SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 2
Baixar para ler offline
Nome:                                                                                                     nº____
                        Professor (a):         Valéria e Felipe                   Série: 2º         Turma:         Data:       /       /2011



                                      ATENÇÃO! ATIVIDADES PONTUAIS:

 1.   A prova consta de 10 questões 05 Múltipla Escolha/05 Discursiva; 01 ponto cada                             Não risque aqui:
 2.   Responda com caneta esferográfica azul ou preta.                                                                  NOTA:
 3.   Nas questões objetivas, não rasure, não use corretivo. Questão rasurada é considerada NULA.
 4.   Nas questões abertas procure dar RESPOSTAS COMPLETAS.



Questão 1 - Pontos: 1,0                                                                   experimentos obedecem às Leis de Lavoisier e Proust,
O coeficiente de solubilidade do nitrato de potássio é                                    podemos afirmar que:
de 20 g de KNO3, para 100 g de H2O, a 20 °C. Logo,                                                           4 Fe        +        3 O2                     2 Fe2O3
nessa mesma temperatura, a quantidade de sal que se                                         1º exp.         224 g                 96 g                320 g = X g
                                                                                            2º exp.         11,2 g             4,8 g = Y g   ÷20            16 g
pode dissolver em 250 g de H2O será de:
                                                                                            3º exp.       44,8 g = Z g           19,2 g              64,0 g = W g
a) 20 g          Resp. c
b) 40 g          Cs KNO3 = 20 g/100 g (20 °C)
                                                                                          a) X = 272 g
c) 50 g          100 g H2O — 20 g KNO3                                                    b) Y é igual à metade do valor da massa de O2 no
d) 60 g          250 g H2O — x
                        	∙                                                                   primeiro experimento.
e) 200 g         x=        = 50 g KNO3
                                                                                          c) Z + W = 168,8 g
                                                                                          d) X e W são iguais aos valores das somas das
Questão 2 - Pontos: 1,0
                                                                                             respectivas massas dos reagentes do primeiro e
Ainda para o mesmo sal da questão anterior,
                                                                                             terceiro experimentos.
considerando a mesma temperatura, podemos dizer
                                                                                          e) Z = 148
com relação à dissolução de 200 g do sal em 1.000 g de
água, que a solução formada pode ser classificada                                         Resp. d
como:                                                                                     X = 224 + 96                   W = 44,8 + 19,2
                        Resp. b                                                           X = 320 g                      W = 64,0 g
a) Heterogênea.         Cs KNO3 = 20 g/100 g (20 °C)
b) Saturada.
c) Insaturada.          100 g H2O — 20 g KNO3                                             Questão 5 - Pontos: 1,0
                        1000 g H2O — x                                                    Um hidrocarboneto (composto formado apenas por
d) Supersaturada.               	∙
                        x=         = 200 g KNO3                                           carbono e hidrogênio) apresenta 92,3% de carbono em
e) Concentrada.
                                                                                          sua composição. Se sua massa molecular é de 78 g, a
Questão 3 - Pontos: 1,0                                                                   massa correspondente ao hidrogênio é de:
 Com base na Lei de Lavoisier que diz “Na natureza                                        (Massas molares: C = 12; H = 1)
                                                                                          a) 78 g        Resp. d
nada se cria, nada se perde, tudo se transforma”, e                                                      C
                                                                                                                 ,
                                                                                                                    =
                                                                                                                        ,
                                                                                                                          =1 C6H6
tendo uma reação que ocorre com a combinação de                                           b) 72 g                       ,

70,0 g de uma substância X e 28,5 g de uma substância                                     c) 7,7 g       H
                                                                                                               ,
                                                                                                                   =
                                                                                                                      ,
                                                                                                                          =1 Átomos de H = 6 · 1u = 6 g
                                                                                                                      ,
Y, qual será a massa da substância Z, sabendo-se que                                      d) 6,0 g
no produto também foram encontrados 55,0 g de uma                                         e) 1,78 g        = 6 átomos de cada.
substância W?
a) 43,5 g          Resp. a                                                                Questão 6 - Pontos: 1,0
                   70,0 g X + 28,5 g Y m Z + 55,0 g W                                     O suco de laranja contém açúcares com concentração
b) 41,5 g
c) 31,5 g          70 + 28,5 = x + 55,0                                                   em torno de 104 g/L.
d) 15,0 g          x = 98,5 – 55,0                                                        Admitindo que o suco de duas laranjas seja suficiente
                   x = 43,5 g Z                                                           para encher um copo de 200 cm3, determine a massa
e) 4,35 g
                                                                                          média de açúcares em cada laranja.
Questão 4 - Pontos: 1,0                                                                   (Dado: 1 L = 1000 cm3)    C=
                                                                                          Resp.
O quadro abaixo refere-se a uma sequência de                                              C = 104 g/L
                                                                                          V = 200 cm3 = 0,2 L                  104 =
experimentos realizados. Sabendo-se que todos os                                                                                       ,

                                                                                                                               m1 = 20,8 g p/ 2 laranjas
                                                                                                                               m1 = 10,4 g p 1 laranja.

Avaliação de Recuperação 1 – R1/2011                                                                                                                                 1
Questão 7 - Pontos: 1,0                                                       a) Qual dos sais é o mais solúvel a 20 °C?
    Foram agitados 39 g de Nitrato de Cálcio, Ca(NO3)2,                           b) Preparou-se, a 50 °C, uma solução saturada do sal
    com 25 g de água a 18 °C. O sistema resultou                                     B, usando-se 500 g de água. Resfriando-se essa
    heterogêneo e por filtração foram obtidos 57,5 g de                              solução a 25 °C, qual a massa de sal que
    solução saturada. Calcule o Cs do sal a 18 °C.                                   precipitará?
    Resp.
    Início: 39 g do sal + 25 g H2O (18 °C)                                        Resp.
    Filtrado:                                                                     a) B
              m = 57,5 g (sal + H2O)
                                                                                  b)
              m2 = 25 g H2O
                                                                                     A 50 °C                              A 25 °C
              m1 = m – m2 = 32,5 g de sal
                                                                                     112 g B — 100 g H2O                  90 g B — 100 g H2O
                                                                                        x    — 500 g H2O                     x — 500 g H2O
    Filtração: 39 – 32,5 = 6,5 g do sal ficaram retidos no filtro
                                                                                        x = 560 g B                            x = 450 g B
    Resp. Cs = 32,5 g / 25 g (18 °C)
                                                                                  A 25 °C apena 450 g de B é solúvel, como preparamos a solução com 560 g
                                                                                  temos um excesso:
    Questão 8 - Pontos: 1,0                                                       560 – 450 = 110 g de precipitado.
    Um químico dissolveu 60 g de açúcar em água
    suficiente para 800 mL de solução. Em seguida, colheu
    uma amostra de 10 mL dessa mistura. Qual a massa de
    açúcar da amostra.
    Resp.
    1ª solução:                   C=         =       = 75 g/L
                                                 ,
    m1 = 60 g
    V = 800 mL = 0,8 L

    2ª solução:                   C=
    V = 10 mL = 0,01 L
    C = 75 g/L                    75 =                          m1 = 0,75 g
                                         ,

    Questão 9 - Pontos: 1,0
    Um éter qualquer possui a seguinte composição
    percentual: C = 60%; H = 13,33%; O = 26,67% e massa
    molecular 60 u. Qual sua fórmula molecular:
    (Massas molares, em g/mol: C=12; H=1; O=16)
    Resp.
    C       =       =3                       C3H8O MM = 60 u
                ,
            ,           ,
    H           =            =8              MM fórm. Mín. = MM fórm. molécular
                        ,
            ,       ,
    O           =           =1               fórmula molecular = C3H8O
                    ,


        = 6 átomos de cada.


    Questão 10 - Pontos: 1,0
    O gráfico a seguir representa as curvas de solubilidade
    de três sais, A, B e C. Utilize-o para responder aos
    exercícios 10 e 11.




2                                                                                                           Avaliação de Recuperação 1 – R1/2011

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mais procurados (6)

Teoria CinéTica E GáS Ideal
Teoria CinéTica E GáS IdealTeoria CinéTica E GáS Ideal
Teoria CinéTica E GáS Ideal
 
Estudo da Matéria
Estudo da MatériaEstudo da Matéria
Estudo da Matéria
 
Química aula 4 - estequiometria
Química   aula 4 - estequiometriaQuímica   aula 4 - estequiometria
Química aula 4 - estequiometria
 
Estequiometria
EstequiometriaEstequiometria
Estequiometria
 
Eletroquímica 2
Eletroquímica 2  Eletroquímica 2
Eletroquímica 2
 
Texto nº 3 Volumetria de Neutralização
Texto nº 3   Volumetria de NeutralizaçãoTexto nº 3   Volumetria de Neutralização
Texto nº 3 Volumetria de Neutralização
 

Destaque

Prova faetec nível médio subseqüente e vestibular is es e ists-prova de mate...
Prova faetec  nível médio subseqüente e vestibular is es e ists-prova de mate...Prova faetec  nível médio subseqüente e vestibular is es e ists-prova de mate...
Prova faetec nível médio subseqüente e vestibular is es e ists-prova de mate...tandyguit
 
Guia Prático Do Vestibular e Enem – Vol. 6
Guia Prático Do Vestibular e Enem – Vol. 6Guia Prático Do Vestibular e Enem – Vol. 6
Guia Prático Do Vestibular e Enem – Vol. 6V
 
Manual do vestibular UPE 2015 (1)
Manual do vestibular UPE 2015 (1)Manual do vestibular UPE 2015 (1)
Manual do vestibular UPE 2015 (1)Isaquel Silva
 
Resoluções das Provas do Enem
Resoluções das Provas do EnemResoluções das Provas do Enem
Resoluções das Provas do EnemKassio Silva
 
Exercicio argumentação
Exercicio argumentaçãoExercicio argumentação
Exercicio argumentaçãoAnne Clea Lima
 
ENEM 2009 Física: corrigido e comentado, em Word - Conteúdo vinculado ao blog...
ENEM 2009 Física: corrigido e comentado, em Word - Conteúdo vinculado ao blog...ENEM 2009 Física: corrigido e comentado, em Word - Conteúdo vinculado ao blog...
ENEM 2009 Física: corrigido e comentado, em Word - Conteúdo vinculado ao blog...Rodrigo Penna
 
Caderno de exercícios de ciências da natureza e suas tecnologias
Caderno de exercícios de ciências da natureza e suas tecnologiasCaderno de exercícios de ciências da natureza e suas tecnologias
Caderno de exercícios de ciências da natureza e suas tecnologiasHomero Alves de Lima
 
Moderna digital - Cadernos de Revisão
Moderna digital - Cadernos de RevisãoModerna digital - Cadernos de Revisão
Moderna digital - Cadernos de RevisãoEditora Moderna
 
2 Redações Comentadas - FCC - PROJETO NOTA MÁXIMA NAS PROVAS DISCURSIVAS
 2 Redações Comentadas - FCC - PROJETO NOTA MÁXIMA NAS PROVAS DISCURSIVAS 2 Redações Comentadas - FCC - PROJETO NOTA MÁXIMA NAS PROVAS DISCURSIVAS
2 Redações Comentadas - FCC - PROJETO NOTA MÁXIMA NAS PROVAS DISCURSIVASGlória Alves
 
Apostila 2º semestre blog da tia io
Apostila 2º semestre blog da tia ioApostila 2º semestre blog da tia io
Apostila 2º semestre blog da tia ioIolanda Sá
 
119 atividades-envolvendo-temas-relacionados-a-natureza-e-sociedade
119 atividades-envolvendo-temas-relacionados-a-natureza-e-sociedade119 atividades-envolvendo-temas-relacionados-a-natureza-e-sociedade
119 atividades-envolvendo-temas-relacionados-a-natureza-e-sociedadecrisold
 

Destaque (16)

Prova faetec nível médio subseqüente e vestibular is es e ists-prova de mate...
Prova faetec  nível médio subseqüente e vestibular is es e ists-prova de mate...Prova faetec  nível médio subseqüente e vestibular is es e ists-prova de mate...
Prova faetec nível médio subseqüente e vestibular is es e ists-prova de mate...
 
Guia Prático Do Vestibular e Enem – Vol. 6
Guia Prático Do Vestibular e Enem – Vol. 6Guia Prático Do Vestibular e Enem – Vol. 6
Guia Prático Do Vestibular e Enem – Vol. 6
 
Manual do vestibular UPE 2015 (1)
Manual do vestibular UPE 2015 (1)Manual do vestibular UPE 2015 (1)
Manual do vestibular UPE 2015 (1)
 
Resoluções das Provas do Enem
Resoluções das Provas do EnemResoluções das Provas do Enem
Resoluções das Provas do Enem
 
Exercicio argumentação
Exercicio argumentaçãoExercicio argumentação
Exercicio argumentação
 
ENEM 2009 Física: corrigido e comentado, em Word - Conteúdo vinculado ao blog...
ENEM 2009 Física: corrigido e comentado, em Word - Conteúdo vinculado ao blog...ENEM 2009 Física: corrigido e comentado, em Word - Conteúdo vinculado ao blog...
ENEM 2009 Física: corrigido e comentado, em Word - Conteúdo vinculado ao blog...
 
90226300 redacao
90226300 redacao90226300 redacao
90226300 redacao
 
Curso Exame cfc 2015
Curso Exame cfc 2015Curso Exame cfc 2015
Curso Exame cfc 2015
 
Caderno de exercícios de ciências da natureza e suas tecnologias
Caderno de exercícios de ciências da natureza e suas tecnologiasCaderno de exercícios de ciências da natureza e suas tecnologias
Caderno de exercícios de ciências da natureza e suas tecnologias
 
MODELO DE REDAÇÃO TRT
MODELO DE REDAÇÃO TRTMODELO DE REDAÇÃO TRT
MODELO DE REDAÇÃO TRT
 
Apostila redacaodiscursiva fcc
Apostila redacaodiscursiva fccApostila redacaodiscursiva fcc
Apostila redacaodiscursiva fcc
 
Redações comentadas
Redações comentadasRedações comentadas
Redações comentadas
 
Moderna digital - Cadernos de Revisão
Moderna digital - Cadernos de RevisãoModerna digital - Cadernos de Revisão
Moderna digital - Cadernos de Revisão
 
2 Redações Comentadas - FCC - PROJETO NOTA MÁXIMA NAS PROVAS DISCURSIVAS
 2 Redações Comentadas - FCC - PROJETO NOTA MÁXIMA NAS PROVAS DISCURSIVAS 2 Redações Comentadas - FCC - PROJETO NOTA MÁXIMA NAS PROVAS DISCURSIVAS
2 Redações Comentadas - FCC - PROJETO NOTA MÁXIMA NAS PROVAS DISCURSIVAS
 
Apostila 2º semestre blog da tia io
Apostila 2º semestre blog da tia ioApostila 2º semestre blog da tia io
Apostila 2º semestre blog da tia io
 
119 atividades-envolvendo-temas-relacionados-a-natureza-e-sociedade
119 atividades-envolvendo-temas-relacionados-a-natureza-e-sociedade119 atividades-envolvendo-temas-relacionados-a-natureza-e-sociedade
119 atividades-envolvendo-temas-relacionados-a-natureza-e-sociedade
 

Semelhante a AR1 - 2º ano

Exercícios de revisão 1ªetapa propriedades_2011_respostas
Exercícios de revisão 1ªetapa propriedades_2011_respostasExercícios de revisão 1ªetapa propriedades_2011_respostas
Exercícios de revisão 1ªetapa propriedades_2011_respostasProCLAUDIA/LUCIANE MEIJON/SOARES
 
www.aulasapoio.com.br - Química - Cálculo Estequimétrico (parte 2)
www.aulasapoio.com.br  - Química -  Cálculo Estequimétrico (parte 2)www.aulasapoio.com.br  - Química -  Cálculo Estequimétrico (parte 2)
www.aulasapoio.com.br - Química - Cálculo Estequimétrico (parte 2)Bárbara Cristina
 
www.videoaulagratisapoio.com.br - Química - Cálculo Estequiométrico (parte 2)
www.videoaulagratisapoio.com.br - Química -  Cálculo Estequiométrico (parte 2)www.videoaulagratisapoio.com.br - Química -  Cálculo Estequiométrico (parte 2)
www.videoaulagratisapoio.com.br - Química - Cálculo Estequiométrico (parte 2)Video Aulas Apoio
 
www.TutoresDePlantao.Com.Br - Química - Cálculo Estequiométrico (parte 2)
 www.TutoresDePlantao.Com.Br - Química -  Cálculo Estequiométrico (parte 2) www.TutoresDePlantao.Com.Br - Química -  Cálculo Estequiométrico (parte 2)
www.TutoresDePlantao.Com.Br - Química - Cálculo Estequiométrico (parte 2)Antônia Sampaio
 
Aula 01.1 - 9º Claretiano - Módulo 01 - Setor A.pptx
Aula 01.1 - 9º Claretiano - Módulo 01 - Setor A.pptxAula 01.1 - 9º Claretiano - Módulo 01 - Setor A.pptx
Aula 01.1 - 9º Claretiano - Módulo 01 - Setor A.pptxNivaldoJnior16
 
Propriedades coligativas
Propriedades coligativasPropriedades coligativas
Propriedades coligativasPotyTubino
 
www.TutoresEscolares.Com.Br - Física - Exercícios Resolvidos de Calorimetria
www.TutoresEscolares.Com.Br  - Física - Exercícios Resolvidos de Calorimetriawww.TutoresEscolares.Com.Br  - Física - Exercícios Resolvidos de Calorimetria
www.TutoresEscolares.Com.Br - Física - Exercícios Resolvidos de CalorimetriaTuotes Escolares
 
Física - Exercício Complementares de Calorimetria
Física - Exercício Complementares de CalorimetriaFísica - Exercício Complementares de Calorimetria
Física - Exercício Complementares de CalorimetriaJoana Figueredo
 
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercício Resolvidos Calorimetria
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercício  Resolvidos Calorimetriawww.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercício  Resolvidos Calorimetria
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercício Resolvidos CalorimetriaVideoaulas De Física Apoio
 
Lista de exercício (termodinâmica) com gabarito
Lista de exercício (termodinâmica) com gabaritoLista de exercício (termodinâmica) com gabarito
Lista de exercício (termodinâmica) com gabaritohainner2
 
09 calculo estequiometrico
09 calculo estequiometrico09 calculo estequiometrico
09 calculo estequiometricoresolvidos
 

Semelhante a AR1 - 2º ano (20)

Reacoes
ReacoesReacoes
Reacoes
 
103
103103
103
 
Apresentação de estequiometria
Apresentação de estequiometriaApresentação de estequiometria
Apresentação de estequiometria
 
Exercícios de revisão 1ªetapa propriedades_2011_respostas
Exercícios de revisão 1ªetapa propriedades_2011_respostasExercícios de revisão 1ªetapa propriedades_2011_respostas
Exercícios de revisão 1ªetapa propriedades_2011_respostas
 
www.aulasapoio.com.br - Química - Cálculo Estequimétrico (parte 2)
www.aulasapoio.com.br  - Química -  Cálculo Estequimétrico (parte 2)www.aulasapoio.com.br  - Química -  Cálculo Estequimétrico (parte 2)
www.aulasapoio.com.br - Química - Cálculo Estequimétrico (parte 2)
 
www.videoaulagratisapoio.com.br - Química - Cálculo Estequiométrico (parte 2)
www.videoaulagratisapoio.com.br - Química -  Cálculo Estequiométrico (parte 2)www.videoaulagratisapoio.com.br - Química -  Cálculo Estequiométrico (parte 2)
www.videoaulagratisapoio.com.br - Química - Cálculo Estequiométrico (parte 2)
 
www.TutoresDePlantao.Com.Br - Química - Cálculo Estequiométrico (parte 2)
 www.TutoresDePlantao.Com.Br - Química -  Cálculo Estequiométrico (parte 2) www.TutoresDePlantao.Com.Br - Química -  Cálculo Estequiométrico (parte 2)
www.TutoresDePlantao.Com.Br - Química - Cálculo Estequiométrico (parte 2)
 
Aula 01.1 - 9º Claretiano - Módulo 01 - Setor A.pptx
Aula 01.1 - 9º Claretiano - Módulo 01 - Setor A.pptxAula 01.1 - 9º Claretiano - Módulo 01 - Setor A.pptx
Aula 01.1 - 9º Claretiano - Módulo 01 - Setor A.pptx
 
Propriedades coligativas
Propriedades coligativasPropriedades coligativas
Propriedades coligativas
 
Soluções ok
Soluções okSoluções ok
Soluções ok
 
www.TutoresEscolares.Com.Br - Física - Exercícios Resolvidos de Calorimetria
www.TutoresEscolares.Com.Br  - Física - Exercícios Resolvidos de Calorimetriawww.TutoresEscolares.Com.Br  - Física - Exercícios Resolvidos de Calorimetria
www.TutoresEscolares.Com.Br - Física - Exercícios Resolvidos de Calorimetria
 
Física - Exercício Complementares de Calorimetria
Física - Exercício Complementares de CalorimetriaFísica - Exercício Complementares de Calorimetria
Física - Exercício Complementares de Calorimetria
 
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercício Resolvidos Calorimetria
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercício  Resolvidos Calorimetriawww.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercício  Resolvidos Calorimetria
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercício Resolvidos Calorimetria
 
Lista de exercício (termodinâmica) com gabarito
Lista de exercício (termodinâmica) com gabaritoLista de exercício (termodinâmica) com gabarito
Lista de exercício (termodinâmica) com gabarito
 
Estequiometria
EstequiometriaEstequiometria
Estequiometria
 
Leis ponderais
Leis ponderais Leis ponderais
Leis ponderais
 
2º química
2º química2º química
2º química
 
PROPRIEDADES COLIGATIVAS
PROPRIEDADES COLIGATIVASPROPRIEDADES COLIGATIVAS
PROPRIEDADES COLIGATIVAS
 
09 calculo estequiometrico
09 calculo estequiometrico09 calculo estequiometrico
09 calculo estequiometrico
 
Solucoes (1)
Solucoes (1)Solucoes (1)
Solucoes (1)
 

Mais de V

Método de separação de misturas
Método de separação de misturasMétodo de separação de misturas
Método de separação de misturasV
 
Kevin trudeau curas naturais que eles nao querem que voce saiba
Kevin trudeau   curas naturais que eles nao querem que voce saibaKevin trudeau   curas naturais que eles nao querem que voce saiba
Kevin trudeau curas naturais que eles nao querem que voce saibaV
 
Reunião pais-7-03-12
Reunião pais-7-03-12Reunião pais-7-03-12
Reunião pais-7-03-12V
 
AR1 - 1º ano
AR1 - 1º anoAR1 - 1º ano
AR1 - 1º anoV
 
AR1 - 2º ano
AR1 - 2º anoAR1 - 2º ano
AR1 - 2º anoV
 
Resolução de AR1 - 3º ano
Resolução de AR1 - 3º anoResolução de AR1 - 3º ano
Resolução de AR1 - 3º anoV
 
Resolução exercícios de R1 - 3ª série - QII
Resolução exercícios de R1 - 3ª série - QIIResolução exercícios de R1 - 3ª série - QII
Resolução exercícios de R1 - 3ª série - QIIV
 
Exercícios de R1 - 3ª série - QII
Exercícios de R1 - 3ª série - QIIExercícios de R1 - 3ª série - QII
Exercícios de R1 - 3ª série - QIIV
 
Exercícios de R1 - 3ª série - QI
Exercícios de R1 - 3ª série - QIExercícios de R1 - 3ª série - QI
Exercícios de R1 - 3ª série - QIV
 
Resolução exercícios de R1 - 3ª série - QI
Resolução exercícios de R1 - 3ª série - QIResolução exercícios de R1 - 3ª série - QI
Resolução exercícios de R1 - 3ª série - QIV
 
Exercícios de R1 - 2ª série
Exercícios de R1 - 2ª sérieExercícios de R1 - 2ª série
Exercícios de R1 - 2ª sérieV
 
Avaliação Q. Orgânica - 3 ano
Avaliação Q. Orgânica - 3 anoAvaliação Q. Orgânica - 3 ano
Avaliação Q. Orgânica - 3 anoV
 
Exercícios de química - 9º ano
Exercícios de química - 9º anoExercícios de química - 9º ano
Exercícios de química - 9º anoV
 
A Evolução do Átomo
A Evolução do ÁtomoA Evolução do Átomo
A Evolução do ÁtomoV
 
Arlequim, pierrot, colombina1
Arlequim, pierrot, colombina1Arlequim, pierrot, colombina1
Arlequim, pierrot, colombina1V
 
Exercícios de nomenclatura
Exercícios de nomenclaturaExercícios de nomenclatura
Exercícios de nomenclaturaV
 
Exercícios de química orgânica
Exercícios de química orgânicaExercícios de química orgânica
Exercícios de química orgânicaV
 
A Química do Amor
A Química do AmorA Química do Amor
A Química do AmorV
 
Introduçao ao estudo da química
Introduçao ao estudo da químicaIntroduçao ao estudo da química
Introduçao ao estudo da químicaV
 
Introdução à química - 9º ano
Introdução à química - 9º anoIntrodução à química - 9º ano
Introdução à química - 9º anoV
 

Mais de V (20)

Método de separação de misturas
Método de separação de misturasMétodo de separação de misturas
Método de separação de misturas
 
Kevin trudeau curas naturais que eles nao querem que voce saiba
Kevin trudeau   curas naturais que eles nao querem que voce saibaKevin trudeau   curas naturais que eles nao querem que voce saiba
Kevin trudeau curas naturais que eles nao querem que voce saiba
 
Reunião pais-7-03-12
Reunião pais-7-03-12Reunião pais-7-03-12
Reunião pais-7-03-12
 
AR1 - 1º ano
AR1 - 1º anoAR1 - 1º ano
AR1 - 1º ano
 
AR1 - 2º ano
AR1 - 2º anoAR1 - 2º ano
AR1 - 2º ano
 
Resolução de AR1 - 3º ano
Resolução de AR1 - 3º anoResolução de AR1 - 3º ano
Resolução de AR1 - 3º ano
 
Resolução exercícios de R1 - 3ª série - QII
Resolução exercícios de R1 - 3ª série - QIIResolução exercícios de R1 - 3ª série - QII
Resolução exercícios de R1 - 3ª série - QII
 
Exercícios de R1 - 3ª série - QII
Exercícios de R1 - 3ª série - QIIExercícios de R1 - 3ª série - QII
Exercícios de R1 - 3ª série - QII
 
Exercícios de R1 - 3ª série - QI
Exercícios de R1 - 3ª série - QIExercícios de R1 - 3ª série - QI
Exercícios de R1 - 3ª série - QI
 
Resolução exercícios de R1 - 3ª série - QI
Resolução exercícios de R1 - 3ª série - QIResolução exercícios de R1 - 3ª série - QI
Resolução exercícios de R1 - 3ª série - QI
 
Exercícios de R1 - 2ª série
Exercícios de R1 - 2ª sérieExercícios de R1 - 2ª série
Exercícios de R1 - 2ª série
 
Avaliação Q. Orgânica - 3 ano
Avaliação Q. Orgânica - 3 anoAvaliação Q. Orgânica - 3 ano
Avaliação Q. Orgânica - 3 ano
 
Exercícios de química - 9º ano
Exercícios de química - 9º anoExercícios de química - 9º ano
Exercícios de química - 9º ano
 
A Evolução do Átomo
A Evolução do ÁtomoA Evolução do Átomo
A Evolução do Átomo
 
Arlequim, pierrot, colombina1
Arlequim, pierrot, colombina1Arlequim, pierrot, colombina1
Arlequim, pierrot, colombina1
 
Exercícios de nomenclatura
Exercícios de nomenclaturaExercícios de nomenclatura
Exercícios de nomenclatura
 
Exercícios de química orgânica
Exercícios de química orgânicaExercícios de química orgânica
Exercícios de química orgânica
 
A Química do Amor
A Química do AmorA Química do Amor
A Química do Amor
 
Introduçao ao estudo da química
Introduçao ao estudo da químicaIntroduçao ao estudo da química
Introduçao ao estudo da química
 
Introdução à química - 9º ano
Introdução à química - 9º anoIntrodução à química - 9º ano
Introdução à química - 9º ano
 

Último

atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãodanielagracia9
 
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullyingMary Alvarenga
 
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.azulassessoria9
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terraBiblioteca UCS
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil  2023.ppsxA área de ciências da religião no brasil  2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsxGilbraz Aragão
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoCelianeOliveira8
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...azulassessoria9
 
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. EvoluçãoAs teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. Evoluçãoprofleticiasantosbio
 
Simulado com textos curtos e tirinhas spaece
Simulado com textos curtos e tirinhas spaeceSimulado com textos curtos e tirinhas spaece
Simulado com textos curtos e tirinhas spaeceRonisHolanda
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREIVONETETAVARESRAMOS
 
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdf
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdfLivro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdf
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdfRafaela Vieira
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfmarialuciadasilva17
 
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...MANUELJESUSVENTURASA
 
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
Modelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das ReligiõesModelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das ReligiõesGilbraz Aragão
 

Último (20)

atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetização
 
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
 
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
 
MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS (MID)
MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS (MID)MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS (MID)
MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS (MID)
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil  2023.ppsxA área de ciências da religião no brasil  2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
 
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. EvoluçãoAs teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
 
Simulado com textos curtos e tirinhas spaece
Simulado com textos curtos e tirinhas spaeceSimulado com textos curtos e tirinhas spaece
Simulado com textos curtos e tirinhas spaece
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
 
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdf
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdfLivro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdf
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdf
 
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
 
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
 
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
 
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)
 
Modelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das ReligiõesModelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das Religiões
 

AR1 - 2º ano

  • 1. Nome: nº____ Professor (a): Valéria e Felipe Série: 2º Turma: Data: / /2011 ATENÇÃO! ATIVIDADES PONTUAIS: 1. A prova consta de 10 questões 05 Múltipla Escolha/05 Discursiva; 01 ponto cada Não risque aqui: 2. Responda com caneta esferográfica azul ou preta. NOTA: 3. Nas questões objetivas, não rasure, não use corretivo. Questão rasurada é considerada NULA. 4. Nas questões abertas procure dar RESPOSTAS COMPLETAS. Questão 1 - Pontos: 1,0 experimentos obedecem às Leis de Lavoisier e Proust, O coeficiente de solubilidade do nitrato de potássio é podemos afirmar que: de 20 g de KNO3, para 100 g de H2O, a 20 °C. Logo, 4 Fe + 3 O2 2 Fe2O3 nessa mesma temperatura, a quantidade de sal que se 1º exp. 224 g 96 g 320 g = X g 2º exp. 11,2 g 4,8 g = Y g ÷20 16 g pode dissolver em 250 g de H2O será de: 3º exp. 44,8 g = Z g 19,2 g 64,0 g = W g a) 20 g Resp. c b) 40 g Cs KNO3 = 20 g/100 g (20 °C) a) X = 272 g c) 50 g 100 g H2O — 20 g KNO3 b) Y é igual à metade do valor da massa de O2 no d) 60 g 250 g H2O — x ∙ primeiro experimento. e) 200 g x= = 50 g KNO3 c) Z + W = 168,8 g d) X e W são iguais aos valores das somas das Questão 2 - Pontos: 1,0 respectivas massas dos reagentes do primeiro e Ainda para o mesmo sal da questão anterior, terceiro experimentos. considerando a mesma temperatura, podemos dizer e) Z = 148 com relação à dissolução de 200 g do sal em 1.000 g de água, que a solução formada pode ser classificada Resp. d como: X = 224 + 96 W = 44,8 + 19,2 Resp. b X = 320 g W = 64,0 g a) Heterogênea. Cs KNO3 = 20 g/100 g (20 °C) b) Saturada. c) Insaturada. 100 g H2O — 20 g KNO3 Questão 5 - Pontos: 1,0 1000 g H2O — x Um hidrocarboneto (composto formado apenas por d) Supersaturada. ∙ x= = 200 g KNO3 carbono e hidrogênio) apresenta 92,3% de carbono em e) Concentrada. sua composição. Se sua massa molecular é de 78 g, a Questão 3 - Pontos: 1,0 massa correspondente ao hidrogênio é de: Com base na Lei de Lavoisier que diz “Na natureza (Massas molares: C = 12; H = 1) a) 78 g Resp. d nada se cria, nada se perde, tudo se transforma”, e C , = , =1 C6H6 tendo uma reação que ocorre com a combinação de b) 72 g , 70,0 g de uma substância X e 28,5 g de uma substância c) 7,7 g H , = , =1 Átomos de H = 6 · 1u = 6 g , Y, qual será a massa da substância Z, sabendo-se que d) 6,0 g no produto também foram encontrados 55,0 g de uma e) 1,78 g = 6 átomos de cada. substância W? a) 43,5 g Resp. a Questão 6 - Pontos: 1,0 70,0 g X + 28,5 g Y m Z + 55,0 g W O suco de laranja contém açúcares com concentração b) 41,5 g c) 31,5 g 70 + 28,5 = x + 55,0 em torno de 104 g/L. d) 15,0 g x = 98,5 – 55,0 Admitindo que o suco de duas laranjas seja suficiente x = 43,5 g Z para encher um copo de 200 cm3, determine a massa e) 4,35 g média de açúcares em cada laranja. Questão 4 - Pontos: 1,0 (Dado: 1 L = 1000 cm3) C= Resp. O quadro abaixo refere-se a uma sequência de C = 104 g/L V = 200 cm3 = 0,2 L 104 = experimentos realizados. Sabendo-se que todos os , m1 = 20,8 g p/ 2 laranjas m1 = 10,4 g p 1 laranja. Avaliação de Recuperação 1 – R1/2011 1
  • 2. Questão 7 - Pontos: 1,0 a) Qual dos sais é o mais solúvel a 20 °C? Foram agitados 39 g de Nitrato de Cálcio, Ca(NO3)2, b) Preparou-se, a 50 °C, uma solução saturada do sal com 25 g de água a 18 °C. O sistema resultou B, usando-se 500 g de água. Resfriando-se essa heterogêneo e por filtração foram obtidos 57,5 g de solução a 25 °C, qual a massa de sal que solução saturada. Calcule o Cs do sal a 18 °C. precipitará? Resp. Início: 39 g do sal + 25 g H2O (18 °C) Resp. Filtrado: a) B m = 57,5 g (sal + H2O) b) m2 = 25 g H2O A 50 °C A 25 °C m1 = m – m2 = 32,5 g de sal 112 g B — 100 g H2O 90 g B — 100 g H2O x — 500 g H2O x — 500 g H2O Filtração: 39 – 32,5 = 6,5 g do sal ficaram retidos no filtro x = 560 g B x = 450 g B Resp. Cs = 32,5 g / 25 g (18 °C) A 25 °C apena 450 g de B é solúvel, como preparamos a solução com 560 g temos um excesso: Questão 8 - Pontos: 1,0 560 – 450 = 110 g de precipitado. Um químico dissolveu 60 g de açúcar em água suficiente para 800 mL de solução. Em seguida, colheu uma amostra de 10 mL dessa mistura. Qual a massa de açúcar da amostra. Resp. 1ª solução: C= = = 75 g/L , m1 = 60 g V = 800 mL = 0,8 L 2ª solução: C= V = 10 mL = 0,01 L C = 75 g/L 75 = m1 = 0,75 g , Questão 9 - Pontos: 1,0 Um éter qualquer possui a seguinte composição percentual: C = 60%; H = 13,33%; O = 26,67% e massa molecular 60 u. Qual sua fórmula molecular: (Massas molares, em g/mol: C=12; H=1; O=16) Resp. C = =3 C3H8O MM = 60 u , , , H = =8 MM fórm. Mín. = MM fórm. molécular , , , O = =1 fórmula molecular = C3H8O , = 6 átomos de cada. Questão 10 - Pontos: 1,0 O gráfico a seguir representa as curvas de solubilidade de três sais, A, B e C. Utilize-o para responder aos exercícios 10 e 11. 2 Avaliação de Recuperação 1 – R1/2011