SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 33
CN9
   é responsável pelo controlo de
    processos lentos, como o crescimento,
    o funcionamento dos órgãos sexuais,
    os processos metabólicos (digestão,
    excreção, ventilação pulmonar,
    circulação sanguínea e a manutenção
    da temperatura do corpo);
   dá resposta a estímulos provenientes
    do exterior;
   controla ainda o nosso humor e
    disposição.
Glândulas endócrinas
produzem hormonas que
são lançadas na corrente
sanguínea.




                           Endócrino (do grego) = éndone (dentro) + krínein (segregar)
   O sistema hormonal ou
    endócrino funciona de
    forma articulada com o
    sistema nervoso no
    controlo das funções vitais.
Hormonas

 funcionam como
 mensageiros químicos




                        Hormona (do grego) = hormôn (pôr em movimento)
Hormonas
uma vez no sangue:

 inibem ou estimulam a
  actividade de outros
  órgãos/células;

 levam outras glândulas a
  produzirem outras
  hormonas.
Hormonas

Têm a capacidade de
influenciar a atividade de
órgãos e de tecidos
(órgãos-alvo ou tecidos-
alvo)
Hormonas
   No sangue circulam várias
    hormonas
    simultaneamente;
   Cada hormona afecta
    apenas as células
    geneticamente
    programadas para
    responder ás suas ordens.
Hormonas

   Em alguns casos, as células
    alvo estão localizadas num
    determinado órgão;




   Noutros casos, as células
    alvo estão dispersas pelo
    corpo.
   Estabelece a relação entre o sistema nervoso e o
    sistema hormonal.
   Órgão importante no
    controlo:
       da temperatura corporal;
       do apetite;
       da sede;
       das emoções (como o
        medo e a raiva);
       do ciclo sexual.
   Segrega várias hormonas
    que regulam o
    funcionamento de outras
    glândulas
HORMONA DO
    CRESCIMENTO (GH)

   Determina a estatura de
    um individuo.

   Os níveis desta hormona
    são maiores nas crianças
    durante a infância e
    durante a fase de sono
    profundo.
HORMONA DO
    CRESCIMENTO (GH)

   Se uma criança tiver em
    quantidade insuficiente
    leva ao estado de nanismo
    hipofisário;

   Se a criança tiver uma
    quantidade excessiva
    desta hormona pode legar
    ao gigantismo.
HORMONA DO
    CRESCIMENTO (GH)

   Se um adulto tiver uma
    quantidade excessiva
    desta hormona pode legar
    à acromegalia.
   Regula o metabolismo
    (ritmo segundo o qual
    utilizamos o oxigénio e
    transformamos os
    alimentos em energia)
   O HIPOTIROIDISMO
    (secreção reduzida de
    tiroxina)

   Os adultos que segregam
    pouca tiroxina tendem a
    ser pouco activos e a ter
    excesso de peso.
   O HIPERTIROIDISMO
    (secreção excessiva de tiroxina)

   Provoca aumento do
    metabolismo, produzindo
    excitabilidade, excesso de
    actividade, insónias, perda de
    peso (apesar de um apetite
    voraz).
 O HIPOTIROIDISMO (“ausência” de tiroxina)
 Cretinismo deficiência mental congénita.
   Regula o nível de açúcar no
    sangue através de duas
    hormonas chamadas
    insulina e glucagon.
   A insulina reduz o nível de
    açúcar no sangue, em caso
    de excesso.

   O glucagon aumenta o
    nível de glicose no sangue.
Glucose is converted into glycogen and stored by muscle, fat and liver cells

High blood glucose
>900mg/l                                             Fat                Muscle                 Liver
                      Insulin
                      Beta cell




                                                               Normal blood glucose
                                                                    900mg/l




                      Al pha cell

Low blood glucose    Glucagon                        Fat                Muscle                 Liver

<900mg/l
                                              Glucose is released into the blood from muscle, fat and liver ce lls
   Falta de insulina provoca a
    diabetes
   Atuam no sistema nervoso
    simpático e segregam
    hormonas como
    adrenalina e corticóides
    que regulam a quantidade
    de glicose e minerais no
    sangue.
EFEITOS VISÍVEIS             EFEITOS NÃO VISÍVEIS
Pupilas dilatadas            O cérebro prepara o corpo
                             para acção
Boca seca
                             Libertação de adrenalina para
Palidez
                             luta ou fuga
Coração bate mais depressa
                             Subida da tensão arterial
Dores no peito
                             Fígado liberta glicose para
Palpitações                  fornecer energia aos músculos
Suores                       Digestão pára
Músculos tensos preparados   Esfíncteres fecham e depois
para acção                   relaxam
Respiração rápida e curta
Córtex cerebral - O simples pensamento de medo activa o lobo frontal do córtex
  cerebral, que estimula o hipotálamo




BOCA - Fica seca                                                        OLHOS - As pupilas dilatam para deixar
                                                                        entrar mais luz de forma a que possas
                                                                        identificar melhor o perigo
PULMÕES - À medida que a
respiração se torna mais rápida e
ofegante, os pulmões dilatam para
                                                                        CORAÇÃO - Bate mais rapidamente.
permitir uma maior entrada de
                                                                        Mais sangue é bombeado para os
oxigénio na corrente sanguínea
                                                                        músculos e pulmões.


FÍGADO - No fígado encontra-se o
                                                                        SUPRA-RENAIS – Os impulsos nervosos
glicogénio (reserva de energia) que é
                                                                        vindos do hipotálamo atingem as
transformado em glicose e libertada
                                                                        glândulas supra-renais que libertam a
no sangue.
                                                                        adrenalina para a corrente sanguínea.


MÚSCULOS - Os vasos sanguíneos
                                                                        Vasos sanguíneos – os superficiais
dos músculos dilatam para poderem
                                                                        contraem-se e a pessoa fica pálida; o
distribuir mais glicose e oxigénio de
                                                                        sangue concentra-se nos músculos e nos
forma a que seja libertada energia
                                                                        órgãos internos, preparando o organismo
necessária à acção.
                                                                        para uma resposta vigorosa.
Testículos - produzem a    Ovários - produzem as
hormona testosterona que   hormonas progesterona e
controla a actividade      estrogénios que controlam a
reprodutora masculina.     actividade reprodutora
                           feminina.
SISTEMA NERVOSO             SISTEMA ENDÓCRINO

   Comunica através de        Comunica através de
    impulsos eléctricos e       hormonas.
    neurotransmissores.
                               Reage lentamente,
   Reage rapidamente,          podendo demorar
    demorando 1 a 10            segundos a dias.
    microssegundos
Sistema hormonal

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Fisiologia Humana 8 - Sistema Endócrino
Fisiologia Humana 8 - Sistema EndócrinoFisiologia Humana 8 - Sistema Endócrino
Fisiologia Humana 8 - Sistema EndócrinoHerbert Santana
 
Sistema Neuro-hormonal
Sistema Neuro-hormonalSistema Neuro-hormonal
Sistema Neuro-hormonalCláudia Moura
 
Sistema Nervoso
Sistema NervosoSistema Nervoso
Sistema NervosoLuís Rita
 
Sistema reprodutor - Anatomia humana
Sistema reprodutor - Anatomia humanaSistema reprodutor - Anatomia humana
Sistema reprodutor - Anatomia humanaMarília Gomes
 
Sistema endócrino
Sistema endócrinoSistema endócrino
Sistema endócrinoemanuel
 
PPT Transporte dos animais
PPT Transporte dos animaisPPT Transporte dos animais
PPT Transporte dos animaisIsabel Henriques
 
Aula 22 sistema endócrino
Aula 22   sistema endócrinoAula 22   sistema endócrino
Aula 22 sistema endócrinoThaisPinheiro42
 
Comunicação celular
Comunicação celularComunicação celular
Comunicação celularNathalia Fuga
 
0 Sistema Linfatico Tc 0809
0 Sistema Linfatico Tc 08090 Sistema Linfatico Tc 0809
0 Sistema Linfatico Tc 0809Teresa Monteiro
 
Sistema Nervoso - Aula em Power Point
Sistema Nervoso - Aula em Power PointSistema Nervoso - Aula em Power Point
Sistema Nervoso - Aula em Power PointBio
 

Mais procurados (20)

Fisiologia Humana 8 - Sistema Endócrino
Fisiologia Humana 8 - Sistema EndócrinoFisiologia Humana 8 - Sistema Endócrino
Fisiologia Humana 8 - Sistema Endócrino
 
Sistema Digestivo
Sistema DigestivoSistema Digestivo
Sistema Digestivo
 
Sistema Neuro-hormonal
Sistema Neuro-hormonalSistema Neuro-hormonal
Sistema Neuro-hormonal
 
Sistema Nervoso
Sistema NervosoSistema Nervoso
Sistema Nervoso
 
Osmorregulação
OsmorregulaçãoOsmorregulação
Osmorregulação
 
Sistema reprodutor - Anatomia humana
Sistema reprodutor - Anatomia humanaSistema reprodutor - Anatomia humana
Sistema reprodutor - Anatomia humana
 
Neuronio
NeuronioNeuronio
Neuronio
 
Sistema circulatório
Sistema circulatórioSistema circulatório
Sistema circulatório
 
Sistema Reprodutor
Sistema ReprodutorSistema Reprodutor
Sistema Reprodutor
 
Aula sistema reprodutor
Aula sistema reprodutorAula sistema reprodutor
Aula sistema reprodutor
 
Sistema endócrino
Sistema endócrinoSistema endócrino
Sistema endócrino
 
PPT Transporte dos animais
PPT Transporte dos animaisPPT Transporte dos animais
PPT Transporte dos animais
 
Excreção
ExcreçãoExcreção
Excreção
 
Aula 22 sistema endócrino
Aula 22   sistema endócrinoAula 22   sistema endócrino
Aula 22 sistema endócrino
 
Hormônios
HormôniosHormônios
Hormônios
 
Sistema endócrino
Sistema endócrinoSistema endócrino
Sistema endócrino
 
Comunicação celular
Comunicação celularComunicação celular
Comunicação celular
 
Sistema Nervoso
Sistema NervosoSistema Nervoso
Sistema Nervoso
 
0 Sistema Linfatico Tc 0809
0 Sistema Linfatico Tc 08090 Sistema Linfatico Tc 0809
0 Sistema Linfatico Tc 0809
 
Sistema Nervoso - Aula em Power Point
Sistema Nervoso - Aula em Power PointSistema Nervoso - Aula em Power Point
Sistema Nervoso - Aula em Power Point
 

Destaque

Sistema Hormonal
Sistema HormonalSistema Hormonal
Sistema Hormonalmarco :)
 
01 Sistema Hormonal Tc 0809
01 Sistema Hormonal Tc 080901 Sistema Hormonal Tc 0809
01 Sistema Hormonal Tc 0809Teresa Monteiro
 
Sistema neuro-hormonal
Sistema neuro-hormonalSistema neuro-hormonal
Sistema neuro-hormonalCatir
 
Fisiologia sistema endócrino
Fisiologia sistema endócrinoFisiologia sistema endócrino
Fisiologia sistema endócrinoRaul Tomé
 
Aula de Patologia do Sistema Endócrino
Aula de Patologia do Sistema EndócrinoAula de Patologia do Sistema Endócrino
Aula de Patologia do Sistema EndócrinoRaimundo Tostes
 
Aula: Sistema Endócrino (Power Point)
Aula: Sistema Endócrino (Power Point)Aula: Sistema Endócrino (Power Point)
Aula: Sistema Endócrino (Power Point)Bio
 
SISTEMA ENDÓCRINO
SISTEMA ENDÓCRINOSISTEMA ENDÓCRINO
SISTEMA ENDÓCRINOMarcos Lopes
 
Sistema endócrino slides da aula
Sistema endócrino slides da aulaSistema endócrino slides da aula
Sistema endócrino slides da aulaFabiano Reis
 
Sistema nervoso
Sistema nervosoSistema nervoso
Sistema nervosoCatir
 

Destaque (14)

Sistema Hormonal
Sistema HormonalSistema Hormonal
Sistema Hormonal
 
Sistema hormonal
Sistema hormonalSistema hormonal
Sistema hormonal
 
01 Sistema Hormonal Tc 0809
01 Sistema Hormonal Tc 080901 Sistema Hormonal Tc 0809
01 Sistema Hormonal Tc 0809
 
Sistema neuro-hormonal
Sistema neuro-hormonalSistema neuro-hormonal
Sistema neuro-hormonal
 
Folheto World Kidney Day 2016
Folheto World Kidney Day 2016Folheto World Kidney Day 2016
Folheto World Kidney Day 2016
 
World Kidney Day (12-16)
World Kidney Day (12-16)World Kidney Day (12-16)
World Kidney Day (12-16)
 
World Kidney Day (6-12)
World Kidney Day (6-12)World Kidney Day (6-12)
World Kidney Day (6-12)
 
Fisiologia sistema endócrino
Fisiologia sistema endócrinoFisiologia sistema endócrino
Fisiologia sistema endócrino
 
Aula de Patologia do Sistema Endócrino
Aula de Patologia do Sistema EndócrinoAula de Patologia do Sistema Endócrino
Aula de Patologia do Sistema Endócrino
 
Sistema Endócrino
Sistema EndócrinoSistema Endócrino
Sistema Endócrino
 
Aula: Sistema Endócrino (Power Point)
Aula: Sistema Endócrino (Power Point)Aula: Sistema Endócrino (Power Point)
Aula: Sistema Endócrino (Power Point)
 
SISTEMA ENDÓCRINO
SISTEMA ENDÓCRINOSISTEMA ENDÓCRINO
SISTEMA ENDÓCRINO
 
Sistema endócrino slides da aula
Sistema endócrino slides da aulaSistema endócrino slides da aula
Sistema endócrino slides da aula
 
Sistema nervoso
Sistema nervosoSistema nervoso
Sistema nervoso
 

Semelhante a Sistema hormonal

Aula 10 endocrino
Aula 10   endocrinoAula 10   endocrino
Aula 10 endocrinoAdele Janie
 
Apostila Glândulas Endócrinas-2016
Apostila Glândulas Endócrinas-2016Apostila Glândulas Endócrinas-2016
Apostila Glândulas Endócrinas-2016arn4ldo
 
Sistema EndóCrino
Sistema EndóCrinoSistema EndóCrino
Sistema EndóCrinoguestdb5b7a
 
Aula 06 fisiologia do sistema endócrino - atualizado
Aula 06   fisiologia do sistema endócrino - atualizadoAula 06   fisiologia do sistema endócrino - atualizado
Aula 06 fisiologia do sistema endócrino - atualizadoHamilton Nobrega
 
Glândulas supra renal Endocrino
Glândulas supra renal EndocrinoGlândulas supra renal Endocrino
Glândulas supra renal EndocrinoAdele Janie
 
Sistema endócrino
Sistema endócrinoSistema endócrino
Sistema endócrinoneydersuelly
 
Sistema Endocrino
Sistema EndocrinoSistema Endocrino
Sistema EndocrinoDigux
 
AULA SISTEMA ENDOCRINO.pptx
AULA SISTEMA ENDOCRINO.pptxAULA SISTEMA ENDOCRINO.pptx
AULA SISTEMA ENDOCRINO.pptxPolianaPaiva9
 
Capítulo 08 - sistema endócrino
Capítulo 08 - sistema endócrinoCapítulo 08 - sistema endócrino
Capítulo 08 - sistema endócrinoIgor Brant
 
sistema neuro-hormonal
sistema neuro-hormonalsistema neuro-hormonal
sistema neuro-hormonalSérgio Luiz
 
AULA 11 - SISTEMA ENDÓCRINO DO CORPO HUMANO
AULA 11 - SISTEMA ENDÓCRINO DO CORPO HUMANOAULA 11 - SISTEMA ENDÓCRINO DO CORPO HUMANO
AULA 11 - SISTEMA ENDÓCRINO DO CORPO HUMANORodrigoSousa736857
 

Semelhante a Sistema hormonal (20)

Aula 10 endocrino
Aula 10   endocrinoAula 10   endocrino
Aula 10 endocrino
 
Sistemaneurohormonal
SistemaneurohormonalSistemaneurohormonal
Sistemaneurohormonal
 
Supra renais
Supra renaisSupra renais
Supra renais
 
Apostila Glândulas Endócrinas-2016
Apostila Glândulas Endócrinas-2016Apostila Glândulas Endócrinas-2016
Apostila Glândulas Endócrinas-2016
 
Sistema EndóCrino
Sistema EndóCrinoSistema EndóCrino
Sistema EndóCrino
 
Aula 06 fisiologia do sistema endócrino - atualizado
Aula 06   fisiologia do sistema endócrino - atualizadoAula 06   fisiologia do sistema endócrino - atualizado
Aula 06 fisiologia do sistema endócrino - atualizado
 
Sistema endócrino powerpoint
Sistema endócrino powerpointSistema endócrino powerpoint
Sistema endócrino powerpoint
 
Glândulas supra renal Endocrino
Glândulas supra renal EndocrinoGlândulas supra renal Endocrino
Glândulas supra renal Endocrino
 
Sistema endócrino
Sistema endócrinoSistema endócrino
Sistema endócrino
 
O Sistema Endócrino
O Sistema EndócrinoO Sistema Endócrino
O Sistema Endócrino
 
Sistema Endocrino
Sistema EndocrinoSistema Endocrino
Sistema Endocrino
 
AULA SISTEMA ENDOCRINO.pptx
AULA SISTEMA ENDOCRINO.pptxAULA SISTEMA ENDOCRINO.pptx
AULA SISTEMA ENDOCRINO.pptx
 
Snh
SnhSnh
Snh
 
Sistema endócrino
Sistema endócrinoSistema endócrino
Sistema endócrino
 
Sistema endócrino parte 1
Sistema endócrino parte 1Sistema endócrino parte 1
Sistema endócrino parte 1
 
Capítulo 08 - sistema endócrino
Capítulo 08 - sistema endócrinoCapítulo 08 - sistema endócrino
Capítulo 08 - sistema endócrino
 
Resumo anatomia
Resumo anatomiaResumo anatomia
Resumo anatomia
 
sistema neuro-hormonal
sistema neuro-hormonalsistema neuro-hormonal
sistema neuro-hormonal
 
Sistema endócrino
Sistema endócrinoSistema endócrino
Sistema endócrino
 
AULA 11 - SISTEMA ENDÓCRINO DO CORPO HUMANO
AULA 11 - SISTEMA ENDÓCRINO DO CORPO HUMANOAULA 11 - SISTEMA ENDÓCRINO DO CORPO HUMANO
AULA 11 - SISTEMA ENDÓCRINO DO CORPO HUMANO
 

Mais de Tânia Reis

Condições da Terra que permitem a existência de vida
Condições da Terra que permitem a existência de vidaCondições da Terra que permitem a existência de vida
Condições da Terra que permitem a existência de vidaTânia Reis
 
Deriva dos continentesp
Deriva dos continentespDeriva dos continentesp
Deriva dos continentespTânia Reis
 
Condiçoes da terra p
Condiçoes da terra pCondiçoes da terra p
Condiçoes da terra pTânia Reis
 
A terra no espaço p
A terra no espaço pA terra no espaço p
A terra no espaço pTânia Reis
 
A terra no espaço
A terra no espaçoA terra no espaço
A terra no espaçoTânia Reis
 
Métodos contracetivos
Métodos contracetivosMétodos contracetivos
Métodos contracetivosTânia Reis
 
Transmissão da vida
Transmissão da vida Transmissão da vida
Transmissão da vida Tânia Reis
 
Saúde individual e comunitária
Saúde individual e comunitáriaSaúde individual e comunitária
Saúde individual e comunitáriaTânia Reis
 
Instrumentos de exploração espacial
Instrumentos de exploração espacialInstrumentos de exploração espacial
Instrumentos de exploração espacialTânia Reis
 
A terra no espaço p
A terra no espaço pA terra no espaço p
A terra no espaço pTânia Reis
 
Sistema respiratório
Sistema respiratórioSistema respiratório
Sistema respiratórioTânia Reis
 
Sistema circulatório
Sistema circulatórioSistema circulatório
Sistema circulatórioTânia Reis
 
4hereditariedade
4hereditariedade4hereditariedade
4hereditariedadeTânia Reis
 
4localização material genético
4localização material genético4localização material genético
4localização material genéticoTânia Reis
 

Mais de Tânia Reis (20)

ficha 1 moc.pdf
ficha 1 moc.pdfficha 1 moc.pdf
ficha 1 moc.pdf
 
Condições da Terra que permitem a existência de vida
Condições da Terra que permitem a existência de vidaCondições da Terra que permitem a existência de vida
Condições da Terra que permitem a existência de vida
 
Princ geologia
Princ geologiaPrinc geologia
Princ geologia
 
Etapasp
EtapaspEtapasp
Etapasp
 
Deriva dos continentesp
Deriva dos continentespDeriva dos continentesp
Deriva dos continentesp
 
Datacaop
DatacaopDatacaop
Datacaop
 
Condiçoes da terra p
Condiçoes da terra pCondiçoes da terra p
Condiçoes da terra p
 
A terra no espaço p
A terra no espaço pA terra no espaço p
A terra no espaço p
 
A terra no espaço
A terra no espaçoA terra no espaço
A terra no espaço
 
Rochas solo tr
Rochas solo trRochas solo tr
Rochas solo tr
 
Métodos contracetivos
Métodos contracetivosMétodos contracetivos
Métodos contracetivos
 
Transmissão da vida
Transmissão da vida Transmissão da vida
Transmissão da vida
 
Saúde individual e comunitária
Saúde individual e comunitáriaSaúde individual e comunitária
Saúde individual e comunitária
 
Instrumentos de exploração espacial
Instrumentos de exploração espacialInstrumentos de exploração espacial
Instrumentos de exploração espacial
 
A terra no espaço p
A terra no espaço pA terra no espaço p
A terra no espaço p
 
Sistema respiratório
Sistema respiratórioSistema respiratório
Sistema respiratório
 
Sistema circulatório
Sistema circulatórioSistema circulatório
Sistema circulatório
 
Sistema nervoso
Sistema nervosoSistema nervoso
Sistema nervoso
 
4hereditariedade
4hereditariedade4hereditariedade
4hereditariedade
 
4localização material genético
4localização material genético4localização material genético
4localização material genético
 

Sistema hormonal

  • 1. CN9
  • 2. é responsável pelo controlo de processos lentos, como o crescimento, o funcionamento dos órgãos sexuais, os processos metabólicos (digestão, excreção, ventilação pulmonar, circulação sanguínea e a manutenção da temperatura do corpo);  dá resposta a estímulos provenientes do exterior;  controla ainda o nosso humor e disposição.
  • 3. Glândulas endócrinas produzem hormonas que são lançadas na corrente sanguínea. Endócrino (do grego) = éndone (dentro) + krínein (segregar)
  • 4. O sistema hormonal ou endócrino funciona de forma articulada com o sistema nervoso no controlo das funções vitais.
  • 5.
  • 6. Hormonas funcionam como mensageiros químicos Hormona (do grego) = hormôn (pôr em movimento)
  • 7.
  • 8. Hormonas uma vez no sangue:  inibem ou estimulam a actividade de outros órgãos/células;  levam outras glândulas a produzirem outras hormonas.
  • 9. Hormonas Têm a capacidade de influenciar a atividade de órgãos e de tecidos (órgãos-alvo ou tecidos- alvo)
  • 10. Hormonas  No sangue circulam várias hormonas simultaneamente;  Cada hormona afecta apenas as células geneticamente programadas para responder ás suas ordens.
  • 11. Hormonas  Em alguns casos, as células alvo estão localizadas num determinado órgão;  Noutros casos, as células alvo estão dispersas pelo corpo.
  • 12.
  • 13.
  • 14. Estabelece a relação entre o sistema nervoso e o sistema hormonal.  Órgão importante no controlo:  da temperatura corporal;  do apetite;  da sede;  das emoções (como o medo e a raiva);  do ciclo sexual.
  • 15. Segrega várias hormonas que regulam o funcionamento de outras glândulas
  • 16. HORMONA DO CRESCIMENTO (GH)  Determina a estatura de um individuo.  Os níveis desta hormona são maiores nas crianças durante a infância e durante a fase de sono profundo.
  • 17. HORMONA DO CRESCIMENTO (GH)  Se uma criança tiver em quantidade insuficiente leva ao estado de nanismo hipofisário;  Se a criança tiver uma quantidade excessiva desta hormona pode legar ao gigantismo.
  • 18. HORMONA DO CRESCIMENTO (GH)  Se um adulto tiver uma quantidade excessiva desta hormona pode legar à acromegalia.
  • 19. Regula o metabolismo (ritmo segundo o qual utilizamos o oxigénio e transformamos os alimentos em energia)
  • 20. O HIPOTIROIDISMO (secreção reduzida de tiroxina)  Os adultos que segregam pouca tiroxina tendem a ser pouco activos e a ter excesso de peso.
  • 21. O HIPERTIROIDISMO (secreção excessiva de tiroxina)  Provoca aumento do metabolismo, produzindo excitabilidade, excesso de actividade, insónias, perda de peso (apesar de um apetite voraz).
  • 22.  O HIPOTIROIDISMO (“ausência” de tiroxina)  Cretinismo deficiência mental congénita.
  • 23. Regula o nível de açúcar no sangue através de duas hormonas chamadas insulina e glucagon.
  • 24. A insulina reduz o nível de açúcar no sangue, em caso de excesso.  O glucagon aumenta o nível de glicose no sangue.
  • 25. Glucose is converted into glycogen and stored by muscle, fat and liver cells High blood glucose >900mg/l Fat Muscle Liver Insulin Beta cell Normal blood glucose 900mg/l Al pha cell Low blood glucose Glucagon Fat Muscle Liver <900mg/l Glucose is released into the blood from muscle, fat and liver ce lls
  • 26. Falta de insulina provoca a diabetes
  • 27. Atuam no sistema nervoso simpático e segregam hormonas como adrenalina e corticóides que regulam a quantidade de glicose e minerais no sangue.
  • 28. EFEITOS VISÍVEIS EFEITOS NÃO VISÍVEIS Pupilas dilatadas O cérebro prepara o corpo para acção Boca seca Libertação de adrenalina para Palidez luta ou fuga Coração bate mais depressa Subida da tensão arterial Dores no peito Fígado liberta glicose para Palpitações fornecer energia aos músculos Suores Digestão pára Músculos tensos preparados Esfíncteres fecham e depois para acção relaxam Respiração rápida e curta
  • 29. Córtex cerebral - O simples pensamento de medo activa o lobo frontal do córtex cerebral, que estimula o hipotálamo BOCA - Fica seca OLHOS - As pupilas dilatam para deixar entrar mais luz de forma a que possas identificar melhor o perigo PULMÕES - À medida que a respiração se torna mais rápida e ofegante, os pulmões dilatam para CORAÇÃO - Bate mais rapidamente. permitir uma maior entrada de Mais sangue é bombeado para os oxigénio na corrente sanguínea músculos e pulmões. FÍGADO - No fígado encontra-se o SUPRA-RENAIS – Os impulsos nervosos glicogénio (reserva de energia) que é vindos do hipotálamo atingem as transformado em glicose e libertada glândulas supra-renais que libertam a no sangue. adrenalina para a corrente sanguínea. MÚSCULOS - Os vasos sanguíneos Vasos sanguíneos – os superficiais dos músculos dilatam para poderem contraem-se e a pessoa fica pálida; o distribuir mais glicose e oxigénio de sangue concentra-se nos músculos e nos forma a que seja libertada energia órgãos internos, preparando o organismo necessária à acção. para uma resposta vigorosa.
  • 30. Testículos - produzem a Ovários - produzem as hormona testosterona que hormonas progesterona e controla a actividade estrogénios que controlam a reprodutora masculina. actividade reprodutora feminina.
  • 31.
  • 32. SISTEMA NERVOSO SISTEMA ENDÓCRINO  Comunica através de  Comunica através de impulsos eléctricos e hormonas. neurotransmissores.  Reage lentamente,  Reage rapidamente, podendo demorar demorando 1 a 10 segundos a dias. microssegundos