Parte 05 analizador de espectro

859 visualizações

Publicada em

.........

Publicada em: Diversão e humor
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
859
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
49
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Parte 05 analizador de espectro

  1. 1. $1$/,6$'25'((63(752 AeM – Áudio e Música www.audioemusica.com.br audioemusica@audioemusica.com.br AeM – Áudio e Música Todos os diretos reservados, nenhuma parte desta apostila poderá ser reproduzida ou transmitida por quaisquer meio ou processo sem previa autorização por escrito do autor.
  2. 2. AeM – Áudio e Música - www.audioemusica.com.br 2 DIVISÃO DO ESPECTRO DE FREQÜENCIA Uma oitava corresponde a uma razão de 2/1 (Oitava acima) ou de ½ (Oitava abaixo) na freqüência. Como essa variação é uma fração, para subdividi-las em três partes iguais, extraímos sua raiz cúbica: 2 ½ = 1.2599. Para a obtenção desta escala de freqüência o que se faz é dividir o espectro de freqüências, não em terços de oitava, mas em décimos de décadas, afim de que tenhamos as décadas “Corretas” – por exemplo, temos 25hertz, 250hertz, 2.500hertz. O resultado é quase o mesmo porque 10 1/10 = 1.2589. Este resultado é muito próximo da raiz cúbica de 2, e portanto pode ser considerado igual a 1/3 de oitavas. A ISO é uma associação internacional de padrões técnicos, (a mesma das famosas normas ISO 9000) onde se definiu uma seqüência numérica para medidas de freqüências com base em proporções de terços de oitavas arredondadas. Desta forma a escala da banda de Áudio utilizada nos equalizadores de 1/3 de oitavas, fique dividida da forma que todos nós fiquemos habituados a usar. Um equalizador de 31 bandas tem uma extensão de 10 oitavas. Se optarmos pela utilização de 30 Bandas, o EQ deverá ter 10 oitavas divididas por 30 Bandas é igual a 1/3 de oitava por banda. Outro exemplo é: Quantas bandas deverão ter um equalizador de oitavas? Resp: 10 oitavas dividido por 1 oitava/banda é igual a 10 bandas. ESPECTRO E SUAS RESPECTIVAS DIVISÕES
  3. 3. AeM – Áudio e Música - www.audioemusica.com.br 3 RTA – “REAL TIME ANALIZER” Analisador de espectro em tempo real Temos um exemplo gráfico de alinhamento das freqüências por um ANALIZADOR DE ESPECTRO, onde a leitura do gráfico “A” corresponde a resposta de freqüência de um ambiente qualquer aplicando-se o Ruído Rosa para a obtenção da resposta da freqüência. O gráfico “B” mostra o alinhamento e a correção sendo feita com um equalizador gráfico, já o gráfico “C” mostra o sistema alinhado em 0dB. Como podemos observar no gráfico de alinhamento, não é tão difícil assim alinharmos um equipamento de P.A. ou Monitor. Uma característica muito importante para que isso ocorra com uma certa eficiência, é de que o espectro do equalizador e as 31 frequências contidas nele têm que ser do conhecimento do técnico. No gráfico “A” temos a leitura feita por um analisador de espectro mostrando as deficiências de algumas freqüências relativas a algum local qualquer. Note bem que no gráfico temos os excessos e as freqüências que realmente estamos precisando para alinhar um sistema aqui definido pelo gráfico “A”. No gráfico “B” temos a solução que deverá ser feita e modificada no equalizador conforme leitura do analisador. É obvio que as que estão faltando deverão ser acrescentadas e as que estão sobrando deverão ser atenuadas (abaixadas até 0dB). Já no gráfico “C” a leitura do analisador após o acerto das freqüências no equalizador o espectro deverá ter a resolução final onde todas as freqüências deverão estar em um só plano (0dB).
  4. 4. AeM – Áudio e Música - www.audioemusica.com.br 4 Gráfico de sinal de saída após a equalização Gráfico de ajustes a serem feitos no equalizador Gráfico de sinal de entrada GE GE GE GE GE GE GE GE GE $
  5. 5. %
  6. 6. N N N N N Um detalhe muito importante é que não devemos nunca esquecer, é que na passagem do som alinhado com o Analisador de Espectro o som pode não lhe agradar conforme o esperado. Digamos que se perde um pouco das “Pontas” com relação a graves e agudos. “Isto ocorre por causa da diferença de leitura feita pelo ouvido e pelo analisador” Mas é um ótimo recurso para passagem de som e com aquele retoque no final do alinhamento, é claro nas “Pontas”, consegue-se um resultado mais satisfatório.
  7. 7. AeM – Áudio e Música - www.audioemusica.com.br 5 CAPTAÇÃO DAS FREQUÊNCIAS COM MICROFONE CALIBRADO ! 1 metro Afastado 1 metro da traseira 1 metro Afastado 1 metro da traseira 2,5 metros Em frente a mesa de P.A. Mesa de P.A. 1 3 5 642 Importante: Ao posicionar o microfone de referência, procure o meio do eixo das freqüências médias e altas. Com isso teremos o controle de medições de um sistema básico. POSICIONAMENTO No posicionamento 1 e 2, procure manter uma distância de 1 metro de frente do P.A.. Já no posicionamento 3 procure coloca-lo em frente do palco à 2,5 metros. Neste 3° posicionamento teremos uma resposta igual as do posicionamento 1 e 2 só que acima de 250Hertz. (esta leitura será idêntica). Isto ocorre por causa da somatória dos dois P.ª com um acréscimo de 3dB na faixa a partir de 250Hertz.
  8. 8. AeM – Áudio e Música - www.audioemusica.com.br 6 No posicionamento 4 as características dessa medição deverão ser iguais as da posição 3, mas com um nível de amplitude mais atenuado. Posicionamento 5 e 6 o microfone deverá ser colocado no mesmo eixo das posições 1 e 2 a 1 metro da parede do fundo da mesa de P.A.. Estas medições deverão ser feitas para que se possibilite observar alguns problemas causados por ondas. Em todas as medições realizadas, todas deverão estar dentro de um plano de avaliações, mas observe se em todas as medidas realizadas que não haja diferença em uma escala muito alta. Se isto ocorrer teremos problemas graves de fase dentro do estabelecimento ou no sistema de P.A. Os microfones calibrados são utilizados para todas estas medições por possuírem uma resposta plana de todas as freqüências. Os microfones calibrados são especialmente fabricados para esta finalidade onde se obtêm uma leitura mais especifica do estabelecimento a ser medido. Um detalhe muito importante é saber de todo Analisador de Espectro oferece recursos muito bons para alinhamento de qualquer que seja a necessidade. O RTA deve ter resoluções de 1/3 de oitavas, para permitir uma melhor leitura, pois mesmo tendo um de 1 oitava será de grande utilidade. O FFT (Fast Fourier Transform) é Analisador de Espectro usado em resoluções maiores e é utilizado para medições científicas. Nota: O Analisador de Espectro possui em gerador de sinais interno com o qual recebe o nome na passagem de som, o ruído rosa (Pink Noise). Vejamos então o que este ruído (noise) significa para a passagem de som e suas características principais.
  9. 9. AeM – Áudio e Música - www.audioemusica.com.br 7 PINK NOISE O Pink Noise ou Ruído Rosa como é conhecido, é um som parecido com o daquele de uma televisão fora do ar, um Xiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii, é um chiado. Só que este ruído é gerado pelo RTA que excita todas as freqüências contidas no equalizador. Este por sua vez será enviado para o sistema de som para que um microfone faça a leitura das freqüências geradas pelo sistema de som, daí toda a particularidade e característica do RTA. Suas analises deverão ser feitas conforme já foi explicado. Nosso ouvido possui uma dificuldade em ouvir freqüências mais baixas, ou seja, freqüências mais graves. Ao contrário do White Noise ou Ruído Branco, que a cada oitava que se realiza a leitura ele acrescenta 3 dB de amplitude, o Pink Noise tem a propriedade de faze-lo ao contrário. Este ruído excita todas as freqüências de modo global, “Plana”, “Iguais” inclusive as baixas freqüências (de graves) com atenuação de 3dB por oitava. O nível de ruído deverá ser o suficiente para encobrir os outros ruídos do ambiente. É comum a atenuação natural de 3dB/oitava de freqüências a partir de 6,3Khz ou 8 Khz, assim como mostra o gráfico de atenuação.
  10. 10. AeM – Áudio e Música - www.audioemusica.com.br 8 Nota: “A partir de 6,3Khz em 0 dB o som atenua a partir de 1dB/oitava em uma sala fechada, ou seja, uma sala de controle de um estúdio por exemplo”. Já em locais maiores do tipo uma danceteria, salão de festas, etc, a atenuação deverá ter início e 3Khz a 0 dB em 4 Khz, e assim por diante, veja o outro gráfico de uma sala maior. Não tente de maneira alguma colocar a resposta da freqüência do ambiente até 20Khz, porque na acústica há uma queda suave na freqüência tanto mais baixa quanto maior for o ambiente. Se ao tentar Fletar a resposta do sinal até 20Khz, o resultado será uma sonoridade nas freqüências muito exagerada, muito “aguda”. Então, há motivos suficientes para que você tome os cuidados necessários para a realização de um trabalho usando um RTA com o microfone específico (calibrado), com o Ruído Rosa, com medições inteligentes obedecendo as regras, é claro. Atenção: Nada disso trará bons resultados se você não estiver com as 31 bandas do equalizador gravado na memória, cada uma das 31 freqüências. A ultima advertência é não forçar o sistema a falar as freqüências que ele não responde, se não tiver uma certa noção do que está fazendo, seu sistema correrá risco de danificar seus graves, médios graves, médios e agudos. Todas essas regras devem se seguidas e não se esquecendo que também há uma atenuação nos graves a partir de 30Hz e 35Hz.

×