Folhetim do Estudante Núm. XIII

262 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Folhetim do Estudante Núm. XIII

  1. 1. Folhetimdo estudanteNúm. XIII2ª quinzena - Novembro/2012 tem nada a ver com esses momento de conflitos, de guerra entre acontecimentos e inadvertidamente polícia e criminosos, ou mesmo da acabam sendo mortos. guerra na faixa de Gaza entre Israel e Folhetim do estudante é uma Na segunda imagem Palestina. publicação de cunho cultural e observamos os conflitos na Guerra da O que me parece ser uma farsa educacional com artigos e textos faixa de Gaza, onde os israelenses na medida em que polícia e bandidos exclusivos de Professores, alunos estão eliminando os palestinos. estão do mesmo lado matando pessoas e membros da comunidade da Enquanto os soldados israelenses são inocentes, desarmadas, da mesma “E.E. Miguel Maluhy”. atingidos em pequeno número o maneira que ocorre quando mísseis número de palestinos mortos é israelenses matam milhares de civis, Acesse o BLOG do folhetim incalculável dentre os quais muitas mulheres e crianças palestinas nessa http://folhetimdoestudante.blogspot.com.br mulheres e crianças. região de conflito, que lembra e muito as favelas de São Paulo. Sugestões e textos para: vogvirtual@gmail.com Rafaela dos Santos – 1ºI Júlia da Silva – 8ªD A Servidão e a violência Terra, trabalho e Na antiguidade tardia quem violência... tinha mais bens, mais terras, mais No mundo da antiguidade servos, mais escravos e faziam as suas tardia as pessoas trabalhavam a vida leis tinha mais poder e hoje em dia inteira, eram exploradas o tempo todo, ainda vivemos assim. mas não recebiam comida e nenhum Sem percebermos e como os tipo de ajuda de seus senhores, o que viviam da mesma maneira no objetivo principal era manter seu passado, vivemos confinados nas sustento, não recebiam dinheiro, favelas já que nós moradores de tinham apenas um pedaço de terra que favelas somos confinados por pessoas servia de moradia para quem não tinha que tem mais poder, dinheiro e estudos nada, todo trabalho, toda a exploração que nós que vivemos nessa dura e todo o sofrimento era em troca desse servidão moderna. pedaço de terra, recebiam também a Hoje estamos presenciando segurança do dono da terra, nada iria coisas do passado que muitos dizem lhes acontecer enquanto trabalhassem e ser uma guerra, um tentando ser se mantivessem obedientes ao seu melhor e maior que o outro e o senhor e proprietário dessas terras. Era resultado é a morte de pessoas uma espécie de confinamento inocentes que simplesmente não tem consentido e sofriam a violência das como se defender desses ataques,Charges: Carlos Latuff guerras entre os senhores, o que na pessoas que vivem agrupadas, mas maioria das vezes causava a morte de mesmo assim ainda são poucas para A “faixa de Gaza” em São milhares desses cidadãos camponeses mudar essa situação, pois o exército do vítimas dessas lutas por poder e posses. adversário é maior e tem mais poder Paulo e a Gaza original que nós que somos favelados e não Hoje em dia é um pouco diferente, as pessoas trabalham, mas sabemos agir diante de tanta violência. A primeira imagem mostra o Na Guerra entre Israel e recebem seu sustento, tem suas possesque está acontecendo hoje, polícia Palestinos sempre os oprimidos saem em seus nomes, são explorados, mascontra bandido, bandido contra polícia perdendo, assim como nós os fracos e são recompensados com seus pequenose polícia contra a comunidade. pequenos que não têm vez nessa ganhos. Hoje o Brasil está sociedade onde só os mais fortes e Ao observar as imagens,praticamente em guerra por causa poderosos tem perspectivas sociais e notamos que pessoas inocentes, comodesses acontecimentos nas assim quanto maior a violência mais os camponeses que citei, continuamcomunidades periféricas, de um sair violência vai surgir. morrendo nas mãos de policiais oumatando outro e quem acaba sofrendo forças militares que deveriam estaras consequências é o cidadão que não protegendo e não matando nesse Karina Pereira – 1ºI 1
  2. 2. folhetim do estudante novembro/2012 contra esse sistema de merda que debate muitos ainda hoje defendem um sistema de preguiçosos sanguinários, pois o caminho mais fácil realmente é mandar para vala, e fazer com que PROVOCAÇÕES aquela vida vire apenas estatística em um gráfico que fala sobre criminalidade, (mesmo se a pessoa que foi assassinada nunca fez parte do crime) e negam o caminho mais difícil que é dar um livro, educar e ensinar o que muitos querem morto a pensar diferente e correr atrás dos seus direitos. Nunca falei bem de bandido, apenas quero que sejamCharge: Carlos Latuff “Movimento Mães de Maio respeitadas as leis que estão na Diversidade e Intolerânciacontra a violência que assombra a periferia” constituição desse país, não quero A guerra em SAMPA passar como moralista, de esquerda O Ser humano é uma coisa ou de direita que ambos se complexa! As massas são feitas de Depois me chamam de louco explodam com seus egos gritantes, idiotas facilmente manipuláveissem noção de realidade quando só quero que as pessoas que gritam além de serem egoístas por natureza.critico uma policia onde os “VIVA O CHOQUE”, “VIVA A Essas massas são formadaspensamentos dela e de seus ROTA” e também “VIVA O por egocêntricos que avaliam a vida,admiradores é que bandido CRIME” gritem “VIVA A o universo, a sociedade e tudo mais(vagabundo) tem que ser enforcado EDUCAÇÃO”, que em nosso país é por intermédio de seus pontos deem praça publica. Até que ponto uma merda, pelo menos a educação vista, de uma perspectiva que foiregrediremos sociedade? Que tal que é dada as pessoas de baixa implantada em suas mentes.levantarem os seus traseiros de suas renda. Ninguém odeia gay porquepoltronas confortáveis, desligarem A paz se faz com paz. Toda nasceu odiando, odeiam porquesuas televisões e pararem de dar violência gera violência da outra alguém lhes disse para odiar.audiência para novelas, e se parte. E quero deixar claro tudo isso, Não faz diferença se fazemosmanifestarem em grande quantidade eu não defendo bandido nem sou parte dessa sociedade tãopor melhor educação para os contra a polícia que, como falei “evoluída”, se a população é comocidadãos brasileiros, pois só assim anteriormente, acho muito aquela da Idade média, quando avocês realmente estarão fazendo importante o trabalho dessa força de igreja queimava vivosalgo contra a criminalidade, só com segurança, só que o trabalho dela, a esquizofrênicos por enxergaremeducação pode-se combater o crime, meu ver, é Servir e Proteger, quem neles pessoas que praticavam magiae não com violência e desrespeito deve julgar é o juiz, e a pena de negra e eram possuídas poraos direitos humanos. Entretanto, morte não é uma condenação. demônios.infelizmente os brasileiros querem a Discordo que bandido bom é Diversidade, isso já sugeremorte de quem rouba um celular, e bandido morto, acho que bandido pessoas e culturas diferentes. Alguémnegligencia que o governo com bom é aquele que está preso e nesse já disse que o homem tem medo do queajuda da mídia que nós sustentamos momento é reeducado e reintegrado ele não conhece e eu já digo que oé quem mais rouba nesse país. Está na sociedade de maneira digna para homem idiota odeia o que não conhece.na hora de acordar e ver quem que tenha oportunidades quando sair A sociedade só será evoluída orealmente gera a violência nesse suficiente para que não ocorram da prisão e não volte para o crime.PAÍS. discriminações, racismo e intolerância quando os idiotas deixarem de existir. Não estou defendendobandidos, estou apenas defendendoa educação de qualidade para osbrasileiros, também não sou contra a Brito Neto – 3ºFPM (Preparada para Matar) sou _____________________________ Flávio Franco – 1ºJ 2
  3. 3. folhetim do estudante novembro/2012 não somos da mesma nação? Afinal Devo usar como base para meu VARIEDADES não somos todos humanos? exemplo um estudo realizado pela A intolerância começa em organização Divers for Sharks, que casa, a partir do momento em que o protege os tubarões, onde nos filho se espelha nos pais, ou seja, a explicaram as ações humanas, ignorância passa de geração em certamente sempre visando lucros geração. Se não começa em casa que foram, ou melhor, são começa na escola. Um ambiente que prejudiciais à esses animais deveria fazer o papel de formadora marinhos. Nos explicaram como é parcial do caráter dos jovens acaba difícil a reprodução dos tubarões e fazendo ao contrário. Os primeiros quanto sua carne vale, pois por contatos com a violência causada incrível que pareça, o tráfico de pela intolerância estão nesses dois barbatanas de tubarões movimenta ambientes de formação. O pai mais dinheiro que o tráfico de drogas POVO x POVO espanca o filho por ser gay ou no mundo. Além disso vemos A diversidade está fortemente simplesmente o humilha e na escola claramente como a mídia impõe seusligada à sociedade, seja cultural, onde os colegas se atracam por serem valores, como ela influencia assexual, musical, etc. O fato é que diferentes e até mesmo alguns pessoas, como ela controla as pessoasconvivemos entre pessoas que muitas professores que utilizam a violência envolvendo-nos em suasvezes não tem nada parecido verbal. manifestações que mostram aconosco, o Brasil serve como um De certo sempre irá existir a agressividade desse animal através debom exemplo de diversidade, mas intolerância, fomos divididos, a filmes e documentários criando oisso não quer dizer que todos sociedade nos divide, só podemos esteriótipo da fera.convivem em harmonia, muito pelo tentar reduzir ao máximo a ignorância Embora existam conceitoscontrário. O que divide a raça humana para que exista um pouco de que nos sensibilizam a aprofundar ashumana está muito além do que paz no mundo, mas talvez seja um discussões sobre esse tema, como aapenas as fronteiras dos países, sonho distante a ser concretizado. bioética, que hoje nos permite umacontinentes, o que divide a proposição de que o homem e ohumanidade é a ignorância. animal são iguais, muitas pessoas, ou Todos nós temos algum tipo melhor, a maioria delas não apoiamde preconceito, não se pode negar Romário Teixeira – 2ºF esses conceitos, pois como foi dito noisso, precisamos buscar conhecer inicio o homem sempre quer estaraquilo que julgamos antes de ter a acima de qualquer espécie quenoção verdadeira sobre o assunto, compõe a natureza e não aceita serentretanto não funciona assim. A comparado a um animal, um serintolerância também está fortemente irracional.ligada à sociedade, o que é fogo no Talvez essa ignorância sejapavio para que as chamas da um dos principais entraves para que oviolência queimem. mesmo possa melhorar sua qualidade Falta de conhecimento? de vida e a sua relação com aTodos os dias algum negro sofre com natureza. Seus ataques constantes àa intolerância racial, alguém sofre natureza e suas riquezas acumuladaspela intolerância sexual, assim como refletem nitidamente a ideia de bem DIVERS FOR SHARKScultural, algum muçulmano sofre estar social e a sua pequenapreconceito e todos por razões que consciência ambiental. Atualmente analiso diversasnão tem fundamento. È certo que há ainda dois ações do homem e, quase sempre, me Esse ódio sem fundamento só monstros maiores que os próprios pergunto, por que? Como?cria mais ódio, todas as diversidades animais, a indiferença e a ignorância Pois bem, essas perguntas sãojá sofreram algum tipo de violência, que o homem, um animal racional, frequentes quando tratamos da vidaseja verbal, seja corporal e muitas insiste em cultivar. em sociedade, embora sejamosvezes a pior violência, a psicológica. civilizados devemos reconhecer queAté mesmo os irmãos de pátria se muitas de nossas ações sãoatacam perante a intolerância, os primitivas, cruéis aos olhos dos maispaulistas insultam os cariocas e os Caio Nunes – 2ºE sensíveis, ou seja, dos humanistas.cariocas retribuem o ódio, mas afinal, 3
  4. 4. folhetim do estudante novembro/2012 a posse de um determinado local de membro do PCC ou seu líder, agora Artigo maneira que consiga manter as suas mira toda a sociedade confinada nos riquezas através dessa posse. guetos, pois é lá onde se cria esta ESPECIAL Pois é, se fosse somente isso me sentiria aliviado, porque se sociedade de oposição, vulgos marginais. pensarmos melhor, quem será que quer Pois bem...agora pensemos manter suas posses? Pois é, ninguém. juntos, comparando as ideias que Ai é que está a principal fonte de apresento pressinto uma mesma ambição do homem, a ganância. Sua finalidade , ou seja, mais uma obsessão por expandir suas riquezas, sociedade desfeita pela violência, mais suas terras, seus territórios, gera mais uma sociedade literalmente morta, violência. Sim, sim analisemos destruída pela violência, tudo isso pelo novamente os fatos. Na atualidade poder ou simplesmente por um vivemos algo bastante semelhante em punhado a mais de terra a ser decorrência dos conflitos de poder no controlada. mundo. A Faixa de Gaza, território localizado entre a nação de Israel e o território da Palestina é um exemplo Caio Nunes – 2ºE VIOLÊNCIA disso. Ao invadirem um pequena parte Certamente a violência sempre de Israel os palestinos causaram umfoi a principal arma de dominação. grande conflito com o governo de Israel. Embora seja em vão todo AGENDADesde os tempos mais remotos, tal atode agressão á uma pessoa ou à esforço dos palestinos, pois os Entrevistas TCS – dias 22/23/26 esociedade sempre foi uma válvula de soldados de Israel são extremamente 27/11controle, que por incrível que pareça equipados e treinados pelos norte-tinha o intuito de diminuir os riscos de americanos, os palestinos vão á guerra SARESP 2012 – dias 27e 28/11uma possível revolução da sociedade com estilingues tentando reconquistar seu território. Como repreensão à essaque até então sempre é a vítima. O quequero dizer, sendo mais franco, é que ação os soldados israelenses matam DICASpara uma autoridade ou uma instituição não só o pequeno exército palestino,governamental utiliza a violência para mas também toda uma sociedade, umademonstrar “que deve ser respeitado”, população, um povo.impõe o medo, para não ver ou evitar Vimos isso nas imagens domaior violência, o que historicamente chargista Carlos Latuff que ilustram asempre demonstrou ser o caminho primeira página desse folhetim e queerrado. representam o que quero dizer. Não vamos muito longe, Devemos admitir que nesse sistema emquando pensamos e relembramos a que vivemos não se perdem apenashistória dos indígenas e depois os riquezas mas vidas também e a guerranegros africanos trazidos pelos navios é o melhor exemplo disso.negreiros; observamos como a Em outra charge a imagemviolência se dá como fórmula para se esclarece essas minhas considerações.obter não só esse “respeito” mas Um soldado da ROTA, polícia de elitetambém para obter as terras e de São Paulo, mirou as costas de um sóconsequentemente as riquezas membro da facção criminosa PCC. Ai Participar: Preparação e definição daadvindas dessa dominação, assim vemos um conflito direto, onde a formatura 2012 – alunos das 8ªs sériescomo foi no caso dos índios em polícia e os marginais estão do ensino fundamental e dos 3ºs anos envolvidos, sendo que a polícia está do ensino médio.meados dos séculos XV e XVI, ondeportugueses utilizando esses atos de atrás dos criminosos, o que dá a ideia Ler: “As Núpcias do Escorpião” comviolência conseguiram obter as de que a polícia está no controle da prefácio do Prof. Rubens Santosriquezas locais e a posse desses situação. Entretanto, na imagem, o Autor – Tico, Edição do autor, 2012territórios, antes terras indígenas. Pois membro do PCC mira as costas de Aguardar: Antologia Poética do Saraubem então pensemos; toda essa outro policial, o que entendi como um do BINHO, publicação produzida pelosistematização teve como real intuito a revide à primeira ação policial, em poeta BINHO com a colaboração dosbusca da riqueza econômica e de fato seguida vem o desfecho da imagem e autores/escritores que participaram dopara obter tais riquezas, o homem para mim a parte mais perigosa dessa Sarau nos últimos anos.mata, usa métodos violentos para obter interpretação, a polícia não mira só um ______________________________ 4

×