Salmo 104 Fotos PC Paradise Wollpapers Montagem Juliana Bouvier Ludwig [email_address]
  Bendize a Jeová, ó minha alma. Ó Jeová, meu Deus, mostraste ser muito grande. Tu te vestiste de dignidade e de esplendor,
<ul><li>  </li></ul><ul><li>Envolvendo-te em luz como que num manto, </li></ul><ul><li>Estendendo os céus qual pano de ten...
<ul><li>Aquele que constrói com vigas os seus quartos superiores nas próprias águas, </li></ul><ul><li>Fazendo das nuvens ...
<ul><li>Que faz os seus anjos espíritos, </li></ul><ul><li>Seus ministros, um fogo devorador. </li></ul>
<ul><li>Ele fundou a terra sobre os seus lugares  estabelecidos;  </li></ul><ul><li>Não será abalada, por tempo indefinido...
<ul><li>Cobriste-a de água de profundeza como vestimenta. </li></ul><ul><li>As águas pararam acima dos próprios montes. </...
<ul><li>  </li></ul><ul><li>À tua censura começaram a fugir; </li></ul><ul><li>Ao som do teu trovão foram postas a correr,...
<ul><li>Montes passaram a subir, </li></ul><ul><li>Vales planos passaram a descer — </li></ul><ul><li>Ao lugar que para el...
<ul><li>Puseste um termo além do qual não passariam, </li></ul><ul><li>Para que não cobrissem mais a terra. </li></ul>
<ul><li>  </li></ul><ul><li>Ele envia mananciais aos vales de torrente; </li></ul><ul><li>Eles continuam a correr entre os...
<ul><li>Dão continuamente de beber a todos os animais selváticos da campina; </li></ul><ul><li>As zebras saciam regularmen...
<ul><li>Acima deles se empoleiram as criaturas voadoras dos céus; </li></ul><ul><li>Produzem um som do meio da grossa folh...
<ul><li>  </li></ul><ul><li>Dos seus quartos superiores ele rega os montes. </li></ul><ul><li>A terra farta-se com os frut...
<ul><li>Ele faz brotar capim verde para os animais </li></ul><ul><li>E vegetação para o serviço da humanidade, </li></ul><...
<ul><li>E vinho que alegra o coração do homem mortal, </li></ul><ul><li>Para fazer a face brilhar com óleo, </li></ul><ul>...
<ul><li>  </li></ul><ul><li>As árvores de Jeová fartaram-se, </li></ul><ul><li>Os cedros do Líbano que ele plantou, </li><...
<ul><li>  </li></ul><ul><li>Nos quais os próprios pássaros fazem ninhos. </li></ul><ul><li>Quanto à cegonha, os juníperos ...
<ul><li>Os altos montes são para os cabritos monteses;  </li></ul><ul><li>Os rochedos são um refúgio para os procávias. </...
<ul><li>Ele fez a lua para os tempos designados; </li></ul><ul><li>O próprio sol sabe muito bem onde se põe. </li></ul>
<ul><li>Tu causas a escuridão para que se torne noite; </li></ul><ul><li>Nela se movem todos os animais selváticos da flor...
<ul><li>  </li></ul><ul><li>Os leões novos jubados estão bramindo pela presa </li></ul><ul><li>E por procurarem do próprio...
<ul><li>O sol começa a raiar — eles se recolhem </li></ul><ul><li>E se deitam nos seus próprios esconderijos. </li></ul>
<ul><li>  </li></ul><ul><li>O homem sai para a sua atividade </li></ul><ul><li>E para o seu serviço até à noitinha. </li><...
<ul><li>Quantos são os teus trabalhos, ó Jeová! </li></ul><ul><li>A todos eles fizeste em sabedoria. </li></ul><ul><li>A t...
<ul><li>  </li></ul><ul><li>Quanto a este mar, tão grande e largo, </li></ul><ul><li>Há ali inúmeras coisas que se movem, ...
<ul><li>  </li></ul><ul><li>Ali vão os navios; </li></ul><ul><li>Quanto ao leviatã, formaste-o para brincar nele. </li></ul>
<ul><li>Todos eles — a ti ficam aguardando </li></ul><ul><li>Para [lhes] dares o alimento a seu tempo. </li></ul>
<ul><li>  Apanham o que lhes dás. </li></ul><ul><li>Abres a tua mão — eles se fartam com coisas boas. </li></ul>
<ul><li>  </li></ul><ul><li>Se escondes a tua face, ficam perturbados. </li></ul><ul><li>Se lhes tiras o espírito, expiram...
<ul><li>  </li></ul><ul><li>Se envias teu espírito, são criados; </li></ul><ul><li>E fazes nova a face do solo. </li></ul>
<ul><li>  </li></ul><ul><li>A glória de Jeová mostrará ser por tempo indefinido. </li></ul><ul><li>Jeová se alegrará com o...
<ul><li>  </li></ul><ul><li>Ele olha para a terra, e ela treme; </li></ul><ul><li>Toca nos montes, e eles fumegam. </li></ul>
<ul><li>Vou cantar a Jeová durante a minha vida; </li></ul><ul><li>Vou entoar melodias ao meu Deus enquanto eu existir. </...
<ul><li>  </li></ul><ul><li>Seja prazenteira a minha reflexão sobre ele. </li></ul><ul><li>Eu, da minha parte, me alegrare...
<ul><li>  </li></ul><ul><li>Dar-se-á cabo dos pecadores de cima da terra; </li></ul><ul><li>E quanto aos iníquos, não mais...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Salmos 104

1.975 visualizações

Publicada em

Publicada em: Espiritual, Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.975
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
255
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
28
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Salmos 104

  1. 1. Salmo 104 Fotos PC Paradise Wollpapers Montagem Juliana Bouvier Ludwig [email_address]
  2. 2. Bendize a Jeová, ó minha alma. Ó Jeová, meu Deus, mostraste ser muito grande. Tu te vestiste de dignidade e de esplendor,
  3. 3. <ul><li>  </li></ul><ul><li>Envolvendo-te em luz como que num manto, </li></ul><ul><li>Estendendo os céus qual pano de tenda, </li></ul>
  4. 4. <ul><li>Aquele que constrói com vigas os seus quartos superiores nas próprias águas, </li></ul><ul><li>Fazendo das nuvens o seu carro, </li></ul><ul><li>Andando sobre as asas do vento, </li></ul>
  5. 5. <ul><li>Que faz os seus anjos espíritos, </li></ul><ul><li>Seus ministros, um fogo devorador. </li></ul>
  6. 6. <ul><li>Ele fundou a terra sobre os seus lugares estabelecidos; </li></ul><ul><li>Não será abalada, por tempo indefinido ou para todo o sempre. </li></ul>
  7. 7. <ul><li>Cobriste-a de água de profundeza como vestimenta. </li></ul><ul><li>As águas pararam acima dos próprios montes. </li></ul>
  8. 8. <ul><li>  </li></ul><ul><li>À tua censura começaram a fugir; </li></ul><ul><li>Ao som do teu trovão foram postas a correr, tomadas de pânico — </li></ul>
  9. 9. <ul><li>Montes passaram a subir, </li></ul><ul><li>Vales planos passaram a descer — </li></ul><ul><li>Ao lugar que para elas fundaste. </li></ul>
  10. 10. <ul><li>Puseste um termo além do qual não passariam, </li></ul><ul><li>Para que não cobrissem mais a terra. </li></ul>
  11. 11. <ul><li>  </li></ul><ul><li>Ele envia mananciais aos vales de torrente; </li></ul><ul><li>Eles continuam a correr entre os montes. </li></ul>
  12. 12. <ul><li>Dão continuamente de beber a todos os animais selváticos da campina; </li></ul><ul><li>As zebras saciam regularmente a sua sede. </li></ul>
  13. 13. <ul><li>Acima deles se empoleiram as criaturas voadoras dos céus; </li></ul><ul><li>Produzem um som do meio da grossa folhagem. </li></ul>
  14. 14. <ul><li>  </li></ul><ul><li>Dos seus quartos superiores ele rega os montes. </li></ul><ul><li>A terra farta-se com os frutos dos teus trabalhos. </li></ul>
  15. 15. <ul><li>Ele faz brotar capim verde para os animais </li></ul><ul><li>E vegetação para o serviço da humanidade, </li></ul><ul><li>A fim de que saia alimento da terra, </li></ul>
  16. 16. <ul><li>E vinho que alegra o coração do homem mortal, </li></ul><ul><li>Para fazer a face brilhar com óleo, </li></ul><ul><li>E pão que revigora o próprio coração do homem mortal. </li></ul>
  17. 17. <ul><li>  </li></ul><ul><li>As árvores de Jeová fartaram-se, </li></ul><ul><li>Os cedros do Líbano que ele plantou, </li></ul>
  18. 18. <ul><li>  </li></ul><ul><li>Nos quais os próprios pássaros fazem ninhos. </li></ul><ul><li>Quanto à cegonha, os juníperos são a sua casa. </li></ul>
  19. 19. <ul><li>Os altos montes são para os cabritos monteses; </li></ul><ul><li>Os rochedos são um refúgio para os procávias. </li></ul>
  20. 20. <ul><li>Ele fez a lua para os tempos designados; </li></ul><ul><li>O próprio sol sabe muito bem onde se põe. </li></ul>
  21. 21. <ul><li>Tu causas a escuridão para que se torne noite; </li></ul><ul><li>Nela se movem todos os animais selváticos da floresta. </li></ul>
  22. 22. <ul><li>  </li></ul><ul><li>Os leões novos jubados estão bramindo pela presa </li></ul><ul><li>E por procurarem do próprio Deus o seu alimento. </li></ul>
  23. 23. <ul><li>O sol começa a raiar — eles se recolhem </li></ul><ul><li>E se deitam nos seus próprios esconderijos. </li></ul>
  24. 24. <ul><li>  </li></ul><ul><li>O homem sai para a sua atividade </li></ul><ul><li>E para o seu serviço até à noitinha. </li></ul>
  25. 25. <ul><li>Quantos são os teus trabalhos, ó Jeová! </li></ul><ul><li>A todos eles fizeste em sabedoria. </li></ul><ul><li>A terra está cheia das tuas produções. </li></ul>
  26. 26. <ul><li>  </li></ul><ul><li>Quanto a este mar, tão grande e largo, </li></ul><ul><li>Há ali inúmeras coisas que se movem, </li></ul><ul><li>Criaturas viventes, tanto pequenas como grandes. </li></ul>
  27. 27. <ul><li>  </li></ul><ul><li>Ali vão os navios; </li></ul><ul><li>Quanto ao leviatã, formaste-o para brincar nele. </li></ul>
  28. 28. <ul><li>Todos eles — a ti ficam aguardando </li></ul><ul><li>Para [lhes] dares o alimento a seu tempo. </li></ul>
  29. 29. <ul><li>  Apanham o que lhes dás. </li></ul><ul><li>Abres a tua mão — eles se fartam com coisas boas. </li></ul>
  30. 30. <ul><li>  </li></ul><ul><li>Se escondes a tua face, ficam perturbados. </li></ul><ul><li>Se lhes tiras o espírito, expiram </li></ul><ul><li>E retornam ao seu pó. </li></ul>
  31. 31. <ul><li>  </li></ul><ul><li>Se envias teu espírito, são criados; </li></ul><ul><li>E fazes nova a face do solo. </li></ul>
  32. 32. <ul><li>  </li></ul><ul><li>A glória de Jeová mostrará ser por tempo indefinido. </li></ul><ul><li>Jeová se alegrará com os seus trabalhos. </li></ul>
  33. 33. <ul><li>  </li></ul><ul><li>Ele olha para a terra, e ela treme; </li></ul><ul><li>Toca nos montes, e eles fumegam. </li></ul>
  34. 34. <ul><li>Vou cantar a Jeová durante a minha vida; </li></ul><ul><li>Vou entoar melodias ao meu Deus enquanto eu existir. </li></ul>
  35. 35. <ul><li>  </li></ul><ul><li>Seja prazenteira a minha reflexão sobre ele. </li></ul><ul><li>Eu, da minha parte, me alegrarei em Jeová. </li></ul>
  36. 36. <ul><li>  </li></ul><ul><li>Dar-se-á cabo dos pecadores de cima da terra; </li></ul><ul><li>E quanto aos iníquos, não mais existirão. </li></ul><ul><li>Bendize a Jeová, ó minha alma. Louvai a Jah! </li></ul>

×