WORKSHOP – GESTÃO PARA EXCELÊNCIA          LIDERANÇA
HISTÓRICO• Fundação em 1961 no setor de montagens eletromecânicas.• Primeira obra realizada em 1961 com a montagem da Lami...
Montagem Eletro-mecânica de Salobo - Fase III,                  Britagem, TCLD e Filtragem da Vale – Carajás/PA.          ...
CERTIFICAÇÕES SGI                                                             OHSAS 18001:2007                            ...
RECONHECIMENTOS - BUSCA DA EXCELÊNCIA
PMQ – Prêmio Mineiro da QualidadeSUA IMPORTÂNCIA NA GESTÃO DA MIP ENGENHARIA
“Com este prêmio... A MIP demonstrou o seu graude maturidade, em termos de gestão da Empresa,comprovando que está no camin...
PMQ...O que ganhamos em participar do PMQ...  Conhecimento da nossa empresa;  Reconhecimento e valorização internamente de...
GOVERNANÇA CORPORATIVA NA MIP       ORIGEM E FUNDAMENTOS
Em 2001 com o propósito de profissionalizar ainda mais o seu corpo diretivo,                                              ...
ESTRUTURA ORGANIZACIONAL                           ESTRUTURA NA OBRA                              OBRA                    ...
PROCESSO DE AVALIAÇÃO DE RISCOSGERENCIAMENTO DOS RISCOS DE SUAS ATIVIDADES
Com o objetivo de alcançar os resultados planejados por suas partesinteressadas e impedir ou mesmo reduzir os efeitos e in...
Riscos Empresariais         Reunião Mensal do CAD - Desde 2002Mercado de Atuação da MIP         Saídas são Entradas para o...
POLÍTICAS CORPORATIVASIDEOLOGIA E CÓDIGO DE CONDUTA ÉTICA   POLÍTICA DE GESTÃO INTEGRADA
Ao longo de seus 50 anos a MIP                            Engenharia construiu seus valores e                            c...
2003                A Alta Direção            estabelece a Ideologia.IDEOLOGIA                                            ...
1999POLÍTICA DE GESTÃO INTEGRADA                                  A Alta Direção                               estabelece ...
2004                            A Alta DireçãoCÓDIGO DE CONDUTA ÉTICA                           Estabelece o seu          ...
DIRETRIZES CORPORATIVAS DE SMS                                      2010                                  A Alta Direção  ...
PRÁTICAS DE REVISÃO                                 Ciclo Anual de Elaboração do PE.                                 Reuni...
DIRETRIZES CORPORATIVAS EPLANEJAMENTO ESTRATÉGICO
FASES DA ELABORAÇÃO DO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO    ORIENTAÇÃO                DIAGNÓSTICO                 DIREÇÃO          ...
VISÃO MIP: SER RECONHECIDA COMO A MELHOR OPÇÃO PARA O CLIENTE                                    Mapa Estratégico - 2012  ...
PLANILHA DO BSC
EAP DO BSC
INTERAÇÃO DA ALTA DIREÇÃO COM AS       PARTES INTERESSADAS  PRÁTICAS GERENCIAIS UTILIZADAS PELA MIP
A Direção da MIP faz uso de uma série de práticas gerenciais para interagircom suas partes interessadas, considerando:    ...
Pesquisa de final de obra realizada pelo Presidente da MIP;           Pesquisa de Satisfação do Cliente – Semestrais;     ...
Reuniões com Comissão de          Funcionários;          Palavra do Presidente;PESSOAS          Avaliação Comportamental d...
ACIONISTAS             Reunião mensal do CAD.
Encontro de Fornecedores MIP;FORNECEDORES               Visita a Fornecedores;               Visita de Fornecedores a empr...
Ações sociais na comunidade ao redor;                                     Doações através de dedução deCOMUNIDADE         ...
DESENVOLVIMENTO DE LIDERANÇA        PROGRAMA TRAINE     AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO
IDENTIFICAÇÃO DE PESSOAS COM POTENCIAL DE LIDERANÇA                                   • Testes psicotécnicos realizados pe...
Programa Trainee MIP iniciou em 2008, com                                      Objetivo de captar jovens profissionais que...
AVALIAÇÃO E INDENTIFICAÇÃO DE                               PONTOS DE MELHORIAPERFIL DE COMPETÊNCIASComprometimento com os...
AVALIAÇÃO – PERFIL DE COMPETÊNCIASAvaliadorAvaliadoData:Avaliação numero:                                               1....
PLANO DE DESENVOLVIMENTO INDIVIDUAL                                         PLANO DE DESENVOLVIMENTO INDIVIDUAL - PDIAvali...
CRI – CONTRATO DE RESULTADO INDIVIDUAL                                                                                    ...
AVALIAÇÃO DE DESEMPENHONOME:ANO:                   AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO                                            PESO...
CAPACITAÇÃOAvaliação de Desempenho;Planos de Ação e CRI;Capacitação Interna;Utilização de recursos externos (Pós graduação...
PADRONIZAÇÃO DA GESTÃOPARA DISSEMINAÇÃO DO APRENDIZADO ORGANIZACIONAL
SISTEMA DE GESTÃO INTEGRADO                                                      OHSAS 18001                              ...
Transformação do conhecimento tácito em explícito...ESTRUTURA DE PADRONIZAÇÃO                                        Disse...
FORMAS DE VERIFICAÇÃO DOS PADRÕESRoteiros de Implantação do SGI;Auditorias Internas , Externas e de Clientes;Aplicação de ...
AVALIAÇÃO, MELHORIA E DISSIMINAÇÃO DO APRENDIZADOAnálise de Incidentes;            Reunião de Medidores de                ...
Eliane Guimarães Rangel Silva        Gerente de SGI     erangel@mip.com.br             OBRIGADO...
Apresentação workshop mip   liderança001
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Apresentação workshop mip liderança001

1.507 visualizações

Publicada em

Liderança, MEG - Modelo de excelência de Gestão, critérios de excelência

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.507
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
27
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação workshop mip liderança001

  1. 1. WORKSHOP – GESTÃO PARA EXCELÊNCIA LIDERANÇA
  2. 2. HISTÓRICO• Fundação em 1961 no setor de montagens eletromecânicas.• Primeira obra realizada em 1961 com a montagem da Laminação de Placas da Usiminas, em Ipatinga.
  3. 3. Montagem Eletro-mecânica de Salobo - Fase III, Britagem, TCLD e Filtragem da Vale – Carajás/PA. Montagem Eletromecânica de Estação de Bombas da Norsk Hydro Tomé Açu/PA. M M M M M Montagem Eletro-mecânica do S11D - TCLD da Vale – CanaãONDE ESTAMOS dos Carajás/PA Montagem Eletromecânica de Calcinadores e Secagem da Vale – Ourilândia do Norte/PA. M Montagem Eletro-mecânica da Montagem Eletromecânica P4P – M M Planta Concentradora de Cobre do Germano e Matipó – SAMARCO Projeto Cristalino - Canaã dos Mariana/MG Carajás e Curionópolis/PA M Montagem Eletromecânica Pacote II – Projeto Vargem Grande – Itabirito/MG. Montagem Eletromecânica de 02 caldeiras de vapor para a Petrobrás (REPAR ) – Araucária/PR. Montagem Eletromecânica Britagem Auxiliar Gama na Mina Capitão do Mato/VALE – Nova Lima/MG
  4. 4. CERTIFICAÇÕES SGI OHSAS 18001:2007 NBR ISO 14001:2004 NBR ISO 9001:2008 Certificada desde 1999.
  5. 5. RECONHECIMENTOS - BUSCA DA EXCELÊNCIA
  6. 6. PMQ – Prêmio Mineiro da QualidadeSUA IMPORTÂNCIA NA GESTÃO DA MIP ENGENHARIA
  7. 7. “Com este prêmio... A MIP demonstrou o seu graude maturidade, em termos de gestão da Empresa,comprovando que está no caminho da excelência eque a Empresa está em constante desenvolvimento,destacando-se por suas ações voltadas para amelhoria da gestão de seus processos, tornando-se, tornando- competitiva...”cada vez mais competitivaFonte:Fonte: Informativo MIP Dezembro/2011. João Bosco Varela Cançado Diretor Presidente da MIP
  8. 8. PMQ...O que ganhamos em participar do PMQ... Conhecimento da nossa empresa; Reconhecimento e valorização internamente de nossas boas práticas de gestão; Identificação de práticas que requerem ações de melhoria e adequação; Reflexão de nossa gestão em relação ao MEG.
  9. 9. GOVERNANÇA CORPORATIVA NA MIP ORIGEM E FUNDAMENTOS
  10. 10. Em 2001 com o propósito de profissionalizar ainda mais o seu corpo diretivo, CAD.a MIP passou um processo de reestruturação - Criação do CAD.Idealizado um novo estilo de governança corporativa, alinhado com as maismodernas práticas gerenciais, que prioriza o conceito de estrutura horizontal... horizontal......Neste...Neste modelo os tomadores de decisão estão bem próximosdos níveis operacionais. operacionais.
  11. 11. ESTRUTURA ORGANIZACIONAL ESTRUTURA NA OBRA OBRA Gerente de Contrato ENGENHEIRO DE COORDENAÇÃO COORDENAÇÃO COORDENAÇÃO ENGENHEIRO DE ADMINISTRATIVO QUALIDADE EXECUÇÃO PLANEJAMENTO LOGÍSTICA SEGURANÇA DO TRABALHO
  12. 12. PROCESSO DE AVALIAÇÃO DE RISCOSGERENCIAMENTO DOS RISCOS DE SUAS ATIVIDADES
  13. 13. Com o objetivo de alcançar os resultados planejados por suas partesinteressadas e impedir ou mesmo reduzir os efeitos e incertezas queenvolvem o seu negócio, a MIP utiliza de práticas gerenciais para: Identificar, Analisar e Priorizar ações para eliminar riscos. ou reduzir os riscos.
  14. 14. Riscos Empresariais Reunião Mensal do CAD - Desde 2002Mercado de Atuação da MIP Saídas são Entradas para o PE. Riscos de Meio Ambiente e Padrões do SGI - Desde 2005 Segurança e Saúde no Trabalho ARSSO e LAIA - Grupos Multifuncionais Riscos decorrentes do Padrões do SGI - Desde 2005não atendimento a legislação SOGI – Grupos Multifuncionais Riscos de cada novo Comitê de Gerenciamento de Riscos empreendimento Para cada Empreendimento
  15. 15. POLÍTICAS CORPORATIVASIDEOLOGIA E CÓDIGO DE CONDUTA ÉTICA POLÍTICA DE GESTÃO INTEGRADA
  16. 16. Ao longo de seus 50 anos a MIP Engenharia construiu seus valores e crenças... crenças...A partir dos anos 2000 a MIP externou por meio de suas PolíticasCorporativas:Corporativas O referencial de conduta que deve ser observado por todos que atuam em seu nome. Compromisso com suas partes interessadas.
  17. 17. 2003 A Alta Direção estabelece a Ideologia.IDEOLOGIA 2010 A Alta Direção revisa a Ideologia.
  18. 18. 1999POLÍTICA DE GESTÃO INTEGRADA A Alta Direção estabelece a Política 2004 - 2005 Revisão para Integração
  19. 19. 2004 A Alta DireçãoCÓDIGO DE CONDUTA ÉTICA Estabelece o seu código de conduta.
  20. 20. DIRETRIZES CORPORATIVAS DE SMS 2010 A Alta Direção Estabelece as Diretrizes de SMS
  21. 21. PRÁTICAS DE REVISÃO Ciclo Anual de Elaboração do PE. Reunião de Análise Crítica do SGI. Reuniões Mensais do CAD. Reunião Comitê Executivo. PRÁTICAS DE COMUNICAÇÃOPalavra do Presidente.Treinamentos de Integração.Campeonato do Conhecimento SGI.Folder´Folder´s, Calendários, Quadros de Aviso,Site, Intranet, dentre outras.
  22. 22. DIRETRIZES CORPORATIVAS EPLANEJAMENTO ESTRATÉGICO
  23. 23. FASES DA ELABORAÇÃO DO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO ORIENTAÇÃO DIAGNÓSTICO DIREÇÃO OPERACIONAL• Diretrizes dos • Aspectos Internos • Metas • Projetos Acionistas/CAD Pontos Fortes • Vetores Estratégicos• Visão Pontos Fracos (Diferencial • Projetos estratégicos • Aspectos Externos Competitivo)• Negócio Ameaças • Estratégias • Plano de Ação• Valores Oportunidades /Cronograma • Objetivos• Política de Gestão • Investimentos no • EAP do BSC Integrada mercado 2012 a 2016 • Posicionamento Estratégico• Código de • Atratividade Conduta Ética X • BSC Competência• Diretrizes • Mapa Estratégico Corporativas de • Segmentação de SMS Mercado • Marcos de Visão
  24. 24. VISÃO MIP: SER RECONHECIDA COMO A MELHOR OPÇÃO PARA O CLIENTE Mapa Estratégico - 2012 FINANCEIRO CLIENTES PROCESSOAPRENDIZADO E CRESCIMENTO GESTÃO DE PESSOAS MARÇO/2012
  25. 25. PLANILHA DO BSC
  26. 26. EAP DO BSC
  27. 27. INTERAÇÃO DA ALTA DIREÇÃO COM AS PARTES INTERESSADAS PRÁTICAS GERENCIAIS UTILIZADAS PELA MIP
  28. 28. A Direção da MIP faz uso de uma série de práticas gerenciais para interagircom suas partes interessadas, considerando: Interessada. Perfil da Parte Interessada. Interação. Necessidade que gera a Interação. Eficiência da prática em relação a interessada. parte interessada.
  29. 29. Pesquisa de final de obra realizada pelo Presidente da MIP; Pesquisa de Satisfação do Cliente – Semestrais; Visitas a Clientes;CLIENTES Visitas de Clientes à MIP; Eventos Culturais patrocinados pela MIP, com participação dos clientes.
  30. 30. Reuniões com Comissão de Funcionários; Palavra do Presidente;PESSOAS Avaliação Comportamental de Desvios - ACODE; Comemoração dos Aniversariantes do mês; Festas comemorativas: de Final de Ano, Aniversário da MIP; Treinamentos, Campeonato do Conhecimento (SIPAT).
  31. 31. ACIONISTAS Reunião mensal do CAD.
  32. 32. Encontro de Fornecedores MIP;FORNECEDORES Visita a Fornecedores; Visita de Fornecedores a empresa; Reuniões com Fornecedores;
  33. 33. Ações sociais na comunidade ao redor; Doações através de dedução deCOMUNIDADE impostos; Dia da Criança; Natal; Campanha do Agasalho;
  34. 34. DESENVOLVIMENTO DE LIDERANÇA PROGRAMA TRAINE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO
  35. 35. IDENTIFICAÇÃO DE PESSOAS COM POTENCIAL DE LIDERANÇA • Testes psicotécnicos realizados pelo RH; • Observação dos gestores na identificação de pessoas com capacidade de gerenciar pessoas e envolvimento e comprometimento com os resultados da empresa• Acolhida dos funcionários pelo grupo;• Expectativa do funcionário em relação à empresa;• Programa Trainee (desde 2008).
  36. 36. Programa Trainee MIP iniciou em 2008, com Objetivo de captar jovens profissionais que se destacam pelo seu potencial de aprendizagem, liderança e desenvolvimento profissional.Ao final do programa (Duração de 2 anos) o trainee assumirá funções específicas naempresa.Em 3 anos de implantação do Programa Trainee a MIP identificou e incluiu em seuprograma 34 Trainees, sendo que 24 foram efetivados. Evolução do seu processo de formação de lideranças e captação de profissionais no mercado... PROGRAMA TRAINEE
  37. 37. AVALIAÇÃO E INDENTIFICAÇÃO DE PONTOS DE MELHORIAPERFIL DE COMPETÊNCIASComprometimento com osResultados.Resultados.Empreendedorismo.Empreendedorismo. Profissional.Capacitação Profissional. PDI CRI Equipe.Liderança de Equipe.Flexibilidade.Flexibilidade. Negocial.Habilidade Negocial.Foco no Cliente. Cliente. AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO
  38. 38. AVALIAÇÃO – PERFIL DE COMPETÊNCIASAvaliadorAvaliadoData:Avaliação numero: 1. COMPROMETIMENTO COM OS RESULTADOS 0% 25% 50% 70% 80% 90% 100%Cumpre os compromissos assumidos com qualidade e no prazoAssume metas desafiadorasMonitora as metas e corrige os rumosPossui uma visão sistêmica, o que possibilita uma percepçãoantecipada de ganhos e riscos de perda para o negócioAbre mão de resultados individuais em benefício do resultado globalSupera obstáculos, buscando o atingir de metas TOTAL GERAL 0% 0% 0% 0% 0% 0% 0% AVALIAÇÃO FINAL 0,00%
  39. 39. PLANO DE DESENVOLVIMENTO INDIVIDUAL PLANO DE DESENVOLVIMENTO INDIVIDUAL - PDIAvaliado: Ano de Referência:Cargo: Área:Avaliador: Data: Prioridade de Desenvolvimento Ações de Desenvolvimento Quando Acompanhamento Avaliação - Esperado / Obtido1ª Competência:Comportamentos:
  40. 40. CRI – CONTRATO DE RESULTADO INDIVIDUAL PERSPECTIVA EF – Econômico Financeiro M - Mercado GESTÃO DO DESEMPENHO - 2011 PH – Patrimônio Humano PT – Processo e Tecnologia CONTRATO DE RESULTADO INDIVIDUALNOME: CHEFIA IMEDIATA: UNIDADE:CARGO: ÁREA: DATA: RESULTADOPersp. METAS Peso Avaliação Resultado Esperado Obtido
  41. 41. AVALIAÇÃO DE DESEMPENHONOME:ANO: AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO PESO NOTA RESULTADOCONTRATO DE RESULTADO INDIVIDUAL 50% 0%PERFIL DE COMPETÊNCIA 25% 0%PLANO DE DESENVOLVIMENTO INDIVIDUAL - PDI 25% 0%DESEMPENHO INDIVIDUAL 0,00%
  42. 42. CAPACITAÇÃOAvaliação de Desempenho;Planos de Ação e CRI;Capacitação Interna;Utilização de recursos externos (Pós graduação, MBA, módulos detreinamento para gestores;Programa PAEX da FDC.
  43. 43. PADRONIZAÇÃO DA GESTÃOPARA DISSEMINAÇÃO DO APRENDIZADO ORGANIZACIONAL
  44. 44. SISTEMA DE GESTÃO INTEGRADO OHSAS 18001 NBR ISO 14001 CERTIFICAÇÃO 2005 NBR ISO 9001 CERTIFICAÇÃO 2004 CERTIFICAÇÃO 2001 NBR ISO 9002CERTIFICAÇÃO 1999
  45. 45. Transformação do conhecimento tácito em explícito...ESTRUTURA DE PADRONIZAÇÃO Disseminação da aprendizagem e Conhecimento...
  46. 46. FORMAS DE VERIFICAÇÃO DOS PADRÕESRoteiros de Implantação do SGI;Auditorias Internas , Externas e de Clientes;Aplicação de LV´s;Auditoria de Conformidade Legal;Reuniões de Medidores de Processo;Reuniões de AGM;Visitas técnicas às obras;Revisão periódica dos padrões;Relatórios de Não conformidades.
  47. 47. AVALIAÇÃO, MELHORIA E DISSIMINAÇÃO DO APRENDIZADOAnálise de Incidentes; Reunião de Medidores de Processo;Programa INOVE com Boas Idéias; Reunião de Análise Crítica doAuditorias Internas e Externas; SGE;Revisão programada dos Identificação e Análise de RiscosProcedimentos; do Negócio.
  48. 48. Eliane Guimarães Rangel Silva Gerente de SGI erangel@mip.com.br OBRIGADO...

×