SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 40
PROJETO FOR PAZ
Refletir sobre a função da 
escola no combate à violência que 
está cada vez mais presente no 
ambiente escolar bem como 
diagnosticar as causas da violência 
e com que frequência vem 
ocorrendo esses casos e suas 
consequências.
 Constatar a problemática que ocorre nas salas de 
aula; 
 Apresentar estratégias que amenize o crescimento 
dessa violência; 
 Aferir os motivos que leva o aluno a prática da 
violência na escola; 
 Refletir sobre a impor tância da paz no interior do 
ambiente escolar; 
 Verificar as causas da violência nas escolas; 
 Compreender o papel de cada um na superação da 
violência; 
 Promover palestra sobre o ECA – Estatuto da 
Criança e do Adolescente;
A violência nas escolas; 
Estatuto da Criança e do 
Adolescente; 
A impor tância da paz no ambiente 
escolar; 
Números da violência nas escolas no 
Brasil;
A violência tem tomado o espaço da paz e da 
fraternidade no interior das escolas em todas as regiões, 
em todos os países, se ouve falar de casos de violência. 
Esta se apresenta tanto de forma verbal ou mesmo 
fisicamente, e, afeta o sujeito que sofre o dano de tal 
forma que este passa a ser influenciado negativamente 
deixando de tirar boas notas, não se interessando por 
estar na escola e alguns acabam evadindo, desta forma 
aumentando o número de desistentes e/ou reprovados 
nos relatórios finais do ano letivo. Em geral, a violência é 
conceituada como um ato de brutalidade, física e/ou 
psíquica contra alguém e caracteriza relações 
interpessoais descritas como opressão, intimidação, 
medo e terror.
A violência é considerada nos dias atuais como um 
fenômeno globalizado, portanto, não atinge apenas os 
alunos das turmas primárias, mas atinge a crianças, 
adolescentes, adultos e idosos estudantes ou não, e isto, 
como já foi dito, acontece em qualquer lugar. A questão 
da violência escolar, hoje, é comumente chamada de 
bullyng, que é o mesmo que humilhar, intimidar, ofender, 
agredir. Atitudes que para muitos pais ou responsáveis é 
normal, é coisa de criança e que vai passar. Na verdade é 
bullyng, palavra em inglês que é usada com o sentido de 
zoar, gozar, tiranizar, ameaçar, intimidar, humilhar, isolar, 
perseguir, ignorar, ofender, bater, ferir, discriminar e 
colocar apelidos maldosos.
A Paz procura espaço na sociedade de hoje, mas 
muitas vezes só encontra egoísmo e desencontros. As 
pessoas não valorizam a paz enquanto a têm. 
Reclamam muito e pouco dão valor ao sentido real da 
paz que se espelha no suprimento de nossas 
necessidades, na oportunidade de estudar, de 
respirar, de estar vivo... 
Geralmente se reclama muito e pouco se reconhece 
no dia-a-dia. Como se não bastasse, ainda existe o 
consumismo que leva as pessoas a comprar e até 
roubar, mesmo sem necessidade: 
“Em sua forma mais pura a paz é silêncio interno 
preenchido com o poder da verdade. Paz é a 
característica proeminente do que nós chamamos de 
“uma sociedade civilizada”, e o caráter de uma 
sociedade pode ser visto através da consciência 
coletiva de seus membros. (UEMBK – Manual de 
Valores Maria Radespiel, 2009)”. 
“A paz consiste em pensamentos puros, sentimentos
Paz é quando conseguimos 
encontrar o ponto de equilíbrio entre 
o pensamento, a palavra e a ação 
sendo o primeiro grande princípio da 
construção da paz a não-violência e 
os princípios morais. 
Nos dias atuais, as pessoas 
clamam por paz, mas a grande 
maioria não a cultiva no dia-a-dia. 
Há uma grande guerra de poder 
entre os homens de todas as classes 
sociais que culminam com
RESPEITAR A VIDA; 
REJEITAR A VIOLÊNCIA; 
SER GENEROSO; 
OUVIR PARA 
COMPREENDER; 
PRESERVAR O PLANETA; 
REDESCOBRIR A 
SOLIDARIEDADE.
ESCOLA CORNÉLIA. PROJETO FORPAZ. PROF. AUGUSTO CARVALHO.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Palestra violencia na escola
Palestra violencia na escolaPalestra violencia na escola
Palestra violencia na escolaFábio Yamano
 
Violencia Escolar
Violencia EscolarViolencia Escolar
Violencia Escolarguest49e5af
 
Violência escolar
Violência escolarViolência escolar
Violência escolarsoniatsilva
 
Violência Na Escola
Violência Na EscolaViolência Na Escola
Violência Na Escolabethbal
 
Violência nas escolas portuguesas
Violência nas escolas portuguesasViolência nas escolas portuguesas
Violência nas escolas portuguesasJoão Pereira
 
VIOLÊNCIA ESCOLAR: MANIFESTAÇÃO E ESTRATÉGIAS DE PREVENÇÃO
VIOLÊNCIA ESCOLAR: MANIFESTAÇÃO E ESTRATÉGIAS DE PREVENÇÃOVIOLÊNCIA ESCOLAR: MANIFESTAÇÃO E ESTRATÉGIAS DE PREVENÇÃO
VIOLÊNCIA ESCOLAR: MANIFESTAÇÃO E ESTRATÉGIAS DE PREVENÇÃOjaquemiranda
 
Violência escolar
Violência escolarViolência escolar
Violência escolarguestca03d9
 
Questão Social - Causas da Violência na Escola
Questão Social - Causas da Violência na EscolaQuestão Social - Causas da Violência na Escola
Questão Social - Causas da Violência na EscolaCarol Alves
 
Violência em meio escolar
Violência em meio escolarViolência em meio escolar
Violência em meio escolarprojectopes
 
VIOLÊNCIA E ÉTICA DOCENTE NO ESPAÇO ESCOLAR
VIOLÊNCIA E ÉTICA DOCENTE NO ESPAÇO ESCOLARVIOLÊNCIA E ÉTICA DOCENTE NO ESPAÇO ESCOLAR
VIOLÊNCIA E ÉTICA DOCENTE NO ESPAÇO ESCOLARPedagogo Santos
 
Artigo: A violência praticada por adolescentes na escola
Artigo: A violência praticada por adolescentes na escolaArtigo: A violência praticada por adolescentes na escola
Artigo: A violência praticada por adolescentes na escolafalecomabreu
 
TCC 2011-PEDAGOGIA Sobre VIOLÊNCIA NA ESCOLA
TCC 2011-PEDAGOGIA Sobre VIOLÊNCIA NA ESCOLATCC 2011-PEDAGOGIA Sobre VIOLÊNCIA NA ESCOLA
TCC 2011-PEDAGOGIA Sobre VIOLÊNCIA NA ESCOLAregina luzia barros
 

Mais procurados (20)

Violência e Escola
Violência e EscolaViolência e Escola
Violência e Escola
 
Palestra violencia na escola
Palestra violencia na escolaPalestra violencia na escola
Palestra violencia na escola
 
Violencia Escolar
Violencia EscolarViolencia Escolar
Violencia Escolar
 
Violência escolar
Violência escolarViolência escolar
Violência escolar
 
Violência Na Escola
Violência Na EscolaViolência Na Escola
Violência Na Escola
 
Violência nas escolas portuguesas
Violência nas escolas portuguesasViolência nas escolas portuguesas
Violência nas escolas portuguesas
 
Violência Escolar
Violência EscolarViolência Escolar
Violência Escolar
 
VIOLÊNCIA ESCOLAR: MANIFESTAÇÃO E ESTRATÉGIAS DE PREVENÇÃO
VIOLÊNCIA ESCOLAR: MANIFESTAÇÃO E ESTRATÉGIAS DE PREVENÇÃOVIOLÊNCIA ESCOLAR: MANIFESTAÇÃO E ESTRATÉGIAS DE PREVENÇÃO
VIOLÊNCIA ESCOLAR: MANIFESTAÇÃO E ESTRATÉGIAS DE PREVENÇÃO
 
Violência escolar
Violência escolarViolência escolar
Violência escolar
 
Violência nas escolas palestra para crianças
Violência nas escolas palestra para criançasViolência nas escolas palestra para crianças
Violência nas escolas palestra para crianças
 
A violência escolar ao longo da história
A violência escolar ao longo da históriaA violência escolar ao longo da história
A violência escolar ao longo da história
 
Questão Social - Causas da Violência na Escola
Questão Social - Causas da Violência na EscolaQuestão Social - Causas da Violência na Escola
Questão Social - Causas da Violência na Escola
 
Violência em meio escolar
Violência em meio escolarViolência em meio escolar
Violência em meio escolar
 
violência nas escolas
violência nas escolasviolência nas escolas
violência nas escolas
 
VIOLÊNCIA E ÉTICA DOCENTE NO ESPAÇO ESCOLAR
VIOLÊNCIA E ÉTICA DOCENTE NO ESPAÇO ESCOLARVIOLÊNCIA E ÉTICA DOCENTE NO ESPAÇO ESCOLAR
VIOLÊNCIA E ÉTICA DOCENTE NO ESPAÇO ESCOLAR
 
violência escolar
violência escolarviolência escolar
violência escolar
 
Artigo: A violência praticada por adolescentes na escola
Artigo: A violência praticada por adolescentes na escolaArtigo: A violência praticada por adolescentes na escola
Artigo: A violência praticada por adolescentes na escola
 
Como podemos diminuir a violência física e verbal
Como podemos diminuir a violência física e verbalComo podemos diminuir a violência física e verbal
Como podemos diminuir a violência física e verbal
 
TCC 2011-PEDAGOGIA Sobre VIOLÊNCIA NA ESCOLA
TCC 2011-PEDAGOGIA Sobre VIOLÊNCIA NA ESCOLATCC 2011-PEDAGOGIA Sobre VIOLÊNCIA NA ESCOLA
TCC 2011-PEDAGOGIA Sobre VIOLÊNCIA NA ESCOLA
 
Projetodecombateaobulliyng
ProjetodecombateaobulliyngProjetodecombateaobulliyng
Projetodecombateaobulliyng
 

Semelhante a ESCOLA CORNÉLIA. PROJETO FORPAZ. PROF. AUGUSTO CARVALHO.

Violencia saudavel anaalmeida
Violencia saudavel anaalmeidaViolencia saudavel anaalmeida
Violencia saudavel anaalmeidaLicínia Simões
 
Violência, de que se trata.
Violência, de que se trata.Violência, de que se trata.
Violência, de que se trata.pastorlinaldo
 
LÍNGUA PORTUGUESA - 9º ANO - AULA 1.pdf
LÍNGUA PORTUGUESA - 9º ANO - AULA 1.pdfLÍNGUA PORTUGUESA - 9º ANO - AULA 1.pdf
LÍNGUA PORTUGUESA - 9º ANO - AULA 1.pdfFernandaPiedadedeFre
 
Por que as pessoas fazem bullying?
Por que as pessoas fazem bullying? Por que as pessoas fazem bullying?
Por que as pessoas fazem bullying? MuriloMorotti
 
Contra a Violência e o Extermínio de Jovens
Contra a Violência e o Extermínio de JovensContra a Violência e o Extermínio de Jovens
Contra a Violência e o Extermínio de JovensAniervson Santos
 
VIOLÊNCIA ESCOLAR_ ABORDAGEM INVESTIGATIVA NUMA ESCOLA DO ENSINO FUNDAMENTAL ...
VIOLÊNCIA ESCOLAR_ ABORDAGEM INVESTIGATIVA NUMA ESCOLA DO ENSINO FUNDAMENTAL ...VIOLÊNCIA ESCOLAR_ ABORDAGEM INVESTIGATIVA NUMA ESCOLA DO ENSINO FUNDAMENTAL ...
VIOLÊNCIA ESCOLAR_ ABORDAGEM INVESTIGATIVA NUMA ESCOLA DO ENSINO FUNDAMENTAL ...Elison Davi Crispim Ramos
 
Fmufinalcartilha 110728144919-phpapp02
Fmufinalcartilha 110728144919-phpapp02Fmufinalcartilha 110728144919-phpapp02
Fmufinalcartilha 110728144919-phpapp02ANDRESSA MILLARD
 
O combate à violência na escola
O combate à violência na escola O combate à violência na escola
O combate à violência na escola cefaprodematupa
 
Tcc sobre o Bullygns nas escolas Art 2018 Adelvânia Souza de Oliveira
Tcc sobre o Bullygns nas escolas Art 2018 Adelvânia Souza de OliveiraTcc sobre o Bullygns nas escolas Art 2018 Adelvânia Souza de Oliveira
Tcc sobre o Bullygns nas escolas Art 2018 Adelvânia Souza de Oliveiraadelvaniasouza souza
 

Semelhante a ESCOLA CORNÉLIA. PROJETO FORPAZ. PROF. AUGUSTO CARVALHO. (20)

Bullying liliana (1)
Bullying liliana (1)Bullying liliana (1)
Bullying liliana (1)
 
Bullying
BullyingBullying
Bullying
 
Violencia saudavel anaalmeida
Violencia saudavel anaalmeidaViolencia saudavel anaalmeida
Violencia saudavel anaalmeida
 
Violência na escola
Violência na escolaViolência na escola
Violência na escola
 
Violência, de que se trata.
Violência, de que se trata.Violência, de que se trata.
Violência, de que se trata.
 
LÍNGUA PORTUGUESA - 9º ANO - AULA 1.pdf
LÍNGUA PORTUGUESA - 9º ANO - AULA 1.pdfLÍNGUA PORTUGUESA - 9º ANO - AULA 1.pdf
LÍNGUA PORTUGUESA - 9º ANO - AULA 1.pdf
 
Bullyng
BullyngBullyng
Bullyng
 
Impacto
ImpactoImpacto
Impacto
 
Por que as pessoas fazem bullying?
Por que as pessoas fazem bullying? Por que as pessoas fazem bullying?
Por que as pessoas fazem bullying?
 
Contra a Violência e o Extermínio de Jovens
Contra a Violência e o Extermínio de JovensContra a Violência e o Extermínio de Jovens
Contra a Violência e o Extermínio de Jovens
 
VIOLÊNCIA ESCOLAR_ ABORDAGEM INVESTIGATIVA NUMA ESCOLA DO ENSINO FUNDAMENTAL ...
VIOLÊNCIA ESCOLAR_ ABORDAGEM INVESTIGATIVA NUMA ESCOLA DO ENSINO FUNDAMENTAL ...VIOLÊNCIA ESCOLAR_ ABORDAGEM INVESTIGATIVA NUMA ESCOLA DO ENSINO FUNDAMENTAL ...
VIOLÊNCIA ESCOLAR_ ABORDAGEM INVESTIGATIVA NUMA ESCOLA DO ENSINO FUNDAMENTAL ...
 
Fmufinalcartilha 110728144919-phpapp02
Fmufinalcartilha 110728144919-phpapp02Fmufinalcartilha 110728144919-phpapp02
Fmufinalcartilha 110728144919-phpapp02
 
O combate à violência na escola
O combate à violência na escola O combate à violência na escola
O combate à violência na escola
 
Cópia de projeto bullying na escola em rede
Cópia de projeto bullying na escola em redeCópia de projeto bullying na escola em rede
Cópia de projeto bullying na escola em rede
 
Bullying
BullyingBullying
Bullying
 
CULMINÂNCIA.pptx
CULMINÂNCIA.pptxCULMINÂNCIA.pptx
CULMINÂNCIA.pptx
 
Setembro-Amarelo.pdf
Setembro-Amarelo.pdfSetembro-Amarelo.pdf
Setembro-Amarelo.pdf
 
abuso sexxual
abuso sexxualabuso sexxual
abuso sexxual
 
Bullying
BullyingBullying
Bullying
 
Tcc sobre o Bullygns nas escolas Art 2018 Adelvânia Souza de Oliveira
Tcc sobre o Bullygns nas escolas Art 2018 Adelvânia Souza de OliveiraTcc sobre o Bullygns nas escolas Art 2018 Adelvânia Souza de Oliveira
Tcc sobre o Bullygns nas escolas Art 2018 Adelvânia Souza de Oliveira
 

Mais de Antônio Fernandes

A CADA 100 JOVENS NO BRASIL. UM TRISTE RELATO
A CADA 100 JOVENS NO BRASIL. UM TRISTE RELATOA CADA 100 JOVENS NO BRASIL. UM TRISTE RELATO
A CADA 100 JOVENS NO BRASIL. UM TRISTE RELATOAntônio Fernandes
 
JORNAL DIREÇÃO CERTA. SEU INFORMATIVO SOBRE TUDO O QUE ACONTECE NA ESCOLA COR...
JORNAL DIREÇÃO CERTA. SEU INFORMATIVO SOBRE TUDO O QUE ACONTECE NA ESCOLA COR...JORNAL DIREÇÃO CERTA. SEU INFORMATIVO SOBRE TUDO O QUE ACONTECE NA ESCOLA COR...
JORNAL DIREÇÃO CERTA. SEU INFORMATIVO SOBRE TUDO O QUE ACONTECE NA ESCOLA COR...Antônio Fernandes
 
EXEMPLO MAPA TEXTUAL. REDAÇÃO ENEM. TEMA POLÊMICO. IDEOLOGIA DE GÊNERO
EXEMPLO MAPA TEXTUAL. REDAÇÃO ENEM. TEMA POLÊMICO. IDEOLOGIA DE GÊNEROEXEMPLO MAPA TEXTUAL. REDAÇÃO ENEM. TEMA POLÊMICO. IDEOLOGIA DE GÊNERO
EXEMPLO MAPA TEXTUAL. REDAÇÃO ENEM. TEMA POLÊMICO. IDEOLOGIA DE GÊNEROAntônio Fernandes
 
AULÃO DE REDAÇÃO PREPARATÓRIO PARA ENEM 2017. PROFESSOR: ANTÔNIO FERNANDES NETO
AULÃO DE REDAÇÃO PREPARATÓRIO PARA ENEM 2017. PROFESSOR: ANTÔNIO FERNANDES NETOAULÃO DE REDAÇÃO PREPARATÓRIO PARA ENEM 2017. PROFESSOR: ANTÔNIO FERNANDES NETO
AULÃO DE REDAÇÃO PREPARATÓRIO PARA ENEM 2017. PROFESSOR: ANTÔNIO FERNANDES NETOAntônio Fernandes
 
Resolução SECRETARIA DE EDUCAÇÃO MG 3118 16-r
Resolução SECRETARIA DE EDUCAÇÃO MG 3118 16-rResolução SECRETARIA DE EDUCAÇÃO MG 3118 16-r
Resolução SECRETARIA DE EDUCAÇÃO MG 3118 16-rAntônio Fernandes
 
PGE EE CORNÉLIA FERREIRA LADEIRA 2017
PGE EE CORNÉLIA FERREIRA LADEIRA 2017PGE EE CORNÉLIA FERREIRA LADEIRA 2017
PGE EE CORNÉLIA FERREIRA LADEIRA 2017Antônio Fernandes
 
PASSO A PASSO PARA TRABALHO COM DIÁRIO ESCOLAR DIGITAL
PASSO A PASSO PARA TRABALHO COM DIÁRIO ESCOLAR  DIGITALPASSO A PASSO PARA TRABALHO COM DIÁRIO ESCOLAR  DIGITAL
PASSO A PASSO PARA TRABALHO COM DIÁRIO ESCOLAR DIGITALAntônio Fernandes
 
PPP. EE CORNÉLIA FERREIRA LADEIRA encerrado definitivamente 2016
PPP. EE CORNÉLIA FERREIRA LADEIRA encerrado definitivamente 2016PPP. EE CORNÉLIA FERREIRA LADEIRA encerrado definitivamente 2016
PPP. EE CORNÉLIA FERREIRA LADEIRA encerrado definitivamente 2016Antônio Fernandes
 
Documentos que devem ser apresentados no ato da designação
Documentos que devem ser apresentados no ato da designaçãoDocumentos que devem ser apresentados no ato da designação
Documentos que devem ser apresentados no ato da designaçãoAntônio Fernandes
 
cadê os batedores de panelas? VERGONHA DE SER BRASILEIRO.
cadê os batedores de panelas? VERGONHA DE SER BRASILEIRO.cadê os batedores de panelas? VERGONHA DE SER BRASILEIRO.
cadê os batedores de panelas? VERGONHA DE SER BRASILEIRO.Antônio Fernandes
 
CATÁLOGO DE AUTORIAS DA DIVERSIDADE. OBRAS ADQUIRIDAS PELA DIREÇÃO ESCOLA COR...
CATÁLOGO DE AUTORIAS DA DIVERSIDADE. OBRAS ADQUIRIDAS PELA DIREÇÃO ESCOLA COR...CATÁLOGO DE AUTORIAS DA DIVERSIDADE. OBRAS ADQUIRIDAS PELA DIREÇÃO ESCOLA COR...
CATÁLOGO DE AUTORIAS DA DIVERSIDADE. OBRAS ADQUIRIDAS PELA DIREÇÃO ESCOLA COR...Antônio Fernandes
 
Resolução SEE-MG 3118 2016-estabelece critérios e define procedimentos para ...
Resolução SEE-MG  3118 2016-estabelece critérios e define procedimentos para ...Resolução SEE-MG  3118 2016-estabelece critérios e define procedimentos para ...
Resolução SEE-MG 3118 2016-estabelece critérios e define procedimentos para ...Antônio Fernandes
 
PLANTÃO DO ENEM. MANUAL DE REDAÇÃO 2016
PLANTÃO DO ENEM. MANUAL DE REDAÇÃO 2016PLANTÃO DO ENEM. MANUAL DE REDAÇÃO 2016
PLANTÃO DO ENEM. MANUAL DE REDAÇÃO 2016Antônio Fernandes
 
Escola aberta 2016 escola cornélia portfólio finalizado (1)
Escola aberta 2016 escola cornélia portfólio finalizado (1)Escola aberta 2016 escola cornélia portfólio finalizado (1)
Escola aberta 2016 escola cornélia portfólio finalizado (1)Antônio Fernandes
 
PPP PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO ESCOLA CORNÉLIA 2016-2018
PPP PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO ESCOLA CORNÉLIA 2016-2018PPP PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO ESCOLA CORNÉLIA 2016-2018
PPP PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO ESCOLA CORNÉLIA 2016-2018Antônio Fernandes
 
ESTÁGIO NA CAIXA ECONÔMICA FEDERAL PARA ALUNOS MATRICULADOS EM ESCOLAS PÚBLIC...
ESTÁGIO NA CAIXA ECONÔMICA FEDERAL PARA ALUNOS MATRICULADOS EM ESCOLAS PÚBLIC...ESTÁGIO NA CAIXA ECONÔMICA FEDERAL PARA ALUNOS MATRICULADOS EM ESCOLAS PÚBLIC...
ESTÁGIO NA CAIXA ECONÔMICA FEDERAL PARA ALUNOS MATRICULADOS EM ESCOLAS PÚBLIC...Antônio Fernandes
 
Como pedir isenção de taxa de inscrição em concursos públicos
Como pedir isenção de taxa de inscrição em concursos públicosComo pedir isenção de taxa de inscrição em concursos públicos
Como pedir isenção de taxa de inscrição em concursos públicosAntônio Fernandes
 
LISTAGEM CONCURSO EDUCAÇÃO MG 2014
LISTAGEM CONCURSO EDUCAÇÃO MG 2014LISTAGEM CONCURSO EDUCAÇÃO MG 2014
LISTAGEM CONCURSO EDUCAÇÃO MG 2014Antônio Fernandes
 
LISTAGEM FINAL CONCURSO EDUCAÇÃO MINAS GERAIS 2011
LISTAGEM FINAL CONCURSO EDUCAÇÃO MINAS GERAIS  2011LISTAGEM FINAL CONCURSO EDUCAÇÃO MINAS GERAIS  2011
LISTAGEM FINAL CONCURSO EDUCAÇÃO MINAS GERAIS 2011Antônio Fernandes
 
RESOLUÇÃO SEE Nº 2836, DE 28 DE DEZEMBRO DE 2015
RESOLUÇÃO SEE Nº 2836, DE 28 DE DEZEMBRO DE 2015RESOLUÇÃO SEE Nº 2836, DE 28 DE DEZEMBRO DE 2015
RESOLUÇÃO SEE Nº 2836, DE 28 DE DEZEMBRO DE 2015Antônio Fernandes
 

Mais de Antônio Fernandes (20)

A CADA 100 JOVENS NO BRASIL. UM TRISTE RELATO
A CADA 100 JOVENS NO BRASIL. UM TRISTE RELATOA CADA 100 JOVENS NO BRASIL. UM TRISTE RELATO
A CADA 100 JOVENS NO BRASIL. UM TRISTE RELATO
 
JORNAL DIREÇÃO CERTA. SEU INFORMATIVO SOBRE TUDO O QUE ACONTECE NA ESCOLA COR...
JORNAL DIREÇÃO CERTA. SEU INFORMATIVO SOBRE TUDO O QUE ACONTECE NA ESCOLA COR...JORNAL DIREÇÃO CERTA. SEU INFORMATIVO SOBRE TUDO O QUE ACONTECE NA ESCOLA COR...
JORNAL DIREÇÃO CERTA. SEU INFORMATIVO SOBRE TUDO O QUE ACONTECE NA ESCOLA COR...
 
EXEMPLO MAPA TEXTUAL. REDAÇÃO ENEM. TEMA POLÊMICO. IDEOLOGIA DE GÊNERO
EXEMPLO MAPA TEXTUAL. REDAÇÃO ENEM. TEMA POLÊMICO. IDEOLOGIA DE GÊNEROEXEMPLO MAPA TEXTUAL. REDAÇÃO ENEM. TEMA POLÊMICO. IDEOLOGIA DE GÊNERO
EXEMPLO MAPA TEXTUAL. REDAÇÃO ENEM. TEMA POLÊMICO. IDEOLOGIA DE GÊNERO
 
AULÃO DE REDAÇÃO PREPARATÓRIO PARA ENEM 2017. PROFESSOR: ANTÔNIO FERNANDES NETO
AULÃO DE REDAÇÃO PREPARATÓRIO PARA ENEM 2017. PROFESSOR: ANTÔNIO FERNANDES NETOAULÃO DE REDAÇÃO PREPARATÓRIO PARA ENEM 2017. PROFESSOR: ANTÔNIO FERNANDES NETO
AULÃO DE REDAÇÃO PREPARATÓRIO PARA ENEM 2017. PROFESSOR: ANTÔNIO FERNANDES NETO
 
Resolução SECRETARIA DE EDUCAÇÃO MG 3118 16-r
Resolução SECRETARIA DE EDUCAÇÃO MG 3118 16-rResolução SECRETARIA DE EDUCAÇÃO MG 3118 16-r
Resolução SECRETARIA DE EDUCAÇÃO MG 3118 16-r
 
PGE EE CORNÉLIA FERREIRA LADEIRA 2017
PGE EE CORNÉLIA FERREIRA LADEIRA 2017PGE EE CORNÉLIA FERREIRA LADEIRA 2017
PGE EE CORNÉLIA FERREIRA LADEIRA 2017
 
PASSO A PASSO PARA TRABALHO COM DIÁRIO ESCOLAR DIGITAL
PASSO A PASSO PARA TRABALHO COM DIÁRIO ESCOLAR  DIGITALPASSO A PASSO PARA TRABALHO COM DIÁRIO ESCOLAR  DIGITAL
PASSO A PASSO PARA TRABALHO COM DIÁRIO ESCOLAR DIGITAL
 
PPP. EE CORNÉLIA FERREIRA LADEIRA encerrado definitivamente 2016
PPP. EE CORNÉLIA FERREIRA LADEIRA encerrado definitivamente 2016PPP. EE CORNÉLIA FERREIRA LADEIRA encerrado definitivamente 2016
PPP. EE CORNÉLIA FERREIRA LADEIRA encerrado definitivamente 2016
 
Documentos que devem ser apresentados no ato da designação
Documentos que devem ser apresentados no ato da designaçãoDocumentos que devem ser apresentados no ato da designação
Documentos que devem ser apresentados no ato da designação
 
cadê os batedores de panelas? VERGONHA DE SER BRASILEIRO.
cadê os batedores de panelas? VERGONHA DE SER BRASILEIRO.cadê os batedores de panelas? VERGONHA DE SER BRASILEIRO.
cadê os batedores de panelas? VERGONHA DE SER BRASILEIRO.
 
CATÁLOGO DE AUTORIAS DA DIVERSIDADE. OBRAS ADQUIRIDAS PELA DIREÇÃO ESCOLA COR...
CATÁLOGO DE AUTORIAS DA DIVERSIDADE. OBRAS ADQUIRIDAS PELA DIREÇÃO ESCOLA COR...CATÁLOGO DE AUTORIAS DA DIVERSIDADE. OBRAS ADQUIRIDAS PELA DIREÇÃO ESCOLA COR...
CATÁLOGO DE AUTORIAS DA DIVERSIDADE. OBRAS ADQUIRIDAS PELA DIREÇÃO ESCOLA COR...
 
Resolução SEE-MG 3118 2016-estabelece critérios e define procedimentos para ...
Resolução SEE-MG  3118 2016-estabelece critérios e define procedimentos para ...Resolução SEE-MG  3118 2016-estabelece critérios e define procedimentos para ...
Resolução SEE-MG 3118 2016-estabelece critérios e define procedimentos para ...
 
PLANTÃO DO ENEM. MANUAL DE REDAÇÃO 2016
PLANTÃO DO ENEM. MANUAL DE REDAÇÃO 2016PLANTÃO DO ENEM. MANUAL DE REDAÇÃO 2016
PLANTÃO DO ENEM. MANUAL DE REDAÇÃO 2016
 
Escola aberta 2016 escola cornélia portfólio finalizado (1)
Escola aberta 2016 escola cornélia portfólio finalizado (1)Escola aberta 2016 escola cornélia portfólio finalizado (1)
Escola aberta 2016 escola cornélia portfólio finalizado (1)
 
PPP PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO ESCOLA CORNÉLIA 2016-2018
PPP PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO ESCOLA CORNÉLIA 2016-2018PPP PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO ESCOLA CORNÉLIA 2016-2018
PPP PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO ESCOLA CORNÉLIA 2016-2018
 
ESTÁGIO NA CAIXA ECONÔMICA FEDERAL PARA ALUNOS MATRICULADOS EM ESCOLAS PÚBLIC...
ESTÁGIO NA CAIXA ECONÔMICA FEDERAL PARA ALUNOS MATRICULADOS EM ESCOLAS PÚBLIC...ESTÁGIO NA CAIXA ECONÔMICA FEDERAL PARA ALUNOS MATRICULADOS EM ESCOLAS PÚBLIC...
ESTÁGIO NA CAIXA ECONÔMICA FEDERAL PARA ALUNOS MATRICULADOS EM ESCOLAS PÚBLIC...
 
Como pedir isenção de taxa de inscrição em concursos públicos
Como pedir isenção de taxa de inscrição em concursos públicosComo pedir isenção de taxa de inscrição em concursos públicos
Como pedir isenção de taxa de inscrição em concursos públicos
 
LISTAGEM CONCURSO EDUCAÇÃO MG 2014
LISTAGEM CONCURSO EDUCAÇÃO MG 2014LISTAGEM CONCURSO EDUCAÇÃO MG 2014
LISTAGEM CONCURSO EDUCAÇÃO MG 2014
 
LISTAGEM FINAL CONCURSO EDUCAÇÃO MINAS GERAIS 2011
LISTAGEM FINAL CONCURSO EDUCAÇÃO MINAS GERAIS  2011LISTAGEM FINAL CONCURSO EDUCAÇÃO MINAS GERAIS  2011
LISTAGEM FINAL CONCURSO EDUCAÇÃO MINAS GERAIS 2011
 
RESOLUÇÃO SEE Nº 2836, DE 28 DE DEZEMBRO DE 2015
RESOLUÇÃO SEE Nº 2836, DE 28 DE DEZEMBRO DE 2015RESOLUÇÃO SEE Nº 2836, DE 28 DE DEZEMBRO DE 2015
RESOLUÇÃO SEE Nº 2836, DE 28 DE DEZEMBRO DE 2015
 

Último

Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasPrograma de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasCassio Meira Jr.
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundogeografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundonialb
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfIedaGoethe
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfaulasgege
 
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A  galinha ruiva sequencia didatica 3 anoA  galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A galinha ruiva sequencia didatica 3 anoandrealeitetorres
 
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfUFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfManuais Formação
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasRicardo Diniz campos
 
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfWilliam J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfAdrianaCunha84
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasCassio Meira Jr.
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxIsabellaGomes58
 
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...LizanSantos1
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfEditoraEnovus
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPanandatss1
 
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirIedaGoethe
 
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOVALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOBiatrizGomes1
 
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresLilianPiola
 
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOMarcosViniciusLemesL
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresaulasgege
 

Último (20)

Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasPrograma de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
 
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundogeografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
 
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A  galinha ruiva sequencia didatica 3 anoA  galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
 
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfUFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
 
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfWilliam J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
 
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SP
 
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppttreinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
 
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
 
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOVALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
 
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
 
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
 

ESCOLA CORNÉLIA. PROJETO FORPAZ. PROF. AUGUSTO CARVALHO.

  • 2.
  • 3. Refletir sobre a função da escola no combate à violência que está cada vez mais presente no ambiente escolar bem como diagnosticar as causas da violência e com que frequência vem ocorrendo esses casos e suas consequências.
  • 4.  Constatar a problemática que ocorre nas salas de aula;  Apresentar estratégias que amenize o crescimento dessa violência;  Aferir os motivos que leva o aluno a prática da violência na escola;  Refletir sobre a impor tância da paz no interior do ambiente escolar;  Verificar as causas da violência nas escolas;  Compreender o papel de cada um na superação da violência;  Promover palestra sobre o ECA – Estatuto da Criança e do Adolescente;
  • 5. A violência nas escolas; Estatuto da Criança e do Adolescente; A impor tância da paz no ambiente escolar; Números da violência nas escolas no Brasil;
  • 6.
  • 7. A violência tem tomado o espaço da paz e da fraternidade no interior das escolas em todas as regiões, em todos os países, se ouve falar de casos de violência. Esta se apresenta tanto de forma verbal ou mesmo fisicamente, e, afeta o sujeito que sofre o dano de tal forma que este passa a ser influenciado negativamente deixando de tirar boas notas, não se interessando por estar na escola e alguns acabam evadindo, desta forma aumentando o número de desistentes e/ou reprovados nos relatórios finais do ano letivo. Em geral, a violência é conceituada como um ato de brutalidade, física e/ou psíquica contra alguém e caracteriza relações interpessoais descritas como opressão, intimidação, medo e terror.
  • 8.
  • 9.
  • 10.
  • 11.
  • 12. A violência é considerada nos dias atuais como um fenômeno globalizado, portanto, não atinge apenas os alunos das turmas primárias, mas atinge a crianças, adolescentes, adultos e idosos estudantes ou não, e isto, como já foi dito, acontece em qualquer lugar. A questão da violência escolar, hoje, é comumente chamada de bullyng, que é o mesmo que humilhar, intimidar, ofender, agredir. Atitudes que para muitos pais ou responsáveis é normal, é coisa de criança e que vai passar. Na verdade é bullyng, palavra em inglês que é usada com o sentido de zoar, gozar, tiranizar, ameaçar, intimidar, humilhar, isolar, perseguir, ignorar, ofender, bater, ferir, discriminar e colocar apelidos maldosos.
  • 13.
  • 14.
  • 15.
  • 16.
  • 17.
  • 18.
  • 19.
  • 20.
  • 21.
  • 22.
  • 23.
  • 24.
  • 25.
  • 26.
  • 27.
  • 28.
  • 29.
  • 30.
  • 31.
  • 32. A Paz procura espaço na sociedade de hoje, mas muitas vezes só encontra egoísmo e desencontros. As pessoas não valorizam a paz enquanto a têm. Reclamam muito e pouco dão valor ao sentido real da paz que se espelha no suprimento de nossas necessidades, na oportunidade de estudar, de respirar, de estar vivo... Geralmente se reclama muito e pouco se reconhece no dia-a-dia. Como se não bastasse, ainda existe o consumismo que leva as pessoas a comprar e até roubar, mesmo sem necessidade: “Em sua forma mais pura a paz é silêncio interno preenchido com o poder da verdade. Paz é a característica proeminente do que nós chamamos de “uma sociedade civilizada”, e o caráter de uma sociedade pode ser visto através da consciência coletiva de seus membros. (UEMBK – Manual de Valores Maria Radespiel, 2009)”. “A paz consiste em pensamentos puros, sentimentos
  • 33.
  • 34.
  • 35. Paz é quando conseguimos encontrar o ponto de equilíbrio entre o pensamento, a palavra e a ação sendo o primeiro grande princípio da construção da paz a não-violência e os princípios morais. Nos dias atuais, as pessoas clamam por paz, mas a grande maioria não a cultiva no dia-a-dia. Há uma grande guerra de poder entre os homens de todas as classes sociais que culminam com
  • 36.
  • 37.
  • 38.
  • 39. RESPEITAR A VIDA; REJEITAR A VIOLÊNCIA; SER GENEROSO; OUVIR PARA COMPREENDER; PRESERVAR O PLANETA; REDESCOBRIR A SOLIDARIEDADE.