Mercados de concorrência perfeita e imperfeita

76.848 visualizações

Publicada em

1 comentário
14 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Bom conteúdo para perceber de uma forma clara e simples como funcionam os diferentes mercados, concorrência perfeita e imperfeita. gostei.
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
76.848
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
17
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
622
Comentários
1
Gostaram
14
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Mercados de concorrência perfeita e imperfeita

  1. 1. Mercados de Concorrência Perfeita: É um tipo de mercado em que há um grande número de vendedores e de compradores, de tal sorte que uma empresa, isoladamente, por ser insignificante, não afecta o nível da oferta, nem tão pouco o preço de equilíbrio, que também não é alterado pelos compradores, que representam a demanda ou procura.Esse tipo de mercado apresenta as seguintescaracterísticas: 1. Grande número de produtores e demandantes do produto; 2. Produtos homogéneos: não existe diferenciação entre os produtos oferecidos pelas empresas concorrentes; 3. Não existem barreiras à entrada no mercado; 4. Transparência do mercado: as informações sobre lucros, preços etc. são conhecidas por todos os participantes do mercado; 5. A não intervenção do Estado: o Estado não intervém, deixando o mercado regular-se através da chamada "mão invisível da concorrência". Os preços são definidos pelo livre jogo da oferta e demanda. Assim, o equilíbrio seria sempre alcançado tanto a curto, como a médio e longo prazo.
  2. 2. Mercados de Concorrência Imperfeita: Uma situação de Concorrência Imperfeita corresponde a uma estrutura de mercado em que não se verifica a concorrência perfeita, ou seja, em que existe pelo menos uma empresa ou consumidor com poder suficiente para influenciar o preço de mercado. São exemplos de situações de concorrência imperfeita os monopólios, oligopólios e concorrência monopolística.Monopólios:O monopólio caracteriza-se quando umaúnica empresa produz determinado bem, não existindonenhum bem substituto próximo (exemplo a EDP emPortugal no que respeita à distribuição de energia e aPetrobrás no Brasil). Este modelo leva a que seja quaseimpossível entrarem novas empresas concorrentes nomercado, pela existência de barreiras à entrada. A situaçãode monopólio pode ser o resultado de imposição dolegislador (monopólio legal) ou devido às própriascaracterísticas do mercado, que levem a que sejaeconomicamente mais eficiente que apenas uma sóempresa produza o bem em situação monopolística
  3. 3. (monopólio natural). Outras causas podem, também, estarrelacionadas com a existência de economias de escala,associadas à produção do bem, assim como a possibilidadede abuso de posição dominante pela empresa monopolista.As principais razões associadas à existência deste tipo deconcorrência, estão relacionadas com: Inovações tecnológicas: produção de um novo produto patenteado; Nacionalizações: concentração numa empresa estatal de várias empresas do ramo; Impossibilidade de duplicação de custos fixos: quando a natureza da actividade inviabiliza que haja mais de uma empresa a fornecer um bem ou serviço, caso referido a montante como monopólio natural;Oligopólios:Designa-se por oligopólio a situação de ummercado com um número reduzido de empresas (no caso de duas, duopólio), de tal forma que cada uma tem que considerar os comportamentos e as reações das outras quando toma decisões de mercado. As causas típicas do aparecimento de mercadosoligopolistas são a escala mínima de eficiência ecaracterísticas da procura. Em tais mercados existe aindaalguma concorrência, mas as quantidades produzidas sãomenores e os preços maiores do que nos mercados
  4. 4. concorrenciais (ainda que relativamente ao monopólio asquantidades sejam superiores e os preços menores).Tipicamente, nos mercados oligopolistas a concorrênciaincide em características dos produtos distintas do preço(p. ex., qualidade, imagem, fidelização, etc.). Quandoexiste uma cooperação entre empresas, no sentido deestabelecer a oferta do mercado como uma ofertamonopolista, diz-se que estamos em presença de cartéis.Em contrapartida, um oligopólio sem cooperação entre asempresas, assemelha-se a um mercado de concorrênciamonopolística, onde é patente uma forte tendência para aexistência de preços concorrênciais. Como estratégias nãocooperativas, alternativas, surgem: Paralelismo de preços  com a empresa líder ou dominante  por rigidez de preços Concorrência com base na diferenciação e não no preço Concorrência monopolística:Situação de mercado entre a concorrência perfeita e o oligopólio - e que, na prática, corresponde à grande maioria das situações reais. Caracteriza-se sobretudo pela possibilidade de os vendedores influenciarem a procura e os preços por vários meios (diferenciação de produtos, publicidade, localização, dumping). A variedade de vendedores é elevada, sendo um mercado de acesso fácil, não sendo o produto, contudo, homogéneo. Existe diferenciação do produto pelas suas qualidades reais, ou pelas qualidades presumidas pelos compradores. Quanto
  5. 5. maior a diferenciação do produto mais a empresa, que o produz, pode controlar o preço. Fontes: http://pt.wikipedia.org/wiki/Concorr%C3%AAncia_(economia)#Concorr.C3.AAncia_pur a_ou_perfeitahttp://www.knoow.net/cienceconempr/economia/concorrenciaimperfeita.htmTrabalho Realizado por :Diana Baptista

×