Era uma Vez...
1. Mário Marinheiro viajava muito e em suas viagens
levava livros e papéis de carta, pois gostava muito de ler
e de escrev...
2. Na barraca, em contato com a vida ao ar livre, Mário
Marinheiro podia observar o vôo das aves e os ninhos de
passarinho...
3. Á noite, o toldo da barraca tinha que ser levantado,
primeiro de um lado, transpassando-o para ficar bem
preso, e depoi...
4. Mário Marinheiro gostava do seu chapéu de forma
triangular para se proteger do sol. Quando precisava
de saquinho para p...
5. Um dia sentado, percebeu que se unisse as pontas do
chapéu teria um bico de um passarinho.
6. Levantando as pontas que apontavam para baixo,
uma para cada lado, teria um chapéu menor.
7. Mario Marinheiro continuou a fazer algumas dobras.
8. Desdobrou as últimas abas, puxando para fora suas
duas pontas.
9. Qual não foi sua surpresa ao ver o chapéu
transformar-se num barco!
10. Certo dia, navegando em alto-mar, o barco de Mário
Marinheiro começou a balançar de um lado para o outro,
pois as onda...
11. De repente, o barco bateu num rochedo, o que lhe
arrancou a parte da frente - a proa.
12. O barco rodopiou e foi arrancada a parte de trás - a popa
13. Em seguida o barco virou o mastro de ponta
cabeça e bateu no fundo do mar, perdendo a ponta do
mastro. O barco foi ent...
14. Numa camiseta salva-vidas.
Mario marinheiro
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Mario marinheiro

4.007 visualizações

Publicada em

0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.007
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
120
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Mario marinheiro

  1. 1. Era uma Vez...
  2. 2. 1. Mário Marinheiro viajava muito e em suas viagens levava livros e papéis de carta, pois gostava muito de ler e de escrever. As cartas que escrevia eram depois dobradas e colocadas em envelopes. Quando chegavam as respostas, ele as desdobrava para ler, dentro da barraca onde ficava acampado, isso quando não estava em alto-mar.ajava muito e
  3. 3. 2. Na barraca, em contato com a vida ao ar livre, Mário Marinheiro podia observar o vôo das aves e os ninhos de passarinhos dos mais variados tamanhos e cores.
  4. 4. 3. Á noite, o toldo da barraca tinha que ser levantado, primeiro de um lado, transpassando-o para ficar bem preso, e depois do outro.
  5. 5. 4. Mário Marinheiro gostava do seu chapéu de forma triangular para se proteger do sol. Quando precisava de saquinho para pipoca, copo ou coador podia obtêlos virando o chapéu para baixo.
  6. 6. 5. Um dia sentado, percebeu que se unisse as pontas do chapéu teria um bico de um passarinho.
  7. 7. 6. Levantando as pontas que apontavam para baixo, uma para cada lado, teria um chapéu menor.
  8. 8. 7. Mario Marinheiro continuou a fazer algumas dobras.
  9. 9. 8. Desdobrou as últimas abas, puxando para fora suas duas pontas.
  10. 10. 9. Qual não foi sua surpresa ao ver o chapéu transformar-se num barco!
  11. 11. 10. Certo dia, navegando em alto-mar, o barco de Mário Marinheiro começou a balançar de um lado para o outro, pois as ondas estavam revoltas por causa da chuva que começara a cair. No céu haviam muitas nuvens, que provocavam trovões barulhentos..
  12. 12. 11. De repente, o barco bateu num rochedo, o que lhe arrancou a parte da frente - a proa.
  13. 13. 12. O barco rodopiou e foi arrancada a parte de trás - a popa
  14. 14. 13. Em seguida o barco virou o mastro de ponta cabeça e bateu no fundo do mar, perdendo a ponta do mastro. O barco foi então se desmanchando... Como Mário Marinheiro foi nadando até a praia e salvou-se... Graças a seu barco, que se transformara adivinhe em que?
  15. 15. 14. Numa camiseta salva-vidas.

×