Dr. Luciana Cavalini's presentation Week in Science in 2009

338 visualizações

Publicada em

Dr. Luciana Cavalini's presentation Week in Science, Faculty of Medicine at the Universidade Federal Fluminense in 2009.
See: http://www.mlhim.org http://gplus.to/MLHIM and http://gplus.to/MLHIMComm for more information about semantic interoperability in healthcare.

#mlhim #semantic_interoperability #health_informatics

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
338
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Dr. Luciana Cavalini's presentation Week in Science in 2009

  1. 1. Desafios da Informação Médica Luciana Tricai Cavalini Instituto de Saúde da Comunidade UFF
  2. 2. Sistemas de Informação em Saúde noBrasil: Cenário Atual (1)• O Brasil tem uma Política de Informação e Informática em Saúde definida pelo Ministério da Saúde• O Departamento de Informática do SUS (DATASUS) gerencia a maior parte dos Sistemas de Informação em Saúde oficiais do país: ▫ Desenvolvimento de software ▫ Gerência das bases de dados ▫ Publicação das informações ▫ Outras atividades (ex: educação)
  3. 3. Sistemas de Informação em Saúde noBrasil: Cenário Atual (2)Os Sistemas de Informação em Saúde mais importantes são: ▫ Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM) ▫ Sistema de Informações sobre Nascidos Vivos (SINASC) ▫ Sistema de Informações Hospitalares do SUS (SIH-SUS) ▫ Sistema de Informações sobre Agravos de Notificação (SINAN) ▫ Sistema de Informações da Atenção Básica (SIAB) ▫ Registros Eletrônicos: Gerenciador de Informações Locais (GIL) e Hospub
  4. 4. Características Principais dos Sistemasde Informação em Saúde Nacionais• Secundários: a informação não é coletada no local e momento do atendimento• Não interoperáveis: uso de mapeamentos e de algoritmos de relacionamento de registros• O único padrão adotado é a CID-10• Sujeitos a subregistro e ao registro de informações incompletas e/ou com baixa validade e confiabilidade
  5. 5. A Informação Médica é Complexa• Dependência espaço-temporal: a informação médica varia no tempo e no espaço• Dinâmica: a variação temporal é rápida e a variação espacial é próxima• Complexidade: a informação é composta por um grande número de variáveis que apresentam complexas interrelações
  6. 6. Outras Questões Importantes• Coerência semântica: manutenção do significado (contexto) da informação registrada dentro da base de dados• Interoperabilidade: capacidade de enviar a informação de um lugar (sistema) para outro, mantendo a informação inteligível em ambos os lugares (sistemas)
  7. 7. Onde Está o Contexto?
  8. 8. Aqui Está o Contexto!
  9. 9. Interoperabilidade
  10. 10. Interoperabilidade!
  11. 11. Interoperabilidade?
  12. 12. Quem Somos Nós• Somos professores da UFF e da UERJ, pesquisadores do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia – Medicina Assistida por Computação Científica• O objetivo de nossa pesquisa é propor soluções para estes desafios• Somos defensores da adoção de especificações abertas, implementadas em software livre
  13. 13. Junte-se a Nós!• Se você é um estudante de medicina, residente ou mestrando que se considera um usuário de computadores acima da média, você provavelmente vai gostar de colaborar com nossos projetos• Precisamos de colegas que nos apóiem na modelagem do conhecimento médico para uso em vários aplicativos Visite nosso site: https://launchpad.net/mlhim
  14. 14. Muito obrigada!https://launchpad.net/mlhimlutricav@vm.uff.br

×