Cadeira de
PATRIMÓNIO CULTURAL PORTUGUÊS
Coleção de Manuais da Universidade
Sénior Contemporânea
Professor Doutor
Artur Fi...
CULTURA CASTREJA EM PORTUGAL
A CITÂNIA DE BRITEIROS
2
AUTOR
Artur Filipe dos Santos
artursantosdocente@gmail.com
artursantos.no.sapo.pt
politicsandflags.wordpress.com
• Artur F...
A Universidade Sénior
Contemporânea
Web: www.usc.no.sapo.pt
Email: usc@sapo.pt
Edições online: www.edicoesuscontemporanea....
• A Citânia de Briteiros é
um sítio arqueológico
da Idade do Ferro,
situado no alto do
monte de São Romão,
na freguesia de...
• Fica também perto dos
santuários do Sameiro e
do Bom Jesus de Braga.
É uma citânia com as
características gerais da
cult...
CITÂNIA • Uma citânia ou cividade
(substantivo feminino
antigo de cidade) é um
castro de maiores
dimensões e importância,
...
Juntamente com a Citânia
de Sanfins, este povoado
fortificado da II Idade do
Ferro do Noroeste
Peninsular, localizado nas
...
• Embora parte significativa
das estruturas que se
observam actualmente
tenham sido edificadas já
durante o período da
rom...
As ruínas arqueológicas
de Briteiros são uma
prova extraordinária da
existência de um
importante povoado
primitivo, de ori...
• Evidenciam nitidamente
caracteres da cultura
castreja, ainda que
fortemente
romanizados no
começo da era cristã.
11
Artu...
• A citânia de Briteiros
está situada no alto do
monte de São Romão,
no concelho de
Guimarães, apresenta
características d...
• Trata-se de um sítio
arqueológico da Idade
do Ferro, que
permaneceu ocupada à
época da invasão
romana da península
Ibéri...
• A influência da
romanização neste
povoado, no século I a.C.,
é evidenciada em
numerosos vestígios, tais
como inscrições ...
• Esta citânia deve ter
sido definitivamente
abandonada no século
III.
15
Edições USContemporanea– edicoes-uscontemporanea...
• As suas ruínas foram
descobertas pelo
arqueólogo Martins
Sarmento em 1875.
16
Universidade Sénior Contemporânea – www.us...
• Francisco Martins de
Gouveia Morais
Sarmento (Guimarães, 9
de março de 1833 —
Guimarães, 9 de agosto
de 1899) foi um not...
Formado em Direito
pela Universidade de
Coimbra, dedicou-se
com grande paixão ao
estudo da arqueologia.
Fez a exploração i...
• Cultivou também a
poesia e colaborou em
revistas e jornais
científicos. Encontra-se
colaboração da sua
autoria no semaná...
• Entre as suas obras
contam-se: Os
Argonautas; Ora
Marítima; Lusitanos,
Lígures e Celtas.
• No museu da Sociedade
Martins...
• Martins Sarmento,
etnólogo e arqueólogo
célebre, nascido em
Guimarães em 1833,
ocupou-se do estudo
científico destas ruí...
Ruínas de um povoado
pré-histórico, localizadas
junto do monte de S.
Romão, a 15 quilómetros
de Guimarães, e postas a
desc...
• Estas ruínas de origem
pré-romana evidenciam
também traços de cultura
céltica.
• Depois de cerca de um
século de trabalh...
• As numerosas
construções, de vários
tipos, dispostas um pouco
livremente, mas
obedecendo, contudo, a
um ainda que insipi...
• alcandoradas no cimo dos montes e mesmo assim
protegidas por várias cinturas de muralhas, cujos
extensos panos ainda hoj...
• Apesar de apresentar
evidências da presença
romana, este povoado
tem a sua maior
importância pelas
características da cu...
• Outras características
desta cultura são o
traçado das muralhas, ou
a planta circular das
casas, mas no Museu da
Cultura...
• Destas muralhas conservam-se alguns vestígios, que
nos permitem concluir que existiam linhas defensivas
em volta do aglo...
• Outros monumentos do mesmo
carácter têm sido identificados
em diversos castros da região
asturo-galaico portuguesa em
Pa...
• Como testemunho do
primitivismo das
origens da citânia de
Briteiros existem os
achados de instrumento
de pedra neolítico...
Por outro lado, as
"mamoas" nas
vizinhanças da citânia e
as gravuras rupestres
nas encostas dos
montes próximos
mostram a ...
• Interpretações recentes
permitem atribuir à
Citânia de Briteiros o
papel de capital política
dos "Callaeci Bracari"
no i...
Os Brácaros
• Os Brácaros (em latim
"bracari") eram um
povo pré-romano de
cultura céltica, que
habitava o Noroeste de
Port...
• No seu território entre
os rios Douro e Lima,
por volta do ano 16
a.C., foi edificada
Bracara Augusta a
mando do imperad...
• A respectiva celticidade
linguística surge atestada
nomeadamente na
inscrição epigráfica da
Fonte do Ídolo, em Braga,
de...
• Localizado numa
plataforma elevada,
com um bom domínio
da paisagem onde se
insere, esta citânia era
defendida por mais d...
E seriam estes mesmos
panos de muralha que
acabavam por delimitar as
grandes áreas familiares, no
interior das quais se
ed...
• Do tipo citânia,
apresenta as
características gerais da
cultura dos castros do
noroeste da península
Ibérica.
38
Artur F...
Consiste nos restos de
uma povoação, em um
sítio elevado, com
traços culturais celtas,
murada. Na realidade
existem três m...
• Revela-se nesta cultura
traços da influência
indígena no dispositivo
topográfico da
povoação, no traçado
das muralhas, n...
Um dos monumentos
pré-romanos mais
curiosos é um
balneário, constando de
uma pequena câmara
redonda ligada a um
recinto qu...
• Os dois
compartimentos eram
divididos por uma
estela de forma
pentagonal, com uma
pequena abertura no
fundo para se pode...
Uma das câmaras
servia para se
tomarem banhos
de vapor, a outra
para se tomarem
banhos de água
fria.
43
Universidade Sénio...
44
• Durante algum tempo,
pensou-se que este
balneário fosse um
edifício de carácter
funerário.
45
Artur Filipe dos Santos – ...
• Encontra-se classificada
como Monumento
Nacional desde 1910.
46
Edições USContemporanea– edicoes-uscontemporanea.webnode...
• Um dos elementos que
mais destacam esta
Citânia no seio da
cultura castreja do
Noroeste Peninsular
(embora também
presen...
Descoberto ainda no
século XIX, este artefacto
foi alvo das mais diversas
teorizações, tendo
preponderado durante
bastante...
• Contudo, as investigações
encetadas ao longo dos
últimos anos têm vindo a
apontar para a sua
interpretação enquanto
part...
Bibliografia
– http://pt.wikipedia.org/wiki/Cit%C3%A2nia_de_Briteiros
– http://www.guimaraesturismo.com/pages/154?geo_arti...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

PATRIMÓNIO CULTURAL -CITÂNIA DE BRITEIROS- Artur Filipe dos Santos - Universidade Sénior Contemporânea

529 visualizações

Publicada em

PATRIMÓNIO CULTURAL -CITÂNIA DE BRITEIROS- Artur Filipe dos Santos - Universidade Sénior Contemporânea

A Citânia de Briteiros é um sítio arqueológico da Idade do Ferro, situado no alto do monte de São Romão, na freguesia de Salvador de Briteiros, concelho de Guimarães (a cerca de 15 km de distância a Noroeste desta cidade).

AUTOR
Artur Filipe dos Santos
artursantosdocente@gmail.com
artursantos.no.sapo.pt
politicsandflags.wordpress.com
 
Artur Filipe dos Santos, Doutorado em Comunicação, Publicidade Relações Públicas e Protocolo, pela Universidade de Vigo, Galiza, Espanha, Professor Universitário, consultor e investigador em Comunicação Institucional e Património, Protocolista, Sociólogo.
Director Académico e Professor Titular na Universidade Sénior Contemporânea, membro da Direção do OIDECOM-Observatório Iberoamericano de Investigação e Desenvolvimento em Comunicação, membro da APEP-Associacao Portuguesa de Estudos de Protocolo. Membro do ICOMOS (International Counsil on Monuments and Sites), consultor da UNESCO para o Património Mundial, membro do Grupo de Investigação em Comunicação (ICOM-X1) da Faculdade de Ciências Sociais e da Comunicação da Universidade de Vigo, membro do Grupo de Investigação em Turismo e Comunicação da Universidade de Westminster. Professor convidado da Escola Superior de Saúde do Instituto Piaget. Orador e palestrante convidado em várias instituições de ensino superior. Formador em Networking e Sales Communication no Network Group +Negócio Portugal.

A Universidade Sénior Contemporânea
Web: www.usc.no.sapo.pt
Email: usc@sapo.pt
Edições online: www.edicoesuscontemporanea.webnode.com

 
A Universidade Sénior Contemporânea é uma instituição vocacionada para a ocupação de tempos livres dos indivíduos que se sintam motivados para a aprendizagem constante de diversas matérias teóricas e práticas,adquirindo conhecimentos em múltiplas áreas, como línguas, ciências sociais, saúde, informática, internet, dança, teatro, entre outras, tendo ainda a oportunidade de participação em actividades como o Grupo de Teatro, Coro da USC, USC Web TV, conferências, colóquios, visitas de estudo. Desenvolve manuais didáticos das próprias cadeiras lecionadas(23), acessivéis a séniores, estudantes e profissionais através de livraria online.
#uscontemporanea, #arturfilipedossantos, #comunicacaoepatrimonio

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
529
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

PATRIMÓNIO CULTURAL -CITÂNIA DE BRITEIROS- Artur Filipe dos Santos - Universidade Sénior Contemporânea

  1. 1. Cadeira de PATRIMÓNIO CULTURAL PORTUGUÊS Coleção de Manuais da Universidade Sénior Contemporânea Professor Doutor Artur Filipe dos Santos
  2. 2. CULTURA CASTREJA EM PORTUGAL A CITÂNIA DE BRITEIROS 2
  3. 3. AUTOR Artur Filipe dos Santos artursantosdocente@gmail.com artursantos.no.sapo.pt politicsandflags.wordpress.com • Artur Filipe dos Santos, Doutorado em Comunicação, Publicidade Relações Públicas e Protocolo, pela Universidade de Vigo, Galiza, Espanha, Professor Universitário, consultor e investigador em Comunicação Institucional e Património, Protocolista, Sociólogo. • Director Académico e Professor Titular na Universidade Sénior Contemporânea, membro da Direção do OIDECOM-Observatório Iberoamericano de Investigação e Desenvolvimento em Comunicação, membro da APEP-Associacao Portuguesa de Estudos de Protocolo. Membro do ICOMOS (International Counsil on Monuments and Sites), consultor da UNESCO para o Património Mundial, membro do Grupo de Investigação em Comunicação (ICOM-X1) da Faculdade de Ciências Sociais e da Comunicação da Universidade de Vigo, membro do Grupo de Investigação em Turismo e Comunicação da Universidade de Westminster. Professor convidado da Escola Superior de Saúde do Instituto Piaget. Orador e palestrante convidado em várias instituições de ensino superior. Formador em Networking e Sales Communication no Network Group +Negócio Portugal. 3 Artur Filipe dos Santos - artursantos.no.sapo.pt
  4. 4. A Universidade Sénior Contemporânea Web: www.usc.no.sapo.pt Email: usc@sapo.pt Edições online: www.edicoesuscontemporanea.webnode.com • A Universidade Sénior Contemporânea é uma instituição vocacionada para a ocupação de tempos livres dos indivíduos que se sintam motivados para a aprendizagem constante de diversas matérias teóricas e práticas,adquirindo conhecimentos em múltiplas áreas, como línguas, ciências sociais, saúde, informática, internet, dança, teatro, entre outras, tendo ainda a oportunidade de participação em actividades como o Grupo de Teatro, Coro da USC, USC Web TV, conferências, colóquios, visitas de estudo. Desenvolve manuais didáticos das próprias cadeiras lecionadas(23), acessivéis a séniores, estudantes e profissionais através de livraria online. Artur Filipe dos Santos - artursantos.no.sapo.pt 4
  5. 5. • A Citânia de Briteiros é um sítio arqueológico da Idade do Ferro, situado no alto do monte de São Romão, na freguesia de Salvador de Briteiros, concelho de Guimarães (a cerca de 15 km de distância a Noroeste desta cidade). 5 Artur Filipe dos Santos – www.artursantos.no.sapo.pt
  6. 6. • Fica também perto dos santuários do Sameiro e do Bom Jesus de Braga. É uma citânia com as características gerais da cultura dos castros do noroeste da Península Ibérica. 6 Edições USContemporanea– edicoes-uscontemporanea.webnode.pt
  7. 7. CITÂNIA • Uma citânia ou cividade (substantivo feminino antigo de cidade) é um castro de maiores dimensões e importância, habitado continuamente. A designação "citânia" é comparada com o Cytian dos povoados fortificados nas ilhas Britânicas. 7 Universidade Sénior Contemporânea – www.usc.no.sapo.pt
  8. 8. Juntamente com a Citânia de Sanfins, este povoado fortificado da II Idade do Ferro do Noroeste Peninsular, localizado nas proximidades de Guimarães, poderá ter assumido funções de lugar central de uma eventual unidade política (?) que congregaria diversos castros. 8 Artur Filipe dos Santos – www.artursantos.no.sapo.pt
  9. 9. • Embora parte significativa das estruturas que se observam actualmente tenham sido edificadas já durante o período da romanização desta região, a maioria dos aspectos que caracterizam este povoado fortificado podem ser imputáveis a épocas bem mais anteriores. 9 Edições USContemporanea– edicoes-uscontemporanea.webnode.pt
  10. 10. As ruínas arqueológicas de Briteiros são uma prova extraordinária da existência de um importante povoado primitivo, de origem pré- romana, pertencente ao tipo geral dos chamados "castros" do noroeste de Portugal. 10 Universidade Sénior Contemporânea – www.usc.no.sapo.pt
  11. 11. • Evidenciam nitidamente caracteres da cultura castreja, ainda que fortemente romanizados no começo da era cristã. 11 Artur Filipe dos Santos – www.artursantos.no.sapo.pt
  12. 12. • A citânia de Briteiros está situada no alto do monte de São Romão, no concelho de Guimarães, apresenta características da cultura celta, remonta à Idade do Ferro e deve ter sido habitada até ao século III. 12 Edições USContemporanea– edicoes-uscontemporanea.webnode.pt
  13. 13. • Trata-se de um sítio arqueológico da Idade do Ferro, que permaneceu ocupada à época da invasão romana da península Ibérica. 13 Universidade Sénior Contemporânea – www.usc.no.sapo.pt
  14. 14. • A influência da romanização neste povoado, no século I a.C., é evidenciada em numerosos vestígios, tais como inscrições latinas, moedas da República e do Império, fragmentos de cerâmica importada (terra de sigillata), vidros, e outros. 14 Artur Filipe dos Santos – www.artursantos.no.sapo.pt Moeda romana, em ouro (aureus forrado), do imperador: Vespasiano, séc. I a.C.
  15. 15. • Esta citânia deve ter sido definitivamente abandonada no século III. 15 Edições USContemporanea– edicoes-uscontemporanea.webnode.pt
  16. 16. • As suas ruínas foram descobertas pelo arqueólogo Martins Sarmento em 1875. 16 Universidade Sénior Contemporânea – www.usc.no.sapo.pt
  17. 17. • Francisco Martins de Gouveia Morais Sarmento (Guimarães, 9 de março de 1833 — Guimarães, 9 de agosto de 1899) foi um notável arqueólogo e escritor português. 17 Artur Filipe dos Santos – www.artursantos.no.sapo.pt
  18. 18. Formado em Direito pela Universidade de Coimbra, dedicou-se com grande paixão ao estudo da arqueologia. Fez a exploração intensa e metódica da citânia de Briteiros e Sabroso. 18 Edições USContemporanea– edicoes-uscontemporanea.webnode.pt
  19. 19. • Cultivou também a poesia e colaborou em revistas e jornais científicos. Encontra-se colaboração da sua autoria no semanário Branco e Negro (1896- 1898). 19 Universidade Sénior Contemporânea – www.usc.no.sapo.pt
  20. 20. • Entre as suas obras contam-se: Os Argonautas; Ora Marítima; Lusitanos, Lígures e Celtas. • No museu da Sociedade Martins Sarmento em Guimarães conserva-se uma grande parte dos objectos arqueológicos por si encontrados. 20 Artur Filipe dos Santos – www.artursantos.no.sapo.pt
  21. 21. • Martins Sarmento, etnólogo e arqueólogo célebre, nascido em Guimarães em 1833, ocupou-se do estudo científico destas ruínas, tendo dado um contributo decisivo para a sua divulgação, estudo e estado de conservação. 21 Edições USContemporanea– edicoes-uscontemporanea.webnode.pt
  22. 22. Ruínas de um povoado pré-histórico, localizadas junto do monte de S. Romão, a 15 quilómetros de Guimarães, e postas a descoberto a partir de 1875, constituem um dos mais significativos povoados fortificados da Idade do Ferro conhecidos em território nacional. 22 Universidade Sénior Contemporânea – www.usc.no.sapo.pt
  23. 23. • Estas ruínas de origem pré-romana evidenciam também traços de cultura céltica. • Depois de cerca de um século de trabalhos arqueológicos, revelou-se um núcleo populacional de aproximadamente 200 habitações, envoltas por quatro cintas de muralha. 23 Artur Filipe dos Santos – www.artursantos.no.sapo.pt
  24. 24. • As numerosas construções, de vários tipos, dispostas um pouco livremente, mas obedecendo, contudo, a um ainda que insipiente esquema urbanístico, oferecem pistas impressionantes e muito objectivas para o conhecimento daquelas gentes tão remotas; 24 Edições USContemporanea– edicoes-uscontemporanea.webnode.pt
  25. 25. • alcandoradas no cimo dos montes e mesmo assim protegidas por várias cinturas de muralhas, cujos extensos panos ainda hoje se podem admirar. 25 Universidade Sénior Contemporânea – www.usc.no.sapo.pt
  26. 26. • Apesar de apresentar evidências da presença romana, este povoado tem a sua maior importância pelas características da cultura anterior à romanização, como é o caso do um balneário, com câmaras para tomarem banhos de vapor e para banhos de água fria. 26 Artur Filipe dos Santos – www.artursantos.no.sapo.pt
  27. 27. • Outras características desta cultura são o traçado das muralhas, ou a planta circular das casas, mas no Museu da Cultura Castreja, podem ser apreciados artefactos em ouro, com decorações muito elaboradas, trabalhos em pedra e instrumentos usados em diversas actividades. 27 Edições USContemporanea– edicoes-uscontemporanea.webnode.pt
  28. 28. • Destas muralhas conservam-se alguns vestígios, que nos permitem concluir que existiam linhas defensivas em volta do aglomerado populacional, a ocidente, e uma outra linha mais a norte. 28 Universidade Sénior Contemporânea – www.usc.no.sapo.pt
  29. 29. • Outros monumentos do mesmo carácter têm sido identificados em diversos castros da região asturo-galaico portuguesa em Paços de Ferreira, na citânia de Sanfins. 29 Artur Filipe dos Santos – www.artursantos.no.sapo.pt
  30. 30. • Como testemunho do primitivismo das origens da citânia de Briteiros existem os achados de instrumento de pedra neolíticos ou de bronze inicial. 30 Edições USContemporanea– edicoes-uscontemporanea.webnode.pt
  31. 31. Por outro lado, as "mamoas" nas vizinhanças da citânia e as gravuras rupestres nas encostas dos montes próximos mostram a existência de uma cultura autóctone anterior à romana. 31 Universidade Sénior Contemporânea – www.usc.no.sapo.pt
  32. 32. • Interpretações recentes permitem atribuir à Citânia de Briteiros o papel de capital política dos "Callaeci Bracari" no início do século I, onde se reuniria o respectivo "consilium gentis" na grande casa circular de bancos adossados às paredes. 32 Artur Filipe dos Santos – www.artursantos.no.sapo.pt
  33. 33. Os Brácaros • Os Brácaros (em latim "bracari") eram um povo pré-romano de cultura céltica, que habitava o Noroeste de Portugal. 33 Edições USContemporanea– edicoes-uscontemporanea.webnode.pt
  34. 34. • No seu território entre os rios Douro e Lima, por volta do ano 16 a.C., foi edificada Bracara Augusta a mando do imperador romano Augusto, o nome romano da actual cidade de Braga. Adoravam a deusa galaica Nabia. 34 Universidade Sénior Contemporânea – www.usc.no.sapo.pt
  35. 35. • A respectiva celticidade linguística surge atestada nomeadamente na inscrição epigráfica da Fonte do Ídolo, em Braga, dedicada a Nabia e no nome da cidade de Tongobriga (Marco de Canaveses), formado a partir dos elementos tong- ("jurar") e -briga ("povoado fortificado"). 35 Artur Filipe dos Santos – www.artursantos.no.sapo.pt
  36. 36. • Localizado numa plataforma elevada, com um bom domínio da paisagem onde se insere, esta citânia era defendida por mais de uma linha de muralhas, construídas com o material pétreo típico da zona, ou seja, com blocos graníticos. 36 Edições USContemporanea– edicoes-uscontemporanea.webnode.pt
  37. 37. E seriam estes mesmos panos de muralha que acabavam por delimitar as grandes áreas familiares, no interior das quais se edificavam as típicas habitações – também elas com muro granítico, erguido até, sensivelmente, um terço da sua altura real -, de planta predominantemente circular. 37 Universidade Sénior Contemporânea – www.usc.no.sapo.pt
  38. 38. • Do tipo citânia, apresenta as características gerais da cultura dos castros do noroeste da península Ibérica. 38 Artur Filipe dos Santos – www.artursantos.no.sapo.pt
  39. 39. Consiste nos restos de uma povoação, em um sítio elevado, com traços culturais celtas, murada. Na realidade existem três muralhas, com dois metros de largura, em média, e cinco metros de altura. 39 Edições USContemporanea– edicoes-uscontemporanea.webnode.pt
  40. 40. • Revela-se nesta cultura traços da influência indígena no dispositivo topográfico da povoação, no traçado das muralhas, na planta circular das casas, no processo da sua construção e na decoração com motivos geométricos. 40 Universidade Sénior Contemporânea – www.usc.no.sapo.pt
  41. 41. Um dos monumentos pré-romanos mais curiosos é um balneário, constando de uma pequena câmara redonda ligada a um recinto quadrangular. 41 Artur Filipe dos Santos – www.artursantos.no.sapo.pt
  42. 42. • Os dois compartimentos eram divididos por uma estela de forma pentagonal, com uma pequena abertura no fundo para se poder passar de um para o outro. 42 Edições USContemporanea– edicoes-uscontemporanea.webnode.pt
  43. 43. Uma das câmaras servia para se tomarem banhos de vapor, a outra para se tomarem banhos de água fria. 43 Universidade Sénior Contemporânea – www.usc.no.sapo.pt
  44. 44. 44
  45. 45. • Durante algum tempo, pensou-se que este balneário fosse um edifício de carácter funerário. 45 Artur Filipe dos Santos – www.artursantos.no.sapo.pt
  46. 46. • Encontra-se classificada como Monumento Nacional desde 1910. 46 Edições USContemporanea– edicoes-uscontemporanea.webnode.pt
  47. 47. • Um dos elementos que mais destacam esta Citânia no seio da cultura castreja do Noroeste Peninsular (embora também presente noutros povoados fortificados deste tipo), revela-se a denominada Pedra Formosa. 47 Universidade Sénior Contemporânea – www.usc.no.sapo.pt
  48. 48. Descoberto ainda no século XIX, este artefacto foi alvo das mais diversas teorizações, tendo preponderado durante bastante tempo a ideia de que serviriam como "fornos crematórios", naturalmente relacionados com os rituais funerários destas populações. 48 Artur Filipe dos Santos – www.artursantos.no.sapo.pt
  49. 49. • Contudo, as investigações encetadas ao longo dos últimos anos têm vindo a apontar para a sua interpretação enquanto parte estruturante de balneários, como parece indicar o facto de serem sistematicamente encontrados junto a fontes ou linhas de água nas zonas mais baixas dos povoados. 49 Edições USContemporanea– edicoes-uscontemporanea.webnode.pt
  50. 50. Bibliografia – http://pt.wikipedia.org/wiki/Cit%C3%A2nia_de_Briteiros – http://www.guimaraesturismo.com/pages/154?geo_articl e_id=119 – http://www.guiadacidade.pt/pt/poi-citania-de-briteiros- 15839 – http://arqueo.org/ferro/citania-briteiros.html – http://www.castrosdonoroeste.pt/citania-de-briteiros/ – http://www.infopedia.pt/$citania-de-briteiros 50

×