SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 14
Baixar para ler offline
Curso de Violão Professor: Franklin Balmante
Música: É a arte de combinar sons de uma maneira agradável.
Melodia: Combinação de sons sucessivos. Harmonia: Combinação de sons simultâneos. Ritmo: Uma combinação de valores das notas dispostas no tempo em que são executadas.
1 - Tampo Corresponde ao corpo do violão. Onde a sonoridade varia de acordo com o tamanho, formato, madeira. 2 - Rastilho Parte do instrumento que se prende as cordas 2 - Cavalete Serve de suporte para prender o Rastilho. 3 - Boca Orifício localizado no corpo do violão. 4 - Cordas Parte fundamental onde são produzidas as notas musicais. 5 - Braço Parte do instrumento onde se localiza as casas e os trastes. 6 - Trastes Dividem o braço do instrumento em casas de maneira à alcançar a altura correta das notas. 7 - Casas Indicam exatamente a localização das Notas. 8 - Pestana Tem a função de servir como apoio para as cordas direcionando-as para as tarraxas. 9 - Tarraxas Tem a finalidade de alcançar a afinação correta, afroxando ou apertando as corda, conforme a necessidade.   10 - cabeça Encontrada na parte superior do braço, serve de suporte para o mecanismo das Tarraxas .
Mãos ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Dedos da mão direita P - Polegar I - Indicador M - Médio A - Anular
Afinação Tradicional   A Afinação tem que se treinar muito, pois é pelo ouvido que você vai ficar sabendo quando o violão está afinado e quando ele não está afinado. Eu aconselho que se tenha um violonista para pelo menos tirar umas dúvidas e dar uns toques. Não se preocupe com o tempo, seu ouvido vai ficar ótimo. Ao tocar as cordas livres, a partir da mais grave, (de cima para baixo) nós emitimos os sons da notas: Sempre antes de tocar o instrumento deve-se conferir a afinação. Temos que dispor de um  Diapasão  que emite a nota LA.      
Cifras As cifras são um padrão usado para escrever as notas musicais usando letras   Nota  Cifras La  A Si  B Do  C Re  D Mi  E Fá  F Sol  G
Acordes É a produção de vários sons simultâneos obtidos da combinação de várias notas.  No nosso estudo o acorde será representado por um gráfico que representa uma reprodução do braço do violão, veja abaixo: C (Do Maior)   |-----|-----|-----|:E b |--3--|-----|-----|:A |-----|--2--|-----|:D . |-----|-----|-----|:G . |-----|-----|--1--|:B . |-----|-----|-----|:e As linhas horizontais representam as cordas e as linhas verticais são os trastes |-----|-----|-----|:E |-----|-----|-----|:A |-----|-----|-----|:D |-----|-----|-----|:G |-----|-----|-----|:B |-----|-----|-----|:e
Os números representam os dedos da mão esquerda onde: ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
As letras representam as cordas do instrumento   |-----|-----|-----|:E -> 6ª Corda Mi mais grave b |-----|-----|-----|:A -> 5ª Corda La |-----|-----|-----|:D -> 4ª Corda Re .  |-----|-----|-----|:G -> 3ª Corda Sol .  |-----|-----|-----|:B -> 2ª Corda Si .  |-----|-----|-----|:e -> 1ª Corda Mi mais agudo A letra b e os três pontos no lado esquerdo do gráfico representam os dedos da mão direita posicionados sobre as cordas. O  b  indica o dedo polegar chamado de  BAIXO  que é a nota mais importante do acorde
Mão direita No exemplo do acorde de Do maior teremos o seguinte posicionamento   |-----|-----|-----|:E P |--3--|-----|-----|:A |-----|--2--|-----|:D I |-----|-----|-----|:G M |-----|-----|--1--|:B A |-----|-----|-----|:e  Polegar- P  Atinge a Corda 5 que é o Baixo do acorde Indicador - I  Atinge a Corda 3 Médio  - M  Atinge a Corda 2 Anular  -  A  Atinge a Corda 1 A mão direita deverá cair sobre o tampo do violão fazendo uma espécie de concha. É importante coloca a mão de maneira espontânea sem forçar e sem retesar os nervos. O polegar deve sempre ficar a frente dos demais dedos num ângulo aproximado de noventa graus em relação ao dedo indicador. Nesta posição o polegar ao tocar a corda 4 não atrapalha o dedo indicador posicionado na corda 3. Posições corretas das mãos
Mão Esquerda Mão esquerda O polegar é colocado na parte de trás do braço e os demais dedos sobre as cordas na parte da frente. Observe que a mão deve ser posicionada de tal forma que o polegar não ultrapasse o braço do violão, deixando a mão livre para percorrer o braço do instrumento.
Na formação de um acorde mantenha os dedos na posição mais vertical possível, isto evita um abafamento indesejado nas outras cordas.
Observação Final Neste estudo ofereço uma força para quem quer iniciar o estudo do violão, estes são alguns dos primeiros passos para posteriormente iniciar um estudo com mais profundidade. No principio do aprendizado existe muita dificuldade para se obter um som agradável. Ao fazer os exercícios com atenção, você está coordenando as mãos e melhorando os músculos dos dedos. Este começo é muito difícil sendo um grande desafio, que você pode vencer se for persistente e programar um horário certo para o treino. -Treinar, que seja pouco mas todo dia; -Fazer os exercícios com atenção; -Evitar tocar de qualquer forma para não adquirir vícios; -Executar os exercícios com atenção na posição correta das mãos; -Procurar ouvir todos os acordes e memorizar suas características. Abraço á todos !!! Franklin Balmante

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Apostila de violao
Apostila de violaoApostila de violao
Apostila de violaoJúlio Rocha
 
Teoria Musical Básica Aulas 1 e 2
Teoria Musical Básica Aulas 1 e 2Teoria Musical Básica Aulas 1 e 2
Teoria Musical Básica Aulas 1 e 2Henrique Antunes
 
Campo harmonico-da_escala_maior_natural
 Campo harmonico-da_escala_maior_natural Campo harmonico-da_escala_maior_natural
Campo harmonico-da_escala_maior_naturalnoisy_doctor
 
Apostila guto contra baixo n°vel 2
Apostila guto contra baixo n°vel 2Apostila guto contra baixo n°vel 2
Apostila guto contra baixo n°vel 2Silas Santana
 
Apostila batidas de violao vol 3
Apostila batidas de violao   vol 3Apostila batidas de violao   vol 3
Apostila batidas de violao vol 3Leafar Azous
 
Apostila-2012-aprenda-ler-uma-partitura-pdf
 Apostila-2012-aprenda-ler-uma-partitura-pdf Apostila-2012-aprenda-ler-uma-partitura-pdf
Apostila-2012-aprenda-ler-uma-partitura-pdfGuilherme Pereira
 
Apostila-de-violao-avancado
Apostila-de-violao-avancadoApostila-de-violao-avancado
Apostila-de-violao-avancadoNando Costa
 
Apostila de violao (alan salles)
Apostila de violao (alan salles)Apostila de violao (alan salles)
Apostila de violao (alan salles)Mille Barreto
 
Curso de teclado
Curso de tecladoCurso de teclado
Curso de tecladoNeo Vader
 
Teoria musical
Teoria musicalTeoria musical
Teoria musicalOMAESTRO
 
#Aula1 conhecendo o violão
#Aula1   conhecendo o violão#Aula1   conhecendo o violão
#Aula1 conhecendo o violãoAlan Rocha
 
Apostila de contrabaixo prof. Luciano Carvalho
Apostila de contrabaixo prof. Luciano CarvalhoApostila de contrabaixo prof. Luciano Carvalho
Apostila de contrabaixo prof. Luciano CarvalhoLuciano Carvalho
 
Apostila violao-iniciantes
Apostila violao-iniciantesApostila violao-iniciantes
Apostila violao-iniciantesdanlpt
 
Dicionário de acordes para teclado
Dicionário de acordes para tecladoDicionário de acordes para teclado
Dicionário de acordes para tecladoaltairhg
 
Apostila violao e guitarra modulo 1
Apostila violao e guitarra modulo 1Apostila violao e guitarra modulo 1
Apostila violao e guitarra modulo 1Nome Sobrenome
 
Teste para alunos do curso de música_Gilmar Damião
Teste para alunos do curso de música_Gilmar DamiãoTeste para alunos do curso de música_Gilmar Damião
Teste para alunos do curso de música_Gilmar DamiãoGilmar Damião
 

Mais procurados (20)

Apostila de violao
Apostila de violaoApostila de violao
Apostila de violao
 
Curso de violao
Curso de violaoCurso de violao
Curso de violao
 
Curso de teoria musical
Curso de teoria musicalCurso de teoria musical
Curso de teoria musical
 
Teoria Musical Básica Aulas 1 e 2
Teoria Musical Básica Aulas 1 e 2Teoria Musical Básica Aulas 1 e 2
Teoria Musical Básica Aulas 1 e 2
 
Campo harmonico-da_escala_maior_natural
 Campo harmonico-da_escala_maior_natural Campo harmonico-da_escala_maior_natural
Campo harmonico-da_escala_maior_natural
 
Apostila guto contra baixo n°vel 2
Apostila guto contra baixo n°vel 2Apostila guto contra baixo n°vel 2
Apostila guto contra baixo n°vel 2
 
Apostila batidas de violao vol 3
Apostila batidas de violao   vol 3Apostila batidas de violao   vol 3
Apostila batidas de violao vol 3
 
Apostila-2012-aprenda-ler-uma-partitura-pdf
 Apostila-2012-aprenda-ler-uma-partitura-pdf Apostila-2012-aprenda-ler-uma-partitura-pdf
Apostila-2012-aprenda-ler-uma-partitura-pdf
 
Apostila-de-violao-avancado
Apostila-de-violao-avancadoApostila-de-violao-avancado
Apostila-de-violao-avancado
 
Apostila de violao (alan salles)
Apostila de violao (alan salles)Apostila de violao (alan salles)
Apostila de violao (alan salles)
 
Curso de teclado
Curso de tecladoCurso de teclado
Curso de teclado
 
Teoria musical
Teoria musicalTeoria musical
Teoria musical
 
#Aula1 conhecendo o violão
#Aula1   conhecendo o violão#Aula1   conhecendo o violão
#Aula1 conhecendo o violão
 
Apostila de contrabaixo prof. Luciano Carvalho
Apostila de contrabaixo prof. Luciano CarvalhoApostila de contrabaixo prof. Luciano Carvalho
Apostila de contrabaixo prof. Luciano Carvalho
 
Apostila contra-baixo
Apostila contra-baixoApostila contra-baixo
Apostila contra-baixo
 
Escalas maiores e menores
Escalas maiores e menoresEscalas maiores e menores
Escalas maiores e menores
 
Apostila violao-iniciantes
Apostila violao-iniciantesApostila violao-iniciantes
Apostila violao-iniciantes
 
Dicionário de acordes para teclado
Dicionário de acordes para tecladoDicionário de acordes para teclado
Dicionário de acordes para teclado
 
Apostila violao e guitarra modulo 1
Apostila violao e guitarra modulo 1Apostila violao e guitarra modulo 1
Apostila violao e guitarra modulo 1
 
Teste para alunos do curso de música_Gilmar Damião
Teste para alunos do curso de música_Gilmar DamiãoTeste para alunos do curso de música_Gilmar Damião
Teste para alunos do curso de música_Gilmar Damião
 

Semelhante a Curso Violão

Violao - aula básica (Programa Trilhas Potiguares)
Violao - aula básica (Programa Trilhas Potiguares)Violao - aula básica (Programa Trilhas Potiguares)
Violao - aula básica (Programa Trilhas Potiguares)Thazya Regina
 
Aprender como tocar um violão
Aprender como tocar um violãoAprender como tocar um violão
Aprender como tocar um violãoCarlos Eugênio
 
Aula de violão guitarra
Aula de violão guitarraAula de violão guitarra
Aula de violão guitarraIron Filho
 
Curso de violão
Curso de violãoCurso de violão
Curso de violãoNando Costa
 
Curso de violao
Curso de violao Curso de violao
Curso de violao Saulo Gomes
 
Curso De Como Aprender A Tocar ViolãO
Curso De Como Aprender A Tocar ViolãOCurso De Como Aprender A Tocar ViolãO
Curso De Como Aprender A Tocar ViolãODinho Paulo Clakly
 
Aula 1 _ 2023 com Fernando Carvalho.pdf
Aula 1 _ 2023 com Fernando Carvalho.pdfAula 1 _ 2023 com Fernando Carvalho.pdf
Aula 1 _ 2023 com Fernando Carvalho.pdfFernando GuitarBass
 
Aprender guitarra-classica
Aprender guitarra-classicaAprender guitarra-classica
Aprender guitarra-classicahome
 
Aprender a tocar guitarra
Aprender a tocar guitarraAprender a tocar guitarra
Aprender a tocar guitarraLuciano Lobo
 
Codigo fonte contrabaixo_paraleigos
Codigo fonte contrabaixo_paraleigosCodigo fonte contrabaixo_paraleigos
Codigo fonte contrabaixo_paraleigosaryew
 
contrabaixo---iniciante
 contrabaixo---iniciante contrabaixo---iniciante
contrabaixo---inicianteSaulo Gomes
 
Apostiladecontrabaixoprof lucianocarvalho-101016153845-phpapp02
Apostiladecontrabaixoprof lucianocarvalho-101016153845-phpapp02Apostiladecontrabaixoprof lucianocarvalho-101016153845-phpapp02
Apostiladecontrabaixoprof lucianocarvalho-101016153845-phpapp02Tony Baixista
 
3metodoviolaootaniel ricardo-
3metodoviolaootaniel ricardo-3metodoviolaootaniel ricardo-
3metodoviolaootaniel ricardo-Saulo Gomes
 
Metodo de violao-otaniel ricardo
Metodo de violao-otaniel ricardoMetodo de violao-otaniel ricardo
Metodo de violao-otaniel ricardoYago Farias
 

Semelhante a Curso Violão (20)

Weber
WeberWeber
Weber
 
Violao - aula básica (Programa Trilhas Potiguares)
Violao - aula básica (Programa Trilhas Potiguares)Violao - aula básica (Programa Trilhas Potiguares)
Violao - aula básica (Programa Trilhas Potiguares)
 
Aprender como tocar um violão
Aprender como tocar um violãoAprender como tocar um violão
Aprender como tocar um violão
 
Aula de violão guitarra
Aula de violão guitarraAula de violão guitarra
Aula de violão guitarra
 
Violo1b
Violo1bViolo1b
Violo1b
 
Música123
Música123Música123
Música123
 
Curso de violão
Curso de violãoCurso de violão
Curso de violão
 
Curso de violao
Curso de violao Curso de violao
Curso de violao
 
Apostila violao
Apostila violaoApostila violao
Apostila violao
 
Curso De Como Aprender A Tocar ViolãO
Curso De Como Aprender A Tocar ViolãOCurso De Como Aprender A Tocar ViolãO
Curso De Como Aprender A Tocar ViolãO
 
Aula 1 _ 2023 com Fernando Carvalho.pdf
Aula 1 _ 2023 com Fernando Carvalho.pdfAula 1 _ 2023 com Fernando Carvalho.pdf
Aula 1 _ 2023 com Fernando Carvalho.pdf
 
Aprender guitarra-classica
Aprender guitarra-classicaAprender guitarra-classica
Aprender guitarra-classica
 
Viola iniciante
Viola inicianteViola iniciante
Viola iniciante
 
Aula 1
Aula 1Aula 1
Aula 1
 
Aprender a tocar guitarra
Aprender a tocar guitarraAprender a tocar guitarra
Aprender a tocar guitarra
 
Codigo fonte contrabaixo_paraleigos
Codigo fonte contrabaixo_paraleigosCodigo fonte contrabaixo_paraleigos
Codigo fonte contrabaixo_paraleigos
 
contrabaixo---iniciante
 contrabaixo---iniciante contrabaixo---iniciante
contrabaixo---iniciante
 
Apostiladecontrabaixoprof lucianocarvalho-101016153845-phpapp02
Apostiladecontrabaixoprof lucianocarvalho-101016153845-phpapp02Apostiladecontrabaixoprof lucianocarvalho-101016153845-phpapp02
Apostiladecontrabaixoprof lucianocarvalho-101016153845-phpapp02
 
3metodoviolaootaniel ricardo-
3metodoviolaootaniel ricardo-3metodoviolaootaniel ricardo-
3metodoviolaootaniel ricardo-
 
Metodo de violao-otaniel ricardo
Metodo de violao-otaniel ricardoMetodo de violao-otaniel ricardo
Metodo de violao-otaniel ricardo
 

Último

Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfIedaGoethe
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISVitor Vieira Vasconcelos
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullyingMary Alvarenga
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdfProfGleide
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfmarialuciadasilva17
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxconcelhovdragons
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...Martin M Flynn
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxGislaineDuresCruz
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxJMTCS
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASEdinardo Aguiar
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptAlineSilvaPotuk
 
AULA 7 - REFORMA PROTESTANTE SIMPLES E BASICA.pptx
AULA 7 - REFORMA PROTESTANTE SIMPLES E BASICA.pptxAULA 7 - REFORMA PROTESTANTE SIMPLES E BASICA.pptx
AULA 7 - REFORMA PROTESTANTE SIMPLES E BASICA.pptxrenatacolbeich1
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxkarinasantiago54
 
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptxpamelacastro71
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxJMTCS
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 

Último (20)

Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
 
AULA 7 - REFORMA PROTESTANTE SIMPLES E BASICA.pptx
AULA 7 - REFORMA PROTESTANTE SIMPLES E BASICA.pptxAULA 7 - REFORMA PROTESTANTE SIMPLES E BASICA.pptx
AULA 7 - REFORMA PROTESTANTE SIMPLES E BASICA.pptx
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
 
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
(76- ESTUDO MATEUS) A ACLAMAÇÃO DO REI..
(76- ESTUDO MATEUS) A ACLAMAÇÃO DO REI..(76- ESTUDO MATEUS) A ACLAMAÇÃO DO REI..
(76- ESTUDO MATEUS) A ACLAMAÇÃO DO REI..
 

Curso Violão

  • 1. Curso de Violão Professor: Franklin Balmante
  • 2. Música: É a arte de combinar sons de uma maneira agradável.
  • 3. Melodia: Combinação de sons sucessivos. Harmonia: Combinação de sons simultâneos. Ritmo: Uma combinação de valores das notas dispostas no tempo em que são executadas.
  • 4. 1 - Tampo Corresponde ao corpo do violão. Onde a sonoridade varia de acordo com o tamanho, formato, madeira. 2 - Rastilho Parte do instrumento que se prende as cordas 2 - Cavalete Serve de suporte para prender o Rastilho. 3 - Boca Orifício localizado no corpo do violão. 4 - Cordas Parte fundamental onde são produzidas as notas musicais. 5 - Braço Parte do instrumento onde se localiza as casas e os trastes. 6 - Trastes Dividem o braço do instrumento em casas de maneira à alcançar a altura correta das notas. 7 - Casas Indicam exatamente a localização das Notas. 8 - Pestana Tem a função de servir como apoio para as cordas direcionando-as para as tarraxas. 9 - Tarraxas Tem a finalidade de alcançar a afinação correta, afroxando ou apertando as corda, conforme a necessidade.   10 - cabeça Encontrada na parte superior do braço, serve de suporte para o mecanismo das Tarraxas .
  • 5.
  • 6. Afinação Tradicional   A Afinação tem que se treinar muito, pois é pelo ouvido que você vai ficar sabendo quando o violão está afinado e quando ele não está afinado. Eu aconselho que se tenha um violonista para pelo menos tirar umas dúvidas e dar uns toques. Não se preocupe com o tempo, seu ouvido vai ficar ótimo. Ao tocar as cordas livres, a partir da mais grave, (de cima para baixo) nós emitimos os sons da notas: Sempre antes de tocar o instrumento deve-se conferir a afinação. Temos que dispor de um Diapasão que emite a nota LA.    
  • 7. Cifras As cifras são um padrão usado para escrever as notas musicais usando letras   Nota Cifras La A Si B Do C Re D Mi E Fá F Sol G
  • 8. Acordes É a produção de vários sons simultâneos obtidos da combinação de várias notas. No nosso estudo o acorde será representado por um gráfico que representa uma reprodução do braço do violão, veja abaixo: C (Do Maior) |-----|-----|-----|:E b |--3--|-----|-----|:A |-----|--2--|-----|:D . |-----|-----|-----|:G . |-----|-----|--1--|:B . |-----|-----|-----|:e As linhas horizontais representam as cordas e as linhas verticais são os trastes |-----|-----|-----|:E |-----|-----|-----|:A |-----|-----|-----|:D |-----|-----|-----|:G |-----|-----|-----|:B |-----|-----|-----|:e
  • 9.
  • 10. As letras representam as cordas do instrumento   |-----|-----|-----|:E -> 6ª Corda Mi mais grave b |-----|-----|-----|:A -> 5ª Corda La |-----|-----|-----|:D -> 4ª Corda Re . |-----|-----|-----|:G -> 3ª Corda Sol . |-----|-----|-----|:B -> 2ª Corda Si . |-----|-----|-----|:e -> 1ª Corda Mi mais agudo A letra b e os três pontos no lado esquerdo do gráfico representam os dedos da mão direita posicionados sobre as cordas. O b indica o dedo polegar chamado de BAIXO que é a nota mais importante do acorde
  • 11. Mão direita No exemplo do acorde de Do maior teremos o seguinte posicionamento |-----|-----|-----|:E P |--3--|-----|-----|:A |-----|--2--|-----|:D I |-----|-----|-----|:G M |-----|-----|--1--|:B A |-----|-----|-----|:e Polegar- P Atinge a Corda 5 que é o Baixo do acorde Indicador - I Atinge a Corda 3 Médio - M Atinge a Corda 2 Anular - A Atinge a Corda 1 A mão direita deverá cair sobre o tampo do violão fazendo uma espécie de concha. É importante coloca a mão de maneira espontânea sem forçar e sem retesar os nervos. O polegar deve sempre ficar a frente dos demais dedos num ângulo aproximado de noventa graus em relação ao dedo indicador. Nesta posição o polegar ao tocar a corda 4 não atrapalha o dedo indicador posicionado na corda 3. Posições corretas das mãos
  • 12. Mão Esquerda Mão esquerda O polegar é colocado na parte de trás do braço e os demais dedos sobre as cordas na parte da frente. Observe que a mão deve ser posicionada de tal forma que o polegar não ultrapasse o braço do violão, deixando a mão livre para percorrer o braço do instrumento.
  • 13. Na formação de um acorde mantenha os dedos na posição mais vertical possível, isto evita um abafamento indesejado nas outras cordas.
  • 14. Observação Final Neste estudo ofereço uma força para quem quer iniciar o estudo do violão, estes são alguns dos primeiros passos para posteriormente iniciar um estudo com mais profundidade. No principio do aprendizado existe muita dificuldade para se obter um som agradável. Ao fazer os exercícios com atenção, você está coordenando as mãos e melhorando os músculos dos dedos. Este começo é muito difícil sendo um grande desafio, que você pode vencer se for persistente e programar um horário certo para o treino. -Treinar, que seja pouco mas todo dia; -Fazer os exercícios com atenção; -Evitar tocar de qualquer forma para não adquirir vícios; -Executar os exercícios com atenção na posição correta das mãos; -Procurar ouvir todos os acordes e memorizar suas características. Abraço á todos !!! Franklin Balmante