BGM - Luciana Verdolin | Gerente Administrativo e Financeiro

628 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
628
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
58
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

BGM - Luciana Verdolin | Gerente Administrativo e Financeiro

  1. 1. BGM Instrumentação Controle e Automação Ltda.
  2. 2. Perfil da Organização• Fundada em julho de 1991, pelo sr. Benjamin Gontijo de Azevedo Milo – Técnico Mecânico, com mais de 40 anos na área de instrumentação.• A BGM fabrica, comercializa e presta serviços na área de instrumentação analítica.• Principais produtos: sistemas de análise de gás, secadores de gás, rotâmetros, linha aquecida e assistência técnica.• Número de colaboradores: 20
  3. 3. Perfil da Organização• Localização: sede própria - Av. Deputado Cristovam Chiaradia, 796 – Bairro Buritis.• Principais clientes: Arcelormittal, Votorantim, Cimpor, Gerdau, V&M, Paul Wurth, Eletronuclear, dentre outras.• Principais concorrentes: ABB, Sick, Emerson, Yokogawa, Isocell.• Parceiros comerciais: Siemens, M&C e Buhler.
  4. 4. Como a BGM conheceu o Modelo de Excelência de Gestão?• No ano 2000, a BGM foi certificada conforme a Norma ISO NBR:9001, pelo Bureau Veritas;• Participação no PEE (Prêmio Excelência Empresarial – SEBRAE) ciclos 2004 e 2006;
  5. 5. Como a BGM conheceu o Modelo de Excelência de Gestão?• Por ser uma pequena empresa, a BGM possui contrato de trabalho com consultores externos para os seguintes setores: Financeiro Gestão da Qualidade Marketing• Participação no Prêmio Mineiro da Qualidade, ciclos 2008 e 2011.
  6. 6. Porque a BGM decidiu adotar o MEG1) A decisão de adoção do MEG foi tomada pela Alta Direção da BGM e incorporada como uma ação prioritária dentro do Planejamento Estratégico.2) A BGM identificou uma oportunidade de aperfeiçoar a formatação das práticas e rotinas da empresa. O modelo MEG veio complementar todo o controle já praticado.
  7. 7. Porque a BGM decidiu adotar o MEG3) A implementação do MEG estava associada ao reconhecimento de um prêmio de excelência (PMQ) e a BGM enxergou a oportunidade de mostrar ao mercado (concorrentes e clientes) o nível de organização gerencial e gestão de seu negócio.
  8. 8. Processo de implementação do MEG na BGM1) Comprometimento da Alta Direção: leitura e interpretação dos critérios e requisitos apresentados pelo MEG, juntamente com o consultor;2) Comunicação a todos os colaboradores:• Reunião geral de apresentação do MEG;
  9. 9. Processo de implementação do MEG na BGM• Promoção de um ambiente motivador para o desenvolvimento do programa: cartazes nos quadros de avisos, anúncio no Portal da empresa, faixa no refeitório...• Incentivo à manifestação voluntária para participação nos grupos de trabalho.
  10. 10. Processo de implementação do MEG na BGM 3) Desenvolvimento das atividades:• Definição de um cronograma de trabalho;• Estabelecimento de grupos de trabalho conforme critérios definidos pelo MEG;• Ênfase nas reuniões internas sobre os benefícios a serem ganhos com a adoção do MEG.
  11. 11. A elaboração do Relatório da Gestão (RG) paraparticipação no Prêmio Mineiro da Qualidade• Trabalho em equipe, com interações;• Disciplina, organização e controle;• Levantamento histórico das informações gerenciais da empresa;• Veracidade das informações;• Capacidade analítica da redação do RG;• Programação visual de apresentação do RG.
  12. 12. A participação da BGM no Prêmio1) A visita da equipe de avaliação.• Reunião geral para esclarecimentos sobre a visita (apresentação das regras de conduta e código de ética do PMQ);• Agenda livre da BGM de qualquer compromisso;• Livre facilidade de locomoção da equipe de avaliação pelas instalações da empresa.
  13. 13. A participação da BGM no Prêmio 2) A mobilização do pessoal• Quanto mais a Alta Direção se mostra interessada e participativa, maior a mobilização da força de trabalho;• Destacar a importância de cada colaborador no atendimento aos questionamentos e solicitações do examinador;• Resultado divulgado e comemorado com todos os colaboradores.
  14. 14. A participação da BGM no Prêmio 3) A cerimônia de premiação.• Participação da direção da BGM na solenidade de premiação;• Convite aos colaboradores extensivo aos familiares para a presença na solenidade;• Comemoração interna pelo reconhecimento.
  15. 15. A utilização do Relatório de Avaliação após a participação no Prêmio• Análise do Relatório de Avaliação feita pela Alta Direção;• Importante documento como orientação para a melhoria e aperfeiçoamento das práticas de gestão;• Planejamento para implementação das ações em curto, médio e longo prazo;
  16. 16. A utilização do Relatório de Avaliação após a participação no Prêmio• Envolvimento de toda a força de trabalho para a implementação das ações definidas;• Aprimoramento da interface entre as práticas apresentadas no RG e as atividades desenvolvidas no SGQ.
  17. 17. O MEG e o futuro da organização• A BGM elaborou o RG para os ciclos 2008 e 2011;• Desde o ciclo 2008, a BGM vem mantendo a rotina de trabalhar suas práticas de gestão definidas conforme o modelo preconizado pelo MEG;
  18. 18. O MEG e o futuro da organização• Melhorias são identificadas, avaliadas e implementadas conforme planos de ação estabelecidos;• A BGM definiu em seu Planejamento Estratégico participar do PNQ no ano de 2015.
  19. 19. Resultados destacados com a implementação do MEG• Foco nos resultados (indicadores);• Visão sistêmica do negócio;• Maior cooperação interna;• Compartilhamento de informações com disseminação de aprendizado;• Fortalecimento da cultura de identificação de pontos fortes e oportunidades para melhorias.
  20. 20. BGM antes e depois do MEG Liderança Antes DepoisValores Revisão:Organizacionais: • Visão e Missão;Visão, Missão, • Código de CondutaPolítica da Qualidade e Ética.e Código de Condutae Ética.
  21. 21. BGM antes e depois do MEG Estratégias e Planos Antes DepoisPlanejamento Compartilhamento doEstratégico elaborado Planejamentopela Alta Direção e não Estratégico a toda acompartilhado a toda a força de trabalhoforça de trabalho. (Seminário Anual e reuniões periódicas de acompanhamento).
  22. 22. BGM antes e depois do MEG Clientes Antes DepoisPostura reativa. Postura pró-ativa • Implementação de novos instrumentos de marketing.
  23. 23. BGM antes e depois do MEG Sociedade Antes DepoisSomente a Alta Direção Envolvimento de toda aestava envolvida nas força de trabalho nasquestões relativas à questões relativas àresponsabilidade responsabilidadesocioambiental. socioambiental.
  24. 24. BGM antes e depois do MEG Informações e Conhecimentos Antes DepoisSoftware básico para Sistema integrado decontrole das Gestão (ERP).informações.
  25. 25. BGM antes e depois do MEG Pessoas Antes DepoisContratação conforme Programa dedemanda com um capacitação eprograma de desenvolvimento decapacitação e pessoas alinhado àsdesenvolvimento estratégias dareativo (conforme empresa.necessidade).
  26. 26. BGM antes e depois do MEG Processos Antes DepoisPráticas pontuais Contínua busca ereferentes aos desenvolvimento defornecedores. fornecedores comprometidos com o nosso negócio.
  27. 27. BGM antes e depois do MEG Resultados Antes DepoisIndicadores com foco em Estabelecimento de umprocessos gerenciais sistema de métricas para(SGQ). medição do ambiente da gestão da empresa (Ambientes: estratégico/ negócio/apoio).
  28. 28. A BGM agradece ao IQM e à UBQ pela oportunidade de participar do Workshop Gestão para Excelência. Luciana Verdolin

×