Grande Encontro, 4ª Convenção Brasileira de Lean- Caso Samarco (ES)

535 visualizações

Publicada em

Samarco (ES)
Projeto: Desenvolvimento de uma metodologia para determinação de percentual de coating em pelotas queimadas via análise automática de imagens.

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
535
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
19
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Grande Encontro, 4ª Convenção Brasileira de Lean- Caso Samarco (ES)

  1. 1. PREMIAÇÕESPREMIAÇÕES Empregados Vendas de pelotas em milhões de toneladas Finos Total (Pelotas + Finos) Faturamento Bruto (US$ Bilhões) 2359 21,7 0,8 22,5 4,269 Acionistas: A melhor mineradora do Brasil (Exame 2011) Entre as 150 melhores empresas do Brasil para se trabalhar (Exame 2012) 4ª Maior exportadora do Brasil e 2ª maior exportadora transoceânica de minério de ferro (ref. 2011) “Empresa do Ano” pela revista Brasil Mineral (ref. 2011) Melhor projeto LSS categoria Manufatura 2011 - IQPC Melhor programa LSS 2012 - IQPC Dados 2011
  2. 2. Mobilização para resultados Gostamos de superar os objetivos e metas estabelecidos e temos perseverança em fazer melhor a cada dia, com criatividade, cooperação e simplicidade, buscando constantemente o conhecimento e a geração de ideias inovadoras, para o atingimento de resultados diferenciados e duradouros.
  3. 3. O minério lavrado passa por uma instalação de peneiramento e britagem, a seco. Esse minério alimenta os pré-moinhos que alimentarão os moinhos primários. Após esta etapa, a polpa é deslamada na ciclonagem. O material é alimentado no circuito de flotação em coluna. Posteriormente, a polpa alimenta os espessadores. A polpa é transferida para os tanques de estocagem para, então, ser bombeada pelo mineroduto até as usinas de pelotização em Ubu.
  4. 4. A polpa recebida passa por diversas etapas de preparação do minério, sendo elas: torre de recebimento, espessamento, tanques homogeneizadores, filtragem, roller press e área de insumos (mistura). Após receber as adições de insumos (carvão, calcário e aglomerante) o minério segue para os discos pelotizadores, onde se inicia a formação das pelotas cruas. Ao serem descarregadas dos discos, as pelotas cruas passam por um processo de classificação nas mesas de rolos, sendo posteriormente re- classificadas na alimentação do forno de endurecimento. Após a etapa de queima das pelotas, as mesmas passam por um conjunto de peneiras que separam as pelotas +6,3mm do fino gerado. As pelotas são empilhadas no pátio e posteriormente recuperada para o embarque.
  5. 5. FOCO DOFOCO DO PROJETOPROJETO Exemplo de Reator Siderúrgico Exemplo de Reator Siderúrgico
  6. 6. TEMA DOTEMA DO PROJETOPROJETO TemaTema :: Desenvolvimento de uma metodologia para determinação de percentual de coating em pelotas queimadas via análise automática de imagens
  7. 7. POR QUEPOR QUE DESENVOLVER UM MÉTODO DE QUANTIFICAÇÃODESENVOLVER UM MÉTODO DE QUANTIFICAÇÃO DE COATING?DE COATING? IMPORTÂNCIA DOIMPORTÂNCIA DO TRABALHOTRABALHO 600 650 700 750 800 850 900 ºC Up Zone Intermediate Zone Dow n Zone
  8. 8. Processo de maquiagem da pelotaProcesso de maquiagem da pelota IMPORTÂNCIA DOIMPORTÂNCIA DO TRABALHOTRABALHO Aspersão em fluxo descendente de pelotas Aspersão em correia Superfície sem coaring - MEV Superfície com coaring - MEV
  9. 9. Poder de atuação no processo! Não existia uma forma de medir a eficácia do recobrimento das pelotas após aplicação do coating. Ao medir-se o recobrimento pode-se atuar na etapa de maquiagem, otimizando o processo e garantindo a qualidade quanto à colagem. POR QUEPOR QUE DESENVOLVER UM MÉTODO DE QUANTIFICAÇÃODESENVOLVER UM MÉTODO DE QUANTIFICAÇÃO DE COATING?DE COATING? IMPORTÂNCIA DOIMPORTÂNCIA DO TRABALHOTRABALHO
  10. 10. OBJETIVOOBJETIVO Objetivo:Objetivo: Desenvolver metodologia para avaliar o percentual de recobrimento das pelotas após aspersão do agente anti colagem.
  11. 11. EquipeEquipe:: HeidyHeidy Simões,Simões, AnaAna MariaMaria BailonBailon,, SandersonSanderson Bernardes,Bernardes, ArllenArllen CesarioCesario,, DiógenesDiógenes Baptista,Baptista, AlexAlex SandroSandro Ribeiro,Ribeiro, EvanEvan Fonseca,Fonseca, AlaécioAlaécio MeschiattiMeschiatti,, RenatoRenato dede Souza,Souza, EltonElton RochaRocha APRESENTAÇÃOAPRESENTAÇÃO DA EQUIPEDA EQUIPE
  12. 12. CICLO DOCICLO DO PROCESSOPROCESSO Análise indicativa via método ISO11256 Índice de colagem - norma ISO 11256 Cada teste de clustering no laboratório Metalúrgico dura aproximadamente 12 horas e custa em torno de R$550,00. 1ª parcial em 2 horas + 12 horas de teste = 14 horas para o resultado. Navio carregado com 12 horas!
  13. 13. GEMBAGEMBA Pelotas sem coating Pelotas com coating No mínimo 48 horas para todos os testes ficarem prontos. Sem possiblidade de alterar o processo devido ao elevado tempo de resposta.
  14. 14. IDEIAIDEIA Câmera digital que converse com o software de análise de imagens; Várias lentes foram testadas, sendo escolhida a de 25mm. Lentes que possibilitem a visualização da pelota;
  15. 15. IDEIAIDEIA ü Iluminação, com minimização de influência de sombra na imagem; ü Adequação da voltagem possibilitando a ligação das lâmpadas; Lâmpadas dicroicas com ângulo propício à minimização de efeitos de sombra Adaptador Visualização do ângulo da luz
  16. 16. IDEIAIDEIA üBase de computador com adequação de porta lâmpadas Adaptação de um cilindro com altura adequada à distância focal. Equipamento em funcionamento
  17. 17. IDEIAIDEIA ü Algorítimo para leitura, processamento - identificação do coating e superfície da pelota – geração de resultados; Através da execução dos comandos criados neste algoritmo, analisa-se a imagem da superfície da pelota binarizada e tem-se o percentual de recobrimento existente. Pelota com coating Pelota sem coating d
  18. 18. IDEIAIDEIA ü Equipamento acoplado ao analisador de imagens.
  19. 19. MELHORAR OMELHORAR O MELHORADOMELHORADO Possibilidade de melhorias no equipamento. Equipamento melhorado.
  20. 20. MELHORAR OMELHORAR O MELHORADOMELHORADO ü Distância ótica adequada para focalização; üCâmera com objetiva adequada à análise macrográfica de pelotas ü Iluminação por LED – Minimização de sombras. Vista Superior do Equipamento
  21. 21. PADRONIZAÇÂOPADRONIZAÇÂO Procedimento para Preparação das pelotas: IMPORTANTÍSSIMO PARA ANÁLISE. Esta etapa não pode ser alterada. - Coletar aleatoriamente 25 pelotas na faixa maior (-16,00mm+12,5mm); - Submeter tais pelotas à limpeza com ar comprimido até que não haja geração de particulado visível; ... Procedimento para Aquisição de Imagens: - Criar uma pasta com o número e nome da solicitação em “Meus Documentos”; ... Procedimento para Análise de Imagens: - Clicar no botão “REPEAT”, que abrirá uma caixa de diálogo onde as imagens salvas deverão ser selecionadas, após isto clicar em “START”; ... Monitor 2 - Selecionar as imagens na pasta onde foram salvas e clicar “START”; Monitor 2 Imagens Selecionadas ü Criação de Procedimento e Treinamento da Equipe
  22. 22. AVALIAÇÂOAVALIAÇÂO ü Avaliação do sistema de medição Componentes de variação do sistema de medição. O percentual de contribuição do sistema de medição, utilizado na validação da análise de recobrimento, apresentou valor de 0,99. Portanto, o sistema foi considerado bom e adequado para o propósito a que se destina. Pode-se dizer ainda que 99,01% da variabilidade total das análises foram devidas então à variação natural existente entre os itens. Percentual de contribuição do teste de recobrimento.
  23. 23. RESULTADOSRESULTADOS ANTES DEPOIS Percentual de recobrimento: 40% ISO11256
  24. 24. RESULTADOSRESULTADOS ANTES DEPOIS Cada análise dura 1,5h. 53% 64% 68% 79% 67% 68% 30% 50% 70% 90% Percentual de coating a cada 8.000 t Percentual de Coating 8000 16000 24000 32000 48000 Composto Geral Início dia 25 Término dia 30 Mais de um dia para geração dos resultados.
  25. 25. GANHOSGANHOS 0 2 4 6 8 10 12 ISO 11256 Teste de recobrimento 12 1,5 Horas Tempo de resultado do recobrimento de coating sobre as pelotas (h) Otimização de 87,5% no tempo de avaliação do coating sobre as pelotas
  26. 26. GANHOSGANHOS Quando oQuando o resultado deresultado de clustering éclustering é reportado oreportado o navio já senavio já se encontra aencontra a caminho docaminho do cliente.cliente. O teste deO teste de recobrimento é feitorecobrimento é feito nas parciais donas parciais do navio indicando anavio indicando a eficiência da adiçãoeficiência da adição de coating sobrede coating sobre as pelotas.as pelotas. Teste de Clustering ISO 11256 Teste de Recobrimento Tomada de ações estratégicas Resultado do Teste de Recobrimento
  27. 27. OUTROSOUTROS GANHOSGANHOS Ganho Financeiro – R$550,00 por parcial analisada 1 navio – R$2200,00 Economia anual: R$79200,00
  28. 28. GOSTARIAMOS DE AGRADECER A UBQ PELA OPORTUNIDADE E A SAMARCO PELA CONFIANÇA Contato: Heidy Simões E-mail: hsimoes@samarco.com

×