PARCERIAS E ALIANÇAS ESTRATÉGICAS
Profa. Dra. Elizabeth de Melo Rico
PARCERIAS
• Parceria »forma de associação onde a presença de diferentes membros,
ao se fortalecerem mutuamente, buscam ati...
PORQUE PARCERIAS?
» recursos escassos e intensificação de competição por espaços na
sociedade;
» lacuna entre o que uma or...
ALIANÇAS ESTRATÉGICAS
• Alianças Estratégicas » ocorrem quando uma ou mais associações
estão voltadas para a conquista de ...
• envolve negociação entre diferentes atores;
» ideia de longo prazo, de pacto, de união estável e permanente;
» relação r...
Como iniciar alianças e parcerias?
» definir estratégias e objetivos;
» avaliar parceiros em potencial;
» avaliar possibil...
Princípios para construção de Parcerias e Alianças
Princípios para construção de Parcerias e Alianças
• Princípios para co...
CUIDADOS A SEREM TOMADOS (“dicas”)
» procure estabelecer acordos escritos (que devem ser consequência de
discussões que im...
PARCERIAS E ALIANÇAS
ESTRATÉGICAS
OBRIGADA!
ELIZABETH DE MELO RICO
bmbrico@uol.com.br
9 9995-8562
PARCERIAS E ALIANÇAS
ESTRATÉGICAS
OBRIGADA!
ELIZABETH DE MELO RICO
bmbrico@uol.com.br
9 9995-8562
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Semana academ. parcerias. nov.2012

368 visualizações

Publicada em

Apresentação sobre o tema "Parcerias e Alianças Estratégicas" da Profa. Dra. Elizabeth de Melo Rico. A palestra foi realizada na reunião de 22/05/2014 da RIS Campinas.
http://iredescps.blogspot.com.br/
https://www.facebook.com/iredescps

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Semana academ. parcerias. nov.2012

  1. 1. PARCERIAS E ALIANÇAS ESTRATÉGICAS Profa. Dra. Elizabeth de Melo Rico
  2. 2. PARCERIAS • Parceria »forma de associação onde a presença de diferentes membros, ao se fortalecerem mutuamente, buscam atingir um determinado fim. » associação onde a soma das partes representa mais que o somatório individual dos membros. » lógica da intercomplementaridade de recursos e capacidades entre as organizações parceiras (Estado, ONGs, universidades, empresas, associações comunitárias, religiosas, movimentos sociais dentre outros). » exige cumplicidade.
  3. 3. PORQUE PARCERIAS? » recursos escassos e intensificação de competição por espaços na sociedade; » lacuna entre o que uma organização gostaria de realizar e o que pode realizar (considerando a realidade e os seus próprios recursos); » demanda por recursos humanos, técnicos e materiais que uma organização não possui; » crescente demanda para intervenção na questão social;
  4. 4. ALIANÇAS ESTRATÉGICAS • Alianças Estratégicas » ocorrem quando uma ou mais associações estão voltadas para a conquista de melhores posições quanto ao seu produto e/ou projeto. • As organizações unem-se diante da importância que uma ação /questão social impõe a elas. Compartilham crenças, valores, pontos de vista e interesses que as levam a ter um posicionamento estratégico comum diante de uma determinada realidade ( campanhas de afirmação de ideias, de posições).
  5. 5. • envolve negociação entre diferentes atores; » ideia de longo prazo, de pacto, de união estável e permanente; » relação recíproca a partir de uma estratégia compartilhada; » detalhamento das ações conjuntas em projetos comuns; » os “aliados” preservam sua identidade e autonomia (assim como nas parcerias). • diante da competição entre projetos sociais (os que melhor conseguem atender resultados esperados/visibilidade) é preciso somar esforços e evitar superposições de funções e iniciativas. • » necessidade de selecionar, construir e colocar em ação novas possibilidades que podem marcar uma diferença. PARCERIAS E ALIANÇAS ESTRATÉGICAS
  6. 6. Como iniciar alianças e parcerias? » definir estratégias e objetivos; » avaliar parceiros em potencial; » avaliar possibilidades e o que oferecer em troca > contrapartidas; » definir a oportunidade; » avaliar o impacto da ação conjunta; » avaliar o poder de “barganhar”; » planejar a integração das ações; » implementar a integração das ações ( verificar formas de contrato, questões jurídicas, trabalhistas dentre outras). COMO INICIAR ALIANÇAS E PARCERIAS
  7. 7. Princípios para construção de Parcerias e Alianças Princípios para construção de Parcerias e Alianças • Princípios para construção de Parcerias e Alianças » conheça profundamente sua própria organização; » implante a filosofia de trabalho e a cultura de sua organização nas relações de parceria (mas, respeite a do parceiro!!!); » estabeleça confiança adequada e frequente; » desenvolva confiança mútua; » seja preciso nos detalhes do acordo (prazos, quais e que tipos de recursos estão envolvidos, contábeis, etc.); »evite criar subgrupos, aliando-se a um dos parceiros.
  8. 8. CUIDADOS A SEREM TOMADOS (“dicas”) » procure estabelecer acordos escritos (que devem ser consequência de discussões que implicam o consenso e a confiança, o que se obtém por aproximações sucessivas); » caso nunca tenha trabalhado com uma parceria, comece com algo pequeno, que você conheça e que tenha condições de conhecer; » seja adaptável – é preciso ceder para construir alianças e parcerias, porém, devemos oferecer o que possuímos de melhor, que sabemos fazer bem, o nosso diferencial.
  9. 9. PARCERIAS E ALIANÇAS ESTRATÉGICAS OBRIGADA! ELIZABETH DE MELO RICO bmbrico@uol.com.br 9 9995-8562
  10. 10. PARCERIAS E ALIANÇAS ESTRATÉGICAS OBRIGADA! ELIZABETH DE MELO RICO bmbrico@uol.com.br 9 9995-8562

×