O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.
Breve análise de jogo
 Everton (vs Manchester City)  Jogo datado de 3 de Maio de 2014
 Análise a 9 de Maio de 2014
 Va...
Os médios apoiam bastante na saída de jogo, sempre com posse de bola de qualidade
Futebol: se queres manter a bola, desmarca-te e apoia o portador da bola, principalmente se queres progredir.
Não considero que isto seja pressionar alto, porque nem se fizeram à bola. O portador da bola, na imagem
Demichelis, sai a...
Três situações de 1x1, uma contenção com cobertura defensiva mais um jogador a ocupar o espaço em
frente aos defesas. Se a...
Mas isso não invalida que haja espírito de equipa entre os, que por acaso formam um coletivo forte nesse aspeto.
Desarme p...
Linhas de passe, coberturas ofensivas, mobilidade e amplitude. Um coletivo é bem mais forte quando os seus
processos tem p...
Se não há opções para o portador, precisamos criá-las. Comunicação é fundamental em todas as equipas.
Maismith, pede a bol...
Transição ofensiva do Man. City. A linha defensiva, deve ser linha de cobertura defensiva, e não de quem interage
sobre a ...
Tabelas são frequentes no meio-campo ofensivo. Este foi o lance do golo, e que golo de Barkley!!!
Se uma equipa quer ter a bola, precisa de ter linhas de passe. O próprio Lukaku, muito melhor de cabeça que com
os pés, de...
Situação do passe que antecede o golo. E é mesmo o que acontece na imagem. Por vezes, fechar linhas de passe
não chega, qu...
Linha defensiva deve ter a cobertura como função e não o desarme. Escolha péssima do defesa, a sair à bola, sem
ter cobert...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Breve análise ao everton

264 visualizações

Publicada em

Breve análise ao Everton

Publicada em: Esportes
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Breve análise ao everton

  1. 1. Breve análise de jogo  Everton (vs Manchester City)  Jogo datado de 3 de Maio de 2014  Análise a 9 de Maio de 2014  Valter Correia
  2. 2. Os médios apoiam bastante na saída de jogo, sempre com posse de bola de qualidade
  3. 3. Futebol: se queres manter a bola, desmarca-te e apoia o portador da bola, principalmente se queres progredir.
  4. 4. Não considero que isto seja pressionar alto, porque nem se fizeram à bola. O portador da bola, na imagem Demichelis, sai a jogar, e com um passe, ultrapassou 5 jogadores, que não recuperaram posições. O resultado está na imagem que seguinte
  5. 5. Três situações de 1x1, uma contenção com cobertura defensiva mais um jogador a ocupar o espaço em frente aos defesas. Se a transição defensiva não tiver qualidade, em organização defensiva é mais difícil ter sucesso.
  6. 6. Mas isso não invalida que haja espírito de equipa entre os, que por acaso formam um coletivo forte nesse aspeto. Desarme pelo jogador assinalado, sem que o seu colega estivesse ainda ultrapassado.
  7. 7. Linhas de passe, coberturas ofensivas, mobilidade e amplitude. Um coletivo é bem mais forte quando os seus processos tem princípios que lhes dão forma.
  8. 8. Se não há opções para o portador, precisamos criá-las. Comunicação é fundamental em todas as equipas. Maismith, pede a bola numa para onde se vai desmarcar. O passe é o elo de ligação entre dois jogadores, mas é na comunicação verbal ou sonora, que antecede o passe, onde está o segredo.
  9. 9. Transição ofensiva do Man. City. A linha defensiva, deve ser linha de cobertura defensiva, e não de quem interage sobre a bola. Criam-se espaços livres na linha defensiva com alguma frequência, apenas porque os defesas se soltam dessa linha para pressionar.
  10. 10. Tabelas são frequentes no meio-campo ofensivo. Este foi o lance do golo, e que golo de Barkley!!!
  11. 11. Se uma equipa quer ter a bola, precisa de ter linhas de passe. O próprio Lukaku, muito melhor de cabeça que com os pés, desmarca-se para receber. Não fica parado à espera do colega. No que diz respeito à posse de bola, esta equipa é fantástica.
  12. 12. Situação do passe que antecede o golo. E é mesmo o que acontece na imagem. Por vezes, fechar linhas de passe não chega, quando nem se levanta o pé para tentar intercetar. Um passe a rasgar a linha dos médios defensivos………
  13. 13. Linha defensiva deve ter a cobertura como função e não o desarme. Escolha péssima do defesa, a sair à bola, sem ter cobertura, obrigando Yaya Touré a soltar. Este, encontra-se com Aguero a desmarcar-se para o espaço de onde saiu o defesa, mesmo à sua frente, no seu angulo de visão. Com todo este espaço livre no meio-campo defensivo do Everton, o melhor que havia para o defesa fazer neste momento, é ser paciente e fechar o caminho para a baliza enquanto os colegas recuperavam posições. Uma sequência de duas más ações traduzidas num golo.

×