Planeamento familiar

332 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
332
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
54
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Planeamento familiar

  1. 1. plameamtofamiliar
  2. 2. Planeamento familiar O nascimento de um ser humano pode proporcionar uma grande alegria, quando no ambiente que o rodeia existem condições de afecto, amor, segurança, equilíbrio, necessário ao seu desenvolvimento harmonioso. A escolha da melhor época para o nascimento de uma criança implica que os casais façam um planeamento familiar, tendo em conta o respeito de um pelo outro e pela vida. O planeamento familiar permite aos casais decidir, de forma responsável, consciente e livre, o número de filhos que querem ter e a ocasião em que o desejam; ajuda também a evitar o aborto e a resolver problemas conjugais. Para além disto, o planeamento familiar ajuda os casais que têm problemas de infertilidade, actua na prevenção das Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST) e ajuda no diagnóstico precoce do cancro da mama e do colo do útero. No planeamento familiar, é importante o casal ser responsável e ter consciência das suas atitudes; deve recusar tudo o que contraria os direitos humanos, tais como o direito à vida, à liberdade e à dignidade. O planeamento familiar inclui métodos denominados contraceptivos ou anticoncepcionais. É vulgar classifica-los em naturais e artificiais. Os métodos naturais têm em conta o período de fertilidade da mulher; pressupõem, portanto, um conhecimento profundo da morfologia dos aparelhos reprodutores e uma grande capacidade de auto- observação. Não é introduzida, no organismo, qualquer estrutura ou substância química. Os métodos artificiais, em que são administrados medicamentos sob a forma de hormonas, designam- se hormonais, enquanto os restantes são considerados não hormonais (consultar a página Os Métodos Contraceptivos).
  3. 3. Algumas sugestões Se não deseja uma gravidez, não tenha relações sexuais não protegidas. Use sempre um método contraceptivo. há anualmente ao seu médico de família, ginecologista ou consulta de planeamento familiar mais próxima. Se tiver algum problema ou dúvida sobre o método contraceptivo que está a utilizar, contacte rapidamente um técnico que a esclareça mas não interrompa a utilização do método. Se está a tomar medicamentos e a usar a pílula, informe-se junto do seu médico de família ou do seu farmacêutico, se o medicamento pode interferir com a eficácia do método.Se é mãe ou pai de um(a) jovem adolescente assegure-se que ela ou ele estão devidamente informadossobre a necessidade de contracepção e os locais a que podem recorrer para a obter. Não vale a pena esperar que não aconteça nada… Se tem uns dias de atraso, não interrompa a utilização do contraceptivo e faça rapidamente um teste de gravidez. Se é homem,... não deixe para as mulheres uma responsabilidade que também é sua!
  4. 4. Onde existem consultas dePlaneamento Familiar?As consultas de Planeamento familiar existem em muitosCentros de saúde e hospitais.No entanto, mesmo não existindo consulta de Planeamentofamiliar, este cuidado de saúde faz parte da actividade dosmédicos de família.Existem também nalguns locais consultas especialmentedirigidas aos jovens
  5. 5. Fim

×