PEDIDO DE MUDANÇA DA COZINHA DA ESCOLA EM 23/05/2012. SEM RESPOSTAS

359 visualizações

Publicada em

A escola Cornélia sofre com a falta de atenção. Já pedimos várias vezes a mudança da cozinha e reforma geral da escola e não conseguimos nada até o momento. Nossa dispensa é muito quente, úmida e pequena, não sendo lugar apropriado para conservação de gêneros alimentícios. LEIA ESTE DOCUMENTO PARA SABER DO QUE SE TRATA.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
359
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

PEDIDO DE MUDANÇA DA COZINHA DA ESCOLA EM 23/05/2012. SEM RESPOSTAS

  1. 1. 1 PEDIDO DE MUDANÇA DA COZINHA DA ESCOLA, PARA LOCAL MAIS ADEQUADO Escola Estadual Cornélia Ferreira Ladeira ANTÔNIO FERNANDES NETO DIRETOR TEL: 32 3251 8117 ESCOLA 32 8822 8944 CELULAR COZINHA VELHA Em nossa cozinha as condições de trabalho são precárias. O ambiente é impróprio para o preparo de alimentos, bem como para o próprio exercício da função de cozinheira.  As condições de iluminação são péssimas;  A temperatura ambiente se eleva rapidamente, o que faz mal aos colaboradores(as), bem como propicia o deterioramento dos alimentos de forma mais rápida. PAREDES COZINHA , ILUMINAÇÃO E VENTILAÇÃO A iluminação é fraquíssima e está abaixo dos níveis mínimos permitidos, tornando mais desgastante e estressante o fazer laboral destes colaboradores. A ventilação também é altamente deficitária, pois a única janela que tem não ser aberta, porque está a frente do fogão e quando é aberta aumenta enormemente o gasto de GÁS GLP. Ambiente de trabalho na cozinha Aqui podemos perceber claramente as condições de espaço para os colaboradores da cozinha. O espaço é muito limitado, sendo muito difícil a circulação daqueles que trabalham no mesmo, sem correr os riscos de um acidente do trabalho seja por queimaduras, seja por ferimento com objetos cortantes e/ou pontiagudos. Este risco existe pelo simples fato de o espaço ser inferior ao mínimo esperado. DESPENSA
  2. 2. 2 Nossa despensa é muito pequena e não cabe tudo o que temos que estocar, os produtos ficam amontoados e o ambiente é limitado, quente, com iluminação insuficiente e sem ventilação adequada. COZINHA NOVA (DESPENSA) Este é o local para o qual foi projetada a nova cozinha. Aqui seria a nova despensa de alimentos. O local é arejado e com boa iluminação. Aqui podemos instalar prateleiras e até uma geladeira ou frízer. COZINHA INSTALAÇOES No espaço destinado a cozinha nova já existem todas as instalações necessárias, sejam elas de água e esgoto, sejam elas elétricas. O local de assentamento da pia também já está determinado. COZINHA E REFEITÓRIO, LIGAÇÃO DIRETA. A cozinha e o refeitório tem uma ligação direta e isto facilita na hora da merenda, pois os colaboradores têm que levar panelas pesadas e em alta temperatura para as mesas onde os alimentos são servidos. A mudança diminui o risco de acidentes e distância de deslocamento com produto perigoso. Esta porta com a troca da cozinha deve ser trocada por uma mais resistente e segura. O QUE DEVE SER FEITO
  3. 3. 3 Para que a mudança seja feita e o ambiente fique próprio ao preparo de alimento, bem como condições laborais de acordo com padrões, algumas reformas devem ser feitas: Deve haver o rufamento em torno de toda a cobertura da cozinha e refeitório, pois quando chove fica impraticável servir alimentos no mesmo, justamente por ficar alagado. Uma outra possibilidade seria a construção de uma laje sobre a cozinha, isto faria com que a escola ganhasse mais um ambiente, que poderia ser biblioteca e ou sala de recursos, o qual seria sobre a cozinha. PAREDE DO REFEITÓRIO Este é um sinal da necessidade do rufamento da cobertura, pois por esta parede desce muita quantidade de água e este problema se dá em virtude do mal engradamento das telhas galvonizadas e de furos na calha que está na cobertura da escola. CALHA FURADA NO TELHADO DA ESCOLA Com o buraco da calha que está sobre a janela e a falta do rufamento das telhas um enorme cachoeira se forma neste local. A água que entra por aí vai também para dentro do forro e fica alojada sobre as lajes pré- moldadas. Já está perceptível a oxidação das mesmas que estão sobre duas salas de aulas, a e sala dos professores. Salas das janelas da foto. Este problema se continuar por mais alguns anos poderá acarretar em sério acidente, pois tais lajes podem ruir a qualquer momento e as proporções de acidente assim seriam trágicas. Fizemos nossa parte tirando todo o peso que havia sobre estas lajes, mas isto não é o suficiente, pois a infiltração que esta calha causa é de muitos anos. REFEITÓRIO SEGURANÇA Para que nosso refeitório fique seguro seria necessário a construção de uma continuidade nestes muros para que ninguém pule para escola por este local, como acontece repetidas vezes. Com a construção da continuidade do muro até teto conseguiríamos também terminar com o problemas da água de chuva que entra por ali e ajuda a inundar todo o refeitório. Escola Estadual Cornélia Ferreira Ladeira ANTÔNIO FERNANDES NETO DIRETOR TEL: 32 3251 8117 ESCOLA 32 8822 8944 CELULAR

×