NARRATIVAS INTERATIVASAs lógicas do digital em experiências deescrita colaborativa em sala de aulaApresentação realizada n...
O que os ambientes digitais nos ensinam? HIPERTEXTUALIDADE            IMERSÃO    EMERGÊNCIA            AGENCIAMENTO   CONV...
TEXTOS + MÍDIAS DIGITAIS + COLABORAÇÃO                         Profº. Tiago Lopes - tiagorclopes@gmail.com
Profº. Tiago Lopes - tiagorclopes@gmail.com
Procure	  no	  twi,er	  a	  tag	   #twitconto	  Profº. Tiago Lopes - tiagorclopes@gmail.com
Hiper cçãoColaborativah,p://estoriascolabora7vas.wordpress.com	                                                 Profº. Tia...
Cap	  1	                        2A	                                                         2B	        3A1	               ...
Hiperficção                      Colaborativa                       Início   Estória 1   Estória 2   Estória 3   Estória 4...
Hiperficção                      Colaborativa                       Início   Estória 1   Estória 2   Estória 3   Estória 4...
Estória 4                Escrito por Jefferson Aguiar Ramos.                Agosto de 2009.                _______________...
Estória 4                Escrito por Jefferson Aguiar Ramos.                Agosto de 2009.                _______________...
Estória 4 – Cap. 2A                Escrito por Anderson Rosa de Almeida                Setembro de 2010.                __...
EstóriasColaborativasProfº. Tiago Lopes - tiagorclopes@gmail.com
Etapa 1Construçãode personagem                Profº. Tiago Lopes - tiagorclopes@gmail.com
Ficha do personagem            Profº. Tiago Lopes - tiagorclopes@gmail.com
Ficha do personagem   	  Nome	  /	  Idade	     	  Caracterís7cas	  Físicas	     	  Caracterís7cas	  de	  personalidade	   ...
Miguel Álvarez, 22 anosCaracterísticas FísicasUm	  rapaz	  comum,	  cerca	  de	  1,80	  m,	  75Kg,	  cabelos	  escuros.	  ...
HistóricoMiguel	  Álvarez	  é	  um	  rapaz	  que	  vive	  em	  uma	  cidade	  pequena	  onde	  trabalha	   e	   estuda.	  ...
Início de uma estória com o personagemMiguel	  levava	  um	  dia	  tranquilo	  como	  costuma	  ser	  em	  sua	  cidade:	 ...
Etapa 2Continuando as Estórias  Profº. Tiago Lopes - tiagorclopes@gmail.com
Profº. Tiago Lopes - tiagorclopes@gmail.com
Profº. Tiago Lopes - tiagorclopes@gmail.com
Profº. Tiago Lopes - tiagorclopes@gmail.com
Profº. Tiago Lopes - tiagorclopes@gmail.com
Profº. Tiago Lopes - tiagorclopes@gmail.com
Profº. Tiago Lopes - tiagorclopes@gmail.com
Profº. Tiago Lopes - tiagorclopes@gmail.com
Profº. Tiago Lopes - tiagorclopes@gmail.com
Profº. Tiago Lopes - tiagorclopes@gmail.com
Profº. Tiago Lopes - tiagorclopes@gmail.com
AjudaUnisinos     Ficção Interativa - 44 - 2010/2             Fóruns         Miguel Alvarez                               ...
Capítulo 2por ANDERSON ROSA DE ALMEIDA - sábado, 23 outubro 2010, 19:56... vê um vulto com olhos brilhantes no seu quintal...
OUTROS CONTEXTOS             Profº. Tiago Lopes - tiagorclopes@gmail.com
Profº. Me.Tiago R. C. Lopes - tiagorclopes@gmail.com
Profº. Me.Tiago R. C. Lopes -                          tiagorclopes@gmail.comProfº. Me.Tiago R. C. Lopes - tiagorclopes@gm...
NARRATIVAS INTERATIVASAs lógicas do digital em experiências deescrita colaborativa em sala de aula                        ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Narrativas Interativas - as lógicas do digital em experiências de escrita colaborativa em sala de aula

3.863 visualizações

Publicada em

Apresentação realizada na aula inaugural do curso de letras da UNISNOS.

Publicada em: Tecnologia, Negócios
  • Seja o primeiro a comentar

Narrativas Interativas - as lógicas do digital em experiências de escrita colaborativa em sala de aula

  1. 1. NARRATIVAS INTERATIVASAs lógicas do digital em experiências deescrita colaborativa em sala de aulaApresentação realizada na aula inaugural do curso de graduaçãoem Letras da UNISINOS – 03 de maio de 2011. Profº. Tiago Lopes - tiagorclopes@gmail.com
  2. 2. O que os ambientes digitais nos ensinam? HIPERTEXTUALIDADE IMERSÃO EMERGÊNCIA AGENCIAMENTO CONVERGÊNCIA INTERATIVIDADE CONECTIVIDADE COLABORAÇÃO Profº. Tiago Lopes - tiagorclopes@gmail.com
  3. 3. TEXTOS + MÍDIAS DIGITAIS + COLABORAÇÃO Profº. Tiago Lopes - tiagorclopes@gmail.com
  4. 4. Profº. Tiago Lopes - tiagorclopes@gmail.com
  5. 5. Procure  no  twi,er  a  tag   #twitconto  Profº. Tiago Lopes - tiagorclopes@gmail.com
  6. 6. Hiper cçãoColaborativah,p://estoriascolabora7vas.wordpress.com   Profº. Tiago Lopes - tiagorclopes@gmail.com
  7. 7. Cap  1   2A   2B   3A1   3B1   3A2   3B2  4A1   4B1   4A2   4B2   4A3   4B3   4A4   4B4   h,p://estoriascolabora7vas.wordpress.com   Profº. Tiago Lopes - tiagorclopes@gmail.com
  8. 8. Hiperficção Colaborativa Início Estória 1 Estória 2 Estória 3 Estória 4 Estória 5 09/13/2010 - Comentários desativados Blog desenvolvido para a atividade “Continue a Estória”, da disciplina de Ficção Interativa do curso de graduação tecnológica em Desenvolvimento de Jogos Digitais da UNISINOS, ministrada pelo professor Tiago R. C. Lopes A atividade “Continue a Estória” é um exercício de hiperficção colaborativa, cujo objetivo é incentivar a criação coletiva de textos ficcionais. Primeiramente, foram criados cinco inícios de estórias. A partir de então, a cada semestre, os alunos da disciplina de Ficção Interativa são orientados a criar novos capítulos para as estórias, sendo que, ao final do processo, é feita uma votação com a turma para eleger os textos a serem publicados no blog. Outra caracterísitca das estórias aqui publicadas é que se tratam de hiperficções. Hiperficções (ou ficção interativa, ou ficção hipertextual interativa etc.) é uma forma de narrativa não linear, em que existe não apenas uma única sequência de leitura, mas algumas (multilineares). O que caracteriza essa forma de literatura é a alternativa de escolha de um determinado caminho, entre vários caminhos disponíveis, em um determinado momento da narrativa. Para que as estórias não cresçam desordenadamente, limitamos o número de bifurcações a duas ao final de cada capítulo. Estória 1 Estória 2 Estória 3 Estória 4 Estória 5h,p://estoriascolabora7vas.wordpress.com   Profº. Tiago Lopes - tiagorclopes@gmail.com
  9. 9. Hiperficção Colaborativa Início Estória 1 Estória 2 Estória 3 Estória 4 Estória 5 09/13/2010 - Comentários desativados Blog desenvolvido para a atividade “Continue a Estória”, da disciplina de Ficção Interativa do curso de graduação tecnológica em Desenvolvimento de Jogos Digitais da UNISINOS, ministrada pelo professor Tiago R. C. Lopes A atividade “Continue a Estória” é um exercício de hiperficção colaborativa, cujo objetivo é incentivar a criação coletiva de textos ficcionais. Primeiramente, foram criados cinco inícios de estórias. A partir de então, a cada semestre, os alunos da disciplina de Ficção Interativa são orientados a criar novos capítulos para as estórias, sendo que, ao final do processo, é feita uma votação com a turma para eleger os textos a serem publicados no blog. Outra caracterísitca das estórias aqui publicadas é que se tratam de hiperficções. Hiperficções (ou ficção interativa, ou ficção hipertextual interativa etc.) é uma forma de narrativa não linear, em que existe não apenas uma única sequência de leitura, mas algumas (multilineares). O que caracteriza essa forma de literatura é a alternativa de escolha de um determinado caminho, entre vários caminhos disponíveis, em um determinado momento da narrativa. Para que as estórias não cresçam desordenadamente, limitamos o número de bifurcações a duas ao final de cada capítulo. Estória 1 Estória 2 Estória 3 Estória 4 Estória 5h,p://estoriascolabora7vas.wordpress.com   Profº. Tiago Lopes - tiagorclopes@gmail.com
  10. 10. Estória 4 Escrito por Jefferson Aguiar Ramos. Agosto de 2009. ___________________________________________________ Era uma vez um pato chamado Oscar. Este pato vivia livre no campus da Unisinos. Porém, ele não se contentava em ser apenas um mero pato. Desde pequeno Oscar era diferente, se sentia assim, ele era assim. Após o assassinato trágico de sua mãe quando era apenas um garoto, Oscar passou a sentir que via beleza em coisas terríveis como a morte. Aos 2 anos, quando era um pato adulto, Oscar reuniu-se com seus companheiros, o preá Harold e os patos Garry e Antônio, e, juntos, montaram o sádico grupo de patos mordedores que habita o campus. A primeira vítima de Oscar e seus asseclas foi uma menina. Ela passava por entre os pavilhões do centro 6, nas mãos trazia seus livros. Coitada, vinha cabisbaixa, distraída com seus os próprios pensamentos. Até aquele momento não sentia medo em andar solitária pelo campus, mas então, como que saído de um de seus piores pesadelos, viu o pato Oscar. ___________________________________________________ Opção de continuação A: Ele corria endiabrado em sua direção com olhos sinistros… Opção de continuação B: Oscar vestia um kimono preto, com uma faixa vermelha…h,p://estoriascolabora7vas.wordpress.com   Profº. Tiago Lopes - tiagorclopes@gmail.com
  11. 11. Estória 4 Escrito por Jefferson Aguiar Ramos. Agosto de 2009. ___________________________________________________ Era uma vez um pato chamado Oscar. Este pato vivia livre no campus da Unisinos. Porém, ele não se contentava em ser apenas um mero pato. Desde pequeno Oscar era diferente, se sentia assim, ele era assim. Após o assassinato trágico de sua mãe quando era apenas um garoto, Oscar passou a sentir que via beleza em coisas terríveis como a morte. Aos 2 anos, quando era um pato adulto, Oscar reuniu-se com seus companheiros, o preá Harold e os patos Garry e Antônio, e, juntos, montaram o sádico grupo de patos mordedores que habita o campus. A primeira vítima de Oscar e seus asseclas foi uma menina. Ela passava por entre os pavilhões do centro 6, nas mãos trazia seus livros. Coitada, vinha cabisbaixa, distraída com seus os próprios pensamentos. Até aquele momento não sentia medo em andar solitária pelo campus, mas então, como que saído de um de seus piores pesadelos, viu o pato Oscar. ___________________________________________________ Opção de continuação A: Ele corria endiabrado em sua direção com olhos sinistros… Opção de continuação B: Oscar vestia um kimono preto, com uma faixa vermelha…h,p://estoriascolabora7vas.wordpress.com   Profº. Tiago Lopes - tiagorclopes@gmail.com
  12. 12. Estória 4 – Cap. 2A Escrito por Anderson Rosa de Almeida Setembro de 2010. ___________________________________________________ Ele corria endiabrado em sua direção com olhos sinistros, que amendrontariam o mais corajoso dos integrantes do Village People, e logo atrás de Oscar vinham seus comparsas tão enfurecidos quanto ele. A garota quando percebeu tamanha ameaça já era tarde demais, a gangue demoníaca de Oscar já a havia encurralado. Eles fizeram as mais terríveis maneiras de tortura com ela, derrubaram seus livros, jogaram areia no seu olho, bicaram suas canelas, e o pior de tudo! O preá Harold roeu seu dedinho direito do pé. A menina desesperada começa a gritar por socorro e sai se arrastando pelo campus à procura de ajuda. Devido à perda de sangue por seus ferimentos ela começa a se sentir tonta e fraca. Ela vê a silhueta de alguém meio embaçada e desmaia. No outro dia a menina acorda na enfermaria e pergunta o que aconteceu, a enfermeira explica para ela o que ocorreu e aos poucos ela recorda. Ela pergunta se encontraram a gangue maldita e os restos mortais de seu dedinho, a enfermeira diz que eles fugiram e levaram o dedo com eles. ___________________________________________________ Nenhuma opção de continuação foi escrita ainda. Quem sabe a primeira pode ser a sua?h,p://estoriascolabora7vas.wordpress.com   Profº. Tiago Lopes - tiagorclopes@gmail.com
  13. 13. EstóriasColaborativasProfº. Tiago Lopes - tiagorclopes@gmail.com
  14. 14. Etapa 1Construçãode personagem Profº. Tiago Lopes - tiagorclopes@gmail.com
  15. 15. Ficha do personagem Profº. Tiago Lopes - tiagorclopes@gmail.com
  16. 16. Ficha do personagem  Nome  /  Idade    Caracterís7cas  Físicas    Caracterís7cas  de  personalidade    Habilidades  (vantagens)    Fraquezas  (desvantagens)    Histórico  (background)    Imagem  do  personagem  (desenho  ou  da  web)    Início  de  uma  estória  com  o  personagem  Obs:  pode-­‐se  acrescentar  mais  informações  sobre  o  personagem.   Profº. Tiago Lopes - tiagorclopes@gmail.com
  17. 17. Miguel Álvarez, 22 anosCaracterísticas FísicasUm  rapaz  comum,  cerca  de  1,80  m,  75Kg,  cabelos  escuros.  Características de personalidadePersonalidade  forte,  corre  atrás  de  seus  obje7vos,  não  leva  desaforo  pra  casa.  HabilidadesÓ7mo  estrategista.  FraquezasTem  certas  visões  de  lugares  e  pessoas  que  ele  desconhece.   Profº. Tiago Lopes - tiagorclopes@gmail.com
  18. 18. HistóricoMiguel  Álvarez  é  um  rapaz  que  vive  em  uma  cidade  pequena  onde  trabalha   e   estuda.   Leva   uma   vida   tranquila,   7rando   algumas   visões  que  ele  tem  de  lugares,  pessoas  e  criaturas  que  ele  desconhece.   Profº. Tiago Lopes - tiagorclopes@gmail.com
  19. 19. Início de uma estória com o personagemMiguel  levava  um  dia  tranquilo  como  costuma  ser  em  sua  cidade:  acordou,  tomou  café,  foi  para  o  serviço  e  depois  para  aula.  À  noite,  enquanto  voltava  para  casa,  Miguel  começou  a  ter  visões.  Quanto  mais   ele   se   aproximava   de   sua   casa,   mais   fortes   elas   ficavam.   Ele  chegou  em  casa  bastante  perturbado,  achando  que  estava  ficando  louco.   Tomou   um   banho   e   foi   dormir.   No   meio   da   noite   acordou  assustado,  pois  teve  pesadelos  com  as  mesmas  visões.  Levantou  e  foi   até   a   cozinha   beber   um   pouco   de   água.   Enquanto   estava   na  cozinha,  percebeu  que  havia  algo  em  seu  jardim.  Cautelosamente  foi  olhar  o  que  estava  acontecendo,  quando,  de  repente...   Profº. Tiago Lopes - tiagorclopes@gmail.com
  20. 20. Etapa 2Continuando as Estórias Profº. Tiago Lopes - tiagorclopes@gmail.com
  21. 21. Profº. Tiago Lopes - tiagorclopes@gmail.com
  22. 22. Profº. Tiago Lopes - tiagorclopes@gmail.com
  23. 23. Profº. Tiago Lopes - tiagorclopes@gmail.com
  24. 24. Profº. Tiago Lopes - tiagorclopes@gmail.com
  25. 25. Profº. Tiago Lopes - tiagorclopes@gmail.com
  26. 26. Profº. Tiago Lopes - tiagorclopes@gmail.com
  27. 27. Profº. Tiago Lopes - tiagorclopes@gmail.com
  28. 28. Profº. Tiago Lopes - tiagorclopes@gmail.com
  29. 29. Profº. Tiago Lopes - tiagorclopes@gmail.com
  30. 30. Profº. Tiago Lopes - tiagorclopes@gmail.com
  31. 31. AjudaUnisinos Ficção Interativa - 44 - 2010/2 Fóruns Miguel Alvarez Este fórum permite a todos escolher se realiza inscrição ou não Obrigar todos a serem assinantes Mostrar assinantes Receber as mensagens via email Nome:  Miguel  Alvarez Características  físicas:  Um  rapaz  comum,  cerca  de  1,80  m,  75Kg,  cabelos  escuros. Características   de   personalidade:   tem   personalidade   forte,   corre   atrás   de   seus objetivos,  não  leva  desaforo  pra  casa. Habilidades  (vantagens):  ótimo  estrategista. Fraquezas   (desvantagens):   tem   certas   visões   de   lugares   e   pessoas   que  ele desconhece. Background   (histórico   do   personagem):   Miguel   Alvarez   é   um   rapaz   que  vive  em uma   cidade   pequena   onde   trabalha   e   estuda.   Leva   uma   vida  tranquila,  tirando algumas  visões  que  ele  tem  de  lugares  e  pessoas  e  criaturas  que  ele  desconhece. Tópico Autor Comentários Última mensagem ANDERSON ROSA DE ALMEIDACapitulo 6 ANDERSON ROSA DE ALMEIDA 0 Ter, 30 Nov 2010, 16:52 Lucas ZanengaCapitulo 5 ANDERSON ROSA DE ALMEIDA 1 Sex, 26 Nov 2010, 00:37 HELRI VIEIRA CAMARGOCapitulo 4 ANDERSON ROSA DE ALMEIDA 3 Ter, 16 Nov 2010, 00:47 Natanael ReyCapítulo 3 ANDERSON ROSA DE ALMEIDA 5 Ter, 2 Nov 2010, 16:30 HENRIQUE JUNQUEIRACapítulo 2 ANDERSON ROSA DE ALMEIDA 6 Ter, 26 Out 2010, 09:44Capítulo 1 Tiago Ricciardi Correa Lopes 3 Profº. Tiago Lopes - tiagorclopes@gmail.com Lucas Zanenga Ter, 12 Out 2010, 20:47
  32. 32. Capítulo 2por ANDERSON ROSA DE ALMEIDA - sábado, 23 outubro 2010, 19:56... vê um vulto com olhos brilhantes no seu quintal. Eles se encaram por um momento... Miguel escuta um grito na casa de suavizinha e se vira para a direção de origem do som. Quando olha novamente para o quintal o vulto havia desaparecido.Miguel sente que há algo lhe observando, ele fica parado por uns instantes na varanda de sua casa olhando em volta para verse vê algo novamente, mas não encontra nada, então ele resolve entrar. Deitado em sua cama ele não consegue dormirpensando no que seria aquilo que ele tinha visto, nunca havia antes visto algo dequele tipo, a não ser em seus sonhos, seráque ele estava ficando louco?De repente toca o despertador, já é hora de levantar. Miguel se levanta mas não segue sua rotina normal, primeiramente elevai até o jardim ver se encontra algo, algum vestígio do que seria aquilo...(Editado por Tiago Ricciardi Correa Lopes - quinta, 14 outubro 2010, 20:17) Editar | Apagar | Responder Re: continuação por Frantiesco Masutti - terça, 19 outubro 2010, 15:36 E para sua surpresa haviam desenhos em seu jardim, vendo aquilo ele ficou extremamente atordoado... Mostrar principal | Editar | Interromper | Apagar | Responder Re: continuação por Róbson Machado Rosa - sexta, 22 outubro 2010, 19:10 Procura perto de onde viu os olhos brilhantes e percebe pegadas no chão(sim né, onde mais seria?). Não consegue detectar que tipo de animal teria aquelas pegadas, só sabe que não é humano. Resolve seguir as pegadas. Mostrar principal | Editar | Interromper | Apagar | Responder Re: Capítulo 2 por Lucas Zanenga - sábado, 23 outubro 2010, 21:48 mas não encontra nada. Teria sido somente um sonho? Não, tinha certeza que havia sido real. Resolve fazer suas tarefas diárias e investigar na próxima noite. Mostrar principal | Editar | Interromper | Apagar | Responder Re: Capítulo 2 por Natanael Rey - sábado, 23 outubro 2010, 22:07 Havia certo movimento na casa de sua vizinha. Dois casais esperavam à porta, ambos bem vestidos, e mais um descia de um carro recém estacionado. Fora isso tudo parecia normal, verificou o jardim e remexeu nos arbustos, 15 minutos se
  33. 33. OUTROS CONTEXTOS Profº. Tiago Lopes - tiagorclopes@gmail.com
  34. 34. Profº. Me.Tiago R. C. Lopes - tiagorclopes@gmail.com
  35. 35. Profº. Me.Tiago R. C. Lopes - tiagorclopes@gmail.comProfº. Me.Tiago R. C. Lopes - tiagorclopes@gmail.com
  36. 36. NARRATIVAS INTERATIVASAs lógicas do digital em experiências deescrita colaborativa em sala de aula Profº. Tiago Lopes - tiagorclopes@gmail.com

×