Relatório da Rede Cariniana 2014

282 visualizações

Publicada em

Documento apresentado no Seminário Nacional de Bibliotecas Universitárias - SNBU novembro de 2014

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
282
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Relatório da Rede Cariniana 2014

  1. 1. R E U N I Ã O T É C N I C A Cariniana Rede Brasileira de Serviços de Preservação Digital cariniana@ibict.br http://carniana.ibict.br
  2. 2. O que é a Rede CARINIANA
  3. 3. REDE CARINIANA Uma iniciativa do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia para a salvaguarda do patrimônio científico, tecnológico e cultural, de forma distribuída, por instituições de pesquisa em parceria com o IBICT. Ela oferece uma série de alternativas para que as instituições brasileiras possam colecionar, armazenar e promover o acesso ao conteúdo selecionado através de cópias autorizadas.
  4. 4. A PRESERVAÇÃO DIGITAL EM BIBLIOTECAS, MUSEUS E ARQUIVOS Oferecer serviços de armazenamento de objetos digitais que tenham a capacidade de manter e administrar materiais por longos períodos de tempo e proveer acesso apropriado.
  5. 5. Quais serviços oferece a CARINIANA
  6. 6. SERVIÇOS CURSOS TÉCNICOS DICIONÁRIO ELETRÔNICO DE PRESERVAÇÃO DIGITAL GUIA DE FONTES DE INFORMAÇÃO SOBRE GESTÃO E PRESERVAÇÃO DIGITAL DE DADOS CIENTÍFICOS MAPA BRASILEIRO DE ACERVOS DIGITAIS PRESERVÁVEIS
  7. 7. SERVIÇOS DRÍADE REDE DE PESQUISA DIRETÓRIO DOS GRUPOS DE PESQUISA NO BRASIL “Estudos e Práticas de Preservação Digital”
  8. 8. PERIÓDICOS ELETRÔNICOS O atendimento a editores e responsáveis pelas revistas, assim como o monitoramento do funcionamento das caixas LOCKSS é realizado pela equipe do Ibict e, eles junto com a equipe da Stanford University também monitoram o status das caixas da Rede.
  9. 9. SISTEMAS ELETRÔNICOS DE GESTÃO Mesmo não proporcionando adequadamente a implementação de políticas de preservação nem esquemas de metainformação... Eles oferecem capacidade de armazenamento, organização, descrição e disseminação do material armazenado, possibilitando assim, em curto prazo, a incorporação de funcionalidades de preservação.
  10. 10. Quem trabalha na CARINIANA
  11. 11. PARCERIAS
  12. 12. PARCERIAS
  13. 13. O que já produziu a CARINIANA
  14. 14. CRESCIMENTO Atividades 2013 2014 (até outubro) Parcerias Integrais 06 10 Parcerias Integrais via Compartilhamento de Infraestrutura 06 08 Instituições que possuem periódicos preservados 32 79 Preservação Completa de Periódicos (títulos) 92 559 Preservação de Periódicos em Processamento 974 467 Preservação Completa de volumes de Periódicos 1094 4898 Preservação de volumes de Periódicos em Processamento 3945 5562 Preservação de livros em Processamento 0 534 Participantes da Rede Colaborativa 23 75 Cursos Técnicos 04 07
  15. 15. Quais ferramentas usa a CARINIANA
  16. 16. ARQUIVAMENTO ELETRÔNICO NAS UNIVERSIDADES PRAZO
  17. 17. SISTEMA DE GESTÃO DE PRESERVAÇÃO DIGITAL DISTRIBUÍDA Desenvolvido pela Stanford University Código aberto Baixo custo Arquitetura distribuída Fácil integração com outros softwares Segue o modelo OAIS Verificação da integridade P2P
  18. 18. Periódico / Conteúdo Software LOCKSS Crawler Unidade de Arquivamento (UA) Metadados Outros dados Ciencia da Informação LOCKSS Plugin SISTEMAS ELETRÔNICOS DE GESTÃO
  19. 19. SISTEMAS ELETRÔNICOS DE GESTÃO
  20. 20. SISTEMAS ELETRÔNICOS DE GESTÃO
  21. 21. SISTEMAS ELETRÔNICOS DE GESTÃO
  22. 22. SISTEMAS ELETRÔNICOS DE GESTÃO PLUGIN
  23. 23. SISTEMAS ELETRÔNICOS DE GESTÃO PLUGIN
  24. 24. O que vem a seguir...
  25. 25. INTERNACIONALIZAÇÃO DA REDE
  26. 26. Como participar
  27. 27. PARCEIROS INTEGRAIS Instituições públicas ou privadas que compartilham infraestrutura de armazenamento digital e que possuem documentos digitais em sistemas eletrônicos de gestão.
  28. 28. INSTITUIÇÕES PARCEIRAS Instituições que participam de algum projeto ligado à preservação digital e possuem documentos digitais em formatos adequados para preservação digital.
  29. 29. COLABORADORES INDIVIDUAIS Pessoas que participam de pesquisas ou projetos na área de preservação digital.
  30. 30. INSTITUIÇÕES USUÁRIAS Instituições que possuem periódicos eletrônicos, teses, dissertações e livros, arquivos permanentes e documentos digitais em sistemas eletrônicos de gestão.
  31. 31. P R E S E RVAÇÃO DIGI TAL DI S T R I B UÍDA Cariniana Rede Brasileira de Serviços de Preservação Digital cariniana@ibict.br http://carniana.ibict.br

×