Valor da divida pública portuguesa

575 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
575
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Valor da divida pública portuguesa

  1. 1. A Divida Pública PortuguesaTrabalho de: Honorato Cláudio
  2. 2.  Valor da divida pública Portuguesa As medidas da Tróica Orçamento de estado português para 2012 Bibliografia Valorda divida Pública
  3. 3. Em 2009 o estado português tinha uma divida de 39.133.457€,mas o valor da divida não ficou por ai, em 2010 o valor aumentoupara 52.132.112€ e este ano prevê-se que no final de agosto adivida estará no valor de 168.888.465.868,40€. Até ao final do 1ºsemestre do ano a dívida acumulada disparou quase 21% mas,desde então, tem descido. Pode ser um bom indício, juntando àsmedidas que têm sido tomadas para diminuir a despesa doEstado. As 34 medidas daTróica
  4. 4. Acordo abre porta a subida dos bilhetes dos comboios. - No sector ferroviário, o memorando de entendimento salienta a necessidade de "assegurar a total independência da operadora ferroviária CP do Estado", sem especificar se esta operação pode ser feita através de uma privatização.Equipas especiais de juízes param processos fiscais acima de um milhãode euros.Tabaco e automóveis com mais impostos. - O Executivo vai ter de aumentar o imposto sobre Veículos e rever o imposto, no que toca a isenções. Será o caso, por exemplo, de reduções de taxas aplicadas a deficientes.Empresas vão poder pagar menos por horas extraordinárias.Acordo impõe aumento da concorrência nas telecomunicações.Corte na despesa com Saúde chega a 550 milhões de euros.Bancos de horas negociados directamente com trabalhadores.
  5. 5. "Falsos" trabalhadores independentes passam a ter apoio nodesemprego.Subsídio de desemprego passa a ser declarado no IRS.‘Troika exige cortes na ADSE.Despedimento individual por justa causa vai ser ajustado.‘Golden shares do Estado são para eliminar até Julho.Taxas moderadoras aumentam e atingem mais portugueses.‘Troika quer incentivar arrendamento.Portugal tem mais tempo para cortar défice mas não evita dois anos derecessão.Novo aeroporto sem fundos públicos e TGV Lisboa-Porto suspenso.‘Troika quer aumentar IVA na factura da electricidade.Menos oito mil funcionários públicos por ano. - O objectivo destas medidas, segundo revela o documento, será aumentar a eficácia e reduzir o tamanho da administração pública em todos os níveis do Estado.
  6. 6. Patrões descontam menos para a segurança social.Proprietários de casa serão penalizados com mais IMI.Mais cortes na Transtejo e no Metro de Lisboa colocam serviços emrisco.BPN será vendido até Julho e não tem preço mínimo.Governo tem 12 mil milhões para injectar nos bancos.Desempregados só vão ter subsídio durante 18 meses.TAP, EDP e REN para privatizar na totalidadeeste ano.Redução de pessoal no Estado é para continuar.Pensões acima de 1.500 euros vão ser cortadas.Acordo não prevê redução de salários nem corte nos subsídios de férias eNatal.Troika cobre 100% das necessidades de financiamento em 2011.Objectivo do défice para 2011 fixado em 5,9%.CGD deve aumentar capital com recursos próprios.‘Troika quer definir critérios específicos para extensão de portarias.
  7. 7. Eliminação de serviços gera poupança de 500 milhões. Empresas do Estado têm que poupar 515 milhões de euros. Orçamento deestado portuguêspara 2012A despesa do subsector Estado apresenta uma diminuição de 24,9%, face a 2011 emvirtude do impacto das medidas de contenção orçamental previstas para 2012, bemcomo da assunção, no ano de 2011, de encargos com a realização do inquérito Censos2011 por parte do INE e com a estrutura organizativa das Comemorações doCentenário da República, extinta a 31 de agosto 2011 nos termos do nº 2 do art.º 7º doDecreto-Lei n.º 17/2008, de 29 de Janeiro. Em 2012, a despesa total consolidadaaumenta 582 M€ face a 2011, na sequência da alteração da composição do universo deserviços que integram a Presidência do Conselho de Ministros. A inclusão das EPR noperímetro das Administrações Públicas, justifica cerca de 59% do valor orçamentadopara 2012, nomeadamente: o Teatro Nacional S. João, EPE, a OPART - Organismo deProdução Artística, EPE e a Rádio e Televisão de Portugal, SA. Bibliografia
  8. 8. http://economico.sapo.pt/noticias/conheca-as-34-medidas-da-troika-que-vao-mudar-a-sua-vida_117265.htmlhttp://www1.ionline.pt/conteudo/121049-ajuda-externa-acordo-abre-porta-subida-dos-bilhetes-dos-comboios~http://dividapublicaportuguesa.blogspot.com/http://www.portugal.gov.pt/pt/GC19/Documentos/MF/Rel_OE2012.pdf

×