SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 1
Baixar para ler offline
ENCONTRAR SÍMBOLO CONHECENDO FÓRMULA
O Passo M = P / ∏ Ma = M / cos α = Dp / Z DE = Dp + (2*M)
O Diâmetro Primitivo (Dp) e o Nr. de Dentes (Z) M = Dp / Z
O Diâmetro Externo (DE) e o Nr. de Dentes (Z) M = DE / (Z+2) Pa = Pr / cos α = (Dp * ∏) / Z Z = Dp / Ma
O Módulo (M) e o Nr. de Dentes (Z) Dp = M * Z
O Módulo (M) e o Diâmetro Externo (DE) Dp = DE - (2*M) Pr = Pa * cos α = ∏ * M h = 2,167 * M
O Módulo (M) Pr = M * ∏
A Espessura (S) Pr = 2 * S M = Ma * cos α ZF = Z / cos3
α = Dp / (M * cos² α)
O Módulo (M) e o Diâmetro Primitivo (Dp) DE = Dp + (2*M)
O Módulo (M) e o Nr. de Dentes (Z) DE = M * (Z+2) Dp = Z * Ma = (Z * Pa) / ∏ P = Dp * ∏ * cotan α
NR. DENTES Z O Diâmetro Primitivo (Dp) e o Módulo (M) Z = Dp / M
ALTURA* h O Módulo (M) h = 2,166 * M
O Passo (Pr) S = Pr / 2
O Módulo (M) S = 1,57 * M
M = Módulo Normal ou Real
Dp = Diâmetro Primitivo
FÓRMULAS PARA CÁLCULO DE ENGRENAGENS
DENTES HELICOIDAIS
Onde:
Pa = Passo Aparente
Pr = Passo Normal ou Real
Ma = Módulo Aparente ou Circunferencial
DENTES RETOS
ESPESSURA DO
DENTE
S
DISTÂNCIA
O Módulo (M) e o Nr. de Dentes (Z) C = [M*(Z1+Z2)] / 2
DIÂMETRO
EXTERNO
DE
DIÂMETRO
INTERNO
DI O Diâmetro Primitivo (Dp) e o Módulo (M) DI = Dp - (2,166*M)
MMÓDULO
DIÂMETRO
PRIMITIVO
Dp
PrPASSO
O Diâmetro Primitivo (Dp) C = (Dp1 + Dp2) / 2
CABEÇA c O Módulo (M) c = M
FUNDO f O Módulo (M) f = 1,166 * M
* A altura (h) total dos vãos dos dentes das frezas módulo com β = 20o
de ângulo de pressão é
determinada da seguinte maneira:
1. Através da ABNT e DIN: h = 2,166 * M
2. Através da ASA (USA): h = 2,157 * M
3. Através da ISO (UNE 10.016): 20o
: h = 2,25 * M
15o
: h = 2,166 * M
1:1
1:1,5
1:2
1:2,5
1:3
1:3,5
1:4
26o
34'
33o
41'
45o
68o
12'
63o
26'
56o
19'
45o
14o
02'
15o
57'
18o
26'
21o
48'
Ângulo usual para engrenagens helicoidais de eixos perpendiculares
RELAÇÃO
ÂNGULO DA HÉLICE
CONDUTORA CONDUZIDA
75o
58'
74o
03'
71o
34'
(se o corte se faz em frezadora universal)
2. α = 30o
para rodas de média velocidade
3. α = 45o
para rodas de grande velocidade
Ângulo usual para engrenagens helicoidais de eixos paralelos
1. α = 10o
para rodas de pequena velocidade
ZF = Número de Dentes fictício para escolher a freza
Z = Número de Dentes
P = Passo da Hélice
h = Altura do Dente
DE = Diâmetro Externo
Dp = Diâmetro Primitivo
ESPESSURA DA
ENGRENAGEM
b O Módulo (M) b = de 6 a 10*M
DISTÂNCIA
ENTRE OS
FLANCOS
C
O Módulo (M) e o Nr. de Dentes (Z) C = [M*(Z1+Z2)] / 2
1:4
1:4,5
1:5 11o
19'
12o
32'
14o
02'
78o
41'
77o
28'
75o
58'

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Calculo de conicidade (1)
Calculo de conicidade (1)Calculo de conicidade (1)
Calculo de conicidade (1)
Solange Ferrari
 
ELEMENTOS DE MAQUINAS PARAFUSOS E PORCAS
ELEMENTOS DE MAQUINAS PARAFUSOS E PORCASELEMENTOS DE MAQUINAS PARAFUSOS E PORCAS
ELEMENTOS DE MAQUINAS PARAFUSOS E PORCAS
ordenaelbass
 
[Apostila] Processo De Soldagem E Corte 1 Senai
[Apostila] Processo De Soldagem E Corte 1   Senai[Apostila] Processo De Soldagem E Corte 1   Senai
[Apostila] Processo De Soldagem E Corte 1 Senai
weltoOn
 
ELEMENTOS DE MAQUINAS REBITES
ELEMENTOS DE MAQUINAS REBITESELEMENTOS DE MAQUINAS REBITES
ELEMENTOS DE MAQUINAS REBITES
ordenaelbass
 
Rolamentos e mancais
Rolamentos e mancaisRolamentos e mancais
Rolamentos e mancais
Daniel Garcia
 
Elementos de m+íquina curso completo
Elementos de m+íquina   curso completoElementos de m+íquina   curso completo
Elementos de m+íquina curso completo
Jacs Engenharia
 
Torneamento mecânico
Torneamento mecânicoTorneamento mecânico
Torneamento mecânico
Pedro Veiga
 

Mais procurados (20)

APOSTILA SENAI 2 AJUSTAGEM USINAGEM
APOSTILA SENAI 2 AJUSTAGEM USINAGEM APOSTILA SENAI 2 AJUSTAGEM USINAGEM
APOSTILA SENAI 2 AJUSTAGEM USINAGEM
 
Roscas,parafusos porcas e arruelas
Roscas,parafusos porcas e arruelasRoscas,parafusos porcas e arruelas
Roscas,parafusos porcas e arruelas
 
Torno
TornoTorno
Torno
 
Engrenagens
EngrenagensEngrenagens
Engrenagens
 
Calculo de conicidade (1)
Calculo de conicidade (1)Calculo de conicidade (1)
Calculo de conicidade (1)
 
Tabela de roscas x furos
Tabela de roscas x furosTabela de roscas x furos
Tabela de roscas x furos
 
Aula 36 engrenagens v
Aula 36   engrenagens vAula 36   engrenagens v
Aula 36 engrenagens v
 
Tmt 015
Tmt 015Tmt 015
Tmt 015
 
APOSOTILA SENAI 1
APOSOTILA SENAI 1APOSOTILA SENAI 1
APOSOTILA SENAI 1
 
Ferramentas de corte manuais
Ferramentas de corte manuaisFerramentas de corte manuais
Ferramentas de corte manuais
 
Ajustagem mecânica
Ajustagem mecânicaAjustagem mecânica
Ajustagem mecânica
 
ELEMENTOS DE MAQUINAS PARAFUSOS E PORCAS
ELEMENTOS DE MAQUINAS PARAFUSOS E PORCASELEMENTOS DE MAQUINAS PARAFUSOS E PORCAS
ELEMENTOS DE MAQUINAS PARAFUSOS E PORCAS
 
[Apostila] Processo De Soldagem E Corte 1 Senai
[Apostila] Processo De Soldagem E Corte 1   Senai[Apostila] Processo De Soldagem E Corte 1   Senai
[Apostila] Processo De Soldagem E Corte 1 Senai
 
ELEMENTOS DE MAQUINAS REBITES
ELEMENTOS DE MAQUINAS REBITESELEMENTOS DE MAQUINAS REBITES
ELEMENTOS DE MAQUINAS REBITES
 
Rebites
RebitesRebites
Rebites
 
Rolamentos e mancais
Rolamentos e mancaisRolamentos e mancais
Rolamentos e mancais
 
Aula clo elementos de transmissão
Aula clo elementos de transmissãoAula clo elementos de transmissão
Aula clo elementos de transmissão
 
Elementos de m+íquina curso completo
Elementos de m+íquina   curso completoElementos de m+íquina   curso completo
Elementos de m+íquina curso completo
 
Elementos de fixação e molas
Elementos de fixação e molasElementos de fixação e molas
Elementos de fixação e molas
 
Torneamento mecânico
Torneamento mecânicoTorneamento mecânico
Torneamento mecânico
 

Destaque

13 ct-realizando cálculos para o aparelho divisor (i)
13 ct-realizando cálculos para o aparelho divisor (i)13 ct-realizando cálculos para o aparelho divisor (i)
13 ct-realizando cálculos para o aparelho divisor (i)
Anderson Silva
 
Divisao diferencial
Divisao diferencialDivisao diferencial
Divisao diferencial
Luiz Gustavo
 
Cópia de engrenagens
Cópia de engrenagensCópia de engrenagens
Cópia de engrenagens
pinhata
 
Habilidade h13 definitivo
Habilidade h13 definitivoHabilidade h13 definitivo
Habilidade h13 definitivo
Ludz_Tamboro
 
039.haikai camadas nitretadas e aplicação
039.haikai  camadas nitretadas e aplicação039.haikai  camadas nitretadas e aplicação
039.haikai camadas nitretadas e aplicação
João Carmo Vendramim
 
Pinturas de moçambique
Pinturas de moçambiquePinturas de moçambique
Pinturas de moçambique
Gina Vidal
 
Processos de conformação parte ii
Processos de conformação   parte iiProcessos de conformação   parte ii
Processos de conformação parte ii
Maria Adrina Silva
 
Defeitos nos sólidos
Defeitos nos sólidosDefeitos nos sólidos
Defeitos nos sólidos
PublicaTUDO
 

Destaque (20)

13 ct-realizando cálculos para o aparelho divisor (i)
13 ct-realizando cálculos para o aparelho divisor (i)13 ct-realizando cálculos para o aparelho divisor (i)
13 ct-realizando cálculos para o aparelho divisor (i)
 
Engrenagem teoria completa
Engrenagem teoria completaEngrenagem teoria completa
Engrenagem teoria completa
 
Divisao diferencial
Divisao diferencialDivisao diferencial
Divisao diferencial
 
Engrenagem teoria completa
Engrenagem teoria completaEngrenagem teoria completa
Engrenagem teoria completa
 
Engrenagens III
Engrenagens IIIEngrenagens III
Engrenagens III
 
8 tensões em engrenagens 1
8 tensões em engrenagens 18 tensões em engrenagens 1
8 tensões em engrenagens 1
 
Cópia de engrenagens
Cópia de engrenagensCópia de engrenagens
Cópia de engrenagens
 
Cap7 engrenagens
Cap7 engrenagensCap7 engrenagens
Cap7 engrenagens
 
Habilidade h13 definitivo
Habilidade h13 definitivoHabilidade h13 definitivo
Habilidade h13 definitivo
 
039.haikai camadas nitretadas e aplicação
039.haikai  camadas nitretadas e aplicação039.haikai  camadas nitretadas e aplicação
039.haikai camadas nitretadas e aplicação
 
Mecanismos
MecanismosMecanismos
Mecanismos
 
Pinturas de moçambique
Pinturas de moçambiquePinturas de moçambique
Pinturas de moçambique
 
Eletromagnetismo para engenheiros com aplicacoes clayton paul - blog - conh...
Eletromagnetismo para engenheiros com aplicacoes   clayton paul - blog - conh...Eletromagnetismo para engenheiros com aplicacoes   clayton paul - blog - conh...
Eletromagnetismo para engenheiros com aplicacoes clayton paul - blog - conh...
 
Processos de conformação parte ii
Processos de conformação   parte iiProcessos de conformação   parte ii
Processos de conformação parte ii
 
7 discordancias deformacao
7  discordancias deformacao7  discordancias deformacao
7 discordancias deformacao
 
Discordância
Discordância Discordância
Discordância
 
Defeitos nos sólidos
Defeitos nos sólidosDefeitos nos sólidos
Defeitos nos sólidos
 
Extrusão
ExtrusãoExtrusão
Extrusão
 
Sistemas embarcados
Sistemas embarcadosSistemas embarcados
Sistemas embarcados
 
Palestra PET.Com - Sistemas Embarcados
Palestra PET.Com - Sistemas EmbarcadosPalestra PET.Com - Sistemas Embarcados
Palestra PET.Com - Sistemas Embarcados
 

Semelhante a Fórmulas para-cálculos-de-engrenagens

Cap 5 Exercícios Solution Mabie Mechanisms and Dynamics of Machinery.pdf
Cap 5 Exercícios Solution Mabie Mechanisms and Dynamics of Machinery.pdfCap 5 Exercícios Solution Mabie Mechanisms and Dynamics of Machinery.pdf
Cap 5 Exercícios Solution Mabie Mechanisms and Dynamics of Machinery.pdf
Drive One
 
polígonos, poliedros, corpos revolución
polígonos, poliedros, corpos revoluciónpolígonos, poliedros, corpos revolución
polígonos, poliedros, corpos revolución
conchi Gz
 
Apostila_Formulas_traado_edio1.pdfatividades
Apostila_Formulas_traado_edio1.pdfatividadesApostila_Formulas_traado_edio1.pdfatividades
Apostila_Formulas_traado_edio1.pdfatividades
joaoantunes110
 

Semelhante a Fórmulas para-cálculos-de-engrenagens (6)

Cap 5 Exercícios Solution Mabie Mechanisms and Dynamics of Machinery.pdf
Cap 5 Exercícios Solution Mabie Mechanisms and Dynamics of Machinery.pdfCap 5 Exercícios Solution Mabie Mechanisms and Dynamics of Machinery.pdf
Cap 5 Exercícios Solution Mabie Mechanisms and Dynamics of Machinery.pdf
 
polígonos, poliedros, corpos revolución
polígonos, poliedros, corpos revoluciónpolígonos, poliedros, corpos revolución
polígonos, poliedros, corpos revolución
 
Engrenagens
EngrenagensEngrenagens
Engrenagens
 
Aula 34 engrenagens iii
Aula 34   engrenagens iiiAula 34   engrenagens iii
Aula 34 engrenagens iii
 
Relatorio de transmissao
Relatorio de transmissaoRelatorio de transmissao
Relatorio de transmissao
 
Apostila_Formulas_traado_edio1.pdfatividades
Apostila_Formulas_traado_edio1.pdfatividadesApostila_Formulas_traado_edio1.pdfatividades
Apostila_Formulas_traado_edio1.pdfatividades
 

Fórmulas para-cálculos-de-engrenagens

  • 1. ENCONTRAR SÍMBOLO CONHECENDO FÓRMULA O Passo M = P / ∏ Ma = M / cos α = Dp / Z DE = Dp + (2*M) O Diâmetro Primitivo (Dp) e o Nr. de Dentes (Z) M = Dp / Z O Diâmetro Externo (DE) e o Nr. de Dentes (Z) M = DE / (Z+2) Pa = Pr / cos α = (Dp * ∏) / Z Z = Dp / Ma O Módulo (M) e o Nr. de Dentes (Z) Dp = M * Z O Módulo (M) e o Diâmetro Externo (DE) Dp = DE - (2*M) Pr = Pa * cos α = ∏ * M h = 2,167 * M O Módulo (M) Pr = M * ∏ A Espessura (S) Pr = 2 * S M = Ma * cos α ZF = Z / cos3 α = Dp / (M * cos² α) O Módulo (M) e o Diâmetro Primitivo (Dp) DE = Dp + (2*M) O Módulo (M) e o Nr. de Dentes (Z) DE = M * (Z+2) Dp = Z * Ma = (Z * Pa) / ∏ P = Dp * ∏ * cotan α NR. DENTES Z O Diâmetro Primitivo (Dp) e o Módulo (M) Z = Dp / M ALTURA* h O Módulo (M) h = 2,166 * M O Passo (Pr) S = Pr / 2 O Módulo (M) S = 1,57 * M M = Módulo Normal ou Real Dp = Diâmetro Primitivo FÓRMULAS PARA CÁLCULO DE ENGRENAGENS DENTES HELICOIDAIS Onde: Pa = Passo Aparente Pr = Passo Normal ou Real Ma = Módulo Aparente ou Circunferencial DENTES RETOS ESPESSURA DO DENTE S DISTÂNCIA O Módulo (M) e o Nr. de Dentes (Z) C = [M*(Z1+Z2)] / 2 DIÂMETRO EXTERNO DE DIÂMETRO INTERNO DI O Diâmetro Primitivo (Dp) e o Módulo (M) DI = Dp - (2,166*M) MMÓDULO DIÂMETRO PRIMITIVO Dp PrPASSO O Diâmetro Primitivo (Dp) C = (Dp1 + Dp2) / 2 CABEÇA c O Módulo (M) c = M FUNDO f O Módulo (M) f = 1,166 * M * A altura (h) total dos vãos dos dentes das frezas módulo com β = 20o de ângulo de pressão é determinada da seguinte maneira: 1. Através da ABNT e DIN: h = 2,166 * M 2. Através da ASA (USA): h = 2,157 * M 3. Através da ISO (UNE 10.016): 20o : h = 2,25 * M 15o : h = 2,166 * M 1:1 1:1,5 1:2 1:2,5 1:3 1:3,5 1:4 26o 34' 33o 41' 45o 68o 12' 63o 26' 56o 19' 45o 14o 02' 15o 57' 18o 26' 21o 48' Ângulo usual para engrenagens helicoidais de eixos perpendiculares RELAÇÃO ÂNGULO DA HÉLICE CONDUTORA CONDUZIDA 75o 58' 74o 03' 71o 34' (se o corte se faz em frezadora universal) 2. α = 30o para rodas de média velocidade 3. α = 45o para rodas de grande velocidade Ângulo usual para engrenagens helicoidais de eixos paralelos 1. α = 10o para rodas de pequena velocidade ZF = Número de Dentes fictício para escolher a freza Z = Número de Dentes P = Passo da Hélice h = Altura do Dente DE = Diâmetro Externo Dp = Diâmetro Primitivo ESPESSURA DA ENGRENAGEM b O Módulo (M) b = de 6 a 10*M DISTÂNCIA ENTRE OS FLANCOS C O Módulo (M) e o Nr. de Dentes (Z) C = [M*(Z1+Z2)] / 2 1:4 1:4,5 1:5 11o 19' 12o 32' 14o 02' 78o 41' 77o 28' 75o 58'