INTRODUÇÃO ÀS NARRATIVAS INTERATIVAS

2.961 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.961
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
219
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
56
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

INTRODUÇÃO ÀS NARRATIVAS INTERATIVAS

  1. 1. NARRATIVAS INTERATIVAS Prof. Tiago R. C. Lopes – tricciardi@unisinos.br
  2. 2. A QUARTA PAREDE Prof. Tiago R. C. Lopes – tricciardi@unisinos.br
  3. 3. A “quarta parede” é uma metáfora usada originalmente no teatro para se referir à divisão entre o espaço do palco e o espaço da plateia. espaço da representação X espaço da recepção Prof. Tiago R. C. Lopes – tricciardi@unisinos.br
  4. 4. Implicava em técnicas de atuação que determinavam que os atores ignorassem o público, como se ele não estivesse ali. Prof. Tiago R. C. Lopes – tricciardi@unisinos.br
  5. 5. É claro que a metáfora da “quarta parede” não era aplicada somente ao teatro. O cinema e a literatura também usavam técnicas semelhantes. Nos EUA, no início do século XX, foi lançado um decreto que proibia os atores de olharem para a câmera. Prof. Tiago R. C. Lopes – tricciardi@unisinos.br
  6. 6. a derrubada da quarta parede Prof. Tiago R. C. Lopes – tricciardi@unisinos.br
  7. 7. Já dizia o dito popular: “as regras existem para serem quebradas.” E não faltaram tentativas de derrubada da “quarta parede”... Prof. Tiago R. C. Lopes – tricciardi@unisinos.br
  8. 8. Prof. Tiago R. C. Lopes – tricciardi@unisinos.br
  9. 9. Na literatura… Prof. Tiago R. C. Lopes – tricciardi@unisinos.br
  10. 10. No audiovisual… Prof. Tiago R. C. Lopes – tricciardi@unisinos.br
  11. 11. Narrativas interativas são aquelas que, para acontecerem, demandam dos usuários* ações que alteram (ou simulam alterar) de alguma maneira o estado da narrativa. *Usuário = leitor, espectador, interator, intera- gente, internauta, jogador etc. Definição de narrativas interativas: Prof. Tiago R. C. Lopes – tricciardi@unisinos.br
  12. 12. Compreendem todas as narrativas, ficcionais ou não, em quaisquer suportes tecnológicos, que apresentam interatividade. Nesta categoria podem ser incluídos desde livros-jogos, jogos de RPG e text adventure games, até filmes interativos e alternate reality games (ARGs). Definição de narrativas interativas: Prof. Tiago R. C. Lopes – tricciardi@unisinos.br
  13. 13. Ficção Interativa Vs Narrativa Hipertextual Interativa Prof. Tiago R. C. Lopes – tricciardi@unisinos.br
  14. 14. Ficção Interativa Adventure text games MUDs Geralmente, apresentam locações, itens, personagens e eventos. O jogador explora os ambientes, enfrenta desafios, se depara com enigmas e desafios que o impedem de avançar, aprende a solucioná-los e avança na história. Prof. Tiago R. C. Lopes – tricciardi@unisinos.br
  15. 15. Narrativa Hipertextual Interativa Histórias literárias interativas Não necessitam ser ficcionais Não são consideradas jogos Principal representante: Afternoon, a story (Joyce, 1987) Prof. Tiago R. C. Lopes – tricciardi@unisinos.br
  16. 16. Foco maior na narrativa do que na jogabilidade (jogos não necessitam ser sempre narrativos). Não necessidade de um sistema de regras ou de pontuação. Ausência de objetivos que determinem vitória ou derrota. Diferença entre narrativas interativas e jogos Prof. Tiago R. C. Lopes – tricciardi@unisinos.br
  17. 17. NARRATIVAS INTERATIVAS Prof. Tiago R. C. Lopes – tricciardi@unisinos.br

×