Modalidade de crédito e análise de cadeias produtivas para ECOSOL

337 visualizações

Publicada em

Apresentação sobre as questões de acesso ao crédito e cadeias produtivas para Economia Solidária

Publicada em: Serviços
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
337
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Modalidade de crédito e análise de cadeias produtivas para ECOSOL

  1. 1. Modalidade de Crédito e Análise de Cadeias Produtivas no meio rural e no meio urbano INCUBEESS PIESES - Programa Institucional de Educação e Sócio-economia Solidária
  2. 2. ECOSOL E CAPITALISMO CAPITALISTA: D – M – D CAMPONÊS: M – D – M TRABALHADOR: FT – D - M
  3. 3. Financiamentos Microcrédito Doações INCUBEESS PIESES - Programa Institucional de Educação e Sócio-economia Solidária MODALIDADES DE CRÉDITO
  4. 4. Financiamentos INCUBEESS PIESES - Programa Institucional de Educação e Sócio-economia Solidária Classificação quanto a origem do recurso: Público Privado
  5. 5. INCUBEESS PIESES - Programa Institucional de Educação e Sócio-economia Solidária Agentes: Bancos Estatais Bancos Privados Cooperativas de Crédito Tipos: Financiamento ao desenvolvimento (BNDES, FCO, FINAM) Crédito Agrícola (PRONAF – Crédito Safra) Programas Setoriais (Prodetur, Minha Casa Minha Vida, Etc) Microcrédito Financiamentos Públicos
  6. 6. Destino do Financiamento INCUBEESS PIESES - Programa Institucional de Educação e Sócio-economia Solidária Construção Equipamentos Instalação Capital de Giro Há poucas linhas que podem incorporar a compra de terreno.
  7. 7. Microcrédito e Bancos Populares INCUBEESS PIESES - Programa Institucional de Educação e Sócio-economia Solidária Modalidades destinada a população de baixa renda e é operado por instituições financeiras ou não
  8. 8. Qual o financiamento ideal para a ECOSOL: Qual o faturamento ideal para economia solidária? Qual economia solidária queremos? INCUBEESS
  9. 9. Análise de Cadeias Produtivas INCUBEESS PIESES - Programa Institucional de Educação e Sócio-economia Solidária O que é uma cadeia produtiva: O conceito de cadeia produtiva originou-se no setor agrícola, a partir da necessidade de ampliação da visão de dentro da porteira para antes e depois da porteira da fazenda. Nesta concepção, uma cadeia produtiva agropecuária seria composta por elos que englobariam as organizações supridoras de insumos básicos para a produção agrícola ou agroindustrial,
  10. 10. INCUBEESS PIESES - Programa Institucional de Educação e Sócio-economia Solidária as fazendas e agroindústrias com seus processos produtivos, as unidades de comercialização atacadista e varejista e os consumidores finais, todo conectados por fluxos de capital, materiais e de informação. Na Figura 3, o modelo geral de uma cadeia produtiva é apresentado. Fonte:CASTRO, Antônio Maria Gomes de; LIMA, Suzana Maria Valle e CRISTO, Carlos Manuel Pedroso Neves: Cadeia Produtiva: Marco Conceitual para Apoiar a Prospecção Tecnológica, acesso em http://www.pee.mdic.gov.br/portalmdic/arquivos/dwnl_1197031 881.pdf
  11. 11. Qual a educação para estes modelos? INCUBEESS
  12. 12. Cadeias Produtivas Solidárias. INCUBEESS PIESES - Programa Institucional de Educação e Sócio-economia Solidária A ideia básica dessa remontagem, consiste em substituir fornecedores de insumo que operem sob a lógica do capital por fornecedores que operem sob a lógica da economia solidária; substituir insumos elaborados de maneira ecologicamente incorreta, por outros elaborados de maneira ecologicamente sustentável. Isso possibilitaria uma correção de fluxos de valores(ver FLUXOS ECONÔMICOS), o empoderamento cada vez maior da economia solidária e a propagação de um desenvolvimento socialmente justo e ecologicamente sustentável. Fonte: MANCE, Euclides in: http://www.solidarius.com.br/mance/biblioteca/cadeiaprodutiva-pt.pdf
  13. 13. PRODUÇÃO AGROINDUSTRIA- LIZAÇÃO COMERCIA- LIZAÇÃO INSUMOS 15% 23% 35% 27% Fonte: FAO/1996
  14. 14. Cadeias Produtivas Solidárias e logística INCUBEESS PIESES - Programa Institucional de Educação e Sócio-economia Solidária Logística de Suprimentos Logística de Produção Logística de Comercialização
  15. 15. István Meszáros, Estrutura Social e Formas de Consciência: A determinação social do método, Ed. Boitempo, 2009. p 202 INCUBEESS PIESES - Programa Institucional de Educação e Sócio-economia Solidária “Isto é extremamente problemático porque, na realidade, a satisfação das necessidades humana esta vinculada à provisão de bens e produtos, seja como objetos ou serviços, e não de mercadorias.(...) E, pior ainda, até mesmo o exercício da força de trabalho - e, com ele, a sobrevivência do próprio trabalho vivo sob o domínio do capital – pode adquirir legitimidade para sua reprodução (ou seja, sobrevivência contínua) apenas sob a condição de que seja convertido em mercadoria.” A lógica de troca sob a égide do capital no mercado.
  16. 16. • MUITO OBRIGADO • CLOVIS VAILANT • 065 9614 5176 • vailantc@hotmail.com • vailantc3@gmail.com

×