Apresentação - Silvana Peixoto

1.012 visualizações

Publicada em

Atividade da diciplina

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.012
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação - Silvana Peixoto

  1. 1. UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO CENTRO DE EDUCAÇÃO ABERTA E A DISTÂNCIA Curso de Pós Graduação Lato Sensu em “Tutoria em EAD” Disciplina: Tecnologias e Comunicação na EAD Silvana Vanêssa Peixoto
  2. 2. PEÑA, Maria de Los Dolores Jimenez e ALLEDRETTI, Sônia. Ação docente, tecnologia e ambiente virtual de videoconferência. Disponível em aveb.univap.br/.../trabalho_110_mariadelosdolores_anais.pdf <ul><li>Recursos tecnológicos , docência e concepções pedagógicas </li></ul>
  3. 3. Anos 1950 <ul><li>A concepção pedagógica tradicional representava o contexto social dos anos 50. Naquele momento a política educacional manteve o status quo e o conhecimento estava ao alcance de poucos. </li></ul><ul><li>Os recursos tecnológicos e comunicacionais utilizados pelo professor eram o livro, a oralidade e o quadro negro. Eles eram usados para a reprodução e a informação. </li></ul><ul><li>  </li></ul>
  4. 4. Anos 1970 <ul><li>Nos anos 70 a concepção pedagógica presente era a tecnicista, com o surgimento de profissionais tecnocratas. A política educacional deu muita ênfase ao planejamento e a fragmentação e houve uma grande desvalorização do professor, uma vez que o propósito político era atribuir aos planejadores do sistema educacional a responsabilidade pelo ensino. </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>Naquela época os recursos utilizados na educação, como auxílio do professor, eram o livro didático, as técnicas de ensino e a instrução programada. Esses recursos serviam à reprodução de modelos, isto dificultava no reconhecimento, por parte do professor, da real potencialidade dos recursos tecnológicos. </li></ul>
  5. 5. Anos 1980 <ul><li>O contexto social dos anos 80, na área da educação, era permeado pela concepção pedagógica critico social dos conteúdos. Essa concepção tinha como principais características a consciência crítica, a busca da cidadania e a ênfase na transformação social. </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>Como expressão daquele momento os professores utilizavam em suas ações recursos tecnológicos e comunicacionais como o vídeo, o retroprojetor, filmes, slides, entre outros. Eles serviam para trazer o mundo real para as abordagens educacionais, à partir das discussões criticas realizados pelos alunos e pelo professor e possibilitavam a criação de novas formas de acessar o conhecimento. </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>Mas os recursos audiovisuais serviram muito mais para a reprodução de imagem, dando ênfase à estética e na economia de trabalho na reprodução da lousa, do que propriamente em sua potencialidade pedagógica e comunicacional. Talvez devido à ausência de formação do professor para o manuseio técnico e a exploração pedagógica dos recursos da época. </li></ul>
  6. 6. Anos 1990 <ul><li>Com a adoção da tendência pedagógica construtivista os anos 90 foram marcados pela política educacional que buscava a identidade e se pautava pelos processos de construção. </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>Os recursos tecnológicos disponíveis na época e utilizados pelo professor eram a informática, a educação a distância e o telecurso. Esses recursos serviram para a modernização, processo de apropriação e apoio ao conteúdo. </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>No início dos anos 90 a informática foi introduzida na escola e serviu como complementação do saber, mas não contou com a participação do professor e não considerou a proposta pedagógica. </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>À partir da capacitação dos professores, estes passaram a incorporar a informática em suas aulas e passou a assumir o controle das atividades, mas a informática serviu apenas como suporte ao conteúdo transmitido pelo professor, o que ocorria com os recursos por ele utilizados anteriormente. </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>Isso se deve ao fato de que a aplicação da tecnologia à educação não depende apenas da vontade do professor, também, conta com a articulação da potencialidade, da tecnologia apresentada, da estrutura da instituição de ensino e da produção técnica em prol da educação. </li></ul>
  7. 7. Anos 2000 <ul><li>Sócio-interacionista era a concepção pedagógica adotada nos anos 2000. A política educacional existente permitiu a mudança de postura com relação ao processo educacional, tendo em vista que imprimiu a concepção de que a sociedade está em permanente processo de mudança e num constante aprender a aprender. </li></ul><ul><li>Os professores utilizavam recursos tecnológicos e de comunicação existentes na época e incorporou em seu processo educacional a internet. Os recursos serviram para o apoio pedagógico, à construção do conhecimento pelo aluno e para a criação de novos ambientes de aprendizagem. Esses ambientes de aprendizagem, além de romperem com a distância geográfica entre alunos e professores, contribuem para uma maior interação entre esses dois sujeitos e para a democratização do ensino. </li></ul>

×