Professor João Luís
3º ano
“Liberdade é uma palavra que o sonho
humano alimenta, não há ninguém que
explique e ninguém que não entenda”
 O conceito de liberdade inclui:
 Quem somos;
 Onde estamos inseridos;
 O que somos capazes de fazer.
 Quais são os f...
 A filosofia define:
“livre é a pessoa dona de sua vida,
que pode tornar suas decisões
e agir por conta própria”.
 Quand...
“Não faça com os outros
o que não quer que faça com você”
Kant
“A liberdade exigida no exercício
da nossa liberdade,
pode nos desencorajar a exercê-la”.
 Liberdade é liberdade para esc...
 Filósofo, escritor e crítico francês;
 Representante do existencialismo;
 Acreditava que os intelectuais
tem que desem...
 Ele defendia o existencialismo ateu.
 Não há mais a dependência de um sujeito com relação
a um plano divino.
 Deus não...
 Para Sartre, nossas escolhas são direcionadas por
aquilo que nos aparenta ser o bem;
 O homem é um ser que "projeta tor...
 Este é o seu fundamento:
“... tudo é permitido se Deus não existe, fica o homem,
por conseguinte, abandonado, já que não...
 Sartre propôs e defendeu a soberania da subjetividade
humana, que permite ao homem escolher a cada passo
o seu caminho.
...
 “Assim, não temos nem atrás de nós, nem diante de
nós, no domínio luminoso dos valores justificações ou
desculpas (…) o ...
 Limitação da liberdade
 A liberdade dá ao homem o poder de escolha, mas está
sujeita às limitações do próprio homem.
 ...
 “O homem é o princípio e o pai de seus atos, assim
como de seus filhos”
(ARISTÓTELES Apud ABBGNANO, 1981, p. 232).
 Ari...
 A liberdade está interligada à busca da felicidade
plena.
 Livre é aquele que tem o princípio de agir ou não.
 Aristóteles defende também que, da mesma forma que
uma boa ação depende de nós, também na mesma
proporção de escolha dep...
 É uma escola de filosofia helenística fundada
em Atenas por Zenão de Cítio no início do século III a.C.
 Homem sábio ob...
 Liberdade para Espinosa:
 Foi excomungado pela sociedade judaica holandesa e
adotou nome de Benito Espinosa;
 Segundo ...
 A liberdade:
 Ilusória : incapazes de entender porque queremos ou
desejamos algo;
 Entendimento do motivo que levam as...
 I – a consciência:somos resultados das forças externas;
 II – razão: somos capazes de conhecer o que vem de
fora;
 III...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Slides da aula de Filosofia (João Luís) sobre A Liberdade Filosófica

1.896 visualizações

Publicada em

Slides da aula de Filosofia (João Luís) sobre A Liberdade Filosófica

Publicada em: Educação
1 comentário
15 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.896
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
63
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
1
Gostaram
15
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Slides da aula de Filosofia (João Luís) sobre A Liberdade Filosófica

  1. 1. Professor João Luís 3º ano
  2. 2. “Liberdade é uma palavra que o sonho humano alimenta, não há ninguém que explique e ninguém que não entenda”
  3. 3.  O conceito de liberdade inclui:  Quem somos;  Onde estamos inseridos;  O que somos capazes de fazer.  Quais são os fatores que nos limitam?
  4. 4.  A filosofia define: “livre é a pessoa dona de sua vida, que pode tornar suas decisões e agir por conta própria”.  Quando negamos isso damos a outra pessoa o direito de decidi por nós.
  5. 5. “Não faça com os outros o que não quer que faça com você” Kant
  6. 6. “A liberdade exigida no exercício da nossa liberdade, pode nos desencorajar a exercê-la”.  Liberdade é liberdade para escolher.
  7. 7.  Filósofo, escritor e crítico francês;  Representante do existencialismo;  Acreditava que os intelectuais tem que desempenhar um papel ativo na sociedade.  Afirmava que a liberdade é uma escolha incondicional do homem.
  8. 8.  Ele defendia o existencialismo ateu.  Não há mais a dependência de um sujeito com relação a um plano divino.  Deus não existe para Sartre.
  9. 9.  Para Sartre, nossas escolhas são direcionadas por aquilo que nos aparenta ser o bem;  O homem é um ser que "projeta tornar-se Deus".  Somos o que queremos ser, o que escolhemos ser; e sempre poderemos mudar o que somos.
  10. 10.  Este é o seu fundamento: “... tudo é permitido se Deus não existe, fica o homem, por conseguinte, abandonado, já que não encontra em si, nem fora de si, uma possibilidade a que se apegue. Antes de mais nada, não há desculpas para ele.” (Sartre, J. P. O existencialismo é um humanismo. Lisboa, Presença, s/d, p. 226)
  11. 11.  Sartre propôs e defendeu a soberania da subjetividade humana, que permite ao homem escolher a cada passo o seu caminho.  O indivíduo é livre. Ele não apenas tem liberdade, mas é liberdade.
  12. 12.  “Assim, não temos nem atrás de nós, nem diante de nós, no domínio luminoso dos valores justificações ou desculpas (…) o homem está condenado a ser livre. Condenado, porque não criou a si próprio; e no entanto livre, porque uma vez lançado ao mundo é responsável por tudo quanto fizer…”  (J.-P. Sartre. O Existencialismo é um humanismo. Lisboa, Presença, s/d, p. 226)
  13. 13.  Limitação da liberdade  A liberdade dá ao homem o poder de escolha, mas está sujeita às limitações do próprio homem.  Esta autonomia de escolha é limitada pelas capacidades físicas do ser.  Para Sartre, porém, estas limitações não diminuem a liberdade, pelo contrário, são elas que tornam essa liberdade possível, porque determinam nossas possibilidades de escolha, e impõem, na verdade, uma liberdade de eleição da qual não podemos escapar.
  14. 14.  “O homem é o princípio e o pai de seus atos, assim como de seus filhos” (ARISTÓTELES Apud ABBGNANO, 1981, p. 232).  Aristóteles afirma a necessidade de responsabilidade para uma ação ser moralmente válida.
  15. 15.  A liberdade está interligada à busca da felicidade plena.  Livre é aquele que tem o princípio de agir ou não.
  16. 16.  Aristóteles defende também que, da mesma forma que uma boa ação depende de nós, também na mesma proporção de escolha dependerá de nós não realizar uma má ação.  Considerou que se o homem conhecer o bem deve atuar de acordo com ele, visto que predominará sempre o ato livre por parte do homem a favor do bem.
  17. 17.  É uma escola de filosofia helenística fundada em Atenas por Zenão de Cítio no início do século III a.C.  Homem sábio obedece à lei natural, reconhecendo-se como uma peça na grande ordem e propósito do universo.  O estoicismo ensina o desenvolvimento do autocontrole e da firmeza como um meio de superar emoções destrutivas.  Os estoicos acreditavam que o conhecimento pode ser atingido através do uso da razão.
  18. 18.  Liberdade para Espinosa:  Foi excomungado pela sociedade judaica holandesa e adotou nome de Benito Espinosa;  Segundo ele, as coisas que contribuem para o bem comum da sociedade e fazem com que os homens vivam em harmonia são úteis.  A humanidade só pode ser feliz aceitando que o nosso destino é nosso, que nossa alegria e tristeza depende de nós mesmos.
  19. 19.  A liberdade:  Ilusória : incapazes de entender porque queremos ou desejamos algo;  Entendimento do motivo que levam as coisas a serem como são;  A busca do conhecimento sobre nós mesmos nos aproxima de Deus;  Só a liberdade se sua vida for produzida por você mesmo.
  20. 20.  I – a consciência:somos resultados das forças externas;  II – razão: somos capazes de conhecer o que vem de fora;  III – Intuição: somos capazes de produzir o novo.

×