José Francisco Pacheco
Educador português, especialista em Música e em Leitura e Escrita, mestre em
Ciências da Educação p...
A escola está organizada por três núcleos:

   •   Iniciação
   •   Consolidação
   •   Aprofundamento

Os orientadores es...
Resumo

Na escola da ponte o aprendizado é autônomo. Não há salas de aula,
séries cada aluno escolhe o que quer aprender. ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Novo(a) documento do microsoft word

878 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
878
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Novo(a) documento do microsoft word

  1. 1. José Francisco Pacheco Educador português, especialista em Música e em Leitura e Escrita, mestre em Ciências da Educação pela Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto e coordena a Escola da Ponte, localizada em Vila das Aves, Portugal, desde 1976, da qual é idealizador. • PACHECO, José. Quando eu for grande, quero ir à Primavera. Ed. Didática Suplegraf. 109 p. • PACHECO, José. Sozinhos na Escola. Ed. Didática Suplegraf. 115 p. • PACHECO, José. Para Alice com Amor. Cortez Editora. • PACHECO, José. Escola da Ponte – Formação e Transformação em Educação. Vozes Editora. Escola da Ponte A instituição surgiu na década de 1970, do desejo de se fazer uma escola que respeitasse as diferenças individuais dos alunos. Em 1976, as respostas a algumas interrogações deram origem a profundas mudanças na organização da escola, na relação entre ela, instituição, e os encarregados de educação dos alunos e nas relações estabelecidas com diferentes parceiros locais. É uma Escola Básica Integrada encontrando-se os seus alunos, antes de mais, inscritos formalmente por anos de escolaridade - do 1º, 2º e 3º Ciclos do Ensino básico -, ainda que esta divisão administrativa não se refletisse nem no seu Projeto Educativo, nem no seu trabalho quotidiano. Embora a faixa etária dos alunos compreenda aproximadamente dos 5 aos 16 anos de idade, devido à sua filosofia de educação inclusiva no entanto, a escola tem alguns alunos mais velhos. Atualmente conta com cerca de 175 alunos e 29 orientadores educativos. Estrutura A escola encontra-se numa área aberta. Os alunos formam grupos heterogêneos, não estando classificados, agrupados ou distribuídos por turmas nem por anos de escolaridade que, na prática, não existem. As crianças podem escolher o que estudar e com quem, e podem solicitar a ajuda de um professor, desde que façam por escrito um pedido de auxílio, deixando claro o que querem saber, o que já sabem e o que já fizeram para aprender. O educador se responsabiliza por orientar a pesquisa, que é feita, predominantemente, em livros e na internet. Não há salas de aula, mas sim espaços de trabalho, onde não existem lugares fixos. Essa subdivisão foi substituída, com vantagens, pelo trabalho em grupo de alunos. Do mesmo modo, não há um professor encarregado de uma turma ou orientador de um grupo; em vez disso, todos os alunos trabalham com todos os orientadores educativos.
  2. 2. A escola está organizada por três núcleos: • Iniciação • Consolidação • Aprofundamento Os orientadores estão organizados por dimensões: • Artística • Identitária • Lingüística • Lógica-matemática • Naturalista O aluno do Núcleo da Iniciação, primeira dos três ciclos da escola, é trabalhado a fim de aprender a: ser pontual, assíduo e zeloso por seus materiais e colegas; a cumprir suas tarefas, pedindo auxílio ao professor só quando realmente precisar; desenvolver sua criatividade e participação, com intervenções pertinentes; elaborar e atualizar seu plano de estudo; reconhecer suas falhas e acertos, nas auto-avaliações; pesquisar, resolver conflitos e se comunicar – oralmente e por escrito – de forma clara e coerente. Desenvolvendo bem as atividades de grupo, pesquisa e auto-avaliação, a criança passa para o Núcleo da Consolidação, procurando cumprir o currículo nacional destinado ao primeiro ciclo do ensino básico de forma autônoma, consolidando suas competências desenvolvidas na primeira fase. No terceiro e último núcleo, o do Aprofundamento, os alunos trabalham os conteúdos do segundo ciclo do ensino básico. Eles possuem total autonomia de seu tempo na escola, mas devem participar das aulas de educação física e de laboratório e podem fazer parte de projetos de extensão e de pré- profissionalização. Fontes: http://www.educador.brasilescola.com/gestao-educacional/escola- ponte.htm http://pt.wikipedia.org/wiki/Escola_da_Ponte http://pt.wikipedia.org/wiki/jose_pacheco www.escoladaponte.com.pt/ WWW.4pilares.net/text-cont/pacheco-escoladaponte.htm
  3. 3. Resumo Na escola da ponte o aprendizado é autônomo. Não há salas de aula, séries cada aluno escolhe o que quer aprender. Eles elaboram seus planos de estudo e desenvolvem projetos, individuais ou em grupo. Professores lá trabalham conjuntamente com os alunos, prova só quando o aluno sentir que já aprendeu e está preparado para ser avaliado. E é ele quem procura o professor e pede para ser avaliado.

×