UNIÃO MUNICIPAL ESPÍRITA DE SANTA MARIA -RS 
DECOM/UME SM 
Umesm.blogspot.com 
Diretor: Cristiano 
Vice: Cleber 
EDITORIAL...
EDITORIAL 
Olá, irmãos de ideal espírita. 
É com muita alegria que entregamos a nossa comunidade Espírita o BEUME do mês d...
EDITORIAL 
Divaldo Franco em 
Santa Maria 
No dia 17 de outubro fará palestra em Santa Maria 
Divaldo Franco. O evento aco...
EDITORIAL 
DIVALDO FRANCO 
Poesia: GRATIDÃOGratidão... Ao seu riso largoAos seus olhos miúdosAo seu abraço contidoÀ sua ho...
Gratidão... Deste seu se dar sem demoraDo prosseguir sem queixumesDas lágrimas solitáriasDa renúncia anônimaCom que se erg...
Gratidão... A quem vive arrumando as malasPara uma viagem que não terminaVivendo a sinaDe se gastar, se dividir, se coleti...
EDITORIAL 
Reunião em Santa Maria –XXV CONJERGS, todos os polos. 
No dia 07 de setembro de 2014, estiveram reunidos na Soc...
A primeira CONJERGS foi realizada em Santa Maria, nos dias 7 e 8 de setembro de 1957. A imagem ilustra o local de chegada ...
ENTREVISTA: 
Nome completo–Almerinda Terezinha Medeiros de Souza (Tereca) 
Casa Espírita–S. E. União dos Fiéis 
Fale um po...
Continuação entrevista 
Que avaliação você faz do movimento espírita na sua região? 
Trata-se de um movimento em constante...
SEXO E OBSESSÃO Os Espíritos encarnam como homens ou como mulheres, porque não têm sexo. Visto que lhes cumpre progredir e...
A MEDIUNIDADE DA PALAVRA Não nos esqueçamos de que todos somos médiuns da palavra, no cotidiano. Todos nós, mormente quand...
"Havia um homem que costumava ter em cima de sua cama uma placa escrita: ISSO TAMBÉM PASSA...então perguntaram à ele o por...
Departamento Doutrinário OUTUBRO 2014 DATA EXPOSITOR(A) TEMA COORDENADOR 03 – sexta-feira Dr. Fernando Corrêa (S. E. Ferna...
SOCIEDADE ESPÍRITA IRMÃ ROLICA RUA DAS CEREJEIRAS – 345 CONVITE PALESTRA EM COMEMORAÇÃO AOS 150 ANOS DO EVANGELHO SEGUNDO ...
SOCIEDADE ESPÍRITA IRMÃ ROLICA RUA DAS CEREJEIRAS- 345 – VILA PRADO EXPOSIÇÕES DOUTRINÁRIAS OUTUBRO – 2014 SÁBADO ( 14h30m...
Machado de Assis, 454. Bairro Menino Jesus, Santa Maria, RS. CEP 97050- 450. E-mail: seuf.santamaria@fergs.org.brDEPARTAME...
PROJETO DA SOCIEDADE ESPÍRITA “IRMÃ ROLICA” 
RUA DAS CEREJEIRAS 345 
VILA PRADO 
TRANSFORMAR PARA EVOLUIR 
APRESENTAÇÃO: 
...
OBJETIVOS ESPECIFICOS: 
-Estimular e orientar a reciclagem e o reaproveitamento; 
-Apresentar temas ecológicos a luz da do...
Aconteceu no último dia 13 de setembro, no lar de Joaquina, reunião dos presidentes das 
nossas Casas Espíritas. 
Dirigind...
No último sábado, na Soc. Esp. Luz e Caridade foi comemorado o Dia do Gaúcho através da Evangelização da casa. Na ocasião ...
No dia 18 de setembro, a SE Francisco Costa, esteve na AE Fé e Esperança, com o trabalho comemorativo aos 150 anos do Evan...
Sociedade Espírita DrAntônio Victor MennaBarreto 
01/10 
Sociedade Espírita A Caminho de Jesus 
16/10
SUGESTÕES DE OBRAS ESPÍRITAS 
Fonte: http://www.febeditora.com.br/
MENSAGEM DO BEUME PRA VOCÊ
VAMOS DIVULGAR A 
DOUTRINA ESPÍRITA? 
DIVULGUEM SUAS CASAS ESPÍRITAS ATRAVÉS DO BEUME. 
Enviem-nos materiais de divulgaçã...
Beume 59
Beume 59
Beume 59
Beume 59
Beume 59
Beume 59
Beume 59
Beume 59
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Beume 59

616 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
616
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
113
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Beume 59

  1. 1. UNIÃO MUNICIPAL ESPÍRITA DE SANTA MARIA -RS DECOM/UME SM Umesm.blogspot.com Diretor: Cristiano Vice: Cleber EDITORIAL Dia 17, Divaldo Franco em SM Dia 18 e 19, CONJERGS ENTREVISTA Almerinda Terezinha Medeiros de Souza(Tereca) POESIAPor Divaldo Franco: “Gratidão” SUGESTÕES DE OBRASESPÍRITASAllan Kardec para todosEspiritismo e PolíticaAção e ReaçãoTransição Planetária
  2. 2. EDITORIAL Olá, irmãos de ideal espírita. É com muita alegria que entregamos a nossa comunidade Espírita o BEUME do mês de outubro. Nosso editorial começa evidenciando a presença de Divaldo Franco em Santa Maria no próximo dia 17 de outubro no Ginásio do Regimento Mallet, Divaldo vem a Santa Maria na véspera que começa a CONJERGS no Acampamento Batista em Itaara. Espíritos de muita luz acompanharão Divaldo e esse grande evento. Que possamos nos manter em oração, pedindo a espiritualidade força, proteção e muito amor para que tudo se realize na paz e na fraternidade do Pai. Fica a nossa prece. Fraterno abraço a todos! Equipe DECOM
  3. 3. EDITORIAL Divaldo Franco em Santa Maria No dia 17 de outubro fará palestra em Santa Maria Divaldo Franco. O evento acontecerá no Ginásio do Regimento Mallet, às 20hs. Os portões estarão abertos a partir das 18hs sendo necessário que as pessoas levem cadeiras. A entrada é 1 kg de alimento não perecível. No final desta edição encontre o convite no espaço “Eventos Espíritas”. Fica o convite para que todos divulguem em suas Casas Espíritas.
  4. 4. EDITORIAL DIVALDO FRANCO Poesia: GRATIDÃOGratidão... Ao seu riso largoAos seus olhos miúdosAo seu abraço contidoÀ sua hospitalidade giganteDa sua festa simplesDa gentileza envolventeDa conversa larga Do pão sempre farto do seu afetoGratidão... Ao desfilar de memóriasDa graça incontidaDa confiança serenaCom que nos chama ao trabalhoDa bondade singelaQue nos abre janelasPara horizontes mais largos
  5. 5. Gratidão... Deste seu se dar sem demoraDo prosseguir sem queixumesDas lágrimas solitáriasDa renúncia anônimaCom que se ergue em si mesmoGratidão... A este coração que tanto amaQue deixa flores no caminhoAnunciando uma nova primaveraEm dias de luz que virãoA quem espalha pães por toda parteE num improviso de artePinta estrelas nas noites escurasA este pirilampo meninoEste Quixote modernoEscrevendo em seu cadernoVersos simples de amor
  6. 6. Gratidão... A quem vive arrumando as malasPara uma viagem que não terminaVivendo a sinaDe se gastar, se dividir, se coletivizarAmando, sem deixar de se amar Gratidão... A um coração que não se aprisiona Que nada e a ninguém retémQue é livre em sua clausura Que busca novos e velhos ares, Pessoas e lugares, Em espaços a percorrerGratidão... A quem erafonte, Hoje é córrego, Amanhã será parte do grande mar...
  7. 7. EDITORIAL Reunião em Santa Maria –XXV CONJERGS, todos os polos. No dia 07 de setembro de 2014, estiveram reunidos na Sociedade Espírita Leon Dênis na cidade de Santa Maria os coordenadores dos Polos da XXV CONJERGS juntamente com a Coordenação Geral do evento. Presentes a Diretora do DIJ/FERGS, MarliseRibeiro, o coordenador da juventude do DIJ/FERGS Fabiano Boeira e a vice presidente doutrinária da FERGS RosiPossebon. A reunião iniciou pela manhã com a transmissão de um vídeo gravado pela presidente da FERGS , Maria Elisabeth Barbiere parabenizandoe incentivando a tarefa edificante da confraternização de juventudes do estado RS na sua XXV edição. Após foram repassados pontos de extrema importância para que o evento se realize da melhor forma atendendo o objetivo proposto. O dia foi de muito trabalho e de confraternização entre os participantes dos pólosque puderam trocar experiências e o andamento do planejamento da XXV CONJERGS –Conectados com Jesus, faltam 17 dias para o evento.
  8. 8. A primeira CONJERGS foi realizada em Santa Maria, nos dias 7 e 8 de setembro de 1957. A imagem ilustra o local de chegada de muitos jovens da época. No dia 7 muitos jovens estavam na estação férrea de Santa Maria aguardando os caravaneiros. Imagem da Estação Férrea de SM 1957Mais informações a respeito do histórico da Conjergs no Blog: http://conjergs.blogspot.com.br/p/historia-das- conjergs.html HISTÓRIA DA CONJERGS
  9. 9. ENTREVISTA: Nome completo–Almerinda Terezinha Medeiros de Souza (Tereca) Casa Espírita–S. E. União dos Fiéis Fale um pouco de você. Sou gaúcha da Região das Missões (adoro chimarrão), resido em Santa Maria há 33 anos e tenho uma filha do coração. Profissionalmente sou administradora de empresas e aposentada do Banco do Brasil. Na Doutrina Espírita, estou vinculada à S. E. União dos Fiéis, desde que entrei e assumi o Espiritismo como diretriz de vida, em 1987. Na Casa, atualmente, desempenho as funções de Presidente. Também atuo como expositora e facilitadora de cursos, jornadas e/ou seminários da FERGS. Estou responsável pelo Setor Expositor Espírita, vinculado ao DECOM/FERGS. Como foi o seu inicio na doutrina espírita? Graças a Deus, procurei um Centro Espírita pela primeira vez movida pela curiosidade, pela busca de respostas às inúmeras dúvidas existenciais, não tendo que passar pelo crivo da dor. Hoje, pela bondade dos Espíritos amigos, sei que vim para a Doutrina Espírita para melhor me preparar e receber a minha filha, com a qual tinha vínculos anteriores bastante profundos, com o consequentecomprometimento em resgatar velhos débitos e juntas procurarmos construir uma nova etapa em nossas existências, consolidando os laços afetivos, morais e espirituais. Qual a sua perspectiva para o espiritismo no futuro? Como um processo natural da jornada humana na Terra, ainda prevalece no coração do homem o orgulho, a vaidade, o egoísmo, a cupidez, etc. Pela Doutrina Espírita, sabemos que a Terra está passando pelo período de transição, de planeta de provas e expiações para planeta de regeneração. Sabemos também que nosso Orbe tem recursos suficientes para dar sustento, educação, dignidade e qualidade de vida a toda sua população, mas a concentração de riquezas e a ganância de uma minoria impede, muitas vezes, o acesso de grande parte dessa população a essas riquezas, gerando agressão, violência e corrupção. O espírita, como qualquer outra pessoa, também sofre as consequênciasdas crises econômicas, políticas e sociais com reflexos, inclusive, em nossas Instituições. E como qualquer outro ser humano, diante da dificuldade, deve trabalhar com mais afinco, estudar, buscar estar informado sobre o panorama mundial e brasileiro e preparar-se para vencer o desafio, com equilíbrio e com a convicção de que sairá fortalecido e com mais segurança para novos embates. Seu pensamento deve ser o de empreender a renovação social, moral e espiritual, começando por si mesmo. Dessa forma, o futuro do Espiritismo é o da certeza da unidade de princípios, baseados nos ensinos do Cristo, para onde devem convergir todas as crenças e todas as doutrinas, porque “são chegados os tempos em que se hão de desenvolver as ideias, para que se realizem os progressos que estão nos desígnios de Deus”, conforme nos instruem os Espíritos superiores em o Evangelho Segundo o Espiritismo, capítulo I, item 9 -A Nova Era.
  10. 10. Continuação entrevista Que avaliação você faz do movimento espírita na sua região? Trata-se de um movimento em constante evolução e crescimento. Cada vez mais as pessoas procuram os Centros Espíritas, não só na busca de consolo para suas aflições, mas muito, também, pela necessidade de compreensão da vida, em busca de respostas para dúvidas milenares como: quem sou eu, de onde vim, o que estou fazendo aqui, para onde vou depois da morte??? Isto só a Doutrina Espírita é capaz de responder de maneira lógica e racional, sem alegorias e fantasias. Andando pela cidade, região e Estado a serviço da Doutrina, percebemos que as Casas, sem perder a simplicidade original, também estão crescendo em termos de organização e estrutura funcional, de modo a se adequar para melhor atender a essa demanda. Há hoje, também, uma preocupação maior com gestão das Casas, onde os dirigentes estão procurando qualificar-se em ferramentas e técnicas gerenciais, em desenvolvimento de lideranças e em temas específicos de trabalhos doutrinários. A FERGS tem desenvolvido e ministrado diversos programas de capacitação, envolvendo todas as questões acima mencionadas, através de oficinas, cursos, seminários e workshops. Deixe uma mensagem para os espíritas. Com certeza, cada vez que nos propusermos a trabalhar em favor do progresso, aprendendo e ensinando, os primeiros e maiores beneficiados somos nós mesmos. A Doutrina Espírita está em tudo, comporta todas as ciências e nos apresenta não só uma visão integral do homem, como matéria e espírito, mas, também, do Universo. Tudo o que fizermos em uma das partes acaba afetando, de alguma maneira, o todo. Portanto, continuemos firmes e coesos em prol de um ideal, na certeza de que Jesus, o Trabalhador por excelência, cujo modelo deve ser perseguido por todos, está sempre a nos incentivar a atuarmos em favor da educação e aperfeiçoamento do Espírito imortal. Afinal, a qualidade do esclarecimento e do consolo que a Doutrina Espírita nos propõe deve estar nas mãos, nas mentes e nos corações de todas as pessoas que trabalham pelo progresso moral e espiritual, individual e coletivo. Indique: -Um livro –um só? ... O Evangelho Segundo o Espiritismo. -Um filme –Chico Xavier, o filme. Assisti três vezes no cinema e ainda tenho o DVD.
  11. 11. SEXO E OBSESSÃO Os Espíritos encarnam como homens ou como mulheres, porque não têm sexo. Visto que lhes cumpre progredir em tudo, cada sexo, como cada posição social, lhes proporciona provações e deveres especiais e, com isso, ensejo de ganharem experiência... (LE q. 202). O Espírito renasce numa como noutra polaridade, a fim de adquirir experiências e compreensão de deveres, que são pertinentes a ambos os sexos. Fadado ao progresso ilimitado, o Espírito deve vivenciar cada reencarnação enobrecendo as funções corporais, de modo a desenvolver os valores íntimos. A correta aplicação das forças genésicas propicia ao Espírito alegria de viver e entusiasmo no desempenho das tarefas que lhe dizem respeito, constituindo-se emulação para o progresso e a felicidade. O sexo é um dos capítulos mais complexos em razão das disfunções e dos desconcertos que ocorrem em muitas vidas como resultado das experiências atormentadas próximas ou remotas, que lhes geraram desequilíbrios e inarmonias, hoje refletidos em seu comportamento. A liberação sexual, exagerando suas licenças morais, vem trazendo transtornos graves e desarmonias profundas em muitos indivíduos. Momento de transição de valores, campeiam o absurdo e o fantasioso, tentando adquirir cidadania moral empurrando os cidadãos na direção do fosso da promiscuidade e do desespero, da fuga pelo tabaco, pelo álcool, pelas drogas aditivas, pela alucinação, pelo suicídio... Torna-se indispensável uma nova ética-moral, a fim de que os valores nobres granjeados pela sociedade no curso dos milênios, não se percam no chafurdar das paixões e no desprestígio das instituições, como o matrimônio, a família, a castidade, a saúde comportamental... O matrimônio e a monogamia são conquistas valiosas logradas pelo ser humano após experiências de convivência doentia através dos tempos. Vive-se, na Terra, a hora do sexo. O sexo vive na cabeça das pessoas, parecendo haver saído da organização genésica onde se sedia. O pensamento é força atuante e desencadeadora da função sexual. Reduzir o indivíduo apenas às imposições do sexo em desalinho, é transformá-lo em escravo de uma função pervertida pela mente e atormentada pelas fantasias mórbidas. E nesse campo de lutas que surgem as lamentáveis e dolorosas obsessões de graves consequências. O sexo, mal conduzido, abre campo para terríveis conúbios obsessivos, pois, praticado de forma vil atrai Espíritos igualmente atormentados e doentes que se vinculam ao indivíduo, levando-o a processos de parasitose terrível e de difícil libertação. Desvios e aberrações sexuais, condutas extravagantes e desarticuladoras das funções estabelecidas pelas Leis da Vida, geram perturbações que necessitam de dolorosas reencarnações expungitivas e purificadoras para a sua recomposição. (Fonte: Manoel Ph. Miranda - SEXO E OBSESSÃO, ed. LEAL).
  12. 12. A MEDIUNIDADE DA PALAVRA Não nos esqueçamos de que todos somos médiuns da palavra, no cotidiano. Todos nós, mormente quando na carne, exercemos a mediunidade da palavra. A palavra é a materialização do pensamento, é o somatório do que se pensa e do que se sente. Através da palavra, influenciamos, induzimos criaturas à ação, criamos oportunidades... Através da palavra, norteamos ou desequilibramos, elevamos ou rebaixamos, iluminamos ou obscurecemos. Todos os homens estão no exercício legítimo da palavra. O verbo na criatura encarnada é o que mais trabalha... O homem faz mais com os lábios do que com as mãos, daí o significado e a importância de se selecionarem os assuntos para conversação no dia-a-dia. É a palavra que move o mundo - a palavra escrita, a palavra verbalizada, a palavra da imagem televisiva que se propaga a longas distâncias, a palavra das ondas hertzianas, a palavra no livro, no gesto, na atitude... "No princípio era o Verbo", ou seja, no princípio era a Palavra. Deus criou através da palavra: "Faça-se a luz, e a luz se fez"... A palavra tem poder criador. A mediunidade da palavra extrapola qualquer outro dom medianímico... Pode mais, inclusive, que todas as faculdades mediúnicas reunidas, porquanto todas elas estão a serviço da palavra, que, por sua vez, está a serviço da ideia, da ideia do bem, do belo, da justiça, da ideia do que é nobre, alto e digno. Reflitamos nisto e não nos esqueçamos de que, em nossa movimentação diária, estaremos, através da palavra, à semelhança de um espelho, refletindo o que pensamos, o que intelectualmente se processa dentro de nós, o que concebemos, o que assimilamos. Importante direcionarmos todo e qualquer assunto para o bem e não nos afastarmos da Verdade, nem que seja da Verdade transitória; já que estamos longe da Verdade absoluta, pelo menos sejamos fiéis à Verdade relativa e que a palavra pelo menos nos exteriorize a intenção correta em favor de todos. O Evangelho surgiu através da mediunidade da palavra... Jesus conversando com o povo, esclarecendo, contando parábolas, fazendo citações. Meditemos e nos consideremos todos, principalmente quando na experiência física, médiuns no constante exercício da palavra. O que estará a nossa palavra refletindo? Luz ou sombra? Estará a serviço do bem ou do mal? Qual é a nossa aspiração, o nosso objetivo? O que pretendemos (Falando de Mediunidade – cap. 6 – Odilon Fernandes/Carlos Antônio Baccelli – ed. Didier) Apoio de divulgação: SEDiC
  13. 13. "Havia um homem que costumava ter em cima de sua cama uma placa escrita: ISSO TAMBÉM PASSA...então perguntaram à ele o por quê disso... ele disse que era para se lembrar que, quando estivesse passando por momentos ruins, poder se lembrar de que eles iriam embora, e que ele teria que passar por aquilo por algum motivo. Mas essa placa também era pra lembrá-lo que quando estivesse muito feliz, que não deixasse tudo pra trás, porque esses momentos também iriam passar e momentos difíceis viriam de novo...E é exatamente disso que a vida é feita: MOMENTOS! Momentos os quais temos que passar, sendo bons ou não, pro nosso próprio aprendizado. Por algum motivo... Nunca esqueça do mais importante: NADA É POR ACASO ! Absolutamente nada. Por isso temos que nos preocupar em fazer a nossa parte da melhor forma possível." Chico Xavier Por Mario Barros –S.E.Sementes de Luz
  14. 14. Departamento Doutrinário OUTUBRO 2014 DATA EXPOSITOR(A) TEMA COORDENADOR 03 – sexta-feira Dr. Fernando Corrêa (S. E. Fernando do Ó) Parábola do Bom Samaritano Cleber 06 – segunda-feira Vera O Jugo Leve (ESE, cap. VI) João Heitor 07 – terça-feira Claudine União da alma e do corpo. Aborto. (LE, livro II, cap. VII / Q. 344 em diante) Renato 10 – sexta-feira Josimara Maneira de orar (ESE, cap. XXVII / item 22) Cleber 13 - segunda-feira Cleber O Duelo (LE, 757 a 759ESE, cap. XII / itens 11 a 16) João Heitor 14 – terça-feira Solange Alegria da Prece (ESE, cap. XXVII / item 23) Renato 17 – sexta-feira Derli Influência do organismo (LE, livro II, cap. VII / Q. 367 a 370) Cleber 20 - segunda-feira Renato Germani Eu não vim destruir a Lei Moisés – Cristo (ESE, cap. I / itens 1 a 4) João Heitor 21 - terça-feira Leni O Espiritismo (ESE, cap. I / itens 5 a 7) Renato 24 - sexta-feira Ricardo (Grupo Art & Luz) Livre Cleber 27 - segunda-feira Moacir Idiotismo e Loucura (LE, livro II, cap. VII / Q. 371 a 378) João Heitor 28 - terça-feira Luci Stefanello Da Infância (LE, livro II, cap. VII / Q. 379 a 385) Renato 31 - sexta-feira Inês (S. E. Sementes de Luz) Terra. Escola dos Espíritos Cleber Horários das doutrinárias: - Segunda-feira – das 13h às 13h25min; - Terça-feira – das 19h30min às 20h; - Sexta-feira – das 20h às 20h30min. -CONVIDADOS*.
  15. 15. SOCIEDADE ESPÍRITA IRMÃ ROLICA RUA DAS CEREJEIRAS – 345 CONVITE PALESTRA EM COMEMORAÇÃO AOS 150 ANOS DO EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO DIA: 09/10/2014 HORA: 20H TEMA: ORGULHO E HUMILDADE PALESTRANTE: José Otávio Binato ( S. E. A Caminho de Jesus)
  16. 16. SOCIEDADE ESPÍRITA IRMÃ ROLICA RUA DAS CEREJEIRAS- 345 – VILA PRADO EXPOSIÇÕES DOUTRINÁRIAS OUTUBRO – 2014 SÁBADO ( 14h30min) DIA TEMA EXPOSITOR 04 JUVENTUDE, DROGADIÇÃO E CONTROLE SOCIAL Maria Catarina 11 BEM-AVENTURADOS OS AFLITOS Gustavo Fernandes Cardoso 18 A ÁGUA VIVA DO AMOR Eder Vasconcelos 25 TEMA LIVRE José Antonio QUINTA-FEIRA (20H) 02 O QUE É REALEZA? José Silva 09 * ORGULHO E A HUMILDADE José Otávio Binato 16 O BEM E O MAL Albery Machado 23 MEDIUNIDADE NA ADOLESCENCIA Tami Maciel 30 ANIMAIS, NOSSOS IRMÃOS Lucas Amorim DIA 09/10 PALESTRA RELATIVA AO CICLO DE PALESTRAS EM COMEMORAÇÃO AOS 150 DO EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO
  17. 17. Machado de Assis, 454. Bairro Menino Jesus, Santa Maria, RS. CEP 97050- 450. E-mail: seuf.santamaria@fergs.org.brDEPARTAMENTO DOUTRINÁRIO -DEDO
  18. 18. PROJETO DA SOCIEDADE ESPÍRITA “IRMÃ ROLICA” RUA DAS CEREJEIRAS 345 VILA PRADO TRANSFORMAR PARA EVOLUIR APRESENTAÇÃO: O presente projeto foi elaborado a partir da sugestão da FERGS de que as associações espíritas atentassem para questão ecológica e na medida de suas possibilidades implantassem ações sustentáveis abordando temas relacionados ao meio ambiente e a necessidade de preservação. Inicialmente, pensamos em traçar uma linha de ação que contemplasse a evangelização infantil. As questões sobre meio ambiente e sustentabilidade seriam incluídas aos conteúdos da mesma. Ao pesquisar as maneiras de realizar o trabalho, sentiu-se a necessidade de uma maior abrangência e de que o tema em questão fosse trabalhado amplamente na Associação, contemplando os diversos departamentos. A reeducação quanto aos nossos hábitos com o ambiente em que vivemos, assim como nossas relações com os seres que fazem parte do nosso ecossistema é tarefa urgente e inadiável. Temos que nos mobilizar em prol da vida estimulando e valorizando pequenas atitudes do dia a dia no sentido de reduzir, reciclar, reaproveitar e evitar o desperdício. OBJETIVO GERAL: Sensibilizar os trabalhadores e frequentadoresda Sociedade Espírita Irmã Rolicada importância da prática da lei de amor para com todas as espécies e seres da criação. Zelando pela casa que nos acolhe na trajetória de experiências evolutivas, estabelecendo uma relação harmônica entre o corpo, o espírito e o meio.
  19. 19. OBJETIVOS ESPECIFICOS: -Estimular e orientar a reciclagem e o reaproveitamento; -Apresentar temas ecológicos a luz da doutrina espírita; -Refletir necessidades humanas e consumismo; -Promover campanhas que visem economia de fontes naturais; -Exemplificar ações que economizem materiais como impressos; -Enfatizar a teoria de que pequenas atitudes somadas podem fazer a diferença; -Preparar as crianças, através de atividades lúdicas e artesanais para que sejam multiplicadores de atitudes sustentáveis e de preservação; -Estimular a pesquisa nas obras básicas e demais obras de excelência da Doutrina Espírita para melhor compreendermos nossa relação com os demais seres da criação; _ “Promover uma ética ambiental alicerçada na fraternidade preconizada pelo Cristo e no sentido mais amplo de família universal que se pode apreender do Espiritismo.” ATIVIDADES PROPOSTA: -Palestras públicas doutrinárias com temas sobre ecologia na visão espírita; -Orientar a coleta seletiva; -Oficinas de artesanato com materiais recicláveis; -Organização de canteiros de flores; -Organização de horta com garrafas pet; -Conversar nos grupos de estudo sobre vícios prejudiciais ao meio e que podem ser evitados com reeducação; -Passeio junto à natureza; -Atividades ao ar livre visando trabalhar a respiração como forma de receber energia e equilibrar-se. Bibliografia: O livro dos espíritos---Kardec, Allan O Evangelho segundo o espiritismo----Kardec, Allan A Gênese---Kardec, Allan Espiritismo e ecologia---Trigueiro, André
  20. 20. Aconteceu no último dia 13 de setembro, no lar de Joaquina, reunião dos presidentes das nossas Casas Espíritas. Dirigindo a reunião estavam o presidente da Ume Santa Maria, Moacir Germani, o vice-presidente Nei Bastos Cosme e o tesoureiro Renato Germani. Com a participação de todos os membros das casas, vários assuntos foram tratados de interesse comum da União Municipal Espírita.
  21. 21. No último sábado, na Soc. Esp. Luz e Caridade foi comemorado o Dia do Gaúcho através da Evangelização da casa. Na ocasião tivemos uma aula sobre peculiaridades da cultura tradicionalista com a nossa convidada Carina Lopes, a quem agradecemos de coração. Em seguida, foi servido para a gurizada um suculento churrasquinho e refri. Seguem imagens da nossa confraternização.
  22. 22. No dia 18 de setembro, a SE Francisco Costa, esteve na AE Fé e Esperança, com o trabalho comemorativo aos 150 anos do Evangelho Segundo o Espiritismo, que está sendo realizado pelas casas filiadas a UME-União Municipal Espírita de Santa Maria, através de seu Depto Doutrinário. Com o tema, Necessidade e Limites da Encarnação, o Grupo de ESDE da quarta-feira , reforçado por mais alguns trabalhadores da nossa casa, idealizou e estruturou um trabalho, que foi apresentado e aplicado com dinâmicas, aos grupos de estudos daquela casa. Após o encerramento, uma foto para registrar o encontro e uma confraternização, onde o bate papo e amizade selou a integração entre todos os participantes. Visitantes e visitados, sentimos intenso calor e aconchego naquele momento de profundo aprendizado e troca de experiência e energia. Nosso Obrigado aos irmãos do Fé e Esperança, pela receptividade e carinho. Nos sentimos em nossa própria casa. Um abraço muito apertado a todos.
  23. 23. Sociedade Espírita DrAntônio Victor MennaBarreto 01/10 Sociedade Espírita A Caminho de Jesus 16/10
  24. 24. SUGESTÕES DE OBRAS ESPÍRITAS Fonte: http://www.febeditora.com.br/
  25. 25. MENSAGEM DO BEUME PRA VOCÊ
  26. 26. VAMOS DIVULGAR A DOUTRINA ESPÍRITA? DIVULGUEM SUAS CASAS ESPÍRITAS ATRAVÉS DO BEUME. Enviem-nos materiais de divulgação das doutrinárias, encontros, seminários e eventos diversos que estaremos publicando no BEUME, FACEBOOK e outros meios de comunicação virtual. decomumesm@yahoo.com.br "A maior caridade que podemos fazer pela Doutrina Espírita é a sua divulgação." Chico Xavier –Emmanuel.

×