Adrenalectomia laparoscópica

3.479 visualizações

Publicada em

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.479
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
9
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Adrenalectomia laparoscópica

  1. 1. Adrenalectomia Laparoscópica Dr. Marco Aurélio de Freitas Rodrigues 2006 Disciplina de Urologia Universidade Estadual de Londrina
  2. 2. Anatomia <ul><li>Cranial/medial aos rins </li></ul><ul><li>Sem correlação funcional </li></ul><ul><li>Peso: 3-5g </li></ul><ul><li>Tamanho:3x5 cm </li></ul>
  3. 3. Anatomia
  4. 4. vascularização arterial Sistema arterial: frênica inferior aorta renal As faces anterior, posterior e inferolateral são pouco vascularizadas
  5. 5. vascularização arterial
  6. 7. Adrenal: vascularização venosa Direita: supero-medial > v. cava Esquerda : infero-medial > v. renal
  7. 10. Fisiologia Cortex: aldosterona, corticosterona, cortisona, cortisol e desoxicortisona Medula: nor e adrenalina
  8. 11. Diagnóstico <ul><li>Clínico/laboratorial: variável </li></ul>USG Imagem: TC RNM
  9. 16. Adrenalectomia Laparoscópica <ul><li>Gagner et al., 1992 </li></ul><ul><li>Higashihara et al., 1992 </li></ul><ul><li>1992-2000 : 1500 descritas em todo o mundo </li></ul>
  10. 17. Indicações de Adrenalectomia Laparoscópica <ul><li>Adenomas não funcionantes </li></ul><ul><li>Feocromocitomas </li></ul><ul><li>Síndrome de Cushing </li></ul><ul><li>Aldosteromas </li></ul><ul><li>Cistos/angiomiolipomas </li></ul>
  11. 18. Contra-indicações de Adrenalectomia Laparoscópica <ul><li>Pneumopatia grave </li></ul><ul><li>Coagulopatia não controlável </li></ul><ul><li>Peritonite </li></ul><ul><li>Obstrução intestinal (delgado) </li></ul><ul><li>Massa > 10/12 cm??/carcinomas </li></ul><ul><li>Massas sintomáticas em gestantes </li></ul><ul><li>Feo maligno/linfonodos </li></ul>
  12. 19. Contra-indicações de Adrenalectomia Laparoscópica
  13. 20. Técnica Laparoscópica <ul><li>Transperitoneal lateral </li></ul><ul><li>Transperitoneal anterior >pouco utilizada </li></ul><ul><li>Retroperitoneal </li></ul>
  14. 21. Transperitoneal lateral <ul><li>Portais: 04 (10/12mm) e 01 (5mm) </li></ul><ul><li>Vantagens: </li></ul><ul><li>fácil aprendizado </li></ul><ul><li>Exposição </li></ul><ul><li>Mínima manip. da glândula </li></ul><ul><li>Acesso a órgãos adjacentes </li></ul><ul><li>Pequena dissecção </li></ul><ul><li>Mais empregada </li></ul><ul><li>Desvantagens: </li></ul><ul><li>Dificul// com aderências </li></ul><ul><li>reposicionamento </li></ul>
  15. 22. Adrenalectomia Esquerda <ul><li>Campbell’s </li></ul>
  16. 23. Adrenalectomia Esquerda
  17. 25. Adrenalectomia Direita Campbell’s
  18. 26. Adrenalectomia Retroperitoneal <ul><li>Vantagens </li></ul><ul><li>Evita o peritôneo </li></ul><ul><li>Cirurgias prévias não </li></ul><ul><li>prejudicam </li></ul><ul><li>Desvantagens </li></ul><ul><li>Pouco espaço </li></ul><ul><li>Posiciona/o das pinças </li></ul><ul><li>Referência anatômica </li></ul>Portais: 03 (10/12mm) e 01 (5mm)
  19. 27. Retroperitonial Esquerda Campbell’s
  20. 28. Adrenalectomia Retroperitoneal Campbell’s
  21. 29. Retroperitonial Direita Campbell’s
  22. 30. Aldosteroma <ul><li>6 artigos – 96 pacientes > trans ou retroperitoneal </li></ul><ul><li>Tumores pequenos: 1-3cm – 10g (85%) </li></ul><ul><li>Tempo cirurgia: 3.3h </li></ul><ul><li>Tempo hosp: 3.2 dias </li></ul><ul><li>Complicações: 3,7% </li></ul><ul><li>90% cura da hipertensão </li></ul><ul><li>Gill et al. 1999 </li></ul>
  23. 31. Feocromocitoma <ul><li>Urologia on line-UNIFESP </li></ul>
  24. 32. Feocromocitoma <ul><li>5 artigos – 61 pctes (100) > transperitoneal </li></ul><ul><li>Tempo de cirurgia: 3.1h/7,2h </li></ul><ul><li>Tamanho da peça: 4,7g </li></ul><ul><li>Tempo hosp: 6,3 dias </li></ul><ul><li>Complicações: 23% conversão: 3 casos </li></ul><ul><li>Hipertensão transop: 49% </li></ul><ul><li>Cura da hipertensão: 88,5% </li></ul><ul><li>Gill et al. 1999 </li></ul>
  25. 33. Síndrome de Cushing <ul><li>6 artigos – 64 pctes (100) > trans e retroperitoneal </li></ul><ul><li>Tempo de cirurgia: 2.5h/5,2h </li></ul><ul><li>Tamanho da peça: 4,9g </li></ul><ul><li>Tempo hosp.: 2,9/6 dias </li></ul><ul><li>Complicações: 6% conversão: 5 casos </li></ul><ul><li>Gill et al. 1999 </li></ul>
  26. 34. Ca de adrenal <ul><li>11 pctes (12) > trans e retroperitoneal </li></ul><ul><li>(Massas em geral > 6 cm) </li></ul><ul><li>Tempo de cirurgia: 2.5h/5,2h </li></ul><ul><li>Tamanho da peça: 5.9g </li></ul><ul><li>Tempo hosp: 2,3 (1-6 dias) </li></ul><ul><li>Complicações: 1% conversão: 1 caso </li></ul><ul><li>(0.02% dos cânceres ) </li></ul><ul><li>Gill et al. 1999 </li></ul>
  27. 35. Incidentalomas <ul><li>0,3-5% pctes > TC </li></ul><ul><li>70-94%: benignos </li></ul><ul><li>Indicação de cirurgia: massa > 5 cm, pcte <50 anos </li></ul><ul><li>Laparoscopia trans ou retroperitoneal é o método de escolha </li></ul>
  28. 36. Incidentalomas Thompson et al. 1997 12% Conversão 18% 6% Complicações 42d 26d Convalesc. 5.7d 3.1d Hospital 48mg 28mg Analgésicos 2.1h 2.8h Tempo 50 50 Número Aberta Laparoscópica
  29. 37. Incidentalomas Gill et al. 1999 27% 10% Complicações 12% Conversão 10% 2.6% UTI 563ml 125ml Sangue 7.6d 1.9d Hospital 471mg 38mg Analgésicos 219.3’ 188.6’ Tempo 100 110 Número Aberta Laparoscópica
  30. 38. Complicações Yoshida et al. 1997 17(5%) Transfusão 4% Conversão 56 (15%) Total 24 (6%) Pós-operatórias 32 (9%) Trans-operatórias 0 Mortalidade 369(multicêntrico) Número
  31. 39. Complicações Yoshida et al. 1997 4% Conversão 01 Pneumotórax 11 (3%) Vísceras fígado(4), baço(3), pâncreas(2), vesícula biliar (1) e outros (1) 20 (6%) Vascular Veia cava(2), renal (2), adenal(4) e outros (12) 32 (9%) Trans-operatórias
  32. 40. Complicações Yoshida et al. 1997 02 Íleo 03 Atelectasia 04 Infecção 06 Sangramento 24 (6%) Pós-operatórias
  33. 41. conversões Shen ZJ et al., 2006 456 casos: 76 trans e 380 retro (1993-2005) Taxa conv transperitoneal : 7,9% Taxa conv retroperitoneal: 5,0% Total: 5,5%
  34. 42. conversões Shen ZJ et al., 2006 456 casos: 76 trans e 380 retro (1993-2005) Um ano : 8,5% Dois anos: 5,3% Três ou mais: 4,1% Experiência do cirurgião
  35. 43. conversões Shen ZJ et al., 2006 456 casos: 76 trans e 380 retro (1993-2005) Feocromocitoma:7/68 Aldosteroma: 4/68 Cistos:2/35 Cushing:6/120 Adenoma:5/140 Outros: 1/25 Tipo de tumor
  36. 44. Adrenalectomia Laparoscópica <ul><li>segurança </li></ul><ul><li>eficácia </li></ul><ul><li>resultados </li></ul><ul><li>complicações </li></ul><ul><li>disponível em vários centros </li></ul><ul><li>financeiramente viável </li></ul><ul><li>resultado cosmético </li></ul>
  37. 45. Experiência de Londrina Total 27 1 Ca metastático 1 Mielolipoma 1 Cisto 3 Cushing 1 Baço acessório 5 Feocromocitoma 15 Adenoma Número Diagnóstico
  38. 46. Experiência de Londrina <ul><li>Alta hospitalar – 2 a 7 dias </li></ul><ul><li>Tempo de cirurgia – 50min a 4h50min </li></ul><ul><li>Tamanho TU – 1cm a 13cm* </li></ul><ul><li>Via - transperitoneal lateral </li></ul><ul><li>Conversão – 1 caso : feocromocitoma (8 cm) </li></ul>9 Direito 18 Esquerdo Número Lado
  39. 47. Laparoscopia Eu?????

×