SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 38
Baixar para ler offline
Recursos Financeiros InternacionaisRecursos Financeiros Internacionais
e Captação por Indivíduose Captação por Indivíduos
Marcelo Estraviz
São Paulo, janeiro de 2009
Antes de começarmos, é bom saber queAntes de começarmos, é bom saber que
vamos passar o dia juntos, então...vamos passar o dia juntos, então...
*Quem são vocês?*Quem são vocês?*Não se trata aqui de instituições...
ENSINARENSINAR
Estímulos para pensarEstímulos para pensar
e desmistificar os monstrose desmistificar os monstros
Consultoria Coletiva
para sair diferente
de como entrou
ACORDOS:
 Horário
 Celulares
 Silêncio
 Perguntas
VAMOS COMBINAR?VAMOS COMBINAR?
AGENDAAGENDA
• A captação para a sustentabilidade.
• O plano de Captação e as fontes de recursos habituais;
• Vantagens e desafios de cada fonte;
• Porque trabalhar com Individuos e Fundações?
• Modelos de arrecadação internacional;
• Mapa da mina das fundações internacionais;
• Projetos: Algumas dicas;
• Exemplos de arrecadação com indivíduos;
• Eventos Locais e ativos comunitários;
• A experiência internacional com indivíduos;
• Fidelização de doadores;
• A legitimidade no longo prazo;
• A sustentabilidade da captação
ações sociais
SOBREVIVENDO E APRENDENDO
DINHEIRO
MUNDO
MISSÃO
PARCEIROS
SUSTENTABILIDADE INSTITUCIONALSUSTENTABILIDADE INSTITUCIONAL
MobilizarMobilizar
RecursosRecursos prapra
gerar frutosgerar frutos
DESENVOLVIMENTO
INSTITUCIONAL
AÇÕES
MISSÃO
semente
caule
DESENVOLVIMENTO
SOCIAL
frutos
FONTES DE RECURSOSFONTES DE RECURSOS
EMPRESASEMPRESAS FUNDAÇÕESFUNDAÇÕES
GOVERNOGOVERNO INDIVÍDUOSINDIVÍDUOS
 Quais as Vantagens?
 E os Desafios?
 Quais as Motivações para Doar?
 Quais os Recursos Necessários
 Quais os Tipos de Apoio?
FONTES DE RECURSOSFONTES DE RECURSOS
EXERCÍCIO #1EXERCÍCIO #1 – DIFERENÇAS DAS FONTES– DIFERENÇAS DAS FONTES
DIVERSIFICAÇÃO DE FONTESDIVERSIFICAÇÃO DE FONTES
 Interdependência
 Estabilidade
 Legitimidade
 Riqueza de experiências
 Tem trabalho todo dia
““Não colocar todos os ovosNão colocar todos os ovos
no mesmo cesto…”no mesmo cesto…”
FUNDAÇÕES INTERNACIONAISFUNDAÇÕES INTERNACIONAIS
 Pesquise muito
 Crie relação
 Mantenha dados
atualizados
 Saiba elaborar um
projeto
 Tenha uma visão
estratégica
 Conheça quem recebeu a
doação
 Solicite no momento
oportuno
GUIAS DEGUIAS DE
FINANCIADORESFINANCIADORES
www.fgv.br/fosocial/www.fgv.br/fosocial/
www.gife.org.br/www.gife.org.br/
GUIAS NO BRASILGUIAS NO BRASIL
GUIAS NOS EUAGUIAS NOS EUA
http://foundationcenter.org/http://foundationcenter.org/
EXERCÍCIO #2EXERCÍCIO #2 – RESUMO EXECUTIVO– RESUMO EXECUTIVO
INDIVÍDUOSINDIVÍDUOS
20% - 1 DOADOR
20% - 2 DOADORES
20% - 5 DOADORES
20% - 10 DOADORES
20% - 500 DOADORES
  
RECURSOS
LEGITIMIDADE
A IMPORTÂNCIA DAS PESSOASA IMPORTÂNCIA DAS PESSOAS
0% 10% 20% 30% 40% 50% 60% 70% 80% 90% 100%
TRABALHO DE ESCALATRABALHO DE ESCALA
LEGITIMIDADLEGITIMIDAD
EE
PROJETOS EPROJETOS E
REUNIÕESREUNIÕES
QUANTOS ERROS TEM AQUI ?QUANTOS ERROS TEM AQUI ?
SOCIEDADESOCIEDADE
ONG
SOCIEDADE
O REAL TAMANHO DAS COISASO REAL TAMANHO DAS COISAS
SOCIEDADE
ONG
parceiros
doadores
governo
“clientes”
outras ONGs o vizinho
tua prima
mil etceteras
AQUI
ESTÁ
VOCÊ
EXERCÍCIO #2EXERCÍCIO #2 – RESUMO EXECUTIVO– RESUMO EXECUTIVO
• “81% das doações privadas vem de
indivíduos”
• “21% da população doa recursos
financeiros e outros 29% doam recursos
materiais”
• “44% doam através de igrejas”
ALGUNS DADOSALGUNS DADOS
COMUNICAÇÃOCOMUNICAÇÃO
TODOS JUNTOSTODOS JUNTOS
TRABALHO CONSTANTETRABALHO CONSTANTE
 Mudança de Paradigma
 Buscar apoio local
 Organizar eventos
 Criar geração de renda
 Buscar associados
EXERCÍCIO #3EXERCÍCIO #3 – BUSCANDO DOADORES– BUSCANDO DOADORES
COTIDIANO DO CAPTADORCOTIDIANO DO CAPTADOR
Usar os conselheirosUsar os conselheiros
Fazer contatosFazer contatos
Buscar associadosBuscar associados
Animar voluntáriosAnimar voluntários
Organizar eventosOrganizar eventos
Organizar geração de rendaOrganizar geração de renda
Lidar com projetosLidar com projetos
Reunir-se com genteReunir-se com gente
 Monitoramento e avaliação
 Números, dados
 Meta de captação alcançada?
 Repensar atitudes em contatos
 Contabilidade e Auditoria
 Aprendizado para nova campanha
 Atualização da base de dados
 Mais um dia começa
PÓS CAPTAÇÃOPÓS CAPTAÇÃO
EXERCÍCIO #4EXERCÍCIO #4 – A CAMPANHA– A CAMPANHA
ÚLTIMOS TOQUESÚLTIMOS TOQUES
Trabalhar com diversificação de fontes.
Ampliar nossa rede de apoiadores diariamente.
Trata-se de mobilizar recursos entre PESSOAS!
Nosso objetivo como agentes sociais: a NOSSA extinção!
MOBILIZAÇÃO DE RECURSOSMOBILIZAÇÃO DE RECURSOS
Marcelo Estraviz
marcelo.abcr@gmail.com
ABCR
www.captadores.org
MUITO OBRIGADO (mesmo!)MUITO OBRIGADO (mesmo!)

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Recursos Financeiros para ONGs

Palestra Planejamento Financeiro
Palestra Planejamento Financeiro Palestra Planejamento Financeiro
Palestra Planejamento Financeiro Danilo Marques
 
Investimentos no âmbito das startups
Investimentos no âmbito das startupsInvestimentos no âmbito das startups
Investimentos no âmbito das startupsFernando Pontes
 
Gerenciando Inovação & Tecnologia Disruptiva paulo beck 2016
Gerenciando Inovação & Tecnologia Disruptiva paulo beck 2016Gerenciando Inovação & Tecnologia Disruptiva paulo beck 2016
Gerenciando Inovação & Tecnologia Disruptiva paulo beck 2016GROW+
 
Apresentação TCC Crowndfunding Curadores
Apresentação TCC Crowndfunding CuradoresApresentação TCC Crowndfunding Curadores
Apresentação TCC Crowndfunding CuradoresTomas Pinheiro
 
Economia da Recomendação - Marcelo Minutti
Economia da Recomendação - Marcelo MinuttiEconomia da Recomendação - Marcelo Minutti
Economia da Recomendação - Marcelo MinuttiMarcelo Minutti
 
Aula editais 08 2014 3.0
Aula editais 08 2014 3.0Aula editais 08 2014 3.0
Aula editais 08 2014 3.0Michel Freller
 
fabcr22_apresentação_Como identificar as melhores estratégias de Captação den...
fabcr22_apresentação_Como identificar as melhores estratégias de Captação den...fabcr22_apresentação_Como identificar as melhores estratégias de Captação den...
fabcr22_apresentação_Como identificar as melhores estratégias de Captação den...ABCR
 
Empreender em Tempos de Facebook Tributário
Empreender em Tempos de Facebook TributárioEmpreender em Tempos de Facebook Tributário
Empreender em Tempos de Facebook TributárioRoberto Dias Duarte
 
Cefai 2013_MBA I_Prof. Gerson
Cefai 2013_MBA I_Prof. GersonCefai 2013_MBA I_Prof. Gerson
Cefai 2013_MBA I_Prof. Gersonconexaocefai
 
Jornal da Feira do Empreendedor 2014 - 1ª edição
Jornal da Feira do Empreendedor 2014 - 1ª ediçãoJornal da Feira do Empreendedor 2014 - 1ª edição
Jornal da Feira do Empreendedor 2014 - 1ª ediçãoSebrae-SaoPaulo
 
02 gestão de negócios
02   gestão de negócios02   gestão de negócios
02 gestão de negóciosHelder Lucas
 
Empreendedorismo criativo e gestão de negócios no mercado audiovisual
Empreendedorismo criativo e gestão de negócios no mercado audiovisualEmpreendedorismo criativo e gestão de negócios no mercado audiovisual
Empreendedorismo criativo e gestão de negócios no mercado audiovisualErick Krulikowski
 
Startups para Jornalistas - Workshop ABS
Startups para Jornalistas - Workshop ABSStartups para Jornalistas - Workshop ABS
Startups para Jornalistas - Workshop ABSAmure Pinho
 
Planificação do Projecto
Planificação do ProjectoPlanificação do Projecto
Planificação do ProjectoJpas
 
PAULO FRANÇA - Palestra sobre "Captação de Recursos para Projetos" na Assembl...
PAULO FRANÇA - Palestra sobre "Captação de Recursos para Projetos" na Assembl...PAULO FRANÇA - Palestra sobre "Captação de Recursos para Projetos" na Assembl...
PAULO FRANÇA - Palestra sobre "Captação de Recursos para Projetos" na Assembl...PFC Internacional
 
Papo de Mentor ABMEN em Taubaté-SP - Por que muitas startups falham? Dicas ...
Papo de Mentor ABMEN em Taubaté-SP  -  Por que muitas startups falham? Dicas ...Papo de Mentor ABMEN em Taubaté-SP  -  Por que muitas startups falham? Dicas ...
Papo de Mentor ABMEN em Taubaté-SP - Por que muitas startups falham? Dicas ...Nei Grando
 

Semelhante a Recursos Financeiros para ONGs (20)

Palestra Planejamento Financeiro
Palestra Planejamento Financeiro Palestra Planejamento Financeiro
Palestra Planejamento Financeiro
 
Investimentos no âmbito das startups
Investimentos no âmbito das startupsInvestimentos no âmbito das startups
Investimentos no âmbito das startups
 
Gerenciando Inovação & Tecnologia Disruptiva paulo beck 2016
Gerenciando Inovação & Tecnologia Disruptiva paulo beck 2016Gerenciando Inovação & Tecnologia Disruptiva paulo beck 2016
Gerenciando Inovação & Tecnologia Disruptiva paulo beck 2016
 
Oficina 1 viagem mp
Oficina 1 viagem mpOficina 1 viagem mp
Oficina 1 viagem mp
 
Apresentação TCC Crowndfunding Curadores
Apresentação TCC Crowndfunding CuradoresApresentação TCC Crowndfunding Curadores
Apresentação TCC Crowndfunding Curadores
 
Economia da Recomendação - Marcelo Minutti
Economia da Recomendação - Marcelo MinuttiEconomia da Recomendação - Marcelo Minutti
Economia da Recomendação - Marcelo Minutti
 
Aula editais 08 2014 3.0
Aula editais 08 2014 3.0Aula editais 08 2014 3.0
Aula editais 08 2014 3.0
 
fabcr22_apresentação_Como identificar as melhores estratégias de Captação den...
fabcr22_apresentação_Como identificar as melhores estratégias de Captação den...fabcr22_apresentação_Como identificar as melhores estratégias de Captação den...
fabcr22_apresentação_Como identificar as melhores estratégias de Captação den...
 
Empreender em Tempos de Facebook Tributário
Empreender em Tempos de Facebook TributárioEmpreender em Tempos de Facebook Tributário
Empreender em Tempos de Facebook Tributário
 
Cefai 2013_MBA I_Prof. Gerson
Cefai 2013_MBA I_Prof. GersonCefai 2013_MBA I_Prof. Gerson
Cefai 2013_MBA I_Prof. Gerson
 
Jornal da Feira do Empreendedor 2014 - 1ª edição
Jornal da Feira do Empreendedor 2014 - 1ª ediçãoJornal da Feira do Empreendedor 2014 - 1ª edição
Jornal da Feira do Empreendedor 2014 - 1ª edição
 
02 gestão de negócios
02   gestão de negócios02   gestão de negócios
02 gestão de negócios
 
Slides bf3 link6
Slides bf3 link6Slides bf3 link6
Slides bf3 link6
 
Empreendedorismo criativo e gestão de negócios no mercado audiovisual
Empreendedorismo criativo e gestão de negócios no mercado audiovisualEmpreendedorismo criativo e gestão de negócios no mercado audiovisual
Empreendedorismo criativo e gestão de negócios no mercado audiovisual
 
Startups para Jornalistas - Workshop ABS
Startups para Jornalistas - Workshop ABSStartups para Jornalistas - Workshop ABS
Startups para Jornalistas - Workshop ABS
 
Planificação do Projecto
Planificação do ProjectoPlanificação do Projecto
Planificação do Projecto
 
Administracao 4.0 no cenario mundial
Administracao 4.0 no cenario mundialAdministracao 4.0 no cenario mundial
Administracao 4.0 no cenario mundial
 
Empreendedorismo no Brasil
Empreendedorismo no BrasilEmpreendedorismo no Brasil
Empreendedorismo no Brasil
 
PAULO FRANÇA - Palestra sobre "Captação de Recursos para Projetos" na Assembl...
PAULO FRANÇA - Palestra sobre "Captação de Recursos para Projetos" na Assembl...PAULO FRANÇA - Palestra sobre "Captação de Recursos para Projetos" na Assembl...
PAULO FRANÇA - Palestra sobre "Captação de Recursos para Projetos" na Assembl...
 
Papo de Mentor ABMEN em Taubaté-SP - Por que muitas startups falham? Dicas ...
Papo de Mentor ABMEN em Taubaté-SP  -  Por que muitas startups falham? Dicas ...Papo de Mentor ABMEN em Taubaté-SP  -  Por que muitas startups falham? Dicas ...
Papo de Mentor ABMEN em Taubaté-SP - Por que muitas startups falham? Dicas ...
 

Mais de Marcelo Estraviz

Mais de Marcelo Estraviz (20)

Capt cordoba
Capt cordobaCapt cordoba
Capt cordoba
 
Congreso Aefundraising Madrid - Marcelo Estraviz - Brasil
Congreso Aefundraising Madrid - Marcelo Estraviz - BrasilCongreso Aefundraising Madrid - Marcelo Estraviz - Brasil
Congreso Aefundraising Madrid - Marcelo Estraviz - Brasil
 
10 coisas
10 coisas10 coisas
10 coisas
 
Oficina Avançada de Captação de Recursos
Oficina Avançada de Captação de Recursos  Oficina Avançada de Captação de Recursos
Oficina Avançada de Captação de Recursos
 
Recaudación de Recursos Uruguay
Recaudación de Recursos UruguayRecaudación de Recursos Uruguay
Recaudación de Recursos Uruguay
 
Cultura de Doação: O que isso tem a ver com o captador?
Cultura de Doação: O que isso tem a ver com o captador?Cultura de Doação: O que isso tem a ver com o captador?
Cultura de Doação: O que isso tem a ver com o captador?
 
Selo Doar
Selo DoarSelo Doar
Selo Doar
 
Oficina mobilização gife 2015
Oficina mobilização gife 2015Oficina mobilização gife 2015
Oficina mobilização gife 2015
 
Oficinaintensiva2015
Oficinaintensiva2015Oficinaintensiva2015
Oficinaintensiva2015
 
Capt depto2015
Capt depto2015Capt depto2015
Capt depto2015
 
Capt bcn
Capt bcnCapt bcn
Capt bcn
 
Capt mexico
Capt mexicoCapt mexico
Capt mexico
 
Palestra voluntariado
Palestra voluntariadoPalestra voluntariado
Palestra voluntariado
 
Capt fgv
Capt fgvCapt fgv
Capt fgv
 
Captacao uspleste
Captacao usplesteCaptacao uspleste
Captacao uspleste
 
Capt web-3h-mexico
Capt web-3h-mexicoCapt web-3h-mexico
Capt web-3h-mexico
 
Capt mp brasilia
Capt mp brasiliaCapt mp brasilia
Capt mp brasilia
 
Capt web-1h
Capt web-1hCapt web-1h
Capt web-1h
 
Que hace una_organizacion_exitosa
Que hace una_organizacion_exitosaQue hace una_organizacion_exitosa
Que hace una_organizacion_exitosa
 
Propuestas colaboracion empresas
Propuestas colaboracion empresasPropuestas colaboracion empresas
Propuestas colaboracion empresas
 

Recursos Financeiros para ONGs

Notas do Editor

  1. Século XIX O Estado nasce antes da nação Assistência social: mandado para a Igreja, organizações assistenciais confessionais: asilos, orfanatos, santas casas, obras de caridade Século XX O Estado brasileiro se envolve diretamente na assistência social Surgem as políticas de Getúlio Vargas, CLT, Ss, LBA, INPSs Militares Políticas compensatória e distributivista