SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 4
Baixar para ler offline
BRASIL. MEC. DCNs do Ensino Médio. ESQUEMA ORGANIZADO PELA PROFa.MS LEDA
C.SILVA FACULDADE DE SÃO BERNARDO (FASB)
PARECER CNE 4/98 E RESOLUÇÃO 2/98 DIRETRIZES CURRICULARES
PARA O ENSINO FUNDAMENTAL.
Princípios Norteadores
PROPOSTAS PEDAGÓGICAS:
DEVEM EXPLICITAR
DIVERSIDADES E PECULIARIDADES BÁSICAS: REGIONAIS
DE GÊNERO ETNICAS FAIXA ETÁRIA VARIAÇÕES SÓCIO-
ECONÔMICAS CONDIÇÕES PSICOLÓGICAS E FISICAS
NECESSÁRIO REVERTER
discriminações e exclusões em múltiplos contextos e no interior
das escolas, devidas ao racismo, ao sexismo e a preconceitos
originados pelas situações sócio-econômicas, regionais, culturais
e étnicas.
RELAÇÕES ENTRE AS DIVERSAS IDENTIDADES E SUAS
EXPERIÊNCIAS DE VIDA
RESULTAM
ENSINO E
APRENDIZAGEM = INTERAÇÃO CONHECIMENTO
LINGUAGENS
PROCESSOS AFETIVOS
1
Éticos
da autonomia, da
responsabilidade, da
solidariedade e do
respeito ao bem
comum
Políticos
dos direitos e deveres
de Cidadania, do
exercício da
criticidade e do
respeito à ordem
democrática
Estéticos
da Sensibilidade,
Criatividade, Ludicidade,
qualidade e diversidade
de manifestações
artísticas e culturais.
RECONHECIMENTO DAS
IDENTIDADES PESSOAIS DE
Alunos, professores e outros
profissionais e ainda da Unidade
Escolar e dos sistemas de ensino
BRASIL. MEC. DCNs do Ensino Médio. ESQUEMA ORGANIZADO PELA PROFa.MS LEDA
C.SILVA FACULDADE DE SÃO BERNARDO (FASB)
Grande parte do mau desempenho dos alunos, problemas da
reprovação e da preparação insatisfatória dos professores, é devida à
insuficiência de diálogos e metodologia de trabalhos diversificados na
sala de aula, que permitam a expressão de níveis diferenciados de
compreensão, de conhecimentos e de valores éticos, políticos e
estéticos.
CONCEITOS :
• CURRÍCULO:
► currículo formal (planos e propostas pedagógicas),
► currículo em ação (aquilo que efetivamente acontece nas salas de
aula e nas escolas),
► currículo oculto (o não dito, aquilo que tanto alunos, quanto
professores trazem, carregado de sentidos próprios criando as formas
de relacionamento, poder e convivência nas salas de aula).
• BASE NACIONAL COMUM: conjunto de conteúdos mínimos das
Áreas de conhecimento articulados aos aspectos da Vida Cidadã.
• PARTE DIVERSIFICADA: envolve os conteúdos complementares,
escolhidos por cada sistema de ensino e estabelecimentos
escolares, integrados à Base Nacional Comum, de acordo com as
caraterísticas regionais e locais da sociedade, da cultura, da
economia e da clientela.
• CONTEÚDOS MÍNIMOS DAS ÁREAS DE CONHECIMENTO: refere-se
às noções de conceitos essenciais sobre fenômenos, processos,
sistemas e operações, que contribuem para a constituição de
saberes, conhecimentos, valores e práticas sociais indispensáveis
ao exercício de uma vida de cidadania plena.
TODOS ARTICULADOS COM :
a) a Vida Cidadã, através da
articulação entre vários dos seus
aspectos como:
b) as Áreas de
Conhecimento de:
► Saúde; ► a Sexualidade; ► a
Vida Familiar e Social; ► o Meio
Ambiente; ► Trabalho; ► a Ciência
e a Tecnologia; ► a Cultura; ► as
Linguagens;
▼Língua Portuguesa; ▼ Língua
Materna (para populações
indígenas )▼Matemática; ▼
Ciências; ▼Geografia;
▼ História; ▼ Língua Estrangeira;
▼ Educação Artística; ▼
Educação Física; ▼ Educação
Religiosa
2
BRASIL. MEC. DCNs do Ensino Médio. ESQUEMA ORGANIZADO PELA PROFa.MS LEDA
C.SILVA FACULDADE DE SÃO BERNARDO (FASB)
• Sem um olhar sobre o instituído, criamos lacunas, desfiguramos
memórias e identidades, perdemos vínculo com a nossa história,
quebramos os espelhos que desenham nossas formas.
• .A relação com o passado deve ser cultivada, desde que se exerça
uma compreensão do tempo como algo dinâmico, mas não
simplesmente linear e seqüencial.
• Nada mais significativo e importante, para a construção da
cidadania, do que a compreensão de que a cultura não existiria sem
a socialização das conquistas humanas. O sujeito anônimo é, na
verdade, o grande artesão dos tecidos da história.
PROPOSTAS PEDAGÓGICAS DEVEM;
• valorizar interdisciplinaridade entre as várias áreas sem
desconsiderar a especificidade;
• embasar teoricamente a relação entre conhecimentos e valores
voltados para uma vida cidadã;
• não adotar apenas uma visão teórico-metodológica garantindo
aprofundamento continuado e uma atualização constante em
relação às diferentes orientações da Psicologia, Antropologia,
Sociologia, Psico e Sócio-Linguística e outras Ciências Humanas,
Sociais e Exatas.
 As escolas utilizarão a Parte Diversificada de suas propostas
curriculares, para enriquecer e complementar a Base Nacional
Comum, com Projetos de pesquisa sobre ecossistemas regionais,
3
 O modelo atual:
despreza as possibilidades afetivas, lúdicas e
estéticas de entender o mundo
O ponto de encontro tem sido a acumulação
O MODELO PREVISTO NA LDB
Reconhece a importância dos processos formativos desenvolvidos nos
movimentos sociais, nos organismos da sociedade civil e nas manifestações
culturais,
INSTITUINTE: O novo
conhecimento, descobertas,
referências culturais.
INSTITUIDO: saberes integrados à
ciência e à tecnologia, criados pela
inteligência humana.
BRASIL. MEC. DCNs do Ensino Médio. ESQUEMA ORGANIZADO PELA PROFa.MS LEDA
C.SILVA FACULDADE DE SÃO BERNARDO (FASB)
por exemplo, ou atividades artísticas e de trabalho, novas linguagens
(como da informática, da televisão e de vídeo)
 Para que todas as Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino
Fundamental sejam realizadas com êxito, são indispensáveis o
espírito de equipe e as condições básicas para planejar os usos de
espaço e tempo escolar.
4

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Eixos temáticos de História
Eixos temáticos de HistóriaEixos temáticos de História
Eixos temáticos de HistóriaEdenilson Morais
 
Cidadania e diversidade af 4
Cidadania e diversidade af 4Cidadania e diversidade af 4
Cidadania e diversidade af 4bbetocosta77
 
Seminário sobre etnia raça e gênero no contexto escolar
Seminário sobre etnia raça  e gênero no contexto escolarSeminário sobre etnia raça  e gênero no contexto escolar
Seminário sobre etnia raça e gênero no contexto escolarFabiane Silva dos Santos Apio
 
Boa esperança.santa rita pluralidade cultural 1.ppt
Boa esperança.santa rita pluralidade cultural 1.pptBoa esperança.santa rita pluralidade cultural 1.ppt
Boa esperança.santa rita pluralidade cultural 1.ppttemastransversais
 
Resumo pcn história1
Resumo pcn história1Resumo pcn história1
Resumo pcn história1cmsrial13
 
Diversidade, cidadania e direitos
Diversidade, cidadania e direitosDiversidade, cidadania e direitos
Diversidade, cidadania e direitosAndréa Kochhann
 
Artigo de Educação do Campo
Artigo de Educação do CampoArtigo de Educação do Campo
Artigo de Educação do CampoDudetistt
 
Educação do e no campo um direito, um dever - ensino de geografia
Educação do e no campo   um direito, um dever - ensino de geografiaEducação do e no campo   um direito, um dever - ensino de geografia
Educação do e no campo um direito, um dever - ensino de geografiaRodrigo Sousa
 
DIRETRIZES OPERACIONAIS DE EDUCAÇÃO DO CAMPO E A TRAJETÓRIA DE SUA CONSTRUÇÃO
DIRETRIZES OPERACIONAIS DE EDUCAÇÃO DO CAMPO E A TRAJETÓRIA DE SUA CONSTRUÇÃODIRETRIZES OPERACIONAIS DE EDUCAÇÃO DO CAMPO E A TRAJETÓRIA DE SUA CONSTRUÇÃO
DIRETRIZES OPERACIONAIS DE EDUCAÇÃO DO CAMPO E A TRAJETÓRIA DE SUA CONSTRUÇÃOgisianevieiraanana
 
Plano de aula manuela .
Plano de aula   manuela .Plano de aula   manuela .
Plano de aula manuela .Gabriel Reis
 
Ilicínea pluralidade cultural 2
Ilicínea pluralidade cultural 2Ilicínea pluralidade cultural 2
Ilicínea pluralidade cultural 2temastransversais
 
Diagnóstico da Educação do Campo no Distrito Federal - 2012
Diagnóstico da Educação do Campo no Distrito Federal - 2012Diagnóstico da Educação do Campo no Distrito Federal - 2012
Diagnóstico da Educação do Campo no Distrito Federal - 2012educacaodocampodf1998
 

Mais procurados (16)

Pcn história
Pcn históriaPcn história
Pcn história
 
Eixos temáticos de História
Eixos temáticos de HistóriaEixos temáticos de História
Eixos temáticos de História
 
Cidadania e diversidade af 4
Cidadania e diversidade af 4Cidadania e diversidade af 4
Cidadania e diversidade af 4
 
Seminário sobre etnia raça e gênero no contexto escolar
Seminário sobre etnia raça  e gênero no contexto escolarSeminário sobre etnia raça  e gênero no contexto escolar
Seminário sobre etnia raça e gênero no contexto escolar
 
Boa esperança.santa rita pluralidade cultural 1.ppt
Boa esperança.santa rita pluralidade cultural 1.pptBoa esperança.santa rita pluralidade cultural 1.ppt
Boa esperança.santa rita pluralidade cultural 1.ppt
 
Resumo pcn história1
Resumo pcn história1Resumo pcn história1
Resumo pcn história1
 
Resumo PCN História
Resumo PCN HistóriaResumo PCN História
Resumo PCN História
 
Pcn história
Pcn históriaPcn história
Pcn história
 
Diversidade, cidadania e direitos
Diversidade, cidadania e direitosDiversidade, cidadania e direitos
Diversidade, cidadania e direitos
 
Educação do Campo
Educação do CampoEducação do Campo
Educação do Campo
 
Artigo de Educação do Campo
Artigo de Educação do CampoArtigo de Educação do Campo
Artigo de Educação do Campo
 
Educação do e no campo um direito, um dever - ensino de geografia
Educação do e no campo   um direito, um dever - ensino de geografiaEducação do e no campo   um direito, um dever - ensino de geografia
Educação do e no campo um direito, um dever - ensino de geografia
 
DIRETRIZES OPERACIONAIS DE EDUCAÇÃO DO CAMPO E A TRAJETÓRIA DE SUA CONSTRUÇÃO
DIRETRIZES OPERACIONAIS DE EDUCAÇÃO DO CAMPO E A TRAJETÓRIA DE SUA CONSTRUÇÃODIRETRIZES OPERACIONAIS DE EDUCAÇÃO DO CAMPO E A TRAJETÓRIA DE SUA CONSTRUÇÃO
DIRETRIZES OPERACIONAIS DE EDUCAÇÃO DO CAMPO E A TRAJETÓRIA DE SUA CONSTRUÇÃO
 
Plano de aula manuela .
Plano de aula   manuela .Plano de aula   manuela .
Plano de aula manuela .
 
Ilicínea pluralidade cultural 2
Ilicínea pluralidade cultural 2Ilicínea pluralidade cultural 2
Ilicínea pluralidade cultural 2
 
Diagnóstico da Educação do Campo no Distrito Federal - 2012
Diagnóstico da Educação do Campo no Distrito Federal - 2012Diagnóstico da Educação do Campo no Distrito Federal - 2012
Diagnóstico da Educação do Campo no Distrito Federal - 2012
 

Semelhante a 2009+diretrizes+curriculares+do+ensino+fundamental[1]

Pcn história
Pcn históriaPcn história
Pcn históriacmsrial13
 
Pcns bases resumo geral
Pcns bases resumo geralPcns bases resumo geral
Pcns bases resumo geralcoordmsantos
 
Legislação Brasileira: História e Cultura Afro e Indígena - Prof Gasparina Paz
Legislação Brasileira: História e Cultura Afro e Indígena - Prof Gasparina PazLegislação Brasileira: História e Cultura Afro e Indígena - Prof Gasparina Paz
Legislação Brasileira: História e Cultura Afro e Indígena - Prof Gasparina PazAlexandre da Rosa
 
Diretrizes curriculares nacionais para a educação
Diretrizes curriculares nacionais para a educaçãoDiretrizes curriculares nacionais para a educação
Diretrizes curriculares nacionais para a educaçãoElicio Lima
 
Material_Estudo_3_Base_Nacional_Comum_EI.ppt
Material_Estudo_3_Base_Nacional_Comum_EI.pptMaterial_Estudo_3_Base_Nacional_Comum_EI.ppt
Material_Estudo_3_Base_Nacional_Comum_EI.pptCleidianeCarvalhoPer
 
Material_Estudo_3_Base_Nacional_Comum_EI.ppt
Material_Estudo_3_Base_Nacional_Comum_EI.pptMaterial_Estudo_3_Base_Nacional_Comum_EI.ppt
Material_Estudo_3_Base_Nacional_Comum_EI.pptOliveiraAndrade
 
Material_Estudo_3_Base_Nacional_Comum_EI.ppt
Material_Estudo_3_Base_Nacional_Comum_EI.pptMaterial_Estudo_3_Base_Nacional_Comum_EI.ppt
Material_Estudo_3_Base_Nacional_Comum_EI.pptCLAUDIANYCALACADESOU
 
Bncc etapa ensino médio
Bncc etapa ensino médioBncc etapa ensino médio
Bncc etapa ensino médiopibidsociais
 
PLANO DE CURSO - LINGUAGENS - LÍNGUA PÓRTUGUESA - 3 ANO.pdf
PLANO DE CURSO - LINGUAGENS - LÍNGUA PÓRTUGUESA - 3 ANO.pdfPLANO DE CURSO - LINGUAGENS - LÍNGUA PÓRTUGUESA - 3 ANO.pdf
PLANO DE CURSO - LINGUAGENS - LÍNGUA PÓRTUGUESA - 3 ANO.pdfWagner Costa
 
Fichamento educação no campo pibid - quezia
Fichamento educação no campo   pibid - queziaFichamento educação no campo   pibid - quezia
Fichamento educação no campo pibid - queziapibidsociais
 
PROJETO EDUCAÇÃO: DIVERSIDADE CULTURAL
PROJETO EDUCAÇÃO: DIVERSIDADE CULTURALPROJETO EDUCAÇÃO: DIVERSIDADE CULTURAL
PROJETO EDUCAÇÃO: DIVERSIDADE CULTURALAline Martendal
 
Desenvolvimento de Competências Para Uma Melhor Inclusão
Desenvolvimento de Competências Para Uma Melhor InclusãoDesenvolvimento de Competências Para Uma Melhor Inclusão
Desenvolvimento de Competências Para Uma Melhor InclusãoAndreiaPinto49
 

Semelhante a 2009+diretrizes+curriculares+do+ensino+fundamental[1] (20)

CULINARIA AFETIVA POWERPOINT.pptx
CULINARIA AFETIVA POWERPOINT.pptxCULINARIA AFETIVA POWERPOINT.pptx
CULINARIA AFETIVA POWERPOINT.pptx
 
Pcn história
Pcn históriaPcn história
Pcn história
 
Pcns bases resumo geral
Pcns bases resumo geralPcns bases resumo geral
Pcns bases resumo geral
 
Legislação Brasileira: História e Cultura Afro e Indígena - Prof Gasparina Paz
Legislação Brasileira: História e Cultura Afro e Indígena - Prof Gasparina PazLegislação Brasileira: História e Cultura Afro e Indígena - Prof Gasparina Paz
Legislação Brasileira: História e Cultura Afro e Indígena - Prof Gasparina Paz
 
Diretrizes curriculares nacionais para a educação
Diretrizes curriculares nacionais para a educaçãoDiretrizes curriculares nacionais para a educação
Diretrizes curriculares nacionais para a educação
 
Material_Estudo_3_Base_Nacional_Comum_EI.ppt
Material_Estudo_3_Base_Nacional_Comum_EI.pptMaterial_Estudo_3_Base_Nacional_Comum_EI.ppt
Material_Estudo_3_Base_Nacional_Comum_EI.ppt
 
Material_Estudo_3_Base_Nacional_Comum_EI.ppt
Material_Estudo_3_Base_Nacional_Comum_EI.pptMaterial_Estudo_3_Base_Nacional_Comum_EI.ppt
Material_Estudo_3_Base_Nacional_Comum_EI.ppt
 
Material_Estudo_3_Base_Nacional_Comum_EI.ppt
Material_Estudo_3_Base_Nacional_Comum_EI.pptMaterial_Estudo_3_Base_Nacional_Comum_EI.ppt
Material_Estudo_3_Base_Nacional_Comum_EI.ppt
 
Bncc etapa ensino médio
Bncc etapa ensino médioBncc etapa ensino médio
Bncc etapa ensino médio
 
PCNs Ciencias
PCNs CienciasPCNs Ciencias
PCNs Ciencias
 
PLANO DE CURSO - LINGUAGENS - LÍNGUA PÓRTUGUESA - 3 ANO.pdf
PLANO DE CURSO - LINGUAGENS - LÍNGUA PÓRTUGUESA - 3 ANO.pdfPLANO DE CURSO - LINGUAGENS - LÍNGUA PÓRTUGUESA - 3 ANO.pdf
PLANO DE CURSO - LINGUAGENS - LÍNGUA PÓRTUGUESA - 3 ANO.pdf
 
Apresentação Diversidade 2013
Apresentação Diversidade 2013Apresentação Diversidade 2013
Apresentação Diversidade 2013
 
Fichamento educação no campo pibid - quezia
Fichamento educação no campo   pibid - queziaFichamento educação no campo   pibid - quezia
Fichamento educação no campo pibid - quezia
 
Educacao Campo
Educacao CampoEducacao Campo
Educacao Campo
 
Educacao Campo
Educacao CampoEducacao Campo
Educacao Campo
 
PROJETO EDUCAÇÃO: DIVERSIDADE CULTURAL
PROJETO EDUCAÇÃO: DIVERSIDADE CULTURALPROJETO EDUCAÇÃO: DIVERSIDADE CULTURAL
PROJETO EDUCAÇÃO: DIVERSIDADE CULTURAL
 
plano1ano-Vasconcelos.pdf
plano1ano-Vasconcelos.pdfplano1ano-Vasconcelos.pdf
plano1ano-Vasconcelos.pdf
 
Desenvolvimento de Competências Para Uma Melhor Inclusão
Desenvolvimento de Competências Para Uma Melhor InclusãoDesenvolvimento de Competências Para Uma Melhor Inclusão
Desenvolvimento de Competências Para Uma Melhor Inclusão
 
Curriculo Dupla.pptx
Curriculo Dupla.pptxCurriculo Dupla.pptx
Curriculo Dupla.pptx
 
Dcnef 9 anos
Dcnef 9 anosDcnef 9 anos
Dcnef 9 anos
 

Mais de pedagogia para licenciados

Apresentaopsicognesedalnguaescrita 110616193411-phpapp01
Apresentaopsicognesedalnguaescrita 110616193411-phpapp01Apresentaopsicognesedalnguaescrita 110616193411-phpapp01
Apresentaopsicognesedalnguaescrita 110616193411-phpapp01pedagogia para licenciados
 
Alarcão,+isabel+ +professores+reflexivos+em+uma+escola+refle
Alarcão,+isabel+ +professores+reflexivos+em+uma+escola+refleAlarcão,+isabel+ +professores+reflexivos+em+uma+escola+refle
Alarcão,+isabel+ +professores+reflexivos+em+uma+escola+reflepedagogia para licenciados
 
A história das_idéias_de_paulo_freire_e_a_atual_crise_de_paradigmas
A história das_idéias_de_paulo_freire_e_a_atual_crise_de_paradigmasA história das_idéias_de_paulo_freire_e_a_atual_crise_de_paradigmas
A história das_idéias_de_paulo_freire_e_a_atual_crise_de_paradigmaspedagogia para licenciados
 
Weisz,+telma+e+lerner,+délia+ +refletindo+sobre+a+prática+pe
Weisz,+telma+e+lerner,+délia+ +refletindo+sobre+a+prática+peWeisz,+telma+e+lerner,+délia+ +refletindo+sobre+a+prática+pe
Weisz,+telma+e+lerner,+délia+ +refletindo+sobre+a+prática+pepedagogia para licenciados
 
A história das_idéias_de_paulo_freire_e_a_atual_crise_de_paradigmas
A história das_idéias_de_paulo_freire_e_a_atual_crise_de_paradigmasA história das_idéias_de_paulo_freire_e_a_atual_crise_de_paradigmas
A história das_idéias_de_paulo_freire_e_a_atual_crise_de_paradigmaspedagogia para licenciados
 
25.+reorganização+da+eja+ +educação+de+jovens+e+adultos+da+rede+municipal+de+...
25.+reorganização+da+eja+ +educação+de+jovens+e+adultos+da+rede+municipal+de+...25.+reorganização+da+eja+ +educação+de+jovens+e+adultos+da+rede+municipal+de+...
25.+reorganização+da+eja+ +educação+de+jovens+e+adultos+da+rede+municipal+de+...pedagogia para licenciados
 

Mais de pedagogia para licenciados (20)

licenciatura para bacharel ou tecnólogo
licenciatura para bacharel ou tecnólogolicenciatura para bacharel ou tecnólogo
licenciatura para bacharel ou tecnólogo
 
Apresentaopsicognesedalnguaescrita 110616193411-phpapp01
Apresentaopsicognesedalnguaescrita 110616193411-phpapp01Apresentaopsicognesedalnguaescrita 110616193411-phpapp01
Apresentaopsicognesedalnguaescrita 110616193411-phpapp01
 
Alarcão,+isabel+ +professores+reflexivos+em+uma+escola+refle
Alarcão,+isabel+ +professores+reflexivos+em+uma+escola+refleAlarcão,+isabel+ +professores+reflexivos+em+uma+escola+refle
Alarcão,+isabel+ +professores+reflexivos+em+uma+escola+refle
 
A história das_idéias_de_paulo_freire_e_a_atual_crise_de_paradigmas
A história das_idéias_de_paulo_freire_e_a_atual_crise_de_paradigmasA história das_idéias_de_paulo_freire_e_a_atual_crise_de_paradigmas
A história das_idéias_de_paulo_freire_e_a_atual_crise_de_paradigmas
 
Pcn+educação+especial
Pcn+educação+especialPcn+educação+especial
Pcn+educação+especial
 
Soares
SoaresSoares
Soares
 
Teoriasdeaprendizagem
TeoriasdeaprendizagemTeoriasdeaprendizagem
Teoriasdeaprendizagem
 
Vasconcellos
VasconcellosVasconcellos
Vasconcellos
 
Vygotsky
VygotskyVygotsky
Vygotsky
 
Weisz,+telma+e+lerner,+délia+ +refletindo+sobre+a+prática+pe
Weisz,+telma+e+lerner,+délia+ +refletindo+sobre+a+prática+peWeisz,+telma+e+lerner,+délia+ +refletindo+sobre+a+prática+pe
Weisz,+telma+e+lerner,+délia+ +refletindo+sobre+a+prática+pe
 
Zabala
ZabalaZabala
Zabala
 
Alfabetizaçâo magda soares
Alfabetizaçâo magda soaresAlfabetizaçâo magda soares
Alfabetizaçâo magda soares
 
Al m da_alfabe_p_teberosky___apost
Al m da_alfabe_p_teberosky___apostAl m da_alfabe_p_teberosky___apost
Al m da_alfabe_p_teberosky___apost
 
A+prática+educativa
A+prática+educativaA+prática+educativa
A+prática+educativa
 
A+pedagogia+critico+social
A+pedagogia+critico+social A+pedagogia+critico+social
A+pedagogia+critico+social
 
A+língua+portuguesa+no+ensino+fundamental(2)
A+língua+portuguesa+no+ensino+fundamental(2)A+língua+portuguesa+no+ensino+fundamental(2)
A+língua+portuguesa+no+ensino+fundamental(2)
 
A+identidade+da+escola+aprendente
A+identidade+da+escola+aprendenteA+identidade+da+escola+aprendente
A+identidade+da+escola+aprendente
 
A história das_idéias_de_paulo_freire_e_a_atual_crise_de_paradigmas
A história das_idéias_de_paulo_freire_e_a_atual_crise_de_paradigmasA história das_idéias_de_paulo_freire_e_a_atual_crise_de_paradigmas
A história das_idéias_de_paulo_freire_e_a_atual_crise_de_paradigmas
 
25.+reorganização+da+eja+ +educação+de+jovens+e+adultos+da+rede+municipal+de+...
25.+reorganização+da+eja+ +educação+de+jovens+e+adultos+da+rede+municipal+de+...25.+reorganização+da+eja+ +educação+de+jovens+e+adultos+da+rede+municipal+de+...
25.+reorganização+da+eja+ +educação+de+jovens+e+adultos+da+rede+municipal+de+...
 
10+novas+competências+para+ensinar
10+novas+competências+para+ensinar10+novas+competências+para+ensinar
10+novas+competências+para+ensinar
 

2009+diretrizes+curriculares+do+ensino+fundamental[1]

  • 1. BRASIL. MEC. DCNs do Ensino Médio. ESQUEMA ORGANIZADO PELA PROFa.MS LEDA C.SILVA FACULDADE DE SÃO BERNARDO (FASB) PARECER CNE 4/98 E RESOLUÇÃO 2/98 DIRETRIZES CURRICULARES PARA O ENSINO FUNDAMENTAL. Princípios Norteadores PROPOSTAS PEDAGÓGICAS: DEVEM EXPLICITAR DIVERSIDADES E PECULIARIDADES BÁSICAS: REGIONAIS DE GÊNERO ETNICAS FAIXA ETÁRIA VARIAÇÕES SÓCIO- ECONÔMICAS CONDIÇÕES PSICOLÓGICAS E FISICAS NECESSÁRIO REVERTER discriminações e exclusões em múltiplos contextos e no interior das escolas, devidas ao racismo, ao sexismo e a preconceitos originados pelas situações sócio-econômicas, regionais, culturais e étnicas. RELAÇÕES ENTRE AS DIVERSAS IDENTIDADES E SUAS EXPERIÊNCIAS DE VIDA RESULTAM ENSINO E APRENDIZAGEM = INTERAÇÃO CONHECIMENTO LINGUAGENS PROCESSOS AFETIVOS 1 Éticos da autonomia, da responsabilidade, da solidariedade e do respeito ao bem comum Políticos dos direitos e deveres de Cidadania, do exercício da criticidade e do respeito à ordem democrática Estéticos da Sensibilidade, Criatividade, Ludicidade, qualidade e diversidade de manifestações artísticas e culturais. RECONHECIMENTO DAS IDENTIDADES PESSOAIS DE Alunos, professores e outros profissionais e ainda da Unidade Escolar e dos sistemas de ensino
  • 2. BRASIL. MEC. DCNs do Ensino Médio. ESQUEMA ORGANIZADO PELA PROFa.MS LEDA C.SILVA FACULDADE DE SÃO BERNARDO (FASB) Grande parte do mau desempenho dos alunos, problemas da reprovação e da preparação insatisfatória dos professores, é devida à insuficiência de diálogos e metodologia de trabalhos diversificados na sala de aula, que permitam a expressão de níveis diferenciados de compreensão, de conhecimentos e de valores éticos, políticos e estéticos. CONCEITOS : • CURRÍCULO: ► currículo formal (planos e propostas pedagógicas), ► currículo em ação (aquilo que efetivamente acontece nas salas de aula e nas escolas), ► currículo oculto (o não dito, aquilo que tanto alunos, quanto professores trazem, carregado de sentidos próprios criando as formas de relacionamento, poder e convivência nas salas de aula). • BASE NACIONAL COMUM: conjunto de conteúdos mínimos das Áreas de conhecimento articulados aos aspectos da Vida Cidadã. • PARTE DIVERSIFICADA: envolve os conteúdos complementares, escolhidos por cada sistema de ensino e estabelecimentos escolares, integrados à Base Nacional Comum, de acordo com as caraterísticas regionais e locais da sociedade, da cultura, da economia e da clientela. • CONTEÚDOS MÍNIMOS DAS ÁREAS DE CONHECIMENTO: refere-se às noções de conceitos essenciais sobre fenômenos, processos, sistemas e operações, que contribuem para a constituição de saberes, conhecimentos, valores e práticas sociais indispensáveis ao exercício de uma vida de cidadania plena. TODOS ARTICULADOS COM : a) a Vida Cidadã, através da articulação entre vários dos seus aspectos como: b) as Áreas de Conhecimento de: ► Saúde; ► a Sexualidade; ► a Vida Familiar e Social; ► o Meio Ambiente; ► Trabalho; ► a Ciência e a Tecnologia; ► a Cultura; ► as Linguagens; ▼Língua Portuguesa; ▼ Língua Materna (para populações indígenas )▼Matemática; ▼ Ciências; ▼Geografia; ▼ História; ▼ Língua Estrangeira; ▼ Educação Artística; ▼ Educação Física; ▼ Educação Religiosa 2
  • 3. BRASIL. MEC. DCNs do Ensino Médio. ESQUEMA ORGANIZADO PELA PROFa.MS LEDA C.SILVA FACULDADE DE SÃO BERNARDO (FASB) • Sem um olhar sobre o instituído, criamos lacunas, desfiguramos memórias e identidades, perdemos vínculo com a nossa história, quebramos os espelhos que desenham nossas formas. • .A relação com o passado deve ser cultivada, desde que se exerça uma compreensão do tempo como algo dinâmico, mas não simplesmente linear e seqüencial. • Nada mais significativo e importante, para a construção da cidadania, do que a compreensão de que a cultura não existiria sem a socialização das conquistas humanas. O sujeito anônimo é, na verdade, o grande artesão dos tecidos da história. PROPOSTAS PEDAGÓGICAS DEVEM; • valorizar interdisciplinaridade entre as várias áreas sem desconsiderar a especificidade; • embasar teoricamente a relação entre conhecimentos e valores voltados para uma vida cidadã; • não adotar apenas uma visão teórico-metodológica garantindo aprofundamento continuado e uma atualização constante em relação às diferentes orientações da Psicologia, Antropologia, Sociologia, Psico e Sócio-Linguística e outras Ciências Humanas, Sociais e Exatas.  As escolas utilizarão a Parte Diversificada de suas propostas curriculares, para enriquecer e complementar a Base Nacional Comum, com Projetos de pesquisa sobre ecossistemas regionais, 3  O modelo atual: despreza as possibilidades afetivas, lúdicas e estéticas de entender o mundo O ponto de encontro tem sido a acumulação O MODELO PREVISTO NA LDB Reconhece a importância dos processos formativos desenvolvidos nos movimentos sociais, nos organismos da sociedade civil e nas manifestações culturais, INSTITUINTE: O novo conhecimento, descobertas, referências culturais. INSTITUIDO: saberes integrados à ciência e à tecnologia, criados pela inteligência humana.
  • 4. BRASIL. MEC. DCNs do Ensino Médio. ESQUEMA ORGANIZADO PELA PROFa.MS LEDA C.SILVA FACULDADE DE SÃO BERNARDO (FASB) por exemplo, ou atividades artísticas e de trabalho, novas linguagens (como da informática, da televisão e de vídeo)  Para que todas as Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental sejam realizadas com êxito, são indispensáveis o espírito de equipe e as condições básicas para planejar os usos de espaço e tempo escolar. 4