Apresentação Cultura Organizacional

345 visualizações

Publicada em

Cultura Organizacional

Publicada em: Recrutamento e RH
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
345
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação Cultura Organizacional

  1. 1. César Perusso Fabrício Schelin Lucas Agostini Tiago Longhi (coordenador) Vânius Debiasi Cultura Organizacional: Introdução, Modos de compreensão e relevância do conceito de cultura Universidade de Caxias do Sul Psicologia Organizacional (PSI0281A)
  2. 2. Histórico No início a palavra cultura era relacionada ao cultivo de terras. Com a necessidade de compreender as diferenças comportamentais e entre nações foi progressivamente conferindo um outro sentido a palavra cultura. No final do século XVIII ao início do século XIX com Tylor o estudo da cultura como campo de conhecimento científico começou a se firmar.
  3. 3. Conceitos Para Tylor, a palavra cultura significava os conhecimentos, crenças, arte, moral, leis, costumes ou outras capacidades ou hábitos adquiridos pelo homem como ser social. Atualmente, o conceito de cultura é utilizado para explicar o fato de que diferentes grupos de pessoas tem formas distintas de aprender os eventos da realidade e reagir a ela, apartir de significados que são gradativamente aprendidos e compartilhados.
  4. 4. Modos de Compreensão (Tylor/Boas) Tylor – Foi o pioneiro, na sua compreensão a cultura se trata de um fenômeno natural, que possui causas e regularidades evidentes capazes de viabilizar a formação de leis sobre o processo cultural e sua evolução, suas ideias são baseadas na teoria evolucionista de Charles Darwin. Boas – Construiu o particularismo histórico. Nessa abordagem o entendimento é de que cada cultura apresenta particularidades muito próprias em função dos distintos incidentes históricos com que se deparou.
  5. 5. Modos de Compreensão (Kroeber) A cultura se sobrepõe a herança genética. A cultura diminui a força de seus instintos. A cultura se constitui em um instrumento de adaptação aos diferentes ambientes ecológicos. A cultura é um processo acumulativo que resulta do apreendizado da experiência histórica das gerações antecedentes.
  6. 6. Modos de Compreensão (Keesing) Defendeu duas teorias. Teoria de cultura como um sistema Adaptativo – Se baseiam em padrões comportamentais socialmente estabelecidos e transmitidos, cuja finalidade é de adaptar as comunidades humanas e garantir a sobrevivência do sistema.
  7. 7. Modos de Compreensão (Keesing) Teoria Idealistas de cultura – (subdividido em três abordagens)  Sistema cognitivo - Habilidade de se observar e se adaptar ao meio em que está inserido.  Sistema Estrutural - É o resultado da criação acumulativa da mente humana.  Sistema Simbólico – É um sistema baseado em regras, cujo objetivo é orientar o comportamento das pessoas.
  8. 8. Relevância Tem como objetivo conceituar o que é uma organização, definir cultura a partir da escolha de uma abordagem teórica específica e estabelecer um conceito de ser humano. Essa combinação se faz compreender a organização como um fenômeno natural.
  9. 9. Relevância (Tópicos) Administração Comparativa Cultura é um Instrumento a serviço das necessidades biológicas e psicológicas do homem. Organizações são instrumentos sociais para a realização de tarefas. Cultura Corporativa Cultura funciona como um mecanismo adaptativo-regulador. Ela unifica o indivíduo nas estruturas sociais. Organizações são organismos adaptativos existentes nos processos de troca de ambiente. Cognição Organizacional Cultura é um sistema de cognições compartilhadas. A mente humana gera a cultura pelo significado de um número finito de regras Organizações são sistemas de conhecimentos. A organização repousa na rede de significados subjetivos que os membros organizacionais compartilham
  10. 10. Relevância (Tópicos) Simbolismo Organizacional Cultura é um sistema de símbolos e significados compartilhados. A ação simbólica necessita ser interpretada, lida e decifrada para ser entendida. Organizações são modelos de discurso simbólico. A organização é mantida por meio de formas simbólicas, tais como a linguagem que facilita compartilhar os significados e as realidades. Processos inconscientes e organização Cultura é uma projeção da infra- estrutura universal da mente. Formas e práticas organizacionais são manifestações de processos inconscientes.

×