“A Criação Literária<br />Massaudmoisés<br />Conceito e Estrutura<br />
CONCEITO E estrutura<br /><ul><li>Comprometimento e entretenimento
Arte engajada;
Arte compromissada
Arte dirigida</li></li></ul><li>CONCEITO E estrutura<br /><ul><li>Influencia exigida pelo romance;
O Príncipe Maquiavel
 O que espera o leitor do romance?</li></li></ul><li>CONCEITO E estrutura<br />Machado de Assis<br />
AÇÃO<br /> O romance apresenta uma <br />pluralidade dramática;<br />O romance é mais limitado que a novela em matéria de ...
AÇÃO<br />Na novela a multivocidade dramática caracteriza-se pela sucessividade.<br />No romance observa-se a  simultaneid...
AÇÃO<br />Tudo se passa ,no romance,como uma pedra jogada na água,formando círculos concêntricos que se vão esbatendo á pr...
AÇÃO<br />No romance, ao contrário da novela, se processe um nexo <br />De reciprocidade  entre personagem e ação, de modo...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Criação Literaria de Massaud Moisés

6.574 visualizações

Publicada em

0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.574
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
87
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Criação Literaria de Massaud Moisés

  1. 1. “A Criação Literária<br />Massaudmoisés<br />Conceito e Estrutura<br />
  2. 2. CONCEITO E estrutura<br /><ul><li>Comprometimento e entretenimento
  3. 3. Arte engajada;
  4. 4. Arte compromissada
  5. 5. Arte dirigida</li></li></ul><li>CONCEITO E estrutura<br /><ul><li>Influencia exigida pelo romance;
  6. 6. O Príncipe Maquiavel
  7. 7. O que espera o leitor do romance?</li></li></ul><li>CONCEITO E estrutura<br />Machado de Assis<br />
  8. 8. AÇÃO<br /> O romance apresenta uma <br />pluralidade dramática;<br />O romance é mais limitado que a novela em matéria de volume de núcleos narrativos;<br />O confronto entre novela e romance.<br />
  9. 9. AÇÃO<br />Na novela a multivocidade dramática caracteriza-se pela sucessividade.<br />No romance observa-se a simultaneidade dramática.<br />
  10. 10. AÇÃO<br />Tudo se passa ,no romance,como uma pedra jogada na água,formando círculos concêntricos que se vão esbatendo á proporção que se afastam do foco gerador.<br />
  11. 11. AÇÃO<br />No romance, ao contrário da novela, se processe um nexo <br />De reciprocidade entre personagem e ação, de modo que <br />esta, em vez de revelar a identidade psicológica daquela, <br />"exprime-a". <br />Dir-se-ía que o romance exemplifica a teoria behaviorista, <br />segundo a qual o psicólogo, repudiando a consciência, deve<br />limitar-se à observação do comportamento e a estabelecer <br />ilações a partir dele.<br /> A interação apontada varia conforme se trate de <br />personagens secundárias ou principais e de acordo com o<br /> tipo de romance (como se verá mais adiante), <br />mas está presente em todo o sistema romanesco.<br />
  12. 12. AÇÃO<br />O Primo Basílio é um exemplo típico de romance. <br />O caráter experimental da narrativa realista e naturalista, composto segundo regras científicas e filosóficas.<br />Faz dele um protótipo do romance como foi entendido<br /> depois de Balzac e até Proust, quando o padrão balzaquiano começa a ser ultrapassado o que não significa terem desaparecido os romancistas dessa estirpe, sobretudo nas literaturas vernáculas. <br />O drama principal constitui-se em torno de banal história <br />de adultério.<br />
  13. 13. AÇÃO<br />Entenda-se, porém, que este sistema nem é rígido, nem historicamente exclusivo. Casos há, depois de Proust, que podem denotar rompimento ou evolução<br />O Contraponto, coexistem situações dramáticas em pé de igualdade aparente, ocupando o mesmo nível espacial dentro da obra. <br />A uma análise mais profunda,entretanto, percebe-se descompasso entre elas, <br />resultante de umas serem principais e outras, secundárias.<br />
  14. 14. Tempo<br />MODALIDADES BASICAS DE TEMPO<br />Histórico : obedece o relógio;<br />Psicológico: se opõe frontalmente <br />ao histórico;<br />3 . Metafísico ou mítico : <br />Tempo do ser é o tempo anterior a historia <br />e a consciência identificado com o cosmos ou a natureza.<br />

×