SEMINÁRIO - Fundamento do Pensamento Administrativo <ul><li>UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS </li></ul><ul><li>PROGRAMA DE P...
ROBERT MICHELS  (1876 -1936)   <ul><li>M arxista modificado  </li></ul><ul><li>Pretensão:  despir o materialismo histórico...
ROBERT MICHELS  (1876 -1936)   <ul><li>Principal tese de M:  a inevitabilidade da oligarquia - a democracia rende-se à oli...
ROBERT MICHELS  (1876 -1936)   <ul><li>Pressupostos de M : </li></ul><ul><li>As massas sofrem de indiferença e de incompet...
ROBERT MICHELS  (1876 -1936)   <ul><li>Comentários : onde Weber vê a burocracia, M. enxerga a oligarquia. Tudo se inicia c...
EMILE DURKHEIM  (1858 – 1917)   <ul><li>P osição sociológica :  conservadora e autoritária, Comtiano a contragosto, seguid...
EMILE DURKHEIM  (1858 – 1917)   <ul><li>V isão coisificada e deitificada da sociedade .  O indivíduo seria uma abstração (...
EMILE DURKHEIM  (1858 – 1917)   <ul><li>P roposta metodológica :  fatos  como  realidade objetiva e independentes da vonta...
EMILE DURKHEIM  (1858 – 1917)   <ul><li>A  divisão do trabalho engendra normalmente a cooperação e a solidariedade. </li><...
KARL MANNHEIM  (1893 – 1947)  <ul><li>Marx burgês  -  buscar uma aplicação não dogmática dos princípios metodológicos de M...
KARL MANNHEIM  (1893 – 1947)  <ul><li>Proposta de KM: as  ciências sociais deveriam ir além da mera explicação, atingindo ...
KARL MANNHEIM  (1893 – 1947)  <ul><li>A  ação humana tem três níveis de significado: o objetivo; o expressivo ; e o docume...
KARL MANNHEIM  (1893 – 1947)  <ul><li>A  nossa concepção de objetos depende da “ubicação” do sujeito que observa e interpr...
QUESTÕES?
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Apresentação 3 de Fundamentos

1.040 visualizações

Publicada em

Sintese

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.040
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
43
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
16
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação 3 de Fundamentos

  1. 1. SEMINÁRIO - Fundamento do Pensamento Administrativo <ul><li>UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS </li></ul><ul><li>PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO </li></ul><ul><li>PROF.: German Torres Salazar </li></ul><ul><li>ALUNO: Uajará Pessoa Araújo </li></ul><ul><li>TEMA: MICHELS, DURKHEIM e MANNHEIM </li></ul><ul><li>TEXTO: ZEITLIN, I.M. Ideología y teoría sociológica. Buenos Aires: Amorrortu editores, 1976, cap.14, 15 e 16 p. 247 a 361. </li></ul>
  2. 2. ROBERT MICHELS (1876 -1936) <ul><li>M arxista modificado </li></ul><ul><li>Pretensão: despir o materialismo histórico dos elementos utópicos-ideológicos, sinalizando os pontos onde Marx ultrapassa a verdade . </li></ul><ul><li>Outros fatores contingentes: </li></ul><ul><ul><ul><ul><li>A natureza dos ser humano. </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>A natureza da luta política. </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>A natureza da organização. </li></ul></ul></ul></ul>
  3. 3. ROBERT MICHELS (1876 -1936) <ul><li>Principal tese de M: a inevitabilidade da oligarquia - a democracia rende-se à oligarquia. </li></ul><ul><li>Em decorrência de leis psicológicas inatas, a tendência oligárquica é imanente de toda organização humana que luta para alcançar um fim . </li></ul>
  4. 4. ROBERT MICHELS (1876 -1936) <ul><li>Pressupostos de M : </li></ul><ul><li>As massas sofrem de indiferença e de incompetência, são amorfas , n ão são autônomas, carecem de líderes . </li></ul><ul><li>As pessoas possuem tendência à subordinação; valorizam a disciplina; possuem confiança (veneração) na autoridade; são dotados de subserviência atávica </li></ul><ul><li>O marxismo estaria condenado ao fracasso já que os revolucionários acabam criando novas classes. </li></ul>
  5. 5. ROBERT MICHELS (1876 -1936) <ul><li>Comentários : onde Weber vê a burocracia, M. enxerga a oligarquia. Tudo se inicia com a divisão do trabalho. Como ela é uma exigência para a produtividade (geração de excedentes) permite-se a diferenciação. Weber propõe uma legitimação baseada na meritrocracia, M. numa tendência inata à subordinação e à inércia. Para W, um líder seria aceito à medida de seus méritos, enquanto M. propõe algo como experiência e educação superior. Mas M desconsidera outras formas weberianas de dominação (o patriarcado e a liderança carismática). </li></ul>
  6. 6. EMILE DURKHEIM (1858 – 1917) <ul><li>P osição sociológica : conservadora e autoritária, Comtiano a contragosto, seguidor de Saint-Simo m. </li></ul><ul><li>T emas : divisão social do trabalho, suicídio, família, religião e socialismo . </li></ul><ul><li>T ermo chave : sociedade como organismo vivo . </li></ul><ul><li>Como organismo, a sociedade depende de como seus órgãos funcionam em uma integração de todos os postos e funções . </li></ul>
  7. 7. EMILE DURKHEIM (1858 – 1917) <ul><li>V isão coisificada e deitificada da sociedade . O indivíduo seria uma abstração (só existiria em sociedade) : </li></ul><ul><li>“ indivíduo torna-se humano em seu processo de interação com os outros: a sociedade implanta em cada indivíduo um aspecto de si mesma, de modo, que de fato, ela cria indivíduos” </li></ul>
  8. 8. EMILE DURKHEIM (1858 – 1917) <ul><li>P roposta metodológica : fatos como realidade objetiva e independentes da vontade dos indivíduos . A sociedade é tida como um entidade real e vivente, como uma coisa . Os fatos sociais seriam moldes que conformam de forma inevitável as nossas ações. </li></ul><ul><li>Objetivo da ciência : determinar os fins (o funcionamento normal da sociedade) e os meios . </li></ul>
  9. 9. EMILE DURKHEIM (1858 – 1917) <ul><li>A divisão do trabalho engendra normalmente a cooperação e a solidariedade. </li></ul><ul><li>“ alguns homens, com toda a liberdade e por sua própria vontade, optariam por cumprir as funções degradantes e se sentiriam felizes com a sua sorte porque ela se adéqua às suas capacidades naturais”. </li></ul>
  10. 10. KARL MANNHEIM (1893 – 1947) <ul><li>Marx burgês - buscar uma aplicação não dogmática dos princípios metodológicos de Marx. </li></ul><ul><li>Bases de KM: </li></ul><ul><ul><ul><li>C orrelação entre a estrutura econômica organização da sociedade. E ssas relações influenciam a forma de pensar </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>A s ciências sociais necessitam de métodos específicos, além daqueles da ciência natural </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>C onduta humana intencional, comunicativa e orientada para um fim </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>A s partes somente podem ser entendidas mediante a compreensão da totalidade . </li></ul></ul></ul>
  11. 11. KARL MANNHEIM (1893 – 1947) <ul><li>Proposta de KM: as ciências sociais deveriam ir além da mera explicação, atingindo a compreensão dos atos humanos dotados de significados, </li></ul><ul><li>K M propôs algo como a compreensão interpretativista (voltada a significados e a linguagem), em o que ele definiu como a arte do sociólogo: relacionar as mudanças das atitudes mentais com as mudanças das situações sociais. </li></ul>
  12. 12. KARL MANNHEIM (1893 – 1947) <ul><li>A ação humana tem três níveis de significado: o objetivo; o expressivo ; e o documental. </li></ul><ul><li>M. exemplifica a sua proposta com alguém dando esmola a um mendigo. O significado objetivo relaciona alguém, esmola, mendigo. A expressão significativa busca a intenção individual do doador. A documental relaciona a ação com o contexto histórico do doador. </li></ul><ul><li>Métodos positivistas lidam apenas com o significado objetivo. </li></ul>
  13. 13. KARL MANNHEIM (1893 – 1947) <ul><li>A nossa concepção de objetos depende da “ubicação” do sujeito que observa e interpreta . ( Husserl ) </li></ul><ul><li>D iferentes quadros históricos não se contradizem em suas interpretações, e sim se circunscrevem o mesmo conteúdo histórico dado, materialmente idêntico, em pontos de vista diferentes e com distintas profundidades de penetração: da interação dialética das teorias de períodos sucessivos está a origem ao progresso do conhecimento. </li></ul>
  14. 14. QUESTÕES?

×