SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 11
TEXTO DRAMÁTICO
ESTRUTURA
O texto dramático é um texto que foi escrito para ser

representado. O seu autor, o dramaturgo, escreve para que
os atores dêem vida ás personagens por ele inventadas e
possam passar a sua mensagem.
A pessoa que monta o espetáculo chama-se encenador.
Cada encenador dá a sua interpretação pessoal à história,
portanto podem existir quatro versões de teatro diferentes da
mesma história.
CONSTITUIÇÃO
O texto dramático é constituído por:
 TEXTO PRINCIPAL – composto pelas falas dos atores
que são dirigidas aos espetadores.

 TEXTO SECUNDÁRIO ( DIDASCÁLIAS) – destina-se ao
ator, ao encenador e ao leitor.
TEXTO PRINCIPAL
O texto principal é lido pelos atores e é destinado a todos ou
a apenas um espetador.
TEXTO SECUNDÁRIO
 Listagem inicial das personagens
 Indicação sobre o nome das personagens e o início de cada fala
 Informações sobre a peça (Divisão em atos, mudança de tempo

e de cenário, indicação das falas das personagens)
 Indicações sobre o cenário e o guarda roupa das personagens
 Indicações sobre as mudanças de lugar, atitude, tom de voz…
C LASSIFIC AÇÃO DE PERSONAGENS
 Planas ou personagens-tipo – Representam um grupo
social, profissional ou psicológico. Não mudam o seu
comportamento ao longo da ação.

 Modeladas ou redondas – evoluem ao longo da ação e
podem surpreender os espetadores com as suas atitudes.
IMPORTÂNCIA NA AÇÃO
 Protagonista ou personagem principal – É a estrela da
peça.
 Personagens secundárias – Ajudam no desenrolar da

história.
 Figurantes – não participam diretamente na ação.
TIPOS DE CARACTERIZAÇÃO
 Direta – a partir de elementos presentes nas didascálias,
da descrição de aspetos físicos e psicológicos, das palavras
das outras personagens, das palavras da personagem a

propósito de si própria.
 Indireta – a partir das atitudes, comportamentos e gestos
que levam o espetador a tirar as suas próprias conclusões
sobre as características das personagens.
ESPAÇO
O espaço cénico é caracterizado nas didascálias, onde
surgem indicações sobre pormenores do cenário, efeitos de
luz e som.
DISCURSO DRAMÁTICO
 Monólogo - uma personagem, falando sozinha, expõe ao
público os seus pensamentos e sentimentos.
 Diálogo – fala entre duas ou mais personagens.

 Aparte – comentário de uma personagem destinado aos
espetadores, sendo suposto não ser ouvido pelo seu
interlocutor em palco.
FIM

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Categorias do texto dramático
Categorias do texto dramáticoCategorias do texto dramático
Categorias do texto dramáticoanarsantos8
 
Categorias da narrativa
Categorias da narrativaCategorias da narrativa
Categorias da narrativaLuis Martins
 
Características do texto dramático
Características do texto dramáticoCaracterísticas do texto dramático
Características do texto dramáticoVanda Marques
 
Analise de poemas
Analise de poemasAnalise de poemas
Analise de poemasPaula CAA
 
1.conto, características
1.conto, características1.conto, características
1.conto, característicasHelena Coutinho
 
Gênero dramático
Gênero dramáticoGênero dramático
Gênero dramáticoGlauco Souza
 
1ª série Ensino Médio - POSITIVO - Literatura - Unidade 1
1ª série Ensino Médio - POSITIVO - Literatura - Unidade 1 1ª série Ensino Médio - POSITIVO - Literatura - Unidade 1
1ª série Ensino Médio - POSITIVO - Literatura - Unidade 1 Faell Vasconcelos
 
Categorias da narrativa
Categorias da narrativaCategorias da narrativa
Categorias da narrativaVanda Marques
 
Guião: Como fazer uma apresentação oral
Guião: Como fazer uma apresentação oralGuião: Como fazer uma apresentação oral
Guião: Como fazer uma apresentação oralbedjoaoii
 
Orações coordenadas e subordinadas esquema
Orações coordenadas e subordinadas   esquemaOrações coordenadas e subordinadas   esquema
Orações coordenadas e subordinadas esquemaPaulo Portelada
 
Texto narrativo
Texto narrativoTexto narrativo
Texto narrativoA. Simoes
 
Auto da barca do inferno
Auto da barca do infernoAuto da barca do inferno
Auto da barca do infernoMaria Rodrigues
 

Mais procurados (20)

Categorias do texto dramático
Categorias do texto dramáticoCategorias do texto dramático
Categorias do texto dramático
 
O texto teatral
O texto teatralO texto teatral
O texto teatral
 
Intertextualidade
IntertextualidadeIntertextualidade
Intertextualidade
 
Categorias da narrativa
Categorias da narrativaCategorias da narrativa
Categorias da narrativa
 
Características do texto dramático
Características do texto dramáticoCaracterísticas do texto dramático
Características do texto dramático
 
Trovadorismo I
Trovadorismo ITrovadorismo I
Trovadorismo I
 
Analise de poemas
Analise de poemasAnalise de poemas
Analise de poemas
 
Texto narrativo
Texto narrativoTexto narrativo
Texto narrativo
 
1.conto, características
1.conto, características1.conto, características
1.conto, características
 
Gênero dramático
Gênero dramáticoGênero dramático
Gênero dramático
 
1ª série Ensino Médio - POSITIVO - Literatura - Unidade 1
1ª série Ensino Médio - POSITIVO - Literatura - Unidade 1 1ª série Ensino Médio - POSITIVO - Literatura - Unidade 1
1ª série Ensino Médio - POSITIVO - Literatura - Unidade 1
 
O Diario
O DiarioO Diario
O Diario
 
Categorias da narrativa
Categorias da narrativaCategorias da narrativa
Categorias da narrativa
 
Guião: Como fazer uma apresentação oral
Guião: Como fazer uma apresentação oralGuião: Como fazer uma apresentação oral
Guião: Como fazer uma apresentação oral
 
Orações coordenadas e subordinadas esquema
Orações coordenadas e subordinadas   esquemaOrações coordenadas e subordinadas   esquema
Orações coordenadas e subordinadas esquema
 
Texto narrativo
Texto narrativoTexto narrativo
Texto narrativo
 
Subclasses de verbos
Subclasses de verbosSubclasses de verbos
Subclasses de verbos
 
Auto da barca do inferno
Auto da barca do infernoAuto da barca do inferno
Auto da barca do inferno
 
Fábulas
FábulasFábulas
Fábulas
 
Texto poético
Texto poéticoTexto poético
Texto poético
 

Destaque

Características do texto dramático
Características do texto dramáticoCaracterísticas do texto dramático
Características do texto dramáticoErnesto Ananias
 
Diferenças entre texto dramático e texto narrativo
Diferenças entre texto dramático e texto narrativoDiferenças entre texto dramático e texto narrativo
Diferenças entre texto dramático e texto narrativosuzanamar
 
A formação de palavras - derivação
A formação de palavras - derivaçãoA formação de palavras - derivação
A formação de palavras - derivaçãosuzanamar
 
Pesquisa Teatral III Ciclo
Pesquisa Teatral III Ciclo Pesquisa Teatral III Ciclo
Pesquisa Teatral III Ciclo neusarocha
 
Gelatinógrafo
GelatinógrafoGelatinógrafo
Gelatinógrafoangulus
 
Texto dramático
Texto dramáticoTexto dramático
Texto dramáticoA. Simoes
 
Texto dramático ditado ou composição 25 de abril
Texto dramático ditado ou composição 25 de abrilTexto dramático ditado ou composição 25 de abril
Texto dramático ditado ou composição 25 de abrilangulus
 
Literatura oral e tradicional
Literatura oral e tradicionalLiteratura oral e tradicional
Literatura oral e tradicionalCélia Gonçalves
 
Texto Dramatico Ficha Inf
Texto Dramatico Ficha InfTexto Dramatico Ficha Inf
Texto Dramatico Ficha InfFernanda Soares
 
Genero dramático powerpoint
Genero dramático powerpointGenero dramático powerpoint
Genero dramático powerpointoreo12345
 
Ficha de revisão - a classe do nome
Ficha de revisão - a classe do nomeFicha de revisão - a classe do nome
Ficha de revisão - a classe do nomesuzanamar
 

Destaque (20)

Características do texto dramático
Características do texto dramáticoCaracterísticas do texto dramático
Características do texto dramático
 
Texto dramático
Texto dramáticoTexto dramático
Texto dramático
 
Diferenças entre texto dramático e texto narrativo
Diferenças entre texto dramático e texto narrativoDiferenças entre texto dramático e texto narrativo
Diferenças entre texto dramático e texto narrativo
 
A formação de palavras - derivação
A formação de palavras - derivaçãoA formação de palavras - derivação
A formação de palavras - derivação
 
Pesquisa Teatral III Ciclo
Pesquisa Teatral III Ciclo Pesquisa Teatral III Ciclo
Pesquisa Teatral III Ciclo
 
Poesia lirica
Poesia liricaPoesia lirica
Poesia lirica
 
Gelatinógrafo
GelatinógrafoGelatinógrafo
Gelatinógrafo
 
O texto dramático
O texto dramáticoO texto dramático
O texto dramático
 
O gênero lírico
O gênero líricoO gênero lírico
O gênero lírico
 
Poesia lírica
Poesia líricaPoesia lírica
Poesia lírica
 
Gênero Lírico
Gênero LíricoGênero Lírico
Gênero Lírico
 
Texto dramático
Texto dramáticoTexto dramático
Texto dramático
 
Poesia lírica
Poesia líricaPoesia lírica
Poesia lírica
 
Texto Dramático
Texto DramáticoTexto Dramático
Texto Dramático
 
Texto dramático ditado ou composição 25 de abril
Texto dramático ditado ou composição 25 de abrilTexto dramático ditado ou composição 25 de abril
Texto dramático ditado ou composição 25 de abril
 
Literatura oral e tradicional
Literatura oral e tradicionalLiteratura oral e tradicional
Literatura oral e tradicional
 
Texto Dramatico Ficha Inf
Texto Dramatico Ficha InfTexto Dramatico Ficha Inf
Texto Dramatico Ficha Inf
 
Portugues recursos de estilo
Portugues  recursos de estiloPortugues  recursos de estilo
Portugues recursos de estilo
 
Genero dramático powerpoint
Genero dramático powerpointGenero dramático powerpoint
Genero dramático powerpoint
 
Ficha de revisão - a classe do nome
Ficha de revisão - a classe do nomeFicha de revisão - a classe do nome
Ficha de revisão - a classe do nome
 

Semelhante a Estrutura e constituição do texto dramático

AS CARACTERÍSTICAS DO TEXTO DRAMÁTICO.pptx
AS CARACTERÍSTICAS DO TEXTO DRAMÁTICO.pptxAS CARACTERÍSTICAS DO TEXTO DRAMÁTICO.pptx
AS CARACTERÍSTICAS DO TEXTO DRAMÁTICO.pptxcarlaoutil
 
Texto dramatico caracteristicas
Texto dramatico caracteristicasTexto dramatico caracteristicas
Texto dramatico caracteristicas3634
 
LP: Glossário Teatro
LP: Glossário TeatroLP: Glossário Teatro
LP: Glossário Teatro7F
 
2208como_escrever_uma_peca_de_teatro.pdf
2208como_escrever_uma_peca_de_teatro.pdf2208como_escrever_uma_peca_de_teatro.pdf
2208como_escrever_uma_peca_de_teatro.pdfNaiaraJohn2
 
Apontamentos do texto dramatico
Apontamentos do texto dramaticoApontamentos do texto dramatico
Apontamentos do texto dramaticomariananunes1998
 
Texto dramático, Falar verdade a Mentir
Texto dramático, Falar verdade a MentirTexto dramático, Falar verdade a Mentir
Texto dramático, Falar verdade a MentirLurdes Augusto
 
Ação de formação do livro ao palco
Ação de formação do livro ao palcoAção de formação do livro ao palco
Ação de formação do livro ao palcoanaritamor
 
Estruturatextoteatral
EstruturatextoteatralEstruturatextoteatral
EstruturatextoteatralCarla Souto
 
Básico do Teatro
Básico do TeatroBásico do Teatro
Básico do TeatroAndinhogr
 
_caractersticas_do_texto_dramtico
  _caractersticas_do_texto_dramtico  _caractersticas_do_texto_dramtico
_caractersticas_do_texto_dramticoTeresa Oliveira
 
caractersticas_do_texto_dramatico
 caractersticas_do_texto_dramatico caractersticas_do_texto_dramatico
caractersticas_do_texto_dramaticowerweruiuiuiui
 
Gêneros literários - 1º Ano do Ensino Médio
Gêneros literários - 1º Ano do Ensino MédioGêneros literários - 1º Ano do Ensino Médio
Gêneros literários - 1º Ano do Ensino MédioElaine Chiullo
 
Conteúdo 3 elementos da linguagem cênica
Conteúdo 3   elementos da linguagem cênicaConteúdo 3   elementos da linguagem cênica
Conteúdo 3 elementos da linguagem cênicaSilvana Chaves
 

Semelhante a Estrutura e constituição do texto dramático (20)

AS CARACTERÍSTICAS DO TEXTO DRAMÁTICO.pptx
AS CARACTERÍSTICAS DO TEXTO DRAMÁTICO.pptxAS CARACTERÍSTICAS DO TEXTO DRAMÁTICO.pptx
AS CARACTERÍSTICAS DO TEXTO DRAMÁTICO.pptx
 
Texto dramatico caracteristicas
Texto dramatico caracteristicasTexto dramatico caracteristicas
Texto dramatico caracteristicas
 
LP: Glossário Teatro
LP: Glossário TeatroLP: Glossário Teatro
LP: Glossário Teatro
 
2208como_escrever_uma_peca_de_teatro.pdf
2208como_escrever_uma_peca_de_teatro.pdf2208como_escrever_uma_peca_de_teatro.pdf
2208como_escrever_uma_peca_de_teatro.pdf
 
O texto dramático
O texto dramáticoO texto dramático
O texto dramático
 
Texto teatral 2
Texto teatral 2Texto teatral 2
Texto teatral 2
 
Apontamentos do texto dramatico
Apontamentos do texto dramaticoApontamentos do texto dramatico
Apontamentos do texto dramatico
 
Texto dramático, Falar verdade a Mentir
Texto dramático, Falar verdade a MentirTexto dramático, Falar verdade a Mentir
Texto dramático, Falar verdade a Mentir
 
Ação de formação do livro ao palco
Ação de formação do livro ao palcoAção de formação do livro ao palco
Ação de formação do livro ao palco
 
588807 (2).pptx
588807 (2).pptx588807 (2).pptx
588807 (2).pptx
 
Estruturatextoteatral
EstruturatextoteatralEstruturatextoteatral
Estruturatextoteatral
 
Básico do Teatro
Básico do TeatroBásico do Teatro
Básico do Teatro
 
O texto teatral
O texto teatralO texto teatral
O texto teatral
 
_caractersticas_do_texto_dramtico
  _caractersticas_do_texto_dramtico  _caractersticas_do_texto_dramtico
_caractersticas_do_texto_dramtico
 
caractersticas_do_texto_dramatico
 caractersticas_do_texto_dramatico caractersticas_do_texto_dramatico
caractersticas_do_texto_dramatico
 
Gêneros literários - 1º Ano do Ensino Médio
Gêneros literários - 1º Ano do Ensino MédioGêneros literários - 1º Ano do Ensino Médio
Gêneros literários - 1º Ano do Ensino Médio
 
Conteúdo 3 elementos da linguagem cênica
Conteúdo 3   elementos da linguagem cênicaConteúdo 3   elementos da linguagem cênica
Conteúdo 3 elementos da linguagem cênica
 
Texto dramático
Texto dramáticoTexto dramático
Texto dramático
 
Categorias da narrativa
Categorias da narrativaCategorias da narrativa
Categorias da narrativa
 
Entretecendo fios entre fala e escrita
Entretecendo fios entre fala e escritaEntretecendo fios entre fala e escrita
Entretecendo fios entre fala e escrita
 

Mais de trizfernandes

Tsunami: CHERUB - Robert Muchamore
Tsunami: CHERUB - Robert MuchamoreTsunami: CHERUB - Robert Muchamore
Tsunami: CHERUB - Robert Muchamoretrizfernandes
 
Teoria da Tectónica de Placas
Teoria da Tectónica de PlacasTeoria da Tectónica de Placas
Teoria da Tectónica de Placastrizfernandes
 
Dinâmica Interna da Terra
Dinâmica Interna da TerraDinâmica Interna da Terra
Dinâmica Interna da Terratrizfernandes
 
Sistema excretor - Eliminação de produtos resultantes da atividade celular
Sistema excretor - Eliminação de produtos resultantes da atividade celularSistema excretor - Eliminação de produtos resultantes da atividade celular
Sistema excretor - Eliminação de produtos resultantes da atividade celulartrizfernandes
 
Constituição de uma notícia
Constituição de uma notíciaConstituição de uma notícia
Constituição de uma notíciatrizfernandes
 
Alimentação das plantas
Alimentação das plantasAlimentação das plantas
Alimentação das plantastrizfernandes
 
Revolução Republicana
Revolução RepublicanaRevolução Republicana
Revolução Republicanatrizfernandes
 

Mais de trizfernandes (7)

Tsunami: CHERUB - Robert Muchamore
Tsunami: CHERUB - Robert MuchamoreTsunami: CHERUB - Robert Muchamore
Tsunami: CHERUB - Robert Muchamore
 
Teoria da Tectónica de Placas
Teoria da Tectónica de PlacasTeoria da Tectónica de Placas
Teoria da Tectónica de Placas
 
Dinâmica Interna da Terra
Dinâmica Interna da TerraDinâmica Interna da Terra
Dinâmica Interna da Terra
 
Sistema excretor - Eliminação de produtos resultantes da atividade celular
Sistema excretor - Eliminação de produtos resultantes da atividade celularSistema excretor - Eliminação de produtos resultantes da atividade celular
Sistema excretor - Eliminação de produtos resultantes da atividade celular
 
Constituição de uma notícia
Constituição de uma notíciaConstituição de uma notícia
Constituição de uma notícia
 
Alimentação das plantas
Alimentação das plantasAlimentação das plantas
Alimentação das plantas
 
Revolução Republicana
Revolução RepublicanaRevolução Republicana
Revolução Republicana
 

Último

Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco LeiteReligiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leiteprofesfrancleite
 
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdfMissa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdfFbioFerreira207918
 
Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................mariagrave
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...Eró Cunha
 
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptxQuímica-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptxKeslleyAFerreira
 
Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth RochaQuando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth RochaREGIANELAURALOUREIRO1
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...LuizHenriquedeAlmeid6
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdfCarinaSofiaDiasBoteq
 
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptxSlides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...azulassessoria9
 
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptxnelsontobontrujillo
 
São Damião, missionário entre os leprosos de Molokai, Havaí.pptx
São Damião, missionário entre os leprosos de Molokai, Havaí.pptxSão Damião, missionário entre os leprosos de Molokai, Havaí.pptx
São Damião, missionário entre os leprosos de Molokai, Havaí.pptxMartin M Flynn
 
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMary Alvarenga
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilMariaHelena293800
 
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)Centro Jacques Delors
 
nocoes-basicas-de-hereditariedade 9º ano.ppt
nocoes-basicas-de-hereditariedade 9º ano.pptnocoes-basicas-de-hereditariedade 9º ano.ppt
nocoes-basicas-de-hereditariedade 9º ano.pptElifabio Sobreira Pereira
 
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)Centro Jacques Delors
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfManuais Formação
 

Último (20)

Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja
 
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco LeiteReligiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
 
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdfMissa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
 
Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
 
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptxQuímica-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
 
Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth RochaQuando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
 
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
 
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptxSlides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
 
São Damião, missionário entre os leprosos de Molokai, Havaí.pptx
São Damião, missionário entre os leprosos de Molokai, Havaí.pptxSão Damião, missionário entre os leprosos de Molokai, Havaí.pptx
São Damião, missionário entre os leprosos de Molokai, Havaí.pptx
 
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
 
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
 
nocoes-basicas-de-hereditariedade 9º ano.ppt
nocoes-basicas-de-hereditariedade 9º ano.pptnocoes-basicas-de-hereditariedade 9º ano.ppt
nocoes-basicas-de-hereditariedade 9º ano.ppt
 
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
 

Estrutura e constituição do texto dramático

  • 2. ESTRUTURA O texto dramático é um texto que foi escrito para ser representado. O seu autor, o dramaturgo, escreve para que os atores dêem vida ás personagens por ele inventadas e possam passar a sua mensagem. A pessoa que monta o espetáculo chama-se encenador. Cada encenador dá a sua interpretação pessoal à história, portanto podem existir quatro versões de teatro diferentes da mesma história.
  • 3. CONSTITUIÇÃO O texto dramático é constituído por:  TEXTO PRINCIPAL – composto pelas falas dos atores que são dirigidas aos espetadores.  TEXTO SECUNDÁRIO ( DIDASCÁLIAS) – destina-se ao ator, ao encenador e ao leitor.
  • 4. TEXTO PRINCIPAL O texto principal é lido pelos atores e é destinado a todos ou a apenas um espetador.
  • 5. TEXTO SECUNDÁRIO  Listagem inicial das personagens  Indicação sobre o nome das personagens e o início de cada fala  Informações sobre a peça (Divisão em atos, mudança de tempo e de cenário, indicação das falas das personagens)  Indicações sobre o cenário e o guarda roupa das personagens  Indicações sobre as mudanças de lugar, atitude, tom de voz…
  • 6. C LASSIFIC AÇÃO DE PERSONAGENS  Planas ou personagens-tipo – Representam um grupo social, profissional ou psicológico. Não mudam o seu comportamento ao longo da ação.  Modeladas ou redondas – evoluem ao longo da ação e podem surpreender os espetadores com as suas atitudes.
  • 7. IMPORTÂNCIA NA AÇÃO  Protagonista ou personagem principal – É a estrela da peça.  Personagens secundárias – Ajudam no desenrolar da história.  Figurantes – não participam diretamente na ação.
  • 8. TIPOS DE CARACTERIZAÇÃO  Direta – a partir de elementos presentes nas didascálias, da descrição de aspetos físicos e psicológicos, das palavras das outras personagens, das palavras da personagem a propósito de si própria.  Indireta – a partir das atitudes, comportamentos e gestos que levam o espetador a tirar as suas próprias conclusões sobre as características das personagens.
  • 9. ESPAÇO O espaço cénico é caracterizado nas didascálias, onde surgem indicações sobre pormenores do cenário, efeitos de luz e som.
  • 10. DISCURSO DRAMÁTICO  Monólogo - uma personagem, falando sozinha, expõe ao público os seus pensamentos e sentimentos.  Diálogo – fala entre duas ou mais personagens.  Aparte – comentário de uma personagem destinado aos espetadores, sendo suposto não ser ouvido pelo seu interlocutor em palco.
  • 11. FIM