O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

Osteoartrite

4.151 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
  • If you are looking for customer-oriented academic and research paper writing service try ⇒⇒⇒ WRITE-MY-PAPER.net ⇐⇐⇐ liked them A LOTTT Really nice solutions for the last-day papers
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui

Osteoartrite

  1. 1. Grupo: Daniel Bruno Heldery Soares Junio Alves Lara Tomaz Maria Isabel Raiff SimplícioShannaly Smille
  2. 2. É uma desordem das articulações diartrodiais caracterizada clinicamente por dor e limitações funcionais, radiograficamente por osteófitos e estreitamento do espaço articular e histopatologicamente por perda da integridade cartilaginosa e de hipertrofia do osso subcondral com processo inflamatório mínimo.
  3. 3. é a forma de artrite mais comum no mundo; atinge mais a população idosa e pessoas com sobrepeso; é causada por fatores mecânicos locais; possíveis deficiências nutricionais; Recentemente, a hipercolesterolemia e o diabetes.
  4. 4.  Modificação ou diminuição de alguns constituintes proteicos; Proliferação das células da cartilagem; liberação de enzimas.
  5. 5.  Inflamação local; Erosões na superfície articular da cartilagem; Proliferação óssea; Articulação apresenta hipertrofia, aumento de volume e talvez calor local.
  6. 6. A cartilagem articular é o principal alvo das alterações degenerativas da osteoartrite.• Funções da cartilagem Diminui o atrito (lubricina); Absorve os choques;
  7. 7.  Oscondrócitos têm a função de produzir e manter a matriz, enquanto a arquitetura e a composição desta têm influência direta sobre a função dos condrócitos; Sintetizamo Cólageno tipo II e os Proteoglicanos;
  8. 8. O envelhecimento; Efeitos mecânicos;
  9. 9.  Osteoartrite em articulações que recebem carga Defeitos posturais como pernas arqueadas ou pernas em x Defeitos nos pés (joanete) Hiperelasticidade articular Doenças metabólicas como diabete e hipotireoidismo
  10. 10.  Limitações e instabilidade ao movimento; Aumento do volume articular; Crepitações ao movimento;
  11. 11.  Sinais inflamatórios; Dor Deformidades
  12. 12.  Rigidez matinal Limitação Atrofia muscular;
  13. 13. Principais Fatores• Deficiência nutricional• Obesidade
  14. 14.  Condroitina e glucosamina Vitaminas D, D3, Vitamina B9 (ácido fólico) e B12 (cobalamina), vitaminas C e E Ômega 3
  15. 15. PROGRAMAS EDUCATIVOS• Esclarecimento sobre a doença: salientar que a doença não é sinônima de envelhecimento e está relacionada com a capacidade funcional, sendo que a intervenção terapêutica trará considerável melhora de qualidade de vida.• Motivar e envolver o paciente no seu tratamento, pois o paciente é um agente ativo no seu programa de reabilitação.• A prática de atividades esportivas deve ser estimulada, porém, sob orientação de um profissional habilitado.• Orientação para cuidados com relação ao uso de rampas e escadas.• Orientação com relação à ergonomia do trabalho doméstico e/ou profissional.
  16. 16. EXERCÍCIOS TERAPÊUTICOS COM ORIENTAÇÃO (PRESCRIÇÃO INDIVIDUALIZADA PELA FISIOTERAPIA)• Fortalecimento – Ganho de massa muscular. O fortalecimento do músculo quadríceps deve ser feito nas artrites do joelho.• Aeróbio – Condicionamento físico (natação, hidroginástica, dança e Caminhadas)• Alongamento – Flexibilidade, como parte da cinesioterapia.• Órteses e equipamentos de auxílio à marcha também podem ser indicados quando há necessidade de melhorar, auxiliar ou substituir uma função.• Estabilização medial da patela, através de goteiras elásticas, é efetiva no tratamento da sintomatologia dolorosa da osteoartrite fêmuro-patelar.• Palmilhas anti-varo, associadas à estabilização de tornozelo, são eficientes na melhora da dor e função na osteoartrite do compartimento medial do joelho.• Agentes físicos – Termoterapia Eletroterapia analgésica (TENS) Ultrassom
  17. 17.  Analgésicos e Anti-inflamatórios  Paracetamol  Inibidores Específicos Agentes Tópicos  Capsaicina  Anti-inflamatório não hormonal tópico Drogas Sintomáticas de Ação duradoura  Sulfato de glucosamina  cloroquina

×