SlideShare uma empresa Scribd logo

Experiência do usuário e emergência

UTFPR
UTFPR

Estes slides respondem à pergunta: é possível projetar experiências?

1 de 51
Baixar para ler offline
Experiência do usuário
e emergência
Frederick van Amstel @usabilidoido
Escola de Arquitetura e Design - PUCPR
www.usabilidoido.com.br
O que é
experiência do usuário
(user experience)?
Experiência do usuário e emergência
Experiência do usuário
não é um
diagrama.
Experiência do usuário é um momento cotidiano em que
se utiliza algo para uma atividade.
A qualidade das experiências que temos no cotidiano
são muito diversas.

Recomendados

Projetando performances emergentes
Projetando performances emergentesProjetando performances emergentes
Projetando performances emergentesUTFPR
 
A Startup Expansiva
A Startup ExpansivaA Startup Expansiva
A Startup ExpansivaUTFPR
 
Guia de prototipação de performances emergentes
Guia de prototipação de performances emergentesGuia de prototipação de performances emergentes
Guia de prototipação de performances emergentesUTFPR
 
Interações opressivas e libertárias
Interações opressivas e libertáriasInterações opressivas e libertárias
Interações opressivas e libertáriasUTFPR
 
Aula 1 - Técnicas de PrototipaçãoI
Aula 1 - Técnicas de PrototipaçãoIAula 1 - Técnicas de PrototipaçãoI
Aula 1 - Técnicas de PrototipaçãoIPaolo Passeri
 
Aula 3 - Técnicas de Prototipação I
Aula 3 - Técnicas de Prototipação IAula 3 - Técnicas de Prototipação I
Aula 3 - Técnicas de Prototipação IPaolo Passeri
 
Introdução ao Design de Interação
Introdução ao Design de InteraçãoIntrodução ao Design de Interação
Introdução ao Design de InteraçãoUTFPR
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Design de interfaces gráficas
Design de interfaces gráficasDesign de interfaces gráficas
Design de interfaces gráficasUTFPR
 
Aula 5 - Tecnicas de Prototipação I
Aula 5 - Tecnicas de Prototipação IAula 5 - Tecnicas de Prototipação I
Aula 5 - Tecnicas de Prototipação IPaolo Passeri
 
Aula 4 - Tecnicas de Prototipação I
Aula 4 - Tecnicas de Prototipação IAula 4 - Tecnicas de Prototipação I
Aula 4 - Tecnicas de Prototipação IPaolo Passeri
 
Interação Humano Computador Capítulo 8 - Antecipação
Interação Humano Computador Capítulo 8 - AntecipaçãoInteração Humano Computador Capítulo 8 - Antecipação
Interação Humano Computador Capítulo 8 - AntecipaçãoWellington Oliveira
 
Desenvolvendo jogos e animacoes de forma criativa com o scratch matheus ba...
Desenvolvendo jogos e animacoes de forma criativa com o scratch    matheus ba...Desenvolvendo jogos e animacoes de forma criativa com o scratch    matheus ba...
Desenvolvendo jogos e animacoes de forma criativa com o scratch matheus ba...PotiLivre Sobrenome
 
Metodologias e anti-metodologias de design
Metodologias e anti-metodologias de designMetodologias e anti-metodologias de design
Metodologias e anti-metodologias de designUTFPR
 
O Diferencial e as Tendências do Design de Interação
O Diferencial e as Tendências do Design de InteraçãoO Diferencial e as Tendências do Design de Interação
O Diferencial e as Tendências do Design de InteraçãoUTFPR
 
Usuarios e Designers: projetos e ações situadas
Usuarios e Designers: projetos e ações situadasUsuarios e Designers: projetos e ações situadas
Usuarios e Designers: projetos e ações situadasRodrigo Freese Gonzatto
 
Interação Humano-Computador - Design para Experiência
Interação Humano-Computador - Design para ExperiênciaInteração Humano-Computador - Design para Experiência
Interação Humano-Computador - Design para ExperiênciaWellington Oliveira
 
Design de Interação Criativo, Social, Emotivo e Complicado
Design de Interação Criativo, Social, Emotivo e ComplicadoDesign de Interação Criativo, Social, Emotivo e Complicado
Design de Interação Criativo, Social, Emotivo e ComplicadoUTFPR
 
Interação Humano Computador Capítulo 9 - Design
Interação Humano Computador Capítulo 9 - DesignInteração Humano Computador Capítulo 9 - Design
Interação Humano Computador Capítulo 9 - DesignWellington Oliveira
 
User Experience Boot Camp
User Experience Boot CampUser Experience Boot Camp
User Experience Boot CampUTFPR
 
Princípios de Design de Interação
Princípios de Design de InteraçãoPrincípios de Design de Interação
Princípios de Design de InteraçãoFelipe Dal Molin
 
Indo além do Design Centrado no Usuário
Indo além do Design Centrado no UsuárioIndo além do Design Centrado no Usuário
Indo além do Design Centrado no UsuárioUTFPR
 
Falar visualmente é o novo “designers devem programar”
Falar visualmente é o novo “designers devem programar”Falar visualmente é o novo “designers devem programar”
Falar visualmente é o novo “designers devem programar”Thiago Esser
 
Falar visualmente é o novo “designers devem programar” (versão ISA e TDC 2017)
Falar visualmente é o novo “designers devem programar” (versão ISA e TDC 2017)Falar visualmente é o novo “designers devem programar” (versão ISA e TDC 2017)
Falar visualmente é o novo “designers devem programar” (versão ISA e TDC 2017)Thiago Esser
 
Interação Humano Computador Plataforma Mobile - Wellington Pinto de Oliveira
Interação Humano Computador Plataforma Mobile - Wellington Pinto de OliveiraInteração Humano Computador Plataforma Mobile - Wellington Pinto de Oliveira
Interação Humano Computador Plataforma Mobile - Wellington Pinto de OliveiraWellington Oliveira
 

Mais procurados (20)

Design de interfaces gráficas
Design de interfaces gráficasDesign de interfaces gráficas
Design de interfaces gráficas
 
Aula 5 - Tecnicas de Prototipação I
Aula 5 - Tecnicas de Prototipação IAula 5 - Tecnicas de Prototipação I
Aula 5 - Tecnicas de Prototipação I
 
Aula 4 - Tecnicas de Prototipação I
Aula 4 - Tecnicas de Prototipação IAula 4 - Tecnicas de Prototipação I
Aula 4 - Tecnicas de Prototipação I
 
Interação Humano Computador Capítulo 8 - Antecipação
Interação Humano Computador Capítulo 8 - AntecipaçãoInteração Humano Computador Capítulo 8 - Antecipação
Interação Humano Computador Capítulo 8 - Antecipação
 
Desenvolvendo jogos e animacoes de forma criativa com o scratch matheus ba...
Desenvolvendo jogos e animacoes de forma criativa com o scratch    matheus ba...Desenvolvendo jogos e animacoes de forma criativa com o scratch    matheus ba...
Desenvolvendo jogos e animacoes de forma criativa com o scratch matheus ba...
 
Metodologias e anti-metodologias de design
Metodologias e anti-metodologias de designMetodologias e anti-metodologias de design
Metodologias e anti-metodologias de design
 
Ux vs Ui
Ux vs UiUx vs Ui
Ux vs Ui
 
O Diferencial e as Tendências do Design de Interação
O Diferencial e as Tendências do Design de InteraçãoO Diferencial e as Tendências do Design de Interação
O Diferencial e as Tendências do Design de Interação
 
Usuarios e Designers: projetos e ações situadas
Usuarios e Designers: projetos e ações situadasUsuarios e Designers: projetos e ações situadas
Usuarios e Designers: projetos e ações situadas
 
Interação Humano-Computador - Design para Experiência
Interação Humano-Computador - Design para ExperiênciaInteração Humano-Computador - Design para Experiência
Interação Humano-Computador - Design para Experiência
 
Design de Interação Criativo, Social, Emotivo e Complicado
Design de Interação Criativo, Social, Emotivo e ComplicadoDesign de Interação Criativo, Social, Emotivo e Complicado
Design de Interação Criativo, Social, Emotivo e Complicado
 
Interação Humano Computador Capítulo 9 - Design
Interação Humano Computador Capítulo 9 - DesignInteração Humano Computador Capítulo 9 - Design
Interação Humano Computador Capítulo 9 - Design
 
User Experience Boot Camp
User Experience Boot CampUser Experience Boot Camp
User Experience Boot Camp
 
Princípios de Design de Interação
Princípios de Design de InteraçãoPrincípios de Design de Interação
Princípios de Design de Interação
 
Indo além do Design Centrado no Usuário
Indo além do Design Centrado no UsuárioIndo além do Design Centrado no Usuário
Indo além do Design Centrado no Usuário
 
Sketching
SketchingSketching
Sketching
 
Falar visualmente é o novo “designers devem programar”
Falar visualmente é o novo “designers devem programar”Falar visualmente é o novo “designers devem programar”
Falar visualmente é o novo “designers devem programar”
 
Design de Interação
Design de InteraçãoDesign de Interação
Design de Interação
 
Falar visualmente é o novo “designers devem programar” (versão ISA e TDC 2017)
Falar visualmente é o novo “designers devem programar” (versão ISA e TDC 2017)Falar visualmente é o novo “designers devem programar” (versão ISA e TDC 2017)
Falar visualmente é o novo “designers devem programar” (versão ISA e TDC 2017)
 
Interação Humano Computador Plataforma Mobile - Wellington Pinto de Oliveira
Interação Humano Computador Plataforma Mobile - Wellington Pinto de OliveiraInteração Humano Computador Plataforma Mobile - Wellington Pinto de Oliveira
Interação Humano Computador Plataforma Mobile - Wellington Pinto de Oliveira
 

Destaque

Estado da arte em Codificação Criativa
Estado da arte em Codificação CriativaEstado da arte em Codificação Criativa
Estado da arte em Codificação CriativaUTFPR
 
Design participativo no governo
Design participativo no governoDesign participativo no governo
Design participativo no governoUTFPR
 
Pesquisa exploratória de oportunidades para inovação
Pesquisa exploratória de oportunidades para inovaçãoPesquisa exploratória de oportunidades para inovação
Pesquisa exploratória de oportunidades para inovaçãoUTFPR
 
Evalution 1 antonia
Evalution 1   antoniaEvalution 1   antonia
Evalution 1 antoniaKatie Emily
 
Відсоткові розрахунки
Відсоткові розрахункиВідсоткові розрахунки
Відсоткові розрахункиsveta7940
 
Task 3 trailer essay
Task 3 trailer essayTask 3 trailer essay
Task 3 trailer essayallypearlman
 
The HPE Machine and Gen-Z - BUD17-503
The HPE Machine and Gen-Z - BUD17-503The HPE Machine and Gen-Z - BUD17-503
The HPE Machine and Gen-Z - BUD17-503Linaro
 
Fashion spread evaluation (lo5)
Fashion spread evaluation (lo5)Fashion spread evaluation (lo5)
Fashion spread evaluation (lo5)jp05064325
 
Service Experience Games
Service Experience GamesService Experience Games
Service Experience GamesKendra Shimmell
 
Design de interação ecológico
Design de interação ecológicoDesign de interação ecológico
Design de interação ecológicoUTFPR
 
Projeto e contra-projeto de interações
Projeto e contra-projeto de interaçõesProjeto e contra-projeto de interações
Projeto e contra-projeto de interaçõesUTFPR
 
Design de negócios ubercapitalistas
Design de negócios ubercapitalistasDesign de negócios ubercapitalistas
Design de negócios ubercapitalistasUTFPR
 
Desafios para o Vale do Pinhão em Curitiba
Desafios para o Vale do Pinhão em CuritibaDesafios para o Vale do Pinhão em Curitiba
Desafios para o Vale do Pinhão em CuritibaUTFPR
 
Design methodologies and Metadesign
Design methodologies and MetadesignDesign methodologies and Metadesign
Design methodologies and MetadesignUTFPR
 
Como fazer um elevator pitch matador
Como fazer um elevator pitch matadorComo fazer um elevator pitch matador
Como fazer um elevator pitch matadorUTFPR
 

Destaque (20)

Estado da arte em Codificação Criativa
Estado da arte em Codificação CriativaEstado da arte em Codificação Criativa
Estado da arte em Codificação Criativa
 
Design participativo no governo
Design participativo no governoDesign participativo no governo
Design participativo no governo
 
Pesquisa exploratória de oportunidades para inovação
Pesquisa exploratória de oportunidades para inovaçãoPesquisa exploratória de oportunidades para inovação
Pesquisa exploratória de oportunidades para inovação
 
Gandalfs storia
Gandalfs  storiaGandalfs  storia
Gandalfs storia
 
How to use evernote
How to use evernoteHow to use evernote
How to use evernote
 
Evalution 1 antonia
Evalution 1   antoniaEvalution 1   antonia
Evalution 1 antonia
 
Drug Safety Alert 3 Domperidone
Drug Safety Alert 3 DomperidoneDrug Safety Alert 3 Domperidone
Drug Safety Alert 3 Domperidone
 
Yunagotadesangreorganizados
YunagotadesangreorganizadosYunagotadesangreorganizados
Yunagotadesangreorganizados
 
Відсоткові розрахунки
Відсоткові розрахункиВідсоткові розрахунки
Відсоткові розрахунки
 
Task 3 trailer essay
Task 3 trailer essayTask 3 trailer essay
Task 3 trailer essay
 
The HPE Machine and Gen-Z - BUD17-503
The HPE Machine and Gen-Z - BUD17-503The HPE Machine and Gen-Z - BUD17-503
The HPE Machine and Gen-Z - BUD17-503
 
Drug Safety Alert 2 Azithromycin
Drug Safety Alert 2 AzithromycinDrug Safety Alert 2 Azithromycin
Drug Safety Alert 2 Azithromycin
 
Fashion spread evaluation (lo5)
Fashion spread evaluation (lo5)Fashion spread evaluation (lo5)
Fashion spread evaluation (lo5)
 
Service Experience Games
Service Experience GamesService Experience Games
Service Experience Games
 
Design de interação ecológico
Design de interação ecológicoDesign de interação ecológico
Design de interação ecológico
 
Projeto e contra-projeto de interações
Projeto e contra-projeto de interaçõesProjeto e contra-projeto de interações
Projeto e contra-projeto de interações
 
Design de negócios ubercapitalistas
Design de negócios ubercapitalistasDesign de negócios ubercapitalistas
Design de negócios ubercapitalistas
 
Desafios para o Vale do Pinhão em Curitiba
Desafios para o Vale do Pinhão em CuritibaDesafios para o Vale do Pinhão em Curitiba
Desafios para o Vale do Pinhão em Curitiba
 
Design methodologies and Metadesign
Design methodologies and MetadesignDesign methodologies and Metadesign
Design methodologies and Metadesign
 
Como fazer um elevator pitch matador
Como fazer um elevator pitch matadorComo fazer um elevator pitch matador
Como fazer um elevator pitch matador
 

Semelhante a Experiência do usuário e emergência

Design de Interação Estratégico
Design de Interação EstratégicoDesign de Interação Estratégico
Design de Interação EstratégicoUTFPR
 
7 Dicas para Desenvolvedores e Designers em um projeto
7 Dicas para Desenvolvedores e Designers em um projeto7 Dicas para Desenvolvedores e Designers em um projeto
7 Dicas para Desenvolvedores e Designers em um projetoTiago Cardoso
 
Design e Experiência do Usuário
Design e Experiência do UsuárioDesign e Experiência do Usuário
Design e Experiência do UsuárioUTFPR
 
Como transformar uma oportunidade de negócio em produto
Como transformar uma oportunidade de negócio em produtoComo transformar uma oportunidade de negócio em produto
Como transformar uma oportunidade de negócio em produtoPatricia Graciely da Silva
 
[Pedro frozi]design thinking ágeis
[Pedro frozi]design thinking  ágeis[Pedro frozi]design thinking  ágeis
[Pedro frozi]design thinking ágeisPedro Henrique Frozi
 
Aplicando técnicas de UX na reformulação de produtos.
Aplicando técnicas de UX na reformulação de produtos.Aplicando técnicas de UX na reformulação de produtos.
Aplicando técnicas de UX na reformulação de produtos.Ana Cristine Veneziani
 
Aplicando técnicas de UX na reformulação de produtos.
Aplicando técnicas de UX na reformulação de produtos.Aplicando técnicas de UX na reformulação de produtos.
Aplicando técnicas de UX na reformulação de produtos.Ana Cristine Veneziani
 
Design Sprint: seu MLP em até 5 dias.
Design Sprint: seu MLP em até 5 dias.Design Sprint: seu MLP em até 5 dias.
Design Sprint: seu MLP em até 5 dias.Ana Paula Batista
 
UX para desenvolvedores - Procempa 2016
UX para desenvolvedores - Procempa 2016UX para desenvolvedores - Procempa 2016
UX para desenvolvedores - Procempa 2016Samantha Rosa
 
Design Interação: por um Design Livre
Design Interação: por um Design LivreDesign Interação: por um Design Livre
Design Interação: por um Design LivreEdyd B. Junges
 
UI Lab Experience - Como Utilizar a Metodologia Google Design Sprint
UI Lab Experience - Como Utilizar a Metodologia Google Design SprintUI Lab Experience - Como Utilizar a Metodologia Google Design Sprint
UI Lab Experience - Como Utilizar a Metodologia Google Design SprintUI Lab
 
Google Design Sprint
Google Design SprintGoogle Design Sprint
Google Design SprintPedro Prá
 
Introdução ao Design Sprint - Hackaprothon Aplicativos Cívicos para Android
Introdução ao Design Sprint - Hackaprothon Aplicativos Cívicos para AndroidIntrodução ao Design Sprint - Hackaprothon Aplicativos Cívicos para Android
Introdução ao Design Sprint - Hackaprothon Aplicativos Cívicos para AndroidNelson Vasconcelos
 
Design Centrado no usuário
Design Centrado no usuárioDesign Centrado no usuário
Design Centrado no usuárioTatiana Tavares
 
Desenvolvimento de Software: Navegando em Águas Misteriosas
Desenvolvimento de Software: Navegando em Águas MisteriosasDesenvolvimento de Software: Navegando em Águas Misteriosas
Desenvolvimento de Software: Navegando em Águas MisteriosasNícolas Iensen
 
Pesquisa e teste com usuários: modo de usar
Pesquisa e teste com usuários: modo de usarPesquisa e teste com usuários: modo de usar
Pesquisa e teste com usuários: modo de usarPatricia De Cia
 
Design Sprint - Conceituação sobre os 5 dias
Design Sprint - Conceituação sobre os 5 diasDesign Sprint - Conceituação sobre os 5 dias
Design Sprint - Conceituação sobre os 5 diasWilliam Martins
 
Teoria e técnicas de jogos aplicados para criação de uma visão ágil de produto
Teoria e técnicas de jogos aplicados para criação de uma visão ágil de produtoTeoria e técnicas de jogos aplicados para criação de uma visão ágil de produto
Teoria e técnicas de jogos aplicados para criação de uma visão ágil de produtoagileembassy
 
UX na vida real - Aplicando técnicas na reformulação de um produto
UX na vida real - Aplicando técnicas na reformulação de um produtoUX na vida real - Aplicando técnicas na reformulação de um produto
UX na vida real - Aplicando técnicas na reformulação de um produtoLariane Rossanese
 
Ux na vida real deedz
Ux na vida real  deedzUx na vida real  deedz
Ux na vida real deedzDextra
 

Semelhante a Experiência do usuário e emergência (20)

Design de Interação Estratégico
Design de Interação EstratégicoDesign de Interação Estratégico
Design de Interação Estratégico
 
7 Dicas para Desenvolvedores e Designers em um projeto
7 Dicas para Desenvolvedores e Designers em um projeto7 Dicas para Desenvolvedores e Designers em um projeto
7 Dicas para Desenvolvedores e Designers em um projeto
 
Design e Experiência do Usuário
Design e Experiência do UsuárioDesign e Experiência do Usuário
Design e Experiência do Usuário
 
Como transformar uma oportunidade de negócio em produto
Como transformar uma oportunidade de negócio em produtoComo transformar uma oportunidade de negócio em produto
Como transformar uma oportunidade de negócio em produto
 
[Pedro frozi]design thinking ágeis
[Pedro frozi]design thinking  ágeis[Pedro frozi]design thinking  ágeis
[Pedro frozi]design thinking ágeis
 
Aplicando técnicas de UX na reformulação de produtos.
Aplicando técnicas de UX na reformulação de produtos.Aplicando técnicas de UX na reformulação de produtos.
Aplicando técnicas de UX na reformulação de produtos.
 
Aplicando técnicas de UX na reformulação de produtos.
Aplicando técnicas de UX na reformulação de produtos.Aplicando técnicas de UX na reformulação de produtos.
Aplicando técnicas de UX na reformulação de produtos.
 
Design Sprint: seu MLP em até 5 dias.
Design Sprint: seu MLP em até 5 dias.Design Sprint: seu MLP em até 5 dias.
Design Sprint: seu MLP em até 5 dias.
 
UX para desenvolvedores - Procempa 2016
UX para desenvolvedores - Procempa 2016UX para desenvolvedores - Procempa 2016
UX para desenvolvedores - Procempa 2016
 
Design Interação: por um Design Livre
Design Interação: por um Design LivreDesign Interação: por um Design Livre
Design Interação: por um Design Livre
 
UI Lab Experience - Como Utilizar a Metodologia Google Design Sprint
UI Lab Experience - Como Utilizar a Metodologia Google Design SprintUI Lab Experience - Como Utilizar a Metodologia Google Design Sprint
UI Lab Experience - Como Utilizar a Metodologia Google Design Sprint
 
Google Design Sprint
Google Design SprintGoogle Design Sprint
Google Design Sprint
 
Introdução ao Design Sprint - Hackaprothon Aplicativos Cívicos para Android
Introdução ao Design Sprint - Hackaprothon Aplicativos Cívicos para AndroidIntrodução ao Design Sprint - Hackaprothon Aplicativos Cívicos para Android
Introdução ao Design Sprint - Hackaprothon Aplicativos Cívicos para Android
 
Design Centrado no usuário
Design Centrado no usuárioDesign Centrado no usuário
Design Centrado no usuário
 
Desenvolvimento de Software: Navegando em Águas Misteriosas
Desenvolvimento de Software: Navegando em Águas MisteriosasDesenvolvimento de Software: Navegando em Águas Misteriosas
Desenvolvimento de Software: Navegando em Águas Misteriosas
 
Pesquisa e teste com usuários: modo de usar
Pesquisa e teste com usuários: modo de usarPesquisa e teste com usuários: modo de usar
Pesquisa e teste com usuários: modo de usar
 
Design Sprint - Conceituação sobre os 5 dias
Design Sprint - Conceituação sobre os 5 diasDesign Sprint - Conceituação sobre os 5 dias
Design Sprint - Conceituação sobre os 5 dias
 
Teoria e técnicas de jogos aplicados para criação de uma visão ágil de produto
Teoria e técnicas de jogos aplicados para criação de uma visão ágil de produtoTeoria e técnicas de jogos aplicados para criação de uma visão ágil de produto
Teoria e técnicas de jogos aplicados para criação de uma visão ágil de produto
 
UX na vida real - Aplicando técnicas na reformulação de um produto
UX na vida real - Aplicando técnicas na reformulação de um produtoUX na vida real - Aplicando técnicas na reformulação de um produto
UX na vida real - Aplicando técnicas na reformulação de um produto
 
Ux na vida real deedz
Ux na vida real  deedzUx na vida real  deedz
Ux na vida real deedz
 

Mais de UTFPR

Cascading oppression in design
Cascading oppression in designCascading oppression in design
Cascading oppression in designUTFPR
 
Inteligência artificial e o trabalho de design
Inteligência artificial e o trabalho de designInteligência artificial e o trabalho de design
Inteligência artificial e o trabalho de designUTFPR
 
Expanding the design object
Expanding the design objectExpanding the design object
Expanding the design objectUTFPR
 
Contradiction-driven design
Contradiction-driven designContradiction-driven design
Contradiction-driven designUTFPR
 
Metacriatividade: criatividade sobre criatividade
Metacriatividade: criatividade sobre criatividadeMetacriatividade: criatividade sobre criatividade
Metacriatividade: criatividade sobre criatividadeUTFPR
 
Gestão do conhecimento na pesquisa de experiências
Gestão do conhecimento na pesquisa de experiênciasGestão do conhecimento na pesquisa de experiências
Gestão do conhecimento na pesquisa de experiênciasUTFPR
 
Jogos Surrealistas e Inteligência Artificial
Jogos Surrealistas e Inteligência ArtificialJogos Surrealistas e Inteligência Artificial
Jogos Surrealistas e Inteligência ArtificialUTFPR
 
El hacer como quehacer: notas para un diseño libre
El hacer como quehacer: notas para un diseño libreEl hacer como quehacer: notas para un diseño libre
El hacer como quehacer: notas para un diseño libreUTFPR
 
Expressando a posicionalidade do cria-corpo
Expressando a posicionalidade do cria-corpoExpressando a posicionalidade do cria-corpo
Expressando a posicionalidade do cria-corpoUTFPR
 
Pensamento visual expansivo
Pensamento visual expansivoPensamento visual expansivo
Pensamento visual expansivoUTFPR
 
O segredo da criatividade no design
O segredo da criatividade no designO segredo da criatividade no design
O segredo da criatividade no designUTFPR
 
Por que pesquisar e não somente fazer design?
Por que pesquisar e não somente fazer design?Por que pesquisar e não somente fazer design?
Por que pesquisar e não somente fazer design?UTFPR
 
Making work visible in the theater of service design
Making work visible in the theater of service designMaking work visible in the theater of service design
Making work visible in the theater of service designUTFPR
 
Can designers change systemic oppression?
Can designers change systemic oppression?Can designers change systemic oppression?
Can designers change systemic oppression?UTFPR
 
Design contra opressão
Design contra opressãoDesign contra opressão
Design contra opressãoUTFPR
 
O papel da teoria na pesquisa de experiências
O papel da teoria na pesquisa de experiênciasO papel da teoria na pesquisa de experiências
O papel da teoria na pesquisa de experiênciasUTFPR
 
Diseño y la colonialidad del hacer
Diseño y la colonialidad del hacerDiseño y la colonialidad del hacer
Diseño y la colonialidad del hacerUTFPR
 
Problematizando a experiência do usuário (ExU)
Problematizando a experiência do usuário (ExU)Problematizando a experiência do usuário (ExU)
Problematizando a experiência do usuário (ExU)UTFPR
 
Pesquisa bibliográfica de experiências (desk research)
Pesquisa bibliográfica de experiências (desk research)Pesquisa bibliográfica de experiências (desk research)
Pesquisa bibliográfica de experiências (desk research)UTFPR
 
Ética Latino-Americana no Design de Serviços
Ética Latino-Americana no Design de ServiçosÉtica Latino-Americana no Design de Serviços
Ética Latino-Americana no Design de ServiçosUTFPR
 

Mais de UTFPR (20)

Cascading oppression in design
Cascading oppression in designCascading oppression in design
Cascading oppression in design
 
Inteligência artificial e o trabalho de design
Inteligência artificial e o trabalho de designInteligência artificial e o trabalho de design
Inteligência artificial e o trabalho de design
 
Expanding the design object
Expanding the design objectExpanding the design object
Expanding the design object
 
Contradiction-driven design
Contradiction-driven designContradiction-driven design
Contradiction-driven design
 
Metacriatividade: criatividade sobre criatividade
Metacriatividade: criatividade sobre criatividadeMetacriatividade: criatividade sobre criatividade
Metacriatividade: criatividade sobre criatividade
 
Gestão do conhecimento na pesquisa de experiências
Gestão do conhecimento na pesquisa de experiênciasGestão do conhecimento na pesquisa de experiências
Gestão do conhecimento na pesquisa de experiências
 
Jogos Surrealistas e Inteligência Artificial
Jogos Surrealistas e Inteligência ArtificialJogos Surrealistas e Inteligência Artificial
Jogos Surrealistas e Inteligência Artificial
 
El hacer como quehacer: notas para un diseño libre
El hacer como quehacer: notas para un diseño libreEl hacer como quehacer: notas para un diseño libre
El hacer como quehacer: notas para un diseño libre
 
Expressando a posicionalidade do cria-corpo
Expressando a posicionalidade do cria-corpoExpressando a posicionalidade do cria-corpo
Expressando a posicionalidade do cria-corpo
 
Pensamento visual expansivo
Pensamento visual expansivoPensamento visual expansivo
Pensamento visual expansivo
 
O segredo da criatividade no design
O segredo da criatividade no designO segredo da criatividade no design
O segredo da criatividade no design
 
Por que pesquisar e não somente fazer design?
Por que pesquisar e não somente fazer design?Por que pesquisar e não somente fazer design?
Por que pesquisar e não somente fazer design?
 
Making work visible in the theater of service design
Making work visible in the theater of service designMaking work visible in the theater of service design
Making work visible in the theater of service design
 
Can designers change systemic oppression?
Can designers change systemic oppression?Can designers change systemic oppression?
Can designers change systemic oppression?
 
Design contra opressão
Design contra opressãoDesign contra opressão
Design contra opressão
 
O papel da teoria na pesquisa de experiências
O papel da teoria na pesquisa de experiênciasO papel da teoria na pesquisa de experiências
O papel da teoria na pesquisa de experiências
 
Diseño y la colonialidad del hacer
Diseño y la colonialidad del hacerDiseño y la colonialidad del hacer
Diseño y la colonialidad del hacer
 
Problematizando a experiência do usuário (ExU)
Problematizando a experiência do usuário (ExU)Problematizando a experiência do usuário (ExU)
Problematizando a experiência do usuário (ExU)
 
Pesquisa bibliográfica de experiências (desk research)
Pesquisa bibliográfica de experiências (desk research)Pesquisa bibliográfica de experiências (desk research)
Pesquisa bibliográfica de experiências (desk research)
 
Ética Latino-Americana no Design de Serviços
Ética Latino-Americana no Design de ServiçosÉtica Latino-Americana no Design de Serviços
Ética Latino-Americana no Design de Serviços
 

Último

Não percam tempo. Teste para verificar.pdf
Não percam tempo. Teste para verificar.pdfNão percam tempo. Teste para verificar.pdf
Não percam tempo. Teste para verificar.pdfsmaria01964
 
MAPA - ENF - FUNDAMENTOS BÁSICOS DA PRÁTICA ASSISTENCIAL - 51/2024
MAPA - ENF - FUNDAMENTOS BÁSICOS DA PRÁTICA ASSISTENCIAL - 51/2024MAPA - ENF - FUNDAMENTOS BÁSICOS DA PRÁTICA ASSISTENCIAL - 51/2024
MAPA - ENF - FUNDAMENTOS BÁSICOS DA PRÁTICA ASSISTENCIAL - 51/2024AaAssessoriadll
 
Leia um trecho da reportagem sobre o coronavírus, publicada no site do Instit...
Leia um trecho da reportagem sobre o coronavírus, publicada no site do Instit...Leia um trecho da reportagem sobre o coronavírus, publicada no site do Instit...
Leia um trecho da reportagem sobre o coronavírus, publicada no site do Instit...DL assessoria 29
 
Elabore um texto dissertativo e comente por meio de uma análise crítica sobre...
Elabore um texto dissertativo e comente por meio de uma análise crítica sobre...Elabore um texto dissertativo e comente por meio de uma análise crítica sobre...
Elabore um texto dissertativo e comente por meio de uma análise crítica sobre...Prime Assessoria
 
Em um protocolo de avaliação física, a avaliação da composição corporal é fun...
Em um protocolo de avaliação física, a avaliação da composição corporal é fun...Em um protocolo de avaliação física, a avaliação da composição corporal é fun...
Em um protocolo de avaliação física, a avaliação da composição corporal é fun...assessoria dl 10
 
01) Descreva como a profissional deve proceder para garantir o respeito aos p...
01) Descreva como a profissional deve proceder para garantir o respeito aos p...01) Descreva como a profissional deve proceder para garantir o respeito aos p...
01) Descreva como a profissional deve proceder para garantir o respeito aos p...Prime Assessoria
 
Análise de Cadeia de Suprimentos - Estudo de Caso O objetivo desta atividade ...
Análise de Cadeia de Suprimentos - Estudo de Caso O objetivo desta atividade ...Análise de Cadeia de Suprimentos - Estudo de Caso O objetivo desta atividade ...
Análise de Cadeia de Suprimentos - Estudo de Caso O objetivo desta atividade ...DL assessoria 29
 
MAPA - BEDU - ATIVIDADE FÍSICA E QUALIDADE DE VIDA - 51/2024
MAPA - BEDU - ATIVIDADE FÍSICA E QUALIDADE DE VIDA - 51/2024MAPA - BEDU - ATIVIDADE FÍSICA E QUALIDADE DE VIDA - 51/2024
MAPA - BEDU - ATIVIDADE FÍSICA E QUALIDADE DE VIDA - 51/2024Assessoria DL s2
 
Entender e compreender as teorias que embasaram e ainda embasam as tendências...
Entender e compreender as teorias que embasaram e ainda embasam as tendências...Entender e compreender as teorias que embasaram e ainda embasam as tendências...
Entender e compreender as teorias que embasaram e ainda embasam as tendências...DL assessoria 31
 
Seu aluno de personal trainer chegou até você e solicitou que prescrevesse um...
Seu aluno de personal trainer chegou até você e solicitou que prescrevesse um...Seu aluno de personal trainer chegou até você e solicitou que prescrevesse um...
Seu aluno de personal trainer chegou até você e solicitou que prescrevesse um...DassessoriaAa
 
Quando submetemos um indivíduo a um programa de exercícios resistidos, a depe...
Quando submetemos um indivíduo a um programa de exercícios resistidos, a depe...Quando submetemos um indivíduo a um programa de exercícios resistidos, a depe...
Quando submetemos um indivíduo a um programa de exercícios resistidos, a depe...assessoria dl 10
 
Considerando a interdisciplinaridade entre Psicologia da Educação e diferente...
Considerando a interdisciplinaridade entre Psicologia da Educação e diferente...Considerando a interdisciplinaridade entre Psicologia da Educação e diferente...
Considerando a interdisciplinaridade entre Psicologia da Educação e diferente...Dl assessoria 20
 
Quero que você LEIA atentamente a situação abaixo: LHT, sexo masculino, 33 an...
Quero que você LEIA atentamente a situação abaixo: LHT, sexo masculino, 33 an...Quero que você LEIA atentamente a situação abaixo: LHT, sexo masculino, 33 an...
Quero que você LEIA atentamente a situação abaixo: LHT, sexo masculino, 33 an...Dl assessoria 20
 
CurriculoPortifolio.pptx - meu curriculo com trabalhos realizados
CurriculoPortifolio.pptx -  meu curriculo com trabalhos realizadosCurriculoPortifolio.pptx -  meu curriculo com trabalhos realizados
CurriculoPortifolio.pptx - meu curriculo com trabalhos realizadosfeyre79
 
Uma organização de grande porte, fabricante de autopeças, apresenta um Sistem...
Uma organização de grande porte, fabricante de autopeças, apresenta um Sistem...Uma organização de grande porte, fabricante de autopeças, apresenta um Sistem...
Uma organização de grande porte, fabricante de autopeças, apresenta um Sistem...DL assessoria 29
 
O ATP (Adenosina Tri-fosfato) é descrito como uma “moeda energética”, por ser...
O ATP (Adenosina Tri-fosfato) é descrito como uma “moeda energética”, por ser...O ATP (Adenosina Tri-fosfato) é descrito como uma “moeda energética”, por ser...
O ATP (Adenosina Tri-fosfato) é descrito como uma “moeda energética”, por ser...assessoria dl 10
 
Um empreendedor está considerando a compra de duas propriedades no interior d...
Um empreendedor está considerando a compra de duas propriedades no interior d...Um empreendedor está considerando a compra de duas propriedades no interior d...
Um empreendedor está considerando a compra de duas propriedades no interior d...DL assessoria 28
 
ATIVIDADE 1 - BEDU - MUSCULAÇÃO E EXERCÍCIOS RESISTIDOS - 51/2024
ATIVIDADE 1 - BEDU - MUSCULAÇÃO E EXERCÍCIOS RESISTIDOS - 51/2024ATIVIDADE 1 - BEDU - MUSCULAÇÃO E EXERCÍCIOS RESISTIDOS - 51/2024
ATIVIDADE 1 - BEDU - MUSCULAÇÃO E EXERCÍCIOS RESISTIDOS - 51/2024dl assessoria
 
ATIVIDADE 1 - TEOL - ESPIRITUALIDADE CRISTÃ - 51/2024
ATIVIDADE 1 - TEOL - ESPIRITUALIDADE CRISTÃ - 51/2024ATIVIDADE 1 - TEOL - ESPIRITUALIDADE CRISTÃ - 51/2024
ATIVIDADE 1 - TEOL - ESPIRITUALIDADE CRISTÃ - 51/2024DL assessoria 27
 
MAPA - IFPC - PERÍCIA TOXICOLÓGICA - 51/2024
MAPA - IFPC - PERÍCIA TOXICOLÓGICA - 51/2024MAPA - IFPC - PERÍCIA TOXICOLÓGICA - 51/2024
MAPA - IFPC - PERÍCIA TOXICOLÓGICA - 51/2024DL assessoria 30
 

Último (20)

Não percam tempo. Teste para verificar.pdf
Não percam tempo. Teste para verificar.pdfNão percam tempo. Teste para verificar.pdf
Não percam tempo. Teste para verificar.pdf
 
MAPA - ENF - FUNDAMENTOS BÁSICOS DA PRÁTICA ASSISTENCIAL - 51/2024
MAPA - ENF - FUNDAMENTOS BÁSICOS DA PRÁTICA ASSISTENCIAL - 51/2024MAPA - ENF - FUNDAMENTOS BÁSICOS DA PRÁTICA ASSISTENCIAL - 51/2024
MAPA - ENF - FUNDAMENTOS BÁSICOS DA PRÁTICA ASSISTENCIAL - 51/2024
 
Leia um trecho da reportagem sobre o coronavírus, publicada no site do Instit...
Leia um trecho da reportagem sobre o coronavírus, publicada no site do Instit...Leia um trecho da reportagem sobre o coronavírus, publicada no site do Instit...
Leia um trecho da reportagem sobre o coronavírus, publicada no site do Instit...
 
Elabore um texto dissertativo e comente por meio de uma análise crítica sobre...
Elabore um texto dissertativo e comente por meio de uma análise crítica sobre...Elabore um texto dissertativo e comente por meio de uma análise crítica sobre...
Elabore um texto dissertativo e comente por meio de uma análise crítica sobre...
 
Em um protocolo de avaliação física, a avaliação da composição corporal é fun...
Em um protocolo de avaliação física, a avaliação da composição corporal é fun...Em um protocolo de avaliação física, a avaliação da composição corporal é fun...
Em um protocolo de avaliação física, a avaliação da composição corporal é fun...
 
01) Descreva como a profissional deve proceder para garantir o respeito aos p...
01) Descreva como a profissional deve proceder para garantir o respeito aos p...01) Descreva como a profissional deve proceder para garantir o respeito aos p...
01) Descreva como a profissional deve proceder para garantir o respeito aos p...
 
Análise de Cadeia de Suprimentos - Estudo de Caso O objetivo desta atividade ...
Análise de Cadeia de Suprimentos - Estudo de Caso O objetivo desta atividade ...Análise de Cadeia de Suprimentos - Estudo de Caso O objetivo desta atividade ...
Análise de Cadeia de Suprimentos - Estudo de Caso O objetivo desta atividade ...
 
MAPA - BEDU - ATIVIDADE FÍSICA E QUALIDADE DE VIDA - 51/2024
MAPA - BEDU - ATIVIDADE FÍSICA E QUALIDADE DE VIDA - 51/2024MAPA - BEDU - ATIVIDADE FÍSICA E QUALIDADE DE VIDA - 51/2024
MAPA - BEDU - ATIVIDADE FÍSICA E QUALIDADE DE VIDA - 51/2024
 
Entender e compreender as teorias que embasaram e ainda embasam as tendências...
Entender e compreender as teorias que embasaram e ainda embasam as tendências...Entender e compreender as teorias que embasaram e ainda embasam as tendências...
Entender e compreender as teorias que embasaram e ainda embasam as tendências...
 
Seu aluno de personal trainer chegou até você e solicitou que prescrevesse um...
Seu aluno de personal trainer chegou até você e solicitou que prescrevesse um...Seu aluno de personal trainer chegou até você e solicitou que prescrevesse um...
Seu aluno de personal trainer chegou até você e solicitou que prescrevesse um...
 
Quando submetemos um indivíduo a um programa de exercícios resistidos, a depe...
Quando submetemos um indivíduo a um programa de exercícios resistidos, a depe...Quando submetemos um indivíduo a um programa de exercícios resistidos, a depe...
Quando submetemos um indivíduo a um programa de exercícios resistidos, a depe...
 
Considerando a interdisciplinaridade entre Psicologia da Educação e diferente...
Considerando a interdisciplinaridade entre Psicologia da Educação e diferente...Considerando a interdisciplinaridade entre Psicologia da Educação e diferente...
Considerando a interdisciplinaridade entre Psicologia da Educação e diferente...
 
Quero que você LEIA atentamente a situação abaixo: LHT, sexo masculino, 33 an...
Quero que você LEIA atentamente a situação abaixo: LHT, sexo masculino, 33 an...Quero que você LEIA atentamente a situação abaixo: LHT, sexo masculino, 33 an...
Quero que você LEIA atentamente a situação abaixo: LHT, sexo masculino, 33 an...
 
CurriculoPortifolio.pptx - meu curriculo com trabalhos realizados
CurriculoPortifolio.pptx -  meu curriculo com trabalhos realizadosCurriculoPortifolio.pptx -  meu curriculo com trabalhos realizados
CurriculoPortifolio.pptx - meu curriculo com trabalhos realizados
 
Uma organização de grande porte, fabricante de autopeças, apresenta um Sistem...
Uma organização de grande porte, fabricante de autopeças, apresenta um Sistem...Uma organização de grande porte, fabricante de autopeças, apresenta um Sistem...
Uma organização de grande porte, fabricante de autopeças, apresenta um Sistem...
 
O ATP (Adenosina Tri-fosfato) é descrito como uma “moeda energética”, por ser...
O ATP (Adenosina Tri-fosfato) é descrito como uma “moeda energética”, por ser...O ATP (Adenosina Tri-fosfato) é descrito como uma “moeda energética”, por ser...
O ATP (Adenosina Tri-fosfato) é descrito como uma “moeda energética”, por ser...
 
Um empreendedor está considerando a compra de duas propriedades no interior d...
Um empreendedor está considerando a compra de duas propriedades no interior d...Um empreendedor está considerando a compra de duas propriedades no interior d...
Um empreendedor está considerando a compra de duas propriedades no interior d...
 
ATIVIDADE 1 - BEDU - MUSCULAÇÃO E EXERCÍCIOS RESISTIDOS - 51/2024
ATIVIDADE 1 - BEDU - MUSCULAÇÃO E EXERCÍCIOS RESISTIDOS - 51/2024ATIVIDADE 1 - BEDU - MUSCULAÇÃO E EXERCÍCIOS RESISTIDOS - 51/2024
ATIVIDADE 1 - BEDU - MUSCULAÇÃO E EXERCÍCIOS RESISTIDOS - 51/2024
 
ATIVIDADE 1 - TEOL - ESPIRITUALIDADE CRISTÃ - 51/2024
ATIVIDADE 1 - TEOL - ESPIRITUALIDADE CRISTÃ - 51/2024ATIVIDADE 1 - TEOL - ESPIRITUALIDADE CRISTÃ - 51/2024
ATIVIDADE 1 - TEOL - ESPIRITUALIDADE CRISTÃ - 51/2024
 
MAPA - IFPC - PERÍCIA TOXICOLÓGICA - 51/2024
MAPA - IFPC - PERÍCIA TOXICOLÓGICA - 51/2024MAPA - IFPC - PERÍCIA TOXICOLÓGICA - 51/2024
MAPA - IFPC - PERÍCIA TOXICOLÓGICA - 51/2024
 

Experiência do usuário e emergência