Impactos da midia 23.05. atualizado

2.279 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.279
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
108
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Impactos da midia 23.05. atualizado

  1. 1. Profª. Sandra RodriguezDesenvolvimento II - Adolescência
  2. 2.  Cristina Gonçalves Andrade  Débora Santos Rossana da Rosa do Carmo  Tatiele de Castro
  3. 3.  Vídeo: Mídia x Consumo http://www.youtube.com/watch?v=1CoXRwII L_A
  4. 4.  Sem distinção de classe social ou idade. A mídia torna-se responsável por propagandas, novidades no mercado, facilidades em cirurgias, plásticas, etc. Na adolescência ocorre a busca pela identidade bem como a formação de uma autoimagem, onde o adolescente busca um ídolo que na maioria das vezes é encontrado em geral em TV, jornal, revistas, internet. Estes ídolos geralmente provocam um forte apelo ao culto do corpo e a boa forma, ditando padrões e influenciando diretamente na constituição da personalidade do adolescente que está em formação, fazendo com que tais aspectos sejam levados para a sua vida adulta, caso não sejam bem elaborados.
  5. 5.  Os meios de comunicação estabelecem a função de intermediários entre as pessoas e a “realidade”. Estudiosos da área de comunicação afirmam que a mídia estimula, seduz, favorece identificações, influencia opiniões e contribui para o fortalecimento do hedonismo e da hegemonia da aparência. Através de propagandas, revistas, jornais, pessoas dotadas desta chamada beleza cultuam o imaginário da população que adota hábitos e práticas destes ícones da mídia para alcançarem o corpo ideal.
  6. 6.  “O ideal de beleza que a sociedade e os meios de comunicação impõem está associado a magreza absoluta. É preciso olhar para esses apelos com espírito crítico e bom senso e não deixar se levar pela mensagem enganosa que possam expressar.”Os adolescentes não avaliam E muitas vezes acabam desenvolvendo algumas doenças seus atos em busca do “corpo ideal “
  7. 7.  A sociedade e a mídia nas últimas três décadas têm exercido uma influência extremamente crítica e observadora sobre o corpo, estabelecendo padrões estéticos, rotulando e classificando pessoas de acordo com sua imagem corporal, cultuando o belo e o perfeito. Além da mídia, o ambiente social, familiar e esportivo, contribui para fortalecer a necessidade das pessoas extremamente preocupadas com sua imagem corporal e sua inserção social. O fato é que estes procedimentos não irão agregar saúde ao mesmo, trazendo transtornos físicos e psicológicos que agravarão seu quadro de desconforto com sua imagem corporal e na busca do corpo idealizado
  8. 8. Wilsa Carla Marilyn Monroe Anos 50 Anos 60
  9. 9. Helô Pinheiro Cindy Crowford Anos 70 Anos 90
  10. 10. Juliana Paes Gisele Bündchen Anos 2000 Dias Atuais
  11. 11.  http://www.youtube.com/watch?v=dG-dnvA5_UI
  12. 12.  Como nesta fase de sua vida o adolescente necessita de reforços sociais e de modelos a serem seguidos, o mesmo pode iniciar uma dieta para que se pareça com algum ícone da televisão pois percebe que a mídia como um todo GLORIFICA um corpo esbelto, no caso das mulheres e um corpo forte e musculoso para os homens. Acabam por tornar-se alvos preferidos desta mídia pois estão em um momento de luto ao corpo infantil e aceitação de um corpo adulto, em que acham- se “estranhos”, ao mesmo tempo percebe que a sociedade o olha com outros olhos e nesta confusão toda, busca uma aceitação desta nova imagem corporal, bem como corresponder aos anseios desta sociedade. Neste período de mudanças o adolescente atribui muita importância ao olhar do outro e ser diferente o perturba muito, os amigos funcionam como espelho. Por isso o ideal da aparência física torna estes jovens escravos de dietas, academias, esportes, produtos naturais, cirurgias plásticas, eles ficam vulneráveis a esta idolatria do corpo.
  13. 13.  Não comer por opção ou por condição? Comer em excesso ou não comer absolutamente nada? Os distúrbios alimentares, segundo a OMS, representam atualmente o problema de saúde mais importante da humanidade. Nos países subdesenvolvidos, o número de mortes pela falta de comida, por CONDIÇÃO, aumenta. Já nos países desenvolvidos e em desenvolvimento, a preocupação são com os transtornos alimentares como, o sobrepeso, a obesidade, a anorexia e bulimia.
  14. 14.  Manifestados de  Há um aumento na diversas formas, incidência destes intensidades e transtornos gravidades, porém concomitante à sempre relacionados a evolução do padrão de perda ou ganho de beleza feminino em peso corporal, bem direção a um corpo como a dificuldades cada vez mais magro. emocionais.
  15. 15.  Com o aumento do famoso “culto” ao corpo perfeito, vem surgindo de maneira crescente um comprometimento chamado Vigorexia ou Transtorno Dismórfico Corporal, considerada pelos médicos como um TOC (transtorno obsessivo compulsivo), onde o indivíduo desenvolve uma auto imagem distorcida de si mesmo.
  16. 16.  A vigorexia afeta de maneira tão forte que as pessoas nem se preocupam com os danos que ela pode causar e somente se importam em ficar com músculos grandes. A pessoa que sofre de vigorexia não pensa somente em ter os músculos avantajados, mas também em mostrá- los todo tempo.
  17. 17.  Acometimento em grande  Fadiga global e parte do sexo masculino persistente  Fraqueza muscular Fisicamente fortes  Desânimo Prática esportiva de  Depressão musculação e/ou Fisiculturismo  Irritabilidade  Desinteresse sexual Carga horária excessiva de treinamento Características do Sintomas relacionados indivíduo ao Overtraining
  18. 18.  http://www.youtube.com/watch?v=q58bukdJr7g
  19. 19.  Anorexia é um transtorno alimentar, caracterizado por uma rígida e insuficiente dieta alimentar e estresse físico. Uma doença, que envolve componentes psicológicos, fisiológicos e sociais.
  20. 20.  Recusa em participar das refeições familiares; Preocupação exagerada com o valor calórico dos alimentos; Interrupção do ciclo menstrual e regressão das características femininas; Atividade física intensa e exagerada; Visão distorcida do próprio corpo.
  21. 21.  Diversos fatores favorecem o aparecimento da doença: predisposição genética, o conceito atual de moda que determina a magreza absoluta como símbolo de beleza e elegância, a pressão da família e do grupo social e a existência de alterações neuroquímicas cerebrais, especialmente nas concentrações de serotonina e noradrenalina. http://drauziovarella.com.br/wiki-saude/anorexia-nervosa
  22. 22.  http://www.youtube.com/watch?feature=pl ayer_embedded&v=q_MpSZDg6z0 http://capricho.abril.com.br/blogs/soscorp o/um-depoimento-sobre-anorexia/
  23. 23.  Transtorno alimentar compulsório caracterizado pela ingestão de enorme quantidade de alimentos. Pessoas com Bulimia utilizam-se de métodos “compensatórios”. Laxantes, diuréticos, uso de medicamentos inibitórios, exercícios físicos em excesso, indução ao vômito, além de haver casos de jejuns rigorosos. BULIMIA NÃO É SINÔNIMO DE MAGREZA
  24. 24.  Alta ingestão de alimentos; Fadiga; Desmaios; Ressecamento da pele; Irregularidade ou falta de menstruação; Constipação; Oscilação de Humor; Depressão; Arritmias Cardíacas; Desidratação.
  25. 25.  Geralmente apresentam peso normal; Baixa auto estima e obsessão com o peso; Sentem vergonha de sua condição e escondem-se para fazer a ingestão de alimentos pois julgam tal comportamento como sendo uma falta de controle de sua parte; Causada por pressão psicológica (profissional e familiar); Biológicos (Fatores Genéticos); Culturais (Culto ao corpo perfeito);
  26. 26. Ingestão de alimentos emgrandes quantidades Indução ao vômito
  27. 27. http://www.youtube.com/watch?v=dRJcsZpGknk&feature=emailhttp://www.youtube.com/watch?v=a6JMy__O8nQ&feature=email
  28. 28. É uma doença crônica multifatorial, na quala reserva natural de gordura aumenta de talforma que passa a estar associada a certosproblemas de saúde ou ao aumento da taxade mortalidade. É resultado do balançoenergético positivo, ou seja, a ingestãoalimentar é superior ao gasto energético.
  29. 29. No adolescente afeta sua auto estima, fazendo com que na maioria das vezesela fique baixa.Na maioria dos casos, promove o isolamento social, que por vezes podemlevar a uma depressão e ansiedade maiores, que leva o jovem a comer muitomais bem como a tentar diversas dietas, sem orientação e que acabam porterminar sem sucesso.
  30. 30. A forma mais utilizada para a mediçãoda gordura corporal é o IMC (INDICE DEMASSA CORPORAL, em que se divide opeso em quilogramas pela altura emmetros ao quadrado. IMC= Kg/ M²Este cálculo resulta em uma tabelaconforme segue abaixo:
  31. 31. http://www.youtube.com/watch?v=CQ_EbTivy9Uhttp://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=ioa6TkN850Ahttp://www.youtube.com/watch?v=qrq-dw9kokY
  32. 32.  http://kilorias.virgula.uol.com.br/2012/02/transtornos-alimentares- aumentam-em-adolescentes-saiba-como-detecta-los/ www.culturamix.com/saude/doencas/vigorexia www.psicomental.com/tag/anorexia www.aiessanutri.com.br http://drauziovarella.com.br/wiki-saude/anorexia-nervosa/ http://www.blogodorium.com.br/anorexia-causas-e-tratamentos-desta- doenca/ http://capricho.abril.com.br/revista/ http://pt.wikipedia.org/wiki/Obesidade
  33. 33.  FELERICO, S. - HOFF, T. Corpos femininos e masculinos na publicidade: do medido ao desmedido. PORTO, A.A. LINS. R. G Imagem corporal masculina e a mídia MÜLLER, A. P – CORREIRA, E. – PAIXÃO, M. – ALVES, P. – FERREIRA, S. -A mídia nos transtornos alimentares do adolescente: um contraste multidisciplinar.

×