ResultadosdaVisita à FábricaPetfood do GrupoPGG – Ribera D’ondara – Lérida - Espanha<br />
EQUIPA QUE VISITOU A FÁBRICA DE RIBERAD’ONDARA<br />DATAS DA VISITA: 20, 21 e 22 de Março de 2011<br />PESSOAS QUE VISITAR...
Eduardo Santos (MVV)
António Marques (MVV)
Carlos Martins* (Junta de Freguesia da Várzea de Tavares)
Filipe Pais* (Câmara Municipal de Mangualde) </li></ul>	* apenas integraram a visita acompanhada à fábrica do dia 21 de Ma...
PROJECTO PARA  A VÁRZEA DE TAVARES - LOCALIZAÇÃO<br />Várzea de Tavares, 03 de Abril de 2011                    	         ...
PROJECTO PARA  A VÁRZEA DE TAVARES - CARACTERÍSTICAS<br />INVESTIMENTO: 	25-30 milhões  de euros<br />EMPREGOS: 	90 empreg...
PROJECTO PARA  A VÁRZEA DE TAVARES - CALENDÁRIO<br /><ul><li> Dezembro de 2011 – armazém de farinhas ;
2013 – 1ª instalação de uma fábrica (categoria 3)
2015 – Duplicação da fábrica anterior (categoria 3)
2016 – Instalação de 2ª componente da fábrica (categoria 1)</li></ul>Várzea de Tavares, 03 de Abril de 2011               ...
PROJECTO PARA  A VÁRZEA DE TAVARES - INSTALAÇÕES FABRIS<br />2 INSTALAÇÕES FABRIS<br /><ul><li> INSTALAÇÃO 1
MATÉRIA PRIMA:
 subprodutos cárneos de categoria 3</li></ul>		- restos de matadouros, restos de talhos<br />   		- penas, carcaças, tripa...
PROJECTO PARA  A VÁRZEA DE TAVARES - INSTALAÇÕES FABRIS<br />2 INSTALAÇÕES FABRIS:<br /><ul><li> INSTALAÇÃO 2
INÍCIO: 2013 / 2014
MATÉRIA PRIMA:
 subprodutos cárneos de categoria 1</li></ul>		- cadáveres de animais com doenças potencialmente perigosas 			transmissíve...
PROJECTO PARA  A VÁRZEA DE TAVARES <br />ORIGEM DAS MATÉRIAS PRIMAS<br />Fonte: PGG 2011<br />Várzea de Tavares, 03 de Abr...
PROJECTO PARA  A VÁRZEA DE TAVARES<br />INSTALAÇÃO 1 – produção de farinhas e gorduras de origem animal<br />FÁBRICA SEMEL...
PROJECTO PARA  A VÁRZEA DE TAVARES – visita à PetFoodIngredients – Espanha<br />CARACTERÍSTICAS DA INSTALAÇÃO 1<br />ÁREA:...
PROJECTO PARA  A VÁRZEA DE TAVARES – visita à PetFoodIngredients – Espanha<br />PRINCIPAIS PREOCUPAÇÕES AMBIENTAIS DA INST...
PROJECTO PARA  A VÁRZEA DE TAVARES – visita à PetFoodIngredients – Espanha<br />PREOCUPAÇÕES AMBIENTAIS DA INSTALAÇÃO 1<br...
PROJECTO PARA  A VÁRZEA DE TAVARES – visita à PetFoodIngredients – Espanha<br />PREOCUPAÇÕES AMBIENTAIS DA INSTALAÇÃO 1<br...
INQUÉRITO ÀS POPULAÇÕES VIZINHAS <br />17 pessoas; 5 povoados<br />Quem cá vive, é quem sente!<br />Várzea de Tavares, 03 ...
DEFINIÇÃO DOS LOCAIS DE INQUÉRITO<br />Várzea de Tavares, 03 de Abril de 2011                    	                        ...
PERGUNTAS COLOCADAS NOS INQUÉRITOS (traduzidas)<br />Sente-se perturbado pelos cheiros da fábrica no Verão?<br />Sente-se ...
RESPOSTA DAS 17 PESSOAS ENTREVISTADAS<br />PERGUNTA 1 - Sente-se perturbado pelos cheiros da fábrica no Verão?<br />MUITO ...
RESPOSTA DAS 17 PESSOAS ENTREVISTADAS<br />PERGUNTA 2 - Sente-se perturbado pelos cheiros da fábrica no Inverno?<br />MUIT...
RESPOSTA DAS 17 PESSOAS ENTREVISTADAS<br />PERGUNTA 3 - Sente-se perturbado pelo ruído da fábrica?<br />MUITO PERTURBADO -...
RESPOSTA DAS 17 PESSOAS ENTREVISTADAS<br />PERGUNTA 4 - Deu conta de que a fábrica veio piorar a qualidade do solo?<br />M...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Apresentação do Movimento Várzea Viva

2.628 visualizações

Publicada em

Publicada em: Turismo
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.628
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.612
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação do Movimento Várzea Viva

  1. 1. ResultadosdaVisita à FábricaPetfood do GrupoPGG – Ribera D’ondara – Lérida - Espanha<br />
  2. 2. EQUIPA QUE VISITOU A FÁBRICA DE RIBERAD’ONDARA<br />DATAS DA VISITA: 20, 21 e 22 de Março de 2011<br />PESSOAS QUE VISITARAM A FÁBRICA: <br /><ul><li>Miguel Almeida (MVV)
  3. 3. Eduardo Santos (MVV)
  4. 4. António Marques (MVV)
  5. 5. Carlos Martins* (Junta de Freguesia da Várzea de Tavares)
  6. 6. Filipe Pais* (Câmara Municipal de Mangualde) </li></ul> * apenas integraram a visita acompanhada à fábrica do dia 21 de Março<br />Várzea de Tavares, 03 de Abril de 2011 Miguel Almeida<br />
  7. 7. PROJECTO PARA A VÁRZEA DE TAVARES - LOCALIZAÇÃO<br />Várzea de Tavares, 03 de Abril de 2011 Miguel Almeida<br />
  8. 8. PROJECTO PARA A VÁRZEA DE TAVARES - CARACTERÍSTICAS<br />INVESTIMENTO: 25-30 milhões de euros<br />EMPREGOS: 90 empregos (50 operários)<br /> 5 turnos de 8 horas diárias<br />requisitos: idade máxima de 30 ou 40 anos para alguns trabalhos<br />APOIO SOCIAL: em Espanha este apoio é feito através da publicidades (futebol e festas);<br /> criação de um centro de idosos<br /> criação de um ou dois parques infantis<br />Várzea de Tavares, 03 de Abril de 2011 Miguel Almeida<br />
  9. 9. PROJECTO PARA A VÁRZEA DE TAVARES - CALENDÁRIO<br /><ul><li> Dezembro de 2011 – armazém de farinhas ;
  10. 10. 2013 – 1ª instalação de uma fábrica (categoria 3)
  11. 11. 2015 – Duplicação da fábrica anterior (categoria 3)
  12. 12. 2016 – Instalação de 2ª componente da fábrica (categoria 1)</li></ul>Várzea de Tavares, 03 de Abril de 2011 Miguel Almeida<br />
  13. 13. PROJECTO PARA A VÁRZEA DE TAVARES - INSTALAÇÕES FABRIS<br />2 INSTALAÇÕES FABRIS<br /><ul><li> INSTALAÇÃO 1
  14. 14. MATÉRIA PRIMA:
  15. 15. subprodutos cárneos de categoria 3</li></ul> - restos de matadouros, restos de talhos<br /> - penas, carcaças, tripas, etc.<br /><ul><li>MATERIAL PRODUZIDO: </li></ul> - farinhas de origem animal <br /> - gorduras de origem animal<br /><ul><li>PROCESSO: </li></ul> - cozedura das matérias primas e desidratação (secagem)<br />Várzea de Tavares, 03 de Abril de 2011 Miguel Almeida<br />
  16. 16. PROJECTO PARA A VÁRZEA DE TAVARES - INSTALAÇÕES FABRIS<br />2 INSTALAÇÕES FABRIS:<br /><ul><li> INSTALAÇÃO 2
  17. 17. INÍCIO: 2013 / 2014
  18. 18. MATÉRIA PRIMA:
  19. 19. subprodutos cárneos de categoria 1</li></ul> - cadáveres de animais com doenças potencialmente perigosas transmissíveis ou não transmissíveis ao Homem<br /> - doenças típicas: BSE (doença das vacas loucas), língua azul, peste suína, brucelose, febre aftosa, peste bovina, gripe das aves, etc.<br /><ul><li>PRODUÇÃO: </li></ul> - calor e energia eléctrica.<br /><ul><li>PROCESSO:</li></ul> - esterilização mediante cocção para obtenção de farinhas.<br />Várzea de Tavares, 03 de Abril de 2011 Miguel Almeida<br />
  20. 20. PROJECTO PARA A VÁRZEA DE TAVARES <br />ORIGEM DAS MATÉRIAS PRIMAS<br />Fonte: PGG 2011<br />Várzea de Tavares, 03 de Abril de 2011 Miguel Almeida<br />
  21. 21. PROJECTO PARA A VÁRZEA DE TAVARES<br />INSTALAÇÃO 1 – produção de farinhas e gorduras de origem animal<br />FÁBRICA SEMELHANTE À PETFOODINGREDIENTS EM ESPANHA<br />Várzea de Tavares, 03 de Abril de 2011 Miguel Almeida<br />
  22. 22. PROJECTO PARA A VÁRZEA DE TAVARES – visita à PetFoodIngredients – Espanha<br />CARACTERÍSTICAS DA INSTALAÇÃO 1<br />ÁREA: 3 a 4 hectares de área construída numa área total de cerca de 15hectares<br />QUANTIDADE DE MATÉRIA PRIMA: cerca de 400 toneladas / dia<br />HORÁRIO DE LABORAÇÃO: 24h/dia; 365 dias/ano<br />TRANSPORTE: em camiões frigoríficos (cargas distantes) ou em camiões não refrigerados<br />NÚMERO DE CARGAS PREVISTAS: cerca de 60 camiões<br />ENERGIA: gás natural (depósitos) e electricidade<br />CONSUMO DE ÁGUA: 240 m3 / dia = 10 m3/h <br /> - a CMM referiu que poderá fornecer água do exterior.<br />Várzea de Tavares, 03 de Abril de 2011 Miguel Almeida<br />
  23. 23. PROJECTO PARA A VÁRZEA DE TAVARES – visita à PetFoodIngredients – Espanha<br />PRINCIPAIS PREOCUPAÇÕES AMBIENTAIS DA INSTALAÇÃO 1<br />ÁGUAS:<br /> - falta de água<br /> - poluição das águas por fugas e por escorrências na área circundante<br /> - tratamento - evaporam todas as águas produzidas<br />CHEIROS: <br /> - libertação do vapor de água utilizada<br /> - libertação do pó das farinhas<br /> - tanque de flutuação<br /> - área circundantes contaminadas<br /> - tratamento – termo-destructor e ciclone<br /> - NO DIA DA VISITA, A FÁBRICA ESTAVA PARADA. NO DIA SEGUINTE O CHEIRO ERA MUITO FORTE<br />Várzea de Tavares, 03 de Abril de 2011 Miguel Almeida<br />
  24. 24. PROJECTO PARA A VÁRZEA DE TAVARES – visita à PetFoodIngredients – Espanha<br />PREOCUPAÇÕES AMBIENTAIS DA INSTALAÇÃO 1<br />RUÍDO:<br /> - pelo funcionamento da maquinaria;<br />- no segundo dia de visita ouviam-se barulhos de fundo constantes.<br />SOLOS (terras): <br /> - As terras poderão ficar com cheiros;<br /> - as terras poderão ficar mais secas;<br /> - alteração da fertilidade pelos vapores reagentes que são libertados;<br /> - não é feito qualquer tipo de controle aos solos.<br />TRANSPORTES: <br /> - cheiro aquando da passagem dos camiões;<br /> - ruído dos camiões;<br /> - derrames ou acidentes que possam fazer libertar as cargas.<br />Várzea de Tavares, 03 de Abril de 2011 Miguel Almeida<br />
  25. 25. PROJECTO PARA A VÁRZEA DE TAVARES – visita à PetFoodIngredients – Espanha<br />PREOCUPAÇÕES AMBIENTAIS DA INSTALAÇÃO 1<br />BIOLÓGICOS:<br /> - aparecimento de pestes: ratos, ratazanas, mosquitos, melgas, etc. <br />- Não foram avistados animais infestantes durante a visita.<br /><ul><li>multiplicação de doenças em animais domésticos e animais selvagens;</li></ul>ACIDENTES:<br /> - a fábrica não deu conta de qualquer acidente ambiental significativo (falou apenas de uma acidente de derrame de combustível);<br />- A fábrica não referiu qualquer derrame acidental.<br />Várzea de Tavares, 03 de Abril de 2011 Miguel Almeida<br />
  26. 26. INQUÉRITO ÀS POPULAÇÕES VIZINHAS <br />17 pessoas; 5 povoados<br />Quem cá vive, é quem sente!<br />Várzea de Tavares, 03 de Abril de 2011 Miguel Almeida<br />
  27. 27. DEFINIÇÃO DOS LOCAIS DE INQUÉRITO<br />Várzea de Tavares, 03 de Abril de 2011 Miguel Almeida<br />
  28. 28. PERGUNTAS COLOCADAS NOS INQUÉRITOS (traduzidas)<br />Sente-se perturbado pelos cheiros da fábrica no Verão?<br />Sente-se perturbado pelos cheiros da fábrica no Inverno?<br />Sente-se perturbado pelo ruído da fábrica?<br />Deu conta de que a fábrica veio piorar a qualidade do solo?<br />Deu conta de que a fábrica veio piorar a qualidade da água?<br />Como avalia a perturbação pela passagem dos camiões?<br />A vinda da fábrica foi boa para o povoado ou para a região?<br />Outras informações ou comentários (descritivo)<br />Várzea de Tavares, 03 de Abril de 2011 Miguel Almeida<br />
  29. 29. RESPOSTA DAS 17 PESSOAS ENTREVISTADAS<br />PERGUNTA 1 - Sente-se perturbado pelos cheiros da fábrica no Verão?<br />MUITO PERTURBADO - 14<br />PERTURBADO - 3<br />POUCO PERTURBADO - 0<br />NÃO SE SENTE - 0<br />Não sabe ou não se aplica - 0<br />Várzea de Tavares, 03 de Abril de 2011 Miguel Almeida<br />
  30. 30. RESPOSTA DAS 17 PESSOAS ENTREVISTADAS<br />PERGUNTA 2 - Sente-se perturbado pelos cheiros da fábrica no Inverno?<br />MUITO PERTURBADO - 9<br />PERTURBADO - 6<br />POUCO PERTURBADO - 1<br />NÃO SE SENTE - 0<br />Não sabe ou não se aplica - 0<br />Várzea de Tavares, 03 de Abril de 2011 Miguel Almeida<br />
  31. 31. RESPOSTA DAS 17 PESSOAS ENTREVISTADAS<br />PERGUNTA 3 - Sente-se perturbado pelo ruído da fábrica?<br />MUITO PERTURBADO - 0<br />PERTURBADO - 2<br />POUCO PERTURBADO - 4<br />NÃO SE SENTE - 11<br />Não sabe ou não se aplica - 0<br />Várzea de Tavares, 03 de Abril de 2011 Miguel Almeida<br />
  32. 32. RESPOSTA DAS 17 PESSOAS ENTREVISTADAS<br />PERGUNTA 4 - Deu conta de que a fábrica veio piorar a qualidade do solo?<br />MUITO PIOR- 1<br />PIOR- 7<br />LIGEIRAMENTE PIOR- 1<br />IGUAL- 1<br />Não sabe ou não se aplica - 7<br />Várzea de Tavares, 03 de Abril de 2011 Miguel Almeida<br />
  33. 33. RESPOSTA DAS 17 PESSOAS ENTREVISTADAS<br />PERGUNTA 5 - Deu conta de que a fábrica veio piorar a qualidade da água?<br />MUITO PIOR- 4<br />PIOR- 7<br />LIGEIRAMENTE PIOR- 0<br />IGUAL- 1<br />Não sabe ou não se aplica - 5<br />Várzea de Tavares, 03 de Abril de 2011 Miguel Almeida<br />
  34. 34. RESPOSTA DAS 17 PESSOAS ENTREVISTADAS<br />PERGUNTA 6 - Como avalia a perturbação pela passagem dos camiões?<br />MUITO MAU - 2<br />MAU - 4<br />LIGEIRAMENTE MAU - 2<br />NÃO SE SENTE - 4<br />Não sabe ou não se aplica - 5<br />Várzea de Tavares, 03 de Abril de 2011 Miguel Almeida<br />
  35. 35. RESPOSTA DAS 17 PESSOAS ENTREVISTADAS<br />PERGUNTA 7 - A vinda da fábrica foi boa para o povoado ou para a região?<br />MUITO MAU - 8<br />MAU - 8<br />SEM INFLUÊNCIA - 1<br />BOA - 0<br />MUITO BOA - 0<br />Não sabe ou não se aplica - 0<br />Várzea de Tavares, 03 de Abril de 2011 Miguel Almeida<br />
  36. 36. RESPOSTA DAS 17 PESSOAS ENTREVISTADAS<br />Outros informações ou comentários .<br /><ul><li> “A vinda da fábrica trouxe mais mosquitos e ratos.” “A vinda da fábrica foi feita em segredo, apenas demos conta da vinda da fábrica quando ela já estava a ser construída.”; “O centeio e os outros cereais ficam chochos quando amaduram.”
  37. 37. “Não deixem a fábrica ir para a vossa terra; depois de lá estar já não a conseguem tirar”; “Os camiões largam cheiro.”
  38. 38. “A fábrica destruiu a Ribeira e trouxe mais mosquitos”.
  39. 39. “As rodas dos tractores ficam azuis.”; “Apenas se dá conta dos camiões que se perdem porque a fábrica não está assinalada”.
  40. 40. “Sente-se mais ruído no verão porque se tenta abrir as janelas.” “O cheiro também não deixa arejar a casa nem tampouco pôr a roupa a secar lá fora.”</li></ul>Várzea de Tavares, 03 de Abril de 2011 Miguel Almeida<br />
  41. 41. RESPOSTA DAS 17 PESSOAS ENTREVISTADAS<br />Outros informações ou comentários .<br /><ul><li> “As águas contaminadas vão parar a um rio que perdeu a vida. Há 10 anos esta ribeira tinha peixes e outros animais, agora está morta.”
  42. 42. “Os camiões cheiram mal, principalmente no Verão”.
  43. 43. “Por vezes quando se tenta abrir a janela para arejar a casa, dão-me vómitos. Há alturas em que se vomita todos os dias por causa do cheiro. Há noites em que as dores de cabeça pelos cheiro são tão grandes que não se consegue dormir.”</li></ul>Várzea de Tavares, 03 de Abril de 2011 Miguel Almeida<br />
  44. 44. 2ª INSTALAÇÃO DA FÁBRICA<br />ESTERILIZAÇÃO POR COCÇÃO DE CADÁVERES DE ANIMAIS MORTOS POR DOENÇAS POTENCIALMENTE PERIGOSAS<br />Várzea de Tavares, 03 de Abril de 2011 Miguel Almeida<br />
  45. 45. 2ª INSTALAÇÃO DA FÁBRICA<br />PRINCIPAIS PREOCUPAÇÕES AMBIENTAIS<br /><ul><li>Probabilidade de contaminação dos solos e águas com doenças potencialmente perigosas
  46. 46. Probabilidade de contaminação de animais e plantas com doenças (selvagens e domésticos)
  47. 47. Probabilidade de contaminação de pessoas com doenças.
  48. 48. Fortes cheiros provocados pela cocção dos cadáveres – diminuição da qualidade de vida e da saúde das pessoas residentes numa área até 3 km da fábrica
  49. 49. Contaminação de solos e águas resultante da poluição atmosférica</li></ul>Várzea de Tavares, 03 de Abril de 2011 Miguel Almeida<br />
  50. 50. RESUMO DOS IMPACTES POSITIVOS E NEGATIVOS PREVISTOS <br />Várzea de Tavares, 03 de Abril de 2011 Miguel Almeida<br />
  51. 51. OBRIGADO PELA ATENÇÃO<br />Quem cá vive, é quem sente!<br />Várzea de Tavares, 03 de Abril de 2011 Miguel Almeida<br />
  52. 52. Várzea de Tavares, 03 de Abril de 2011 Miguel Almeida<br />
  53. 53. Várzea de Tavares, 03 de Abril de 2011 Miguel Almeida<br />
  54. 54. Várzea de Tavares, 03 de Abril de 2011 Miguel Almeida<br />

×