Estratégias e planos Caso Prático II: CEMIG

1.117 visualizações

Publicada em

Caso Prático II: CEMIG
Apresentador: Rômulo Provetti| Especialista em Planejamento Estratégico

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.117
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
42
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Estratégias e planos Caso Prático II: CEMIG

  1. 1. Planejamento e Gestão da Estratégia do Grupo Cemig 13 de Maio de 2014
  2. 2. Agenda 1. O Grupo Cemig 2. O desdobramento da estratégia 3. Exercitando o processo 4. Envolvimento de todos
  3. 3. 33% ON 67% PN Distribuição das ações 51% 33% 13% 3% ON Governo de MG AGC Energia SA Inv. nacionais Inv. internacionais 2% 28% 70% PN
  4. 4. Ações na Bovespa, NYSE e Latibex
  5. 5. Um dos maiores grupos do setor elétrico brasileiro #1 Distribuidora de energia* + #2 Maior grupo de transmissão** + #3 Maior grupo de geração*** PB AM AC RO PA MA RR AP PI CE RN PE A LSEBA TO MT GO MS SP PR SC RS ES RJ MGDF Estados Presença em e no Chile Geração Geração (em construção) Transmissão Transmissão (em construção) Distribuição Clientes Livres da Cemig Compra de energia Geração eólica Distribuição de gás natural Telecomunicação AM AC * Em números de consumidores e extensão de linhas de distribuição ** Em Receita Anual Permitida *** Em potência instalada
  6. 6. Fonte: Superintendência de Controle Empresarial das Controladas e Coligadas, Avaliação e Gestão de Desenvolvimento de Negócios - CN GRUPO CEMIG 200 Sociedades e 17 Consórcios Posição em 30 de abril de 2014 COMPANHIA ENERGÉTICACOMPANHIA ENERGÉTICA DEDE MINASMINAS GERAISGERAIS CEMIG Geração e Transmissão S.A. (Cemig GT) 100% CEMIG Distribuição S.A. (Cemig D) 100% Transchile Charrúa Transmisión S.A. 49% Empresa Catarinense de Transmissão de Energia S.A. 19,09% Companhia de Transmissão Centroeste de Minas 51% Companhia Transleste de Transmissão EATE 10% Cemig 25% Companhia Transirapé de Transmissão EATE 10% Cemig 24,50% Companhia Transudeste de Transmissão EATE 10% Cemig 24% Usina Térmica Ipatinga S.A. 100% CEMIG PCH S.A. 100% Horizontes Energia S.A. 100% Sá Carvalho S.A. 100% Rosal Energia S.A. 100% Usina Termelétrica Barreiro S.A. 100% CEMIG Capim Branco Energia S.A. 100% Light Serviços de Eletricidade S.A. 100% CGET Em Processo de Extinção 100% Lightger S.A. (PCH Paracambi) Light: 51% Cemig GT: 49% EBL Companhia de Eficiência Energética S.A. 33% Light Soluções em Eletricidade Ltda. 100% Ativas Data Center S.A. 49% Cia. de Gás de Minas Gerais CV: 58,71% CT: 59,57% CEMIG Telecomunicações S.A. 99,99% Efficientia S.A. 100% CEMIG Trading S.A. 100% Axxiom Soluções Tecnológicas S.A. Light 51% Cemig 49% Empresa de Serviços de Comercialização de Energia Elétrica S.A. 100% Light Esco Prest. Serviços S.A. 100% Empresa Paraense de Transmissão de Energia S.A. 49,98% CR Zongshen E-Power Fabricadora de Veículos Ltda. 20% Itaocara Energia Ltda. 100% Consórcio UHE Itaocara Itaocara: 51% Cemig GT: 49% Parati S.A. Participações em Ativos de Energia Elétrica CV: 50% CT:25% Redentor Energia S.A. 96,81% Rio Minas Energia Participações S.A. 100% Norte Energia S.A. (Belo Monte) 9,77% Light S.A. RME: 13,03% LEPSA: 13,03% Cemig: 26,06% Legenda 17 Holdings e Subholdings 41 Empresas de Geração 103 Empresas de Geração Eólica 21 Empresas de Transmissão 02 Empresas de Distribuição 01 Empresa de Distribuição de Gás 01 Empresa de Telecomunicações 05 Empresas de Comercialização 06 Empresas de Serviços 01 Empresa de Fabricação de Veículos 02 Empresas Sem Fins Lucrativos 12 Consórcios de Geração 05 Consórcios de Gás CV = Capital Votante CT = Capital Total Central Eólica Fontainha Ltda. 100% Central Eólica São Judas Tadeu Ltda. 100% Light Energia S.A. 100% Instituto Light para o Desenvolvimento Urbano e Social 100% Lightcom Comercializadora de Energia S.A. 100% Amazônia Energia Participações S.A. Light: 25,5% Cemig GT:CV: 49% CT:74,5% Consórcio de Exploração SF-T-120 24,5% Consórcio de Exploração REC-T-163 24,5% Consórcio de Exploração SF-T-114 24,5% Consórcio de Exploração SF-T-104 24,5% Consórcio de Exploração SF-T-127 24,5% Empresa Santos Dumont de Energia S.A. 100% Guanhães Energia S.A. Light Energia: 51% Cemig GT: 49% Consórcio UHE Baguari 49% Santo Antônio Energia S.A. 100% Empresa de Transmissão Serrana S.A. 100% Enerbrás Centrais Elétricas S.A. 100% Energética Serra da Prata S.A. 99,99% Salvador Eólica Participações S.A. 100% Bahia Eólica Participações S.A. 100% 5 SPEs de Geração Eólica 99,99% 9 SPEs de Geração Eólica 99,99% Consórcio UHE Água Limpa Light Energia: 51% Cemig GT: 49% Luce Empreendimentos e Participações S.A. 100% 15 SPEs de Geração Eólica 99,99% Renova Eólica Participações S.A. 100% Renova Comercializadora de Energia S.A. 100% Cemig Comercializadora de Energia Incentivada S.A. 100% Hidrelétrica Cachoeirão S.A. 49% Consórcio da Hidrelétrica de Aimorés 49% Hidrelétrica Pipoca S.A. 49% Consórcio AHE Funil 49% Consórcio da Usina Hidrelétrica de Igarapava 14,50% Baguari Energia S.A. 69,39% Madeira Energia S.A. 10% Consórcio CEMIG-CEB (UHE Queimado) 82,50% Consórcio AHE Porto Estrela 33,33% Consórcio Tapajós 11,11% Cemig Baguari Energia S.A. 100% Nova Renova Energia S.A. 99,99% Renova PCH Ltda. 99% Renovapar S.A. 100% Renova Energia S.A. CV: 33,51% CT: 21,86% Consórcio Cosama 49% Central Eólica Volta do Rio S.A. 49% Central Eólica Praia do Morgado S.A. 49% Central Eólica Praias de Parajuru S.A. 49% Epícares Empreendimentos e Participações Ltda. 30,3030% Consórcio Capim Branco Energia Epícares:17,8947% CCBE: 21,05% Chipley SP Participações S.A. Renova:59% Cemig GT:40% Renovapar:1% 69 SPEs de Geração Eólica 99% Consórcio UHE Davinópolis 49% Brasnorte Transmissora de Energia S.A. 38,6645% Empresa de Transmissão do Alto Uruguai S.A. 52,58% ATE III Transmissora de Energia S.A. 100% Empresa Regional de Transmissão de Energia S.A. 49,99% Empresa Norte de Transmissão de Energia S.A. 49,99% Empresa Amazonense de Transmissão de Energia S.A. - EATE 49,98% São Gotardo Transmissora de Energia S.A. 100% Lumitrans Cia. Transmissora de Energia Elétrica 80% Empresa Brasileira de Transmissão de Energia S.A. Taesa:49% EATE:51% STC - Sistema de Transmissão Catarinense S.A. 80% Transmissora Aliança de Energia Elétrica S.A. CV: 42,38% CT: 43,36% Mariana Transmissora de Energia Elétrica S.A. 99,99% 4 SPEs de Geração 100% Brasil PCH S.A. 51% PCH Participações S.A. 100% 13 SPEs de Geração 100% Cemig Overseas S.L. 100% Lajes Energia S.A. 100%
  7. 7. A Cemig em números Fonte: Balanço Cemig 2013
  8. 8. Agenda 1. O Grupo Cemig 2. O desdobramento da estratégia 3. Exercitando o processo 4. Envolvimento de todos
  9. 9. Processo de Planejamento e Gestão da Estratégia Missão Visão Valores Plano Diretor Mapas Estratégicos (Objetivos, Indicadores, Metas e Iniciativas) Painéis de Contribuição (Objetivos de Contribuição, Indicadores, Metas e Iniciativas) Conselho, CEST, RAE/ GC, RCE, RAC Análise de cenários • Mercado • Regulatório • Político • Econômico • Social • Ambiental
  10. 10. Missão, Visão, Valores — Missão — Atuar no setor de energia com rentabilidade, qualidade e responsabilidade social. — Visão — Consolidar-se, nesta década, como o maior grupo do setor elétrico nacional em valor de mercado, com presença em gás, líder mundial em sustentabilidade, admirado pelo cliente e reconhecido pela solidez e performance. — Valores — Integridade — Ética — Riqueza — Responsabilidade social — Entusiasmo no trabalho — Espírito empreendedor
  11. 11. Plano Diretor — Estatuto “O Plano Diretor contém o planejamento estratégico de longo prazo, fundamentos, metas, objetivos e resultados a serem perseguidos e atingidos pela Companhia e sua política de dividendos. É refletido em todos os planos, projeções, atividades, estratégias, investimentos e despesas da Companhia e suas subsidiárias integrais, controladas e coligadas e nos consórcios dos quais participa, direta ou indiretamente, incluindo o Plano Plurianual e Estratégico da Companhia e o Orçamento Anual.” — Metas estabelecidas até o ano de 2035.
  12. 12. Aprendizadoe Crescimento FinanceiraMercadoProcessos Efetivar a segurança como valor na cultura empresarial • Clima • Gestão de talentos • Liderança inspiradora Desenvolver as competências estratégicas de forma sustentável Promover um ambiente de trabalho motivador • Reputação, Transparência e Admiração • Cliente como valor • Compromisso com gerações futuras Ser uma das marcas mais fortes do Brasil Expandir a participação de mercado nos negócios atuais Consolidar-se como líder no setor elétrico nacional em valor de mercado Maximizar valor para os acionistas de forma sustentável e atendendo ao Plano Diretor Aumentar a rentabilidade Aumentar a geração de caixa Ser inovadora na busca de soluções tecnológicas para os negócios Garantir a sustentabilidade • Gestão de portfólio • Lógica regulatória Aumentar a eficiência operacional Ser excelente na gestão de investimentos • Alinhamento • Gestão do conhecimento • Sinergia • Produtividade • Qualidade Ser ágil e proativo nas questões regulatórias Ter gestão baseada em desempenho • Meritocracia • Responsabilização • Força de trabalho • Comunidade
  13. 13. Modelo de desdobramento da Estratégia Mapa Corporativo DGE DGTDCM DPR DDC DDN DVP DFN DGA DJR DRC Mapa Cemig D Mapa Cemig G Painéis de contribuição das Diretorias Painéis de contribuição das superintendências e gerências Mapas estratégicos Missão, Visão,Missão, Visão, Valores eValores e PlanoPlano DiretorDiretor Mapa Cemig T
  14. 14. Desdobramento da Estratégia Garantir a disponibilidade e a confiabilidade das usinas EIMRA – Energia assegurada impactada pelo MRA Programa de manutenção da Geração Mapa da Geração Painel de contribuição do Diretor Painel de contribuição da superintendência Painel de contribuição da Gerência Equipes Manutenção programada em um equipamento Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit. Etiam eget ligula eu lectus lobortis condimentum. Aliquam nonummy auctor massa. Pellentesque habitant morbi tristique senectus et netus et malesuada fames ac turpis egestas. IRM – Índice de Realização de manutenção
  15. 15. Fluxo de Reuniões Estratégicas RAE Corporativa Reunião com o Conselho de Administração Superintendentes DiretoriaExecutiva esuperintendentes Conselhoe Diretoria Todos Reuniões de Análise Crítica - RACs RAE Geração e Transmissão RAE Distribuição RCEs Diretorias Operacional Estratégico PreparaçãoPreparação AlinhamentoAlinhamento CEST CFIN CRH CGOV CAPCDES Diretoria Executiva Grupo Coordenador** Comitês
  16. 16. Reuniões de Análise Crítica - RACs RAEs RCEs Diretorias Fluxo de Reuniões Estratégicas: da estratégia à operação Reuniões que ocorrem no âmbito das diretorias da Cemig. As diretorias analisam seus resultados em relação às suas contribuições para a estratégia das empresas e corporativa. Reuniões realizadas nas diversas áreas da empresa, com uma periodicidade definida, com o objetivo de atender aos requisitos dos sistemas de gestão da qualidade, ambiental e de saúde e segurança, para verificar a eficiência das ações definidas para o alcance das metas dos indicadores e o alcance dos objetivos estratégicos e de contribuição. Iniciam o ciclo de reuniões estratégicas e fornecem subsídios importantes para a realização das RCEs. Tratam das questões críticas das operações das empresas e dos grandes desafios corporativos. Os objetivos, indicadores, metas e iniciativas dos mapas são monitorados e os desvios são analisados com o intuito de buscar melhoria do desempenho e o alcance da visão de futuro.
  17. 17. Agenda 1. O Grupo Cemig 2. O desdobramento da estratégia 3. Exercitando o processo 4. Envolvimento de todos
  18. 18. Estar, em 2020, entre os dois maiores grupos de energia do BrasilEstar, em 2020, entre os dois maiores grupos de energia do Brasil em valor de mercado, com presença relevante nas Américas eem valor de mercado, com presença relevante nas Américas e líder mundial em sustentabilidade do setor.líder mundial em sustentabilidade do setor. * Visão de futuro definida em junho de 2009 pelo Conselho de Administração, com a participação da Diretoria Executiva e dos superintendentes. Visão de Futuro da Cemig 2020 PETROBRAS 223.990.959 ELETROBRAS 28.927.983 OGX 17.000.436 CPFL 14.469.317 CEMIG 14.303.025 TRACTEBEL 12.108.368 *01/01/2009
  19. 19. Valor de mercado das empresas de energia elétrica 10.000.000 15.000.000 20.000.000 25.000.000 30.000.000 35.000.000 40.000.000 45.000.000 1/1/2009 2/1/2009 3/1/2009 4/1/2009 5/1/2009 6/1/2009 7/1/2009 8/1/2009 9/1/2009 10/1/2009 11/1/2009 12/1/2009 1/1/2010 2/1/2010 3/1/2010 4/1/2010 5/1/2010 6/1/2010 7/1/2010 8/1/2010 9/1/2010 10/1/2010 11/1/2010 12/1/2010 1/1/2011 2/1/2011 3/1/2011 4/1/2011 5/1/2011 6/1/2011 7/1/2011 8/1/2011 9/1/2011 10/1/2011 11/1/2011 12/1/2011 1/1/2012 2/1/2012 3/1/2012 4/1/2012 5/1/2012 6/1/2012 Tractebel ON Cemig PN CPFL Energia ON Eletrobras PNB CEMIG 29.863.783 CPFL 24.441.766 TRACTEBEL 24.249.372 ELETROBRAS 20.677.673 *29/06/2012
  20. 20. ConsolidarConsolidar--sese, nesta década, como o maior grupo do setor, nesta década, como o maior grupo do setor elétrico nacional em valor de mercado, com presença em gás,elétrico nacional em valor de mercado, com presença em gás, líder mundial em sustentabilidade, admirado pelo cliente elíder mundial em sustentabilidade, admirado pelo cliente e reconhecido pela solidez e performancereconhecido pela solidez e performance.. Nova Visão de Futuro da Cemig * Nova visão de futuro definida em 23/08/2012
  21. 21. Estruturação do Plano Diretor Desempenho operacional Opções de crescimento Saúde organizacional do Grupo • Diagnóstico (Benchmark e análises internas) • Definição das metas de melhoria operacional • Análise e definição das cadeias foco • Definição das metas de crescimento • Avaliação/ adequaçãoda Estrutura Organizacional • Motivação/ Responsabilização • Retenção de Talentos 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019 2020 Crescimento Melhorias Operacionais Inercial Iniciativas • Melhorias Operacionais • Crescimento 11 22 33
  22. 22. Valor de mercado das empresas de energia elétrica 15.000.000 17.000.000 19.000.000 21.000.000 23.000.000 25.000.000 27.000.000 29.000.000 31.000.000 33.000.000 7/2/2012 7/4/2012 7/6/2012 7/8/2012 7/10/2012 7/12/2012 7/14/2012 7/16/2012 7/18/2012 7/20/2012 7/22/2012 7/24/2012 7/26/2012 7/28/2012 7/30/2012 8/1/2012 8/3/2012 8/5/2012 8/7/2012 8/9/2012 8/11/2012 8/13/2012 8/15/2012 8/17/2012 8/19/2012 8/21/2012 8/23/2012 8/25/2012 8/27/2012 8/29/2012 8/31/2012 9/2/2012 9/4/2012 9/6/2012 9/8/2012 9/10/2012 9/12/2012 9/14/2012 9/16/2012 9/18/2012 9/20/2012 9/22/2012 9/24/2012 9/26/2012 9/28/2012 Tractebel ON Cemig PN CPFL Energia ON Eletrobras PNB
  23. 23. Cenários identificados no processo de revisão do Plano Diretor
  24. 24. Nova revisão do Plano Diretor
  25. 25. Valor de mercado das empresas de energia elétrica - 5.000.000 10.000.000 15.000.000 20.000.000 25.000.000 30.000.000 Tractebel ON Cemig PN CPFL Energia ON Eletrobras PNB TRACTEBEL 22.219.344 CEMIG 20.553.246 CPFL 18.514.157 ELETROBRAS 11.011.053 *08/05/2014
  26. 26. Agenda 1. O Grupo Cemig 2. O desdobramento da estratégia 3. Exercitando o processo 4. Envolvimento de todos
  27. 27. A importância da comunicação da estratégia — A Estratégia não pode ser efetivamente implementada se não for comunicada; — Empregados da linha de frente são vitais para a implementação da estratégia; — A Comunicação da Estratégia deve ser feita, preferencialmente, por seus supervisores diretos, devidamente preparados; — Toda comunicação deve responder à questão de todos “em que isto me afeta?!” — Além disto, os líderes devem comunicar o "Por quê?" e o "Como?" relativos à mudança — “As pessoas precisam ouvir a ordem para a mudança alto e claro, com mensagens enviadas consistente e frequentemente” – John Kotter “Managing Change - The Power of Leadership” — Comunicação efetiva não depende apenas da qualidade do conteúdo, mas também da eficiência com a qual este é comunicado — Deve ser cuidadosamente planejada (Plano de Comunicação) — Líderes devem ser ativamente envolvidos e preparados apropriadamente Fonte: Symnetics e Cemig
  28. 28. Etapas do Processo de Comunicação da Estratégia Desenvolver Plano deDesenvolver Plano de ComunicaçãoComunicação Desenvolver ConteúdosDesenvolver Conteúdos das Mensagens edas Mensagens e Ferramentas deFerramentas de ComunicaçãoComunicação Preparar e ConduzirPreparar e Conduzir Eventos deEventos de ComunicaçãoComunicação Avaliar EfetividadeAvaliar Efetividade 1 2 3 4 • Definir Time de Comunicação • Analisar stakeholders • Identificar objetivos e responsabilidades • Apresentar o Plano para aprovação da Liderança • Trabalhar com a Liderança para desenvolver conteúdo (mudanças estratégicas, mapa estratégico, Balanced Scorecard, etc.) • Construir Kits de Comunicação contendo materiais para suportar sua implementação • Agendar Eventos de Comunicação da Estratégia • Prover treinamento para os líderes • Conduzir eventos • Tabular e analisar feedback de cada evento • Disponibilizar relatórios pós-evento para o time de líderes • Fazer mudanças necessárias no Plano de Comunicação baseadas nos feedbacks dos eventos • Avaliar efetividade de longo-prazo através de pesquisas com empregados Fonte: Symnetics e Cemig
  29. 29. Comunicação da Estratégia Alinhando todos os empregados
  30. 30. Comunicação da Estratégia Alinhando todos os empregados Cartaz ExplicativoCartaz provocativo Intranet/E-mail Visão e Ação On Line Site Informativo § Vídeo do Presidente § Road shows § Reuniões com gerentes
  31. 31. Avaliação da efetividade da comunicação da estratégia — O GROE – Grau de Orientação à Estratégia é o resultado da pesquisa sobre Planejamento e Gestão da Estratégia da Cemig, aplicada anualmente para todos os empregados, desde 2007. — Com a pesquisa, é possível avaliar a disseminação da estratégia em todas as áreas da Empresa, sua evolução ano a ano e possíveis pontos de melhoria. É um bom diagnóstico, inclusive, para balizar as ações de comunicação da estratégia para os empregados. — Várias áreas da Empresa utilizam o resultado da pesquisa como indicador nos painéis de contribuição.
  32. 32. MOTIVAR PARA TRANSFORMAR A ESTRATÉGIA EM TAREFA DE TODOS TRANSFORMAR A ESTRATÉGIA EM PROCESSO CONTÍNUO TRADUZIR A ESTRATÉGIA EM TERMOS OPERACIONAIS MOBILIZAR A MUDANÇA POR MEIO DA LIDERANÇA EXECUTIVA Fonte: Symnetics Os cinco princípios de uma Organização Orientada para a Estratégia - Melhores Práticas Identificadas para cada princípio
  33. 33. Obrigado! Rômulo Provetti Superintendência de Coordenação do Planejamento e Gestão da Estratégia provetti@cemig.com.br

×