Odor De Rosas

411 visualizações

Publicada em

Publicada em: Turismo, Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
411
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Odor De Rosas

  1. 1. Odor de Rosas Baseado em conto de apud Saadi* Ria [email_address] * “O Atar de Rosas do Limpador de Esgotos”
  2. 2. Um limpador de fossas havia passado a vida inteira desentupindo esgotos e transportando a imundice para os campos próximos a cidade.
  3. 3. Sem nenhum problema, caminhava pelos vazadouros de esgoto e nem sequer franzia o nariz, mesmo quando esvaziava as mais profundas fossas. Com o tempo, ele se acostumou ao terrível cheiro.
  4. 4. E, enquanto perambulava pelas vielas, observava com curiosidade todas aquelas coisas estranhas para ele. Um dia, resolveu visitar o bazar, lugar onde nunca havia estado antes.
  5. 5. Finalmente chegou em uma loja onde um mercador vendia incenso de flores. O odor de rosas de incensos acesos penetrou em suas narinas e inundou seu ser.
  6. 6. Mas a fragrância, que todas as pessoas consideravam tão maravilhosa, foi demasiadamente forte para o limpador de esgoto, que desmaiou. Como não havia meios de fazer o homem voltar a si, um raquim (médico) foi chamado às pressas.
  7. 7. Reconhecendo a profissão do paciente pelas roupas que vestia, o raquim pegou um punhado de barro da sarjeta e segurou-o sob as narinas dele. Subitamente, como que tocado por uma varinha de condão, o limpador de fossas abriu os olhos.
  8. 8. As pessoas, admiradas, pensavam ser um milagre. Mas o raquim explicou: “O homem estranhou a fragrância do incenso de rosas, porque tem o olfato acostumado a odores de outra natureza... Embora seja difícil de entender, assim é. Pois como pode alguém que não conhece algo, saber do que se trata?”
  9. 9. “ Cada pessoa tem a SUA REALIDADE. Afinal, mudanças são desconfortáveis... Às vezes, traumatizantes...” Pode ser ideal, ou não, mas é a realidade que a pessoa conhece, está acostumada a viver. E que procura manter, por comodismo ou por receio de enfrentar o desconhecido para muda-la.
  10. 10. Não rejeitem o novo, simplesmente porque não o conhecem. Estejam abertos à tudo ... Observem... Experimentem... Assim, quem sabe, estarão se proporcionando uma realidade muito melhor do que aquela que vivem agora.” “ Mas as mudanças são necessárias para a evolução. Portanto, lhes digo: FIM

×