Laboratórios B. Braun S.A
Juliana Corado Cruz
Supervisora de Produção
Valorizando nosso passado.
Moldando nosso futuro.
Ju...
A história da empresa inicia-se no dia 23 de Junho
de 1839, quando Julius Wilhelm Braun adquire a
“Rosen-Apotheke”, uma fa...
Rio de Janeiro
B. Braun no Brasil
Unidade
Medical
Descartáveis
Unidade Pharma
Soluções
Unidade Biomédica
Bombas de Infusão
Unidade Biomédica
Fabricação de Bombas novas
Infusomat compact
Parenteral/Enteral
Enteromat compact
Enteral
Produção
Centr...
Estudo sobre o porquê do aumento
repentino de "Máquina Desligou“ .
Central de Recondicionamento de Bombas
São Gonçalo, fev...
Processo de Gerenciamento - A3
Histórico – Considerações Iniciais
Durante o Kaizen 20 – Estabilidade Básica em Abril/2013 teve um
dos objetivos era a red...
Histórico – Estado Atual
O CQ detectou desligamento de máquinas como o maior índice de
defeitos durante o teste de funcion...
Objetivo
Retorno do percentual do total de Defeitos de Máquina
“Desligou” dos atuais 65% para 5% até Março/14
(Redução em ...
1. Por que ocorreu o defeito Máquina “Desligou”?
1.1. Porque a bateria estava esgotada;
2. Por que a bateria estava esgota...
Contra medidas propostas/ Estado futuro
1. Retorno imediato dos Conjuntos Bateria antes produzidos e
estocados na Produção...
Plano de Ação
#
1.
2.
3.
Descrição
Retornar Conjuntos Bateria
montados e estocados na
Produção para o
Almoxarifado;
Passar...
Acompanhamento dos Indicadores
Quantidade de Defeitos por lote de recondicionamento
Redução na média de defeitos de 5,7 pa...
Obrigada por sua atenção!
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

V Convenção Brasileira de Lean - Caso Laboratórios B. Braun: Redução do defeito "Máquina Desligou" após o burn-in (Teste de Bateria) na CRB (Central de Recondicionamento de Bombas de Infusão)

572 visualizações

Publicada em

V Convenção Brasileira de Lean - Caso Laboratórios B. Braun: Redução do defeito "Máquina Desligou" após o burn-in (Teste de Bateria) na CRB (Central de Recondicionamento de Bombas de Infusão)
Apresentadora: Juliana Corado Cruz

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
572
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
50
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

V Convenção Brasileira de Lean - Caso Laboratórios B. Braun: Redução do defeito "Máquina Desligou" após o burn-in (Teste de Bateria) na CRB (Central de Recondicionamento de Bombas de Infusão)

  1. 1. Laboratórios B. Braun S.A Juliana Corado Cruz Supervisora de Produção Valorizando nosso passado. Moldando nosso futuro. Juliana Corado Cruz Supervisora de Produção Maio, 2014
  2. 2. A história da empresa inicia-se no dia 23 de Junho de 1839, quando Julius Wilhelm Braun adquire a “Rosen-Apotheke”, uma farmácia em Melsungen, no interior da Alemanha. Atualmente, mais de 170 anos depois, a B. Braun é uma empresa global com mais de 41.000 colaboradores, um faturamento de mais de 4 bilhões de Euros em 2010, e presente em mais de 50 países, oferecendo ao mercado de saúde mais de 30.000 produtos em diversas linhas. Através de quatro divisões de negócios, a B. Braun oferece produtos e serviços para diferentes áreas da saúde: Da Alemanha para o Mundo Divisões Especialidades Hospital Care Hospitais Aesculap Cirurgia OPM Tratamentos em Ambiente Extra-Hospitalar Avitum Terapias de Substituição Renal
  3. 3. Rio de Janeiro B. Braun no Brasil Unidade Medical Descartáveis Unidade Pharma Soluções Unidade Biomédica Bombas de Infusão
  4. 4. Unidade Biomédica Fabricação de Bombas novas Infusomat compact Parenteral/Enteral Enteromat compact Enteral Produção Central de Recond. de Bombas Recondicionamento de Bombas que foram devolvidas pelo encerramento do processo de Comodato
  5. 5. Estudo sobre o porquê do aumento repentino de "Máquina Desligou“ . Central de Recondicionamento de Bombas São Gonçalo, fevereiro de 2014
  6. 6. Processo de Gerenciamento - A3
  7. 7. Histórico – Considerações Iniciais Durante o Kaizen 20 – Estabilidade Básica em Abril/2013 teve um dos objetivos era a redução da quantidade de Reparos. Na época, o principal defeito era Oclusão = 40% e o defeito “Máquina Desligou” representou apenas 5% do total de defeitos.
  8. 8. Histórico – Estado Atual O CQ detectou desligamento de máquinas como o maior índice de defeitos durante o teste de funcionamento em 01 mês de Produção de 980 unidades. Este defeito representou 65% do total de defeitos encontrados.
  9. 9. Objetivo Retorno do percentual do total de Defeitos de Máquina “Desligou” dos atuais 65% para 5% até Março/14 (Redução em mais de 90%).
  10. 10. 1. Por que ocorreu o defeito Máquina “Desligou”? 1.1. Porque a bateria estava esgotada; 2. Por que a bateria estava esgotada? 2.1. Porque a temperatura de estocagem da bateria determinada pelo fabricante até 25ºC não foi levada em consideração. Os conjuntos montados ficavam onde não há controle de temperatura entre 18h e 6h, fins de semana e feriados. O problema foi agravado a partir de Jan/2014, devido as altas temperaturas do verão carioca (>40°C). 1.2. Pq o conector do cabo da bateria estava frouxo. Análise (Causa Raiz)
  11. 11. Contra medidas propostas/ Estado futuro 1. Retorno imediato dos Conjuntos Bateria antes produzidos e estocados na Produção para a área de Almoxarifado, onde a temperatura é controlada 24h/dia; 2. Conscientização do Auxiliar Técnico sobre o problema de esgotamento da bateria, para que o conjunto passe a ser testado especialmente nos defeitos “Desligou”, ou “Parou” (cada uma das 4 células da bateria deve ter tensão > 2V); 3. Conscientização do corpo operacional sobre a necessidade de verificar o aperto do conector durante a etapa de Montagem das bombas de infusão.
  12. 12. Plano de Ação # 1. 2. 3. Descrição Retornar Conjuntos Bateria montados e estocados na Produção para o Almoxarifado; Passar a testar a tensão de cada uma das 4 células do CJ bateria, que deve estar acima de 2V; Verificar aperto do conector do cabo da CPU no Conjunto Bateria. Resp. Adriana Silva Rita Rodrigues Auxiliares de Montagem Cronograma Imediato (a partir de 14.02.2014) Imediato (a partir de 17.02.2014) Imediato (a partir de 17.02.2014)
  13. 13. Acompanhamento dos Indicadores Quantidade de Defeitos por lote de recondicionamento Redução na média de defeitos de 5,7 para 4,3 (pico = 11,1) por lote. Redução na variabilidade total do processo de 19,6, para 14,7 e 11,8.
  14. 14. Obrigada por sua atenção!

×