“...educar e educar-se, na prática daliberdade, é tarefa daqueles que sabem quepouco sabem – por isto sabem algo e podem  ...
 No primeiro módulo do PROGESTÃO    2012 a ESCOLA e a EDUCAÇÃO   foram abordadas a partir de TRÊS          ângulos difere...
 Podemos colocar o início da escola como uma          continuidade da EVOLUÇÃO DO       PENSAMENTO HUMANO, entretanto na ...
E NO BRASIL??? A escola no Brasil tem seu processode expansão correndo de forma bem lenta, as escolas quando existiam, a...
 Nossos primeiros educadores foram os JESUÍTAS,       mas a oferta de matrículas era precária.       Com a CONSTITUIÇÃO ...
PASSADO X PRESENTE A diferença mais importante que podemos apontar entre as escolasdo passado e do presente é que as dop...
 A educação não escapa de movimentos   internos e externos que sacudiam o mundo e o Brasil entre os anos 20 e 30. Semana...
 Podemos enumerar, a priori, a mudança de      característica do BRASIL de país essencialmente RURAL a país em processo d...
 Mesmo com o aumento de quantidade de matrículas      continuava havendo uma considerável parcela da     população sem ac...
 Mesmo com todos percalços da educaçãobrasileira não podemos deixar de frisar quecom a CONSTITUIÇÃO e a LDB passamos a “r...
 Percebemos que ao longo da história a escola tem exercido uma FUNÇÃO SOCIAL de transmissão do              SABER SISTEMA...
 Como no início o homem era essencialmente rural e   isso permitia que o jovem aprendesse seu fazer de    forma rápida e ...
 A SOCIEDADE DO CONHECIMENTO clama por uma nova escola, com um novo jeito de ensinar e aprender. O     jovem formado pela...
 A educação deve ser concebida a partir de princípios  básicos, que constituem os 4 PILARES DA EDUCAÇÃO:     1 Aprender ...
 Para entendermos a EVOLUÇÃO DO PENSAMENTO  HUMANO devemos saber reconhecer três momentos                distintos da hum...
 O conhecimento hoje é entendido com um valor especial,                 mais até do que bens materiais.   Vivemos uma ép...
 4 PILARES PARA A GESTÃO:       1. Aprender a conhecer o mundo  contemporâneo e relacioná-lo as demandas de             ...
 “A criação de novos conhecimentos nunca foi tão acelerada            como hoje, provocando a necessidade de rever      c...
 Democracia e educação são dois temas que guardam               entre si uma estreita articulação. A democracia pode ser...
ESCOLA E COMUNIDADE   PLURALIDADE E DEMOCRACIA A escola deve estar em permanente contato com as famílias    de alunos, de...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

PROGESTÃO 2012. RESUMO MÓD. I. APRESENT. PROF. ANTÔNIO FERNANDES NETO

14.174 visualizações

Publicada em

PROIGESTÃO 2012. RESUMO MÓDULO. I. APRESENTAÇÃO FINAL. PROF. ANTÔNIO FERNANDES NETO

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

PROGESTÃO 2012. RESUMO MÓD. I. APRESENT. PROF. ANTÔNIO FERNANDES NETO

  1. 1. “...educar e educar-se, na prática daliberdade, é tarefa daqueles que sabem quepouco sabem – por isto sabem algo e podem assim chegar a saber mais –em diálogo com aqueles que, quase sempre, pensam que nada sabem, para que estes,transformando seu pensar que nada sabem em saber que pouco sabem, passam igualmente saber mais.” ( Paulo Freire) ANTÔNIO FERNANDES NETO
  2. 2.  No primeiro módulo do PROGESTÃO 2012 a ESCOLA e a EDUCAÇÃO foram abordadas a partir de TRÊS ângulos diferentes: 1.ESCOLA E MUNDO CONTEMPORÂNEO;  2. ESCOLA E SOCIEDADE DO CONHECIMENTO; 3. ESCOLA E DEMOCRACIA. ANTÔNIO FERNANDES NETO
  3. 3.  Podemos colocar o início da escola como uma continuidade da EVOLUÇÃO DO PENSAMENTO HUMANO, entretanto na evolução de seu pensamento o homem foi sendo cerceado, desde o início, e só camadas mais privilegiadas da população tinham acesso a educação. Hoje depois de 2000 anos de história olhamos para trás e podemos perceber claramente que só há 200 anos que as coisas começaram a mudar, pois foi com a REVOLUÇÃO FRANCESA E A DEMOCRACIA AMERICANA, que a escola passou a ser compreendida como uma instituição importante, não apenas para os filhos das elites como para os filhos das camadas trabalhadoras. ANTÔNIO FERNANDES NETO
  4. 4. E NO BRASIL??? A escola no Brasil tem seu processode expansão correndo de forma bem lenta, as escolas quando existiam, abrigavam os filhos das elites, depreferência os homens. As mulheres mal apareciam na cena social. ANTÔNIO FERNANDES NETO
  5. 5.  Nossos primeiros educadores foram os JESUÍTAS, mas a oferta de matrículas era precária.  Com a CONSTITUIÇÃO de 1824 ficou estabelecido que a instrução primária seria gratuita a todos os cidadãos. Até o início do século XX as escolas funcionavam em casas de professoras, as exceções estavam nas capitais e grandes centros. As escolas privadas eram para quem podia arcar com custos. Com a REPÚBLICA a EDUCAÇÃO PÚBLICA vai expandir seu alcance e a ESCOLA vai assumir sua função SOCIAL ainda que a trancos e barrancos... ANTÔNIO FERNANDES NETO
  6. 6. PASSADO X PRESENTE A diferença mais importante que podemos apontar entre as escolasdo passado e do presente é que as dopassado atendiam a poucos alunos e as do presente atendem a muitos alunos, de todas classes e origens. ANTÔNIO FERNANDES NETO
  7. 7.  A educação não escapa de movimentos internos e externos que sacudiam o mundo e o Brasil entre os anos 20 e 30. Semana de Arte Moderna, Quebra da Bolsa de Nova York, Revolução de 30, Manifesto dos Pioneiros da Educação Nova, Início do Estado Novo. ANTÔNIO FERNANDES NETO
  8. 8.  Podemos enumerar, a priori, a mudança de característica do BRASIL de país essencialmente RURAL a país em processo de URBANIZAÇÃO e com surgimento das primeiras INDÚSTRIAS este processo tem efeito direto sobre o campo EDUCACIONAL. ANTÔNIO FERNANDES NETO
  9. 9.  Mesmo com o aumento de quantidade de matrículas continuava havendo uma considerável parcela da população sem acesso ao mundo do conhecimento. Nesta época a educação pública começa a ultrapassar a PARTICULAR EM NÚMERO DE MATRÍCULAS E ESCOLAS. Já nos anos 50 os educadores denunciavam que a grande oferta de matrículas não atendia na mesma proporção em qualidade da educação ministrada.  Começa também a ser produzida a cultura do fracasso escolar e o BRASIL ainda continua a engatinhar no que diz respeito a oportunidades de educação de qualidade para todos. ANTÔNIO FERNANDES NETO
  10. 10.  Mesmo com todos percalços da educaçãobrasileira não podemos deixar de frisar quecom a CONSTITUIÇÃO e a LDB passamos a “refletir mais sobre a FUNÇÃO SOCIAL da ESCOLA, destacando o seu papel napromoção do pleno desenvolvimento da pessoa, seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho” ANTÔNIO FERNANDES NETO
  11. 11.  Percebemos que ao longo da história a escola tem exercido uma FUNÇÃO SOCIAL de transmissão do SABER SISTEMATIZADO.  Se fizermos um comparativo entre a escola dopassado e a do presente constataremos que a escola de ontem primava pelo acesso e permanência e a dehoje prima pela qualidade e pelo ensino. Tal mudança se dá justamente em função da mudança de foco. Hoje existem as avaliações externas que podem dimensionar a qualidade do ensino ministrado nas diversas unidades de ensino de nosso país.
  12. 12.  Como no início o homem era essencialmente rural e isso permitia que o jovem aprendesse seu fazer de forma rápida e tivesse, também, domínio sobre o mesmo. Além de ter que conhecer os períodos cíclicos da terra. Em um segundo momento com a Revolução Industrial, o trabalhador já precisava acompanhar o desenvolvimento técnico das máquinas em aprendizagens que demandavam tempo.  Essa demanda só fez aumentar com o desenvolvimento da tecnologia, pois a pluralidade de informações é grande e seu acesso não se dá unicamente em bibliotecas e salas de aulas... ANTÔNIO FERNANDES NETO
  13. 13.  A SOCIEDADE DO CONHECIMENTO clama por uma nova escola, com um novo jeito de ensinar e aprender. O jovem formado pela atual escola não será cobrado apenas em pelo seu diploma, mas pela excelência de seu conhecimento. Entretanto ainda não extirparmos a dicotomia: oferta e oportunidade, pois mesmo com tantas fontes de informação o mundo do conhecimento continua com acesso limitado e isso tem como consequência a EXCLUSÃO.  Outro fator que serve de fulcro para sociedade do Conhecimento é que a escola e seus profissionais devem acompanhar sistematicamente a evolução tecnológica, para que não fiquem obsoletos.
  14. 14.  A educação deve ser concebida a partir de princípios básicos, que constituem os 4 PILARES DA EDUCAÇÃO:  1 Aprender a conhecer: comparação, análise, argumentação, avaliação crítica. 2 Aprender a Fazer: Aquisição de competências que tornem a pessoa apta a enfrentar variadas situações e trabalhar em equipe. 3 Aprender a conviver: Participação em projetos que propiciem a descoberta do outro. 4 Aprender a ser: Contribuir para o desenvolvimento total da pessoa em espírito e corpo, inteligência e sensibilidade. ANTÔNIO FERNANDES NETO
  15. 15.  Para entendermos a EVOLUÇÃO DO PENSAMENTO HUMANO devemos saber reconhecer três momentos distintos da humanidade: A era agrária: Produção cíclica. Aperfeiçoamento: pouco.  A era industrial: Empresas com diferentes maquinarias. Produção em série. Aperfeiçoamento: necessário para uma especialização.  A era da informação: Produção de informações incessantemente atualizadas. Aperfeiçoamento: Constante, específico e geral. ANTÔNIO FERNANDES NETO
  16. 16.  O conhecimento hoje é entendido com um valor especial, mais até do que bens materiais.  Vivemos uma época em que a informação se dá de forma exponencial, ou seja, vivemos a era da informática a qual pode ser reconhecida como a era da SOCIEDADE DO CONHECIMENTO. Esta sociedade clama por uma nova escola, por um novo jeito de ensinar e de aprender.  Aprender a usar o computador e a internet e dominar continuamente suas possibilidades de ampliação de comunicação se agregam aos objetivos específicos da escola, tanto para professores quanto para alunos. ANTÔNIO FERNANDES NETO
  17. 17.  4 PILARES PARA A GESTÃO:  1. Aprender a conhecer o mundo contemporâneo e relacioná-lo as demandas de sua escola;  2. Aprender a planejar e fazer a escola que se quer; 3. Aprender a conviver com tantas e diferentes pessoas, definindo e partilhando com elas um projeto de escola;  4. Aprender a utilizar, sem medo, as próprias potencialidades de crescimento e de formação contínua. ANTÔNIO FERNANDES NETO
  18. 18.  “A criação de novos conhecimentos nunca foi tão acelerada como hoje, provocando a necessidade de rever continuamente o já sabido , reorganizando em novas bases todo o saber acumulado”  Não acompanhar esse movimento representa uma desvantagem para as pessoas e para os setores que elas atuam, nesse contexto a escola deve estar inserida de forma que seus alunos possam ser realmente beneficiados por um ensino atual e coerente com as demandas de mercado.ANTÔNIO FERNANDES NETO
  19. 19.  Democracia e educação são dois temas que guardam entre si uma estreita articulação. A democracia pode ser entendida como um VALOR (algo que é importante e em que se acredita) e como um PROCESSO ( algo que se vive e é produto daquilo que fazemos).  A escola, na verdade, por suas características, pode e deve ser um lugar privilegiado de exercício da democracia como valor e como processo. Depois da família, é o local onde se inicia a socialização entre pessoas. ANTÔNIO FERNANDES NETO
  20. 20. ESCOLA E COMUNIDADE PLURALIDADE E DEMOCRACIA A escola deve estar em permanente contato com as famílias de alunos, deve conhecer seu entorno e ter capacidadecomunicativa com ambos, pois uma escola democrática sabe em sua essência que mais importante do que o prédio e ouinstalações é a qualidade do trabalho realizado dentro dela. É sua capacidade de articular ouvindo e expondo pontos de vista.  Na escola democrática entendemos que as famílias não devem ser chamadas apenas para ouvirem reclamações, mas para darem sugestões e para auxiliarem na tomada demedidas, assim fazemos democracia como processo e valor. ANTÔNIO FERNANDES NETO

×