precisa descobrir na literatura o mundo maravilhoso que existe à espera de poder ser explorado. Literatura ? O que é isso ? – perguntaria o aluno Literatura é o nome dado ao conjunto da produção universal de textos dos mais variados A Visita do Sheik de certa autores. Existe a literatura forma foi fundamental para que científica, técnica e a literatura no futuro as crianças estejam se que compreende as obras de arte, O Projeto pedagógico isto é, dos livros escritos pelos desenvolvendo e não tenham umDIALOGOS COM O SAGRADO autores doe romances, contos, conceito errôneo dessapromoveu evento em que recebeu crônicas, poesias. Todo livro é comunidade. Suas explicaçõeso Sheik JIHAD HASSAM e sempre uma fotografia da época foram de suma importância para aalunos do ensino médio noturno em que seu autor viveu e expressa formação do caráter humanista eda EE MIGUEL MALUHY, sempre uma parte do próprio de respeito á diversidade para asestudantes de árabe em autor. Assim, a literatura é crianças que participaram dointercâmbio na BIBLIASPA, que também um meio de conhecer encontro e escutaram seuscompareceram para assistirem a pessoas, países, épocas. ensinamentos.palestra do sheik e para Ler um livro é de certainteragirem em árabe com o sheik. forma viajar no tempo. Encontrar Um grande momento da o mundo descrito pelo autor queeducação pública, a irmandadedos alunos da zona sul se Romário Oliveira – 2ºF 2
  3. 3. folhetim do estudante setembro/2012nos permite exercitar a pegava um brinquedo, um objeto, bem...você estava trabalhando suaimaginação. e fazia de conta que era uma imaginação, alimentando seu Você se lembra de quando arma, ferramenta, peça...sabe-se lá cérebro com fantasias, com coisasera menor ? Lembra de quando o que mais...lembra ? Pois irreais para o mundo mas queexistiam dentro de sua cabeça – obra densa. Nesses livros breves a Sabendo como pensa uma,chegando mesmo a sonhar com narrativa quase não envolve a saberemos o que pensam aselas. Você crescia por dentro, descrição em detalhes de cenas demais. O elemento diferenciadorsilenciosamente, preparando seu que estimulem nossa imaginação. entre cada um de nós é a riquezacérebro, exercitando seus Daí talvez não termos conseguido interior que temos e que podemosneurônios para a carga de oferecer aos alunos o gosto de mostrar. Para tanto, primeiroinformações que durante o resto “passear” pelo universo mágico teremos que construir em nósda vida teriam que receber e da fantasia. mesmos essa riqueza. Depoistrabalhar. Quando jovens todos poderemos mostrá-la. A leitura é Ler um livro de poesias, queremos ser famosos, ou uma das maneiras que temos dede contos ou um romance é além queremos resolver graves nos fazermos diferentes e sendode tudo uma forma de lazer, isto problemas do mundo e com isso de nossa livre escolha, tenderá aé, uma oportunidade de desligar alimentamos grandes esperanças. ser no futuro, o caminho parada realidade por um período e Quantos não quererão ser grandes deixarmos de ser como todos e“ficar conversando consigo escritores, ganhar muito dinheiro essa diferença poderá ser amesmo” como se falasse com o escrevendo novelas para a fronteira que precisaremosescritor, pondo-se no lugar dele, televisão, por exemplo? Muitos atravessar para obtermos sucesso.querendo ter sido você o autor talvez queiram, mas apenas uns Daí porque será preciso ler.daquelas idéias ou de ter vivido poucos poderão conseguir. Paraaquelas aventuras. Além disso, ao escrever bem é preciso bem ler. É Leia... é lendo que se cresce !visitarmos a imaginação dos preciso aprender com os outrosoutros estamos sempre ampliando autores como eles constroem seus Prof. Eduardo Berardi Junior,nosso arquivo de coisas personagens, como montam as diretor da E. E. Mary Moraes,conhecidas e com base nelas tramas, o enredo. Bons poetas ex-diretor do M. Maluhy e ex-podemos criar novas formas de aprenderam com os que antes dirigente de educação naexpressar nossas idéias. É desse escreveram poemas, captando- Diretoria do Taboão da Serramodo que recebemos influências e lhes o estilo, tomando para si umque também a transmitirmos. tipo de construção de rima, de Além do mais, quanto versos, a maneira como formammais investigamos o uma imagem.comportamento dos personagens – Para a maioria dascomo ocorre com as novelas de profissões de maior valorizaçãotelevisão – mais questionamos as no mercado de trabalho éverdades em que acreditávamos fundamental escrever bem.como fruto das observações feitas Quanto melhor escreverem,sobre o mundo, com a maior maiores serão as chances de sesegurança para emitirmos darem bem na vida. Quanto maisopiniões. Afinal, uma idéia que puderem ler, melhor se tornarápor acaso tivemos, quando a sua bagagem interior, facilitando “Enquanto existirencontramos descrita num livro, sua comunicação com os outros,podemos defendê-la melhor, ou inclusive por meio da escrita. alguém que acreditamesmo nega-la conforme sejam No mundo de hoje em que que a educação éos argumentos do autor. prevalece a comunicação da Normalmente nas escolas imagem no vídeo, as pessoas transformadora...oferecemos para leitura livros tendem a falar todas as mesmas Pronto, ai existe uminfantis desejando com isso quenossos alunos aprendam a gostar coisas, parecendo ser todas iguais, o que se chama de comportamento professor...”de ler sem desanimarem com uma de massa. 3
  4. 4. folhetim do estudante setembro/2012 ambientes para dialogar com as briu a poesia, adulto, no Sarau do pessoas sobre poesia e a cultura da Binho. OPINIÃO periferia. Já realizamos saraus em A projeção do filme muitas turmas e classes diferentes, CURTA SARAUS, um importante por exemplo, todas as oitavas documentário que registra todas as CURTA SARAUS séries do vespertino, tiveram a comunidades da periferia que tem oportunidade de participarem do realizado saraus como umaSarau.sm.Festa com muitos sarau no ambiente da sala de aula, experiência cultural, de vivênciadivertimentos, realizada à noite. O assim como todos os primeiros comunitária e resistência social a oclube convida os associados para anos do curso noturno. abandono cruel que vivem aso sarau do fim de semana .Sa.rau A experiência de vivenciar comunidades da Zona Sul. OsFonte: Geraldo Matos, dicionário Jr. e partilhar um sarau permite que a escritos que se seguem foram escola adquira inúmeros ganhos elaborados pelos alunos do O sarau tem uma presença pedagógicos. A maneira como são noturno, sensibilizados e tocadosadmirável na história da cultura apresentados os poemas e canções pelo encanto da poesia,brasileira, notadamente a carioca. tem a finalidade de atingir descobriram que podem adquirirDurante o Império e a República, a diretamente a sensibilidade de um uma nova consciência cultural ecidade do Rio de Janeiro vivia em jovem que não conseguiu social e assim se transformaremdois universos distintos, as elites desenvolver uma experiência como pessoas, em estudantes queeconômicas, os políticos, sensível e vibrante com a poesia e buscam sim uma realizaçãoescritores, admiravam a poesia, a a literatura. Em um entardecer do individual e social, estudantes queliteratura e a música, hábito primeiro semestre o grupo do empunharam uma caneta eherdado dos salões europeus, Binho, distribuiu entre os alunos, escreverem sobre suas descobertasfranceses com que os cariocas mais de trezentos volumes de e emoções com a equipe do Saraufaziam de tudo para se parecerem. livros de literatura. Realizamos a do Binho. Ao descobrirem que oA elite manteve a tradição de ter visita a biblioteca do bairro Marcos sarau tem tudo a ver com o livrouma boa casa, onde não podia Rey, com a finalidade de permitir escolhido para o TCS (trabalho defaltar o piano na sala para a filha ao aluno vivenciar uma conclusão semestral) Os capitãestocar nos saraus. No centro velho experiência cultural em um da Areia de Jorge Amado, aoda mesma cidade, os ex-escravos equipamento público comunitário, verem o filme, eles adquiriram umse reuniam, em casarões antigos onde ele pode aprender a descobrir repertório cultural, passoque se tornaram cortiços, uma que temos sim, ambientes fundamental para a mudança dehabitação coletiva e foi ali, num silenciosos para o estudo paciente, relações na escola e com a vida.desses cortiços, vivia uma ex- a humildade na busca e a ousadiaescrava baiana, Tia Ciata, que na descoberta. “ A PERIFERIA NOS UNE PELOrealizava rodas de sambas, jongo e O Sarau que foi realizado AMOR, PELA DOR, PELA COR.partido alto a verdadeira raiz da com as turmas dos primeiros anos DOS BECOS E VIELAS HÁ UMcultura do povo brasileiro. Esse do noturno adquiriu contornos DEVIR QUE GRITA CONTRA Operíodo delicioso pode ser inesperados. Entre mais de cem SILÊNCIO QUE NOS PUNE. EISdescoberto com grande encanto em jovens, nenhum tinha participado QUE SURGE DAS LADEIRASlivros como Memórias de um de um sarau, ouvido uma poesia UM POVO LINDO ESargento de Milícias, O Cortiço de diferente que falasse da vida da INTELIGENTE GALOPANDOAluísio de Azevedo e Dom periferia e das dificuldades CONTRA O PASSADO. ACasmurro de Machado de Assis. também vivenciadas pelos FAVOR DE UM FUTURO A EE. MIGUEL MALUHY, integrantes da equipe do Binho, LIMPO PARA TODOS OStem recebido a equipe do SARAU como é o caso do cantor de rap BRASILEIROS” – Sérgio VazDO BINHO. Binho formou uma Paw que declarou aos alunos, queequipe de poetas, cantores, atrizes frequentava a escola unicamentee como uma verdadeira cavalaria para comer merenda e que desco-utópica, visita escolas e quaisquer Prof. Rubens Aparecido 4
  5. 5. folhetim do estudante setembro/2012 Deyse Pereira de Souza - 1º I sarau que eu apenas acho é RESENHAS simplicidade e o mais importante Ao assistir o filme “Curta Saraus” humildade. Sarau na sala de aula muitas coisas me surpreenderam, Tenho vontade de conhecer melhor, chamou minha atenção como a dança mas espero a hora certa, mas apoio e do boi-bumbá e principalmente a acho legal, da parte deles, as pessoas união do povo do sarau. que lá estão não tratar com Hoje em dia a periferia é conhecida indiferença as pessoas, eu acho e fico como favela (lugar de gente pobre), muito brava é o jeito que as pessoas também tem visão de lugar de tratam o sarau. bandido, ladrão, traficante, etc... Fabiane Santos Moreira - 1ºK também mora gente certa. Na minha opinião, tudo é gente, é Hoje em dias há um grande tudo igual, nada muda sabe porque? preconceito em relação as nossas Por que a casa da favela é construída comunidades, pois muitas pessoas Sarau do Binho em aula com da mesma forma que é construída julgam a periferia sem ao menos alunos do Maluhy uma casa de bairro chique, casa de saber a diversidade do local luxo, um prédio. Nela tem teto, chão, Nelas encontramos crianças, jovensO sarau é muito legal e interessante. parede, é tudo normal. querendo ser, médicos, bombeiros eOs poemas, as músicas e as ideias do Na periferia mora o povo do amor, outras profissões para compor asarau são criativos, eles usam a da humildade, do respeito e da união. nossa sociedade. Porém encontramosimaginação e criam poemas lindos. O Uma coisa é dita traficantes e ladrões que infelizmenteSarau cresce mais e mais nas O rico tem dinheiro, mas não tem traz uma ilusão contraditória nacomunidades e qualquer pessoa pode amor. sociedade sobre nossas periferia, nasparticipar, eles só querem melhorar o O rico tem dinheiro, mas não é feliz. pessoas trabalhadoras, demonstramambiente, a forma em que as pessoas O rico tem dinheiro, mas não é que nesses locais há muito a nospensam, curtem os raciocínios, humilde. oferecer em termos de cultura emelhoram. Eles só querem ajudar. O rico tem dinheiro , mas não tem aprendizagem.Jhanaína Dantas da Silva - 1º H paz. Assim como todos os lugares, as Já o pobre é bem diferente dos ricos, periferias também tem problemas,Bom, eu achei o filme bom e muito o pobre tem amor, é feliz, tem paz, nós devemos encarar que sendo lá oulegal, eu gostei muito, gostei também vive em união, é batalhador e uma cá, os dois lugares: favela ou classeda parte que eles foram em favelas coisa, e uma coisa não pode faltar, tem muito a nos ensinar.para ajudar os povos, dos povos que humildade. Mesmo as pessoas que criticam asantes de conhecer o Sarau, cantavam O dinheiro não é tudo na vida, com comunidades convivem diariamenterap mas não sabiam o que significava ele conseguimos o necessário para que moram na periferia.isso e achei isso muito legal. Depois sobreviver. Vinícius Araujo - 1ºKcomeçaram O Sarau, cantando rap, Rafaela dos Santos - 1ºIatravés de poesias e rimas. O sarau ajuda a divulgar as belezas Acho que o que eles fizeram O sarau é um grande estilo das da cultura da periferia que nemé uma coisa e tanto, gostei muito pessoas suas cultura, sem ter medo sempre é reconhecida pela sociedadeprincipalmente das poesias, as do preconceito das pessoas do alheia.musicas, legal isso incentiva muito mundo, ele ajuda a esquecer Artistas, músicos e poetas queas pessoas a seguirem seus sonhos, problemas, fala sobre problemas, ele residem em bairros periféricos defoi muito legal que eles darem um ajuda a reconhecer o medo, enfrentar São Paulo se agrupam nos saraus quepouquinho do seu tempo um a vida de jeito livre. É muito legal, é estão espalhados pela cidade.pouquinho do seu tempo para ouvir jovem, mas algumas pessoas da Muitas vezes grandes talentos daos alunos que queriam cantar, o população. As palavras nos poemas periferia não são reconhecidossarau pelo que eu vi continua nas fazem muito sentido, muita música, apenas pelo preconceito, como é operiferias de São Paulo, quem dera muito rap, muito, muito! caso de um cantor de rap que malse fosse em todos os lugares de São Gosto das palavras que as vezes interpretado e sofre preconceitos, oPaulo iria incentivar a molecada. fazem senti as vezes não, do estilo grafite também é reconhecido como Teve um poema que era pros simples de se vestir, o mais legal do arte por ter origem periférica éhomens mas as mulheres gostaram e sarau são as pessoas humildes de se tratado com ato marginal.principalmente eu, achei que foi falar, sem limites nenhum na hora de Felipe S. Soares - 1ºKdemais, gostei. se expressar! O único sentido no 5
  6. 6. folhetim do estudante setembro/2012 bordel que ele costumava que era conservadora e vivia de RESENHAS frequentar, Quincas não apareceu, aparências. foi para seu quartinho e lá se Quincas morreu, o que A morte e a morte de Quincas “afogou” na cachaça, estaria para seus amigos foi terrível para Berro D´água morte para todos os efeitos. Sua a família foi um alívio já que filha que não convivia com ele assim não precisariam ver o nome ficou chocada ao saber da morte da família sendo jogado no lixo. do pai, preparou o velório e Quincas recebeu o apelido expulsou os “intrusos”, para ela, de Berro D´água porque um dia que queria ver o defunto; tentaram depois de entornar um copo de até expulsar os amigos de cachaça gritou por água depois de Bom, para falar a verdade Quincas, mas eles insistiram e muitos anos sem bebê-la. Quandose me perguntarem o nome do ficaram velando o falecido. Vanda seus amigos fiéis ficaram sabendodiretor, créditos, nomes dos e os demais parentes foram para de sua morte entraram ematores, tempo de filme, não casa, enquanto o corpo ficou ali completo luto e foram ao encontrosaberei lhes dizer, mas como com os verdadeiros amigos e na do corpo do falecido, apóssempre, quando escrevo, vou mente deles ele não tinha morrido, roubarem o corpo por nãoabordar o que me vem a cabeça e então saíram com o corpo pelas considerarem que ele estavaexpressar minhas ideias. ruas e fizeram várias trapalhadas, morto, o levaram para farra, para Eu estava ansiosa para ver a família do morto deu parte na comemorar seu aniversário,o filme, para saber se era de fato polícia como se o corpo do enquanto a filha de Quincas, na“igualzinho” ao livro e percebi defunto tivesse sido roubado. busca do corpo do pai descobriu eque tem sim suas diferenças, por Quincas estava morto mas para entendeu o verdadeiro sentido daexemplo, logo no início do filme ele não poderia haver morte vida, compreendendo a vidavocê já se entende com a melhor. desregrada do pai.linguagem que, digamos, é muito Ao final todos ficaram O filme retrata a culturafacilmente entendida pelo público felizes. Quincas teve uma de suas religiosa também e mostra quejovem pois contém palavras que mortes como queria, jogado ou nem sempre a religião quenós usamos e entendemos, já no caído no mar, Vanda (sua filha) servimos é a religião quelivro existem aqueles diálogos encontrou um meio de felicidade, merecemos. Mostra também omais consistente, sensato e o marido dela também, os amigos valor da amizade, com tantacorreto, porém mais difícil, de Quincas fizeram, mesmo sem reviravolta com o corpo detodavia, em minha opinião curti querer, a vontade do amigo e Quincas a alma dele percebe quemuito tanto o livro quanto o filme. ficaram felizes. ele divertiu-se mais morto do que Quincas era um cidadão Muito boa a obra de Jorge vivo e mostra que ele deveria tercorreto, pai de família e Amado!!! aproveitado mais já que a vida étrabalhador, mas estava cansado uma só.da sua vidinha pacata, então um O corpo de Quincasdia , enraivecido, muda sua vida, perdeu-se no mar, onde ele sempre quis viver enquanto vivo.não para melhor, ao contrário, Thaynara Oliveira – 2ºGmas em busca da felicidade, fez Ele caiu do barco em meio auma nova família composta por bagunça e a festança de seus O filme retrata a vida deamigos e uma nova companheira; amigos e fiéis companheiros. Joaquim Soares da Cunha,ele era o rei dos mendigos de Amanda Pereira – 2ºG homem que era orgulho de suasalvador, se metia em encrencas e ___________________________ família antes dos dez anos queajudava aos outros também; por Resenhas do filme “A morte e a antecederam sua morte. Quincasesses desvios há algum tempo não morte de Quincas Berro foi em busca de sua felicidade ese sentia bem com sua saúde e em d´água” adaptação da obra de resolveu levar uma vida depleno dia de seu aniversário, Jorge Amado vadiagem, de má fama e noquando seus amigos tinham Direção: Sérgio Machado alcoolismo, momento no qual sepreparado uma festa surpresa no Brasil -2010 torna o desgosto de sua família 6
  7. 7. folhetim do estudante setembro/2012 NOTÍCIAS QUENTINHAS BA relacionada ao fluxo que Mignoni e a E.E. Pres. Keneddy Índices do IDEB apontam apresentou fortes desvios além da EMEF Ileusa aparecem porcentuais nos anos de 2009 e com resultados melhores que os os desafios do MALUHY nossos porém não tão distantes 2011. Um dado importante a ser assim. Entendemos que devemos Recentemente foram melhorar e muito as nossas ações analisado é que as médias dedivulgados nacionalmente os para que nossos alunos possam desempenho dos alunos apontamresultados das escolas brasileiras atingir, cada vez mais, melhores e um melhor rendimento emna avaliação de desempenho dos significativos resultados em matemática se comparado aoalunos na educação básica em processos avaliativos externos e, rendimento em língua portuguesanível nacional e refletindo as para isso, urge a necessidade de um nas séries avaliadas conforme omédias obtidas por escolas tanto compromisso coletivo em buscar gráfico C abaixo, algo que não sedo âmbito privado quanto escolas essa escola de qualidade e confirma quando verificamos os eficiência que planejamos.públicas. resultados dos mesmos alunos no Fazendo uma análise dos SARESP que representa outroresultados podemos observar duas indicativo avaliativo das escolassituações significativas para em São Paulo.refletir sobre nossas práticascotidianas na escola e a formação Prof. Valter Gomesdos nossos estudantes. Éimportante ressaltar que a médiareflete não apenascompetências e habilidades dos as AGENDAalunos com relação a sua Cine-Pipoca: “RIO”, sala 17-suficiência ou não mas também o tarde, 20/09/2012índice de fluxo das escolas no quediz respeito á promoção, Sarau do BINHO na Bibliotecareprovação e evasão dos alunos C Marcos Rey –28/09/2012 das 14h ásdurante o ano letivo avaliado. Todavia gostaria de 18h Desde de 2007 quando o ressaltar o que observamos noMaluhy começou a ser avaliado gráfico A, onde verificamos umapor esse índice observamos uma posição destacada da nossa escola, mesmo com o resultado abaixo das DICASoscilação nos resultados obtidosalém do fato de não atingirmos as metas estabelecidas, em relação ás outras escolas que localizam-se no Participar: Aulas e Orientaçõesmetas propostas para nossa preparatórias para o ENEM e para perímetro urbano da nossa unidadeunidade escolar conforme o concursos vestibulares de São Paulo escolar. Podemos observar quegráfico B acima demonstra. Essa Sábados – manhã e tarde apenas a Escola de Aplicação da Informação e agenda Prof. Anaoscilação da média de USP bem como a E.E.Domingos Ritadesempenho está diretamente 7

×