SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 48
Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br
Uma proposta de modelo de processo para
publicação de dados abertos conectados
governamentais
Thiago José Tavares Ávila
Mestrando
Programa de Pós-Graduação em Modelagem Computacional do
Conhecimento
Instituto de Computação – Universidade Federal de Alagoas
25/11/2015
Prof. Dr. Ig Ibert Bittencourt – Orientador
Profª Draª Patrícia Ospina – Co-Orientadora
Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br
Agenda
• Contextualização
• Motivação
• Trabalhos Relacionados
• Problemática
• Objetivos da Pesquisa
• Proposta: Modelo de processo “Piece of Cake”
• Validação
• Limitações
• Conclusão e Trabalhos Futuros
• Referências
2
Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br
Contextualizando ....
• Qual o montante destinado para a função Educação
no Orçamento do Estado Brasileiro em 2014?
Download de dados do
Orçamento Governo
Federal
Download de dados dos
Orçamentos das 27 Unidades
Federativas
Download de dados dos
Orçamentos dos 5565
Municípios
+ +
Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br
Dados Abertos Governamentais
• “Dados produzidos pelo governo e colocados à disposição das
pessoas de forma a:
– tornar possível não apenas sua leitura e acompanhamento,
– mas também sua reutilização em novos projetos, sítios e aplicativos;
– seu cruzamento com outros dados de diferentes fontes;
– e sua disposição em visualizações interessantes e esclarecedoras”.
(W3C Brasil, 2011)
Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br
5
Acesso à Informação: Obrigações Legais
Figura 1 – Mapa dos países que possuem Lei de Acesso à Informação no mundo [Banisar, 2013]
Lei 12.527/2011 - Art. 8 § 3º
II - possibilitar a gravação de relatórios em
diversos formatos eletrônicos, inclusive
abertos e não proprietários, tais como
planilhas e texto, de modo a facilitar a
análise das informações; [...]
Lei 12.527/2011 - Art. 8 § 3º
III - possibilitar o acesso automatizado
por sistemas externos em formatos
abertos, estruturados e legíveis por
máquina [...]
Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br
Mas problemas existem ...
“Dispor de dados abertos governamentais é algo ótimo, mas é muito difícil
tomar decisões sensatas sem o contexto do que significam tais dados. Atualmente, é
necessário envolver analistas e cientistas para gerar conhecimento a partir de tais
dados.
Robert Schaefer – Project Scientist
Johns Hopkins University Applied Physics Lab
Conferência Internacional para Governo Aberto (2010)
Outros problemas:
• Difíceis de serem consumidos
• Formatos variados e/ou proprietários
• Licenciamento ineficaz (ou inexistente)
Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br
7
Figura 2 – Esquema das 5-Estrelas dos Dados Abertos (Berners-Lee, 2006).
Esquema das 5-Estrelas dos Dados Abertos
Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br
Identificar os
dados
Modelar e
enriquecer os
dados
Tornar os
dados mais
“encontráveis”
na web
Conectar os
dados
Dados Conectados: Um caminho para resolver ...
Figura 3 – Princípios dos dados conectados (Berners-Lee, 2006)
“Melhores práticas para publicar e
conectar dados estruturados na Web
utilizando os padrões internacionais do
W3C, permitindo o estabelecimento
de uma rede de dados que se
conectam e auto enriquecem”.
(Wood et al,2013)
Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br
9
Dados Abertos Conectados Governamentais (DACG)
“Dados abertos governamentais publicados de
acordo com os princípios dos dados conectados”.
(ISA,2013)
Figura 4 – Iniciativas de Dados Abertos Conectados Governamentais na Europa (ISA, 2013)
Figura 5 – Conjuntos de dados do Orçamento Federal Brasileiro no Catálogo Brasileiro de Dados AbertosFigura 6 – Consulta SPARQL sobre o Orçamento Federal Brasileiro
Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br
Oferta de DACG
País Recursos de dados
abertos conectados
Total de recursos
de dados
Participação
Alemanha 4 37.479 0,01%
Austrália 0 2.137 0,00%
Brasil 15 8.582 0,17%
Cingapura 0 11.977 0,00%
E.U.A. 7.051 332.568 2,12%
Espanha 1.775 9.029 19,66%
Itália 2.055 21.850 9,41%
Japão 0 18.105 0,00%
Reino Unido 362 9.497 3,81%
Tabela 1 – Participação de dados conectados nos catálogos de dados abertos governamentais (Do autor, 2015).
Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br
• Problema de Negócio:
• Como guiar instituições governamentais a publicar dados
abertos conectados considerando as melhores práticas e
procedimentos produzidos e disponíveis na literatura?
Problemas de Pesquisa
Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br
Trabalhos Relacionados
“Best Practices for Publishing Linked Data – BPLDs” (W3C)
Figura 7 – 10 Melhores Práticas para Publicação de Dados Conectados - W3C (W3C, 2014)
1. Preparar
Partes
Interessadas
2. Selecionar
Conjuntos de
Dados
3. Modelar os
Dados
4. Especificar
uma Licença
Apropriada
5. Estabelecer
boas URIs
6. Estabelecer
Vocabulários
Padrão
7. Converter
Dados para
Dados
Conectados
8. Prover
Acesso
Automatizado
aos Dados
9. Anunciar
para o público
10.
Estabelecer
um contrato
social
Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br
Figura 9 – Processo de publicação de dados proposto em The Joy of Data - Cookbook for Publishing Linked Government Data on the Web (Hyland
and Wood, 2011)
Trabalhos Relacionados
Figura 8 – Processo de publicação de dados abertos governamentais proposto no Guía para la Apertura de Datos en Colombia (Colombia, 2012)
Figura 10 – Processo de publicação de dados proposto em Methodological Guidelines for Publishing Government Linked Data (Villazón-Terrazas et. al,
2011)
Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br
• Desafios:
• Existem poucos processos que suportam a publicação de dados conectados
governamentais;
• Ausência de processos detalhados e softwares que apóiem o ciclo de vida
de publicação de dados conectados governamentais
• Processos são direcionados à desenvolvedores de software, não para agentes
governamentais (Villazón-Terrazas et. al, 2011);
• Processos existentes, aparentemente, não consideram o nível de
maturidade em gestão e publicação de dados das organizações
publicadoras.
Problemática
Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br
• Problema de Negócio:
• Como guiar instituições governamentais a publicar dados
abertos conectados considerando as melhores práticas e
procedimentos produzidos e disponíveis na literatura?
• Problema Técnico:
• “Que novos procedimentos devem ser propostos para que
instituições governamentais publiquem dados abertos
conectados considerando o seu nível de maturidade em gestão e
publicação de dados?”
Problemas de Pesquisa
Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br
• Propor um modelo de processo para publicação de dados
abertos conectados governamentais que:
• Considere o nível de maturidade em gestão e publicação de
dados das instituições governamentais;
• Apresente atividades para a implementação de melhores
práticas para publicação de dados conectados;
• Seja iterativo e incremental.
Objetivos
Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br
18
A Proposta - Modelo de Processo “Piece of Cake”
Figura 11 – Visão Geral do modelo de processo “Piece of Cake” (Do autor, 2015)
Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br
• Propor um modelo de processo para publicação de dados
conectados governamentais que:
• Considere o nível de maturidade em gestão e publicação de
dados das instituições governamentais;
• Esquema 5-Estrelas dos Dados Abertos
• Maturidade das instituições publicadoras
• Apresente atividades para a implementação de Melhores
Práticas para Publicação de Dados Conectados;
• Seja iterativo e incremental.
Objetivos
Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br
“Best Practices for Publishing Linked Data – BPLDs” (W3C)
1. Preparar
Partes
Interessadas
2. Selecionar
Conjuntos de
Dados
3. Modelar os
Dados
4. Especificar
uma Licença
Apropriada
5. Estabelecer
boas URIs
6. Estabelecer
Vocabulários
Padrão
7. Converter
Dados para
Dados
Conectados
8. Prover
Acesso
Automatizado
aos Dados
9. Anunciar
para o público
10.
Estabelecer
um contrato
social
Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br
21
Revisão de Literatura - Metodologia
Código Origem Documentos (processos) Tipo
P1 BRASIL Plano de Dados Abertos; Processo de Abertura de Dados; Cartilha Técnica
para Publicação de Dados Abertos no Brasil v1.0 - Ministério do
Planejamento, Orçamento e Gestão do Brasil
Dados Abertos Governamentais
P2 CHILE Norma Técnica para Publicación de Datos Abiertos en Chile Dados Abertos Governamentais
P3 COLÔMBIA Guía para la apertura de datos en Colombia Dados Abertos Governamentais
P4 EQUADOR Guia de Política Pública de Datos Abiertos – Ecuador Dados Abertos Governamentais
P5 URUGUAI Guía rápida de publicación em datos.gub.uy Dados Abertos Governamentais
P6 ITÁLIA Geolinked Open Data for the Municipality of Catania Dados Abertos Conectados Governamentais
P7 INTERNACIONAL LOP - Capturing and Linking Open Provenance on LOD Cycle Dados Abertos Conectados
P8 INTERNACIONAL TWC LOGD: A portal for linked open government data ecosystems Dados Abertos Conectados Governamentais
P9 INTERNACIONAL Linked Open Data: The Essentials A Quick Start Guide for Decision Makers. Dados Abertos Conectados
P10 INTERNACIONAL W3C Linked Data Cookbook Dados Abertos Conectados
P11 GRÉCIA Applying Linked Data Technologies to Greek Open Government Data: A Case
Study
Dados Abertos Conectados Governamentais
P12 INTERNACIONAL Managing the Life-Cycle of Linked Data with the LOD2 Stack Dados Abertos Conectados
P13 ESPANHA Methodological Guidelines for Publishing Government Linked Data Dados Abertos Conectados Governamentais
P14 UNIÃO EUROPÉIA Methodology for publishing datasets as open data – COMSODE Dados Abertos Governamentais
P15 INTERNACIONAL Open Data Handbook Dados Abertos
Tabela 2 – Processos de publicação de dados abertos analisados na pesquisa (Do autor, 2015).
Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br
• Questões de Pesquisa:
• HLQ: “Processos de abertura de dados estão incentivando a
produção de dados conectados ?”
RQ 3: Que recomendações para publicação de Dados Conectados podem
ser extraídas dos processos analisados?
RQ 3.1 ... 10: O que os processos recomendam a ser feito para
contemplar cada uma das 10 Melhores Práticas para Publicação de
Dados Conectados do W3C?”
Revisão de Literatura - Metodologia
Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br
23
Extração de recomendações
Figura 12 – Ocorrência de recomendações na comparação dos 15 processos de publicação de dados abertos com as BPLDs (Do autor, 2015)
Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br
24
6
11
7
3
11
8
6
4
9
5
0
2
4
6
8
10
12
01.Preparar
Partes
Interessadas
02.Selecionar
Conjuntos de
Dados
03.Modelar os
Dados
04.Estabelecer
uma Licença
Apropriada
05.Estabelecer
bons
identificadores
universais
(URIs)
06.Utilizar
Vocabulários
Padrão
07.Converter e
Enriquecer
Dados
08.Prover
Acesso
Automatizado
aos Dados
09.Anunciar
conjuntos de
dados ao
Público
10.Estabelecer
um Contrato
Social para os
Dados
Publicados
Recomendações
70 recomendações para publicação de dados
abertos (conectados) no setor público foram
extraídas da revisão de literatura
Extração de recomendações
Figura 13 – Sumarização das recomendações identificadas na revisão de literatura (Do autor, 2015)
Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br
25
Exemplificando ...
• BPLD 2 -Selecionar Conjuntos de Dados
• Estabelecer diretrizes que orientem a priorização de dados a
serem abertos (2B)
• Realizar consultas aos usuários sobre a demanda de dados (2C)
• BPLD 8 – Prover acesso automatizado aos dados
• Disponibilizar bases completas para download (dumps) (8A)
• Desenvolver um endpoint SPARQL (8D)
Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br
• Propor um modelo de processo para publicação de dados
conectados governamentais que:
• Considere o nível de maturidade em gestão e publicação de
dados das instituições governamentais;
• Esquema 5-Estrelas dos Dados Abertos
• Maturidade das instituições publicadoras
• Apresente atividades para a implementação de Melhores Práticas
para Publicação de Dados Conectados;
• Melhores Práticas para Publicação de Dados Conectados –
W3C
• Recomendações da revisão de literatura
• Seja iterativo e incremental.
Objetivos
27
Figura 15 – Visão detalhada do modelo “Piece of Cake” (Do autor, 2015)
• 5 fases – Iniciação,
Planejamento, Execução,
Controle e Encerramento
• Características do
PMBOK e Espiral clássica
de software
• 12 Etapas
• 10 Etapas = 10 BPLDs
• 2 novas etapas (0 e 11)
• 4 Processos –
Contemplando os
níveis do Esquema 5-
Estrelas
• Desenvolvimento
incremental e
iterativo
• Conjunto de
atividades
obrigatórias e
desejáveis
• 73 Atividades distribuídas entre os 4 processos
• 70 atividades oriundas das recomendações
• 3 novas atividades propostas pelo pesquisador
• Identificar maturidade
• Retrospectiva – Características do SCRUM
• Decisão de Continuidade do Processo – Continuar para
o próximo nível ou repetir o nível atual?
Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br
28
A Proposta - Modelo de Processo “Piece of Cake”
Figura 16 – Evolução do modelo de processo “Piece of Cake” dentre os níveis do esquema 5- Estrelas (Do autor, 2015)
Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br
• Propor um modelo de processo para publicação de dados conectados
governamentais que:
• Considere o nível de maturidade das instituições governamentais;
• Esquema 5-Estrelas dos Dados Abertos
• Maturidade das instituições publicadoras
• Apresente atividades para a implementação de Melhores Práticas
para Publicação de Dados Conectados;
• Melhores Práticas para Publicação de Dados Conectados – W3C
• Recomendações
• Seja iterativo e incremental.
• Espiral invertida com grupos de processos do PMBOK/Fases
clássicas da espiral de software
Objetivos
Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br
30
Validação
• Questionário e Modelo de Regressão Beta para identificação de
recomendações mais relevantes
• Objetivo: apresentar um subconjunto de recomendações mais relevantes
para a publicação de dados (abertos e/ou conectados) no setor público,
considerando a dificuldade e a relevância para implementá-las;
• Método de avaliação: Modelo de Regressão Beta
• Ferramenta de Coleta de Dados: Questionário com as 70 recomendações
para publicação de dados (abertos e/ou conectados) no setor público
coletadas na revisão de literatura, para serem avaliadas por especialistas na
temática;
Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br
31
Validação
• Mensuração do nível de conhecimento dos avaliadores;
• Avaliação dos subconjuntos de recomendações obrigatórias estabelecidas pelo
pesquisador;
• Classificação das recomendações por dificuldade e relevância.
• Mensuração da avaliação geral das recomendações por avaliador.
Figura 17 – Captura de tela sobre o nível de conhecimento do avaliador (Do autor, 2015)
Figuras 18 e 19 – Captura de tela dos subconjuntos de recomendações pré-estabelecidas como obrigatórias no questionário para classificação da
relevância e dificuldade das recomendações extraídas na revisão de literatura (Do autor, 2015)
Figura 20 – Captura de tela de uma recomendação a ser classificação da relevância e dificuldade mediante o questionário (Do autor, 2015)
Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br
32
Validação
• Resultados – Estatística Descritiva:
• Avaliação dos subconjuntos de recomendações obrigatórias
estabelecidas pelo pesquisador
Dados Abertos Dados Abertos Conectados
Figura 21 – Gráfico boxplot dos escores adotados para as recomendações
para dados abertos pré-estabelecidas como obrigatórias (Do autor, 2015)
Figura 22 – Gráfico boxplot dos escores adotados para as recomendações
para dados abertos conectados pré-estabelecidas como obrigatórias
(Do autor, 2015)
Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br
33
Validação
• Resultados – Estatística Descritiva:
• Avaliação global das recomendações apresentadas no
questionário
Dados Abertos Dados Abertos Conectados
Figura 23 – Gráfico histograma dos escores adotados para a avaliação
global das recomendações para dados abertos (Do autor, 2015)
Figura 24 – Gráfico histograma dos escores adotados para a avaliação global
das recomendações para dados abertos conectados(Do autor, 2015)
Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br
34
Validação
• Resultados – Modelo de Regressão:
• Recomendações sugeridas para publicação de Dados Abertos
Variáveis Estimativas p_Valor
ScoreConhecimento -0.10 0.06
Recomendações
1A, 1B, 1C, 2B, 2D, 2E, 2H, 3A, 3B, 4A, 6A, 7A, 8A, 9A, 9B, 9H 1.7 0.03
1D 0.10 0.06
2A 0.25 0.00
2C 0.21 0.01
8B 0.12 0.10
9C 0.02 0.11
10A 0.15 0.03
10B 0.14 0.00
Analisar a estrutura
organizacional (2A)
Tabela 3 – Recomendações para publicação de dados abertos sugeridas pelo modelo de regressão (Do autor, 2015).
Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br
Variáveis Estimativas p_Valor
ScoreConhecimento -0.80 0.03
Recomendações
3F, 5A, 5C, 5D, 7C 0.53 0.00
2K 1.17 0.00
5B 0.70 0.06
6B 0.02 0.08
6D 0.72 0.04
6F 0.15 0.07
9I 1.20 0.00
35
Validação
• Resultados – Modelo de Regressão:
• Recomendações sugeridas para publicação de Dados Abertos
Conectados
Disponibilizar dados
conectados em
servidores de triplas
(9I)
Tabela 4 – Recomendações para publicação de dados abertos conectados sugeridas pelo modelo de regressão (Do autor, 2015).
Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br
36
• Classificação das recomendações entre os níveis do Esquema 5-Estrelas
• Objetivo: Orientar a distribuição das recomendações entre os níveis do Esquema 5-Estrelas
Validação
Figura 28 – Captura de tela de parte do questionário para classificação das recomendações entre os níveis do Esquema 5-Estrelas (Do autor, 2015)Figura 25 – Gráfico com o resultado da classificação das recomendações entre os níveis do Esquema 5-Estrelas (Do autor, 2015)
Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br
37
Validação
• Estudo Empírico
• Objetivo: Verificar a eficácia do modelo de processo “Piece of Cake” para publicação de dados
abertos governamentais (DAG) e dados abertos conectados governamentais (DACG)
• OBS.: Foram fornecidos dois datasets no nível “sem estrelas” para que fossem
convertidos para 5-Estrelas
• Método: Estudo empírico em laboratório estruturado mediante a metodologia GQM, contendo
3 objetivos (Goals), 9 questões (Questions) e 15 métricas (Métrics).
• Planejamento do Estudo:
• Foco da qualidade: Verificar a eficácia na publicação de DACG;
• Ferramenta de Coleta de Dados: Planilha contendo a relação de atividades do Modelo
“Piece of Cake” e artefatos gerados pelas equipes;
• Contexto: 3 equipes, com níveis de experiência distintos em publicação de dados
governamentais, compostas por um profissional e alunos de Pós-Graduação e Graduação.
Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br
38
Validação
Balanço Geral:
Equipe A utilizou 28 (40%). Equipe B utilizou 38 (54%). Equipe C, menos experiente,
utilizou 42 (60%).
Objetivo: G3: Publicar Dados Abertos Governamentais seguindo o modelo de
processo “Piece of Cake”
Questão: Métricas: EQUIPE A EQUIPE B EQUIPE C
Q5: Quantas
atividades do
modelo de
processo
foram
utilizadas para
publicação de
DAG?
M7: Percentual de Atividades do
modelo utilizadas para publicação de
DAG com 3 estrelas
46% 38% 40%
M8: Percentual de Atividades do
modelo utilizadas para publicação de
DAG com 4 estrelas
54% 71% 60%
M9: Percentual de Atividades do
modelo utilizadas para publicação de
DAG com 5 estrelas
53% 63% 40%
Tabela 5 – Resultados para as métricas M7, M8 e M9 do estudo empírico (Do autor, 2015).
39
Figuras 26,27,28 – Evidências da Publicação de DACG durante o Estudo Empírico (Do autor, 2015).
Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br
40
Objetivo: G3: Publicar Dados Abertos Governamentais seguindo o
modelo de processo “Piece of Cake”
Q6: Quantas atividades do
modelo de processo foram
utilizadas por todas as
equipes?
M10: Atividades do modelo utilizadas pelas
3 equipes
12
Q7: Quantas atividades do
modelo de processo não
foram utilizadas por todas as
equipes?
M11: Atividades do modelo utilizadas por 2
equipes
30
M12: Atividades do modelo utilizadas por 1
equipe
13
M13: Atividades do modelo não utilizadas 15
Tabela 6 – Resultados para as métricas M10, M11, M12 e M13 do estudo empírico (Do autor, 2015).
Validação
Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br
41
Atividades do Modelo de Processo
Definição das atividades obrigatórias e desejáveis a partir da
validação empírica:
A
Modelo de Regressão
• Obrigatórias: 33 (de 70)
B
Estudo Empírico
• Obrigatórias: 12 (de 70)
AUB = A + B – A Ω B
= 33 + 12 - 8
Total de atividades obrigatórias: 37 (de 70)
Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br
42
Atividades do Modelo de Processo
PROCESSOS: A B C D
ETAPA 0: 0A
ETAPA 1: 1A, 1B, 1C, 1D, 1E, 1F
ETAPA 2: 2A, 2B, 2C, 2D, 2E, 2H,
2F, 2G, 2I,2J
2K
ETAPA 3: 3A, 3B, 3C, 3D,3E 3F,3G
ETAPA 4: 4A, 4B,4C
ETAPA 5: 5A,5B,5C,5D,
5E, 5F,5G,5H,5I,5J, 5K
ETAPA 6: 6A,6B, 6D, 6F
6C, 6E
6G 6H
ETAPA 7: 7A, 7B 7C,7D, 7E 7F
ETAPA 8: 8A,8B, 8C 8D
ETAPA 9: 9A,9B,9C, 9D,9E,9F,9G 9I, 9H
ETAPA 10: 10A,10B, 10C,10D,10E
ETAPA 11: 11A,11B
Obrigatórias Desejáveis Total
Processo A (Para 3-Estrelas) 21 18 39
Processo B (Para 4-Estrelas) 12 10 22
Processo C (Para 5-Estrelas) 3 4 7
Processo D (Para 5-Estrelas aprimorado) 1 1 2
Subtotal 37 33 70
Atividade Inicial 1 0 1
Comuns para todos os processos: 2 0 2
Totais 40 33 73
Tabelas 8 e 9 – Distribuição final das atividades no modelo de processo (Do autor, 2015).
Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br
43
Ameaças à Validade
• Questionário e Modelo de Regressão:
• Cansaço dos avaliadores ao responder o questionário, que por ser extenso, pode
ter levado ao cansaço de alguns avaliadores ao longo de sua resposta, o que pode
ter prejudicado a qualidade de algumas respostas;
• Respostas emitidas por avaliadores inexperientes, pelo questionário estar online.
Entretanto, tal ameaça consegue ser tratada pelo escore que avalia o nível de
conhecimento dos avaliadores (ScoreConhecimento), que considera a auto-avaliação
do conhecimento dos avaliadores para sugerir as atividades mais relevantes ao
modelo.
Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br
44
Ameaças à Validade
• Estudo Empírico:
• Utilização de apenas dois conjuntos de dados;
• Avaliadores escolhidos subjetivamente, onde não houve medição para classificar corretamente os
participantes, o que pode comprometer os resultados;
• Cansaço dos avaliadores durante o estudo, pois houve preparação inicial, análise de um
documento extenso com as recomendações/atividades para publicação de DACG, e ainda, o
desenvolvimento das atividades para a publicação dos dados. Assim, o volume de trabalho foi
significativo o que pode ter influenciado no desempenho de algumas equipes;
• Todos os participantes do estudo tem formação em computação, o que pode ter reduzido a
complexidade para a execução do estudo. Uma maior variação na formação dos participantes seria
desejável para uma maior aproximação de um cenário real;
• Ambiente de desenvolvimento do estudo em laboratório.
Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br
45
Conclusões e Trabalhos Futuros
• Contribuições da pesquisa
• Instrumento para implementação e disseminação das Melhores Práticas para
Publicação de Dados Conectados do W3C;
• Modelo de Processo que permite que instituições em estágios variados de
maturidade em produção de dados possam utilizá-lo para guiar suas tarefas de
publicação de dados governamentais;
• Identificação de limitações nas abordagens existentes para publicação de Dados
Abertos e Dados Abertos Conectados no setor público.
Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br
46
Conclusões e Trabalhos Futuros
• Trabalhos Futuros
• Aprimorar a proposição de novas atividades para os processos do modelo;
• Especialmente para os processos B, C e D
• Desenvolver uma revisão de literatura mais ampla;
• Simplificar e popularizar processos e atividades de publicação de DACG;
• Desenvolver ferramentas e softwares que simplifiquem a publicação de dados
abertos conectados governamentais;
• Validar o modelo de processo atual com estudos de caso reais, preferencialmente
em cenários e países distintos para verificar a validade do modelo em contextos
técnicos, organizacionais e políticos distintos;
• Melhorar o detalhamento das atividades dos processos do modelo
• Discutir sobre o desenvolvimento de processos específicos às necessidades
particulares do setor publico.
• Processos de publicação de DACG aplicáveis a contextos particulares como a
saúde, educação, energia e recursos hídricos, geociências, dentre outros.
Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br
Referências
[1] W3C BRASIL. Manual dos dados abertos: governo (2011). Acessado em: out. 2015. Disponível em:
<http://www.w3c.br/pub/Materiais/PublicacoesW3C/Manual_Dados_Abertos_WEB.pdf>.
[2] Banisar, David (2013). List of Countries with Access to Information. Acesso em: nov. 2015. Disponível em:
http://home.broadpark.no/~wkeim/foi-list.htm
[3] Berners-Lee, Tim. (2006). Linked Data. Acesso em: jul. 2015. Disponível em:
http://www.w3.org/DesignIssues/LinkedData.html
[4]. W3C (2014) Best Practices for Publishing Linked Data. W3C. Acesso em: nov. 2015. Disponível em:
http://www.w3.org/TR/ld-bp
[5] Wood, David. et al (2013). Linked Data: Structured data on the Web. [S.l.]: Manning Publications, 336 p.
ISBN 9781617290398.
[6] Heath, Tom; Bizer, Christian. (2011) Linked Data: Evolving the Web into a Global Data Space (1st edition). Synthesis
Lectures on the Semantic Web: Theory and Technology, 1:1, 1-136. Morgan & Claypool.
[7] COLOMBIA. Guía para la apertura de datos en Colombia. (2012). 67 p. Disponível em:
http://programa.gobiernoenlinea.gov.co/apc-aa-
files/da4567033d075590cd3050598756222c/Datos_Abiertos_Guia_v2_0.pdf.
[8] Hyland, Bernadette; Wood, David. (2011) The Joy of Data - Cookbook for Publishing Linked Government Data on
the Web. Acesso em: mar. 2015. Disponível em: http://www.w3.org/2011/gld/wiki/Linked_Data_Cookbook.
[9] Villazón-Terrazas, Boris; Vilches-Blázquez , Luis. M.; Corcho, Oscar; Gómez-Pérez, Asunción (2011).
Methodological Guidelines for Publishing Government Linked Data. Linking Government Data. pp 27-49
47
Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br
Thiago José Tavares Ávila
Mestrando em Modelagem Computacional do Conhecimento – IC/UFAL
Núcleo de Excelência em Tecnologias Sociais - NEES
48
Muito obrigado !!!

Mais conteúdo relacionado

Destaque

Gestión de Proyectos de Software - Unidad 1 Introducción a la Gestión de Proy...
Gestión de Proyectos de Software - Unidad 1 Introducción a la Gestión de Proy...Gestión de Proyectos de Software - Unidad 1 Introducción a la Gestión de Proy...
Gestión de Proyectos de Software - Unidad 1 Introducción a la Gestión de Proy...José Antonio Sandoval Acosta
 
History of the Barber-Surgeons
History of the Barber-SurgeonsHistory of the Barber-Surgeons
History of the Barber-SurgeonsClifford_Wong
 
Presentación del taller
Presentación del tallerPresentación del taller
Presentación del tallerLIS PEREZ
 
From daya serap
From  daya serapFrom  daya serap
From daya serapSri Wahyu
 
Estructura analítica de proyecto
Estructura analítica de proyectoEstructura analítica de proyecto
Estructura analítica de proyectoyuliana izarra
 
ISO 14001:2015 條文-下載-中文版-環境管理系統
ISO 14001:2015 條文-下載-中文版-環境管理系統ISO 14001:2015 條文-下載-中文版-環境管理系統
ISO 14001:2015 條文-下載-中文版-環境管理系統Justin Wang
 
ทำความรู้จัก ยาเคมีบำบัด
ทำความรู้จัก ยาเคมีบำบัดทำความรู้จัก ยาเคมีบำบัด
ทำความรู้จัก ยาเคมีบำบัดthaweesak mahan
 
Aparato respiratorio
Aparato respiratorioAparato respiratorio
Aparato respiratorioDina Real
 
Ciclo de refrigeración
Ciclo de refrigeración Ciclo de refrigeración
Ciclo de refrigeración Luis Chirinos
 
Planificación estratégica de los servicios de salud pp
Planificación estratégica de los servicios de salud ppPlanificación estratégica de los servicios de salud pp
Planificación estratégica de los servicios de salud ppJorge Amarante
 
أعمال بيئية - Environmental Works
أعمال بيئية - Environmental Worksأعمال بيئية - Environmental Works
أعمال بيئية - Environmental WorksHussain Sbetan
 
Giáo trình lắp ráp và xuất bản vẽ Solidworks 2016 hay nhất
Giáo trình lắp ráp và xuất bản vẽ Solidworks 2016 hay nhấtGiáo trình lắp ráp và xuất bản vẽ Solidworks 2016 hay nhất
Giáo trình lắp ráp và xuất bản vẽ Solidworks 2016 hay nhấtTrung tâm Advance Cad
 
ENC Times-March 13,2017
ENC Times-March 13,2017ENC Times-March 13,2017
ENC Times-March 13,2017ENC
 
Architecture of Falcon, a new chat messaging backend system build on Scala
Architecture of Falcon,  a new chat messaging backend system  build on ScalaArchitecture of Falcon,  a new chat messaging backend system  build on Scala
Architecture of Falcon, a new chat messaging backend system build on ScalaTanUkkii
 

Destaque (20)

Gestión de Proyectos de Software - Unidad 1 Introducción a la Gestión de Proy...
Gestión de Proyectos de Software - Unidad 1 Introducción a la Gestión de Proy...Gestión de Proyectos de Software - Unidad 1 Introducción a la Gestión de Proy...
Gestión de Proyectos de Software - Unidad 1 Introducción a la Gestión de Proy...
 
History of the Barber-Surgeons
History of the Barber-SurgeonsHistory of the Barber-Surgeons
History of the Barber-Surgeons
 
Unidad 2
Unidad 2Unidad 2
Unidad 2
 
Presentación del taller
Presentación del tallerPresentación del taller
Presentación del taller
 
From daya serap
From  daya serapFrom  daya serap
From daya serap
 
Estructura analítica de proyecto
Estructura analítica de proyectoEstructura analítica de proyecto
Estructura analítica de proyecto
 
ISO 14001:2015 條文-下載-中文版-環境管理系統
ISO 14001:2015 條文-下載-中文版-環境管理系統ISO 14001:2015 條文-下載-中文版-環境管理系統
ISO 14001:2015 條文-下載-中文版-環境管理系統
 
ทำความรู้จัก ยาเคมีบำบัด
ทำความรู้จัก ยาเคมีบำบัดทำความรู้จัก ยาเคมีบำบัด
ทำความรู้จัก ยาเคมีบำบัด
 
Aparato respiratorio
Aparato respiratorioAparato respiratorio
Aparato respiratorio
 
Ciclo de refrigeración
Ciclo de refrigeración Ciclo de refrigeración
Ciclo de refrigeración
 
Tarea lesiones personales
Tarea lesiones personalesTarea lesiones personales
Tarea lesiones personales
 
INFORME FINAL DEL TALLER TTE MW GUERRERO
INFORME FINAL DEL TALLER TTE MW GUERREROINFORME FINAL DEL TALLER TTE MW GUERRERO
INFORME FINAL DEL TALLER TTE MW GUERRERO
 
Planificación estratégica de los servicios de salud pp
Planificación estratégica de los servicios de salud ppPlanificación estratégica de los servicios de salud pp
Planificación estratégica de los servicios de salud pp
 
أعمال بيئية - Environmental Works
أعمال بيئية - Environmental Worksأعمال بيئية - Environmental Works
أعمال بيئية - Environmental Works
 
Giáo trình lắp ráp và xuất bản vẽ Solidworks 2016 hay nhất
Giáo trình lắp ráp và xuất bản vẽ Solidworks 2016 hay nhấtGiáo trình lắp ráp và xuất bản vẽ Solidworks 2016 hay nhất
Giáo trình lắp ráp và xuất bản vẽ Solidworks 2016 hay nhất
 
ENC Times-March 13,2017
ENC Times-March 13,2017ENC Times-March 13,2017
ENC Times-March 13,2017
 
Sustantivos
SustantivosSustantivos
Sustantivos
 
DOCENTE
DOCENTEDOCENTE
DOCENTE
 
DOCENTE
DOCENTEDOCENTE
DOCENTE
 
Architecture of Falcon, a new chat messaging backend system build on Scala
Architecture of Falcon,  a new chat messaging backend system  build on ScalaArchitecture of Falcon,  a new chat messaging backend system  build on Scala
Architecture of Falcon, a new chat messaging backend system build on Scala
 

Semelhante a Uma Proposta de Modelo de Processo para Publicação de Dados Abertos Conectados Governamentais - Apresentação de Mestrado em Modelagem Computacional do Conhecimento

Dados Abertos - Transparência e Inovação Governo Sociedade
Dados Abertos - Transparência e Inovação Governo SociedadeDados Abertos - Transparência e Inovação Governo Sociedade
Dados Abertos - Transparência e Inovação Governo SociedadeThiago Avila, Msc
 
Informação Pública 5.0 - Co-criação, Serviços públicos eficazes, Oportunidade...
Informação Pública 5.0 - Co-criação, Serviços públicos eficazes, Oportunidade...Informação Pública 5.0 - Co-criação, Serviços públicos eficazes, Oportunidade...
Informação Pública 5.0 - Co-criação, Serviços públicos eficazes, Oportunidade...Thiago Avila, Msc
 
Condatos 2015 - Alvaro Gregório
Condatos 2015 - Alvaro GregórioCondatos 2015 - Alvaro Gregório
Condatos 2015 - Alvaro GregórioSPUK
 
Oficina: Dados Abertos, Ciência Aberta - Política de Dados Abertos
Oficina: Dados Abertos, Ciência Aberta - Política de Dados AbertosOficina: Dados Abertos, Ciência Aberta - Política de Dados Abertos
Oficina: Dados Abertos, Ciência Aberta - Política de Dados AbertosAugusto Herrmann Batista
 
Dados Abertos para o Controle Externo
Dados Abertos para o Controle ExternoDados Abertos para o Controle Externo
Dados Abertos para o Controle ExternoThiago Avila, Msc
 
Colaboração em CT&I: fomento a redes de pesquisa
Colaboração em CT&I: fomento a redes de pesquisaColaboração em CT&I: fomento a redes de pesquisa
Colaboração em CT&I: fomento a redes de pesquisaRoberto C. S. Pacheco
 
Discussões sobre Governo Aberto e suas Potencialidades
Discussões sobre Governo Aberto e suas PotencialidadesDiscussões sobre Governo Aberto e suas Potencialidades
Discussões sobre Governo Aberto e suas PotencialidadesThiago Avila, Msc
 
Cristiano Heckert - Alicerce dos Negócios
Cristiano Heckert - Alicerce dos NegóciosCristiano Heckert - Alicerce dos Negócios
Cristiano Heckert - Alicerce dos NegóciosBrasscom
 
Cenário brasileiro de Inclusão Digital
Cenário brasileiro de Inclusão DigitalCenário brasileiro de Inclusão Digital
Cenário brasileiro de Inclusão DigitalLeonardo Diogo Silva
 
Metodologia e Arquitetura e-Gov como propulsoras de cooperação internacional:...
Metodologia e Arquitetura e-Gov como propulsoras de cooperação internacional:...Metodologia e Arquitetura e-Gov como propulsoras de cooperação internacional:...
Metodologia e Arquitetura e-Gov como propulsoras de cooperação internacional:...Roberto C. S. Pacheco
 
Apresentacao geral opendata
Apresentacao geral opendataApresentacao geral opendata
Apresentacao geral opendataRicardo Poppi
 
Consad 2015 apresentação - desafios da abertura de dados e da colaboração c...
Consad 2015   apresentação - desafios da abertura de dados e da colaboração c...Consad 2015   apresentação - desafios da abertura de dados e da colaboração c...
Consad 2015 apresentação - desafios da abertura de dados e da colaboração c...SPUK
 
An approach for managing and semantically enriching the publication of Linked...
An approach for managing and semantically enriching the publication of Linked...An approach for managing and semantically enriching the publication of Linked...
An approach for managing and semantically enriching the publication of Linked...greco_ufrj
 
PublicadoresDeDados2.pdf
PublicadoresDeDados2.pdfPublicadoresDeDados2.pdf
PublicadoresDeDados2.pdfssuserb174cd
 
Congep - Gestão do Conhecimento na Gestão Pública - Beto do Valle
Congep - Gestão do Conhecimento na Gestão Pública - Beto do ValleCongep - Gestão do Conhecimento na Gestão Pública - Beto do Valle
Congep - Gestão do Conhecimento na Gestão Pública - Beto do ValleBeto do Valle
 
Presentación sobre Datos Abiertos / Bernadette Farias
Presentación sobre Datos Abiertos / Bernadette FariasPresentación sobre Datos Abiertos / Bernadette Farias
Presentación sobre Datos Abiertos / Bernadette FariaseGobSV
 
Consad 2015 desafios da abertura de dados e da colaboração cidadã em São Paulo
Consad 2015   desafios da abertura de dados e da colaboração cidadã em São PauloConsad 2015   desafios da abertura de dados e da colaboração cidadã em São Paulo
Consad 2015 desafios da abertura de dados e da colaboração cidadã em São PauloSPUK
 

Semelhante a Uma Proposta de Modelo de Processo para Publicação de Dados Abertos Conectados Governamentais - Apresentação de Mestrado em Modelagem Computacional do Conhecimento (20)

Dados Abertos - Transparência e Inovação Governo Sociedade
Dados Abertos - Transparência e Inovação Governo SociedadeDados Abertos - Transparência e Inovação Governo Sociedade
Dados Abertos - Transparência e Inovação Governo Sociedade
 
Informação Pública 5.0 - Co-criação, Serviços públicos eficazes, Oportunidade...
Informação Pública 5.0 - Co-criação, Serviços públicos eficazes, Oportunidade...Informação Pública 5.0 - Co-criação, Serviços públicos eficazes, Oportunidade...
Informação Pública 5.0 - Co-criação, Serviços públicos eficazes, Oportunidade...
 
A construção do plano de dados abertos de uma organização pública de pesquisa...
A construção do plano de dados abertos de uma organização pública de pesquisa...A construção do plano de dados abertos de uma organização pública de pesquisa...
A construção do plano de dados abertos de uma organização pública de pesquisa...
 
Condatos 2015 - Alvaro Gregório
Condatos 2015 - Alvaro GregórioCondatos 2015 - Alvaro Gregório
Condatos 2015 - Alvaro Gregório
 
Oficina: Dados Abertos, Ciência Aberta - Política de Dados Abertos
Oficina: Dados Abertos, Ciência Aberta - Política de Dados AbertosOficina: Dados Abertos, Ciência Aberta - Política de Dados Abertos
Oficina: Dados Abertos, Ciência Aberta - Política de Dados Abertos
 
Dados Abertos para o Controle Externo
Dados Abertos para o Controle ExternoDados Abertos para o Controle Externo
Dados Abertos para o Controle Externo
 
Colaboração em CT&I: fomento a redes de pesquisa
Colaboração em CT&I: fomento a redes de pesquisaColaboração em CT&I: fomento a redes de pesquisa
Colaboração em CT&I: fomento a redes de pesquisa
 
Discussões sobre Governo Aberto e suas Potencialidades
Discussões sobre Governo Aberto e suas PotencialidadesDiscussões sobre Governo Aberto e suas Potencialidades
Discussões sobre Governo Aberto e suas Potencialidades
 
Ecossistema de Uso dos dados abertos
Ecossistema de Uso dos dados abertosEcossistema de Uso dos dados abertos
Ecossistema de Uso dos dados abertos
 
Cristiano Heckert - Alicerce dos Negócios
Cristiano Heckert - Alicerce dos NegóciosCristiano Heckert - Alicerce dos Negócios
Cristiano Heckert - Alicerce dos Negócios
 
Cenário brasileiro de Inclusão Digital
Cenário brasileiro de Inclusão DigitalCenário brasileiro de Inclusão Digital
Cenário brasileiro de Inclusão Digital
 
Metodologia e Arquitetura e-Gov como propulsoras de cooperação internacional:...
Metodologia e Arquitetura e-Gov como propulsoras de cooperação internacional:...Metodologia e Arquitetura e-Gov como propulsoras de cooperação internacional:...
Metodologia e Arquitetura e-Gov como propulsoras de cooperação internacional:...
 
Apresentacao geral opendata
Apresentacao geral opendataApresentacao geral opendata
Apresentacao geral opendata
 
Consad 2015 apresentação - desafios da abertura de dados e da colaboração c...
Consad 2015   apresentação - desafios da abertura de dados e da colaboração c...Consad 2015   apresentação - desafios da abertura de dados e da colaboração c...
Consad 2015 apresentação - desafios da abertura de dados e da colaboração c...
 
An approach for managing and semantically enriching the publication of Linked...
An approach for managing and semantically enriching the publication of Linked...An approach for managing and semantically enriching the publication of Linked...
An approach for managing and semantically enriching the publication of Linked...
 
PublicadoresDeDados2.pdf
PublicadoresDeDados2.pdfPublicadoresDeDados2.pdf
PublicadoresDeDados2.pdf
 
Congep - Gestão do Conhecimento na Gestão Pública - Beto do Valle
Congep - Gestão do Conhecimento na Gestão Pública - Beto do ValleCongep - Gestão do Conhecimento na Gestão Pública - Beto do Valle
Congep - Gestão do Conhecimento na Gestão Pública - Beto do Valle
 
Políticas Públicas Temáticas e Desafios da Inclusão Digital
Políticas Públicas Temáticas e Desafios da Inclusão DigitalPolíticas Públicas Temáticas e Desafios da Inclusão Digital
Políticas Públicas Temáticas e Desafios da Inclusão Digital
 
Presentación sobre Datos Abiertos / Bernadette Farias
Presentación sobre Datos Abiertos / Bernadette FariasPresentación sobre Datos Abiertos / Bernadette Farias
Presentación sobre Datos Abiertos / Bernadette Farias
 
Consad 2015 desafios da abertura de dados e da colaboração cidadã em São Paulo
Consad 2015   desafios da abertura de dados e da colaboração cidadã em São PauloConsad 2015   desafios da abertura de dados e da colaboração cidadã em São Paulo
Consad 2015 desafios da abertura de dados e da colaboração cidadã em São Paulo
 

Mais de Thiago Avila, Msc

Grupo de Trabalho para a Transformação Digital nos Governos dos Estados e Dis...
Grupo de Trabalho para a Transformação Digital nos Governos dos Estados e Dis...Grupo de Trabalho para a Transformação Digital nos Governos dos Estados e Dis...
Grupo de Trabalho para a Transformação Digital nos Governos dos Estados e Dis...Thiago Avila, Msc
 
Working Group for Digital Transformation at the Brazilian Governments of Stat...
Working Group for Digital Transformation at the Brazilian Governments of Stat...Working Group for Digital Transformation at the Brazilian Governments of Stat...
Working Group for Digital Transformation at the Brazilian Governments of Stat...Thiago Avila, Msc
 
Grupo de Trabajo para la Transformación Digital en los Gobiernos de los Estad...
Grupo de Trabajo para la Transformación Digital en los Gobiernos de los Estad...Grupo de Trabajo para la Transformación Digital en los Gobiernos de los Estad...
Grupo de Trabajo para la Transformación Digital en los Gobiernos de los Estad...Thiago Avila, Msc
 
Dados - Insumos para a Transformação Digital
Dados - Insumos para a Transformação DigitalDados - Insumos para a Transformação Digital
Dados - Insumos para a Transformação DigitalThiago Avila, Msc
 
Governo Digital - O governo do presente-futuro
Governo Digital - O governo do presente-futuroGoverno Digital - O governo do presente-futuro
Governo Digital - O governo do presente-futuroThiago Avila, Msc
 
O que são Dados Abertos - Open Data Day Maceió 2018
O que são Dados Abertos - Open Data Day Maceió 2018O que são Dados Abertos - Open Data Day Maceió 2018
O que são Dados Abertos - Open Data Day Maceió 2018Thiago Avila, Msc
 
Infográfico da Lei 13460 - "O código de defesa do usuário do serviço público"
Infográfico da Lei 13460 - "O código de defesa do usuário do serviço público"Infográfico da Lei 13460 - "O código de defesa do usuário do serviço público"
Infográfico da Lei 13460 - "O código de defesa do usuário do serviço público"Thiago Avila, Msc
 
Lei 13460 - O Novo Relacionamento Sociedade-Estado
Lei 13460 - O Novo Relacionamento Sociedade-EstadoLei 13460 - O Novo Relacionamento Sociedade-Estado
Lei 13460 - O Novo Relacionamento Sociedade-EstadoThiago Avila, Msc
 
Uma visão sobre a transparência, dados abertos e acesso a informação nas Inst...
Uma visão sobre a transparência, dados abertos e acesso a informação nas Inst...Uma visão sobre a transparência, dados abertos e acesso a informação nas Inst...
Uma visão sobre a transparência, dados abertos e acesso a informação nas Inst...Thiago Avila, Msc
 
Infraestruturas Nacionais de Dados - Oportunidades e Desafios para as Institu...
Infraestruturas Nacionais de Dados - Oportunidades e Desafios para as Institu...Infraestruturas Nacionais de Dados - Oportunidades e Desafios para as Institu...
Infraestruturas Nacionais de Dados - Oportunidades e Desafios para as Institu...Thiago Avila, Msc
 
Os Dados estão abertos no Brasil? - VII Fórum da Internet no Brasil
Os Dados estão abertos no Brasil? - VII Fórum da Internet no BrasilOs Dados estão abertos no Brasil? - VII Fórum da Internet no Brasil
Os Dados estão abertos no Brasil? - VII Fórum da Internet no BrasilThiago Avila, Msc
 
Guia de Serviços do Governo de Alagoas - Experiência de implementação da Lei ...
Guia de Serviços do Governo de Alagoas - Experiência de implementação da Lei ...Guia de Serviços do Governo de Alagoas - Experiência de implementação da Lei ...
Guia de Serviços do Governo de Alagoas - Experiência de implementação da Lei ...Thiago Avila, Msc
 
O Governo que aprende – “O Papel da Gestão do Conhecimento na Administração P...
O Governo que aprende – “O Papel da Gestão do Conhecimento na Administração P...O Governo que aprende – “O Papel da Gestão do Conhecimento na Administração P...
O Governo que aprende – “O Papel da Gestão do Conhecimento na Administração P...Thiago Avila, Msc
 
COMUNIDADE VIRTUAL DETRAN/AL: AMBIENTE DE INTEGRAÇÃO, COLABORAÇÃO E CONHECIME...
COMUNIDADE VIRTUAL DETRAN/AL: AMBIENTE DE INTEGRAÇÃO, COLABORAÇÃO E CONHECIME...COMUNIDADE VIRTUAL DETRAN/AL: AMBIENTE DE INTEGRAÇÃO, COLABORAÇÃO E CONHECIME...
COMUNIDADE VIRTUAL DETRAN/AL: AMBIENTE DE INTEGRAÇÃO, COLABORAÇÃO E CONHECIME...Thiago Avila, Msc
 
Transparência, Dados abertos e Acesso à Informação
Transparência, Dados abertos e Acesso à InformaçãoTransparência, Dados abertos e Acesso à Informação
Transparência, Dados abertos e Acesso à InformaçãoThiago Avila, Msc
 
A liderança de Alagoas na oferta de Dados Abertos Governamentais
A liderança de Alagoas na oferta de Dados Abertos GovernamentaisA liderança de Alagoas na oferta de Dados Abertos Governamentais
A liderança de Alagoas na oferta de Dados Abertos GovernamentaisThiago Avila, Msc
 
Alagoas em Dados e Informações - Plataforma de Dados e Informações Socioeconô...
Alagoas em Dados e Informações - Plataforma de Dados e Informações Socioeconô...Alagoas em Dados e Informações - Plataforma de Dados e Informações Socioeconô...
Alagoas em Dados e Informações - Plataforma de Dados e Informações Socioeconô...Thiago Avila, Msc
 
Guia de Serviços do Governo de Alagoas
Guia de Serviços do Governo de Alagoas Guia de Serviços do Governo de Alagoas
Guia de Serviços do Governo de Alagoas Thiago Avila, Msc
 
Governos Abertos, Acesso à Informação e novos recursos para o relacionamento ...
Governos Abertos, Acesso à Informação e novos recursos para o relacionamento ...Governos Abertos, Acesso à Informação e novos recursos para o relacionamento ...
Governos Abertos, Acesso à Informação e novos recursos para o relacionamento ...Thiago Avila, Msc
 
Introdução aos Dados Abertos
Introdução aos Dados AbertosIntrodução aos Dados Abertos
Introdução aos Dados AbertosThiago Avila, Msc
 

Mais de Thiago Avila, Msc (20)

Grupo de Trabalho para a Transformação Digital nos Governos dos Estados e Dis...
Grupo de Trabalho para a Transformação Digital nos Governos dos Estados e Dis...Grupo de Trabalho para a Transformação Digital nos Governos dos Estados e Dis...
Grupo de Trabalho para a Transformação Digital nos Governos dos Estados e Dis...
 
Working Group for Digital Transformation at the Brazilian Governments of Stat...
Working Group for Digital Transformation at the Brazilian Governments of Stat...Working Group for Digital Transformation at the Brazilian Governments of Stat...
Working Group for Digital Transformation at the Brazilian Governments of Stat...
 
Grupo de Trabajo para la Transformación Digital en los Gobiernos de los Estad...
Grupo de Trabajo para la Transformación Digital en los Gobiernos de los Estad...Grupo de Trabajo para la Transformación Digital en los Gobiernos de los Estad...
Grupo de Trabajo para la Transformación Digital en los Gobiernos de los Estad...
 
Dados - Insumos para a Transformação Digital
Dados - Insumos para a Transformação DigitalDados - Insumos para a Transformação Digital
Dados - Insumos para a Transformação Digital
 
Governo Digital - O governo do presente-futuro
Governo Digital - O governo do presente-futuroGoverno Digital - O governo do presente-futuro
Governo Digital - O governo do presente-futuro
 
O que são Dados Abertos - Open Data Day Maceió 2018
O que são Dados Abertos - Open Data Day Maceió 2018O que são Dados Abertos - Open Data Day Maceió 2018
O que são Dados Abertos - Open Data Day Maceió 2018
 
Infográfico da Lei 13460 - "O código de defesa do usuário do serviço público"
Infográfico da Lei 13460 - "O código de defesa do usuário do serviço público"Infográfico da Lei 13460 - "O código de defesa do usuário do serviço público"
Infográfico da Lei 13460 - "O código de defesa do usuário do serviço público"
 
Lei 13460 - O Novo Relacionamento Sociedade-Estado
Lei 13460 - O Novo Relacionamento Sociedade-EstadoLei 13460 - O Novo Relacionamento Sociedade-Estado
Lei 13460 - O Novo Relacionamento Sociedade-Estado
 
Uma visão sobre a transparência, dados abertos e acesso a informação nas Inst...
Uma visão sobre a transparência, dados abertos e acesso a informação nas Inst...Uma visão sobre a transparência, dados abertos e acesso a informação nas Inst...
Uma visão sobre a transparência, dados abertos e acesso a informação nas Inst...
 
Infraestruturas Nacionais de Dados - Oportunidades e Desafios para as Institu...
Infraestruturas Nacionais de Dados - Oportunidades e Desafios para as Institu...Infraestruturas Nacionais de Dados - Oportunidades e Desafios para as Institu...
Infraestruturas Nacionais de Dados - Oportunidades e Desafios para as Institu...
 
Os Dados estão abertos no Brasil? - VII Fórum da Internet no Brasil
Os Dados estão abertos no Brasil? - VII Fórum da Internet no BrasilOs Dados estão abertos no Brasil? - VII Fórum da Internet no Brasil
Os Dados estão abertos no Brasil? - VII Fórum da Internet no Brasil
 
Guia de Serviços do Governo de Alagoas - Experiência de implementação da Lei ...
Guia de Serviços do Governo de Alagoas - Experiência de implementação da Lei ...Guia de Serviços do Governo de Alagoas - Experiência de implementação da Lei ...
Guia de Serviços do Governo de Alagoas - Experiência de implementação da Lei ...
 
O Governo que aprende – “O Papel da Gestão do Conhecimento na Administração P...
O Governo que aprende – “O Papel da Gestão do Conhecimento na Administração P...O Governo que aprende – “O Papel da Gestão do Conhecimento na Administração P...
O Governo que aprende – “O Papel da Gestão do Conhecimento na Administração P...
 
COMUNIDADE VIRTUAL DETRAN/AL: AMBIENTE DE INTEGRAÇÃO, COLABORAÇÃO E CONHECIME...
COMUNIDADE VIRTUAL DETRAN/AL: AMBIENTE DE INTEGRAÇÃO, COLABORAÇÃO E CONHECIME...COMUNIDADE VIRTUAL DETRAN/AL: AMBIENTE DE INTEGRAÇÃO, COLABORAÇÃO E CONHECIME...
COMUNIDADE VIRTUAL DETRAN/AL: AMBIENTE DE INTEGRAÇÃO, COLABORAÇÃO E CONHECIME...
 
Transparência, Dados abertos e Acesso à Informação
Transparência, Dados abertos e Acesso à InformaçãoTransparência, Dados abertos e Acesso à Informação
Transparência, Dados abertos e Acesso à Informação
 
A liderança de Alagoas na oferta de Dados Abertos Governamentais
A liderança de Alagoas na oferta de Dados Abertos GovernamentaisA liderança de Alagoas na oferta de Dados Abertos Governamentais
A liderança de Alagoas na oferta de Dados Abertos Governamentais
 
Alagoas em Dados e Informações - Plataforma de Dados e Informações Socioeconô...
Alagoas em Dados e Informações - Plataforma de Dados e Informações Socioeconô...Alagoas em Dados e Informações - Plataforma de Dados e Informações Socioeconô...
Alagoas em Dados e Informações - Plataforma de Dados e Informações Socioeconô...
 
Guia de Serviços do Governo de Alagoas
Guia de Serviços do Governo de Alagoas Guia de Serviços do Governo de Alagoas
Guia de Serviços do Governo de Alagoas
 
Governos Abertos, Acesso à Informação e novos recursos para o relacionamento ...
Governos Abertos, Acesso à Informação e novos recursos para o relacionamento ...Governos Abertos, Acesso à Informação e novos recursos para o relacionamento ...
Governos Abertos, Acesso à Informação e novos recursos para o relacionamento ...
 
Introdução aos Dados Abertos
Introdução aos Dados AbertosIntrodução aos Dados Abertos
Introdução aos Dados Abertos
 

Último

EM-3ª-SERIE-SLIDE-DE-BIOLOGIA-os-principios-das-leis-da-genetica-ou-mendelian...
EM-3ª-SERIE-SLIDE-DE-BIOLOGIA-os-principios-das-leis-da-genetica-ou-mendelian...EM-3ª-SERIE-SLIDE-DE-BIOLOGIA-os-principios-das-leis-da-genetica-ou-mendelian...
EM-3ª-SERIE-SLIDE-DE-BIOLOGIA-os-principios-das-leis-da-genetica-ou-mendelian...9z64mgz4kf
 
Selling Story Max Excellence DIS - Q2'24 DIS TD (1).pdf
Selling Story Max Excellence DIS - Q2'24 DIS TD (1).pdfSelling Story Max Excellence DIS - Q2'24 DIS TD (1).pdf
Selling Story Max Excellence DIS - Q2'24 DIS TD (1).pdfmaanuarruda
 
Selling Story Max Excellence DIS - Q2'24 DIS VJ (1).pdf
Selling Story Max Excellence DIS - Q2'24 DIS VJ (1).pdfSelling Story Max Excellence DIS - Q2'24 DIS VJ (1).pdf
Selling Story Max Excellence DIS - Q2'24 DIS VJ (1).pdfmaanuarruda
 
AULA_02_-_SISTEMA_DE_NUMERACAO2023/2.pdf
AULA_02_-_SISTEMA_DE_NUMERACAO2023/2.pdfAULA_02_-_SISTEMA_DE_NUMERACAO2023/2.pdf
AULA_02_-_SISTEMA_DE_NUMERACAO2023/2.pdfhistonfilho
 
Selling Story Max Excellence DIS - Q2'24 DIS HIB (1).pdf
Selling Story Max Excellence DIS - Q2'24 DIS HIB (1).pdfSelling Story Max Excellence DIS - Q2'24 DIS HIB (1).pdf
Selling Story Max Excellence DIS - Q2'24 DIS HIB (1).pdfmaanuarruda
 
Relatório de Gestão 2022-2023 Intra Leste Nordeste
Relatório de Gestão 2022-2023 Intra Leste NordesteRelatório de Gestão 2022-2023 Intra Leste Nordeste
Relatório de Gestão 2022-2023 Intra Leste NordesteDaniloMatos36
 

Último (6)

EM-3ª-SERIE-SLIDE-DE-BIOLOGIA-os-principios-das-leis-da-genetica-ou-mendelian...
EM-3ª-SERIE-SLIDE-DE-BIOLOGIA-os-principios-das-leis-da-genetica-ou-mendelian...EM-3ª-SERIE-SLIDE-DE-BIOLOGIA-os-principios-das-leis-da-genetica-ou-mendelian...
EM-3ª-SERIE-SLIDE-DE-BIOLOGIA-os-principios-das-leis-da-genetica-ou-mendelian...
 
Selling Story Max Excellence DIS - Q2'24 DIS TD (1).pdf
Selling Story Max Excellence DIS - Q2'24 DIS TD (1).pdfSelling Story Max Excellence DIS - Q2'24 DIS TD (1).pdf
Selling Story Max Excellence DIS - Q2'24 DIS TD (1).pdf
 
Selling Story Max Excellence DIS - Q2'24 DIS VJ (1).pdf
Selling Story Max Excellence DIS - Q2'24 DIS VJ (1).pdfSelling Story Max Excellence DIS - Q2'24 DIS VJ (1).pdf
Selling Story Max Excellence DIS - Q2'24 DIS VJ (1).pdf
 
AULA_02_-_SISTEMA_DE_NUMERACAO2023/2.pdf
AULA_02_-_SISTEMA_DE_NUMERACAO2023/2.pdfAULA_02_-_SISTEMA_DE_NUMERACAO2023/2.pdf
AULA_02_-_SISTEMA_DE_NUMERACAO2023/2.pdf
 
Selling Story Max Excellence DIS - Q2'24 DIS HIB (1).pdf
Selling Story Max Excellence DIS - Q2'24 DIS HIB (1).pdfSelling Story Max Excellence DIS - Q2'24 DIS HIB (1).pdf
Selling Story Max Excellence DIS - Q2'24 DIS HIB (1).pdf
 
Relatório de Gestão 2022-2023 Intra Leste Nordeste
Relatório de Gestão 2022-2023 Intra Leste NordesteRelatório de Gestão 2022-2023 Intra Leste Nordeste
Relatório de Gestão 2022-2023 Intra Leste Nordeste
 

Uma Proposta de Modelo de Processo para Publicação de Dados Abertos Conectados Governamentais - Apresentação de Mestrado em Modelagem Computacional do Conhecimento

  • 1. Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br Uma proposta de modelo de processo para publicação de dados abertos conectados governamentais Thiago José Tavares Ávila Mestrando Programa de Pós-Graduação em Modelagem Computacional do Conhecimento Instituto de Computação – Universidade Federal de Alagoas 25/11/2015 Prof. Dr. Ig Ibert Bittencourt – Orientador Profª Draª Patrícia Ospina – Co-Orientadora
  • 2. Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br Agenda • Contextualização • Motivação • Trabalhos Relacionados • Problemática • Objetivos da Pesquisa • Proposta: Modelo de processo “Piece of Cake” • Validação • Limitações • Conclusão e Trabalhos Futuros • Referências 2
  • 3. Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br Contextualizando .... • Qual o montante destinado para a função Educação no Orçamento do Estado Brasileiro em 2014? Download de dados do Orçamento Governo Federal Download de dados dos Orçamentos das 27 Unidades Federativas Download de dados dos Orçamentos dos 5565 Municípios + +
  • 4. Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br Dados Abertos Governamentais • “Dados produzidos pelo governo e colocados à disposição das pessoas de forma a: – tornar possível não apenas sua leitura e acompanhamento, – mas também sua reutilização em novos projetos, sítios e aplicativos; – seu cruzamento com outros dados de diferentes fontes; – e sua disposição em visualizações interessantes e esclarecedoras”. (W3C Brasil, 2011)
  • 5. Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br 5 Acesso à Informação: Obrigações Legais Figura 1 – Mapa dos países que possuem Lei de Acesso à Informação no mundo [Banisar, 2013] Lei 12.527/2011 - Art. 8 § 3º II - possibilitar a gravação de relatórios em diversos formatos eletrônicos, inclusive abertos e não proprietários, tais como planilhas e texto, de modo a facilitar a análise das informações; [...] Lei 12.527/2011 - Art. 8 § 3º III - possibilitar o acesso automatizado por sistemas externos em formatos abertos, estruturados e legíveis por máquina [...]
  • 6. Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br Mas problemas existem ... “Dispor de dados abertos governamentais é algo ótimo, mas é muito difícil tomar decisões sensatas sem o contexto do que significam tais dados. Atualmente, é necessário envolver analistas e cientistas para gerar conhecimento a partir de tais dados. Robert Schaefer – Project Scientist Johns Hopkins University Applied Physics Lab Conferência Internacional para Governo Aberto (2010) Outros problemas: • Difíceis de serem consumidos • Formatos variados e/ou proprietários • Licenciamento ineficaz (ou inexistente)
  • 7. Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br 7 Figura 2 – Esquema das 5-Estrelas dos Dados Abertos (Berners-Lee, 2006). Esquema das 5-Estrelas dos Dados Abertos
  • 8. Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br Identificar os dados Modelar e enriquecer os dados Tornar os dados mais “encontráveis” na web Conectar os dados Dados Conectados: Um caminho para resolver ... Figura 3 – Princípios dos dados conectados (Berners-Lee, 2006) “Melhores práticas para publicar e conectar dados estruturados na Web utilizando os padrões internacionais do W3C, permitindo o estabelecimento de uma rede de dados que se conectam e auto enriquecem”. (Wood et al,2013)
  • 9. Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br 9 Dados Abertos Conectados Governamentais (DACG) “Dados abertos governamentais publicados de acordo com os princípios dos dados conectados”. (ISA,2013) Figura 4 – Iniciativas de Dados Abertos Conectados Governamentais na Europa (ISA, 2013)
  • 10. Figura 5 – Conjuntos de dados do Orçamento Federal Brasileiro no Catálogo Brasileiro de Dados AbertosFigura 6 – Consulta SPARQL sobre o Orçamento Federal Brasileiro
  • 11. Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br Oferta de DACG País Recursos de dados abertos conectados Total de recursos de dados Participação Alemanha 4 37.479 0,01% Austrália 0 2.137 0,00% Brasil 15 8.582 0,17% Cingapura 0 11.977 0,00% E.U.A. 7.051 332.568 2,12% Espanha 1.775 9.029 19,66% Itália 2.055 21.850 9,41% Japão 0 18.105 0,00% Reino Unido 362 9.497 3,81% Tabela 1 – Participação de dados conectados nos catálogos de dados abertos governamentais (Do autor, 2015).
  • 12. Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br • Problema de Negócio: • Como guiar instituições governamentais a publicar dados abertos conectados considerando as melhores práticas e procedimentos produzidos e disponíveis na literatura? Problemas de Pesquisa
  • 13. Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br Trabalhos Relacionados “Best Practices for Publishing Linked Data – BPLDs” (W3C) Figura 7 – 10 Melhores Práticas para Publicação de Dados Conectados - W3C (W3C, 2014) 1. Preparar Partes Interessadas 2. Selecionar Conjuntos de Dados 3. Modelar os Dados 4. Especificar uma Licença Apropriada 5. Estabelecer boas URIs 6. Estabelecer Vocabulários Padrão 7. Converter Dados para Dados Conectados 8. Prover Acesso Automatizado aos Dados 9. Anunciar para o público 10. Estabelecer um contrato social
  • 14. Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br Figura 9 – Processo de publicação de dados proposto em The Joy of Data - Cookbook for Publishing Linked Government Data on the Web (Hyland and Wood, 2011) Trabalhos Relacionados Figura 8 – Processo de publicação de dados abertos governamentais proposto no Guía para la Apertura de Datos en Colombia (Colombia, 2012) Figura 10 – Processo de publicação de dados proposto em Methodological Guidelines for Publishing Government Linked Data (Villazón-Terrazas et. al, 2011)
  • 15. Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br • Desafios: • Existem poucos processos que suportam a publicação de dados conectados governamentais; • Ausência de processos detalhados e softwares que apóiem o ciclo de vida de publicação de dados conectados governamentais • Processos são direcionados à desenvolvedores de software, não para agentes governamentais (Villazón-Terrazas et. al, 2011); • Processos existentes, aparentemente, não consideram o nível de maturidade em gestão e publicação de dados das organizações publicadoras. Problemática
  • 16. Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br • Problema de Negócio: • Como guiar instituições governamentais a publicar dados abertos conectados considerando as melhores práticas e procedimentos produzidos e disponíveis na literatura? • Problema Técnico: • “Que novos procedimentos devem ser propostos para que instituições governamentais publiquem dados abertos conectados considerando o seu nível de maturidade em gestão e publicação de dados?” Problemas de Pesquisa
  • 17. Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br • Propor um modelo de processo para publicação de dados abertos conectados governamentais que: • Considere o nível de maturidade em gestão e publicação de dados das instituições governamentais; • Apresente atividades para a implementação de melhores práticas para publicação de dados conectados; • Seja iterativo e incremental. Objetivos
  • 18. Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br 18 A Proposta - Modelo de Processo “Piece of Cake” Figura 11 – Visão Geral do modelo de processo “Piece of Cake” (Do autor, 2015)
  • 19. Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br • Propor um modelo de processo para publicação de dados conectados governamentais que: • Considere o nível de maturidade em gestão e publicação de dados das instituições governamentais; • Esquema 5-Estrelas dos Dados Abertos • Maturidade das instituições publicadoras • Apresente atividades para a implementação de Melhores Práticas para Publicação de Dados Conectados; • Seja iterativo e incremental. Objetivos
  • 20. Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br “Best Practices for Publishing Linked Data – BPLDs” (W3C) 1. Preparar Partes Interessadas 2. Selecionar Conjuntos de Dados 3. Modelar os Dados 4. Especificar uma Licença Apropriada 5. Estabelecer boas URIs 6. Estabelecer Vocabulários Padrão 7. Converter Dados para Dados Conectados 8. Prover Acesso Automatizado aos Dados 9. Anunciar para o público 10. Estabelecer um contrato social
  • 21. Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br 21 Revisão de Literatura - Metodologia Código Origem Documentos (processos) Tipo P1 BRASIL Plano de Dados Abertos; Processo de Abertura de Dados; Cartilha Técnica para Publicação de Dados Abertos no Brasil v1.0 - Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão do Brasil Dados Abertos Governamentais P2 CHILE Norma Técnica para Publicación de Datos Abiertos en Chile Dados Abertos Governamentais P3 COLÔMBIA Guía para la apertura de datos en Colombia Dados Abertos Governamentais P4 EQUADOR Guia de Política Pública de Datos Abiertos – Ecuador Dados Abertos Governamentais P5 URUGUAI Guía rápida de publicación em datos.gub.uy Dados Abertos Governamentais P6 ITÁLIA Geolinked Open Data for the Municipality of Catania Dados Abertos Conectados Governamentais P7 INTERNACIONAL LOP - Capturing and Linking Open Provenance on LOD Cycle Dados Abertos Conectados P8 INTERNACIONAL TWC LOGD: A portal for linked open government data ecosystems Dados Abertos Conectados Governamentais P9 INTERNACIONAL Linked Open Data: The Essentials A Quick Start Guide for Decision Makers. Dados Abertos Conectados P10 INTERNACIONAL W3C Linked Data Cookbook Dados Abertos Conectados P11 GRÉCIA Applying Linked Data Technologies to Greek Open Government Data: A Case Study Dados Abertos Conectados Governamentais P12 INTERNACIONAL Managing the Life-Cycle of Linked Data with the LOD2 Stack Dados Abertos Conectados P13 ESPANHA Methodological Guidelines for Publishing Government Linked Data Dados Abertos Conectados Governamentais P14 UNIÃO EUROPÉIA Methodology for publishing datasets as open data – COMSODE Dados Abertos Governamentais P15 INTERNACIONAL Open Data Handbook Dados Abertos Tabela 2 – Processos de publicação de dados abertos analisados na pesquisa (Do autor, 2015).
  • 22. Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br • Questões de Pesquisa: • HLQ: “Processos de abertura de dados estão incentivando a produção de dados conectados ?” RQ 3: Que recomendações para publicação de Dados Conectados podem ser extraídas dos processos analisados? RQ 3.1 ... 10: O que os processos recomendam a ser feito para contemplar cada uma das 10 Melhores Práticas para Publicação de Dados Conectados do W3C?” Revisão de Literatura - Metodologia
  • 23. Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br 23 Extração de recomendações Figura 12 – Ocorrência de recomendações na comparação dos 15 processos de publicação de dados abertos com as BPLDs (Do autor, 2015)
  • 24. Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br 24 6 11 7 3 11 8 6 4 9 5 0 2 4 6 8 10 12 01.Preparar Partes Interessadas 02.Selecionar Conjuntos de Dados 03.Modelar os Dados 04.Estabelecer uma Licença Apropriada 05.Estabelecer bons identificadores universais (URIs) 06.Utilizar Vocabulários Padrão 07.Converter e Enriquecer Dados 08.Prover Acesso Automatizado aos Dados 09.Anunciar conjuntos de dados ao Público 10.Estabelecer um Contrato Social para os Dados Publicados Recomendações 70 recomendações para publicação de dados abertos (conectados) no setor público foram extraídas da revisão de literatura Extração de recomendações Figura 13 – Sumarização das recomendações identificadas na revisão de literatura (Do autor, 2015)
  • 25. Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br 25 Exemplificando ... • BPLD 2 -Selecionar Conjuntos de Dados • Estabelecer diretrizes que orientem a priorização de dados a serem abertos (2B) • Realizar consultas aos usuários sobre a demanda de dados (2C) • BPLD 8 – Prover acesso automatizado aos dados • Disponibilizar bases completas para download (dumps) (8A) • Desenvolver um endpoint SPARQL (8D)
  • 26. Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br • Propor um modelo de processo para publicação de dados conectados governamentais que: • Considere o nível de maturidade em gestão e publicação de dados das instituições governamentais; • Esquema 5-Estrelas dos Dados Abertos • Maturidade das instituições publicadoras • Apresente atividades para a implementação de Melhores Práticas para Publicação de Dados Conectados; • Melhores Práticas para Publicação de Dados Conectados – W3C • Recomendações da revisão de literatura • Seja iterativo e incremental. Objetivos
  • 27. 27 Figura 15 – Visão detalhada do modelo “Piece of Cake” (Do autor, 2015) • 5 fases – Iniciação, Planejamento, Execução, Controle e Encerramento • Características do PMBOK e Espiral clássica de software • 12 Etapas • 10 Etapas = 10 BPLDs • 2 novas etapas (0 e 11) • 4 Processos – Contemplando os níveis do Esquema 5- Estrelas • Desenvolvimento incremental e iterativo • Conjunto de atividades obrigatórias e desejáveis • 73 Atividades distribuídas entre os 4 processos • 70 atividades oriundas das recomendações • 3 novas atividades propostas pelo pesquisador • Identificar maturidade • Retrospectiva – Características do SCRUM • Decisão de Continuidade do Processo – Continuar para o próximo nível ou repetir o nível atual?
  • 28. Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br 28 A Proposta - Modelo de Processo “Piece of Cake” Figura 16 – Evolução do modelo de processo “Piece of Cake” dentre os níveis do esquema 5- Estrelas (Do autor, 2015)
  • 29. Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br • Propor um modelo de processo para publicação de dados conectados governamentais que: • Considere o nível de maturidade das instituições governamentais; • Esquema 5-Estrelas dos Dados Abertos • Maturidade das instituições publicadoras • Apresente atividades para a implementação de Melhores Práticas para Publicação de Dados Conectados; • Melhores Práticas para Publicação de Dados Conectados – W3C • Recomendações • Seja iterativo e incremental. • Espiral invertida com grupos de processos do PMBOK/Fases clássicas da espiral de software Objetivos
  • 30. Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br 30 Validação • Questionário e Modelo de Regressão Beta para identificação de recomendações mais relevantes • Objetivo: apresentar um subconjunto de recomendações mais relevantes para a publicação de dados (abertos e/ou conectados) no setor público, considerando a dificuldade e a relevância para implementá-las; • Método de avaliação: Modelo de Regressão Beta • Ferramenta de Coleta de Dados: Questionário com as 70 recomendações para publicação de dados (abertos e/ou conectados) no setor público coletadas na revisão de literatura, para serem avaliadas por especialistas na temática;
  • 31. Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br 31 Validação • Mensuração do nível de conhecimento dos avaliadores; • Avaliação dos subconjuntos de recomendações obrigatórias estabelecidas pelo pesquisador; • Classificação das recomendações por dificuldade e relevância. • Mensuração da avaliação geral das recomendações por avaliador. Figura 17 – Captura de tela sobre o nível de conhecimento do avaliador (Do autor, 2015) Figuras 18 e 19 – Captura de tela dos subconjuntos de recomendações pré-estabelecidas como obrigatórias no questionário para classificação da relevância e dificuldade das recomendações extraídas na revisão de literatura (Do autor, 2015) Figura 20 – Captura de tela de uma recomendação a ser classificação da relevância e dificuldade mediante o questionário (Do autor, 2015)
  • 32. Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br 32 Validação • Resultados – Estatística Descritiva: • Avaliação dos subconjuntos de recomendações obrigatórias estabelecidas pelo pesquisador Dados Abertos Dados Abertos Conectados Figura 21 – Gráfico boxplot dos escores adotados para as recomendações para dados abertos pré-estabelecidas como obrigatórias (Do autor, 2015) Figura 22 – Gráfico boxplot dos escores adotados para as recomendações para dados abertos conectados pré-estabelecidas como obrigatórias (Do autor, 2015)
  • 33. Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br 33 Validação • Resultados – Estatística Descritiva: • Avaliação global das recomendações apresentadas no questionário Dados Abertos Dados Abertos Conectados Figura 23 – Gráfico histograma dos escores adotados para a avaliação global das recomendações para dados abertos (Do autor, 2015) Figura 24 – Gráfico histograma dos escores adotados para a avaliação global das recomendações para dados abertos conectados(Do autor, 2015)
  • 34. Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br 34 Validação • Resultados – Modelo de Regressão: • Recomendações sugeridas para publicação de Dados Abertos Variáveis Estimativas p_Valor ScoreConhecimento -0.10 0.06 Recomendações 1A, 1B, 1C, 2B, 2D, 2E, 2H, 3A, 3B, 4A, 6A, 7A, 8A, 9A, 9B, 9H 1.7 0.03 1D 0.10 0.06 2A 0.25 0.00 2C 0.21 0.01 8B 0.12 0.10 9C 0.02 0.11 10A 0.15 0.03 10B 0.14 0.00 Analisar a estrutura organizacional (2A) Tabela 3 – Recomendações para publicação de dados abertos sugeridas pelo modelo de regressão (Do autor, 2015).
  • 35. Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br Variáveis Estimativas p_Valor ScoreConhecimento -0.80 0.03 Recomendações 3F, 5A, 5C, 5D, 7C 0.53 0.00 2K 1.17 0.00 5B 0.70 0.06 6B 0.02 0.08 6D 0.72 0.04 6F 0.15 0.07 9I 1.20 0.00 35 Validação • Resultados – Modelo de Regressão: • Recomendações sugeridas para publicação de Dados Abertos Conectados Disponibilizar dados conectados em servidores de triplas (9I) Tabela 4 – Recomendações para publicação de dados abertos conectados sugeridas pelo modelo de regressão (Do autor, 2015).
  • 36. Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br 36 • Classificação das recomendações entre os níveis do Esquema 5-Estrelas • Objetivo: Orientar a distribuição das recomendações entre os níveis do Esquema 5-Estrelas Validação Figura 28 – Captura de tela de parte do questionário para classificação das recomendações entre os níveis do Esquema 5-Estrelas (Do autor, 2015)Figura 25 – Gráfico com o resultado da classificação das recomendações entre os níveis do Esquema 5-Estrelas (Do autor, 2015)
  • 37. Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br 37 Validação • Estudo Empírico • Objetivo: Verificar a eficácia do modelo de processo “Piece of Cake” para publicação de dados abertos governamentais (DAG) e dados abertos conectados governamentais (DACG) • OBS.: Foram fornecidos dois datasets no nível “sem estrelas” para que fossem convertidos para 5-Estrelas • Método: Estudo empírico em laboratório estruturado mediante a metodologia GQM, contendo 3 objetivos (Goals), 9 questões (Questions) e 15 métricas (Métrics). • Planejamento do Estudo: • Foco da qualidade: Verificar a eficácia na publicação de DACG; • Ferramenta de Coleta de Dados: Planilha contendo a relação de atividades do Modelo “Piece of Cake” e artefatos gerados pelas equipes; • Contexto: 3 equipes, com níveis de experiência distintos em publicação de dados governamentais, compostas por um profissional e alunos de Pós-Graduação e Graduação.
  • 38. Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br 38 Validação Balanço Geral: Equipe A utilizou 28 (40%). Equipe B utilizou 38 (54%). Equipe C, menos experiente, utilizou 42 (60%). Objetivo: G3: Publicar Dados Abertos Governamentais seguindo o modelo de processo “Piece of Cake” Questão: Métricas: EQUIPE A EQUIPE B EQUIPE C Q5: Quantas atividades do modelo de processo foram utilizadas para publicação de DAG? M7: Percentual de Atividades do modelo utilizadas para publicação de DAG com 3 estrelas 46% 38% 40% M8: Percentual de Atividades do modelo utilizadas para publicação de DAG com 4 estrelas 54% 71% 60% M9: Percentual de Atividades do modelo utilizadas para publicação de DAG com 5 estrelas 53% 63% 40% Tabela 5 – Resultados para as métricas M7, M8 e M9 do estudo empírico (Do autor, 2015).
  • 39. 39 Figuras 26,27,28 – Evidências da Publicação de DACG durante o Estudo Empírico (Do autor, 2015).
  • 40. Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br 40 Objetivo: G3: Publicar Dados Abertos Governamentais seguindo o modelo de processo “Piece of Cake” Q6: Quantas atividades do modelo de processo foram utilizadas por todas as equipes? M10: Atividades do modelo utilizadas pelas 3 equipes 12 Q7: Quantas atividades do modelo de processo não foram utilizadas por todas as equipes? M11: Atividades do modelo utilizadas por 2 equipes 30 M12: Atividades do modelo utilizadas por 1 equipe 13 M13: Atividades do modelo não utilizadas 15 Tabela 6 – Resultados para as métricas M10, M11, M12 e M13 do estudo empírico (Do autor, 2015). Validação
  • 41. Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br 41 Atividades do Modelo de Processo Definição das atividades obrigatórias e desejáveis a partir da validação empírica: A Modelo de Regressão • Obrigatórias: 33 (de 70) B Estudo Empírico • Obrigatórias: 12 (de 70) AUB = A + B – A Ω B = 33 + 12 - 8 Total de atividades obrigatórias: 37 (de 70)
  • 42. Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br 42 Atividades do Modelo de Processo PROCESSOS: A B C D ETAPA 0: 0A ETAPA 1: 1A, 1B, 1C, 1D, 1E, 1F ETAPA 2: 2A, 2B, 2C, 2D, 2E, 2H, 2F, 2G, 2I,2J 2K ETAPA 3: 3A, 3B, 3C, 3D,3E 3F,3G ETAPA 4: 4A, 4B,4C ETAPA 5: 5A,5B,5C,5D, 5E, 5F,5G,5H,5I,5J, 5K ETAPA 6: 6A,6B, 6D, 6F 6C, 6E 6G 6H ETAPA 7: 7A, 7B 7C,7D, 7E 7F ETAPA 8: 8A,8B, 8C 8D ETAPA 9: 9A,9B,9C, 9D,9E,9F,9G 9I, 9H ETAPA 10: 10A,10B, 10C,10D,10E ETAPA 11: 11A,11B Obrigatórias Desejáveis Total Processo A (Para 3-Estrelas) 21 18 39 Processo B (Para 4-Estrelas) 12 10 22 Processo C (Para 5-Estrelas) 3 4 7 Processo D (Para 5-Estrelas aprimorado) 1 1 2 Subtotal 37 33 70 Atividade Inicial 1 0 1 Comuns para todos os processos: 2 0 2 Totais 40 33 73 Tabelas 8 e 9 – Distribuição final das atividades no modelo de processo (Do autor, 2015).
  • 43. Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br 43 Ameaças à Validade • Questionário e Modelo de Regressão: • Cansaço dos avaliadores ao responder o questionário, que por ser extenso, pode ter levado ao cansaço de alguns avaliadores ao longo de sua resposta, o que pode ter prejudicado a qualidade de algumas respostas; • Respostas emitidas por avaliadores inexperientes, pelo questionário estar online. Entretanto, tal ameaça consegue ser tratada pelo escore que avalia o nível de conhecimento dos avaliadores (ScoreConhecimento), que considera a auto-avaliação do conhecimento dos avaliadores para sugerir as atividades mais relevantes ao modelo.
  • 44. Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br 44 Ameaças à Validade • Estudo Empírico: • Utilização de apenas dois conjuntos de dados; • Avaliadores escolhidos subjetivamente, onde não houve medição para classificar corretamente os participantes, o que pode comprometer os resultados; • Cansaço dos avaliadores durante o estudo, pois houve preparação inicial, análise de um documento extenso com as recomendações/atividades para publicação de DACG, e ainda, o desenvolvimento das atividades para a publicação dos dados. Assim, o volume de trabalho foi significativo o que pode ter influenciado no desempenho de algumas equipes; • Todos os participantes do estudo tem formação em computação, o que pode ter reduzido a complexidade para a execução do estudo. Uma maior variação na formação dos participantes seria desejável para uma maior aproximação de um cenário real; • Ambiente de desenvolvimento do estudo em laboratório.
  • 45. Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br 45 Conclusões e Trabalhos Futuros • Contribuições da pesquisa • Instrumento para implementação e disseminação das Melhores Práticas para Publicação de Dados Conectados do W3C; • Modelo de Processo que permite que instituições em estágios variados de maturidade em produção de dados possam utilizá-lo para guiar suas tarefas de publicação de dados governamentais; • Identificação de limitações nas abordagens existentes para publicação de Dados Abertos e Dados Abertos Conectados no setor público.
  • 46. Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br 46 Conclusões e Trabalhos Futuros • Trabalhos Futuros • Aprimorar a proposição de novas atividades para os processos do modelo; • Especialmente para os processos B, C e D • Desenvolver uma revisão de literatura mais ampla; • Simplificar e popularizar processos e atividades de publicação de DACG; • Desenvolver ferramentas e softwares que simplifiquem a publicação de dados abertos conectados governamentais; • Validar o modelo de processo atual com estudos de caso reais, preferencialmente em cenários e países distintos para verificar a validade do modelo em contextos técnicos, organizacionais e políticos distintos; • Melhorar o detalhamento das atividades dos processos do modelo • Discutir sobre o desenvolvimento de processos específicos às necessidades particulares do setor publico. • Processos de publicação de DACG aplicáveis a contextos particulares como a saúde, educação, energia e recursos hídricos, geociências, dentre outros.
  • 47. Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br Referências [1] W3C BRASIL. Manual dos dados abertos: governo (2011). Acessado em: out. 2015. Disponível em: <http://www.w3c.br/pub/Materiais/PublicacoesW3C/Manual_Dados_Abertos_WEB.pdf>. [2] Banisar, David (2013). List of Countries with Access to Information. Acesso em: nov. 2015. Disponível em: http://home.broadpark.no/~wkeim/foi-list.htm [3] Berners-Lee, Tim. (2006). Linked Data. Acesso em: jul. 2015. Disponível em: http://www.w3.org/DesignIssues/LinkedData.html [4]. W3C (2014) Best Practices for Publishing Linked Data. W3C. Acesso em: nov. 2015. Disponível em: http://www.w3.org/TR/ld-bp [5] Wood, David. et al (2013). Linked Data: Structured data on the Web. [S.l.]: Manning Publications, 336 p. ISBN 9781617290398. [6] Heath, Tom; Bizer, Christian. (2011) Linked Data: Evolving the Web into a Global Data Space (1st edition). Synthesis Lectures on the Semantic Web: Theory and Technology, 1:1, 1-136. Morgan & Claypool. [7] COLOMBIA. Guía para la apertura de datos en Colombia. (2012). 67 p. Disponível em: http://programa.gobiernoenlinea.gov.co/apc-aa- files/da4567033d075590cd3050598756222c/Datos_Abiertos_Guia_v2_0.pdf. [8] Hyland, Bernadette; Wood, David. (2011) The Joy of Data - Cookbook for Publishing Linked Government Data on the Web. Acesso em: mar. 2015. Disponível em: http://www.w3.org/2011/gld/wiki/Linked_Data_Cookbook. [9] Villazón-Terrazas, Boris; Vilches-Blázquez , Luis. M.; Corcho, Oscar; Gómez-Pérez, Asunción (2011). Methodological Guidelines for Publishing Government Linked Data. Linking Government Data. pp 27-49 47
  • 48. Thiago J. T. Ávila thiago.avila@ic.ufal.br Thiago José Tavares Ávila Mestrando em Modelagem Computacional do Conhecimento – IC/UFAL Núcleo de Excelência em Tecnologias Sociais - NEES 48 Muito obrigado !!!