Blog do 6º A<br />Anedotas de Animais<br />1º Na quinta-<br />Um turista que passeia pelo campo, ao ver uma quinta, pergun...
Margarida, diana, andreia e daniela
Margarida, diana, andreia e daniela
Margarida, diana, andreia e daniela
Margarida, diana, andreia e daniela
Margarida, diana, andreia e daniela
Margarida, diana, andreia e daniela
Margarida, diana, andreia e daniela
Margarida, diana, andreia e daniela
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Margarida, diana, andreia e daniela

286 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
286
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Margarida, diana, andreia e daniela

  1. 1. Blog do 6º A<br />Anedotas de Animais<br />1º Na quinta-<br />Um turista que passeia pelo campo, ao ver uma quinta, pergunta ao dono:<br />- Essa galinha branca põe muitos ovos?<br />- Até agora nenhum-responde o camponês.<br />- Penso que ficará muito contente quando ela puser o primeiro…!<br />- Bom, nessa altura venderei o ovo e a ave a peso de ouro…<br />-Porquê?- pergunta, espantado, o turista.<br />O quinteiro desatou a rir e respondeu:<br />- Porque essa galinha…é um galo.<br />Anedota: Comer<br />2ª Comer-<br />Um veraneante, <br /> Quando passei-a pela floresta, vê um jovem que anda a apanhar cogumelos.<br />-Cuidado com o que apanhas! Se fosse a ti, não fiaria muito nos cogumelos- disse o veraneante.<br />- Não se incomode, senhor! Eu não os como, vendo-os aos veraneante- respondeu o jovem.<br />Anedota de Crianças<br />3ª Crianças-<br />A dona de casa diz à ama que acaba de contratar:<br />- Tem a certeza que sabe educar as crianças de acordo com os métodos modernos?<br />- Sim, senhora. Só lhes bato em legítima defesa.<br />4ª Crianças-<br />Na estação, ao ver passar um comboio, o Pedrinho pergunta ao Joãozinho:<br />- Se aquele comboio fosse de chocolate, por onde começarias a comê-lo?<br />- Pelas rodas, para ele não me fugir.<br />5ª De médicos-<br />Um jovem diz ao médico, antes de uma operação ao apêndice:<br />- Poderei tocar viloa depois da operação?<br />- Claro que sim.<br />- Que bom –diz o doente muito contente –é que nunca fui capaz de tocar. <br />Adivinhas mais famosas<br />1ª Adivinha.<br />Entro aonde quero,<br />Ninguém gosta de mim.<br />E quando me deitam fora<br />Alguns fazem: aa…tchim!<br />R: O pó<br />2ª Adivinha<br />Mesmo mau, gostam de vê-lo<br />Porque é o rei das touradas.<br />Só o enfrenta o toureiro,<br />O povo vê das bancadas<br />R: O touro<br />3ª Adivinha<br />Eu sou peixe, sim senhor.<br />Vendido como peixota;<br />Por ser tão apreciado,<br />Nem sequer entro na lota.<br />R: O bacalhau<br />4ª Adivinha<br />Voo como um passarinho.<br />Defendo-me à ferroada.<br />Dou-te a luz numa vela,<br />Tão suave e tão bela.<br />Porque sou tua amiguinha,<br />Dou-te uma coisa docinha.<br />R: A abelha<br />5ª Adivinha<br />Quando vem o solzinho,<br />Até minh ‘ alma sorri!<br />Gosto muito de alfacinha,<br />Por isso canto: cri…cri<br />R: O grilo<br />6º Adivinha<br />Sou bichinho enfadonho,<br />Dão-me cada traulitada!<br />Ninguém me vê com bons olhos,<br />Porque não sou asseada.<br />R: A mosca<br />7ª Adivinha<br />Sou branquinho como a neve,<br />Trato as chagas com carinho.<br />Tanto posso estar seco<br />Como muito encharcadinho.<br />R: O algodão<br />8ª Adivinha<br />Sou uma flor agigantada,<br />Meu óleo tem bom sabor.<br />Com o olho sempre no Sol,<br />Desde que nasce até se pôr.<br />R: O girassol<br />9ª Adivinha<br />Verde foi meu nascimento,<br />E de luto me vesti.<br />Para dar a luz ao mundo,<br />Mil tormentos padeci.<br />R: A azeitona<br />Provérbios Populares<br />1º Por bem fazer mal agradecer<br />2º Quem é desconfiado, não é fiel<br />3º Páscoa em Março, grande fome ou grande mortaço.<br />4º Março, marçagão, manhã de Inverno, tarde de Verão.<br />5º Em Fevereiro, bate o Solem qualquer ribeiro.<br />6º Em Abril, águas mil.<br />7º Filho és, pai serás, assim como o fizeres assim o acharás.<br />8º Mulher pequenina ou é falsa, ou bailarina.<br />9º Ás dez, cama pés.<br />10º Mãe trabalhadeira, faz a filha preguiceira.<br />11º O homem comum fala, o sábio escuta, o tolo discute.<br />12º Não há pior inimigo que um falso amigo.<br />13º Nunca digas, desta água não beberei.<br />14º O grão, em Março, nem na terra nem no saco.<br />15º Março amoroso faz o ano formoso.<br />16º Março duvidoso, S. João farinhoso.<br />17º Sem vinho nem pão o amor é vão.<br />18º Se o teu amor for doce, não o comas todo.<br />19º Amizade é como o vinho: quanto mais velha, melhor.<br />20º A verdadeira amizade dura uma eternidade.<br />21º A amizade de duas mulheres é, sempre, a conspiração contra uma terceira.<br />22º A amizade que acaba, não foi verdadeira.<br />23º Que a tua alimentação seja o teu melhor remédio. <br />24º Água sem água não limpa nem lava.<br />25º Neve na lama, chuva na cama.<br />26º Senhor das Candeias a rir está o Inverno para vir.<br />27º Zangam-se as comadres, descobrem-se as verdades.<br />28º Do trabalho e da experiência aprendeu o Homem a ciência.<br />29º Não há onde o filho fique bem como no colo da mãe.<br />30º Faz bem sem olhar a quem.<br />31º Água mole em pedra dura tanto bate até que fura.<br />32º Mais vale um pássaro na mão do que dois a voar.<br />33º O que não tem remédio remediado está.<br />34º Quem come e não conta, errada lhe vai a conta.<br />35º Diz o Sr. Carvalho que não troque caminho por atalho.<br />36º Quem muito dorme pouco aprende.<br />37º Obedece e saberás mandar.<br /> 38º Em Março tanto durmo quanto faço<br /> 39º De livro fechado não sai letrado.<br /> 40º Devemos viver o Presente, estudando o Passado e preparando o Futuro.<br /> 41º Chuva de Agosto apressa o mosto.<br />42º Luar de Janeiro não tem parceiro.<br /> 43º Sardinha de São João já pinga no pão.<br />44º A mentira só dura enquanto a verdade não chega.<br /> 45º Junta-te aos bons, serás como eles, Junta-te aos maus, serás piores.<br />46º Quem semeia ventos colhe tempestades.<br /> 47ºAo menino e ao borracho põe-lhe Deus a mão por baixo.<br /> 48º Filho que os pais amargura jamais conte com ventura.<br /> 49º Apanha com o cajado quem se mete onde não é chamado.<br /> 50º Não há Sábado sem sol, nem Domingo sem missa, nem Segunda sem preguiça.<br />51º Em Espanha, nem bom vento, nem bom casamento.<br />

×