Silicone quimica

1.848 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.848
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
23
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Silicone quimica

  1. 1. E. E. B. PROFESSORA MARIA SOLANGE LOPES DE BORBA Cristian Silveira Scariot Dimitria Maciel Scandolara Elaine Bauer Alves Gabriela Maria Raupp Maciel Júlia Valim Bauer TRABALHO DE QUÍMICA- SILICONE Turma 402 I Prof. Deisy São João do Sul, 2013
  2. 2. INTRODUÇÃO Este trabalho tem como objetivo apresentar informações sobre os compostos químicos que chamamos de silicones, tal como o que são, sua cadeia básica, as principais características, suas aplicações praticas no dia a dia, e qual sua importância na sociedade nos dias de hoje.
  3. 3. SILICONE Frederick Kipping foi o químico inglês responsável pela primeira síntese e estudos aprofundados dos compostos hoje chamados de silicones. O termo silicone é o termo inglês para a classe de compostos químicos cujo nome correto em português é silicona, em função da sua semelhança da sua fórmula geral com as cetonas. Silicone é qualquer polímero químico, manufaturado na forma de fluido, resina ou elastômero (borracha sintética), cuja cadeia básica é formada de átomos alternados de silício e oxigênio, de modo análogo ao dos compostos orgânicos (...-Si-O- Si-O-Si-O-...). Derivado do cristal de rocha quartzo, é considerado produto inorgânico; devido a isto, tem como uma de suas principais características, a vida útil mínima de 10 anos. Pela variação no tamanho da cadeia, pode se manipular as características do material que podem variar desde uma consistência totalmente sólida, até um líquido viscoso, quimicamente inertes, inodoros, insípidos e incolores, resistentes à decomposição pelo calor, água ou agentes oxidantes, além de serem bons isolantes elétricos, sendo assim são altamente resistentes ao ultravioleta e intemperismos, tais como efeito ozona, altas ou baixas temperaturas ambientes, ou seja podem trabalhar em uma larga escala de temperatura podendo ser exposta ao calor e frio extremo. Os silicones podem ser considerados compostos semi-orgânicos por ter no meio de sua cadeia principal um átomo de silício, que geralmente se encontra combinado com um átomo de oxigênio. Em alguns outros tipos de silicones, outros elementos também estão envolvidos. Podem ser sintetizados em grande variedade de formas com inúmeras aplicações práticas, por exemplo, como agentes de polimento, vedação e proteção. São também impermeabilizantes, lubrificantes e na medicina são empregados como material básico de próteses. Atualmente estima-se que os silicones são utilizados em mais de 5.000 produtos, podendo ser encontrado nas residências, como ceras para polimento, loções de bronzeamento e hidratantes, desodorantes, sabonetes, alimentos processados, revestimentos à prova d'água e chicletes. Suportando temperaturas que podem variar de –65ºC a 400ºC, o silicone é usado em inúmeros segmentos industriais sem perder suas características de permeabilidade, elasticidade e brilho. Quando incinerado, não provoca reações químicas que possam gerar gases e poluir a atmosfera Uma das características do silicone é sua longevidade e compatibilidade com os meios de aplicação. Por ser inerte, não traz malefícios para o meio ambiente, não contamina o solo, nem a água nem o ar, também não há registros que provem que o silicone tenha provocado algum tipo de alergia no ser humano, e por esse motivo o silicone pode ser manipulado com segurança, sem o risco de provocar poluição ou danos a saúde humana, muitos silicones são recicláveis e outros são de simples decomposição, sem agressão ao meio ambiente.
  4. 4. São utilizados na cirurgia plástica para melhorar a estética dos seios e outras partes do corpo humano. Podem dar mais volume e consistência às mamas, ou atuar em reconstruções mamárias (cirurgias reconstrutivas). Popularmente, os implantes são mais conhecidos como próteses de silicone. Os silicones também são compostos químicos que podem dar brilho aos cabelos, mas ao mesmo tempo dificultam a ação dos agentes condicionantes, causando peso e fraqueza nos mesmos, porque deixam resíduos nos fios. No nosso cotidiano é difícil encontrar áreas onde o silicone não esteja ou não possa ser empregado. Como artigos do lar, utensílios de cozinha feitos de silicone. Fôrmas e talheres multicoloridos que não se deformam no calor. Na área de cosméticos ele é muito utilizado em artigos para cabelos por melhorar a aparência e textura. Na área médica, as próteses não são usadas apenas para tratamentos cosméticos, mas também para melhorar a qualidade de vida de pessoas que perderam partes do corpo. Em aparelhos eletrônicos é onde o silicone mostra usa grande versatilidade, podendo ser usado tanto como um condutor quanto como isolante. Depende de como foi sintetizado e dos componentes utilizados no silicone.
  5. 5. CONCLUSÃO O silicone é formado por um esqueleto inorgânico silício-oxigênio (…-Si- O-Si-O-Si-O-…) com grupos laterais orgânicos ligados aos átomos de silício. Com a observação de sua estrutura é possível concluir que silicones são um misto de materiais orgânicos e inorgânicos. Silicones são compostos químicos que não causam nenhum problema à saúde e nem para o meio ambiente, são duráveis e não possuem contra indicações, dessa forma é muito utilizado em diversas aplicações. É utilizado de diversas formas, assim como para a estética corporal, pode ser utilizada na fabricação de impermeabilizantes de superfícies, graxa lubrificante, cera de polimento, adesivos selantes, colas de silicone, e inúmeras outras utilizações.

×